Você está na página 1de 15

Kenmare Moma Processing (Mauritius) Limited

Kenmare Moma Mining (Mauritius) Limited

NOME DO PROCEDIMENTO
Número do doc.: CÓDIGO Autor: Metalurgista
Número da rev.: 0.0 Proprietário do doc.: Superintendente da Produção
Data de aprovação: DD/MM/AAAA Aprovado: Director Geral

PROPÓSITO

CONTEÚDO

1. ÂMBITO .................................................................................................................................. 3
2. OBJECTIVOS.......................................................................................................................... 3
3. RESPONSABILIDADES ......................................................................................................... 3
4. DESCRIÇÃO DO PROCEDIMENTO ....................................................................................... 4
4.1 CONTROLE DE QUALIDADE NA PLANTA DE Ilmenite A ............................................... 4
4.1.1 DM5301-6 e DM5329-29A ......................................................................................... 4
4.1.2 EP5501-18 e EP5520-23 ........................................................................................... 4
4.1.3 DM5321-23 e DM5330 .............................................................................................. 4
4.1.4 ER5401-09 ................................................................................................................ 4
4.1.5 DM5324-26 ................................................................................................................ 5
4.1.6 MRF .......................................................................................................................... 5
4.1.7 NMRF ........................................................................................................................ 6
4.1.8 NOTA ........................................................................................................................ 6
4.2 ILMENITE B...................................................................................................................... 6
4.2.1 CS1201-16 ................................................................................................................ 6
4.2.2 DM1201-1205 ............................................................................................................ 7
4.2.3 Nota: .......................................................................................................................... 7
5. CHAMAR O METALURGISTA ................................................................................................ 8
6. DIAGRAMA DE FLUXO ........................................................................................................ 11
6.1 ILMENITE A.................................................................................................................... 11
6.2 ILMENITE B.................................................................................................................... 12
7. DEFINIÇÕES E ABREVIATURAS ........................................................................................ 13
8. REFERÊNCIAS ..................................................................................................................... 13
9. PARÂMETROS PARA ILMENITE A E ILMENITE B ............................................................. 14
9.1 PARÂMETROS: ILMENITE A ......................................................................................... 14
9.2 PARÂMETROS: ILMENITE B ......................................................................................... 15

N° DO DOCUMENTO. REVISÃO DATA DE IMPRESSÃO PÁGINA

Código 0 03/08/2018 1

ESTE DOCUMENTO NÃO DEVE SER COPIADO OU DIVULGADO A TERCEIROS SEM A PERMISSÃO DA KENMARE.

ESTE DOCUMENTO NÃO É CONTROLADO DURANTE A IMPRESSÃO.


CONTROLO DA REVISÃO DO DOCUMENTO

NÚMERO NÚMERO DATA


DA DA PÁGINA ALTERAÇÃO EFECTUADA
REVISÃO
0 Todas Documento original DD/MM/AAAA
1
2
3
4
5

ASSINATURAS DE APROVAÇÃO E REVISÃO

FUNÇÃO RESPONSÁVEL ASSINATURA DATA DE


REVISÃO
AUTOR: Metalurgista
PROPRIETÁRIO: Superintendente da Produção
APROVADO POR: Director Geral

N° DO DOCUMENTO. REVISÃO DATA DE IMPRESSÃO PÁGINA

Código 0 03/08/2018 2

ESTE DOCUMENTO NÃO DEVE SER COPIADO OU DIVULGADO A TERCEIROS SEM A PERMISSÃO DA KENMARE.

ESTE DOCUMENTO NÃO É CONTROLADO DURANTE A IMPRESSÃO.


1. ÂMBITO

Este procedimento aborda as técnicas de controle de qualidade de forma a garantir que as


especificações estabelecidas sejam atingidas nos produtos de Ilmenite: IP1, IP2, MRF and
NMRF; e IP1_Aux, IP2_Aux, IP3_Aux e IP4_Aux.

2. OBJECTIVOS

 Garantir que o Controlador de Qualidade seja capaz de detectar anomalias.


