Você está na página 1de 11

Ciências Naturais – Trocas Nutricionais entre o organismo e o meio – nos animais – 6.

º ano

Nome:_______________________________________________________________Data: ____________

Alimento – produto de origem mineral, vegetal ou animal, natural ou processado


(manipulado/transformado) pelo ser humano, que proporciona ao organismo os
nutrientes necessários.

Nutriente – substância mais simples que constitui os alimentos, essencial ao bom funcionamento do
organismo pois que fornece os materiais necessários para as funções do organismo.

Os nutrientes são fundamentais para:


 repor as substâncias eliminadas;
 produzir energia;
 crescer;
 recuperar o organismo.

Grupos de nutrientes: prótidos, lípidos, glícidos ou hidratos de carbono (alguns dos quais são fibras),
vitaminas, minerais e água.

Funções dos nutrientes:


 reguladora – regulam a quantidade de algumas substâncias no organismo. Alguns destes
nutrientes contribuem ainda, para a proteção contra determinadas doenças.
 energética – fornecem a energia necessária a todos os processos e reações no organismo.
 plástica – são usados na formação de novas células e tecidos.

Macronutrientes – substâncias nutritivas que o organismo necessita em grande quantidade.

Micronutrientes – nutrientes essenciais que o organismo necessita em quantidades diminutas.

Professora Sónia Cristina Silva 1 / 11


Proteínas

existem em

alimentos de origem animal (carne, peixe, ovos, alimentos de origem vegetal (pão, arroz, feijão,
leite e derivados…) ervilhas…)

Devemos consumir moderadamente estes Devemos dar preferência a estes alimentos


alimentos, porque também nos fornecem porque nos fornecem outros alimentos
gorduras nocivas. importantes, como as fibras.

Funções

Função construtora ou plástica – as proteínas fornecem essencialmente materiais de construção de


novas células, necessários ao crescimento e à manutenção e reparação de células que vão sendo, total
ou parcialmente destruídas na idade adulta.

Função energética – as proteínas também podem fornecer energia (em caso de falta de glícidos e de
lípidos – nutrientes energéticos).

A sua carência pode provocar: O seu excesso pode provocar:

 atrasos no crescimento;  problemas renais;

 diminuição da resistência às doenças;  inflamação nas articulações.

 baixo rendimento escolar.

Professora Sónia Cristina Silva 2 / 11


Glícidos ou Hidratos de Carbono

existem em

alimentos de origem vegetal

massa arroz batatas compotas

Funções

Função energética – os glícidos fornecem a energia necessária a todas as nossas atividades.

A sua carência pode provocar: O seu excesso pode provocar:


 fraqueza;  obesidade;
 fadiga muscular;  doenças cardiovasculares;
 emagrecimento.  diabetes.

Professora Sónia Cristina Silva 3 / 11


Lípidos

existem em

alimentos de origem animal (ovos, manteiga, alimentos de origem vegetal (óleos, margarinas,
carnes gordas…) azeite, alguns frutos secos…)

Funções

Função construtora ou plástica – os lípidos são constituintes das membranas celulares.

Função energética – os lípidos são produtores de energia, que nos protegem do frio, evitando a perda
de calor no organismo.

A sua carência pode provocar: O seu excesso pode provocar:

 emagrecimento.  obesidade;

 doenças cardiovasculares.

Professora Sónia Cristina Silva 4 / 11


Fibras

existem em

Alimentos de origem vegetal (frutas, verduras, legumes, arroz integral, feijão, milho, grão-de-bico,
frutas secas…)

Funções

Função reguladora – as fibras são responsáveis pelo bom funcionamento intestinal.

Função protetora – as fibras protegem-nos de algumas doenças.

A sua carência pode provocar:

 prisão de ventre;

 aterosclerose.

Professora Sónia Cristina Silva 5 / 11


Água

existem em

Alimentos de origem animal Alimentos de origem mineral Alimentos de origem vegetal


(leite, iogurte líquido, …) (água) (frutos, verduras, …)

Funções

Função reguladora – a água regula a temperatura corporal e a quantidade de minerais do corpo.

Função plástica – a água é o principal constituinte do organismo. A água é utilizada no transporte de


outros nutrientes.

A sua carência pode provocar:


 desidratação;
 fadiga;
 hipotensão;
 taquicardia.

Professora Sónia Cristina Silva 6 / 11


Vitaminas

Função reguladora – as vitaminas regulam as funções do nosso organismo.

Função protetora – as vitaminas são indispensáveis na prevenção de algumas doenças.

