Você está na página 1de 1

Resumo do filme “A missão”.

O filme é uma obra baseada em fatos reais e retrata a expulsão dos jesuítas do
reino português, devido à crise nas relações entre a Coroa Portuguesa e a
Companhia de Jesus. Com a chegada dos europeus na América, rapidamente
iniciou-se a colonização do espaço, bem como a catequização dos povos
originários que ali viviam. Considerados pelos brancos como primitivos e
selvagens devido a seus hábitos, os indígenas passaram a ser submetidos por
um processo de “civilização” de forma que captassem a cultura europeia. Os
jesuítas seriam então os missionários que levariam civilidade e catequese às
tribos. Apesar de terem como objetivo a difusão da fé e a conversão dos nativos,
as missões também serviram como um instrumento do colonialismo. Em troca
do apoio político da Igreja, o Estado se responsabilizava pelo envio e
manutenção dos jesuítas, bem como pela construção de igrejas, além da
proteção aos cristãos, conhecido como regime do padroado. Irmão Gabriel é um
padre jesuíta enviado à Missão de São Carlos. É aceito pelos índios guaranis
por causa da música que vinha do seu instrumento de sopro. Convivendo com
os índios na tribo, ele inicia o seu trabalho de evangelização. Irmão Gabriel
convida Rodrigo Mendonza, exilado por conta própria em um mosteiro, para
retornar com ele para a Missão de São Carlos. Rodrigo Mendonza era um
mercador de escravos que tem sua vida mudada após cometer um crime
passional: tira a vida do irmão, Felipe Mendonza, em um duelo, por ele ter se
apaixonado por sua mulher e ela por ele. Por se tratar de um duelo, Mendonza
permanece em liberdade, contudo se auto pune exilando-se no mosteiro, até
aceitar o convite de Irmão Gabriel para estar ao lado daqueles que antes caçava.
Devido a convivência com os índios Mendonza se converte tornando-se um
jesuíta. O território ocupado pela Missão de São Carlos está próximo de passar
a pertencer aos espanhóis, que queriam escravizar os índios. Os jesuítas foram
defender sua permanência no território numa corte, defesa que foi analisada por
Altamirano. Antes de dar um parecer final, Altamirano decide visitar, as missões
para conhecer o trabalho realizado pelos jesuítas, e Irmão Gabriel o convida para
conhecer a Missão de São Carlos. Só que o destino das missões já estava
definido antes da corte ser iniciada, então, os jesuítas deveriam retirar-se do
território ou serem massacrados pelo exército. Todas as tentativas de convencer
os índios a se retirarem das missões são em vão. Assim, os padres decidem
lutar pela permanência e sobrevivência dos povos, Gabriel, um dos
protagonistas escolhe não usar de violência, enquanto Rodrigo perde a vida
protegendo crianças a qualquer custo. O filme nos faz refletir, não apenas sobre
como foi brutal e genocida o processo de colonização do nosso país, mas
também como ainda há heranças do pensamento colonial presentes em nossa
sociedade. Muitos fatores da questão social estão ligados as marcas que a
colonização deixou no Brasil, principalmente o fato de ainda ser um país
subdesenvolvido.