Você está na página 1de 1

A TRIBUNA - VITÓRIA-ES - DOMINGO - 31/08/2008

CIDADES 9

Túnel pronto em três anos JULIA TERAYAMA/AT


Esta é a estimativa de um “O túnel é a estrutura de engenharia


mais estável que existe, desde
especialista em túneis. que bem projetado”, diz o
engenheiro José Renato Prandina
Governo do Estado apresenta
estudos nos próximos dias
FLÁVIA MARTINS de mais de 50 túneis imersos
construídos pelo mundo, a base

A
construção de um túnel
imerso na baía de Vitó- é feita com estruturas pré-mol-
ria, ligando a capital a dadas de concreto.
Vila Velha, poderá ser Na proposta da arquiteta, elas
uma obra mais simples seriam construídas em um cantei-
e rápida do que se imagina. O ro de obras instalado na Ilha da
engenheiro civil João Renato Fumaça e flutuariam na água até
Prandina, que é mestre em geo- o ponto de onde sairia o túnel, pró-
técnica e especialista em tú- ximo ao Terminal Dom Bosco.
neis, afirmou que a edificação de- As estruturas afundariam a
mora entre dois e três anos para uma profundidade de até 30
ficar pronta. metros e seriam acomodadas
Prandina foi co-orientador do sobre uma base escavada e cober-
projeto apresentado em 2001 pe- ta de brita. Seriam necessários
la arquiteta Erika Cristine Kneib, vários blocos que, encaixados um
em seu trabalho de conclusão de no outro, formariam o túnel de
curso na Universidade Federal do 1,1 quilômetro de extensão.
Espírito Santo (Ufes). O engenheiro acredita que o
Nos próximos dias, o gover- custo da obra chegue a US$ 200
no do Estado também apresen- milhões (cerca de R$ 320 mi-
tará o resultado de um estudo lhões), valor que seria pago em
um período de 70 anos, com um
Vitória pode ter mais seis ligações
mostrando a viabilidade dessa
intervenção, dentro do plano de pedágio médio de R$ 0,60.
mobilidade para a Grande Vitó- “Mas o projeto prevê ainda que
ria, que inclui também melhorias o local onde fica o Complexo
na Terceira Ponte. Penitenciário de Vila Velha, na Assim como uma quarta liga- aponta outras áreas, como um tú- “Vitória tem um território li-
“Pensamos juntos no tema e, Glória, seja transformado numa ção com Vila Velha, Vitória tem nel que dê continuidade para a mitado e precisa buscar novas al-
em abril de 2001, a Erika apre- área comercial nobre, como é a espaço e necessidade de ganhar avenida Cesar Helal, na altura de ternativas. Em todo o mundo,
sentou essa primeira proposta pa- Enseada do Suá, em Vitória”, dis- mais seis túneis. É o que defen- Bento Ferreira, como uma via op- os túneis se mostram como uma
ra que a quarta ligação entre Vi- se Prandina. dem especialistas que partici- cional para fugir do tráfego da opção para encurtar distâncias,
la Velha e Vitória fosse através “Com 20 edifícios, de 15 pa- parão de um evento para apre- avenida Vitória. de forma segura”, ressaltou o
de um túnel imerso. Não existem vimentos, o túnel seria pago tam- sentar essa possibilidade à ci- Outro poderá ligar a Reta da engenheiro.
limites para que essa constru- bém em 70 anos, pelo Imposto dade. Penha à subida da Terceira Pon- Ele acrescentou que as obras
ção seja na água. O túnel é a es- Predial e Territorial Urbano (IP- Entre os convidados do semi- te, passando sob a Praça do Cauê. devem custar entre R$ 4 mi-
trutura de engenharia mais es- TU). Unindo pedágio e esses in- nário, que será realizado em até Da avenida Vitória, outro túnel lhões e R$ 10 milhões, na parte
tável que existe, desde que bem vestimentos, o custo da obra se- 60 dias, estarão a arquiteta e mes- cortaria morros e chegaria no Cen- estrutural. “São intervenções
projetado”, ressaltou. ria diluído em menos tempo”, tre em transportes Erika Kneib, tro, retirando o fluxo de veícu- mais baratas do que pontes e
Ele explicou que, a exemplo acrescentou o engenheiro. autora de um projeto para o tú- los da Curva do Saldanha. que não degradam os imóveis
nel imerso; o professor da Uni- Também há uma opção para no entorno, ao contrário dos
versidade de Brasília (UnB) An- a construção de um pequeno tú- viadutos”, ressaltou.
dré Assis, membro e ex-presiden- O especialista acredita ainda
COMO É FEITO O TÚNEL IMERSO te da Associação Internacional nel, segundo Prandina, ligando que as obras podem ser finan-
de Túneis; o pós-doutor em tú- o Centro a Santo Antônio. Ti- ciadas através de parcerias com
neis Roberto Kochen, que é pro- rando grande parte do fluxo das o setor privado. Além disso, de-
fessor da Universidade de São principais avenidas e melho- fende que elas podem gerar uma
Paulo (USP); e o engenheiro ci- rando o trânsito. valorização imobiliária, a exem-
vil João Renato Prandina, plo do projeto de túnel
mestre em geotécnica e ligando Vitória e Vila
especialista em túneis. Velha.
A Prefeitura de Vitó- “Ele sairia na altura
ria já apresentou projeto da Glória, seguindo um
para três, que serão cons- novo eixo de crescimen-
truídos na rodovia Sera- to pelo Canal Bigossi, a
fim Derenzi e na Leitão da rodovia Darly Santos e a
Silva. Rodovia do Sol, em dire-
As estruturas pré-moldadas de concreto, que Além desses, Prandina Desenho de túnel submerso, visto internamente ção ao Sul”.
formam o túnel imerso, são feitas em terra firme

Depois de prontas, elas bóiam na água...

...e são puxadas por balsas até o local exato


onde serão afundadas e encaixadas umas nas outras