Você está na página 1de 2

PROPOSTA DE A IMPORTÂNCIA DA LÍNGUA ESTRANGEIRA EM

REDAÇÃO UM CONTEXTO DE INTEGRAÇÃO GLOBAL

TEXTO 01 da vida em sociedade, ou seja, foi o desenvolvimento


de formas de comunicação desde seus aspectos mais
primitivos, como no caso das pinturas rupestres,
“Vivemos em um mundo globalizado e marcado pelo até o desenvolvimento de uma língua comum a
desenvolvimento tecnológico e pela intensidade das determinado território que tornaram possível a vida
relações culturais, comerciais, econômicas, políticas em sociedade.
e sociais. Nesse cenário, a integração entre as
Segundo o dicionário Aulete, língua é o sistema
nações é um fator imprescindível para que ocorram
de comunicação e expressão verbal de um povo,
mudanças, diálogos, negociações e trocas culturais,
nação, país, etc., que permite aos usuários expressar
acadêmicas e científicas. Todavia, por muitas vezes a
pensamentos, desejos e emoções. Nesse sentido
barreira imposta pela língua se sobressai e determina
toda língua representa a identidade de um povo e
o rumo das conexões estabelecidas entre as pessoas
estabelece fronteiras na comunicação entre povos.
e os países. Nesse contexto, o aprendizado de línguas
estrangeiras destaca-se como um diferencial de Todo ser humano possui capacidade inata para
grande relevância para todos que desejam estar aquisição da linguagem. Estimulados pelos processos
preparados para enfrentar desafios e encontrar de socialização a principio no ambiente familiar e
maneiras de promover seu crescimento pessoal e posteriormente ao longo da escolarização e da vida
profissional em meio à globalização. em sociedade o indivíduo desenvolve e é formado em
sua língua materna.
Estudantes, profissionais e a sociedade em geral estão
cada vez mais conscientes de que o conhecimento No mundo atual entretanto a capacidade de se
básico ou o domínio de línguas estrangeiras comunicar em uma segunda língua, que não a língua
como inglês, espanhol, francês, alemão, italiano, materna, torna-se primordial para uma atuação
mandarim, entre outras, é fundamental para os significativa em sociedade. Com o desenvolvimento
relacionamentos interpessoais e, principalmente, das redes de comunicação e fortalecimento dos
para o acesso a cargos e remunerações melhores no processos de globalização da economia, intensificando
atual mercado de trabalho cada vez mais competitivo o fluxo e a circulação de bens, serviços e pessoas ao
e exigente. Em algumas áreas, essencialmente nas redor do mundo, a relação entre os povos está cada
empresas multinacionais, o segundo idioma não é vez mais próxima e vivida de forma cada vez mais
mais uma opção, mas um pré-requisito na seleção dos intensa.
candidatos para cargos específicos. “ Fonte: https://www.infoescola.com/educacao/a-importancia-de-
Fonte: http://www.jornalcorreiodoslagos.com.br/on-line/ aprender-uma-segunda-lingua/
educa%C3%A7%C3%A3o/a-import%C3%A2ncia-do-aprendizado-de-
l%C3%ADnguas-estrangeiras-1.1967998

TEXTO 03

TEXTO 02
Especialistas reclamam de deficiência no estudo de
língua estrangeira no ensino médio
A importância de aprender uma segunda língua
Fonte: Agência Câmara de Notícias
As formas de comunicação entre os indivíduos são
As deficiências no ensino de línguas estrangeiras
variadas e dependem da utilização que o homem faz
foram o principal tema discutido na audiência pública
delas. Enquanto fenômeno humano a comunicação
desta terça-feira (19) na comissão especial que estuda
entre dois ou mais indivíduos através da utilização
conjunto de reformas para o ensino médio.
da linguagem pode ser considerado um ato fundador
PROPOSTA DE A IMPORTÂNCIA DA LÍNGUA ESTRANGEIRA EM
REDAÇÃO UM CONTEXTO DE INTEGRAÇÃO GLOBAL

O relatório ‘De olho nas metas de 2012’, do governo aulas centradas na gramática e leitura excluiriam
federal, constatou que menos de 30% dos alunos a conversação do aprendizado. “Por trás disso
do ensino médio conhecem o português de forma tudo, das salas superlotadas, de uma carga didática
compatível ao nível exigido. muito reduzida, uma aula semanal de 50 minutos,
nós temos também professores mal formados. Os
No caso de idiomas estrangeiros, salas superlotadas
cursos de formação de professores não capacitam
e uma carga horária ainda menor dificultam o
esses profissionais para darem aulas que tenham
aprendizado no ensino básico. Segundo a professora
relação com a realidade do aluno. O aluno está na
da faculdade de Educação da USP Gretel Eres
aula de língua estrangeira, mas aquilo que ele está
Fernandéz, presente na audiência, as restrições
aprendendo não tem nenhuma relação com o que ele
começam pelos idiomas disponíveis na rede pública.
vai usar no seu dia a dia”.
Para a docente, o ensino de inglês e de espanhol Fonte: https://www.camara.leg.br/noticias/398628-especialistas-
enfrenta problemas estruturais e de formação reclamam-de-deficiencia-no-estudo-de-lingua-estrangeira-no-
profissional. Nos poucos minutos semanais, as ensino-medio/