Você está na página 1de 50

Classes

de Palavras
Classes de Palavras

1. Nome 7. Quantificador
2. Adjetivo 8. Conjunção
3. Verbo 8.1. Locução conjuncional
4. Advérbio 9. Preposição
4.1. Locução adverbial 9.1. Locução prepositiva
5. Pronome 10. Interjeição
6. Determinante
1. Nome

O nome é uma palavra que designa seres, pessoas, entidades,


locais, conceitos abstratos, etc. Pode variar em género, número e
grau e apresenta algumas subclasses:
nome próprio
nome comum
nome comum coletivo
Nome próprio
Designa um ser, pessoa, entidade ou região única e individual.
Ex.: Filipe, Torre de Belém, Portugal…

Nome comum
Designa seres, entidades ou conceitos não individualizados.
Ex.: pirata, coroa, amizade…

Nome comum coletivo


Designa um conjunto de seres ou objetos da mesma espécie.
Ex.: arquipélago fauna
cacho flora
constelação rebanho
pinhal multidão
2. Adjetivo

O adjetivo é uma palavra que atribui qualidades ou indica a ordem


ou sucessão de um nome e, por isso, acompanha o nome na frase.
Apresenta as seguintes subclasses:
adjetivo qualificativo
adjetivo numeral
Adjetivo qualificativo
Atribui uma qualidade ou uma característica a um nome,
ocorrendo, normalmente, depois deste, embora também possa
antecedê-lo.
Ex.: homem inteligente / bela casa

Adjetivo numeral
Indica ordem ou sucessão, isto é, o local que um nome ocupa
numa sequência de elementos. Precede, geralmente, o nome,
podendo ser antecedido por determinantes.
Ex.: primeiro aluno / o terceiro prémio
3. Verbo

O verbo é uma palavra que pode exprimir ações, acontecimentos,


estados ou situações. Tem flexão em tempo, modo, pessoa e número.
Apresenta várias subclasses:
verbo principal
verbo copulativo
verbo auxiliar
Verbo principal

O verbo principal é o núcleo do predicado, sendo ele que


determina o aparecimento de um sujeito e de complementos na
frase. Organiza-se em várias subclasses, de acordo com as funções
sintáticas que exige. Um mesmo verbo principal pode pertencer a
diferentes subclasses, em função do contexto em que ocorre.
Subclasses do verbo principal

Intransitivo – verbo que exige um sujeito, mas não seleciona


complementos. É um verbo de sentido completo.
Ex.: Preste João zangou-se.

Transitivo direto – verbo que exige um sujeito e um complemento


direto.
Ex.: Rei Dario acolheu os sete mancebos.
Subclasses do verbo principal
Transitivo indireto – verbo que exige um sujeito e um complemento indireto
ou um sujeito e um complemento oblíquo.
Ex.: Os mancebos mentiram ao rei Dario.
Preste João morava num castelo.

Transitivo direto e indireto – verbo que exige um sujeito e dois


complementos (direto e indireto ou direto e oblíquo).
Ex.: Preste João ofereceu uma oportunidade a Dario.
Os mancebos trouxeram o rei à presença de Preste João.
Verbo copulativo

Verbo que liga o sujeito ao predicativo do sujeito.


Ex.: O Preste João era um homem justo.

Principais verbos copulativos:


ser, estar, ficar, continuar, parecer, andar, permanecer, tornar-se,
revelar-se.
Verbo auxiliar

Verbo que ocorre antes de um verbo principal ou de um verbo


copulativo. Numa mesma frase, pode haver mais do que um verbo
auxiliar.
Ex.: O Preste João tinha aprisionado o rei Dario.
Os verbos auxiliares são usados, por exemplo:

nos tempos nas frases


compostos passivas

(ter / haver) (ser)

Ex.: Os mancebos haviam enganado o rei Dario. Ex.: O rei Dario foi traído pelos seus homens.
4. Advérbio

