Você está na página 1de 7

TJBA

PJe - Processo Judicial Eletrônico

16/03/2020

Número: 8000272-28.2019.8.05.0113
Classe: SEPARAÇÃO LITIGIOSA
Órgão julgador: 2ª V DE FAMÍLIA, ÓRFÃOS, SUCESSÕES E INTERDITOS DE ITABUNA
Última distribuição : 11/06/2019
Valor da causa: R$ 20.000,00
Assuntos: União Homoafetiva, Reconhecimento / Dissolução
Segredo de justiça? NÃO
Justiça gratuita? SIM
Pedido de liminar ou antecipação de tutela? NÃO
Partes Procurador/Terceiro vinculado
MAYANA ESTHER MORBECK MOTA COELHO (AUTOR) LUISA PARANHOS SILVA SANTOS (ADVOGADO)
LORENA MACHADO SANTANA (RÉU)
MINISTERIO PUBLICO DO ESTADO DA BAHIA (CUSTOS
LEGIS)
Documentos
Id. Data da Documento Tipo
Assinatura
47910 04/03/2020 17:55 Sentença Sentença
228
48258 09/03/2020 07:15 Certidão Certidão
535
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA
BAHIA

Comarca de Itabuna

2ª Vara de Família, Sucessões, Órfãos,


Interditos e Ausentes

Rua Santa Cruz, próximo à Maternidade da


Mãe Pobre - Ester Gomes, s/n, Nossa Senhora
das Graças - CEP 45600-000,

E-mail: jblima@tjba.jus.br

SENTENÇA

Processo nº:
8000272-28.2019.8.05.0113
Classe - Assunto: SEPARAÇÃO LITIGIOSA (141) - [União Homoafetiva, Reconhecimento /
Dissolução]
Pólo Ativo: AUTOR: MAYANA ESTHER MORBECK MOTA COELHO

Pólo Passivo: RÉU: LORENA MACHADO SANTANA

Vistos, etc.

Cuida-se de pedido para homologação de acordo firmado por AUTOR: MAYANA ESTHER MORBECK
MOTA COELHO e RÉU: LORENA MACHADO SANTANA por meio de advogado/defensor,
devidamente constituído, visando o reconhecimento e dissolução de União Estável cumulada com divisão
de guarda e pensão alimentícia.

Num. 47910228 - Pág. 1


Informam que conviveram em União Estável pelo período aproximada de 8 (oito) anos e tiveram 1 (um)
filho, Marcelo Machado Morbeck, nascido em 09 de julho de 2016.

Juntaram à inicial os documentos que integram os autos.

Em audiência as partes decidiram pôr fim à lide, e firmaram acordo (ID 38962550).

O Ministério Público manifestou-se favorável ao termos do acordo (ID 42472547).

É o relatório. DECIDO.

Em análise aos autos, verifica-se que o pleito dos requerentes merece acolhimento, ao passo que o acordo
estabelecido preenche os requisitos legais, bem como, satisfaz os interesses das partes, não havendo óbice
à sua homologação.

Vejamos os dispositivos aplicáveis à espécie:

CF. Art. 226 - A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.

§º- Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como
entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento.

CC. Art. 1.723. É reconhecida como entidade familiar a união estável entre o homem e a mulher,
configurada na convivência pública, contínua e duradoura e estabelecida com o objetivo de constituição
de família.

Ante o exposto, HOMOLOGO por sentença, para que produza os efeitos legais, o acordo ID 38962550
dos autos, com o reconhecimento e dissolução da união estável no período informado de 2010 a 2018, e
os termos relativos aos menor. Por consequência, declaro a extinção do processo, com exame do mérito,
na forma do art. 487, inciso III, alínea b, do Novo Código de Processo Civil.

Com a renúncia do prazo recursal, em homenagem aos princípios da economia e celeridade processuais,
dou a esta sentença força de mandado de averbação, o que dispensa expedição de quaisquer outras
diligências, devendo os interessados providenciar apresentá-la aos cartórios e órgãos competentes para as
devidas anotações e transferências.

Em seguida, arquivem-se os autos com baixa.

Sem custas em razão do pedido de assistência judiciária gratuita que ora defiro.

P. R. Intimem-se.

ITABUNA, 3 de março de 2020.

