Você está na página 1de 3

O que diz a Bíblia: Não Assassinarás" ou "Não Matarás"?

"Não Matarás" ou "Não Assassinarás"? Qual tradução está Correta?

Êxodo 20:13 Não Matarás.

ou

Êxodo 20:13 Não Assassinarás ?

Os céticos, os ateus os hereges de maneira geral tem interpretado equivocada e/ou


propositalmente o texto "Não Matarás". Alguns deduzem até que haja uma
Contradição Bíblica, quando não há. Há um erro grotesco e obscuro de tradução da Bíblia. Já
passou da hora de corrigir.

O texto original da Bíblia de Exodo 20:13 usa a palavra hebraica:"rãsah" que se traduz como:
assassinar/ assassinato.

Não se pode assassinar um animal, um inseto, um verme, uma arvore etc.. Somente
é possível assassinar seres humanos. O texto também poderia ser traduzido como Não
pratiqueis Homicídio? Não! Como se explicaria as mortes nas guerras de Israel? Como Israel
poderia vencer a guerra sem matar?
Dai vem o verdadeiro significado da mensagem do texto Sagrado:

"Não Assassinarás".

O Verbo Hebraico "rãsah" que significa: Não assassinarás, ou seja, não mate um
ser humano sem uma justa causa. Matar alguém numa guerra seria uma justa causa; Matar
alguém em legitima defesa também seria uma justa causa. E assim em diante.

O Texto condena a pratica de matar alguém deliberadamente; por prazer; por


maldade, sem haver uma real necessidade...

 Matar:

Quanto ao Verbo 'Matar', a linha já muda completamente:

- Posso matar qualquer coisa que queira ou me ameace. Há um Oceano de diferenças entre
Não Matarás e Não Assassinarás, vejamos algumas disparidades:

Matar = Tirar violentamente a vida; nalgumas vezes serve como sinônimo de


assassinar; Destruir, exterminar: Extinguir...

Se for traduzido "Não matarás" de modo literal, estamos impedidos até mesmo de
"MATAR" UM MOSQUITO, uma barata, um rato, uma cobra...

Nesse sentido o povo de Israel não poderia matar os filisteus, os amorreus


e outros povos adversários numa guerra. Deus estaria entrando em contradição com seu
sexto mandamento.

O Estado pode aplicar a Pena de morte, durante o exercício de


juiz sobre Israel, Deus ordenou à morte pessoas que adulteravam e fornicavam:

Deut. 22: 22 Se um homem for encontrado deitado com mulher que tenha
marido, morrerão ambos,

o homem que se tiver deitado com a mulher, e a mulher.


Assim exterminarás o mal de Israel.

23 Se houver moça virgem desposada e um homem a achar na cidade,

e se deitar com ela,

24 trareis ambos à porta daquela cidade, e os apedrejareis até que morram: a


moça, porquanto não gritou na cidade, e o homem, porquanto humilhou a
mulher do seu próximo. Assim exterminarás o mal do meio de ti.

25 Mas se for no campo que o homem achar a moça que é desposada, e o


homem a forçar, e se deitar com ela,

morrerá somente o homem que se deitou com ela;

26 porém, à moça não farás nada. Não há na moça pecado digno de morte;
porque, como no caso de um homem que se levanta contra o seu próximo e lhe
tira a vida, assim é este caso;

27 pois ele a achou no campo; a moça desposada gritou,

mas não houve quem a livrasse. em juízo, entre sangue

Deus ainda ordena morte aos idolatras, aos adúlteros (Lv. 20:10) aos
homossexuais (Lv. 20:13) , aos filhos rebeldes, aos feiticeiros (Lv. 20:27), aos assassinos ...
(Ler Levítico capítulo 20 e Deuteronômio capítulos 21, 22 e 23)
 Assassinar:
Assassinar = Tirar a vida traiçoeiramente de um ser humano, Homicídio,
crime premeditado de assassinato...

Isto é Assassinato!

 Agora se traduzirmos "NÃO ASSASSINARÁS" , entenderemos que não devemos "matar"


alguém sem justa causa. Numa guerra podemos matar em legitima defesa ...
O que o texto Sagrado deseja transmitir de fato é uma mensagem simples:

"Não assassinarás", ou seja não cometa homicídio deliberadamente sem uma real justa
causa. O Assassinato é um ato de covardia, traição, maldade gratuita, pratica do mal, ato
de violência, crueldade, em resumo transgressão, violação da Lei de Deus.