Você está na página 1de 27

COMO ELABORAR

QUESTÕES DE
PROVA NO ESTILO
DO ENADE
Magna Campos
MAGNA CAMPOS

COMO ELABORAR
QUESTÕES DE PROVA
NO ESTILO DO ENADE

1ª edição

Mariana
Edição do Autor
2015
COMO ELABORAR QUESTÕES DE PROVA NO ESTILO DO ENADE

1. Formulação de questões discursivas

As questões discursivas do ENADE exigem respostas abrangentes e de


extensão relativamente longa, diferentemente da prova de múltipla escolha.

A estruturação destas questões deve dar oportunidade para que o estudante,


no desenvolvimento da resposta, possa:

 Propor explicações e soluções para os problemas apresentados;


 Aplicar o que aprendeu a situações novas;
 Fazer comparações ou classificações de dados e informações;
 Estabelecer relações entre fatos e princípios, por exemplo, relações de causa
e efeito;
 Analisar a propriedade das informações;
 Analisar o valor de procedimentos;
 Assumir posição favorável ou contrária a alguma conduta, apresenta devida
argumentação;
 Demonstrar capacidade de síntese, originalidade e/ou julgamento de valor;
 Formular conclusões a partir de elementos fornecidos;
 Demonstrar capacidade de organizar as ideias trabalhadas, expressando-as
na forma escrita, de maneira coerente e lógica1.

1.1 Na formulação das questões discursivas, deve-se:

1) apresentar linguagem simples, claras e sem ambiguidade;


2) definir claramente a(s) tarefa(s) a realizar, indicando a abrangência da
resposta e os aspectos a abordar;
3) conter as informações necessárias para a resolução da questão,
fornecendo elementos como textos, informações técnicas específicas,
figuras etc. que sejam necessários à sua resolução, e não apenas como
elementos figurativos ou ilustrativos.
4) recomenda-se dividir em subitens a questão discursiva com possibilidade
de desdobramento.

1
Conforme INEP. Guia de Elaboração e Revisão de Itens do ENADE. Brasília: INEP, 2011.
1.3 Exemplos de questões discursivas

Observe nos exemplos de questões discursivas retirados da Prova de Direito do


ENADE, o estilo como são formuladas as questões:
Temos nessas duas questões do ENADE 2014:

 Presença de informação e contextualização realizada antes da proposição em


si;
 Uma seção no texto da questão apenas para o comando do que é para ser
feito;
 A definição da tarefa com os itens que se deseja serem abordados.

Temos na questão do ENADE 2009, acima:

 Presença da informação/problematização;
 Uma seção com o comando do que deve ser feito e a delimitação de
argumentos.
Temos na questão do ENADE 2009, acima:

 Presença de situação-problema;
 Seção com comando do que é para ser feito;
 Questões delimitadas referentes ao conceito trabalhado na situação-
problema
Temos na questão do ENADE 2006, acima:

 Textos provocadores com posições contrárias retirados de fontes


reconhecidas;
 Seção com comando do que é para ser feito;
 Delimitação de cada item.

1.4 Na construção de questões para o ENADE, são evitadas questões


formuladas com enunciados do tipo:

O que... Porque apresentam foco na


Quando... memorização (questões pontuais) e,
Quem... possivelmente não avaliam habilidade
Cite... complexas.

Cite alguns... Porque apresentam dificuldade


Dê exemplos... quanto ao critério de correção (não há
Quais são...? delimitação, todavia, se bem
delimitadas deixam de ser
problemáticas).

É possível...? Porque apresentam respostas


Você acha (acredita, pensa) que...? possíveis apenas em sim ou não.
Deve-se...?

Discorra sobre... Porque apresentam formulações


Comente... vagas, imprecisas, indefinidas.
Dê sua opinião...

Resumidamente... Porque apresentam termos que não


Em poucas linhas... delimitam a abrangência da resposta.
Sucintamente...
2. Formulação de questões objetivas

No ENADE, a questão correta da múltipla escolha é denominada de


GABARITO e as demais são denominadas de DISTRATORES.

Todas as questões apresentam uma alternativa correta (gabarito) e quatro


incorretas (distratores).

a) Gabarito:

 O gabarito indica, inquestionavelmente, a única alternativa correta que


responde à situação-problema proposta.

b) Distratores:

 são as alternativas com aparência de resposta correta, mas


inquestionavelmente incorretas em relação ao enunciado;
 seu conteúdo deve ser correto, se considerado independente do
problema formulado no enunciado;
 devem atrair os alunos que não possuem a habilidade avaliada na
 questão ou aqueles que tentam adivinhar (ou “chutar”) a resposta.
 Devem ser respostas plausíveis;
 Ter semelhança em relação à alternativa correta quanto à ordem de grandeza ou à
forma de apresentação.
 Podem apresentar os erros comuns que os alunos
apresentaram nas aulas.
 Podem apresentar possíveis soluções errôneas para o problema
 apresentado no enunciado.

