Você está na página 1de 23

ESPIRITUALIDADE CRISTÃ: UM

DESAFIO A SER ENFRENTADO


NO MUNDO PÓS-MODERNO.
Zeferino Álvaro de Andrade e Silva
Orientadora: Profª Esp. Giselda B. de Souza
Cuiabá-MT
2014
 “Se você buscar a si mesmo, no fim só
encontrará o ódio, a solidão, o desespero, a
ruína e a podridão. Se buscar a Cristo, o
encontrará; e, junto com Ele, encontrará todas
as coisas.”
C. S. Lewis
INTRODUÇÃO

A necessidade de religar-se ao Criador está na


memória ancestral
.. do Homem, desde o
banimento do Jardim do Éden até os dias atuais. É
o desejo de voltar para a casa do pai. Semelhante
ao filho pródigo que um dia a deixou e foi para o
mundo.
O mundo pós-moderno produziu uma
espiritualidade secular, ainda reflexo da
espiritualidade da nova era dos anos 60 do
século passado, quando esse movimento
contra cultural acreditava que todos os
caminhos levam a Deus, dando ênfase em
experiências pessoais e subjetivas e
centradas no próprio indivíduo e
importando principalmente do oriente uma
espiritualidade pagã
Diferente dos últimos 50 anos do
século 20, quando o mundo refutava a
fé e acreditava na transformação da
sociedade pelo progresso da ciência e
progresso material, hoje em pleno
século 21, o homem atônito com a
velocidade do mundo globalizado e
frustrado com sistemas e ideologias
que ele acreditou que transformariam a
sociedade, inseguro, busca uma vida
mais espiritual.
PROBLEMÁTICA
Quais são os desafios que o mundo e a
cultura pós-moderna apresentam para a
espiritualidade cristã, hoje?

HIPÓTESE
O pensamento pós-moderno pulverizou e
fragmentou a palavra espiritualidade, buscando
dar-lhe um sentido subjetivo, desligando-a da
religião.
A escolha do tema deu-se ao observar
atualmente que o homem do mundo pós-
moderno tende a se espiritualizar como
tentativa de atingir uma paz interior,
objetivando superar os males que lhe
afligem a alma além de buscar proteção
para si contra todos os males visíveis e
invisíveis. Nesse aspecto, busca viver uma
espiritualidade à sua maneira.

Escolha do tema
Fazer uma reflexão sistemática sobre a
espiritualidade cristã, com as suas práticas
devocionais, com ênfase nas disciplinas
espirituais que formam o caráter cristão e
os desafios a ser enfrentados no mundo,
frente às espiritualidades autônomas e
secular do mundo pós-moderno.

Objetivo geral
 Fazer um resgate histórico sobre a pós-
modernidade;
 Conceituar Espiritualidade Cristã e
Espiritualidade secular;
 Identificar os desafios da espiritualidade
cristã na pós-modernidade;
 Apresentar um rápido panorama histórico da
espiritualidade cristã desde a Patrística, pais
do Deserto até os dias atuais;
 Analisar as disciplinas espirituais e exercícios
básicos de espiritualidade.

Objetivos específicos
 1-PÓS- MODERNIDADE E ALGUMAS DEFINIÇÕES
INICIAIS ESSENCIAIS
1.1 Um Olhar sobre a pós- modernidade
1.1.1 A Espiritualidade pós-moderna e os perigos para a espiritualidade cristã.
1.1.2 Espiritualidade Cristã e suas Características
1.1.3 Espiritualidade secular na pós-modernidade e suas Características

A BÍBLIA sagrada: Antigo e Novo Testamento. Trad. João Ferreira de Almeida. 2ª


Ed. Revista e Atualizada. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 1993, Is 46.8-10;
Jo 21.18-19.

FOSTER, Richard. Celebração da Disciplina: o caminho do crescimento espiritual.


Tradução Marson Guedes. 2. ed. São Paulo: Editora Vida,2007.p. 51

HOUSTON, James M. Meu legado espiritual – uma jornada de fé na pós-


modernidade/James M. Houston; traduzido por Robinson Malkomes – São Paulo –
Mundo Cristão – 2008.

