Você está na página 1de 13

03/03/2018

Psicologia do
Desenvolvimento
César Oliveira

Interface com outras


disciplinas

 O desenvolvimento humano envolve o


estudo de variáveis afetivas, cognitivas,
sociais e biológicas em todo ciclo da vida.

 Desta forma faz interface com diversas áreas


do conhecimento como: a biologia,
antropologia, sociologia, educação,
medicina entre outras.

1
03/03/2018

Histórico
 Tradicionalmente o estudo do desenvolvimento
humano focou o estudo da criança e do
adolescente: educação.
 Próprio conceito de infância como um período
particular do desenvolvimento (Cole & Cole,
2004).
 Evolução tecnológica : a virada no estudo do
desenvolvimento.
 Câmeras, gravadores e computadores
 Neurociência e imagem cerebral

A delimitação conceitual do campo


da Psicologia do Desenvolvimento
 Necessidade de se delimitar esse campo de
atuação

 O que é específico da psicologia do


desenvolvimento humano?
 A especificidade da psicologia do
desenvolvimento humano está em estudar as
variáveis externas e internas aos indivíduos que
levam à mudanças no comportamento

 O que está em questão é o desenvolvimento


harmônico do indivíduo.

2
03/03/2018

A delimitação conceitual do campo


da Psicologia do Desenvolvimento
 Todos os domínios são intercalados
 A influência progressiva entre os momentos

 O desenvolvimento inclui uma ampla gama de


diferenças individuais
 Como ocorrem?
 Inato e a experiência
 As características familiares, os efeitos de gênero, classe
social, raça e etnicidade e a presença ou ausência de
incapacidade física, mental ou emocional, todos
afetam o modo como uma pessoa desenvolve-se.

A delimitação conceitual do campo


da Psicologia do Desenvolvimento
A experiência inicial é importante, mas as
pessoas podem ser extraordinariamente
resilientes.
 O desenvolvimento continua por toda a vida.
 Foca o desenvolvimento dos indivíduos ao longo
de todo o ciclo vital.
 A noção de desenvolvimento está atrelada a um
contínuo de evolução.
 Essa evolução nem sempre é linear
 Todos tem igual importância

3
03/03/2018

A delimitação conceitual do campo


da Psicologia do Desenvolvimento
 As pessoas ajudam a moldar seu próprio
desenvolvimento e influenciam as reações dos
outros em relação a elas:
 O balbucio do bebê
 O despertar da sexualidade no adolescente
 A decisão de aposentar-se

 Os contextos histórico e cultural influenciam


fortemente o desenvolvimento
 padrões contextuais que são específicos a uma
determinada cultura
 Eventos históricos, novas tecnologias, avanços
científicos etc.

4
03/03/2018

A delimitação conceitual do campo


da Psicologia do Desenvolvimento
 Em resumo, o desenvolvimento é (BALTES, 1987):
 É vitalício
 Está
ligado ao que aconteceu e ao que irá
acontecer
 Depende da história e do contexto
 Multidimensional e multidirecional
 Flexível e plástico

Definição Psicologia do
Desenvolvimento
O estudo, através de metodologia específica
e levando em consideração o contexto
sócio-histórico, das múltiplas variáveis, sejam
elas cognitivas, afetivas, biológicas ou sociais,
internas ou externas ao indivíduo que afetam
o desenvolvimento humano ao longo da
vida.

5
03/03/2018

Interface com diferentes áreas da


psicologia
 Ampliando o escopo de estudo do
desenvolvimento humano, a psicologia do
desenvolvimento acaba por fazer interface
também com outras áreas da psicologia:

 psicologia social,
 psicologia da saúde,
 psicologia da educação,
 psicologia cognitiva.

Aspectos individuais

 Aquelas ligadas à maturação orgânica do


indivíduo, às bases genéticas do
desenvolvimento.

 Recentemente, os processos inatos que


promovem o desenvolvimento humano
voltaram a ser discutidos por teóricos do
desenvolvimento humano (Cole & Cole,
2004).

6
03/03/2018

Aspectos ambientais

 Aquelasligadas à influência do ambiente


no desenvolvimento.

 Abordagens sistêmicas importância


de se entender as diversas interações
que ocorrem nos múltiplos contextos em
que o desenvolvimento se dá.

Aspectos ambientais

 As
mudanças no desenvolvimento são
adaptativas, sistemáticas e organizadas

É preciso entender como as condições


internas e externas ao indivíduo afetam e
promovem essas mudanças.

7
03/03/2018

O desenvolvimento humano
 Entre a mudança e a estabilidade
 Quantitativa : números e quantidade
 Qualitativa: tipo, estrutura ou organização

O que/Como/Quando muda?
 Estas são perguntas freqüentes nas pesquisas sobre o
desenvolvimento, e são freqüentemente abordadas
de forma distintas pelas diferentes abordagens
teóricas que descrevem o desenvolvimento
humano.

