Você está na página 1de 30

CADERNO DE ATIVIDADES SOBRE DENGUE PARA ESCOLARES

SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DE SÃO PAULO SUPERINTENDÊNCIA DE CONTROLE DE ENDEMIAS-SUCEN DIRETORIA DE COMBATE A VETORES – DCV ÁREA DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE

PAULO SUPERINTENDÊNCIA DE CONTROLE DE ENDEMIAS-SUCEN DIRETORIA DE COMBATE A VETORES – DCV ÁREA DE EDUCAÇÃO
JUSTIFICATIVA Dengue é um dos mais graves problemas de saúde pública da atualidade enfrentado por

JUSTIFICATIVA

Dengue é um dos mais graves problemas de saúde pública da atualidade enfrentado por diversos países. Somente com a efetiva participação da população, adotando medidas no seu dia a dia de controle dos criadouros do mosquito transmissor da dengue, será possível minimizar o agravamento da situação. Desta forma, uma mudança de atitude das pessoas voltadas a evitar a criação de larvas do mosquito da dengue em seu ambiente, além de adoção de condutas saudáveis possibilitará uma melhor qualidade de vida.

OBJETIVO

Sugerir ao professor responsável na escola, pela temática Dengue, algumas atividades interdisciplinares buscando a interação do escolar com a problemática, multiplicando as práticas apreendidas aos familiares e vizinhos.

ESTRATÉGIAS

- Elaboração de textos coletivos.

- Pesquisa e leitura de textos informativos (uso da internet, jornal e revistas em sala de aula).

- Confecção de cartazes.

- Elaboração de panfletos, álbum seriado, gibis, jogos e paródias.

- Dramatização.

- Vídeo.

- Visitas à Comunidade (estudo do meio).

- Reunião com a comunidade.

- Agente Mirim da Dengue

- Atividades interdisciplinares (gráficos, cruzadas, caça-palavras, mapas, maquetes etc).

- Gincana contra a dengue.

- Criação de logotipo.

- Passeata local com a comunidade.

- Concurso de Cartazes.

etc). - Gincana contra a dengue. - Criação de logotipo. - Passeata local com a comunidade.
RECURSOS ENVOLVIDOS • Humanos : corpo docente e discente, pais, funcionários direção e palestrantes da

RECURSOS ENVOLVIDOS

Humanos: corpo docente e discente, pais, funcionários direção e palestrantes da área da saúde que estejam envolvidos com controle de vetor no municipio. • Materiais: material de papelaria, sucatas, recursos audiovisuais, panfletos, caminhão, alto-falante.

CRONOGRAMA

Os reflexos de ações para controle de dengue são de longo prazo, portanto qualquer atividade que venha a ser desenvolvida deve ter caráter rotineiro, porém intensificados nos períodos que antecedem o verão.

• Periodo de intensificacão – de agosto a dezembro

• Mensal - de janeiro a junho

AVALIACÃO

Sugere-se registro através de fotos ou filmagens, gravações em fitas magnéticas, das experiências vivenciadas na escola com a temática. Um breve relatório com descrição das atividades desenvolvidas, pessoal docente envolvido, número de pais e escolares, dificuldades percebidas, resultados das aplicações de questionários, podem ser exemplos que facilitarão observar o impacto das ações desenvolvidas com escolares.

de questionários, podem ser exemplos que facilitarão observar o impacto das ações desenvolvidas com escolares.
CONFECÇÃO DE CARTAZES Objetivo : organizar as informações básicas, com utilização de gravuras. Material :

CONFECÇÃO DE CARTAZES

Objetivo: organizar as informações básicas, com utilização de gravuras.

Material: cola, tesoura, revistas e/ou jornais, cartolinas ou papel pardo.

Desenvolvimento:

a) Partindo do conhecimento adquirido (palestra) e das discussões promovidas em sala,

as crianças deverão, em atividade extra sala, reconhecer os possíveis criadouros dispostos no ambiente da escola.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

¨¨¨¨¨¨

b)

i

i

¨¨¨¨¨¨ b) i i Selecionado o material nas revistas e afins, os alunos
¨¨¨¨¨¨ b) i i Selecionado o material nas revistas e afins, os alunos

Selecionado o material nas revistas e afins, os alunos deverão através de colagem, d

i

f

ã

d

b

i

ã

d

f

f

b) i i Selecionado o material nas revistas e afins, os alunos deverão através de colagem,
ELABORAÇÃO DE ÁLBUM SERIADO Objetivo : Elaborar material educativo para ser utilizado no ambito da

ELABORAÇÃO DE ÁLBUM SERIADO

Objetivo:

Elaborar material educativo para ser utilizado no ambito da escola ou da comunidade.

