Você está na página 1de 10

Terceira Civilização - Edição 414 - 01/02/2003 - pág.

3 - Diálogo Sobre Religião Humanística

Terceira Civilização - Diálogo Sobre Religião Humanística

(4) Estabelecendo o ensino correto para a


paz da nação
Um princípio para a concretização da estamos empreendendo atualmente.
felicidade das pessoas e de uma
sociedade pacífica Presidente Daisaku Ikeda: Daishonin diz
que “A voz executa o trabalho do Buda”
Esta é a quarta parte da série “Diálogo
(Gosho Zenshu, pág. 708.) e que “O Buda
sobre a religião humanística” publicada na
salva as pessoas pela palavra escrita”
revista de estudo mensal da Soka Gakkai,
(Gosho Zenshu, pág. 153.).
Daibyakurengue, edição de abril de 2002.
Neste diálogo, o presidente da Soka
A Lei budista ainda estaria distante da vida
Gakkai Internacional, Daisaku Ikeda, o
das pessoas se o Buda tivesse guardado a
coordenador e o vice-coordenador do
iluminação só para si. De fato,
Departamento de Estudo de Budismo da
provavelmente ela não teria tanto
Soka Gakkai, Katsuji Saito e Masaaki
significado. O fato de o Buda ter ensinado a
Morinaka, enfocam vários fatos
Lei foi o que fez com que ela brilhasse
relacionados à história do budismo e à vida
como uma luz que liberta as pessoas da
de Nitiren Daishonin de forma abrangente
escuridão do sofrimento. É por isso que
e profunda. Com certeza, este artigo
Daishonin diz: “A Lei não se propaga por si
contribuirá para facilitar a compreensão
só. Por ser propagada pelas pessoas, tanto
dos ensinamentos budistas e da filosofia
as pessoas como a Lei são dignas de
humanística que cada vez mais atrai a
respeito.” (Gosho Zenshu, pág. 856.) A
atenção das pessoas do mundo inteiro.
propagação do ensino do Buda é um
nobre empreendimento que ilumina tanto
Katsuji Saito: O próximo dia 28 de abril
a pessoa como a Lei.
marcará o 50o aniversário da publicação
de Nichiren Daishonin Gosho Zenshu
O Buda expressava-se com altruísmo para
(Obras Completas de Nitiren Daishonin).
libertar as pessoas do sofrimento. Então, os
Muito poderíamos dizer sobre o significado
discípulos compilaram seus ensinamentos
dessa realização, mas gostaria de citar
em sutras, embasados em seu próprio
algo que ainda me impressiona. Ou seja, o
comprometimento em propagar a Lei. As
fato de, na Soka Gakkai, as pessoas
palavras do sutra são as próprias palavras
comuns do mundo todo terem acesso
do Buda. De fato, os sutras são
direto às palavras de Nitiren Daishonin, o
compilações das palavras douradas
Buda dos Últimos Dias da Lei. Isso pode
surgidas da generosa dedicação do Buda
parecer natural para nós que somos
em levar a felicidade a todas as pessoas.
membros desta organização, mas creio
que provavelmente nunca houve uma
Masaaki Morinaka: Os sutras são a
revolução religiosa tal como esta que
cristalização do esforço conjunto de

Maria Antonieta Ross de Albuquerque (12651-9) / pág. 1.


