Você está na página 1de 8

02/04/2018 UNIP - Universidade Paulista : DisciplinaOnline - Sistemas de conteúdo online para Alunos.

MÓDULO (1)

O psicodiagnóstico é um processo com propósito clínico que visa à identificação das forças e
fraquezas do funcionamento psicológico do sujeito que se submete a ele. Um de seus
objetivos é identificar ou não a presença de alterações psicopatológicas, os limites da
variabilidade normal. A psicometria surge na história do processo psicodiagnóstico como uma
forma de garantir a cientificidade deste. Também foram muito importantes para o
desenvolvimento do psicodiagnóstico os estudos de Kraepelin, com a classificação das
doenças mentais, e de Freud, com sua compreensão dinâmica do funcionamento psíquico,
ambos diferenciando estados neuróticos de psicóticos. Logo em seguida, surgem os testes
projetivos, primeiro com Rorschach, depois com o TAT, em seguida com Szondi, MMPI, entre
outros. Atualmente, há uma ênfase no uso de instrumentos mais objetivos, como WISC,
WAIS e RAVEN e avaliações computadorizadas, que têm oferecido novas estratégias ao
psicólogo que trabalha com psicodiagnóstico. No entanto, não bastam instrumentos
modernos para realizar um bom psicodiagnóstico. De acordo com Jurema Cunha (2000), é
importante que o psicólogo avalie quem é o público que procura este serviço e qual sua
demanda, para não correr o risco de deixar de responder a solicitação inicial do cliente. Como
é possível verificar, são muitos os aspectos a serem considerados antes de iniciar um
psicodiagnóstico. Antes de fazermos algumas considerações sobre eles, vocês têm a seguir
um exemplo de exercício sobre estas reflexões e considerações. Lembre-se, é importante
que inicie lendo o capítulo 2 do livro de CUNHA, J A e cols. Psicodiagnóstico V. Porto
Alegre. Artmed. 2000., antes de tentar resolver os exercícios deste módulo..

As afirmações abaixo abordam alguns dos aspectos conceituais do processo


psicodiagnóstico. Leia cada uma das afirmações, analise se são verdadeiras ou falsas e
depois assinale, entre as alternativas apresentadas, a que está correta.

I) Avaliação psicológica corresponde ao uso de testes psicológicos.

II) Com a avaliação psicológica, pretende-se conhecer o perfil psicológico de uma pessoa
para tomar decisões a seu respeito.

III) A avaliação científica difere da avaliação cotidiana, realizada em consultório, por utilizar
técnicas diferentes, entre elas os testes.

IV) Avaliação psicológica é um processo de investigação, que utiliza teorias e técnicas


psicológicas.

V) Psicólogos e pedagogos com especialização em psicopedagogia podem utilizar testes


psicológicos

a) As afirmativas (I), (II) e (III) são verdadeiras.

b) As afirmativas (I), (III) e (V) são falsas.

c) As afirmativas (II), (III) e (IV) são verdadeiras.


https://online.unip.br/imprimir/imprimirconteudo 1/8
02/04/2018 UNIP - Universidade Paulista : DisciplinaOnline - Sistemas de conteúdo online para Alunos.

d) As afirmativas (II), (IV) e (V) são falsas.

e) As afirmativas (III), (IV) e (V) são verdadeiras.

A alternativa correta para esta questão é a letra (b), pois só são verdadeiras as afirmativas (II)
e (IV). A (I) está incorreta porque o uso de testes psicológicos não é uma condição para
realizar uma avaliação psicológica. É possível submeter alguém a um psicodiagnóstico sem
usar testes. A (III) está incorreta porque a avaliação realizada em consultório usa técnicas
que são testadas e aprovadas cientificamente. Também está incorreta a afirmativa (V): só
pode utilizar testes psicológicos o profissional graduado em Psicologia.

A fim de dar seguimento a estas considerações, por meio deste módulo, você poderá realizar
uma revisão e verificação de seus conhecimentos sobre a caracterização do processo:
definição, objetivos, responsabilidades, além da operacionalização do processo
psicodiagnóstico. Quanto à definição, é importante ter clareza sobre o significado de cada
palavra ou frase que a constitui. De acordo com Jurema Cunha (2010) “Psicodiagnóstico é
um processo científico, limitado no tempo, que utiliza técnicas e testes psicológicos (input),
em nível individual ou não, seja para entender problemas à luz de pressupostos teóricos,
identificar e avaliar aspectos específicos, seja para classificar o caso e prever seu curso
possível, comunicando os resultados (output), na base dos quais são propostas soluções, se
for o caso.”

Vale saber que o processo psicodiagnóstico pode ter um ou mais objetivos dependendo da
solicitação, demanda e hipóteses formuladas inicialmente. O exercício que vem a seguir
ilustra as questões que poderá encontrar sobre estes assuntos, durante a realização dos
exercícios deste módulo.