Material:

- Papel pardo

- Revistas

- Cola

- Tesoura

- Canetas hidrocolor

Desenvolvimento:

Antes do início da atividade, o professor deve disponibilizar informacões técnicas sobre álbum seriado ( qual a sua finalidade, como utilizá-lo, etc ) Através de pesquisa, localizar e recortar imagens que retratem o ciclo biológico do Aedes aegypti e seus criadouros. O professor pode promover discussões sobre o tema dengue, para facilitar a construcão do material pelos escolares. Num segundo momento, organizar a atividade na sala de aula, definindo grupos que deverão elaborar:

a) o roteiro descritivo do tema (tópicos e frases a ser utilizadas),

b) selecão de imagens sobre a doenca,

c) selecão de imagens sobre as 4 fases do vetor e,

d) selecão de imagens que retratem os criadouros principais.

Espera-se que, no minimo, a classe elabore um álbum seriado. Ao final, a classe deve estabelecer um cronograma de utilizacão deste material, ex: em que grupo será aplicado, quando, onde e quem estará utilizando). E interessante que o professor permita um rodízio entre a maioria dos alunos na utilizacão desse material.

utilizando). E interessante que o professor permita um rodízio entre a maioria dos alunos na utilizacão
DRAMATIZAÇÃO Objetivo : estimular o aluno a utilizar as técnicas de dramatizacão como forma de

DRAMATIZAÇÃO

Objetivo: estimular o aluno a utilizar as técnicas de dramatizacão como forma de expressar situacões criadas ou vivenciadas no controle do mosquito transmissor da dengue.

Material:

- sucatas em geral (latas de refrigerantes, copos descartáveis, garrafas pets, potes de

iogurtes e manteiga, garrafas, pneus etc

- papel pardo

- pincel atômico

- revistas

Desenvolvimento:

)

Antes do inicio da atividade, o professor deve disponibilizar informacões técnicas sobre dramatização ( qual a sua finalidade, como aplicá-la, etc )

O professor pode promover discussões sobre o tema dengue, para facilitar a construção do enredo pelos escolares. Formar grupos de alunos e distribuir tarefas para a dramatização.

- Grupo 1: Se responsabilizará pela construção do enredo da dramatizacão. Sugere-se um

enredo tendo um morador (A) que toma todas as providências para evitar o desenvolvimento de possíveis criadouros, e ao lado, um outro morador (B). que não se preocupa em tomar nenhuma providência. Na seqüência, uma criança representando o mosquito, deverá encenar o seu nascimento na casa do morador (B) e virá picar o morador (A) que cairá doente logo em seguida. Encerra-se a dramatização ressaltando a importância do envolvimento de todos, pois o mosquito de seu vizinho poderá vir picar você.

- Grupo 2 : Se responsabilizará pela construcão do cenário. Pode-se lançar mão de recortes de revistas, sucatas, cartazes e panfletos.

- Grupo 3 : São aqueles que encenarão o enredo de forma interativa com a platéia.

A direção da escola poderá organizar um cronograma de apresentações na escola, em eventos do município, em entidades beneficentes. Para tanto, é importante que anteceda uma

divulgação na mídia local, da dramatização

em entidades beneficentes. Para tanto, é importante que anteceda uma divulgação na mídia local, da dramatização
AGENTES MIRINS DA DENGUE Objetivo: promover mudança de atitude dos professores, funcionários da escolas, pais

AGENTES MIRINS DA DENGUE

Objetivo: promover mudança de atitude dos professores, funcionários da escolas, pais e escolares, através do trabalho de multiplicadores de informações e ações (Agentes Mirins).

Perfil do Agente Mirim:

- Ser desembaraçado e comunicativo

Material:

- Crachá do Agente Mirim (vide modelo no Manual do Agente Mirim)

- Manual de Orientação do Agente Mirim da Dengue

- Folhetos

Desenvolvimento:

Formação de uma equipe de alunos (em média 06 por escola), que realizarão atividades

educativas sobre Dengue, junto à todos os integrantes da escola (alunos, professores,

outros funcionários

)

e na comunidade onde reside.

Após a seleção da equipe, discutir o conteúdo do Manual do Agente Mirim da Dengue com os alunos selecionados, providenciando um treinamento básico para atuação. Este treinamento pode ser ministrado por técnicos municipais que atuam no controle de vetores da dengue.

O professor deverá discutir com a direção da escola, formas de divulgar o trabalho do Agente Mirim utilizando os espaços da escola e até a mídia local. Isto sem dúvida facilitará o trabalho dos escolares.