Terceira Civilização - Edição 414 - 01/02/2003 - pág. 3 - Diálogo Sobre Religião Humanística

mestre e discípulo. meio à adversidade com o propósito de


conduzir as pessoas à iluminação.
Pres. Ikeda: A frase “Assim eu ouvi”, que
inicia muitos sutras, é uma expressão do No prefácio para a obra, o presidente Toda
profundo sentimento dos discípulos do escreveu: “Meu desejo e oração eternos
Buda. É como se dissessem: “Estas são as são de que esta preciosa escritura seja
palavras de meu mestre que mudaram propagada para as pessoas de toda a Ásia
minha vida.” E os sutras foram deixados e também do mundo inteiro.” Esta foi a
como um registro escrito do desejo de firme determinação que levou à
mestre e discípulo de transmitir a Lei publicação desta sagrada obra que
budista a todas as pessoas através do perdurará eternamente. Foi pelo fato de o
tempo e do espaço. presidente Toda ter se levantado com
base no grande juramento de concretizar o
Saito: É como se os discípulos do Buda Kossen-rufu, que ele conseguiu concluir os
manifestassem, nesta única e curta frase, Escritos, tornando os ensinos de Daishonin
seu sincero acordo com o ensino do acessíveis a todas as pessoas. E, nos
mestre. últimos cinqüenta anos, a obra foi lida e
estudada ampla e seriamente no mundo
Morinaka: Menosprezar a palavra escrita e inteiro.
pensar que a iluminação do Buda foi
transmitida de alguma outra forma é o As Obras Completas são naturalmente a
mesmo que desprezar tanto “a pessoa base para a tradução das escrituras de
como a Lei”. Daishonin declarou: “Se a Daishonin para outros idiomas. É um livro
palavra escrita fosse descartada, então de que deve ser propagado para todo o
que maneira o senhor realizaria o trabalho mundo. Como um texto original que
do Buda?” (Gosho Zenshu, pág. 153.) Nesse proporciona coragem às pessoas e sendo
sentido, a tentativa da seita Nikken de também uma escritura budista que instrui
ocultar a herança da Lei no misticismo sobre como transformar o destino da
transforma as pessoas que estão ligadas a humanidade, esta compilação realizada
ela em “seguidores dos demônios pelo presidente Toda será sem dúvida
celestiais e discípulos de ensinos aclamada pelas futuras gerações como o
não-budistas.” (Gosho Zenshu, pág. 153.) mais importante empreendimento editorial
do século XX. Seu significado em abrir o
Pres. Ikeda: A publicação das Escrituras de budismo para todas as pessoas “de toda a
Nitiren Daishonin nunca poderia ter sido Ásia e também do mundo inteiro” é
concretizada não fosse o profundo desejo realmente grandioso.
do segundo presidente da Soka Gakkai,
Jossei Toda, de levar a felicidade a todas Saito: As Obras Completas foram
as pessoas. Isso só foi possível graças ao traduzidas, total ou parcialmente, para
seu juramento de deixar uma compilação muitas das principais línguas do mundo,
exata e completa dos escritos de incluindo o inglês, o chinês, o coreano e o
Daishonin — cartas e tratados redigidos em espanhol. A luz do Sol refulge sobre as

Maria Antonieta Ross de Albuquerque (12651-9) / pág. 2.


Terceira Civilização - Edição 414 - 01/02/2003 - pág. 3 - Diálogo Sobre Religião Humanística

pessoas e não pode ser comprada para atingir um estado de vida mais
tampouco monopolizada por uma só elevado e, conseqüentemente, para criar
pessoa. um movimento significativo de “reforma
educacional” que beneficiará toda a
Morinaka: Infelizmente, Nikken e seus humanidade.
colegas esqueceram-se completamente
desta lógica. Enquanto as pessoas de Pres. Ikeda: Os escritos de Daishonin
todas as partes estão se aquecendo sob o contêm uma filosofia universal suprema
radiante sol dos ensinos de Daishonin, que as pessoas de todos os lugares estão
Nikken continua aninhado em sua caverna sinceramente buscando. Esses escritos
escura e primitiva, proclamando que trazem diretrizes que iluminam o futuro e
somente ele possui o “sol” secreto e que estão cheias de mensagens de esperança
portanto deve ser reverenciado. que revitalizam aqueles que a perderam. E
contêm uma sabedoria que enriquece a
Pres. Ikeda: O “segredo” de Aquele que vida das pessoas, incentivo que as incita a
Chegou à Verdade1 exposto no 16o entrar em ação e benevolência que
capítulo do Sutra de Lótus, “Revelação da conduz todos à felicidade. Além disso,
Vida Eterna do Buda”, é assim chamado estão repletas de coragem para combater
porque não havia sido exposto nos ensinos as forças negativas e possuem a afiada
pré-Sutra de Lótus e até então somente o espada da razão que pode derrotar a
Buda sabia de sua existência. Isso não é natureza maligna inerente na vida.
absolutamente algo que deva permanecer Possuem a paixão que alimenta o avanço,
oculto, ou que sirva para alimentar a a sinceridade que acalenta a consideração
vaidade de alguém. O capítulo “Revelação dos outros, a forte convicção que dissipa a
da Vida Eterna do Buda” desvendou esse ilusão e os princípios de liderança que
“segredo” para todos. abrem o caminho para a vitória.