A questão de múltipla escolha é organizada em três partes:

Texto-base
Enunciado
Alternativas

Exemplo retirado do ENADE 2009:


Texto-base

Enunciado

Alternativas

2.1 As questões objetivas do ENADE podem ser elaboradas em cinco


modalidades:

1) Afirmação incompleta também chamada de complementação


simples:
(O enunciado apresenta a frase incompleta e as alternativas completam a frase).

Exemplo de questão na modalidade afirmação incompleta retirada do ENADE 2012:


2) Resposta única:
(O enunciado pergunta as alternativas respondem)

Exemplo de questão na modalidade resposta única retirada do ENADE 2012:


3) Interpretação
(O enunciado inclui a situação-estímulo (texto, caso, tabela, quadro, diagrama,
gráfico, foto, mata etc.) e são ou é apresentada(s) questão(ões)).

Exemplo de questão na modalidade interpretação retirada do ENADE 2009:

4) Complementação múltipla
(O enunciado apresenta o tema, a situação-problema, o caso etc., são realizadas
afirmações verdadeiras e falsas, relacionadas com a introdução, normalmente são
apresentadas com números romanos, e se pergunta qual ou quais estão corretas).

Exemplo de questão na modalidade complementação múltipla retirada do ENADE


2006:

5) Asserção-razão
(O enunciado apresenta duas proposições ligadas pelas palavras PORQUE, sendo a
segunda a “razão” ou “justificativa” da primeira).

Exemplo de questão na modalidade asserção-razão retirada do ENADE 2012:


DICAS GERAIS PARA
RESOLUÇÃO DE QUESTÕES
DO ENADE
Profª. Magna Campos
Para começo de conversa...

Em geral, alunos e professores sabem


pouco sobre essa importante avaliação
institucional externa!!!
Enade Orientação Alunos - Magna Campos 2
Leia toda a questão/ nada de ir direto para o COMANDO

TODAS AS QUESTÕES APRESENTAM


Três partes
Texto-enunciado  contextualizada e dita os parâmetros de interpretação/
indica o caminho para o aluno responder

Comando/questão  traz claramente o que é para ser analisado

Respostas/alternativas  Curiosidade: nas opções do ENADE todas terão


quase a mesma extensão textual, para servirem de distratores.

Para saber sobre as modalidades de questões:


Acesse o Manual Como Elaborar Questões de Prova no Estilo do ENADE:
https://www.academia.edu/11466021/COMO_ELABORAR_QUEST%C3%95ES_DE_PROVA_NO_ESTILO_DO_ENADE

Enade Orientação Alunos - Magna Campos 3


O Enade não se interessa em saber se você decodifica uma informação  isso, um
aluno do 9º ano do Ensino Fundamental deve saber fazer e MUITO BEM.

Quer saber se você entende e demonstra ter conhecimento de como usar ou como
proceder em relação a um conhecimento em situações-problema ou casos (reais ou
hipotéticos)

O Enade se interessa em saber se você consegue estabelecer COM PROFICIÊNCIA:

1°: Relação de causa e consequência – se algo acontece, tem um


porquê! E se tem um porquê, gera algo/efeito.

Ou causa e efeito Por que (causa) e


Ou asserção e razão porque (consequência)

Enade Orientação Alunos - Magna Campos 4


2° Relação de comparação entre elementos
Diferenças e semelhanças entre itens/elementos, especialmente em tabelas,
gráficos e mapas

E assim: formular conclusões, a partir de dados (INFERÊNCIAS)

Neste caso: “Pegue” alternativa por alternativa e analise-as dentro dos itens a
serem comparados e vá descartando qualquer uma que apresentar a mínima
falha.

Não tenha medo de fazer alguns cálculos básicos (somatório, divisão e média)
quando tiver gráfico e tabela
Enade Orientação Alunos(pois são pré-requisitos)
- Magna Campos 5
3° Relação de extensão entre situações reais ou hipotéticas a
outros que dependem de raciocínio interpretativo semelhante

Demonstrar conhecer e saber fazer algo com o que sabe

Por isso, analise o caso/história apresentada com atenção: não


aparecem na prova para enfeite.