Esta equipe deverá estar identificada (crachá) e ter o acompanhamento de um coordenador pedagógico ou professor que o acompanhará em todas as atividades. Sugere-se que os alunos atuem em duplas, para facilitar o desenvolvimento das atividades.

em todas as atividades. Sugere-se que os alunos atuem em duplas, para facilitar o desenvolvimento das
“CAÇADORES DA DENGUE” Objetivo: Estimular a prevenção à doença. Material: Desenvolvimento: É uma música
“CAÇADORES DA DENGUE”
Objetivo: Estimular a prevenção à doença.
Material:
Desenvolvimento:
É
uma música para ser cantada com as crianças e fazer gestos simbólicos.
Ritmo- Pelados em Santos (Mamonas Assassinas)
“Dengue. você não está com nada
Seus criadouros são muitos
Mas nós iremos lutar! Você não vai agüentar
Muita coisa eu aprendi
E
irei divulgar pra que muitos
Saibam como te exterminar
Pois você é um mosquito muito intrometido,
Deixou muitos doentes, mas não lutamos sozinhos.
A
gente é caçador
ai, ai, ai!
Nos pneus você não pode ficar
Nesse
ai, ai, ai!
Nem nos vasos você não vai se instalar
A
gente
ai, ai, ai!
Porque nós, de hoje em diante não vamos deixar.
,
Porque a saúde é linda
Muito mais do que linda
Viva a saúde!
Viva, então”
ENIGMA Objetivo : Resolver problemas envolvendo matemática e dengue (integrar disciplinas). Material Necessário : Folha

ENIGMA

Objetivo: Resolver problemas envolvendo matemática e dengue (integrar disciplinas).

Material Necessário: Folha com o enigma.

Desenvolvimento:

Um aluno quer trabalhar no combate ao mosquito transmissor da Dengue, só que para isso ele terá que descobrir o nome deste inseto.

A

40

D

250

E

9

G

80

D

70

P

3

S

150

T

81

20

3

150

5

100

+

20

X 3

+ 100

+ 4

+ 5

Resolva as operações e de olho na tabela descubra o que está escrito

50

6

60

80

2

40

35

- 10

+ 3

+

20

+ 20

+ 1

+ 41

+ 35

Y 100
Y
100
DESCUBRA A PALAVRA Objetivo : desenvolver o raciocínio lógico-matemático, através de atividade

DESCUBRA A PALAVRA

Objetivo:

desenvolver

o

raciocínio

lógico-matemático,

através

de

atividade

referente

a

Dengue.

Material: papel sulfite.

Desenvolvimento:

Cada criança receberá uma folha de sulfite, na qual será feito um retângulo, que

será

dividido

em 5 partes constando letras e números. Logo abaixo, outro retângulo, com operações que a criança deverá resolver paradescobrir a letra referente ao número e, assim, descobrirá as palavras e formará frases utilizando as palavras encontradas.

 
 

15

16

 

17 18

19

 

A

E

 

I U

P

20

21

22

23

24

R

V

N

S

D

25

26

27

   

G

Y

T

   
 

12x2

8+8

44::::2

5x5

9x2

49 – 33

5x3

13+ 12

14+ 4

29 - 14

 
      12x2 8+8 44 :::: 2 5x5 9x2 49 – 33 5x3 13+ 12
DOMINÓ DE PALAVRAS Objetivo : desenvolver a habilidade de construção de frases, através do jogo.

DOMINÓ DE PALAVRAS

Objetivo: desenvolver a habilidade de construção de frases, através do jogo.

Material Utilizado: Cartolina, tesoura, lápis e borracha.

Desenvolvimento:

Confeccionar dominó em cartolina ou sulfite e distribuir para a classe. As crianças deverão ler, peça por peça, com a orientação da professora (ela mostra uma peça e as crianças procuram nos seus jogos). Dar um tempo para que os alunos tentem formar a frase. A seguir coloca-se a frase na lousa e as crianças colam no caderno.

DENGUE CUI
DENGUE
CUI
DA DO
DA
DO

COM

A

DEN

GUE

ELA

PO

DE

PE

GAR

VO

CE

DENGUE

colam no caderno . DENGUE CUI DA DO COM A DEN GUE ELA PO DE PE
PANFLETOS Objetivo : estimular a produção de textos, a partir de um tema proposto. Material

PANFLETOS

Objetivo: estimular a produção de textos, a partir de um tema proposto.

Material:

- papel sulfite

- canetas coloridas

- revistas velhas

- papel colorido

- panfletos

- tesouras

- colas

Desenvolvimento:

Um panfleto informativo da Secretaria da Saúde será trabalhado e posteriormente o professor incentivará a confecção individual de vários panfletos sobre o tema.

Pesquisar e recortar imagens em revistas, para construção do panfleto.

As crianças deverão aproveitar para trabalhar esse material com os funcionários da escola, familiares e vizinhança.

As crianças deverão aproveitar para trabalhar esse material com os funcionários da escola, familiares e vizinhança.
PEÇA TEATRAL COM FANTOCHES Objetivo: divulgar os sintomas da doença e maneiras de prevenção. Material

PEÇA TEATRAL COM FANTOCHES

Objetivo: divulgar os sintomas da doença e maneiras de prevenção.