 Garantir que o Controlador de Qualidade monitore a qualidade com base no Sistema
de Gestão de Informação Laboratorial (LIMS).
 Garantir que o Controlador de Qualidade seja capaz de efectuar ajustamentos que
possam restabelecer as especificações padronizadas no caso destas terem oscilado.
 Garantir que os metalurgistas treinem os Controladores de Qualidade em detecção de
anomalias e resolução de problemas.

3. RESPONSABILIDADES

POSIÇÃO FUNÇÃO DESCRIÇÃO DA TAREFA


Autor do Garantir que os parâmetros no
Procedimento procedimento sejam actualizados e
validados.
Metalurgista Providenciar
Os parâmetros devem ser impressos,
parâmetros
laminados e afixados nas portas de
operacionais da
cada banco de máquinas, indicando o
planta
caudal mássico nesse estágio.
Controlador de Executor do Seguir o procedimento
Qualidade procedimento
Supervisor Supervisionar o Garantir que o Controlador de
uso do Qualidade siga o procedimento
procedimento
Superintendente da Aplicação do Garantir que todas as partes adiram
Produção procedimento ao procedimento.
Superintendente da Credibilidade da Garantir que os parâmetros
Metalurgia informação operacionais adequam-se ao período
e ao material a ser processado

N° DO DOCUMENTO. REVISÃO DATA DE IMPRESSÃO PÁGINA

Código 0 03/08/2018 3

ESTE DOCUMENTO NÃO DEVE SER COPIADO OU DIVULGADO A TERCEIROS SEM A PERMISSÃO DA KENMARE.

ESTE DOCUMENTO NÃO É CONTROLADO DURANTE A IMPRESSÃO.


4. DESCRIÇÃO DO PROCEDIMENTO

Ver a Secção 9 para os parâmetros de Ilmenite A e Ilmenite B.

4.1 CONTROLE DE QUALIDADE NA PLANTA DE ILMENITE A

4.1.1 DM5301-6 e DM5329-29A

 HMC-A: Velocidade do rolo 90;90


 HMC-B: Velocidade do rolo 90;80
 Não baixar a velocidade do rolo de separação de baixo na DM5329A (100%). A
descarga da fracção magnética sempre bloqueia à velocidades baixas. Para evitar que
este problema aconteça a velocidade é colocada no máximo e aproxima-se o divisor
interno ao rolo. Isso é válido até que se dê instruções adicionais.
 Fracção magnética 1: Para qualquer taxa de alimentação mantenha sempre 50 a 55%.
55,4tph é o valor máximo exibido no SCADA, qualquer valor acima deste apenas pode
ser visto no Unipro.

4.1.2 EP5501-18 e EP5520-23

 32-38 kV aplicados na RP5563 (não dá retorno) para EP5501-18 e na RP5561-4 para


EP5520-23. kV’s devem ser confirmados no terreno.
 A perda de kV numa das RP resultará num transbordo do EC5108 ou EC5042
 O arcing excessivo nas EP’s deve ser evitado.

4.1.3 DM5321-23 e DM5330

 Aplicar os parâmetros estabelecidos para manter o TiO2 do IP2 dentro das


especificações.
 Uma diminuição da velocidade do rolo irá aumentar a fracção do IP2 e o teor de TiO2.
 O aumento da velocidade do rolo reduzirá a fracção do IP2 e o teor de TiO2.
 Se isso não funcionar, verifique a posição dos divisores.

4.1.4 ER5401-09

 24 kV são requeridos.
 Perdas de kV podem resultar na contaminação do IP3. Certifique-se de que os feed
slides estão limpos. Qualquer falha nesse procedimento irá resultar no transbordo do
EC5109 – e consequente perda de produto (rendimento e recuperação).
N° DO DOCUMENTO. REVISÃO DATA DE IMPRESSÃO PÁGINA

Código 0 03/08/2018 4

ESTE DOCUMENTO NÃO DEVE SER COPIADO OU DIVULGADO A TERCEIROS SEM A PERMISSÃO DA KENMARE.

ESTE DOCUMENTO NÃO É CONTROLADO DURANTE A IMPRESSÃO.


