Você está na página 1de 6

O QUE É O VLPS?

EXISTENTE NAS TRANSMISSÕES 41TE (A604) e 42RLE

A Chrysler introduziu um solenóide de pressão de linha variável


na transmissão existente 41TE (A604) e 42RLE já em 2007. A adição desses solenóide
inclui o uso de um transdutor para verificar o controle de pressão de linha como retorno ao
computador. 41TES e 42RLE, VLP são as novas designações para as unidades equipadas
com o solenóide e o transdutor adicionados.

Seu objetivo é simples, para melhorar a economia de combustível. Normalmente, as


pressões de linha predeterminadas de fábrica no inversor executam aproximadamente 120-
130 psi, enquanto a reversão geralmente está na faixa de 180-190 psi.
Os solenóides de mudança dobram como os solenóides de controle de pressão da
embreagem, que controlam a taxa na qual uma embreagem é aplicada durante uma
garagem muda de marcha e passa de uma marcha para a seguinte. Uma vez engatada, a
pressão total predeterminada da linha é aplicada à embreagem. Isso significa que, em
marcha lenta ou em marcha à ré, o motor está dirigindo a bomba através do conversor de
torque a 120 ou 180 psi. A redução da pressão da linha nessas condições faz com que o
motor não funcione com tanta economia de combustível.

www.cambioautomaticodobrasil.com.br Página 1
É isso que o solenóide de controle de pressão da linha adicionado faz, diminui a pressão
da linha quando faz o ciclo de serviço.
Caracteristicamente, os solenóides de pressão da linha são normalmente aplicados para
controlar a pressão da linha no lado da mola da válvula reguladora de pressão. A pressão
regulada que esse tipo de solenóide geralmente produz varia de 0 psi a 1 amperagem a 90
psi a 0,1 ampere. A pressão adicionada ao lado da mola da válvula reguladora de pressão
é o que aumenta a pressão da linha. O design do solenóide é que, se ele desligar, a
pressão máxima da linha resultará como uma estratégia à prova de falhas.

O solenóide de pressão da linha 41TES / 42RLE-VLP funciona totalmente diferente.


Este é um solenóide normalmente ventilado. A pressão regulada que esse solenóide
produz geralmente varia de 90 psi a 1 amperagem a 0 psi a 0,1 amperagem. Essa pressão
regulada trabalha no final da válvula reguladora de pressão oposta à mola. Como é
energizado, reduz a pressão. Ao desligar, restaura a pressão para níveis pré-determinados
(pressão mais alta).
A operação do solenóide é importante para entender quando se trata de diagnosticar
problemas relacionados ao solenóide e / ou transdutor.

Existem seis códigos principais atribuídos a este sistema. Eles são:


P0868: Pressão da linha baixa
P0869: Pressão da linha alta
P0932: Circuito do sensor de pressão da linha
P0934: Circuito do sensor de pressão da linha baixo
P0945: Circuito do sensor de pressão da linha alto
P1745: Pressão da linha de transmissão muito alta por muito tempo

www.cambioautomaticodobrasil.com.br Página 2
Código P0868 - Pressão da Linha Baixa.
O PCM monitora continuamente a pressão real da linha (o sinal do transdutor-LPS) e a
compara com a pressão desejada da linha (comando VLPS). Se a pressão real da linha
estiver mais de 10 psi abaixo da pressão desejada da linha, este DTC será definido.

Causas possíveis (sem ordem específica):


Verifique DTCs relacionados
Baixo nível de fluido
Circuito de alimentação do transdutor (LPS) de 5 volts aberto
Circuito de alimentação de 5 volts do transdutor (LPS) em curto-circuito
Circuito de alimentação de 5 volts do transdutor (LPS) curto para tensão
Circuito de controle VLPS em curto para outro circuito
Falha na transmissão interna
Transdutor com defeito (LPS)
VLPS com defeito
Filtro de óleo primário rachado, entupido ou mal instalado.
Válvula reguladora de pressão presa ou colada
PCM com defeito
Teoria de Operação
A pressão da linha é monitorada pelo transdutor e a regulação é alcançada alterando o
ciclo de serviço do VLPS controlado pelo sistema de controle de transmissão no
PCM. Ciclo de trabalho de 5% = solenóide DESLIGADO, igual à pressão máxima da
linha. 62% do ciclo de trabalho = solenóide LIGADO, igual à pressão mínima da linha. O
sistema de controle de transmissão calcula a pressão de linha desejada com base nas
entradas da carga e da transmissão do motor.