Material : Bonecos, caixa de papelão forrada.

Desenvolvimento:

Os alunos desenvolverão uma pequena peça teatral e manipularão fantoches informando sobre os perigos da doença e modos de prevenção.

Exemplo: O trabalho de Ciências. Guto e Aninha estavam conversando sobre o trabalho de Ciências, sobre a Dengue. Guto disse:

- Não estou com vontade de fazer o trabalho de Ciências.

- Se você não fizer, vou contar para sua mãe – disse Aninha.

E os dois começaram a discutir. Logo em seguida, chegou Coralina e Chiquinho.

- Esse trabalho de Ciências, vai ser muito bom, pois pode alertar a população sobre os perigos da

Dengue – disse Chiquinho.

- Isso mesmo – disse Coralina – estou muito animada. Guto replicou:

- Vocês são bobos, a Dengue não é tao grave assim! Aninha respondeu:

- Claro que é. A dengue está aumentado cada vez mais e colocando em risco a vida de todos nós. Coralina completou:

- Sabe como devemos acabar com a Dengue: não deixando pneus com água parada nos pratos

dos vasos de plantas, os ralos e calhas devem estar desentupidos, material descartavel como latas de refrigerantes e potes de iogurte devem ser colocadas na lata de lixo e, as garrafas devem ser guardadas emborcadas para baixo. Chiquinho falou:

- Realmente nós podemos diminuir os casos da Dengue na nossa cidade. Que tal se a gente se tornasse um Agente Mirim da Dengue? Vamos procurar a professora e ver como podemos nos cadastrar? Guto, Aninha e Coralina se animaram e se organizaram para conversar com a professora. E aí bateu o sinal do recreio e eles voltaram para sala de aula.

e se organizaram para conversar com a professora. E aí bateu o sinal do recreio e
e se organizaram para conversar com a professora. E aí bateu o sinal do recreio e
e se organizaram para conversar com a professora. E aí bateu o sinal do recreio e
DECIFRE OS CÓDIGOS Objetivo : desenvolver a atenção de figuras (símbolos), estimulando a mudanca de

DECIFRE OS CÓDIGOS

Objetivo: desenvolver a atenção de figuras (símbolos), estimulando a mudanca de atitude para evitar criacão de larvas do mosquito da dengue.

Material:

- papel sulfite

Desenvolvimento:

Cada criança receberá uma folha de sulfite, com o enunciado abaixo. Decifre os códigos e descubra a mensagem deixada para o controle de dengue.

 

A

 

L

 

C

N

D

O

E

P

G

R

I

U

 

 
 

 
 

 
C N ♥ D O E P G R I U ♥        
ROTEIRO DE VISITA Objetivo: orientar os Agentes Mirins no registro de informacões sobre a situação

ROTEIRO DE VISITA

Objetivo: orientar os Agentes Mirins no registro de informacões sobre a situação encontrada durante as visitas aos imóveis.

Material :

- panfletos elaborados pelos alunos

- ficha de anotacões da visita (sulfite mimeografado ou xerox)

- crachás

- lápis

- tabelas de dosagens de sal de cozinha e água sanitária

Desenvolvimento:

Os Agentes Mirins, portando uma identificacão (crachá) serão divididos em duplas e visitarão casas ao redor da escola, realizando orientacões e demonstrações sobre cuidados para evitar a criação de larvas do mosquito da dengue com utilização de produtos caseiros (sal de cozinha, água sanitária, detergente e sabão em pó). Levarão a seguinte ficha:

FICHA DE VISTORIA DE IMÓVEIS

SITUAÇÃO DO IMÓVEL ( X ) TIPO DE CRIADOUROS ENCONTRADOS ENDEREÇO Fechado Recusa Nº c/
SITUAÇÃO DO
IMÓVEL ( X )
TIPO DE CRIADOUROS
ENCONTRADOS
ENDEREÇO
Fechado
Recusa
Nº c/ água
Nº c/ larvas
FESTIVAL DE MÚSICA Objetivo: despertar a criatividade e a cooperação através de produção de textos

FESTIVAL DE MÚSICA

Objetivo: despertar a criatividade e a cooperação através de produção de textos de música

Material :

- Cartazes confeccionados na escola

- canetinhas coloridas

- aparelho de som

- microfone.

Desenvolvimento:

Antes do inicio da atividade, o professor deve disponibilizar informacões tecnicas sobre o que é paródia, como elaborar e como aplicá-la.

Os alunos, a partir de músicas conhecidas, elaborarão paródias ou versos originais envolvendo informações sobre a prevenção e combate à Dengue.

Esse trabalho pode ser desenvolvido por vários grupos de alunos ou salas de aula.