Referencial teórico
MASLOW, Abraham H. Introdução à psicologia do Ser. ed.
Eldorado. Rio de Janeiro. Disponível em< http:// drpnunes
.weebly. com/ uploads/0//710673240/abraham_h._maslow_-
introduo_ a_ psicologia _do_ser_docrev.pdf> Acesso: 2 set.
2014.

MCGRATH, Alister E. Uma Introdução à Espiritualidade


Cristã. Editora Vida, 1999, p, 20.

SANTOS, Alberto Pereira dos. Novas Geopolíticas, Igrejas


e População sem Religião: Anarquia Religiosa no
Brasil? GEOUSP – Espaço e Tempo, São Paulo, N°33, pp.
68- 83, 2013,

SMITH, Gene K. A Nova Teologia e o Movimento de Nova


Era. Disponível em:< http://www. espada.eti.br/nova-
teologia.asp> Data da publicação: 12/4/2006.Acesso: 14 set.
2014.
SHELDRAKE, Philip. Espiritualidade e Teologia: vida cristã e fé
trinitária. São Paulo: Paulinas, 2005, p.20.

SOUSA, Ricardo Barbosa de. O Caminho do Coração: Ensaios


sobre a Trindade e a Espiritualidade Cristã. Curitiba: Encontro,
2004.

TEIXEIRA, Evilázio Francisco Borges; MULLER, Marisa Campio;


SILVA, Juliana Dors Tigre da. Espiritualidade e qualidade de vida.
(Org.) Pontifica Universidade Católica do Rio Grande do Sul Porto
Alegre. EDIPUCRS, 2004.

WOODS, Christian Richard. Espiritualidade Cristã (apud


ACADEMIA BÍBLICA p.9) Disponível em <http:// www. ipiriopreto.
com.br/media /downloads/03/24/ download-apostila-curso-preparo-
de discipuladores.pdf> Acesso: 12 set 2014.

ZILLES, Urbano. Crer e Compreender. Porto Alegre: EDIPUCRS,


2004.
 2. CONSIDERAÇÕES SOBRE O DESERTO E A
ESPIRITUALIDADE
A BÍBLIA sagrada: Antigo e Novo Testamento. Trad. João Ferreira de
Almeida. 2ª Ed. Revista e Atualizada. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil,
1993, João 16.7.DE DOS PAIS DO DESERTO

CAVALCANTE, Ronaldo. Espiritualidade Cristã na História: das


origens até Santo Agostinho 2 ed. São Paulo: Paulinas, 2007

MERTON, Thomas. Na liberdade da Solidão. Tradução Companhia da


Virgem. 6.ed. Petrópolis, RJ: Vozes,2012.p.45.

FERREIRA, Franklin. Sevos de Deus: espiritualidade e teologia na


história da Igreja. São José dos Campos,SP:ed.Fiel,2014,p.60.
3DISCIPLINAS ESPIRITUAIS E EXERCICIOS BÁSICOS DE ESPIRITUALIDADE

A BÍBLIA sagrada: Antigo e Novo Testamento. Trad. João Ferreira de Almeida. 2ª Ed.
Revista e Atualizada. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 1993, Jr 29: 13.

EXERCÍCIOS BÁSICOS DE ESPIRITUALIDADE. Primeira Igreja Presbiteriana


Independente de São José do Rio Preto., 2009.

FOSTER, Richard. Celebração da Disciplina: o caminho do crescimento espiritual. Tradução


Marson Guedes. 2. ed. São Paulo: Editora Vida,2007.p. 51.

HOUSTON, James M. Meu legado espiritual – uma jornada de fé na pós-


modernidade/James M. Houston; traduzido por Robinson Malkomes – São Paulo – Mundo
Cristão – 2008, p.33

MICHAELIS. Moderno Dicionário da Língua Portuguesa. Disponível em: <http :/


/Michaelis .uo .com.br/moderno/portugues/index.php>. Acesso em: 13 set. 2014.

NOUWEN, Henri J. M. A Espiritualidade do Deserto e o Ministério Contemporâneo - O


Caminho do Coração. Ed. Loyola - ano 2000.

