Você está na página 1de 7
LABORATÓRIO DE CIRCUITOS ELETRICOS I Relatório referente a 2° Aula Prática: Caracterização do elemento resistor e

LABORATÓRIO DE CIRCUITOS ELETRICOS I

Relatório referente a 2° Aula Prática: Caracterização do elemento resistor e de sua propriedade resistência elétrica.

Aluno: Esdras Vitor Silva Pinto Matrícula: 110950021

Prof.ª Lane Maria Rabelo Baccarini

1. Introdução

Os materiais em geral apresentam uma oposição ao fluxo de cargas elétricas. Esta oposição é modelada através da propriedade denominada resistência elétrica. Um resistor é um elemento do circuito que apresenta certa resistência, e podem ser utilizados para limitar corrente, dividir tensão e converter a energia elétrica em energia térmica. A resistência elétrica pode ser medida diretamente ou indiretamente. Um exemplo de medida direta é através do instrumento de medida denominado ohmímetro, enquanto que a medida da resistência elétrica por intermédio de outras grandezas do circuito caracteriza uma medição indireta. O objetivo desta prática é verificar as diferentes formas de mensurar a resistência elétrica bem como analisar a eficiência de cada um deles.

2. Desenvolvimento teórico

  • 2.1 Medindo a resistência elétrica: Métodos de medidas

A resistência elétrica pode ser medida através de dois métodos: Direto e indireto. No método direto, a leitura da resistência é feita sem medir outras grandezas envolvidas no circuito. Neste método, utilizam-se instrumentos que nos permita obter o valor da resistência independente de outras grandezas do circuito. Alguns exemplos de medição direta inclui a ponte de Wheatstone e ohmímetros. No método indireto, mede-se a resistência a partir da leitura de outras grandezas do circuito. Por exemplo, conhecendo a tensão sobre o resistor e a corrente que o percorre, pode-se utilizar a lei de Ohm para determinar o valor de sua resistência.

  • 2.2 Medindo resistência com voltímetro e amperímetro: Método indireto

Duas formas de conexão podem ser realizadas para medir a resistência a partir de um voltímetro e amperímetro: a jusante e a montante. A seguir serão analisados estes dois tipos de ligação.

2.2.1 A jusante

Na configuração a jusante, o voltímetro é conectado em paralelo apenas com o resistor desconhecido, como mostrado a seguir:

Onde: Rw = Valor real da resistência que se deseja medir V = Tensão da fonte

Onde:

Rw = Valor real da resistência que se deseja medir V = Tensão da fonte CC Ra = Resistência interna do amperímetro Rv = Resistência interna do voltímetro

A partir das leituras do amperímetro e voltímetro, pode-se determinar o valor da resistência Rw’ por aplicação da lei de Ohm:

Onde:

Onde: Rw = Valor real da resistência que se deseja medir V = Tensão da fonte

Rw’ = Valor da resistência medida na configuração a jusante U1 = Tensão indicada no voltímetro A1 = Corrente indicada no amperímetro

Como os instrumentos de medidas apresentam resistência interna e erros de medição, o valor de Rw’ não será exatamente o real valor da resistência Rw.

A corrente medida pelo instrumento A1 será dada por:

Onde: Rw = Valor real da resistência que se deseja medir V = Tensão da fonte

A tensão indicada pelo instrumento U1 será:

Onde: Rw = Valor real da resistência que se deseja medir V = Tensão da fonte

Observando-se a função I(Rv,Ra), percebe-se que o valor limite que I tende quando Rv→∞ e Ra→0 será V/Rw, ou seja:

Onde: Rw = Valor real da resistência que se deseja medir V = Tensão da fonte

O limite (4) mostra que quanto maior for à resistência interna do voltímetro e menor for à resistência interna do amperímetro, tem-se uma leitura da resistência Rw mais precisa. O erro absoluto ( da medida de Rw na configuração a jusante será:

O limite (4) mostra que quanto maior for à resistência interna do voltímetro e menor for
O limite (4) mostra que quanto maior for à resistência interna do voltímetro e menor for

(5)

O erro relativo (

O limite (4) mostra que quanto maior for à resistência interna do voltímetro e menor for

da medida de Rw será:

O limite (4) mostra que quanto maior for à resistência interna do voltímetro e menor for

2.2.2 A montante

Na configuração a montante, o voltímetro é conectado em paralelo com o resistor Rw e o amperímetro, conforme mostrado a baixo:

O limite (4) mostra que quanto maior for à resistência interna do voltímetro e menor for

O valor da resistência Rw pode ser determinado aplicando-se a lei de Ohm, ou seja:

Onde:

O limite (4) mostra que quanto maior for à resistência interna do voltímetro e menor for

Rw” = Valor da resistência medida na configuração a montante U1 = Tensão indicada no voltímetro A1 = Corrente indicada no amperímetro

A corrente indicada pelo amperímetro nesta configuração será dada por:

O limite (4) mostra que quanto maior for à resistência interna do voltímetro e menor for