Sugere-se um concurso de paródias e pode-se organizar um concurso entre escolas.

Todas as paródias se gravadas, podem ser divulgadas na mídia local, divulgando o trabalho

do

Agente Mirim.

O

professor e a direção da escola podem organizar uma apresentação dos melhores, em

eventos que estejam acontecendo na cidade.

e a direção da escola podem organizar uma apresentação dos melhores, em eventos que estejam acontecendo
AS ESTATÍSTICAS QUE COMPROVAM: A DENGUE ESTÁ PRÓXIMA A VOCÊ Objetivo: . Inserir a problemática

AS ESTATÍSTICAS QUE COMPROVAM: A DENGUE ESTÁ PRÓXIMA A VOCÊ

Objetivo:

. Inserir a problemática da dengue nos temas transversais da escola, integrando matemática,

ciências, geografia, língua portuguesa, educação física, etc

nessa luta.

Material Necessário:

- reportagens sobre a situacão epidemiológica de dengue no país, estado e no seu município.

- informe técnico sobre casos de dengue no seu bairro.

- sulfite com gráficos

- régua

- lápis

- mapa da sua cidade.

Desenvolvimento:

O professor deverá solicitar a Secretaria Municipal de Saúde, especificamente, à Equipe de Controle de Vetores da dengue, gráficos sobre:

- Distribuicão de casos confirmados de dengue por bairro – 2001 e 2002

- Distribuição de recipientes existentes e positivos para Aedes aegypti, 2001 e 2002

Atividade:

De acordo com o gráfico, responda:

1. Quais os bairros com maior número de casos de dengue no município?

2. Quais os tipos de recipientes que mais predominam por bairro ou no município? Quais os que mais positivam para Aedes aegypti ?

3. Verifique quais as residências que deram mais criadouros potenciais ou que deram mais positividade para Aedes aegypti e entreviste o morador sobre para descobrir, por que os cuidados para evitar larvas não estão sendo aplicados no dia a dia. Este questionário pode ser inserido nas programações do Agente Mirim da Dengue.

4. As informações sobre criadouros predominantes podem ser utilizados na elaboração de cartazes e panfletos.

Dengue. 4. As informações sobre criadouros predominantes podem ser utilizados na elaboração de cartazes e panfletos.
Dengue. 4. As informações sobre criadouros predominantes podem ser utilizados na elaboração de cartazes e panfletos.
Dengue. 4. As informações sobre criadouros predominantes podem ser utilizados na elaboração de cartazes e panfletos.
LETRAS EMBARALHADAS Objetivo: reconhecer palavras a partir de letras embaralhadas. Material utilizado: - folha de

LETRAS EMBARALHADAS

Objetivo: reconhecer palavras a partir de letras embaralhadas.

Material utilizado:

- folha de sulfite

- lápis e borracha

Desenvolvimento:

Após a leitura de texto de apoio, os alunos receberão uma folha embaralhadas, para colocar em ordem.

Ordene as letras e escreva os nomes:

com

as

letras

NDUEGE

------------------

DEASE GETIYAP

------------------------

OTQUMSIO

------------------------

GUAA APRAAD

--------------------------

DEASE GETIYAP ------------------------ OTQUMSIO ------------------------ GUAA APRAAD --------------------------
CRUZADINHA Objetivo: fixar mensagens que enfoquem atitudes corretas para evitar a criação de larvas do

CRUZADINHA

Objetivo: fixar mensagens que enfoquem atitudes corretas para evitar a criação de larvas do mosquito da dengue.

Material necessário: sulfite com a cruzadinha

Desenvolvimento:

Realizar um diálogo sobre as informações que os alunos já conhecem e após esta troca de vivências, completar as frases e reescreve-las na cruzadinha. Leia as frases que explicam como evitar os lugares de criadouros do mosquito e complete a cruzadinha.

devem

estar sempre bem tampadas.

Não deixe acumular água em pratos de vazias

Cuidado também

de plantas.

devem ser guardadas de cabeça para baixo.

com

A C B V C G L
A
C
B V
C G
L

jogadas no quintal.

D

vazias Cuidado também de plantas. devem ser guardadas de cabeça para baixo. com A C B
CALENDÁRIO Semana de Combate a Dengue Objetivo: buscar mudança de atitude dos alunos, tornando-os multiplicadores

CALENDÁRIO

Semana de Combate a Dengue

Objetivo: buscar mudança de atitude dos alunos, tornando-os multiplicadores de informação e ação.

Materiais necessários: Tesoura, cola, cartolina, revistas, jornais, canetas hidrocor, lápis de giz de cera, papel sulfite, panfletos(Secretaria de Saúde), televisão e vídeo.

cor,

Desenvolvimento:

As atividades serão desenvolvidas de acordo com a realidade de cada classe. O professor poderá escolher as atividades a serem desenvolvidas.

