Você está na página 1de 14

II Oficina da

Clinica Escola de Fisioterapia da Fametro


II Oficina da Clinica Escola de Fisioterapia da Fametro
Orientadora: Prof.ª Esp. Thaís Sampaio Arruda Vignola
Curso: Fisioterapia
Monitoras: Jéssica Byron, Dillyane Bilac, Nahiara Coelho

BOLA SUÍÇA
Exercícios terapêuticos com Bola Suíça.

INTRODUÇÃO

Apesar de seu nome original, o "Bola Suíça" foi inventado na Itália, em 1963, co-
mo um brinquedo chamado de Gymnastic por um engenheiro Aquilino Cosani. Utilizan-
do o método de Bobath de AVC / reabilitação neuro-desenvolvimento, Dr. Elseth Kong
e Mary Quinton, um fisioterapeuta Inglês desenvolveu programas de reabilitação neu-
rológica pediátricos utilizando a bola suíça.

Dr. Susan Klein-Vogelbach incorporou a sua utilização em áreas médicas ortopédi-


cos e outros, postural reeducação e de volta reabilitação. Na década de 1980 fisiotera-
peutas americanos que visitam clínicas europeias aprendeu seu uso e trouxe esse co-
nhecimento de volta para o América Norte.

A Bola Suíça permite um bom posicionamento corporal durante os exercícios de


alongamento. É possível relaxar o grupo muscular e permanecer mas tempo no alon-
gamento.

Por que uma bola? É a natureza instável da bola que o torna único. A vantagem de
sua instabilidade é que ele desafia as seguintes habilidades necessárias para o avanço
em um programa de exercício e manutenção de uma coluna saudável:

 Mobilidade articular

 Flexibilidade

 Corrigindo Reflexos

 Tempo De Reação

 Coordenação

 Postura

 Equilíbrio

 Força

 Propriocepção
Referencias: <http://www.exercise-ball-exercises.com/birth-ball.html> <http://www.exercicios-com-bola.com/index.html>

1
Tamanho da bola x Altura
O tamanho da bola de exercício perfeito para exercícios de bola de exercícios que
exigem que você se sentar no bola é dependente de sua altura.

Ao sentar-se na esfera do
exercício, joelhos e quadris devem
estar a 90 graus. Para exercícios
de bola de exercícios que exigem
que você se ajoelhar ou ficar com
a bola, uma bola maior é melhor.

Para aqueles de vocês apenas


se familiarizar com o exercício bo-
la, escolher um tamanho maior e
mantê-lo um pouco esvaziado até
que você aprenda como os exercí-
cios e sentir você se sentir confor-
tável equilibrar sobre ele.

Limpeza da Bola
 Usar agua, detergente bactericida e depois enxague e seque com uma toalha.

Precauções Exercício Bola


 Pessoas com falta de equilíbrio só deve fazer exercícios com bola sob supervisão
de um fisioterapeuta.

 Pare de quaisquer exercícios que cause dor ou se sente estranho. Reajuste-se e


releia as instruções. O ditado "sem dor, sem ganho" não se aplica. Dor nas articu-
lações de qualquer tipo nunca é um bom sinal.

 Progredir lentamente e somente de acordo com a sua capacidade.

 Não ultrapasse a capacidade da sua coluna para estabilizar você. Ferimentos gra-
ves podem resultar se você colocar mais de uma demanda em sua musculatura es-
tabilizadora que é capaz de proporcionar. Se sentir desconforto, pare o exercício
imediatamente e escolher aquele que é mais de acordo com suas capacidades.