O advérbio é uma palavra invariável em género e número,


podendo, contudo, variar em grau.
Os advérbios possuem características bastante heterogéneas,
podendo ser classificados quanto ao seu significado (ou seja, quanto
ao seu valor semântico) e quanto à função que desempenham na
frase em que se inserem.
A. Valores semânticos

de afirmação de tempo de inclusão

de negação de modo de exclusão

de dúvida de lugar de designação

de quantidade
e grau
Advérbio de afirmação Advérbio de negação

Utiliza-se como resposta a frases Atribui um valor negativo a uma


interrogativas e para transmitir ou frase.
reforçar a afirmação de uma ideia.
Ex.: A Soraia não esteve com
Ex.: Concluíram os exercícios? Sim. atenção na aula.
Esta ficha não é sobre o
quantificador, mas sim sobre o
advérbio.

sim não
Advérbio de quantidade e grau Advérbio de dúvida

Transmite informação sobre a Transmite incerteza quanto à


quantidade ou o grau. informação apresentada.

Ex.: Os alunos estudaram muito. Ex.: Talvez ele já tenha chegado.


Uns estudaram mais do que outros.

muito, pouco, mais, menos, talvez, porventura,


bastante, demasiado, possivelmente…
excessivamente…
Advérbio de tempo Advérbio de lugar

Transmite informação sobre o Transmite informação quanto à


tempo em que a ação se realiza. localização de alguma coisa ou de
alguém.

Ex.: Os pais regressam amanhã. Ex.: O teu caderno diário está acolá.

aqui, ali, lá, cá, aí, além,


ontem, hoje, amanhã, já,
acolá, dentro, fora, perto,
agora, antes, cedo, tarde,
longe, adiante, atrás, acima…
nunca, outrora, logo…
Advérbio de modo Advérbio de designação

Transmite informação sobre a Designa, aponta ou assinala alguma


forma como a ação se realiza. coisa ou alguém.

Ex.: O Fernando canta mal. Ex.: Eis o filme de que te tenho falado!

bem, mal, eis


agradavelmente …
Advérbio de inclusão Advérbio de exclusão

Indica o que se inclui ou participa Indica o que se exclui ou não


num determinado conjunto. integra de um determinado conjunto.

Ex.: O João também concluiu o exercício.


Ex.: Todos exceto o João concluíram o
exercício.

até, mesmo,
também, só, apenas,
inclusivamente… exceto,
exclusivamente…
B. Funções

interrogativo

relativo

conectivo
Advérbio interrogativo Advérbio relativo

Identifica aquilo que se interroga na Introduz orações relativas,


pergunta, podendo referir-se ao tempo, remetendo para um nome
ao lugar, ao modo ou à causa. anteriormente referido.

Ex.: Quando chegaste? (tempo) Ex.: Gosto muito da cidade onde


Onde foste? (lugar) vivo.

quando, onde, Onde,


aonde, como, como…
porque, porquê…
Advérbio conetivo

Estabelece uma relação entre frases ou elementos da frase,


podendo essa relação ser de consequência, de contraste ou de
ordenação.

Ex.: Primeiro estudei a ficha, seguidamente esclareci as dúvidas e


finalmente resolvi os exercícios.

primeiramente, assim,
designadamente, porém,
todavia, contudo, depois…
4.1. locução adverbial

Uma locução adverbial é uma sequência de


duas ou mais palavras introduzida por uma
preposição e com função semelhante à do
advérbio. à direita, ao lado,
de propósito, em cima,
Ex.: Gosto de ir à praia de vez em quando. por acaso, com certeza,
em breve…
5. Pronome

O pronome é uma palavra que substitui um nome para evitar a


repetição de elementos. Pode variar em género, número, pessoa. Não
pode preceder um nome, exceto se ambos forem separados por uma
pausa.
Pronome pessoal

