Você está na página 1de 9

Ângulos cerca de 52 ° (seked = 5 ½)

Embora apenas um grau menor do que o passo anterior, distinguiu este grupo, uma vez
que é a pirâmide de Khufu (Quéops), as dimensões e os ângulos são bem conhecidos e
melhor medido. Então, se apenas 1 ° 17 'menos do que deveria ter para a sua concepção
foi baseada nos triângulos sagrados, é lógico supor que ele não foi projetado de acordo
com estes.

Seis são as pirâmides deste grupo e todas as inclinações em seus rostos muito próximos,
muito próximos a 52 °, em particular, são, em ordem cronológica:

 Pirâmide de Snefru em Medum. Dinastia IV.


 Pirâmide de Quéops em Gizé. Dinastia IV.
 Djedefre pirâmide em Abu Rawash.
 Menkaure Pirâmide de Gizé. Dinastia IV.
 Pirâmide de Sahura em Abusir. V dinastia.
 NYUSERRA-INJ Pirâmide em Abusir. V dinastia.

As semelhanças entre estas pirâmides, entre outros, são todos eles foram construídos
durante o Império Antigo, relativamente perto no tempo, particularmente nas dinastias IV
e V.

Em termos de tamanho, são muito diferentes da maioria, a de Quéops, com 230 m de


lado, seguidos pelo de Sneferu em 144 m (na verdade esta pirâmide ele levantou seu pai,
Huny, em etapas, foi quem Seneferu tornou-se suave pirâmide verdadeira face), siga as
instruções na Djedefre e Miquerinos com 106,2 e 104,6 m, respectivamente e,
finalmente, os dois de Abusir, com quase 80 m.

Rios de tinta ter sido escritos, com respeito a um, e apenas uma das pirâmides deste
grupo, devido às suas dimensões: a pirâmide de Quéops (Khufu), mas, como acima
mencionado, todas as pirâmides deste grupo eles foram divididos neste artigo são
realizadas a um ao outro e, por conseguinte, satisfaz as relações geométricas dos quais
também encontrar o outro.
Então não se esqueça que tudo o que tem sido escrito sobre a Grande Pirâmide de
Quéops, sobre as propriedades geométricas e relações entre suas dimensões, se bem
sucedido ou não, assim, cumpra as pirâmides deste grupo, mais o mais aproximada os
ângulos de inclinação de suas faces da mesma a (51 ° 50 ').

Não é o assunto do artigo ir para discutir todas essas propriedades, mas talvez
conveniente esclarecer alguns dos mais interessantes, que se baseia nos números ¸ e f e
vamos discutir.

Relativamente à primeira, podemos dizer que com as medidas mais confiáveis da Grande
Pirâmide, obtemos o valor de π com um resultado surpreendente, considerando-se
também a lógica semelhante ao obtido na pirâmide π aos obtidos com os uma esfera.

Em particular, o número (por uma esfera), é definida como a razão entre o comprimento
da sua circunferência (ou círculo máximo, C) com duas vezes o raio (R):

Para o caso da pirâmide é semelhante, uma vez que π é obtido como a razão entre o
perímetro da pirâmide (seria equivalente ao comprimento da circunferência da esfera)
com o dobro da sua altura (equivalente a duas vezes o raio do esfera):

Em seguida, retorne a este. Em relação ao número φ também chamada de Número de


Ouro ou Seção Áurea, como foi chamado o Renascimento (possivelmente por Leonardo
da Vinci), lembre-se que este número é aquele que aumentou uma unidade é igual ao seu
quadrado é reduzida por uma unidade igual a sua inversa. Isto é:

φ2=φ+11/φφ=-1

A partir das equações acima pode ser determinada por uma fórmula para calcular este
número exactamente:
Que, expressa a três casas decimais, é:

φ = 1,618

E assim φ 2 = φ 2,618 e 1 / = 0,618

Também ser conseguida por corte de um segmento número AB no ponto C, de modo que
AB é maior do que BC na mesma proporção que é em BC BC.

-------------------------------------------------- ----
ACB

Ou de uma forma menos complicada, como a série de Fibonacci (Leonardo da Pisa, um


matemático da Idade Média), na qual cada termo é a soma dos dois anteriores:

1 2 3 5 8 13 21 34 55 89 144 233 377 ............

Assim φ é obtida dividindo cada número na série entre a sua precedente imediato irá
valor mais preciso quanto maior os números que fractura, resultando em um valor exacto
no limite da série.

