Você está na página 1de 7

AÇÃO DE DECLARATÓRIA DE INEXISTÊNCIA DE RELAÇÃO

JURÍDICO –TRIBUTÁRIA (ADIRJT)

 Cabimento: contra qualquer exigência indevida antes do lançamento ou da


lavratura do Auto de Infração e Imposição de Multa (AIIM).
Objetiva a obtenção de “certeza jurídica” quanto à existência ou inexistência do
fato e das consequências jurídicas com ele relacionadas.
o Em matéria tributária: geralmente pede-se a declaração da
inexistência da relação jurídico-tributária que ensejaria a cobrança
do tributo (ex. invalidação da norma em que se funda a
pretensão).
o Assim, busca-se a declaração judicial de inexistência de
obrigação tributária, alegando-se, para tanto, a ilegalidade ou
inconstitucionalidade da exação que se pretende exigir, diante do
direito tributário material e do direito constitucional.
Observações:
1. Quando cabível a ADIRJT também é possível, em regra, a impetração
do MS Preventivo.
Ex: Prefeito majora tributo municipal por Decreto. Como ainda não houve o
lançamento tributário, ou seja, a cobrança do tributo, o Autor tem a opção entre
duas ações para que seja declarada a inexistência da relação jurídico-tributária:
Ação Declaratória de Inexistência de Relação Jurídico-Tributária ou Mandado
de Segurança Preventivo.
2. Caso o problema apresentado mencione ser preciso optar pela medida
ou ação mais célere e menos onerosa ao Cliente, não há escolha. Neste caso
a ação cabível será o Mandado de Segurança. Outrossim, se houver
necessidade de produção de provas para a demonstração do direito, também
não haverá a opção entre as duas ações. Nesta hipótese deverá ser proposta a
ADIRJT, já que no procedimento do Mandado de Segurança (Lei nº 12.016/09)
não há dilação probatória.
3. É a ação pertinente quando o tributo é lançado por homologação e ainda
não houve a lavratura do Auto de Infração e Imposição de multa (AIIM). Se a
espécie tributária estiver sujeita ao lançamento por homologação e já lavrado o
AIIM será caso de AADF (Ação Anulatória de Débito Fiscal).

1
 Fundamento: art. 19, inciso I, do CPC/15.
Art. 19. O interesse do autor pode limitar-se à declaração:

I - da existência, da inexistência ou do modo de ser de uma relação


jurídica;

II - da autenticidade ou da falsidade de documento.

 Procedimento: arts. 300, 319 e seguintes do CPC/15 (Processo de


Conhecimento – rito comum).

 Tutela Provisória de Urgência Antecipada: art. 300 do CPC/15.


Art. 294. A tutela provisória pode fundamentar-se em urgência ou
evidência.
Parágrafo único. A tutela provisória de urgência, cautelar ou
antecipada, pode ser concedida em caráter antecedente ou
incidental.

Art. 300. A tutela de urgência será concedida quando houver


elementos que evidenciem a probabilidade do direito e o perigo de
dano ou o risco ao resultado útil do processo.

§ 1o Para a concessão da tutela de urgência, o juiz pode, conforme


o caso, exigir caução real ou fidejussória idônea para ressarcir os
danos que a outra parte possa vir a sofrer, podendo a caução ser
dispensada se a parte economicamente hipossuficiente não puder
oferecê-la.

§ 2o A tutela de urgência pode ser concedida liminarmente ou


após justificação prévia.

§ 3o A tutela de urgência de natureza antecipada não será concedida


quando houver perigo de irreversibilidade dos efeitos da decisão.

 Terminologia: Autor/Réu – PROPOR.


 Sentença: de procedência – meramente declaratória (declaratória
negativa – quando se requer a declaração da inexistência da relação
jurídico-tributária).