WILLARD, Dallas. A Renovação do Coração. São Paulo: Mundo Cristão. Tradução: Sueli
Saraiva. Publicação original: 2002, em português: 2007,p.30.
 A pesquisa foi fundamentada no método
hipotético-dedutivo, onde se procurou fazer a
construção de conjecturas acerca dos desafios
que os cristãos da pós-modernidade enfrentam
na prática da espiritualidade.
 Foi realizada uma pesquisa explicativa
(qualitativa) instrumentalizada através de
pesquisa bibliográfica e rede mundial de
computadores).

metodologia
 CONSIDERAÇÕES FINAIS
Temos que admitir que a distância entre o que somos
e o que deveríamos ser existe.
Essa distância pode ser identificada como gap de
fato existe e é justamente nesse lugar que as
disciplinas espirituais entram.
Os desafios são muitos nestes tempos pós-moderno.
As academias necessitam focalizar em disciplinas
que possam produzir uma reflexão no fazer teológico
como instrumento de transformação da sociedade.
O cristianismo deve retornar à sua espiritualidade
com uma visão cristã de Deus, fomentando os
valores do evangelho.
Faz-se necessário unir novamente a teologia com
a espiritualidade. O teólogo racional voltar a ser
novamente um santo adorador numa união
mística com cristo.

Hoje em pleno século 21 percebe-se que a


razão vai se rendendo à fé, mas a uma fé
autônoma e a uma espiritualidade emancipada e
desengajada principalmente das igrejas cristãs.

É fundamental aprender que o deserto não é


lugar de constância, mas de passagem.
 Quem vai determinar o tempo de sofrimento
que vai passar somos nós, porque depende
somente da direção onde estão fixos os nossos
olhos.
 Se nos problemas (típicos de uma região árida)
que com certeza não venceremos as tentações,
ou se estão no Senhor, na Sua Palavra, que
nos farão vencer e sair rapidamente desta
região inóspita.
As disciplinas são a ponte que completa essa gap e torna
possível a transformação dos hábitos e caráter dos
indivíduos à luz da justiça de Jesus Cristo.

As disciplinas não são apenas coisas religiosas que se


fazem como forma de confirmar a fidelidade a uma
denominação ou comunidade religiosa, mas
verdadeiramente é a trama espiritual na qual é o homem
formado em Cristo.

Neste sentido devem-se praticar as disciplinas, para que


através delas a pessoa possa tornar-se discípulo que
reproduza em sua própria vida, a vida de Jesus.
REFRENCIAS

A BÍBLIA sagrada: Antigo e Novo Testamento. Trad. João Ferreira de Almeida. 2ª Ed.
Revista e Atualizada. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 1993.

Alvarenga, Jeferson Carvalho. Disciplinas Espirituais: Jesus crescendo em nós por


meio das Práticas Devocionais. Igreja Presbiteriana do Brasil, 2012, p. 21.

BAUMAN, Zygmunt. Amor Líquido: Sobre a Fragilidade dos laços humanos. Trad.
de Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2004. Disponível em: <http ://f
ilosofiacienciaevida .uol .com.br /ESFI/ Edicoes /21 / artigo77280-.asp> Acesso: 14
set. 2014.

BERNARD, Charles André. Introdução à Teologia Espiritual. 2 ed. São Paulo


Edições Loyola 2005.

BOMILCAR, Nelson. O Melhor da Espiritualidade. São Paulo: Mundo Cristão 2005.


CAVALCANTE, Ronaldo. Espiritualidade Cristã na História: das origens até
Santo Agostinho 2 ed. São Paulo: Paulinas, 2007.

DANIEL, Silas.A Sedução das Novas Teologias. Disponível em< http://issuu.


com/karmitta /docs/a_sedu_o_das_novas_teologia_sila/ 73> Acesso: 2 set 2014.

EXERCÍCIOS BÁSICOS DE ESPIRITUALIDADE. Primeira Igreja Presbiteriana


Independente de São José do Rio Preto., 2009.

FERREIRA, Franklin. Servos de Deus: espiritualidade e teologia na história da


igreja. São José dos Campos, SP: ed. Fiel, 2014.

FILHO, Augusto Bello de Souza. Do Cadafalso ao Púlpito. Disponível em:<


http://www.bibliapage.com/tertulia.html> Acesso: 5 ag. 2014.

