Você está na página 1de 2

1

BARROS, Adil Jesus da Silva Silveira; LEHFELD, Neide Aparecida De Souza.


Fundamentos de Metodologia científica – 3ª edição. Editora Prentice Hall. Cap. 2.

Ao aluno cabe a responsabilidade de sua própria formação e compete aos


professores somente guiá-los nesse processo.

O papel da Universidade é de formar professores, pesquisadores para o


trabalho científico e preparar profissionais do mais elevado nível. O ensinar
pesquisando e o pesquisar aprendendo que se tem em um ambiente acadêmico
fortalece a inteligência e constrói a razão científica.

O estudante deve encarar seu papel com seriedade e sabendo que é o agente
do seu aprendizado e formação para qualquer um dos eixos escolhidos: ensino,
pesquisa ou exercício profissional.

Saber estudar e o que estudar é de responsabilidade dele, que cria seus


próprios meios eficientes de estudo, os quais o ajudam a dominar técnicas e
métodos concernentes aos seus objetivos acadêmicos.

“[...] estudar é um processo investigatório do qual resultam a aprendizagem e


os modos de conhecimento, que se movimentam em obtenção de informes e
conclusões que vão do dado quantitativo ao qualitativo.” (BARROS; LEHFELD,
2007, p. 20). Estudar é um esforço integral de aprender e que quem pratica
provavelmente consegue o que deseja.

Em sua fase inicial da vida universitária, o aluno já tem alguns valores e


conceitos que adquiriu pelo senso comum, mas a partir do ambiente acadêmico ele
vai ser estimulado a pensar e induzido às novas observações e interpretações, das
quais tirará máximo proveito.

A decisão de estudar em um curso superior exige do aluno uma postura que vá


além do estudar para passar. Solicita valores que envolvam a realização de suas
aspirações científicas e profissionais. Nosso próprio sistema educacional está
preocupado em valorizar o esquema de notas, mas um universitário tem de estar
ciente de seus objetivos e focar-se no desenvolvimento de originalidade de
pensamento e da curiosidade científica.
2

O estudante precisar saber o que está fazendo e para quê está fazendo seu
curso de graduação, para que haja motivação em seus objetivos. É preciso saber a
função de cada matéria de sua grade para uma visão global do que se aprende em
sua área.

A eficiência no estudo depende do método utilizado, mas o êxito cabe a forma


em que é aplicado. Cada aluno o faz de forma peculiar, mas que o levem ao seu
objetivo de forma eficaz.

Estudar em casa é o momento propício para rever o que foi estudado em sala
de aula, repensar esses conceitos e aplicá-los.

O tempo de estudo em casa pode também ser utilizado para introduzir-se nos
próximos assuntos a serem discutidos.

A vida acadêmica adota vários procedimentos de estudo como seminários,


resumos, esquemas, resenhas, sinópticos e técnicas de sublinhar. Cada um com
suas composições e modos de fazer.