2
 Estrutura da peça: sem epígrafe, qualificação completa, fatos, direito
(fundamento jurídico), tutela provisória de urgência antecipada, pedidos
e valor da causa.
Observações:
1. Pedido de concessão da Tutela Provisória de Urgência Antecipada (TA):
art. 300 do CPC.
a) A concessão da tutela antecipada, nos termos do artigo 151, inciso V, do
Código Tributário Nacional, suspende a exigibilidade do crédito tributário.
Cuidado: como na hipótese de cabimento da ADIRJ ainda não houve o
lançamento (crédito tributário ainda não foi constituído), o pedido de tutela
antecipada será para suspender a exigibilidade do crédito tributário, uma vez
ocorrido o lançamento.
b) Requisitos da Tutela Provisória de Urgência Antecipada (vide art. 300 do
CPC/15):
b.1) probabilidade do direito (Equivale ao fumus boni iuris. Trata-se do direito
alegado no fundamento jurídico da peça);
b.2) o perigo de dano ou o risco ao resultado útil do processo (Equivale ao
periculum in mora. Seria o risco de ocorrer o lançamento de ofício ou a
lavratura do Auto de Infração e Imposição de Multa (AIIM), exigindo-se o
pagamento do crédito tributário então constituído. Contribuinte não conseguirá
manter a regularidade fiscal enquanto pendente de julgamento a ação, caso
não seja concedida a TA);
2. Fundamento Jurídico: deve-se demonstrar a razão da declaração de
inexistência da relação com uma conclusão no final desse tópico (vide modelo
de ADIRJT);
3. Pedido: um dos pedidos será o de citação da Fazenda Pública ou Ré
para contestar a ação, já que em matéria tributária só é possível transação se
houver lei autorizativa. Assim, em regra, não é possível que a Fazenda Pública
seja citada para participar duma audiência de conciliação ou mediação (vide
art. 335 do CPC/15).
4. Valor da Causa: valor estimado do tributo (normalmente ainda não existe
um valor definido porque ainda não houve o lançamento, salvo quando o tributo
é fixo).

3
MODELO DE AÇÃO DE DECLARATÓRIA DE INEXISTÊNCIA DE RELAÇÃO
JURÍDICO –TRIBUTÁRIA
ABC LTDA desenvolve a atividade de fabricação de aparelhos eletrônicos, conforme
previsto em seu contrato social anexo à presente (doc.), o que caracteriza fato gerador
para o recolhimento de diversos tributos, dentre eles o Imposto Sobre Produtos
Industrializados – IPI.
A União Federal, na data xx/xx/xx, majorou a alíquota do Imposto Sobre Produtos
Industrializados por meio do decreto nº xxxxxx, para a atividade desenvolvida pela
autora no Estado de São Paulo. Como advogado tome a medida judicial para a defesa
dos interesses da ABC LTDA.

Art. 109. Aos juízes federais compete processar e julgar:

I - As causas em que a União, entidade autárquica ou empresa pública federal forem


interessadas na condição de autoras, rés, assistentes ou oponentes, exceto as de falência, as
de acidentes de trabalho e as sujeitas à Justiça Eleitoral e à Justiça do Trabalho;

1. União (parte, ré) empresa pública, autarquia, competência federal independente do


tributo, deslocamento de competência.
2. Competência do Tributo.

Endereçamento - observar se o tributo é da competência Federal, Estadual,


Distrital ou Municipal (veja modelo de endereçamento das ações ordinárias).

Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz Federal da ____ Vara Cível da Subseção


Judiciária de São Paulo,
Pular 5 linhas
ABC LTDA, portadora do Cadastro Nacional de
Pessoa Jurídica (CNPJ) nº xxxxxxx, endereço eletrônico, com sede na
nº xxxxxxx, Bairro, Cidade – Estado, Cep nº xxxxxxx, por intermédio de seu
representante legal Sr. xxxxxxx, nacionalidade, estado civil, profissão, inscrito
no Cadastro de Pessoas Físicas nº xxxxxxx, portador da Cédula de Identidade
(RG) nº xxxxxxx, por meio de seu Advogado que esta subscreve, vem,
respeitosamente, perante Vossa Excelência propor
Pular 1 linha
Ação Declaratória de Inexistência de Relação Jurídico-Tributária com Pedido
de Tutela Provisória Antecipada
Pular 1 linha
em face da União Federal, na figura de seu representante legal, com endereço
na rua xxxxxxx nº xxxxxxx, Bairro, Cidade – Estado, Cep nº xxxxxxx, com