SAMI STORCH

Juiz de Direito

Num. 47910228 - Pág. 2


Num. 47910228 - Pág. 3
PODER JUDICIÁRIO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA

Processo: SEPARAÇÃO LITIGIOSA n. 8000272-28.2019.8.05.0113


Órgão Julgador: 2ª V DE FAMÍLIA, ÓRFÃOS, SUCESSÕES E INTERDITOS DE ITABUNA
AUTOR: MAYANA ESTHER MORBECK MOTA COELHO
Advogado(s): LUISA PARANHOS SILVA SANTOS (OAB:0052130/BA)
RÉU: LORENA MACHADO SANTANA
Advogado(s):

CERTIDÃO DE PUBLICAÇÃO

Certifico que o ato abaixo foi disponibilizado no Diário da Justiça Eletrônico em 05/03/2020.

Considera-se data da publicação, o primeiro dia útil subsequente à data acima mencionada.

O prazo terá início em 06/03/2020

Prazo (dias) Término do prazo


15 27/03/2020.

Teor do ato: " .diario { font-weight: normal; font-size: small; text-align: justify; font-family: Arial; }

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA

Comarca de Itabuna

2ª Vara de Família, Sucessões, Órfãos, Interditos e Ausentes

Rua Santa Cruz, próximo à Maternidade da Mãe Pobre - Ester Gomes, s/n, Nossa Senhora das Graças -
CEP 45600-000,

Num. 48258535 - Pág. 1


E-mail: jblima@tjba.jus.br
SENTENÇA

Processo nº:
8000272-28.2019.8.05.0113
Classe - SEPARAÇÃO LITIGIOSA (141) - [União Homoafetiva, Reconhecimento /
Assunto: Dissolução]
Pólo Ativo: AUTOR: MAYANA ESTHER MORBECK MOTA COELHO

Pólo Passivo: RÉU: LORENA MACHADO SANTANA

Vistos, etc.

Cuida-se de pedido para homologação de acordo firmado por AUTOR: MAYANA ESTHER MORBECK
MOTA COELHO e RÉU: LORENA MACHADO SANTANA por meio de advogado/defensor,
devidamente constituído, visando o reconhecimento e dissolução de União Estável cumulada com divisão
de guarda e pensão alimentícia.

Informam que conviveram em União Estável pelo período aproximada de 8 (oito) anos e tiveram 1 (um)
filho, Marcelo Machado Morbeck, nascido em 09 de julho de 2016.

Juntaram à inicial os documentos que integram os autos.

Em audiência as partes decidiram pôr fim à lide, e firmaram acordo (ID 38962550).

O Ministério Público manifestou-se favorável ao termos do acordo (ID 42472547).

É o relatório. DECIDO.

Em análise aos autos, verifica-se que o pleito dos requerentes merece acolhimento, ao passo que o acordo
estabelecido preenche os requisitos legais, bem como, satisfaz os interesses das partes, não havendo óbice
à sua homologação.

Vejamos os dispositivos aplicáveis à espécie:

CF. Art. 226 - A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.

§º- Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como
entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento.

CC. Art. 1.723. É reconhecida como entidade familiar a união estável entre o homem e a mulher,
configurada na convivência pública, contínua e duradoura e estabelecida com o objetivo de constituição
de família.

Num. 48258535 - Pág. 2


Ante o exposto, HOMOLOGO por sentença, para que produza os efeitos legais, o acordo ID 38962550
dos autos, com o reconhecimento e dissolução da união estável no período informado de 2010 a 2018, e
os termos relativos aos menor. Por consequência, declaro a extinção do processo, com exame do mérito,
na forma do art. 487, inciso III, alínea b, do Novo Código de Processo Civil.

Com a renúncia do prazo recursal, em homenagem aos princípios da economia e celeridade processuais,
dou a esta sentença força de mandado de averbação, o que dispensa expedição de quaisquer outras
diligências, devendo os interessados providenciar apresentá-la aos cartórios e órgãos competentes para as
devidas anotações e transferências.

Em seguida, arquivem-se os autos com baixa.

Sem custas em razão do pedido de assistência judiciária gratuita que ora defiro.

P. R. Intimem-se.

ITABUNA, 3 de março de 2020.

SAMI STORCH

Juiz de Direito

".

ITABUNA/BA, 9 de março de 2020.

(documento gerado e assinado automaticamente pelo PJe)

Num. 48258535 - Pág. 3