Os Três Grandes Ensinos Fundamentais2 Os escritos de Daishonin são os ensinos


ensinados por Nitiren Daishonin podem sobre a natureza humana e a vida. Servem
também ser entendidos como o grandioso como um espelho que reflete a realidade
ensino revelado por Daishonin com a da vida diária e da existência humana e nos
finalidade de possibilitar as pessoas a permitem ver com clareza a sociedade e o
praticarem diretamente a “lei do tempo mundo natural. Além do mais, esclarecem
sem início” oculta nas profundezas do a prática budista que conduz à felicidade e
capítulo “Revelação da Vida Eterna do à construção da paz.
Buda”.
A Soka Gakkai irá basear-se eternamente
Saito: Agora as pessoas comuns podem ter nesses ensinos. Como estamos
acesso imediato às palavras de Daishonin, comemorando o 50o aniversário do
utilizando-as para nutrir e elevar sua lançamento dos Escritos de Nitiren
condição de vida. Viver com base nos Daishonin, vamos retornar a esse ponto
escritos de Daishonin é o caminho correto primordial e redobrar nossos esforços para

Maria Antonieta Ross de Albuquerque (12651-9) / pág. 3.


Terceira Civilização - Edição 414 - 01/02/2003 - pág. 3 - Diálogo Sobre Religião Humanística

ler e analisar o significado das palavras de escreveu com letras garrafais “um nobre
Daishonin. juramento”. Fiquei impressionado com a
maneira como ele também escreveu da
O exemplar dos Escritos de Daishonin mesma forma palavras e frases tais como
pertencente ao presidente Makiguti “todas as dificuldades”, “propagação”,
“Kossen-rufu” e “a alegria de encontrar
Saito: É uma enorme fonte de orgulho para
grandes obstáculos” em várias partes do
o Departamento de Estudo da Soka Gakkai
livro.
ter nos três primeiros presidentes
magníficos exemplos do que significa viver
Morinaka: Podemos observar que o
com base nos escritos de Daishonin. Em
presidente Makiguti lia os escritos de
minha opinião, o esplêndido
Daishonin como um verdadeiro guia para
desenvolvimento da Soka Gakkai deve-se
sua prática.
ao fato de nossos três primeiros
presidentes terem nos ensinado a essência
Pres. Ikeda: O Budismo Nitiren é uma
dos escritos de Daishonin.
“religião do Kossen-rufu”. Sem
determinação e ações concretas para
Pres. Ikeda: Examinei certa vez um
propagar a Lei Mística, o ensino de
exemplar dos escritos de Daishonin (uma
Daishonin acaba se tornando nada mais
versão publicada pela Ryogonkaku)
que palavras vazias. Durante um período
utilizado pelo primeiro presidente
de setecentos anos, certamente esse
Tsunessaburo Makiguti. Havia muitas
ensino já existia na forma de palavra
passagens importantes sublinhadas e as
escrita, mas nunca havia sido amplamente
margens estavam cheias de anotações.
propagado. Foi nosso grande predecessor,
Tsunessaburo Makiguti, quem reviveu o
Em “Abertura dos Olhos”, uma das
ensino de Daishonin de acordo com o
passagens sublinhadas era: “Se alguém
desejo expresso pelo Buda.
dissesse que o senhor [Nitiren] é o devoto
do Sutra de Lótus, então as seguintes
Nesse sentido, o surgimento da Soka
discrepâncias ficariam evidentes.” (The
Gakkai é um testemunho da validade do
Writings of Nichiren Daishonin [WND], pág.
Budismo de Nitiren Daishonin. Na época
278.) Na margem acima desse trecho
atual, o único local em que as pessoas
estava escrito “O que é um devoto?” com
podem engajar-se na prática correta do
um círculo em volta da questão.
Budismo Nitiren e entrar em contato com a
essência do espírito de Daishonin é na
Ele também destacou a passagem que diz
Soka Gakkai. Desejo fazer essa declaração
“Aqueles que os perseguem [os devotos
como a verdade solene.
do Sutra de Lótus] deverão sofrer algum
tipo de punição imediata” (WND, pág. 279.)
Saito: Essa verdade deve ser transmitida
e anotou a seguir: “A ocorrência ou a falta
para o eterno futuro. O conteúdo dos
de punição.” Sublinhou duas vezes o
sutras só será válido quando houver
trecho “Farei aqui um nobre juramento”
pessoas que pratiquem o sutra com sua
(WND, pág. 280.), e na margem ao lado

