Você está na página 1de 3

Neurofisiologia da Micção

❖ Aspectos Fisiológicos do Trato Urinário:

• Trato Urinário Superior: • Trato Urinário Inferior:

- Rins: é responsável pela produção de urina. - Bexiga: é responsável pelo armazenamento da


urina.
- Ureteres: é responsável por transportar a urina
para a bexiga. - Uretra: é responsável pela eliminação da urina.

➔ Anatomia:

➢ Bexiga: é formada por musculatura lisa, assim tem contração involuntária, ou seja, pelo comando do
sistema nervoso.

• Músculo Detrusor: é formado por 2 células (musculatura lisa)

- Células de Distensão: contém receptores sensitivos que detectam o volume de urina armazenado na bexiga.

- Trígono Vesical: contem receptores sensitivos que detectam o volume de urina armazenado na bexiga.

➢ Uretra: é formado por 2 camadas

• Camada Interna: esfíncter uretral interno (formado por musculatura lisa).

• Camada Externa: esfíncter uretral externo (formado por musculatura estriada).

Os músculos do assoalho pélvico auxiliam na pressão de fechamento uretral.

➔ Masculina X Feminina: tamanho


As mulheres são mais propensas a ter infecção urinária porque os
• Masculino: 10 cm a 15cm de comprimento. microrganismos que vem do ambiente externo e tem acesso mais
facilmente a bexiga, pois o canal uretral é pequeno.
• Feminino: 2cm a 3cm de comprimento.

➔ Atividade Esfincteriana:

O esfíncter uretral externo e os músculos do assoalho pélvico (levantador do ânus) exercem ação a partir de um
comando voluntário, assim quando fazemos a contração voluntária dessa musculatura conseguimos manter a
uretra fechada e isso ocorre devido ao encontro de pressão da uretra com a sínfise púbica.

❖ Controle Neurológico da Micção:

A partir dos 2 anos de idade a criança começa a amadurecer o sistema nervoso, assim conseguem detectar a bexiga
enchendo e sentem a necessidade de esvaziá-la. É até os 5 anos a criança deve ter o sistema nervoso maturado. O
cérebro, a medula e o órgão efetor (bexiga) tem que estar relacionadas para que tenhamos uma função fisiológica
normal (armazenar e eliminar a urina da bexiga).
➔ Áreas relacionadas com o controle da micção:

➢ Áreas Cerebrais: são divididas em 2

• Centro Pontino da Micção (se localiza na ponte): é o centro gerador, ou seja, ele que comanda o que vai acontecer
(armazenar mais urina ou esvaziar a bexiga).

• Córtex Pré – Frontal: é a área que nos faz ter percepção consciente.

➢ Áreas Medulares: é divida em 2 segmentos

• Segmento Toracolombar (T10 a L2), é o local onde parte o:

-- Sistema Nervoso Autonômico Simpático: ele atua no músculo detrusor e no esfíncter uretral interno.

- Nervos Hipogástricos: são os nervos periféricos que conduzem informações do SNA simpático para a musculatura
lisa (mús. Detrusor e esfíncter uretral interno).

- Função: é responsável pela fase de enchimento da bexiga, atua relaxando o músculo detrusor e contraindo o
esfíncter uretral interno.

• Segmento Sacral (S2 a S4) é o local onde parte o:

-- Sistema Nervoso Autonômico Parassimpático: ele atua no músculo detrusor e no esfíncter uretral interno.

- Nervos Pélvicos: são os nervos periféricos que conduzem informações do SNA parassimpático para a musculatura
lisa (mús. Detrusor e esfíncter uretral interno).

- Função: é responsável pela fase de esvaziamento da bexiga, atua contraindo o músculo detrusor e relaxando o
esfíncter uretral interno.

-- Sistema Somático: ele atua na musculatura do assoalho pélvico e esfíncter uretral externo.

- Nervos Pudendos: são os nervos periféricos que conduzem informações do SN somático para a musculatura
estriada (mús. do Assoalho pélvico e esfíncter uretral externo).

- Função: é responsável pela contração voluntária da musculatura do assoalho pélvico.

Para ter um funcionamento normal do trato urinário é preciso ter integridade das estruturas e vias nervosas.

❖ Ciclo Miccional:

➔ Fase Miccional: é a fase que a bexiga vai enchendo de urina, para isso é necessário que a pressão vesical
esteja menor que a pressão de fechamento uretral.

• Características:

- Relaxamento do músculo Detrusor.

- Pressão Vesical menor que a Pressão de Fechamento Uretral.

- Contração do Esfíncter Uretral Interno.


➔ Fase de Esvaziamento: é a fase que a bexiga atinge sua capacidade vesical de armazenamento (450ml ou
500ml) e assim a pressão vesical passar ser maior que a pressão de fechamento uretral, ocorrendo assim a
micção.

• Características:

- Contração do músculo Detrusor.

- Pressão Vesical maior que a Pressão de Fechamento Uretral.

- Relaxamento do Esfíncter Uretral Interno.

Micção: passo a passo


Os rins produzem a urina, os ureteres transportam a urina dos rins até a bexiga, a bexiga
armazena a urina e a uretra elimina a urina.
Quando a bexiga vai enchendo (fase de enchimento) o SNA simpático através das as células de
distensão e o trígono vesical vão captando a informações sensitivas e as levam para o centro
pontino da micção (medula espinhal) fazendo com que o músculo detrusor relaxe e o esfíncter
uretral interno contraia, quando a capacidade vesical de armazenamento chega em seu limite
(450ml ou 500ml) as células de distensão e o trígono vesical enviam novamente informações
para o centro pontino da micção e assim também chegam ao córtex pré- frontal, assim o
córtex pré-frontal envia informações de volta para o SNA parassimpático e assim o músculo
detrusor contrai e o esfíncter uretral interno relaxa (se for possível a fase de esvaziamento no
momento), se não for possível o esvaziamento no momento... o córtex pré-frontal envia
informações para o sistema nervoso somático e assim ocorre a contração voluntária da
musculatura do assoalho pélvico.