P. 1
Manual de Neonatologia -UFJN2005

Manual de Neonatologia -UFJN2005

|Views: 8.903|Likes:
Publicado porceciliaprates

More info:

Published by: ceciliaprates on Oct 28, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/19/2015

pdf

text

original

Desconforto respiratório de intensidade leve a moderada, de aparecimento precoce, incidindo
em RN próximo ao termo ou termo, com evolução autolimitada e benigna.

ETIOLOGIA

déficit de absorção do líquido pulmonar fetal
ausência de compressão da caixa torácica no RN de parto cesáreo
imaturidade pulmonar.

FATORES PREDISPONENTES

Parto cesáreo
Feto macrossômico
sedação materna excessiva

Trabalho de parto prolongado
Sexo masculino

QUADRO CLÍNICO

Taquipnéia e/ou dispnéia
BAN
Retração intercostal
Gemido expiratório.

Cianose
PaO2 discretamente baixa
Resolução antes de 24 ou 48h (pode durar
até 5 dias).

RADIOLOGIA:

• Diminuição da transparência pulmonar, normalmente nos apices e bases.
• Hiperinsuflação.
• Imagens radiopacas lineares, convergindo da periferia para o hilo.
• Espaçamento das cisuras interlobares e, ocasionalmente, derrame pleural.

TRATAMENTO

• Medidas de suporte para estabilização do RN.
• Controle térmico.
• Apenas oxihood é suficiente. Inicia-se com FiO2 de 30% para manter a SatO2 = 88-96%, até
FiO2 de 60% a partir do qual indica-se CPAP nasal com PEEP de 4-5cmH2O
SeFR=60-80, oferecer dieta por SOG. Se FR> 80 e/ou desconforto respiratório importante,
manter SOG aberta e hidratação venosa .
• Monitorização contínua.
• Controle gasométrico.

51

23

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->