Você está na página 1de 2

EMERGÊNCIA PRÉ-HOSPITALAR

ABORDAGEM VITÍMA DE DOENÇA SÚBITA


AVALIAÇÃO / EXAME PRIMÁRIO
ANTES DE ABORDAR A VÍTIMA VERIFICAR:
• Condições de segurança, precauções universais, tarefas distribuídas, equipamento adequado e conhecimento do cenário.
INICIA A ABORDAGEM À VITÍMA
• Se consciente inicia ABCDE → Se a vitíma não está a falar: 1º → Avaliar estado de consciência
2º → VOS (10 seg)

A VIA AÉREA
Extensão da cabeça;
Adjuvantes da via aérea; IMPORTANTE
NOTA IMPORTANTE: A ABORDAGEM INICIAL NÃO DEVE EXCEDER OS 90 segundos

• Tubo orofaríngeo → vitímas insconscientes não reativas Após colocação de adjuvante da via aérea reavaliar
• Tubo nasofaríngeo → vitímas insconscientes reativas ¹
( ¹ contraindicado para vitimas com trauma acima das clavículas) VOS para verificar se problema resolvido
• Ruidos Obstrutivos (gorgolejo e ronco)
Deve ser preferencialmente efetuada com a vitíma posicionada em decúbito lateral (equacionar aqui o que tem a
Aspiração:
aspirar). O tempo de aspiração é de até 15 seg. Entre aspirações deve ser administrado oxigénio a alto débito.

B RESPIRAÇÃO / VENTILAÇÃO

SE NÃO RESPIRA LIGAR 112 (SAV)

Se respira deve observar;


• Superficial/normal/profunda
• Rápida/lenta
• Cianose (Administrar oxigénio → meio e débito adequado ao quadro clínico)
• Ruídos (farfalheira/pieira/estridor)
• Ingurgitamento jugular IMPORTANTE
• Tiragem (supra clavicular, intercostal ou sub-costal) O posicionamento da vitíma é fundamental para a
• Enfisema subcutâneo sua melhoria
• Simetria torácica A avaliação da oximetria pode complementar a
• Utilização em esforço dos músculos acessórios da respiração. avaliação em B

C CIRCULAÇÃO
• Finos / cheios Indicadores valores pressão arterial
periféricos

Presentes
• Rápidos / lentos ≤
Pulsos

Radial 80
Sistólica
Pulsos

Elevação Membros Fémural ≤ 70


Ausentes •
Inferiores Carotídeo ≤ 60
Preenchimento capilar • ≤ 2 seg. ≥
• Temperatura • Palpação abdómen (4 quadrantes)
Pele • Coloração Outros • Hemorragias externas visíveis graves
• Humidade
NOTA: Sempre que se justifique deve fazer avaliação de uma glicémia capilar para despiste

No pedido SAV mencionar os sinais/sintomas de


CLÍNICA DA VITÍMA
DEFINA CONDIÇÃO

gravidade encontrados na abordagem


LIGAR 112 Após passagem de dados e garantido o apoio SAV
VITÍMA CRITÍCA
PEDIR SAV reavaliar a vitíma em ABC
Quando inconsciente a reavaliação começa com a
avaliação do estado de consciência e VOS

VITÍMA NÃO CRITÍCA Continuar com avaliação/ exame da vitíma

ENB/FEPH 2019 Suportes Pedagógicos Tripulantes Ambulância Socorro


EMERGÊNCIA PRÉ-HOSPITALAR
ABORDAGEM VITÍMA DE DOENÇA SÚBITA

D DISFUNÇÃO NEUROLÓGICA
• Tamanho Miose ↔ Contraída

Pupilas
Pupilas

• Simetria Midríase ↔ Dilatada


NÃO PERCA MUITO TEMPO 10 MINUTOS É O TEMPO SUFICIENTE PARA AVALIAR E INICIAR

• Reatividade à luz Anisocória ↔ Assimétricas


Escala de nível de consciência: Lateralização da resposta motora:
A • Alerta • Força

Avaliar
V • Responde a estímulos verbais • Mobilidade
D • Dor • Sensibilidade (nos 2 hemicorpos)
S • Sem resposta (Hemiparésia=diminuição força / Hemiplégia=ausência força)
BM teste • Fazer determinação glicémia capilar

E EXPOSIÇÃO
• Com controle de temperatura (expôr em ambiente controlado)
• Pesquisa outras alterações / lesões

AVALIAÇÃO / EXAME SECUNDÁRIO


• Frequência C • Circunstâncias do incidente
Ventilação
• Amplitude H • Historial cliníco do doente
Pulso
• Ritmo A • Alergias
M • Medicação (qual, quando, fez efeito?)
Pressão • Sistólica U • Última refeição
Arterial • Diastólica
Valores referência parâmetros vitais
• Hipotermia Ventilação [ 12 a 20 ]
Temperatura • Normal Pulso [ 60 a 100 ]
• Hipertermia Pressão [ 60 a 90 ] Diastólica
Arterial [ 100 a 140 ] Sistólica
• Escala numéria (0 a 10) Temperatura 37°
Dor
• Escala de faces (mais utilizada pediatria) (Temp. pode escilar < 0,6 >)
Exame fisíco (observação sistematizada) Efetuado de acordo com as queixas da vitíma

NOTAS A CONSIDERAR

VITÍMA CRITÍCA REAVALIAR DE 5 EM 5 MINUTOS

VITÍMA NÃO CRITÍCA REAVALIAR DE 15 EM 15 MINUTOS


NOTAS A CONSIDERAR

Oxigenoterapia Relação meio/débito


Grávidas → Saturações > 97% Óculos nasais → Concentrações 44%
DPOC → Saturações entre 88% e 92% Máscara simples → Concentrações 60%
Restantes → Saturações > 95% Máscaras com balonete → Concentrações 100%

• O exame da vitíma é um processo dinâmico, e a abordagem depende sempre da situação cliníca da vitíma. Não se fixe
unicamente em abordar inicialmente o ABC. Se a vitíma, por exemplo, apresentar uma hemorragia externa grave
visível, a abordagem deve iniciar-se em C e depois ABC, ou seja CABC.
• Também em vitímas conscientes é importante perceber o que se passou e antecedentes, como por exemplo numa
vitíma com cianose acentuada e com antecedentes de DPCO não podemos administrar O2 em altas concentrações.

ENB/FEPH 2019 Suportes Pedagógicos Tripulantes Ambulância Socorro