Os erros absoluto (

Os erros absoluto ( e relativo ( na medida de Rw na configuração a montante serão

e relativo (

Os erros absoluto ( e relativo ( na medida de Rw na configuração a montante serão

na medida de Rw na configuração a

montante serão dados, respectivamente por:

Os erros absoluto ( e relativo ( na medida de Rw na configuração a montante serão

(9)

Os erros absoluto ( e relativo ( na medida de Rw na configuração a montante serão

2.3 Códigos de cores

O código de cor é um sistema de codificação de resistores de baixa potência. Estes resistores são constituídos basicamente de carbono e normalmente são aplicados em circuitos eletrônicos. A codificação é feita através de anéis coloridos inseridos no corpo do resistor. Cada cor e a sua posição é importante na leitura de sua resistência elétrica.

2.3.1 Decodificação

A decodificação do código de cores é feita com auxilio da tabela a baixo.

Cor

1° faixa

2° faixa

3° faixa

4° faixa

1° Algarismo

2° Algarismo

Multiplicador

Tolerância

Preto

0

0

1Ω

 

Marrom

1

1

10 Ω

+/- 1%

Vermelho

2

2

100 Ω

+- 2%

Laranja

3

3

1k Ω

 

Amarelo

4

4

10k Ω

 

Verde

5

5

100k Ω

+/- 0,5%

Azul

6

6

1M Ω

+/- 0,25%

Violeta

7

7

10M Ω

+/- 0,10%

Cinza

8

8

 

+/- 0,05%

Branco

9

9

   

Ouro

   

0,1 Ω

+/- 5%

Prata

   

0,01 Ω

+/- 10%

Tabela 2.1 – Código de cores para resistores

Nos resistores de quatro anéis, as duas primeiras cores são algarismos, a terceira indica o multiplicador e quarta representa a tolerância.

Os erros absoluto ( e relativo ( na medida de Rw na configuração a montante serão

Por exemplo, suponha um

resistor

com

as

seguintes

cores:

marrom,

vermelho,

laranja,

prata.

 

Segue

da

tabela

2.1

que

o

algarismo

que

representa

as

cores

marrom

e

vermelho

são

respectivamente um e zero. A

terceira cor, neste caso laranja, possui multiplicador correspondente a 10³ e a cor prata uma tolerância equivalente a 10%. Assim, a resistência deste resistor será:

terceira cor, neste caso laranja, possui multiplicador correspondente a 10³ e a cor prata uma tolerância

A primeira faixa será sempre a que estiver mais próxima de um dos terminais. Os resistores de precisão apresentam cinco faixas. Neste caso, a primeira, segunda e terceira faixa correspondem ao algarismo, enquanto que a quarta e quinta faixa representa, respectivamente, o multiplicador e a tolerância.

2.4 Resultados experimentais

2.4.1 Método indireto

Os dados neste tópico foram obtidos experimentalmente, referentes às seções 2.2.1 e 2.2.2.

2.4.1.1- A jusante

terceira cor, neste caso laranja, possui multiplicador correspondente a 10³ e a cor prata uma tolerância

Rw = __________

A1 = ___________

V1 = ___________

terceira cor, neste caso laranja, possui multiplicador correspondente a 10³ e a cor prata uma tolerância
terceira cor, neste caso laranja, possui multiplicador correspondente a 10³ e a cor prata uma tolerância

= _________

terceira cor, neste caso laranja, possui multiplicador correspondente a 10³ e a cor prata uma tolerância

2.4.1.2 - A montante

terceira cor, neste caso laranja, possui multiplicador correspondente a 10³ e a cor prata uma tolerância

Rw = __________

A1 = ___________

V1 = ___________

terceira cor, neste caso laranja, possui multiplicador correspondente a 10³ e a cor prata uma tolerância
terceira cor, neste caso laranja, possui multiplicador correspondente a 10³ e a cor prata uma tolerância

= _________

terceira cor, neste caso laranja, possui multiplicador correspondente a 10³ e a cor prata uma tolerância

Observações:

  • 2.4.2 Método direto

    • 2.4.2.1 – Ohmimetro

Rw = __________

Rw’ = __________

Observações: 2.4.2 Método direto 2.4.2.1 – Ohmimetro Rw = __________ Rw’ = __________ = _________ >

= _________

Observações: 2.4.2 Método direto 2.4.2.1 – Ohmimetro Rw = __________ Rw’ = __________ = _________ >

> Observações:

  • 2.4.2.2 – Ponte de medição de resistência

Rw = __________

Rw’ = __________

Observações: 2.4.2 Método direto 2.4.2.1 – Ohmimetro Rw = __________ Rw’ = __________ = _________ >

= _________

Observações: 2.4.2 Método direto 2.4.2.1 – Ohmimetro Rw = __________ Rw’ = __________ = _________ >
  • 2.4.3 – Código de cores

>Observações:

2.4.4 – Conclusões

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________

___________________________________________________________________