Fornece os parâmetros de interpretação aceitos e orientam o


raciocínio
Enade Orientação Alunos - Magna Campos 6
Continuação: Relação de extensão entre situações reais ou hipotéticas a
outros que dependem de raciocínio interpretativo semelhante

Aplicar o que aprendeu a situações novas


É o famoso saber [não só memorizar o código, o conceito, a fórmula], mas
saber usá-lo em casos práticos [REFLEXÃO E NÃO SIMPLESMENTE
MEMORIZAÇÃO]

Marque no caso, tudo o que o particulariza e o contextualiza

DEPOIS
EXTENDA-O PARA A NOVA SITUAÇÃO PROPOSTA
Enade Orientação Alunos - Magna Campos 7
4° Julgar decisões apontadas

Para você
Analisar o valor de procedimentos
Não é preciso estar
estudando uma área para
assim proceder

Não se posicione baseado no senso comum, mas no conhecimento


científico de sua área de formação

Para reproduzir o senso comum, basta a “escola da vida”, um


universitário deve tomar decisões e analisar decisões bem
fundamentadas em conhecimentos basilares de sua graduação
Enade Orientação Alunos - Magna Campos 8
5° Analisar a propriedade das afirmações
O ENADE NÃO TEM
PEGADINHA

Cinco afirmações (no Enade não há questões negativas), analise


uma a uma e escreva na frente (correta, errado)

Depois, veja entre as afirmativas disponíveis qual está dentro de


sua resposta, se nenhuma: use a mais próxima do que “apurou”

Enade Orientação Alunos - Magna Campos 9


6° Propor explicações e soluções para o problema

Reflexão/ pense como se estivesse atuando na área


em que está se formando (como um profissional)

Analise todo o contexto proposto antes de escolher sua resposta

Primeiro resolva o problema, depois escolha a alternativa

Enade Orientação Alunos - Magna Campos 10


7° NAS QUESTÕES DISCURSIVAS, LEMBRE-SE:
1. Marque os comandos (o que querem que você faça):

2. Não se começa uma dissertação-exposição (expor sobre) ou dissertação-


argumentativa (posicionar-se sobre):

 Usando exemplo... Exemplo deve está complementando uma ideia anterior, que o
requeira para ficar mais palpável, portanto é posterior à exposição ou à base do
argumento.

 Justificando...quem justifica, justifica em função de algo, por isso, antes escreva


sobre este algo e só então caberá justificativa

3. Faça um pequeno esquema, com pelo menos 03 pontos a serem abordados em sua
resposta, “costure/articule” bem um ponto ao outro. Antes, porém, de começar a
escrever, justifique mentalmente porque cada um dos pontos está relacionado à
questão solicitada (garanta a pertinência e coerência
Enade Orientação Alunos - Magna Campos da relação). 11
NAS QUESTÕES DISCURSIVAS, LEMBRE-SE:

 Geralmente, o comando apresenta itens obrigatórios a serem abordados em seu


texto-resposta.

NÃO DEVEM SER APRESENTADOS COMO TÓPICOS DE UMA RESPOSTA  É UM ÚNICO


TEXTO TODO “ENTRELAÇADO”, capaz de tratar os itens propostos com desenvoltura.
Isso evidencia capacidade de dissertar sobre algo.

USE MAIS DE UM PARÁGRAFO PARA DESENVOLVER O TEXTO (clareza e articulação).

SE TRÊS ITENS, PROVAVELMENTE, TRÊS PARÁGRAFOS, MAS OS APRESENTE ANTES E


OS FECHE NO FINAL.
Introduza, desenvolva e finalize sua abordagem.

Enade Orientação Alunos - Magna Campos 12


NAS QUESTÕES DISCURSIVAS, LEMBRE-SE:

 Escreva como se estivesse explicando sobre a questão;

 Se não houver os itens delimitadores obrigatórios, pense nesta dica:

Um raciocínio precisa ser introduzido/apresentado, desenvolvido e concluído para tentar


demonstrar conhecimento sobre o assunto. Dificilmente se consegue isso em menos de
10 linhas... (Veja: 02 para apresentar, 06 para desenvolver e 02 para fechar o raciocínio)

Com esse tipo de questão você terá oportunidade de mostrar sua capacidade de
exposição, a organização das suas ideias, sua capacidade de reflexão, interpretação e
aplicação, além de argumentação de suas conclusões sobre determinado assunto etc.

Essas questões também avaliam aspectos como clareza, coerência, coesão, estratégias
argumentativas, utilização de vocabulário adequado e correção gramatical do texto (norma
culta).
Enade Orientação Alunos - Magna Campos 13
E que venha o ENADE!!!

Um processo de ensino que objetive preparar os


alunos para refletirem sobre as questões pertinentes à
sua área, problematizando-as, resolvendo casos reais
ou hipotéticos, propiciando tanto o saber/conhecer
quanto o saber fazer/proceder, não teme o ENADE.

Prof. Ms. Magna Campos

Enade Orientação Alunos - Magna Campos 14