4.1.5 DM5324-26

 Se o IP1 estiver fora das especificações em termos de Cr2O3 e U+Th, verifique a


velocidade do rolo e a posição do divisor nas DM5324 -27 e DM5331.
 Em condições de operação normal a velocidade do rolo é de mais de 90%
 Se o problema persistir verifique o estágio de scavenging, DM5346 e DM5347, é
comum mandar-se muito Cr2O3 e U+Th para o IP1 via bypass das DM5344-45.

4.1.6 MRF

 Se o U+Th é mais do que 240 ppm:


 Verifique o IP3 do Ilmenite B, se não houver nenhum problema então continue
no passo a seguir. As amostras do Ilmenite A são combinação dos produtos.
 Verifique as CS5342-43: Qualquer perda de kV irá resultar na contaminação do
IP3. Para evitar problemas nessa fracção do IP3 esta é enviada para o IP1 e
IP2.
 Verifique as CA5615-9: kVs devem estar acima de 25, e a velocidade do rolo de
separação deve ser de 80%. Velocidades de rolo elevadas são usadas quando
U+Th é muito baixo. Também podem ser reduzidas se o contrário acontecer.
Para efectuar uma investigação fácil e rápida tire amostra da fracção condutora
de cada máquina.
 Se não tiver nenhum problema com as HTR’s acima mencionadas em termos
de kV’s e velocidade dos rolos isso significa que há mais contaminantes
provenientes das ER5401-09 ou das DM5301-06, DM5329 e DM5329A.
 Para ER5401-09, tire a fracção não-magnética das DM5317-20 e verifique a
temperatura da RH5163. Garanta que os kV’s nas ER5401-09 estão entre 24 a
28 kV. kV’s elevados podem resultar na danificação dos cabos de alta tensão
das máquinas.
 Se nenhum dos procedimentos acima citados funcionar, verifique o caudal na
CV5030. O caudal deve estar entre 50 a 55% da quantidade total da
alimentação na CV5002. O caudal mássico na CV5030 pode ser reduzido.
Garanta que todas as HTR’s recebam alimentação e funcionem devidamente
para evitar transbordos nos EC5106/7 e EC5109. Esta fracção deve estar o
mais limpo possível.

N° DO DOCUMENTO. REVISÃO DATA DE IMPRESSÃO PÁGINA

Código 0 03/08/2018 5

ESTE DOCUMENTO NÃO DEVE SER COPIADO OU DIVULGADO A TERCEIROS SEM A PERMISSÃO DA KENMARE.

ESTE DOCUMENTO NÃO É CONTROLADO DURANTE A IMPRESSÃO.


4.1.7 NMRF

 Se o U+Th for mais do que 240 ppm e o teor de TiO2 for baixo:
 Verifique as ER5411-12, kV’s devem estar acima de 25
 A RH5162 deve operar todo o momento, a sua temperatura de operação é de
105oC.
 Se o problema continuar, verifique as DM5311-16. DM5312 também é usada
para controlar Cr2O3 e U+Th. O Cr2O3 nesta fracção pode ser de
aproximadamente 0,7% que vai depender da quantidade média de IP3 e IP4.
 Rejeições demasiadas nas DM5313-6 resultarão na perda do produto para o
ILNM (PS2911).
 Para teores baixos de TiO2 e altos de Fe2O3, baixe a velocidade do rolo no
estágio secundário, i.e., DM5307-10.

4.1.8 NOTA

 Parâmetros para DM's primárias (DM5301 - 6, 5329, 5329A), são válidos para HMC-A.
O rolo de alimentação na DM5329A deve ser mantido abaixo de 70% e o divisor de
baixo interno deve estar próximo ao rolo, isto é para evitar bloqueios no colector da
fracção magnética o que pode provocar a paragem da máquina por excesso de
corrente. Isso é válido até que se dê instruções adicionais.
 Para HMC-B, o rolo de separação de baixo deve ser reduzido para 80% . E para uma
proporção de combinação de 1:1 (i.e. 50% HMC A – HMC B 50%) 85% de velocidade
de rolo deve ser usado.
 Fracção de baixo: CV5030 (fracção magnética primária deve estar entre 50 a 55% da
quantidade total de alimentação para evitar derrames no estágio das HTR’s
(EC5106,7,8, and 9).