Tipos de vitaminas: Atua… A sua carência provoca…

A  Visão  Perda de visão ou


xeroftalmia
 Crescimento
 Atraso no crescimento
 Saúde da pele
 Secura da pele
 Desenvolvimento dos
ossos e dentes  Menor resistência a
infeções
 Aumenta a imunidade

(bife de fígado, gema de ovo, tomate,


manga, cenoura, batata doce, espinafre,
pimentão doce, salsa, coentros, frutos
vermelhos, brócolos...)

B1  Sistema nervoso  Insuficiência cardíaca

 Assimilação dos  Prisão de ventre e


glícidos digestão lenta

 Depressão e distúrbios
nervosos

 Fadiga

(carne de vaca, ovo de galinha, fígado,


leite, sementes de girassol, pinhões,
pistacho, aveia, quinoa, ervilhas,
amêndoas...)

Professora Sónia Cristina Silva 7 / 11


C  Contra infeções  Menor resistência a
infeções
 Cicatrização
 Hemorragias
 Crescimento dos
ossos e dentes  Fadiga

 Saúde da pele e  Perturbações ósseas


outros tecidos
 Escorbuto (inflamação
nas gengivas).

(laranja, limão, tangerina, brócolos, ...)

D  Crescimento  Atraso no crescimento

 Fixação de cálcio nos  Raquitismo


ossos e dentes (deformação dos ossos)

(produtos lácteos, peixe, cogumelos, ovos,


azeite ...)

K  Coagulação do sangue  Hemorragias

 Formação dos ossos  Osteoporose


(diminuição da
resistência dos ossos)

(couve, repolho, espinafre, brócolos,


alface, soja, abóbora, pinhão, mirtilo,
aspargos, lentilhas, óleos, gorduras ...)

Avitaminose – perturbação provocada pela falta de determinada vitamina.

Professora Sónia Cristina Silva 8 / 11


Minerais

Função reguladora – os minerais regulam algumas funções do nosso organismo.

Função protetora – os minerais protegem-nos contra algumas doenças.

Função plástica – os minerais fazem parte de diversas estruturas do corpo, como os dentes e os ossos.

Tipos de mineria: Atua… A sua carência provoca…

Cálcio e fósforo  Formação dos ossos  Raquitismo


e dentes  Osteoporose
 Contração muscular

(leite e derivados, feijão, amêndoa,


brócolos...)

Ferro  Composição dos  Anemia


glóbulos vermelhos  Cansaço / fadiga

(leite, ovos, vegetais, carne, peixe, fígado...)

Professora Sónia Cristina Silva 9 / 11


Iodo  Crescimento  Atraso de crescimento
 Bom funcionamento e desenvolvimento
da tiroide (glândula mental
que controla  Bócio (doença na
diversas funções do tiroide)
corpo

(peixe, mariscos, moluscos...)

Sódio e potássio  Regulação de água  Baixa tensão arterial


no organismo (em  Desidratação
caso de vómitos,  Problemas cardíacos
diarreia, sudação)
 Funcionamento de (O excesso provoca
músculos e nervos hipertensão e problemas
cardíacos graves)

(algas, hortaliças, carne, peixe, ovos, fruta, sal


comum ...)

Flúor  Proteção dos dentes  Aumento do risco de


contra cáries cáries dentárias

(beterraba, água, agrião ...)

Professora Sónia Cristina Silva 10 / 11


Como variam as necessidades no ser humano
As necessidades de nutrientes variam com a idade, sexo (feminino ou masculino), atividade
física, estado de saúde, profissão, estatura e clima.

Idade – Quanto mais jovem se é maior é a nossa necessidade nutritiva. A infância e a adolescência são
as fases mais exigentes sob o ponto de vista nutricional.

Sexo – Os indivíduos do sexo masculino necessitam de uma maior quantidade de alimentos. Isto
acontece porque possuem mais massa muscular e, assim, um maior número de células para
alimentar.

Atividade física – quanto mais intensa for a atividade física, maiores serão os gastos de energia e as
perdas de água na transpiração. Estes gastos devem ser compensados com a
ingestão de água e de alimentos ricos em nutrientes energéticos.

Estado de saúde – as necessidades alimentares variam com o estado de saúde.

Gravidez – as mulheres grávidas e as que amamentam necessitam de um reforço de alimentos ricos em


nutrientes plásticos e em minerais de modo a permitir o normal crescimento dos bebés.

Profissão – pessoas com profissões associadas a grande esforço físico ou intelectual necessitam de um
reforço alimentar em nutrientes energéticos.

Clima – os habitantes de climas frios perdem e produzem mais calor. Assim, necessitam de uma maior
quantidade de nutrientes energéticos.

Quando as necessidades em nutrientes não são respeitadas ocorrem desequilíbrios, que podem
originar doenças.

Bom estudo!

Professora Sónia Cristina Silva 11 / 11