Da mesma forma, podemos obter sua inversa dividindo um número pelo próximo, e
curiosamente também podemos obter o seu quadrado se dividirmos um número na série
entre o último de sua anterior. Exemplos:

φ = 377/233 = 1,618
φ 2 = 377/144 = 2,618
1 φ / = 233/377 = 0,618

Qualquer dos números de série (em especial de o mais elevado para exatidão) poderia
simular o segmento AB previamente comentado anteriormente e duas correspondem a
AC e BC.
Como curiosidade pode-se dizer que o φ número aparece nas figuras geométricas, por
exemplo, 1 / φ é o lado valor de um decágono regulares inscrito em um círculo de raio
unitário, também aparece nos pentágonos e outras formas. Os gregos antigos
encontraram a proporção áurea para estudar o pentágono regular e suas diagonais, e
aparentemente usado na arquitetura e na escultura.

Curiosamente, também aparece na natureza, por exemplo, em espirais naturais, conchas,


por exemplo, a relação entre as distâncias a partir de uma espiral para o outro é φ. Em
plantas, as sementes dos ramos e folhas, estão dispostos em muitos casos, os números de
série de Fibonacci. Além disso, a proporção de Ouro podem ser encontrados em muitas
partes do corpo humano.

Finalmente, note que no desenho e pintura tem sido utilizado esse número, por exemplo,
durante o Renascimento, pintura ou desenho de catedrais, basta dizer que o arquiteto
francês Charles-Edouard Jeanneret (Le Corbusier) escreveu um livro, Le Modulor I , que
é um guia para a utilização de a proporção de Ouro em arquitectura.

Mas o que tem este número em relação à Grande Pirâmide e do resto do grupo? Eles
mostram o número φ se dividirmos o apótema lado metade de cada pirâmide. Ou dito de
outra forma, pode-se dizer que os triângulos foram projetados com base neste número.
Estes triângulos seria formada entre o apótema, a altura ea metade do lado da pirâmide
(Exatamente o mesmo aconteceu com triângulos sagrados do grupo anterior).
Especificamente, esses triângulos com base em φ lados gostaria de uma unidade, eo φ φ
raiz quadrada (ver figuras).
Com efeito, na grande pirâmide é satisfeita sem dúvida razoável se nós alcançar metade
do lado do com a unidade (isto é, 230,36 / 2 m corresponde a 1), então a altura, 146,6 m
corresponderia a 1,273 (corresponde à raiz do φ) e o apótema, 186,4 m com φ.

Da mesma maneira como no grupo anterior, estas pirâmides, que se destina, com quatro
triângulos orientados, tais como nos 4 cantos.

Por que isso? Isso foi intencional? Você realmente conhece os antigos egípcios e os
números de φ ¸?
Você tem que começar a reconhecer que não sabemos realmente como os egípcios
construíram as pirâmides, especialmente os maiores. Não como medida, embora
saibamos que as unidades usadas. Ver:

Grandezas e Unidades no Antigo Egipto: Relacionamentos e Equivalência

Para isso, a especulação é fácil, no entanto, existem algumas coisas a notar sobre tudo
isso e poderia esclarecer algumas dúvidas:

 As relações acima são uma consequência directa da inclinação das faces deste
grupo (52 °). Ou seja, em qualquer pirâmide projetada com a inclinação de faces, é
o tamanho que você tem, você pode deduzir π e φ.
 Este ângulo é susceptível de ter sido o resultado de pirâmides escalonadas para
tornar lisa, tal como explicado no grupo 1 (pirâmides escalonadas) e do exemplo é
muito estreita. A primeira pirâmide neste grupo, que de Sneferu em Medum, é
de 51 ° 57 'e é devido para fazer uma pirâmide passo, o da sua Huny pai
(8 passos de 75 °) pirâmide faces lisas. Precisamente, a primeira pirâmide a ser
construída com quase 52 e esta inclinação foi considerado em projetos posteriores.

 Os cálculos realizados nas outras pirâmides escalonados fornecer dados entre 51 °


e 53 ° para a inclinação das faces se tornaram pirâmides hipoteticamente lisas. E a
prova na pirâmide temos discutido no ponto anterior, uma vez que este foi
implementado. Além dessas inclinações foram os mais utilizados, você apenas tem
que ver os grupos 5 e 6 pirâmides descritos neste artigo são os mais numerosos.