Diferentes Perspectivas do
Desenvolvimento Humano
 Ambientalista (Skinner e Watson)
 O indivíduo nasceria como tábulas rasas,
aprendendo tudo do ambiente por processos
de imitação ou reforço.

 Inatista (Chomsky)
 O indivíduo já nasceria com tudo que precisam
na sua estrutura biológica para se desenvolver.
Nada é aprendido no ambiente, e sim apenas
disparado por este.

8
03/03/2018

Diferentes Perspectivas do
Desenvolvimento Humano
Construcionista (Piaget)
 O desenvolvimento é construído a partir de
uma interação entre o desenvolvimento
biológico e as aquisições da criança com o
meio.

Sócio-interacionista (Vygotsky)
 O desenvolvimento humano se dá em
relação nas trocas entre parceiros sociais,
através de processos de interação e
mediação.

Diferentes Perspectivas do
Desenvolvimento Humano
 Evolucionista (Fodor)
O desenvolvimento humano se daria como
produto de uma interação de mecanismos
genéticos e ecológicos, envolvendo experiências
únicas de cada indivíduo desde antes do
nascimento.

 Psicanalítica (Freud, Klein, Winnicott)


 Entende o desenvolvimento humano a partir de
motivações conscientes e inconscientes da
criança, focando seus conflitos internos durante a
infância e pelo resto do ciclo vital.

9
03/03/2018

Aspectos do desenvolvimento
 Desenvolvimento físico
 Corpo e do cérebro, das capacidades
sensórias, das habilidades motoras e da saúde
 Desenvolvimento cognitivo
 Capacidades mentais, como aprendizagem
memória, linguagem, pensamento, julgamento
moral e criatividade
 Desenvolvimento psicossocial
 Personalidade e nos relacionamentos sociais

Períodos do ciclo vital


 Uma construção social
 Criança, adolescência, adultez, meia
idade e velhice.
 Comunidade Chippewa
 Infância: Até caminhar e até a pulberdade
 Vida adulta: adolescência inclusa até o
primeiro neto.
 Após vida adulta: nascimento do primeiro
bisneto

10
03/03/2018

Períodos do ciclo vital


 Para nossos estudos: 8 estágios
 Antes do nascimento
 1ª, 2ª e 3ª infância
 Adolescência
 Idade adulta inicial
 Meia-idade]
 Terceira idade

Influências no desenvolvimento
 Questões descritivas
 Hereditariedade, ambiente e maturação
 Influências contextuais
 Família
 Condição socioeconômica e bairro
 Cultura e etnicidade
 Estratégias adaptativas distintas
 Influências normativas e não-normativas
 Experiência vivenciada pela maioria das pessoas
 Puberdade, eventos históricos e sociais
 Experiências particulares

11
03/03/2018

Influências no desenvolvimento
 Influências normativas e não-normativas
 Experiência vivenciada pela maioria das pessoas
 Puberdade, eventos históricos e sociais
 Experiências particulares
 Períodos críticos e sensíveis
 Tempo específico para um determinado evento
 Biológico, cognitivo e psicossocial: qual o alcance?

Perspectivas atuais e futuras


 O caráter multidisciplinar exigindo uma linguagem que
facilite a comunicação entre profissionais de diferentes
áreas de atuação.

 As metodologias de estudo tradicionais também têm


sido postas em questão: importância de se considerar
os diversos contextos que não só afetam, mas também
são afetados pelo desenvolvimento do indivíduo.

 A análise do contexto histórico em que os indivíduos se


desenvolvem também tem sido cada vez mais
incorporada na produção de conhecimento nesta
área.

12
03/03/2018

Referências
 Biaggio, A. (1978). Psicologia do Desenvolvimento. Petrópolis:Vozes.

 Cole, M., & Cole, S. (2004). O Desenvolvimento da criança e do adolescente. (M. Lopes,
Trad.). Porto Alegre: Artmed

 Dessen, M. A., & Costa Júnior, A. L.(2006). A ciência do desenvolvimento humano: desafios
para pesquisa e para os programas de pós-graduação. In D. Colinvaux, L. B. Leite & D.
Dell’Aglio (Orgs.), Psicologia do Desenvolvimento: reflexões e práticas atuais (pp. 133-158).
São Paulo: Casa do Psicólogo.

 Mota, M.E. Psicologia do Desenvolvimento: uma perspectiva histórica. In Temas em


Psicologia, 2005, v.13.

 Seidl de Moura, M. & Moncorvo, M. (2006). A Psicologia do Desenvolvimento no Brasil:


tendências e perspectivas. Em D. Colinvaux, L. Leite & D. DellÁglio (Orgs.). Psicologia do
Desenvolvimento: reflexões e práticas atuais (pp.115-132). São Paulo: Casa do Psicólogo.

 Winnicott, D.W. O ambiente e os processos de maturação: estudos sobre a teoria do


desenvolvimento emocional. Porto Alegre: Artmed, 1983c.

13