 A qualidade é muito mais importante que a quantidade. Trabalhar com excelente


técnica (forma) e trabalhar apenas até a fadiga técnica.
2
ALONGAMENTO 1

Objetivos:
 Mobilizar a coluna em extensão, com ajuda da gravidade
 Alongar a cadeia ventral do tronco
 Mobilizar a flexão da coluna contra a gravidade
 Mobilizar a flexão e extensão de quadris e joelhos
 Fortalecer os membros inferiores
 Treinar o alinhamento dos membros inferiores
 Praticar passos reativos
 Alongar os músculos peitorais

3
ALONGAMENTO 2

Objetivos:
 Obter alongamento peitoral bilateral;
 Obter alongamento diagonal de peitorais e tronco;
 Tracionar a coluna com o paciente controlando a quantidade de alongamento;
 Obter mobilização de tecidos moles e tecidos neural;

4
EXERCICIO 1 (Cowboy)

Objetivos:
 Treinar uma boa postura ereta que seja
automática e econômica
 Fortalecer o quadríceps e s músculos da
panturrilha
 Preparar o paciente para o treino de
marcha
 Praticar balancei assimétrico dos braços.

EXERCÍCIO 2 (Balança)
Objetivos:
 Ensinar o paciente a mover o tronco pa-
ra a frente e para trás no espaço
 Treinar atividade econômica dos mús-
culos abdominais e extensores da colu-
na ao estabilizar o tronco
 Praticar balanceio simétrico do braço
no plano sagital
 Encorajar o alimento dos membros in-
feriores com a retirada correta de cal-
canhares e artelhos.

5
EXERCICIO 3 (Faquir)
Objetivos:
 Conseguir um treino econômico dos mús-
culos abdominais e extensores da coluna
 Detectar fraqueza nos músculos abdomi-
nais
 Ensinar ao paciente como inclinar o tronco
alinhado a partir da posição vertical até a
posição horizontal e voltar
 Praticar passos reativos
 Treinar alinhamento de membros inferio-
res
 Fortalecer/estabilizar os músculos ex-
tensores da coluna em uma atividade de
fazer ponte.

EXERCICIO 4 (Ula-Ula, para a Frente e para Trás)

Objetivos:
 Mobiliza a coluna lombar e qua-
dris em flexão e extensão.
 Promover o movimento típico de
marcha da coluna lombar e qua-
dris.
 Treinar a estabilização reativa
da coluna torácica.
 Facilitar o balanceio simétrico
dos braços.

6
EXERCICIO 5 (Salamandra)
Objetivos:
 Mobilizar a flexão lateral.
 Estimular a transferência
de peso de um lado para o
outro.
 Praticar apoio de peso al-
ternado entre mãos e pés
de um lado para o outro.
 Alterar entre atividade
muscular aberta e fechada
em braço e perna de cada
lado.

EXERCICIO 6 (Trote)
Objetivos:
 Treinar o apoio de peso dia-
gonal sobre uma mão e o pé
oposto;
 Estabilizar a rotação da co-
luna;
 Melhorar a coordenação de
mãos e pés;

EXERCICIO 7 (Peixinho/Andando nas mãos)

Objetivos:
 Praticar extensão total da co-
luna, quadris e joelhos;
 Facilitar a flexão anterior to-
tal dos ombros em cadeia ciné-
tica fechada;
 Fortalecer os músculos exten-
sores da coluna e quadril.
 Estabilizar o tronco;
 Avaliar o equilíbrio do tronco;
 Fortalecer os membros superi-
ores, especialmente o tríceps
braquial em cadeia cinética fe-
chada;

7
EXERCICIO 8 (Testa de Ferro)
Objetivos:
 Mobilizar ativamente a extensão
da coluna contra a gravidade;
 Estabilizar a coluna estendida;
 Fortalecer os músculos trapézio
médio e superior;
 Fortalecer os membros superio-
res em cadeia cinética aberta;
 Fortalecer o músculo quadríceps
em atividade de fazer ponte;

EXERCICIO 9 (Sereia)

Objetivos:
 Praticar flexão lateral do
tronco contra a gravidade;
 Fortalecer os músculos abdu-
tores do quadril da perna de
cima contra a gravidade;
 Estabilizar a cintura escapular
em cadeia cinética fechada;
 Facilitar a rotação externa da
perna de baixo contra a gravi-
dade.