Refere-se aos participantes no discurso. Pode variar em pessoa,


género, número e apresentar formas átonas e formas tónicas. as
formas átonas ocorrem em adjacência verbal (à esquerda, à direita
ou no interior das formas verbais) e as formas tónicas são todas as
outras.
Pronome pessoal

Pronomes pessoais
sujeito Complemento Complemento Complemento Complemento
direto indireto oblíquo agente da passiva
eu me me mim, comigo mim
tu te te ti, contigo ti
ele/ela o / a, se lhe si, ele / ela si, ele / ela
nós nos nos consigo nós
vós vos vos nós, connosco vós
eles/elas os / as, se lhes vós, convosco si, eles / elas
si, eles / elas
consigo
Formas Formas Formas
tónicas átonas tónicas
Pronome demonstrativo

Localiza a entidade a que se refere o nome, informando sobre a sua


proximidade ou distância relativamente aos intervenientes no
discurso. Pode variar em género e número.

Variáveis Invariáveis
este(s), esta(s) isto
esse(s), essa(s) isso
aquele(s), aquela(s) aquilo
tal(ais), o(s), a(s)
Pronome possessivo

Designa os participantes no discurso (ou um antecedente) como


possuidores de algo. Normalmente, é antecedido por artigos definidos
e pode variar em pessoa, género e número.

meu(s), minha(s)
teu(s), tua(s)
seu(s), sua(s)
nosso(s), nossa(s)
vosso(s), vossa(s)
Pronome indefinido

Refere-se a algo não específico, não identificado ou impreciso


quanto à quantidade ou identidade do nome que substitui. Pode variar
em género e número.

Variáveis Invariáveis
algum(ns), alguma(s) nada
nenhum(ns), nenhuma(s) tudo
tanto(s), tanta(s) ninguém
outro(s), outra(s) alguém
todo(s), toda(s) outrem
pouco(s), pouca(s)
muito(s), muita(s)
qualquer / quaisquer
Pronome relativo

Remete para um nome antecedente que substitui, ocorrendo no


início de orações relativas.

Variáveis Invariáveis
o / a qual que
os / as quais quem
tal(ais)
6. determinante

O determinante é uma palavra que especifica o nome que


precede, concordando com ele em género e número.
Alguns determinantes podem contrair-se com as preposições a,
de, em e por.
Determinante artigo definido Determinante artigo indefinido

Antecede um nome que se refere a Antecede um nome que se refere a


algo determinado, conhecido. algo indeterminado, desconhecido.

Definidos Indefinidos
o um
a uma
os uns
as umas
Determinante demonstrativo

Indica a localização do nome que antecede, fornecendo


informações sobre a sua proximidade ou distância relativamente aos
intervenientes no discurso. Pode variar em género e número e pode
ser antecedido por artigos, determinantes possessivos e
quantificadores.

este(s), esta(s)
esse(s), essa(s)
aquele(s), aquela(s)
tal(ais)
Determinante possessivo

Estabelece uma relação de posse entre o nome que antecede e os


participantes no discurso ou outra entidade, designando-os como
possuidores de algo. Normalmente, é antecedido por artigos definidos,
podendo também ser precedido por determinantes demonstrativos e
quantificadores. Pode variar em pessoa (1.ª, 2.ª ou 3.ª), género e número.

meu(s), minha(s)
teu(s), tua(s)
seu(s), sua(s)
nosso(s), nossa(s)
vosso(s), vossa(s)
Determinante indefinido

Refere-se a um nome não específico ou não identificado, podendo


variar em género e número.

outro(s), outra(s)
certo(s), certa(s)
Determinante relativo

Estabelece uma ligação entre o nome que determina


e o nome que o antecede, introduzindo com ele uma
oração relativa.

cujo(s), cuja(s)
Determinante interrogativo

Ocorre com um nome no início de frases interrogativas,


permitindo identificar aquilo que se interroga.