2ª FEIRA – atividade: Palestra sobre a Dengue para conscientização dos alunos e debate em sala de aula. Neste dia, as atividades serão desenvolvidas nas áreas:

- História: Informar os alunos sobre a doença e sua trajetória história. - Geografia: Mostrar aos alunos, utilizando o Mapa Mundi, os países e as regiões afetadas pela doença.

3ª FEIRA – atividade: Trabalho de pesquisa utilizando jornais e revistas, para montar painéis, que serão distribuídos em padarias, farmácias, etc.

4ª FEIRA – atividade: exposição de filmes que falem sobre a Dengue (filme sugerido:

epidemia). O professor pode promover uma discussão sobre o filme, caracterizando a situação para dengue.

5ª FEIRA – atividade: entrevistas trazidas pelos alunos com pessoas de seu convívio (família e trabalho). A seguir, realizar um debate enfocando a área de ciências e saúde.

6ª FEIRA – atividades variadas como redação (tema: a ameaça da dengue), diagramas, concurso de frases (slogan), cruzadinhas e distribuição de panfletos cedidos pela Secretaria da Saúde.

diagramas, concurso de frases (slogan), cruzadinhas e distribuição de panfletos cedidos pela Secretaria da Saúde.
diagramas, concurso de frases (slogan), cruzadinhas e distribuição de panfletos cedidos pela Secretaria da Saúde.
diagramas, concurso de frases (slogan), cruzadinhas e distribuição de panfletos cedidos pela Secretaria da Saúde.
ENTREVISTA Objetivo: avaliar o nível de conhecimento e o percentual de pessoas com atitudes modificadas

ENTREVISTA

Objetivo: avaliar o nível de conhecimento e o percentual de pessoas com atitudes modificadas em relação a evitar no seu dia dia a criação de larvas do mosquito transmissor da dengue, no seu ambiente familiar.

Material:

- sulfite contendo questionário

- lápis

Desenvolvimento:

O professor deverá sortear os imóveis que serão visitados pelo Agente Mirim da Dengue ou outros voluntários, segundo bairro. É interessante que o universo de imóveis por bairro sejam iguais. Também, sugere-se que se estabeleça a quem esta entrevista será aplicada (ex. donas de casa, borracheiros, etc ) Após a realização das entrevistas, é importante fazer uma avaliação dos dados obtidos, e elaborar um gráfico.

Questionário:

1. Como se chama o mosquito que transmite a dengue?

2. Que características tem o Aedes aegypti que o diferencie de outros mosquitos?

3. Cite pelo menos 3 sintomas da doença?

4. Como podemos evitar a dengue?

5. Que tipo de tratamento se usa para combater a dengue?

6. Cite pelo menos 3 criadouros que sabe que existe em sua casa.

Que atitudes tem colocado em prática no seu dia a dia para näo criar larvas do mosquito da dengue nesses recipientes e no s demais em sua casa?

1. Que produto caseiro tem usado no combate a larvas do mosquito dentro e fora da casa?

2. Cite pelo menos 3 cuidados que tem aplicado para näo dar larvas em seus vasos de planta?

3. Como vocë e seus vizinhos se organizam para evitar dengue aqui no seu bairro?

näo dar larvas em seus vasos de planta? 3. Como vocë e seus vizinhos se organizam
TIVIDADES DE GRAMÁTICA EM DENGUE bjetivo: sugerir algumas questöes nas atividades de Língua Portuguesa voltadas

TIVIDADES DE GRAMÁTICA EM DENGUE

bjetivo: sugerir algumas questöes nas atividades de Língua Portuguesa voltadas ao tema Dengue.

esenvolvimento:

etire de um texto musical, 5 palavras com r no meio e 5 no final:

1.

ocalize 4 encontros vocálicos e 4 consonantais:

2.

etire 4 dígrafos

ë o plural das seguintes palavras:

osquito:

larva:

VAMOS CONTAR QUANTAS VOGAIS E QUANTAS CONSOANTES EXISTEM NO TEXTO ABAIXO:

êmea:

vírus:

O Aedes aegypti é um pernilongo que pica as pessoas durante o dia. O pernilongo macho suga

as seivas das plantas e o pernilongo fêmea suga o sangue dos mamíferos.

vinho:

planta:

vaso de

a)

Vogais:

b)

neu: Consoantes:

caixas d’água:

o pernilongo fêmea suga o sangue dos mamíferos. vinho: planta: vaso de a) Vogais: b) neu:
DITADO RELÂMPAGO: FALANDO Nº DE LETRAS a) b) C) Nome do mosquito transmissor da dengue?

DITADO RELÂMPAGO: FALANDO Nº DE LETRAS

a)

b)

C)

Nome do mosquito transmissor da dengue?