4.2 ILMENITE B

4.2.1 CS1201-16

 21-23 kV’s devem ser usados. Perdas de kV em qualquer HTR (CS) devem ser
evitadas.
 Velocidade de rolo separação dentre 50 a 65%. Uma alteração nos máximos e
mínimos foi feita nas máquinas VSD’s. Testes são necessários para estabelecer novos
parâmetros. Os parâmetros sugeridos são melhores. Velocidades menores são usadas
aquando do tratamento de derrames (spillage).

N° DO DOCUMENTO. REVISÃO DATA DE IMPRESSÃO PÁGINA

Código 0 03/08/2018 6

ESTE DOCUMENTO NÃO DEVE SER COPIADO OU DIVULGADO A TERCEIROS SEM A PERMISSÃO DA KENMARE.

ESTE DOCUMENTO NÃO É CONTROLADO DURANTE A IMPRESSÃO.


4.2.2 DM1201-1205

 Evite alterar a velocidade do rolo de cima. Mantenha a velocidade em 95%.


 Ajuste a velocidade do rolo de baixo se necessário. A variação deverá ser de ±5% para
uma determinada posição do divisor externo.

4.2.3 Nota:

 A velocidade do tapete filtrante pode variar dependendo da humidade do material na


descarga, para baixas taxas de alimentação a velocidade do tapete filtrante deverá ser
reduzida.
 Quando se estiver a alimentar spillage, nas CS1201-16 todas velocidades dos rolos
devem ser reduzidas para 75% e para 50%.

 Nos separadores magnéticos use o rolo de baixo para ajustamento (±5%) numa
daterminada posição do divisor. O uso de divisores deve ser evitado.
 No estágio primário, i.e., DM1201-05, o divisor interno usa-se para controlar a
quantidade e a qualidade do IP2 e o divisor externo usa-se para controlar a
quantidade de contaminantes que reportam para o estágio secundário (6 - 9).
Se o teor de TiO2 for baixo, reduza a velocidade do rolo de separação de baixo
e vice-versa.
 Nas DM1206-9, o divisor interno usa-se para controlar a qualidade e a
quantidade do IP1 enquanto o divisor externo usa-se para o IP3. Se o teor de
TiO2 for baixo reduza a velocidade do rolo de separação de baixo e vice-versa.
Se o teor de U+Th for elevado verifique os kV’s nas HTR’s, divisores externos
em todas as DM’s e o estado operacional da RER. Um mau posicionamento
dos divisores externos pode causar transbordo do EC1203.

 Para a RER: não há muita necessidade de se efectuar ajustamentos, porém


inspecções regulares são recomendadas. Se a caixa de alimentação bloquear por
algum motivo, isso resultará na contaminação do IP3.

N° DO DOCUMENTO. REVISÃO DATA DE IMPRESSÃO PÁGINA

Código 0 03/08/2018 7

ESTE DOCUMENTO NÃO DEVE SER COPIADO OU DIVULGADO A TERCEIROS SEM A PERMISSÃO DA KENMARE.

ESTE DOCUMENTO NÃO É CONTROLADO DURANTE A IMPRESSÃO.


5. CHAMAR O METALURGISTA

Se a planta enfrentar problemas de qualidade e todas as inspecções acima mencionadas


tiverem sido feitas, o metalurgista deverá ser contactado para dar assistência. Isso é aplicável
para ambos os períodos normal de expediente e fora de expediente. As seguintes instruções
devem ser seguidas:

POSIÇÃO FUNÇÃO DESCRIÇÃO DA TAREFA


O supervisor deve garantir que
entende o problema – que tenha
discutido o mesmo detalhadamente
com o Controlador de Qualidade.
Contactar o metalurgista quando a
qualidade está fora das
especificações em duas amostras
Supervisor da planta Explicar o consecutivas do mesmo produto.
problema O problema de qualidade a ser
enfrentado deve ser explicado ao
metalurgista da planta. Por exemplo,
o teor de U+Th no IP3 esteve acima
de 240 ppm nas últimas quatro horas
(10:00 and 12:00).
Explicar o metalurgista o que foi (está
sendo) feito para resolver o problema.
A solicitar do Supervisor:
 Qual estágio está criando
problemas?
 Desde que hora?
 O que foi (está sendo) feito para
Garantir que resolver o problema?
aspectos básicos  Resultados das amostras
estejam conforme. instantâneas tiradas após a
primeira tentativa de resolver o
problema.
Por exemplo, o teor de U+Th poderia
ser causado por um Re-aquecedor,
Metalurgistas falta de kV’s, divisor caído, baixa