Maria Antonieta Ross de Albuquerque (12651-9) / pág. 4.


Terceira Civilização - Edição 414 - 01/02/2003 - pág. 3 - Diálogo Sobre Religião Humanística

própria vida. Sem pessoas que lutem em


prol do Kossen-rufu, os sutras serão Pres. Ikeda: Essa era sem dúvida uma das
apenas mentiras. Daishonin salienta este razões pelas quais Daishonin era com tanta
ponto em todas as suas escrituras. Em freqüência incompreendido pelo povo
certo trecho, ele diz: “Se Nitiren não tivesse japonês.
aparecido, as palavras do Buda seriam
falsas.” (WND, pág. 400.) Em outra parte, Morinaka: Em geral, aquelas pessoas
ele escreveu: consideradas como intelectuais costumam
esforçar-se para expressar suas idéias com
“Mas então me recordo dos vinte versos do uma linguagem muito complexa e indireta,
capítulo “Devoção Encorajadora” do quinto completamente desprovidas de convicção.
volume do Sutra de Lótus. Se eu, Nitiren,
não tivesse nascido nesta terra do Japão, Pres. Ikeda: O pensador japonês
então as palavras do Honrado do Mundo contemporâneo Kanzo Uchimura3 refutou
que predizem tais perseguições teriam a crítica emotiva contra Daishonin, dizendo:
sido uma grande falsidade e aqueles “Deixem que o moderno injuriador cristão
oitocentos milhões de nayutas de de Nitiren verifique se sua Bíblia não está
bodhisattvas seriam culpados de terem coberta de pó, se a recita diariamente, até
cometido a mesma ofensa que Devadatta, que ponto consegue manter
ou seja, de terem mentido e enganado os ardentemente sua inspiração, se consegue
outros.” (WND, pág. 242.) suportar a ameaça da espada e o exílio
durante quinze anos e dar sua vida por
E ainda: ela.”4