O Sistema de Controle de Transmissão calcula a entrada de torque para a transmissão e a


utiliza como entrada principal para o cálculo de pressão desejado. Isso é chamado de
pressão da linha baseada em torque. Além disso, a pressão da linha é definida para um
nível predefinido de 827 ou 931 kPa (120 ou 135 psi) durante os trocas e em Park e Neutro
para garantir uma qualidade consistente da troca. A pressão da linha desejada é
continuamente comparada à pressão real da linha. Se a pressão real da linha for
consistentemente menor do que o alvo durante a condução, o DTC P0868 baixo da
pressão da linha será definido.

Código P0869 - Pressão da Linha Alta


O PCM monitora continuamente a pressão real da linha (o sinal do transdutor). Se a leitura
da pressão real da linha for maior que a mais alta pressão desejada da linha (comando
VLPS) já usada na engrenagem atual, enquanto o ciclo de serviço do VLPS estiver no valor
máximo ou próximo ao valor máximo (o que deve resultar em pressão mínima da linha),
este DTC irá.

Causas possíveis (sem ordem específica):


Circuito de alimentação do transdutor (LPS) de 5 volts aberto
Circuito de alimentação de 5 volts do transdutor (LPS) em curto-circuito
Circuito de aterramento do transdutor (LPS) aberto
Falha na conexão do transdutor (LPS)
Transdutor com defeito (LPS)
Circuito de controle VLPS aberto
Circuito de saída do relé de controle de transmissão aberto
Falha mecânica do VLPS
Válvula reguladora de pressão presa ou colada
PCM com defeito
www.cambioautomaticodobrasil.com.br Página 3
Teoria de Operação
A pressão da linha é medida pelo transdutor e a regulação é alcançada alterando o ciclo de
serviço do VLPS controlado pelo sistema de controle de transmissão no PCM. Ciclo de
trabalho de 5% = solenóide DESLIGADO, igual à pressão máxima da linha. 62% do ciclo
de trabalho = solenóide LIGADO, igual à pressão mínima da linha. O sistema de controle
de transmissão calcula a pressão de linha desejada com base nas entradas da carga e da
transmissão do motor.

O Sistema de Controle de Transmissão calcula a entrada de torque para a transmissão e a


utiliza como entrada principal para o cálculo de pressão desejado. Isso é chamado de
pressão da linha baseada em torque. Além disso, a pressão da linha é definida para um
nível predefinido de 827 ou 931 kPa (120 ou 135 psi) durante os troca e em Park e Neutro
para garantir uma qualidade consistente do troca. A pressão da linha desejada é
continuamente comparada à pressão real da linha. Se a pressão real da linha for
consistentemente maior que a pressão de linha desejada mais alta já usada na
engrenagem atual, a pressão alta da linha DTC P0869 será ajustada.

Código P0932 - Circuito do Sensor de Pressão da Linha


O PCM monitora continuamente a pressão real da linha (o sinal do transdutor) e a compara
com a pressão desejada da linha (comando VLPS). Se a leitura da pressão real da linha for
mais do que 172,4 kPa (25 psi) maior que a pressão da linha desejada, mas for menor que
a pressão da linha mais alta já usada na engrenagem atual, o DTC P0932 será definido.

www.cambioautomaticodobrasil.com.br Página 4
Causas possíveis (sem ordem específica):
Verifique DTCs relacionados
Conector e fiação VLPS com defeito
Falha na transmissão interna
PCM com defeito
Teoria da operação
A pressão da linha é controlada eletronicamente pelo sistema de controle de transmissão e
é medida pelo transdutor (sensor de pressão da linha - LPS). A pressão da linha desejada
é continuamente comparada à pressão real da linha e é regulada eletronicamente,
alterando o ciclo de serviço do VLPS. Ciclo de trabalho de 5% = solenóide DESLIGADO,
igual à pressão máxima da linha. 62% do ciclo de trabalho = solenóide LIGADO, que é
igual à pressão mínima da linha.
O sistema de controle de transmissão calcula a pressão desejada com base nas entradas
da transmissão e do motor. Uma entrada de torque calculada para a transmissão é usada
como a entrada principal do cálculo de pressão de linha desejado e é chamada de Pressão
de Linha Baseada em Torque. Além disso, a pressão da linha é definida para um nível
predefinido de 827 a 931 kPa (120 a 135 psi) durante os turnos e em Park e Neutral para
garantir a qualidade do turno.