FOSTER, Richard J. Celebração da Disciplina: O caminho do crescimento


Espiritual/Richard J. Foster; tradução Maerson Guedes; posfácio Eduardo Rosa
Pedreira- 2 ed. São Paulo: Editora Vida, 2007.

FOSTER, Richard J. e Emilie Griffin. Celebrando as 12 disciplinas espirituais,


interiores, exteriores e comunitárias. Tradução Elizabeth Gomes. São Paulo:
Editora Vida 2010.
FOSTER, Richard. Celebração da Disciplina: o caminho do crescimento
espiritual. Tradução Marson Guedes. 2. ed. São Paulo: Editora Vida,2007.p. 51.

HAYKIN, Michael A.G.. Redescobrindo os pais da igreja: quem eles eram e


como moldaram a igreja./Michael A.G. Haykin; (tradução Francisco Wellington
Ferreira) São José dos Campos Editora Fiel.

HOUSTON, James M. Mentoria espiritual: o desafio de transformar indivíduos


em pessoas/ James M. Houston. São Paulo. Mundo Cristão, 2006.

HOUSTON, James M. Meu legado espiritual – uma jornada de fé na pós-


modernidade/James M. Houston; traduzido por Robinson Malkomes – São Paulo –
Mundo Cristão – 2008.

KELLY, J.N.D. Patrística: origem e desenvolvimento das doutrinas centrais da


fé cristã /.N.D. Kelly; tradução Marcio Loureiro Redondo. São Paulo: Vida
Nova,1994.

Mc GRATH, Alister E. Uma introdução à espiritualidade Cristã/ Alister Mc Grath,


tradução Willian Lane; (prefácio à edição brasileira Osmar Ludovico da Silva). São
Paulo Editora Vida 2008.

MERTON, Thomas. Na liberdade da Solidão. Tradução Companhia da Virgem.


6.ed. Petrópolis, RJ: Vozes,2012.
NOUWEN, Henri. O caminho do Coração: A espiritualidade dos Padres e
Madres do Deserto, Henri Nouwen, tradução de Denise Jardim Duarte –Petrópolis
RJ – Vozes -2012.

ORTBERG, John. A Vida que Você Sempre Quis. SP: Editora Vida, 2003, p.121

SANTOS, Alberto Pereira dos. Novas Geopolíticas, Igrejas e População sem


Religião: Anarquia Religiosa no Brasil? GEOUSP – Espaço e Tempo, São Paulo,
N°33, pp. 68- 83, 2013.

SHELDRAKE, PHILIP. Espiritualidade e Teologia: Vida cristã e fé trinitária/


Philip Sheldrake; tradução de Ricardo Gouveia. São Paulo: Paulinas, 2005.

SMITH, Gene K. A Nova Teologia e o Movimento de Nova Era. Disponível em:<


http://www. espada.eti.br/nova-teologia.asp> Data da publicação: 12/4/2006.Acesso:
14 set. 2014.

SOUSA, Ricardo Barbosa de. O Caminho do Coração: Ensaios sobre a Trindade


e a Espiritualidade Cristã. Curitiba: Encontro, 2004.

SWINDOLL, Charles. Intimidade com o Todo-Poderoso. SP: Mundo Cristão, 1997, p.65.

TEIXEIRA, Evilázio Francisco Borges; MULLER, Marisa Campio; SILVA, Juliana


Dors Tigre da. Espiritualidade e qualidade de vida. (Org.) Pontifica Universidade
Católica do Rio Grande do Sul Porto Alegre. EDIPUCRS, 2004.

WILF Hildebrandt – O Espírito de Deus no Antigo Testamento. Tradução Elcio


Bernardino Correia. São Paulo: Academia Cristã 2004.

WILLARD, Dallas – A renovação do Coração/ Dallas Willard; tradução Sueli


Saraiva – São Paulo: Mundo Cristão 2007.

WOODS, Christian Richard. Espiritualidade Cristã (apud ACADEMIA BÍBLICA p.9)


Disponível em <http://www.ipiriopreto.com.br/media/downloads/03/24/download-
apostila-curso-preparo-de discipuladores.pdf> Acesso: 12 set 2014.

ZILLES, Urbano. Crer e Compreender. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004