 Além de ser uma consequência disto, a possível presença de π, pode ser devido à
utilização de um tambor ou rolo, mas de modo a que uma das magnitudes da
pirâmide foi tornando-se uma em rotações do cilindro eo outro com o diâmetro da
mesma. Por exemplo, para o tambor fabricase 1 cúbito ou cotovelo constase meia
e um certo número de voltas para determinar a lado, mas em vez disso para a
altura, é determinado um valor em cotovelos.
 Os antigos egípcios conheciam números decimais, utilizando a fracionária e, como
sabemos π e φ são números decimais. Não há evidências de que conociesen,
embora as áreas calculadas de círculos e hoje nós usamos tudo para este π, mas os
escribas antigos fizeram de uma forma muito peculiar, sem usar esse número, ou
seja, uma abordagem para fazer isso, dividindo o círculo em quadrados pequenos e
aproximou-se da soma de suas áreas, o maior círculo. Se tudo, este que
corresponderia a um valor para π de 3,1605.

 No entanto, devemos também ter em conta tanto π e φ são números irracionais, e


como tal não há evidência alguma de que eles sabiam os antigos escribas egípcios,
mas também é verdade que pode ser uma boa aproximação como uma relação
entre duas grandezas . Por exemplo, a relação de Ouro discutido acima, no qual
um segmento pode ser dividido. Por exemplo, se dividirmos um segmento em duas
partes desiguais, poderá fazê-lo inconscientemente, de modo que a conformidade
com a proporção áurea (Alguns dizem que, por escrito, a distância que muitas
vezes colocar a linha horizontal de letras como A, E, F ou H, a altura dividido em
dois segmentos que estão na proporção de Ouro). Isso pode ser por estética e,
portanto, os gregos antigos já utilizados na arquitetura e na escultura. E não há
nada estranho ou oculto, era uma proporção conhecida, tanto na natureza, como no
próprio corpo humano, tal como mencionado. Mais um ponto: em nossos próprios
dedos, podemos ver a razão de Ouro: o comprimento do metacarpo para falangina
falange do mesmo para e deste para a falange distal é de aproximadamente φ.

 Finalmente, porque: chance. Por entre outras coisas, que sentido é que tem
"escondido" π φ ou nas medidas de pirâmide Quais são as vantagens?

Mas, além disso, a pirâmide foi desenhado com base na φ? Ou ¿π? Ou talvez as duas
coisas? Se só foi sobre o primeiro, depois o segundo é coincidência. E se fosse a partir do
segundo, então o que é a primeira chance. E se não há chance Por que não projetar para
os dois números de uma vez?
Projetando um respeito pirâmide EXACT para ambos os números, é impossível, a menos
que seja uma condição muito, muito pequeno, que veremos a seguir.

Como indicado acima, tendo em conta que a altura da pirâmide seria φ e raiz quadrada de
uma meia unidade de lado (o lado de modo que seria 2) se π calculado da mesma
maneira como acima, é obtido um valor muito próximo, mas não o valor exato:

Então você poderia pensar que em uma pirâmide como esta, ou foi projetado para φ π ou,
mas não ambos ao mesmo tempo, pelo menos de forma precisa. Portanto, no melhor
caso, assumindo que a concepção de acordo com um desses números significa que, em
uma "aleatório" reproduz o outro.

No entanto, houve uma oportunidade para cumprir exatamente as duas condições. É a


menor condição mencionada acima, e é sim, apesar de ser de uma pirâmide quadrada, o
comprimento dos lados da pirâmide não foi exactamente a mesma que a dos lados do
quadrado, isto é, tinha suas faces côncava ou convexa.

Esta é uma possibilidade que tinha sido inicialmente ignorado, uma vez que os rostos das
Grandes Pirâmides são côncavas. Sobre este assunto veja:

A imagem da RAF sobre o efeito relâmpago Uma foto fake?

Mas, infelizmente, para realizar os cálculos necessários pode ser visto que para que isso
aconteça, os rostos da Grande Pirâmide, não deve ser côncava, mas o oposto: CONVEX,
ou seja, em vez de ser reduzido pela metade cada face interna , era para fora e que é
mais, o ângulo do plano da face da pirâmide com a linha recta do quadrado de base, se
este efeito não ocorrer, seria apenas 3,3 'em vez de a 27' que têm actualmente, o que
significa que o centro das faces do Excel pirâmide sobre o quadrado da base, a pequena
quantidade de apenas 11 cm em vez de 90 cm que é o que é para dentro. Assim, se
considerarmos a concavidade dos lados, como uma possível solução para "esquecer" o
erro é muito maior.
Neste sentido, a resposta mais lógica é do arquiteto francês Jean Philippe Lauer, um
grande especialista nas pirâmides do Egito, quando ele diz "tudo é acaso" para falar das
relações entre as dimensões da Grande Pirâmide.