A e d e s

a e g y p t i

Onde a fêmea coloca seus ovos?

Á G U A

Quando a fêmea gosta de atacar? De dia ou de noite?

D I A

d)Quais os sintomas da doenca?

F E B R E

A L T A

e) Como evitar a doença?

N Ä O

A C U M U L A R

Á G U A

de noite? D I A d)Quais os sintomas da doenca? F E B R E A
CONSTRUA FRASES Escreva abaixo, frases: 1 exclamativa; 1 interrogativa; e 1 negativa utilizando as seguintes

CONSTRUA FRASES

Escreva abaixo, frases: 1 exclamativa;

1 interrogativa; e

1 negativa utilizando as seguintes palavras:

Dengue – mosquito – doença

CACA PALAVRAS:

Vamos aprender também quais os sintomas da dengue pra gente se defender, caso o mosquito se contamine com o vírus e espalhe a doença.

DOR DE CABECA DOR NAS ARTICULAÇÕES

ENJÔO

MANCHAS VERMELHAS

FEBRE

CANSAÇO

A

B

D F

E

B

R

E

J

Y

U

R

V

B

M F

J

T

H R

Y

E

N V

H

 

B

M H

J

G U T

H F

G R

T

D O R

D E

C

A

B

E

C

A

K

H

V

K

M I

U T

Y

B

G J

U R

C

E

C

X

S

E

W M J

K

U O L

M

B

M H V

C

B

Z

K

L

U

M N

T

Y

R

W O P

P

K

F

D S

E

A

B

D O R

M U

S

C

U L

A

R

M T

H R

Y

E

N V

H F

G R

B

M I

U Y

G V

C

D F

R

E

D C

E

L

M I

U T

G B

B

P

M

F

G

E

N J

O

O

M B

N

H J

G

U M N T

Y

G V

I

B

H J

P

M

C

A

N S

A

C

O M V

D F

T

Y

R

U I

P

K

H F

D T

B

U

A

M J

U Y

B

F

R

T

U I

H F

D R

Y

U B

F

R

R

Y

R

G T

B

M N B

V

F

D O R

N A

S

A

R

T

I

C

U L

A

C

O E

S

G

V

N B

F

G R

T

E

C

K

I

U Y

H B

V

F

D S

A

H J

G H V

M B M A N C H A S V E R M E L
M
B
M A N C
H A
S
V
E
R
M E
L
H A
S
J
U T
R
V
G H
M B M A N C H A S V E R M E L H
U Y H B V F D S A H J G H V M B
PALESTRA Objetivo: Conscientizar os pais, alunos e funcionários quanto aos riscos causados pelo Aedes aegypti,

PALESTRA

Objetivo: Conscientizar os pais, alunos e funcionários quanto aos riscos causados pelo Aedes aegypti, através de informações de como se pega a Dengue, como é o mosquito, sintomas, tratamentos, como evitar a doença e medicamentos que devem ser evitados.

Material necessário: Profissional de saúde capacitado no tema do projeto.

Desenvolvimento:

Será agendado pela U.E., na Secretaria de Saúde, uma data para a realização da palestra. A comunidade local será convidada, juntamente com os alunos e funcionários, para participar da palestra.

a)

Vogais:

b)

Consoantes:

convidada, juntamente com os alunos e funcionários, para participar da palestra. a) Vogais: b) Consoantes:
RABALHANDO COM PANFLETO bjetivo: que o aluno desenvolva, • ssimilação das palavras; • strutura da

RABALHANDO COM PANFLETO

bjetivo: que o aluno desenvolva,

ssimilação das palavras;

strutura da frase;

eitura;

rtografia (dígrafos, encontros vocálicos, encontros consonantais);

eqüência e seriação;

ontagem

ntegração: ciências, português e matemática.

aterial necessário: Panfletos sobre a dengue, tesoura, cola, lápis e borracha, sulfite, cartolina.

esenvolvimento:

ntrega e leitura do panfleto.

omentários sobre o mesmo.

cola, lápis e borracha, sulfite, cartolina. esenvolvimento: ntrega e leitura do panfleto. omentários sobre o mesmo.
MAPEANDO RISCO PARA DENGUE Objetivo: estimular a atividade de associação de informações sobre casos de

MAPEANDO RISCO PARA DENGUE

Objetivo: estimular a atividade de associação de informações sobre casos de dengue ou focos do mosquito, e a visualização da situação da doença e/ou do mosquito no mapa da cidade.

Material necessário:

- informe técnico sobre casos confirmados de dengue ou de focos

- mapa da cidade

- canetas hidrográficas

Desenvolvimento:

Realizar discussão sobre as informações sobre casos confirmados de dengue ou focos do mosquito Aedes aegypti.

Com canetas coloridas, identificar com pontos os quarteirões de residência dos casos confirmados e/ou focos do mosquito.

