Você está na página 1de 3

A Semana de Arte Moderna, também conhecida como Semana de 22, aconteceu

em São Paulo, de 11 a 18 de fevereiro de 1922, no Teatro Municipal. Durante essa


semana, além da exibição de quadros, música e poesia, aconteceram palestras sobre a
modernidade. Isso deixou escritores e artistas de renome abismados.

A Semana de 22 acentuou a diferença, a renovação das linguagens, na busca, na


experimentação e na liberdade. Pela primeira vez, poemas foram interpretados, a música
executada em forma de concerto, as artes plásticas exibidas por meio de formas
modernas.

Entre os artistas que participaram dessa semana, encontra-se nomes consagrados,


como Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Víctor Brecheret, Anita Malfatti, Menotti
Del Pichia, Sérgio Milliet, Heitor Villa-Lobos, Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti e
Álvaro Moreira.

A Semana de Arte Moderna ocorreu em uma época de grande turbulência social,


cultural e política. As vanguardas que surgiam por esse tempo não tinham regras e
assustavam grande parte das pessoas por isso, dado que não era com isso a que haviam
se adaptado.

Durante esse tempo, acontecia no Brasil a república “café-com-leite”, na qual


São Paulo e Minhas Gerais estavam quase detidas no poder federal por causa do
domínio econômico que exerciam no país. O capitalismo ascendia, o que fazia com que
a beleza no Brasil fosse extremamente influenciada pela beleza europeia. Assim, a
Semana de 22 não foi bem compreendida em seu tempo.

Esse evento tinha como objetivo renovar o ambiente artístico e cultural da


cidade com "a perfeita demonstração do que há em nosso meio em escultura,
arquitetura, música e literatura sob o ponto de vista rigorosamente atual", como
informava o Correio Paulistano a 29 de janeiro de 1922.

As obras apresentadas sofreram influência de certos movimentos que


precederam a Semana de Arte Moderna. As pinturas de Anita Malfatti, por exemplo,
tinham grande influência dos movimentos cubista, expressionista e futurista.

Um dos críticos que foi bastante severo com a Semana de 22 foi Monteiro
Lobato, fazendo com que o evento não tivesse imediatamente o sucesso que teve mais
tarde.

O que incentivou a organização dessa semana de exposições foi, sobretudo, a


inda e vinda de diversos artistas brasileiros e estrangeiros para o Brasil e para o exterior,
especialmente a Europa, fazendo com que as novas visões de arte chegassem aos olhos
dos artistas de nosso país, culminando, então, em uma mudança no seu modo de
representar o mundo.
Livros como “Há uma gota de sangue em cada poema”, de Mário de Andrade e
“Carnaval”, de Manuel Bandeira, assim como exposições de Anita Malfatti, são outros
exemplos de precursores do evento.

Introdução

A Semana de Arte Moderna foi um evento que envolveu diversos artistas


brasileiros para expôr obras um tanto diferenciadas daquilo a que se estava acostumado
no país.

Devido à fase pela qual nosso país passava, as pessoas que aqui viviam sofriam
enorme influência da arte estrangeira, o que não era de todo bom, afinal, nossa realidade
nao é a mesma presente em países europeus, por exemplo.

Assim, devido a diversos fatores, mas sobreturdo a essa influência, a arte


brasileira também foi influenciada. Durante a Semana de 22, artistas brasileiros
mostram o quão importante é a arte nacional, sem desprezar o que vem de fora,
provando que há espaço para tudo que é bom.

Conclusão

A arte brasileira, mesmo sobre grande risco de declínio diante dos problemas
enfrentados durante eventos contrastantes com o normal, como foi a Semana de 22, nos
dá um exemplo de persistência, especialmente da parte do artistas que perceberam que
poderiam mudar o país, e de fato mudaram.

Podemos perceber como é importante se ter opinião e força de vontade diante


daquilo que queremos para nós e para o grupo em que estamos inseridos, além, é claro,
de sempre perceber a poesia das coisas e tornar nossa vida mais leve, não acomodando
com aquilo que incomoda.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Semana_de_Arte_Moderna

http://www.mundosites.net/artesplasticas/semanadearte.htm

http://www.pitoresco.com.br/art_data/semana/index.htm

http://derherweg.files.wordpress.com/2008/11/operarios.jpg

http://www.jornaljovem.com.br/edicao5/img/arte_tropical_1917anitamalfatti_000.jpg

Texto de Kamila Babiuki