EXERCICIO 10 (Pendulo)
Objetivos:
 Mobilizar os músculos ab-
dutores e adutores do
quadril;
 Fortalecer os músculos
abdutores e adutores do
quadril em cadeia cinética
aberta e fechada;
 Fortalecer os músculos da
“bainha rotadora” da cin-
tura pélvica;
 Fortalecer os músculos
abdominais.

8
Exercícios com Bola para ABDOMINAIS

 Deite-se com a parte lombar sobre a bola e coloque as mãos atrás das
orelhas.
 Enrole os ombros para cima e baixe-se depois de uma pequena pausa.
 Para evitar esforçar o pescoço, olhe para a frente e não para os joe-
lhos.

 Deite-se com a parte lombar sobre a bola e coloque as mãos atrás das
orelhas.
 Levante o tronco e baixe-o depois de uma pequena pausa.
 Expire enquanto contrai os abdominais e inspire ao voltar à posição
inicial.

 Deite-se de costas, com as panturrilhas em cima da bola e os braços


cruzados sobre o peito.
 Enrole os ombros para cima e baixe-se depois de uma pequena pausa.
 Para evitar esforçar o pescoço, olhe para a frente e não para os joe-
lhos.

 Deite-se de costas, com as panturrilhas e os gêmeos fazendo pressão


contra a bola e os braços abertos.
 Aperte a bola com as pernas e enrole os joelhos até ao peito, rolando
de volta depois de uma pequena pausa.
 Para evitar esforçar o pescoço, olhe para a frente e não para os joe-
lhos.

 Deite-se de lado sobre a bola, braços cruzados sobre o peito, pernas


esticadas e pés afastados para manter o equilíbrio.
 Levante o tronco e baixe-o depois de uma pequena pausa. Troque de
lado depois de cada sequência.
 Expire enquanto contrai os abdominais e inspire ao voltar à posição
inicial.

 Coloque os tornozelos em cima da bola, pernas esticadas, com o peito


virado para o chão e estique os braços para se levantar do chão.
 Mantendo o seu peso sobre os braços esticados, faça rolar a bola para
dentro, dobrando os joelhos e as ancas e estique as pernas de novo,
depois de uma pequena pausa.
 Expire ao rolar a bola e inspire ao voltar à posição inicial.

9
Exercícios com Bola para PEITO

 Deite-se de costas, omoplatas no topo da bola, costas esticadas, joe-


lhos fletidos em ângulos de 90 graus e segure pesos em cada lado do
seu peito.
 Empurre os pesos para cima e baixe-os lentamente depois de uma pe-
quena pausa.
 Expire ao empurrar e inspire ao voltar à posição inicial.

 Deite-se de costas, omoplatas no topo da bola, costas esticadas, joe-


lhos fletidos em ângulos de 90 graus e segure pesos de cada lado do
seu corpo.
 Mantendo os cotovelos ligeiramente dobrados, role os pesos para
dentro e para cima e baixe-os lentamente depois de uma pequena pau-
sa.
 Expire ao empurrar os pesos para dentro e para cima e inspire ao vol-
tar à posição inicial.

 Ajoelhe-se em frente à bola com as mãos sobre esta, costas estica-


das.
 Empurre-se para cima esticando os braços e baixe-se lentamente de-
pois de uma pequena pausa.
 Expire ao empurrar e inspire ao voltar à posição inicial.

 Deite-se pronado com as mãos no cimo da bola, pernas e costas com-


pletamente esticadas.
 Empurre-se para cima esticando os braços e baixe-se lentamente de-
pois de uma pequena pausa.
 Expire ao empurrar e inspire ao voltar à posição inicial.

 Deite-se pronado com as coxas no cimo da bola, pernas e costas com-


pletamente esticadas e mãos no chão, cotovelos dobrados.
 Empurre-se para cima esticando os braços e baixe-se lentamente de-
pois de uma pequena pausa.
 Expire ao empurrar e inspire ao voltar à posição inicial.