“Se não fosse pelo advento de Nitiren nos Essas palavras são características de
Últimos Dias da Lei, o Buda teria sido um Uchimura, que sempre aspirou a ser um
mentiroso e o testemunho dado por Muitos homem de convicção religiosa autêntica e
Tesouros e pelos budas das dez direções intrépida. Ele questionava duramente se as
teria sido falso. Nos mais de 2230 anos pessoas que abraçavam uma religião sem
desde o falecimento do Buda, Nitiren é a um real compromisso, deixando sua Bíblia
única pessoa em toda a terra de coberta de pó, tinham o direito de criticar
Jambudvipa que cumpriu as palavras do alguém que enfrentou constantes
Buda.” (WND, pág. 997.) perseguições voluntariamente em exato
acordo com as escrituras budistas.
Morinaka: Infelizmente, parece que os
japoneses realmente abominam esse tipo Saito: Em outras palavras, antes de criticar
de declaração! As pessoas que dizem os outros, a pessoa deve observar a si
claramente o que pensam tendem a ser própria. São muito poucos os japoneses
consideradas como petulantes e são com que chegariam a ponto de fazerem uma
freqüência tratadas com menosprezo. Isso, autocrítica.
provavelmente, tenha algo a ver com a
mentalidade estreita de muitos japoneses.

Maria Antonieta Ross de Albuquerque (12651-9) / pág. 5.


Terceira Civilização - Edição 414 - 01/02/2003 - pág. 3 - Diálogo Sobre Religião Humanística

Pres. Ikeda: Parece que havia o mesmo


tipo de crítica desenfreada na época de O Budismo de Daishonin começa e
Daishonin. Houve algumas pessoas que o termina com o Rissho Ankoku Ron
chamavam de “sacerdote extremamente
Saito: É exatamente esse o ponto que
arrogante” por ter declarado que, se não
gostaria de discutir nesta oportunidade. De
fosse por ele, Sakyamuni teria sido um
todos os tratados e escritos de Daishonin,
mentiroso. A refutação que Daishonin faz
creio que “A Tese sobre o Estabelecimento
dessas críticas é muito satisfatória.
do Ensino Correto para a Paz da Nação” é o
mais conhecido. A obra é citada em livros
Morinaka: Há muitos trechos de seus
didáticos do ensino secundário no Japão e
escritos em que ele faz isso. Por exemplo:
figurou em segundo lugar em uma
pesquisa realizada pelo jornal Yomiuri
“Pergunta: O senhor é um sacerdote
Shimbun (de 9 de outubro de 2000), para
extremamente arrogante, muito mais que
saber qual era “o mais importante escrito
Mahadeva ou Sunakshatra. O senhor não
japonês que deveria ser legado ao século
acha?
XXI”. Mas, ao mesmo tempo, creio que não
há nenhum princípio mais incompreendido
“Resposta: Insultar Nitiren é uma ofensa
pelos japoneses que o revelado nesse
ainda mais grave que as de Devadatta ou
escrito.
Vimalamitra. Minhas palavras podem soar
arrogantes, mas meu único objetivo é
Morinaka: Embora Uchimura tivesse
cumprir as predições do Buda e revelar a
aclamado a capacidade de Nitiren
verdade de suas palavras. Quem mais em
Daishonin de suportar as perseguições por
todo o Japão, a não ser Nitiren, pode ser
causa de suas crenças, ele também
chamado de devoto do Sutra de Lótus? Ao
criticou seus métodos de admoestação
denunciar Nitiren, o senhor transforma as
apresentados no Rissho Ankoku Ron.
profecias do Buda em mentiras. Nesse
Uchimura escreveu: “O tratado é, em sua
caso, não é o senhor que está
totalidade, um grito de guerra, uma
demonstrando uma perversidade
declaração de guerra das mais
extrema?” (WND, págs. 400–401.)
determinadas que, se fosse levada até o
final, poderia ter um só desenlace: a
Pres. Ikeda: Esta grande convicção é a
extinção de sua escola religiosa, ou de
essência do Budismo Nitiren. Daishonin
todas as demais. É um entusiasmo difícil
está de fato declarando: “Porque o Sutra
de diferenciar da loucura.” E ele concluiu:
de Lótus existe, eu existo. E porque eu
“Tirando seu ímpeto combativo, Nitiren é
existo, o Sutra de Lótus existe.”
nosso ideal de homem religioso.”6
A Soka Gakkai tem uma ligação direta com
Pres. Ikeda: Como já mencionamos
Daishonin. Os escritos de Daishonin
anteriormente, Daishonin empreendeu
demonstram a validez da Soka Gakkai e a
uma luta para proteger a Lei a fim de
Soka Gakkai comprova a veracidade dos
transformar os Últimos Dias, cheios de
escritos de Daishonin.
conflito, e capacitar todas as pessoas a

Maria Antonieta Ross de Albuquerque (12651-9) / pág. 6.