Código P0934 - Circuito do sensor de pressão de linha baixo


O DTC será configurado quando a tensão do sinal do transdutor monitorado (sensor de
pressão de linha - LPS) for menor ou igual a 0,35 volts por 0,18 segundos.
Causas possíveis (sem ordem específica):
Circuito de alimentação do transdutor (LPS) de 5 volts aberto
Circuito de alimentação de 5 volts do transdutor (LPS) em curto-circuito
Circuito de sinal do transdutor (LPS) curto-circuito ao terra.
Transdutor com defeito (LPS)
PCM com defeito
Teoria da operação
A pressão da linha é controlada eletronicamente pelo sistema de controle de transmissão e
é medida pelo transdutor (sensor de pressão da linha - LPS). A pressão da linha desejada
é continuamente comparada à pressão real da linha e é regulada eletronicamente,
alterando o ciclo de serviço do VLPS. Ciclo de trabalho de 5% = solenóide DESLIGADO,
igual à pressão máxima da linha. 62% do ciclo de trabalho = solenóide LIGADO, que é
igual à pressão mínima da linha.
O sistema de controle de transmissão calcula a pressão desejada com base nas entradas
da transmissão e do motor. Uma entrada de torque calculada para a transmissão é usada
como a entrada principal do cálculo de pressão de linha desejado e é chamada de Pressão
de Linha Baseada em Torque. Além disso, a pressão da linha é definida para um nível
predefinido de 827 a 931 kPa (120 a 135 psi) durante as troca e em Park e Neutral para
garantir a qualidade da troca.

A tensão do sinal do transdutor monitorado (LPS) deve estar sempre entre 0,35 e 4,75
volts. Quaisquer voltagens monitoradas fora desses parâmetros indicam falha no transdutor
ou na fiação associada e farão com que o DTC P0934 ou P0935 seja configurado.

Código P0935 - Circuito do sensor de pressão de linha alto


O DTC será definido quando a tensão do sinal do transdutor monitorado (sensor de
pressão de linha - LPS) for maior ou igual a 4,75 volts pelo período de 0,18 segundos.

www.cambioautomaticodobrasil.com.br Página 5
Causas possíveis (sem ordem específica):
Circuito de aterramento do sensor do transdutor (LPS) aberto
Circuito de sinal do transdutor (LPS) em curto para a energia
Transdutor com defeito (LPS)
PCM com defeito
Teoria da operação
A pressão da linha é controlada eletronicamente pelo sistema de controle de transmissão e
é medida pelo transdutor (sensor de pressão da linha - LPS). A pressão da linha desejada
é continuamente comparada à pressão real da linha e é regulada eletronicamente,
alterando o ciclo de serviço do VLPS. Ciclo de trabalho de 5% = solenóide DESLIGADO,
igual à pressão máxima da linha. 62% do ciclo de trabalho = solenóide LIGADO, que é
igual à pressão mínima da linha.
O sistema de controle de transmissão calcula a pressão desejada com base nas entradas
da transmissão e do motor. Uma entrada de torque calculada para a transmissão é usada
como a entrada principal do cálculo de pressão de linha desejado e é chamada de Pressão
de Linha Baseada em Torque. Além disso, a pressão da linha é definida para um nível
predefinido de 827 a 931 kPa (120 a 135 psi) durante as trocas e em Park e Neutral para
garantir a qualidade das trocas.

A tensão do sinal do transdutor monitorado (LPS) deve estar sempre entre 0,35 e 4,75
volts. Quaisquer voltagens monitoradas fora desses parâmetros indicam falha no transdutor
ou na fiação associada e farão com que o DTC P0934 ou P0935 seja configurado.

Código P1745 - pressão da linha de transmissão muito alta por muito tempo
Defina a condição: Se a transmissão estiver operando em um controle de pressão de linha
de loop aberto por 3220 quilômetros (2000 milhas) ou 1000 2-3 2-3 turnos.
Quando monitorado: continuamente com a ignição ligada.

Causas possíveis (sem ordem específica):


Falha mecânica do VLPS
Válvula reguladora de pressão presa ou colada
Circuito de aterramento do sensor do transdutor (LPS) aberto
Circuito de sinal do transdutor (LPS) em curto para a energia
Transdutor com defeito (LPS)
Teoria da operação
Este DTC é um DTC informativo para informar ao técnico que a transmissão está operando
em um controle de pressão de linha em malha aberta por 3220 quilômetros (2000 milhas)
ou 1000 aumentos de 2-3 2-3 resultantes de um DTC de pressão de linha. A transmissão
42RLE não foi projetada para operar no controle de pressão da linha de malha aberta por
um longo período de tempo. Este DTC destina-se a proteger a transmissão. Se o DTC for
configurado, o controlador de transmissão colocará a transmissão no modo de limpeza.

NOTA: Para apagar este DTC, você deve redefinir (apagar) o contador de tempo VLP e o
contador de dentes de saída. Este é um procedimento único na ferramenta de varredura
chamado "Contadores de pressão variável da linha (VLP)". Se você não apagar esse
código, o veículo permanecerá com falhas, independentemente de concluir todos os
reparos necessários.
Traduzido. C.A.B
Fonte. Allpartransmissions

www.cambioautomaticodobrasil.com.br Página 6