N° DO DOCUMENTO. REVISÃO DATA DE IMPRESSÃO PÁGINA

Código 0 03/08/2018 8

ESTE DOCUMENTO NÃO DEVE SER COPIADO OU DIVULGADO A TERCEIROS SEM A PERMISSÃO DA KENMARE.

ESTE DOCUMENTO NÃO É CONTROLADO DURANTE A IMPRESSÃO.


qualidade de alimentação, baixas
velocidades dos rolos, etc.

O metalurgista deve extrair o relatório


do LIMS para determinar se o
Relatório do LIMS problema está num único produto ou
em todos os produtos de forma a
focar-se no problema ou na fonte do
mesmo.

Dar um retorno ao Supervisor e aos


Retorno Superintendentes da Produção e da
Metalurgia assim que o problema
estiver resolvido.

Capacitar os Qualquer problema de qualidade que


Controladores de necessite a intervenção do
Qualidade em metalurgista deve ser usado como
resolução de oportunidade para treinar o
problemas Controlador de Qualidade.
O metalurgista deve entrar na planta
assim que, juntamente com o
Supervisor, concordar-se que o
problema está além do controle da
Produção.
Metalurgista e Identificar e  O metalurgista e o Controlador de
Controlador de resolver o Qualidade devem entrar na planta
Qualidade problema juntos e trabalhar juntos para a
identificação do problema.
 O problema deve ser resolvido.
 Se o problema não pode ser
resolvido, o Supervisor deve ser
informado.
Se um produto de Ilmenite esteve
Supervisor Escalonar o fora das especificações durante seis
problema horas (digamos 10:00, 12:00 e 14:00)

N° DO DOCUMENTO. REVISÃO DATA DE IMPRESSÃO PÁGINA

Código 0 03/08/2018 9

ESTE DOCUMENTO NÃO DEVE SER COPIADO OU DIVULGADO A TERCEIROS SEM A PERMISSÃO DA KENMARE.

ESTE DOCUMENTO NÃO É CONTROLADO DURANTE A IMPRESSÃO.


o Supervisor deve informar os
Superintendentes da Produção e da
Metalurgia.

N° DO DOCUMENTO. REVISÃO DATA DE IMPRESSÃO PÁGINA

Código 0 03/08/2018 10

ESTE DOCUMENTO NÃO DEVE SER COPIADO OU DIVULGADO A TERCEIROS SEM A PERMISSÃO DA KENMARE.

ESTE DOCUMENTO NÃO É CONTROLADO DURANTE A IMPRESSÃO.


6. DIAGRAMA DE FLUXO

6.1 ILMENITE A

105-110 tph
HMF
DR5152

N/M (top roll) Mag 1


DM 5301 - 6/29-29A
Mag 2
Mids ( N/M botton roll)

ILNM (PS 2911) N/M(top roll) Mag


DM 5313 - 16 DM 5307 - 10

Mids N/M (Botton roll)


Mags
EP 5501-18/20-23
N/M (top roll) Cond
DM 5311 DM 5321-23/30
RH5163
Mids N/M+Mids N/C+Mids Mids N/M & Mids Mags
Mag Cond ER 5401-9
EP 5519/24-29
DM 5312
N/C+Mids N/C Cond
Mag
IP2

N/M
Mags N/M Mags
DM5340-41 DM 5324-26
RH5162
reject Mags N/M+ Mids
EP 5534 - 37 DM 5317 - 20/28
N/M Mags
DM5342-43
N/M & Mids
N/C & Mids RH5171 Mags N/M+ mids DM 5327/31 Mags
Cond N/C+Mids RH5170
Cond CS 5341-43
EP 5538 CA 5615-19
Cond
N/M Cond
DM5344-45
N/C &Mids
Mids N/C Mags
ER 5411 - 12
Mags
DM5346-47

Cond N/M

Cond
NMRF
Rejects MRF IP1

N° DO DOCUMENTO. REVISÃO DATA DE IMPRESSÃO PÁGINA

Código 0 03/08/2018 11

ESTE DOCUMENTO NÃO DEVE SER COPIADO OU DIVULGADO A TERCEIROS SEM A PERMISSÃO DA KENMARE.

