Você está na página 1de 3

Empreender é identificar problemas e oportunidades que fazem parte do contexto em que

você vive, onde é necessário se dedicar e realizar uma intervenção direta, investindo recursos
e competências na criação de um negócio, projeto ou movimento para implementar mudanças
e alcançar objetivos, obtendo resultados positivos.

De modo geral, definem que:

 Empreender enfoca a ideia de liderança, de inovação, de promoção, de


economicidade, de visão de mercado, de fixação de objetivos, de uso das
oportunidades e muitas outras ideias.

 Além de todo o compromisso que um negócio requer de seus proprietários, saber


conviver com o risco e tirar proveito das oportunidades são as características mais
necessárias para a atividade empresarial.

“Uma empresa não se define pelo seu nome, estatuto ou produto que faz, ela se define pela
sua missão. Somente uma definição clara da missão é razão de existir da organização e torna
possíveis, claros e realistas os objetivos da empresa.”
Peter Drucker

Ao definir sua missão, a organização se coloca diante do mercado, dos clientes, colaboradores
e fornecedores, bem como da sociedade. Com isso, todos os envolvidos devem se guiar pela
missão determinada pela empresa, buscando alcançar resultados almejados em curto, médio e
longo prazo.

Normalmente, os fundadores definem a missão da organização. Quando o negócio é criado, é


necessário estabelecer os objetivos sociais, humanos e financeiros da empresa. Por isso, a
visão e os valores da instituição devem ser elaborados junto com a missão.

Algumas perguntas são necessárias para definir a missão da empresa, são elas:

1. Por que seu negócio existe?


2. O que ele faz?
3. Qual é a sua função no mercado?
4. O que o diferencia dos demais?
5. Como pretende se posicionar no mercado?
Saber como identificar oportunidades de negócios é o primeiro passo para quem deseja
montar um negócio próprio ou então expandir um já existente. O problema é que a maioria
dos empreendedores não conseguem enxergar essas oportunidades.

Normalmente uma boa oportunidade está focada em alguns pilares que devem ser
observados. Clique nos números abaixo para saber quais são.

1. Escala

Fique atento ao público-alvo e ao porte deste mercado, quanto maior for esta
abrangência, maior a probabilidade de ser uma boa oportunidade.

2. Diferenciação
Quanto maior for o espaço para a inovação, maior é a chance de se tornar um negócio
efetivo. Portanto, demonstrar no que esta oportunidade é diferente das demais, faz
com que a mesma se torne mais atrativa, podendo conquistar clientes e investidores
de forma mais rápida. Outro aspecto da diferenciação é a observação dos seus
concorrentes.

3. Observação e análise

Não é possível identificar uma oportunidade se você não for um bom observador,
portanto será necessário usar ferramentas que ajudem você a fazer uma análise desta
observação. Isto é fundamental para conseguir uma identificação mais precisa.
Observe o fluxo de pessoas, observe os costumes, a frequência de repetição de
determinados hábitos e costumes e descobrirá possíveis oportunidades.

4. Busca de informações

Fique atento aos investimentos estruturantes que serão feitos no seu bairro, na sua
cidade e na sua região. Normalmente, estes investimentos levarão ao surgimento de
novos elos de fornecimento e distribuição de produtos e serviços.

Pode parecer pouco, mas pequenas ideias podem se transformar em grandes


oportunidades de negócios. Quanto mais ideias forem geradas, maiores serão as
possibilidades de encontrar uma melhor saída. Pense nisso!

No livro “Competindo pelo futuro”, Gary Hammel e C. K. Prahalad demonstram que:

“O empreendedor não pode mais esperar pelo envelhecimento dos


produtos e serviços para só então mudá-los.”
No entanto, conhecer o mercado faz a diferença entre o sucesso e o fracasso de uma empresa.
Assim, é fundamental analisar o mercado antes de iniciar um negócio.

 Falta de orientação para o mercado


 Inadequação as necessidades do mercado
 Logística deficiente
 Baixa capacitação em vendas

Só vende com sucesso quem conhece com profundidade o seu mercado em todos os seus
aspectos.

 Demográfico
 Econômico
 Legal
 Tecnológico

Buscar informações não é uma tarefa fácil. Requer outras Características do Comportamento
Empreendedor, como persistência, comprometimento, persuasão e rede de contatos –
características presentes nos empreendedores de sucesso.

No entanto, conhecer o mercado potencial em uma região de atuação ainda não significa o
volume total de clientes potenciais de um negócio, mas é uma informação imprescindível para
chegar a este resultado.

Estudando o mercado potencial, você terá condições de escolher um mercado-alvo, ou seja,


um segmento de mercado para explorar.

Quando os recursos são muito limitados, em vez de perseguir uma pequena participação em
um amplo mercado, você deve optar por concentrar uma grande participação em poucos
pequenos mercados, ou somente em um segmento.

O principal critério a ser utilizado é o potencial de negócios esperado, levando em


consideração as condições que a empresa terá para explorar as oportunidades identificadas,
ou pelo menos alguma delas, já que podem existir ocasiões para as quais a futura empresa
poderá não estar preparada para explorar.

Dessa forma, a empresa precisa escolher um grupo de consumidores específico para o qual ela
vai focar toda a sua atenção.