Você está na página 1de 15

Disciplina: Hidrologia

ESTIMATIVA DA
EVAPORAÇÃO
Estimativa da Evaporação
A determinação da evaporação de uma
superfície líquida pode ser realizada de duas
maneiras:

• Medição : através de aparelhos de medição


direta (evaporímetros ou tanques) ou pelo uso
de registradores (evaporígrafos).

• Estimação: através de fórmulas empíricas ou


baseadas na física da atmosfera estabelecidas
com o objetivo de uma melhor aproximação
das condições reais.
Medição da Evaporação
O principal método usado na determinação
da evaporação é o do Tanque Classe A:

Ep = Etanque x Kt

Onde: Ep = evaporação potencial


E = evaporação do tanque classe A
Kt = coeficiente do tanque (para a região semi-árida
Kt = 0,75)
Estimativa da Evaporação
Os métodos normalmente utilizados para
determinar a evaporação são:
• Método do balanço de energia

• Método aerodinâmico

• Método combinado ou Penmam


Método do Balanço de Energia
Balanço de energia:
Três tipos de radiação solar: Incidente, Refletida e
Líquida.
Ri Rr
Rl= Ri - Rr
Rl

Onde:
Rl = Radiação Líquida ;
Ri = Radiação Incidente ou Global;
Rr = Radiação Refletida.
Método do Balanço de Energia
Balanço de energia:
Como a radiação refletida é expressa por: Rr =  . Ri

onde  é o albedo (razão entre as radiações refletida e incidente)

Então, a radiação líquida é dada por: Rl = (1-) Ri


Valores do Albedo (Raudkivi, 1979)
Superfície Albedo
Florestas coníferas 0,1 a 0,15
Áreas cultivadas 0,1 a 0,25
Água 0,03 a 0,1
Solos escuros 0,05 a 0,2
Solos Argilosos (secos) 0,2 a 0,35
Solos arenosos (secos) 0,15 a 0,45
Método do Balanço de Energia
Este método calcula a evaporação através da seguinte
equação:
Rl
Er   86,4 10 6
lv   w

Onde:
Er = Evaporação potencial diária (mm/dia)
RL = Radiação líquida (W/m2);
lv = Calor latente de vaporização (J/kg)
lv = 2,501 . 106 – 2370 . T ;
ρw = massa específica da água (ρw = 977 kg/m3);
T = Temperatura do ar (°C).
Método do Balanço de Energia
Algumas relações importantes:
1 J = 1 N.m
1 N= 1 (kg . m/s2)
1W = 1 J/s
1 dia = 24 h * 60 min/h * 60 s/min = 86400 s
1 cal = 4,186 J
1 cm2 = 1 x 10-4 m2

J = Joule (unidade de trabalho)


W = Watt (unidade de energia)
Método do Balanço de Energia
Para:
T = 20 °C
ρw = 977 kg/m3

Er  0,0353  Rl

Onde:
Er = Evaporação potencial diária (mm/dia);
RL = Radiação líquida (W/m2);
Método Aerodinâmico
No método aerodinâmico, a evaporação é calculada
conforme a seguinte equação:
Ea  B  es  ea 
Onde:
Ea = Evaporação potencial (mm/dia);

es = Pressão de vapor saturado (Pascal; 1Pa = 1 N/m2)


 17, 27T 
 
 237, 3T 
es  611  e
ea = Pressão de vapor atual (Pascal)
ea = UR . es
(onde: UR = umidade relativa = e/es)

B = é um coeficiente obtido através de uma equação.


Método Aerodinâmico
0,102  u
B 2
  z 2 
ln  
  z1 
Onde:

u = Velocidade do vento na altura z2 (m/s);


z2 = Altura da medição da velocidade do vento (geralmente é
adotado 2 m a partir da superfície);
z1 = Altura de rugosidade da superfície natural.
Método Aerodinâmico

Tabela 1. Altura de rugosidade para diferentes condições de


superfície.
Tipo de Superfície Altura da Rugosidade z0 (cm)
Gelo, lama 0,001
Água 0,01 a 0,06
Grama (acima de 10 cm de altura) 0,1 a 2,0
Grama (de 10 a 50 cm de altura) 2a5
Vegetação (de 1 a 2 m de altura) 20
Árvores (10 a 15 m de altura) 40 a 70

Fonte: Chow et al.,1988


Método Combinado ou de Penmam

O método combinado ou método de Penmam


calcula a evaporação considerando os
efeitos da radiação e do vento.

Para isso, o método combinado combina as


equações do método do balanço de energia e
do método aerodinâmico.
Método Combinado ou de Penmam
A combinação resulta na equação abaixo:

      
E     Er     Ea 
         
Onde:
E = Evaporação potencial (mm/dia);
Er = Evaporação calculada pelo método do balanço de energia
(mm/dia);
Ea = Evaporação calculada pelo método aerodinâmico (mm/dia);
∆ = Gradiente da curva de pressão de saturação de vapor:
∆ = 4098 . es / (237,3 + T)2 (Pa/°C);
 = Constante psicrométrica:
 = 66,8 Pa/°C;
Método de Priestley - Taylor
Este método é baseado no fato de que em grandes áreas,
as considerações do balanço de energia governam a
evaporação.
Portanto, no método de Priestley - Taylor, a evaporação é
calculada conforme a seguinte equação:

E  Er
 
Onde:
E = Evaporação potencial (mm/dia)
Er = Evaporação calculada pelo método do balanço de energia (mm/dia);
∆ = 4098 . es / (237,3 + T)2 (Pa/°C)
 = 66,8 Pa/°C
 = 1,3