ESTE DOCUMENTO NÃO É CONTROLADO DURANTE A IMPRESSÃO.


6.2 ILMENITE B

ILMENITE B PLANT FLOWSHEET

DR1201

N/C
CS1201-1216
Cond

N/M DM1201-1205 Mids


N/M
Mag
Mag3 RE1201-1202 N/M DM1206-1209 M

Mids
RE1203 Mids Mag1+Mag2

N/M Mag1+Mag2+Mag3

IP4 IP3 IP1


Rejects IP2

N° DO DOCUMENTO. REVISÃO DATA DE IMPRESSÃO PÁGINA

Código 0 03/08/2018 12

ESTE DOCUMENTO NÃO DEVE SER COPIADO OU DIVULGADO A TERCEIROS SEM A PERMISSÃO DA KENMARE.

ESTE DOCUMENTO NÃO É CONTROLADO DURANTE A IMPRESSÃO.


7. DEFINIÇÕES E ABREVIATURAS

TERMO DESCRIÇÃO

8. REFERÊNCIAS

REFERÊNCIA AUTOR TÍTULO

N° DO DOCUMENTO. REVISÃO DATA DE IMPRESSÃO PÁGINA

Código 0 03/08/2018 13

ESTE DOCUMENTO NÃO DEVE SER COPIADO OU DIVULGADO A TERCEIROS SEM A PERMISSÃO DA KENMARE.

ESTE DOCUMENTO NÃO É CONTROLADO DURANTE A IMPRESSÃO.


9. PARÂMETROS PARA ILMENITE A E ILMENITE B

9.1 PARÂMETROS: ILMENITE A


Taxa de alimentação 105 - 110 tph
Rendimento > 90%

ESPECIFICAÇÕES DOS PRODUTOS TEMPERATURAS DO CIRCUITO

Prod TiO2 Cr2O3 SiO2 Th+U


Sepoint, oC
% % % ppm
IP1 >52.5 <0.100 <1.00 <125 Dryer (sp) 110 - 120
IP2 >50.0 <0.100 <1.00 <100 EC5101 <90
IP3 >57.0 <0.600 <1.20 <280 RH5163 (sp) 95 - 110
IP4 >57.0 <0.600 <1.21 <280 EC5109 90 - 110
RH5170 (sp) <95
RH5171 (sp) <95
RH5162 (sp) 95 - 110

PARÂMETROS DA MÁQUINA/ EQUIPAMENTO

SEP. MAGNÉTICOS PRIMÁRIOS ROUGHERS DO FRACCIONAMENTO

Vel. rolo, % Drum Speed, %


ID Feeder, % ID Feeder, %
Top Bottom Top Bottom
DM5301 75 - 80 90 90 DM5317 85 80 75
DM5302 75 - 80 90 90 DM5318 85 80 75
DM5303 75 - 80 90 90 DM5319 85 80 75
DM5304 75 - 80 90 90 DM5320 85 80 75
DM5305 75 - 80 90 90 DM0501 85 80 75
DM5306 75 - 80 90 90
DM5329 75 - 80 90 90
DM5329A <70 90 100 IP2 CLEANER DM'S

SECONDARY DRUMS MAGNETS Drum Speed, %


ID Feeder, %
Top Bottom
Drum Speed, % DM5321 95 85 90
ID Feeder, %
Top Bottom DM5322 95 85 90
DM5307 50 90 80 DM5323 95 85 90
DM5308 50 90 80 DM5330 95 85 90
DM5309 50 90 80
DM5310 50 90 80
IP1/2 SPLIT DM'S

TERTIARY DRUMS MAGNETS Drum Speed, %


ID Feeder, %
Top Bottom
Drum Speed, % DM5324 85 85 85
ID Feeder, %
Top Bottom DM5325 85 85 85
DM5311 90 90 80 DM5326 85 85 85
DM5312 50 80