Terceira Civilização - Edição 414 - 01/02/2003 - pág. 3 - Diálogo Sobre Religião Humanística

manifestarem sua natureza de Buda e Pres. Ikeda: O que quer dizer “estabelecer
construir assim uma era de felicidade e de o ensino correto” e a “paz da nação”? O que
paz para toda a humanidade. Sua significa especificamente o “ensino
dedicação abnegada em proteger o correto”? E o que quer dizer “estabelecer”
correto ensino e seu forte espírito de este ensino? A que “terra” se refere?
benevolência pelas pessoas não lhe deram
outra escolha a não ser engajar-se nessa Por mais de setecentos anos este tratado
batalha. foi lido por muitas pessoas que, embora
tenham aparentado compreender seu
Nem é preciso dizer que seu estado de significado, na verdade entenderam de
vida era vasto e ilimitado. Foi por causa de forma totalmente errada estas questões
sua profunda benevolência pelas pessoas fundamentais. Compreender o verdadeiro
que ele combateu tão ferozmente a significado de “estabelecer o correto
natureza maligna inerente na vida. Foi por ensino para a paz da nação” é valorizar o
ele ter buscado transformar significado do movimento promovido pela
fundamentalmente a época que Soka Gakkai e pela SGI.
transcendeu a própria época.
Além do mais, uma imagem correta do
Muito poucos intelectuais do passado significado fundamental de “estabelecer o
conseguiram compreender de forma ensino correto para a paz da nação”
acurada e discutir adequadamente a revelará claramente o Budismo Nitiren
essência do pensamento pacifista de como uma religião humanística para guiar
Daishonin. a sociedade no presente e no futuro.
Vamos, portanto, considerar essas
Saito: Nossa interpretação do Rissho questões com o objetivo de confirmar o
Ankoku Ron será um ponto crucial para que significa viver “com base nos escritos
analisarmos o humanismo que caracteriza de Daishonin”.
o Budismo Nitiren, um dos temas centrais
desta série. Saito: Sempre me pedem para esclarecer o
significado do conceito de que toda a vida
Morinaka: De fato, quando o conceito do de propagação de Daishonin começa e
ensino correto para a paz da nação” termina com esse tratado.
sustentada pela Soka Gakkai, que tem se
dedicado a cumprir o nobre juramento e a Pres. Ikeda: Uma explicação é que a vida
prática do Kossen-rufu, for totalmente de Daishonin estava em grande parte
esclarecido, a idéia equivocada que muitos centrada neste tratado. Isto é, concretizar o
têm de Nitiren como uma personalidade princípio do “estabelecimento do ensino
nacionalista mudará e o Budismo de correto para a paz da nação” foi o objetivo
Daishonin irá expandir-se ainda mais, fundamental de seus esforços de
tornando-se uma religião mundial. propagação.

Maria Antonieta Ross de Albuquerque (12651-9) / pág. 7.