Variáveis Invariáveis
qual que
quais
7. quantificador
O quantificador é uma palavra ou locução que acrescenta
ao nome informações acerca do seu número ou quantidade.
O quantificador numeral refere a quantidade (exata,
múltiplo ou fração) do nome que precede.
Ex.: O professor contava vinte histórias por mês e
metade dessas histórias tinha como tema os deuses.

um / uma, dois / duas, o dobro, o triplo, o quádruplo…


dez, cem, duzentos… meio, metade, um terço, um quarto…
8. Conjunção

As conjunções relacionam, unindo, duas orações dentro da


mesma frase.
Ex.: Gosto muito de ir ao cinema, mas prefiro ler.
Conjunção coordenativa

Introduzem orações ou elementos coordenados.


Copulativas (valor de adição): e
Adversativas (valor de contraste): mas
Disjuntivas (valor de alternativa): ou
Conclusivas (valor de conclusão): logo
Explicativas (valor de explicação): pois

Ex.: Gosto de ir ao cinema e de ir ao teatro.


Está a chover muito, mas vou sair.
Queres carne ou preferes peixe?
Precipitei-me na resposta, logo não correu bem.
Fomos ao jardim, pois o dia estava agradável.
Conjunção subordinativa

Introduzem orações subordinadas.

Temporais (ideia de tempo): quando, mal, enquanto


Causais (ideia de causa): porque, que, como

Condicionais (ideia de condição): se, caso


Finais (ideia de finalidade): para, que
Comparativas (ideia de comparação): como, conforme
Consecutivas (ideia de consequência): que
Concessivas (ideia de concessão): embora, malgrado
Completivas (completa o sentido): que, se, para
Conjunção subordinativa

Ex.: Brinco muito com os meus primos quando visito os meus avós.
Vou faltar à reunião porque tenho consulta no dentista.

Se saíres mais cedo, avisa-me. (condicional)


Trouxe os livros para podermos estudar. (final)
Este homem é simpático como o meu pai. (comparativa)
Está tanto frio que fiquei constipada. (consecutiva)
Embora me sinta bem, fui a uma consulta de rotina. (concessiva)
Espero que tenhas trazido as encomendas. (completiva)
8.1. locução conjuncional

A locução conjuncional é uma sequência


de duas ou mais palavras, sendo a última
uma conjunção, e com função semelhante
à da conjunção. logo que, visto que,
sempre que, desde que,
Ex.: Telefonei à minha mãe, logo que pude. uma vez que, dado que…
9. Preposição
As preposições estabelecem uma relação
entre dois elementos da frase, sendo o
sentido do primeiro completado pelo sentido a, ante, após, até, com,
do segundo. contra, de, desde, em,
Ex.: A Ana foi a Évora com o Tiago. entre, para, perante,
por, segundo, sem, sob,
sobre, trás
As preposições a, de, em, para e por podem aparecer contraídas com
alguns determinantes e pronomes.

Ex.:
 a+a=à
 a + o = ao
 a + aquele = àquele
 de + o = do
 em + o = no
 em + este = neste
 em + esse = nesse
 para + o = prò
 por + o = pelo…
9.1. locução prepositiva

A locução prepositiva é uma sequência de duas ou mais palavras, sendo a


última uma preposição. Equivalem a uma preposição.

acerca de, acima de, além de,


antes de, apesar de, a respeito de,
atrás de, através de, de acordo com,
dentro de, depois de, em frente a,
em vez de, graças a,
junto a, por causa de, a fim de…
10. Interjeição
A interjeição é uma palavra que exprime
reações, emoções ou sentimentos, podendo
ser acompanhada por um ponto de
exclamação e / ou reticências.
O seu valor depende do contexto em que Ah!, Oh!, Eia!, Ui!,
ocorre. Ufa!, Ora!, Chiu!...

Ex.: Ah!, não sabia que vinhas hoje!


FIM