IP3/1 SPLIT DM'S


SCAVENGER DRUM MAGNETICS
Drum Speed, %
ID Feeder, %
Drum Speed, % Top Bottom
ID Feeder, %
Top Bottom DM5327 60 90 90
DM5313 50 90 DM5331 60 90 90
DM5314 50 90
DM5315 50 90
DM5316 50 90 IP3 CLEANER CARRARAS

Roll Speed
ID Feeder, % kV
ELECTROSTATIC CIRCUIT Top Middle Bottom
CA5615 50 70 80 80 25
ID kV (sp) kV CA5616 50 70 80 80 25
EP 5501 - 06 36 32 - 40 CA5617 50 70 80 80 25
EP 5507 - 12 36 32 - 40 CA5618 50 70 80 80 25
EP 5513 - 18 36 32 - 40 CA5619 50 70 80 80 25
EP 5519 - 24 36 32 - 40
EP 5525 - 29 36 32 - 40
ER 5401 - 05 25 22 - 27
ER 5406 - 09 25 22 - 27 ILM-A SCAVENGER CIRCUIT DM'S

Drum Speed, %
ID Feeder, %
Top
ILM-A SCAVENGER CIRCUIT DM'S DM 5340 100 70
DM 5341 100 70
Roll Speed DM 5342 100 70
ID Feeder, % kV
Top Middle Bottom DM 5343 100 70
CS5342 75 75 75 30 DM 5344 50 100
CS5343 75 75 75 30 DM 5345 50 100
DM 5346 50 100
DM 5347 50 100

N° DO DOCUMENTO. REVISÃO DATA DE IMPRESSÃO PÁGINA

Código 0 03/08/2018 14

ESTE DOCUMENTO NÃO DEVE SER COPIADO OU DIVULGADO A TERCEIROS SEM A PERMISSÃO DA KENMARE.

ESTE DOCUMENTO NÃO É CONTROLADO DURANTE A IMPRESSÃO.


9.2 PARÂMETROS: ILMENITE B

Produto TiO2 Cr2O3 SiO2 U+Th


IP1 >52.5 <0.1 <1.0 <125
IP2 >50 <0.1 <1.0 <100
IP3 >57 <0.6 <1.2 <240
IP4 >57 <0.6 <1.2 <240

TEMPERATURAS Belt Filter Divisor


Máquina Temp. Corrente Topo 11
DR1201 130 -135 S.P Meio 8
CL1201 <80 Veloc. Baixo 6

VELOCIDADE DO ROLO
Máquina Alim. Topo Meio Baixo SEP. MAGNÉTICOS PRIMÁRIOS (IP2)
CS1201 70 80 90 90 VEL. DO ROLO
CS1202 70 80 90 90 Máquina Alim. Topo Baixo
CS1203 70 80 90 90 DM1201 100 95 95
CS1204 70 80 90 90 DM1202 100 95 95
CS1205 70 80 90 90 DM1203 100 95 95
CS1206 70 80 90 90 DM1204 100 95 95
CS1207 70 80 90 90 DM1205 100 95 95
CS1208 70 80 90 90
CS1209 70 80 90 90 SEP. MAGNÉTICOS PRIMÁRIOS (IP1/IP3)
CS1210 70 80 90 90 VEL. DO ROLO
CS1211 70 80 90 90 Máquina Alim. Topo Baixo
CS1212 70 80 90 90 DM1206 100 95 95
CS1213 70 80 90 90 DM1207 100 95 95
CS1214 70 80 90 90 DM1208 100 95 95
CS1215 70 80 90 90 DM1209 100 95 95
CS1216 70 80 90 90

N° DO DOCUMENTO. REVISÃO DATA DE IMPRESSÃO PÁGINA

Código 0 03/08/2018 15

ESTE DOCUMENTO NÃO DEVE SER COPIADO OU DIVULGADO A TERCEIROS SEM A PERMISSÃO DA KENMARE.

ESTE DOCUMENTO NÃO É CONTROLADO DURANTE A IMPRESSÃO.