4
fundamento nos artigos 19, inciso I, 300, 319 e seguintes, todos do Código de
Processo Civil, de acordo com as razões de fato e de Direito a seguir expostas:
Pular 1 linha
I – DOS FATOS: 2 paragrafos minm
A autora desenvolve a atividade de fabricação de aparelhos eletrônicos,
conforme previsto em seu contrato social anexo à presente (Doc.), o que
caracteriza fato gerador para o recolhimento de diversos tributos, dentre eles o
Impostos Sobre Produtos Industrializados - IPI.
A União Federal, na data de xx/xx/xx, majorou a alíquota do Imposto de
Produtos Industrializados por meio do Decreto nº xxxxxx, para atividade
desenvolvida pela a autora no Estado de São Paulo.
Pular 1 linha
II – DO FUNDAMENTO JURÍDICO: 4 paragrafos, norma
Pular 1 linha
(Trazer a norma relacionada com o direito). A Constituição Federal proíbe,
conforme o disposto no Art. 151, I, seja instituído pela União tributo que não
seja uniforme em todo o território nacional. Assim o referido decreto majora o
tributo, tornando-o não uniforme para o Estado de São Paulo.
(Relatar os fatos jurídicos). O presente decreto é dessa forma inconstitucional,
inexistindo a relação jurídico-tributária para que possa ser exigida e aplicada
alíquota do imposto sobre os produtos industrializados majorada.

(Subsumir os fatos à norma/direito).

(Citar enunciados de Súmulas aplicáveis ao


caso).
Neste sentido o enunciado da Súmula n. do
Supremo Tribunal Federal/Superior Tribunal de Justiça:
“.........................................................................
..........................................................................
..........................................................................
.........................................................................”

(Fazer parágrafo conclusivo).

5
Sendo assim, face a inconstitucionalidade (ou
ilegalidade) demonstrada deve ser declarada a inexistência de relação jurídico-
tributária. (modelo de parágrafo conclusivo)
Pular 1 linha
III – DA TUTELA PROVISÓRIA DE URGÊNCIA ANTECIPADA: (É preciso
demonstrar a presença dos seus requisitos)
Pular 1 linha
De acordo com o artigo 300 do Código de Processo
Civil são pressupostos autorizadores da tutela provisória de urgência
antecipada: a probabilidade do direito e o perigo de dano ou o risco ao
resultado útil do processo.

A concessão da tutela antecipada justifica-se, pois ...


(mencionar o direito que está sendo ameaçado. Deve ser o mesmo do
fundamento jurídico) demonstra a probabilidade do direito do(a) Autor(a).

O perigo de dano ou o risco ao resultado útil do


processo decorre .... (demonstrar o motivo da urgência. Ex. o(a) Autor(a)
precisa manter sua regularidade fiscal e, caso não efetue o pagamento do
tributo, estará sujeito a inscrição do débito em dívida ativa).

Posto isto, uma vez evidente a presença dos


pressupostos ensejadores do provimento emergencial e diante da inexistência
do perigo de irreversibilidade dos efeitos da decisão, deve a presente medida
ser concedida para suspender a exigibilidade do crédito tributário diante da
realização do lançamento (art. 151, inciso V, do CTN). (modelo de parágrafo
conclusivo para TA)
Pular 1 linha
IV – DO PEDIDO:
Diante do exposto, requer a Vossa Excelência:
a) a concessão da tutela provisória de urgência antecipada para suspender a
exigibilidade do crédito tributário, uma vez efetuado o lançamento tributário,
nos termos do artigo 300 do Código de Processo Civil e artigo 151, inciso V, do
Código Tributário Nacional;

6
b) a citação da Ré, na figura de seu representante legal, para contestar a
presente ação;
c) a procedência do pedido, com a declaração da inexistência da relação
jurídico-tributária;
d) a condenação da Ré ao ressarcimento das custas processuais e honorários
advocatícios, nos termos do artigo 85, § 3º, do Código de Processo Civil;
e) a não realização de audiência de conciliação, nos termos do artigo 319,
inciso VII, do Código de Processo Civil;
f) a produção de todos os meios de prova em direito admitidos.
Pular 1 linha
IV – DO VALOR DA CAUSA:
Pular 1 linha
Dá à causa o valor de R$ (valor por extenso).
Pular 2 linhas
Termos em que,
pede deferimento.
Pular 2 linhas
Local, data.

_______________________________
ADVOGADO
OAB/ n°