10
Exercícios com Bola para OMBROS

 Deite-se pronado com a barriga sobre a bola, costas e pernas estica-


das, e segure pesos dos dois lados, braços esticados.
 Mantendo os mesmos ângulos nos cotovelos, role os pesos até que a
parte superior dos braços fique paralela ao chão e baixe-os lentamen-
te depois de uma pequena pausa.
 Expire ao rolar para cima e inspire ao voltar à posição inicial.

 Deite-se pronado com a barriga sobre a bola, costas e pernas estica-


das, e segure pesos dos dois lados, braços esticados, cotovelos a 90
graus.
 Mantendo os mesmos ângulos nos cotovelos, role os pesos até que a
parte superior dos braços fique paralela ao chão e baixe-os lenta-
mente depois de uma pequena pausa.
 Expire ao rolar para cima e inspire ao voltar à posição inicial.

 Deite-se apoiado sobre o lado esquerdo, costas e pernas esticadas, e


segure um peso com a mão direita, braços esticados.
 Mantendo o ângulo do cotovelo, empurre o peso para fora e para ci-
ma baixe-o lentamente depois de uma pequena pausa.
 Expire ao levantar e inspire ao voltar à posição inicial.

Exercícios com Bola para COSTAS

 Agache-se sobre os seus pés, pressione as omoplatas sobre a bola


atrás de si e cruze as mãos sobre o peito.
 Sem mexer os pés, estenda as costas (ponte) até estas ficarem pa-
ralelas ao chão e baixe-as lentamente depois de uma pequena pausa.
 Expire ao esticar as costas e inspire ao voltar à posição inicial.

 Deite-se pronado o topo da bola, com a barriga pressionada contra


esta e mantenha o equilíbrio com os pés e as mãos no chão.
 Estique o braço esquerdo e a perna direita para fora e para cima e
baixe-os depois de uma pequena pausa. Troque de lados depois de
cada repetição.
 Expire ao esticar e inspire ao voltar à posição inicial.

11
Exercícios com Bola para PERNAS

 Eleve-se, esticando as pernas e baixe-se lentamente depois de uma


pequena pausa.
 Agache-se com as costas pressionadas contra a bola, que está por sua
vez pressionada contra a parede, joelhos formando ângulos de 90
graus e coloque as suas mãos por trás das orelhas.
 Inspire enquanto se eleva e expire quando agachar.

 De pé, com um tornozelo no cimo da bola por trás de si, agache-se até
que o seu joelho forme um ângulo de 90 graus.
 Eleve-se, esticando a perna e baixe-se lentamente depois de uma pe-
quena pausa. Troque de lado depois de cada sequência.
 Expire enquanto se eleva e inspire ao voltar à posição inicial.

 De pé sobre a perna direita, coloque o pé esquerdo no cimo da bola,


perna esticada para o lado.
 Role a bola na sua direção, trazendo a perna para dentro e role de
volta lentamente depois de uma pequena pausa. Troque de lado depois
de cada sequência.
 Expire ao rolar para dentro e inspire enquanto volta à posição inicial.

 De pé, com a parede do seu lado direito, empurre a bola do chão em


direção à parede com a sua coxa direita, joelho dobrado.
 Aperte a bola, pressionando a sua perna contra ela e solte-a lenta-
mente depois de uma pequena pausa. Troque de lado depois de cada
sequência.
 Expire ao empurrar e inspire ao voltar à posição inicial.

 Deite-se de costas e segure a bola entre as suas pernas, abaixo dos


joelhos.
 Aperte a bola entre as duas pernas, juntando as coxas ao mesmo tem-
po que levanta as nádegas do chão e solte-a lentamente depois de uma
pequena pausa.
 Mantenha sempre as costas direitas.

 Deite-se de costas, com os pés no cimo da bola, pernas e costas direi-


tas.
 Role a bola na sua direção, dobrando os joelhos e permita que esta
volte para trás lentamente depois de uma pequena pausa.
 Mantenha sempre as costas direitas.
12