O processo psicodiagnóstico pode ter vários objetivos que variam dependendo da


complexidade das questões propostas. Assinale a afirmativa que relaciona corretamente o
principal objetivo de uma avaliação psicológica clínica e sua especificação:

a) A classificação simples compara a amostra do comportamento do examinando com


resultados da população em geral.

b) A descrição testa hipóteses iniciais utilizando critérios diagnósticos como os da CID-10.

c) O diagnóstico diferencial determina o nível de funcionamento da personalidade e os


relaciona com bases teóricas.

d) O prognóstico procura identificar precocemente os problemas e riscos para enfrentar


situações novas e estressantes.

e) A classificação nosológica visa, principalmente, determinar o provável curso da


problemática do examinando.

https://online.unip.br/imprimir/imprimirconteudo 2/8
02/04/2018 UNIP - Universidade Paulista : DisciplinaOnline - Sistemas de conteúdo online para Alunos.

A alternativa correta a esta questão corresponde a letra (a). A avaliação psicológica que visa
uma classificação simples compara os resultados do examinando ao de outros sujeitos com
condições demográficas equivalentes. Todas as outras alternativas estão incorretas porque
suas especificações não são verdadeiras. A especificação da afirmativa (b) corresponde à
classificação nosológica; a (c) retrata as especificações do entendimento dinâmico; a (d) se
refere à prevenção e a alternativa (e) ao diagnóstico diferencial.

A leitura complementar indicada possibilitará uma breve revisão histórica da psicometria,


especialmente relacionada ao conceito de inteligência. Apesar de o tema principal deste
módulo ser o processo psicodiagnóstico, o desenvolvimento histórico do conceito de
inteligência confunde-se um pouco com o desenvolvimento histórico do psicodiagnóstico. Por
esta razão, vale revisá-lo. Para tanto leia ALMEIDA, L.; GUISANDE, A.; PRIMI, R., E
FERREIRA, A., Construto e medida da inteligência: contributos da abordagem fatorial
em PRIMI, R; ALMEIDA, LS; CANDEIAS, A; ROAZZI, A., Inteligência: Definição e medida
na confluência de múltiplas concepções. São Paulo. Casa do Psicólogo. 2008. Cap.2

Exercício 1:

Os testes são instrumentos nem bons e nem maus em sua essência. A sua aplicação
depende do uso que se faz dele. Assinale a alternativa INCORRETA:

A)

Os testes retratam as diferenças individuais que já existem e que se manifestam com mais ou
menos intensidade no dia a dia da pessoa

B)

Para cumprir seus objetivos, a avaliação psicológica apresenta algumas dimensões, tais
como o conhecimento prático das condições de aplicação e conhecimento da teoria
psicológica subjacente ao teste.

C)

As condições de padronização de um teste garantem que diferentes pessoas sejam


comparadas através de uma mesma medida.

D)

As conclusões a que se chega a partir de um teste dependem fundamentalmente da teoria


em que este se baseia.

E)
https://online.unip.br/imprimir/imprimirconteudo 3/8
02/04/2018 UNIP - Universidade Paulista : DisciplinaOnline - Sistemas de conteúdo online para Alunos.

O conteúdo do teste não deve vir a público, pois perde sua capacidade de medida e os
escores são facilmente falseados.

Comentários:

Essa disciplina não é ED ou você não o fez comentários

Exercício 2:

De acordo com as resoluções 25/2001 e 002/2003 do Conselho Federal de Psicologia, os


testes psicológicos:
I- São instrumentos de avaliação de características psicológicas, de uso privativo do
psicólogo.
II- Têm por objetivo diagnosticar deficiências mentais em crianças e adolescentes e devem
ser aplicados mediante solicitação médica.
III- Ainda que não haja uma definição clara dos seus objetivos, o teste psicológico pode ser
utilizado pelo psicólogo, o qual, neste caso, determinará o construto a ser verificado
IV- Cada psicólogo que utilizar o teste poderá determinar sua forma de aplicação conforme
seu ambiente de trabalho e seu contexto de atuação.
V- Cada teste psicológico deverá, necessariamente, ser acompanhado por um manual, cujo
conteúdo obrigatório consiste tão somente na fundamentação teórica do construto medido
pelo teste.
Assinale a alternativa correta:

A)

Somente o item I está correto.

B)

Somente o item II está correto.

C)

Somente o item III está correto.

D)

Somente o item IV está correto.

E)

Somente o item V está correto.

Comentários:
https://online.unip.br/imprimir/imprimirconteudo 4/8
02/04/2018 UNIP - Universidade Paulista : DisciplinaOnline - Sistemas de conteúdo online para Alunos.

Essa disciplina não é ED ou você não o fez comentários

Exercício 3:

Segundo a Resolução n.002/2003 do CFP, os testes psicológicos constituem-se


em um método de uso privativo do psicólogo. De acordo com esta afirmação,
escolha a alternativa INCORRETA:

A)

Os testes psicológicos são procedimentos científicos sistemáticos, segundo


padrões definidos de construção, que são utilizados por profissionais que
trabalham com avaliação.