Fazer o acompanhamento da situação a partir das informações obtidas da Equipe de Controle de Vetores do município.

Este mapeamento pode ser colocado em painel, na sala de aula e ser atualizado sempre que novas informações forem sendo acrescentadas.

Com base no mapeamento de risco, sugere-se intensificar o trabalho do Agente Mirim da Dengue, dirigidas as áreas de maior agravamento.

O professor pode sistematizar esta atividade, fazendo uma reflexão com os alunos e discutindo formas de minimizar esta situação.

pode sistematizar esta atividade, fazendo uma reflexão com os alunos e discutindo formas de minimizar esta
DENGUE NO LABORATÓRIO Objetivo: estimular a curiosidade dos escolares quanto aos efeitos de produtos caseiros

DENGUE NO LABORATÓRIO

Objetivo: estimular a curiosidade dos escolares quanto aos efeitos de produtos caseiros no controle de larvas do mosquito transmissor da dengue.

Material necessário:

- construir um mostruário que possa se vizualizar o ciclo biológico do vetor, ao vivo

- larvas de pernilongos (Cúlex)

- cola plástica

- potes transparentes do tipo margarina

- papel sulfite

- canetas hidrográficas

Desenvolvimento:

O mostruário do ciclo biológico do Aedes aegypti pode ser construído a partir de dois potes de acrílico com tampa (ex. Potes de mantimentos de tamanhos iguais ou diferentes). No primeiro pote serão colocadas larvas de mosquito, de preferência, Cúlex, e no segundo alguns furos minúsculos para oxigenação do recipiente e alimentação do alado. (Ver desenho esquematizado)

Com base nas dosagens recomendadas para uso de sal de cozinha e água sanitária, verificar o efeito sobre as larvas vivas.

base nas dosagens recomendadas para uso de sal de cozinha e água sanitária, verificar o efeito
base nas dosagens recomendadas para uso de sal de cozinha e água sanitária, verificar o efeito
PRODUTOS CASEIROS COM FUNÇÃO LARVICIDA Objetivo: informar as dosagens de produtos caseiros utilizados como larvicida

PRODUTOS CASEIROS COM FUNÇÃO LARVICIDA

Objetivo: informar as dosagens de produtos caseiros utilizados como larvicida no controle das larvas do mosquito transmissor da dengue.

Material necessário:

- sal de cozinha, água sanitária , sulfite com tabela de dosagens Desenvolvimento:

A

utilização da água sanitária e do sal de cozinha estão sendo recomendadas para recipientes fixos

e

com água não destinada a consumo humano e áreas desativadas. Outros produtos como o

detergente, sabão em pó, desinfetantes são produtos de fácil acesso para a dona de casa e o seu uso acompanha a limpeza e manutenção do ambiente familiar e do trabalho. A utilização de outros produtos, tais como a borra de café, ainda está sob estudo no Laboratório de referência nacional para Aedes, instalado no município de Marília/SP.

 

Tabela do sal de cozin h a

 

Q u an tidade de águ a dos recipie n te s (criadou ros)

Q u an tidade de sal

 

de

cozin h a aplicado

a

se r

A té

½

litro

 

1

colh er de sopa

1 litro

2

colh ere s de sopa

5 litros

10 colh . ou

1 copo

50 litros

 

1

kg

100

litros

 

2kg

 

200

litros

 

4

kg

300

litros

 

6

kg

400

litros

 

8

kg

500

litros

 

10 kg

 
 

Tabela da águ a san itária

 
 

Q u an tidade de águ a

V olu m e de águ a

san itária a

u m a

con ce n tração de cloro ativo

   

a 5%

 

5 litros

0.5

colh e r

d e

sop a

25

lts

2.5

colh e re s d e

sop a

50

lts

 

0.5

cop o

 

100

lts

 

0.5

cop o

 

150

lts

 

1

copo

200

lts

 

1

copo

250

lts

 

1.5

cop os

400

lts

 

2

copos

500

lts

 

0.5

fra sco

1000 lts

 

1

frasco

 
 
 
 
Referência: Este Caderno de Atividades foi elaborado com base nos materiais utilizados pelos profissionais de

Referência:

Este Caderno de Atividades foi elaborado com base nos materiais utilizados pelos profissionais de educação em saúde dos municípios do Estado de São Paulo em atividades com escolares da rede pública e privada.

Produção e elaboração:

SUCEN- Superintendência de Controle de Endemias Educação em Saúde & Informação e Divulgação

Técnicos responsáveis: Educadora Suely Yassumaro Diaz e Pesquisadora Cristina Sabbo da Costa

Revisado em JAN 2007

Técnicos responsáveis: Educadora Suely Yassumaro Diaz e Pesquisadora Cristina Sabbo da Costa Revisado em JAN 2007