B)

Para interpretar os resultados dos testes e elaborar laudos, é indispensável que o


profissional conheça a fundamentação teórica, validade e características da
população normatizadas para este instrumento.

C)

O psicólogo é capacitado a escolher, entre os instrumentos padronizados


disponíveis, aquele(s) que melhor subsidiar à tomada de decisões.

D)

A formação teórica-prática do psicólogo fornece subsídios para que ele possa


interpretar os dados que estão sendo avaliados.

E)

O psicólogo não se limita ao uso de um único método, mas tende a aliar enfoques
quantitativos e qualitativos, conseguindo testar a consistência e a fidedignidade
dos dados.

Comentários:

Essa disciplina não é ED ou você não o fez comentários

Exercício 4:

A qualidade de um teste diagnóstico pode ser medida pelas taxas de verdadeiro-positivo entre os
doentes e verdadeiro-negativo entre os não doentes. No processo de adaptação para o Brasil de
uma escala de detecção de sintomas fóbicos, percebeu-se que tal instrumento era capaz de
detectar muitos casos verdadeiro-positivos e também muitos casos falso-positivos. Levando em
conta esse dados, analise as afirmativas abaixo e assinale a correta.
https://online.unip.br/imprimir/imprimirconteudo 5/8
02/04/2018 UNIP - Universidade Paulista : DisciplinaOnline - Sistemas de conteúdo online para Alunos.

A)

O teste apresenta boa especificidade, mas não apresenta boa sensibilidade

B)

O teste apresenta boa sensibilidade, mas não apresenta boa especificidade

C)

O teste não apresenta bons índices de sensibilidade e nem de especificidade

D)

O teste apresenta boa sensibilidade e boa especificidade.

E)

O teste não é válido.

Comentários:

Essa disciplina não é ED ou você não o fez comentários

Exercício 5:

Os instrumentos de medida devem passar por rigorosos processos psicométricos que atestem sua
validade e confiabilidade. O resumo abaixo diz respeito ao processo de adaptação cultural e
validação de um instrumento que avalia demandas de atenção dirigida. Os resultados indicam que
o instrumento apresenta boas qualidades psicométricas. O Resumo mostra o tipo de validação
realizado, bem como, que o instrumento NÃO APRESENTA determinado erro de mensuração. Leia o
resumo e identifique a alternativa que mostra essas duas informações corretamente

GUIRARDELLO, Edinêis de Brito. Adaptação cultural e validação do instrumento demandas de


atenção dirigida. Rev. esc. enferm. USP[online]. 2005, vol.39, n.1, pp. 77-84

"Este estudo tem como objetivos traduzir e validar o instrumento Requirement for Directed
Attention (RDA), desenvolvido por Guirardello, para a cultura brasileira. É um instrumento
composto de 39 itens que aborda situações no ambiente de trabalho de unidades de cuidados
críticos e médico-cirúrgica que demandam atenção dirigida do enfermeiro. O procedimento
metodológico constituiu nas etapas de: a) tradução do instrumento para a língua portuguesa; b)
back-translation; c) avaliação por um grupo de juízes e d) pré-teste da versão final do instrumento.

https://online.unip.br/imprimir/imprimirconteudo 6/8
02/04/2018 UNIP - Universidade Paulista : DisciplinaOnline - Sistemas de conteúdo online para Alunos.

O instrumento na versão em Português foi aplicado a um grupo de 44 enfermeiros. Os dados


resultaram em alta consistência interna para o total dos itens (a = 0,91) e para os domínios:
Ambiente Físico (a = 0,78), Psicológico (a = 0,85) e Comportamental (a = 0,80). Apenas o domínio
Informação obteve um a de 0,12. Esses resultados sugerem que a versão em Português do RDA
pode ser usada para avaliar as demandas de atenção do enfermeiro."

A)

validade de conteúdo, erro de amostragem de conteúdo

B)

validade concorrente, erro de inconsistência entre os itens

C)

validade de conteúdo, erro de amostragem de tempo

D)

validade de conteúdo, erro de inconsistência entre os itens

E)

validade discriminante, erro de amostragem de conteúdo

Comentários:

Essa disciplina não é ED ou você não o fez comentários

Exercício 6:

(Fonte: Provão 2000) O parâmetro básico da qualidade de um teste psicológico se chama validade.
Entre as opções apresentadas a seguir, não constitui um tipo de validade considerada em testes
psicológicos a:

A)

concorrente.

B)

https://online.unip.br/imprimir/imprimirconteudo 7/8
02/04/2018 UNIP - Universidade Paulista : DisciplinaOnline - Sistemas de conteúdo online para Alunos.

recorrente.

C)

preditiva.

D)

de construto.

E)

de conteúdo.

Comentários:

Essa disciplina não é ED ou você não o fez comentários

https://online.unip.br/imprimir/imprimirconteudo 8/8