Terceira Civilização - Edição 414 - 01/02/2003 - pág. 3 - Diálogo Sobre Religião Humanística

Morinaka: Gostaria de resumir a vida de luta de propagação de Daishonin também


Daishonin a partir desse ponto de vista. sofreu uma grande mudança.
Daishonin estabeleceu seu ensino no dia
28 de abril de 1253. Começou nesse dia sua Morinaka: Sim. As relações entre Daishonin
luta para mudar a época e a sociedade e e o governo militar tornaram-se cada vez
para conduzir todas as pessoas à mais tensas a partir de 1268. Esse foi o ano
iluminação. Sete anos depois, no dia 16 de em que chegou uma carta oficial exigindo
julho de 1260, ele apresentou ao governo a que o Japão reconhecesse lealdade ao
“Tese sobre o estabelecimento do ensino Império Mongol. Na realidade, isso era um
correto para a paz da nação”. sinal de que a predição da invasão
estrangeira estava para ser cumprida.
Pres. Ikeda: Pode-se dizer que esse
protesto feito ao governante da época Pres. Ikeda: Na carta “As ações do devoto
marcou o verdadeiro início da batalha de do Sutra de Lótus” (ou “Sobre o
Daishonin para transformar a época e a comportamento do Buda”), percebemos
sociedade. que, logo depois que essa carta chegou,
houve um debate entre os poderosos no
Saito: Por isso se diz que toda sua vida de governo para decidir o que deveria ser
propagação começa com esse tratado. feito com Daishonin e seus seguidores.9

Morinaka: As perseguições que Daishonin Morinaka: Quando ocorreu a Perseguição


sofreu intensificaram-se a partir do de Tatsunokuti, em 12 de setembro de
momento em que ele enviou essa tese às 1271, Daishonin voltou a declarar, desta vez
autoridades. No mês seguinte, em 27 de na frente de Hei no Saemon,10 o oficial
agosto de 1260, um grupo de seguidores que viera para prendê-lo, que se
da Nembutsu atacou a morada de derrubasse o “pilar do Japão” provocaria
Daishonin em Matsubagayatsu, Kamakura, infalivelmente os dois desastres preditos
com o propósito de matá-lo. Um ataque (cf. WND, pág. 579).
como esse não teria sido possível sem o
respaldo de figuras políticas influentes. Enquanto cumpria seu exílio na Ilha de
Sado, tal como havia declarado,
No dia 12 de maio do ano seguinte, sucederam as revoltas lideradas por Hojo
Daishonin foi exilado em Izu. Acredita-se Tokisuke,11 cumprindo sua predição da
que essa perseguição ocorreu porque ocorrência de lutas internas. Então, pouco
Hojo Shiguetoki, pai do sexto regente Hojo depois de Daishonin ter sido perdoado, a
Nagatoki7 e praticante fervoroso da primeira invasão mongol ocorreu,
Nembutsu, havia ficado furioso pelo cumprindo sua predição de invasão
conteúdo da tese. estrangeira. Houve ainda uma segunda
tentativa de invasão mongol em 1281, um
Pres. Ikeda: Com a concretização dos dois ano antes do falecimento de Daishonin.
desastres de lutas internas e de invasão
estrangeira8 preditas nesse documento, a

Maria Antonieta Ross de Albuquerque (12651-9) / pág. 8.


Terceira Civilização - Edição 414 - 01/02/2003 - pág. 3 - Diálogo Sobre Religião Humanística

Pres. Ikeda: Esses dois desastres poderiam integrantes do budismo. Podemos dizer
ser definidos como “guerra civil” e “invasão que esse conceito também está presente
armada”. Não há nada mais trágico do que no Budismo de Sakyamuni, e mais, é um
a guerra. Ela destrói o cotidiano das ideal a que todas as religiões deveriam
pessoas. Para concretizar a paz e a aspirar. Portanto, é o caminho que permite
segurança da humanidade, a guerra deve estabelecer o ensino correto para a paz da
ser evitada a todo custo — essa foi a nação.
advertência feita por Daishonin com toda a
sinceridade. O Rissho Ankoku Ron em termos de
indivíduo e de sociedade
No Rissho Ankoku Ron, Daishonin pede ao
Saito: Por que o conceito de “estabelecer o
governo que adote o caminho para evitar a
ensino correto para a paz da nação” tem
guerra antes que seja tarde demais. Mas,
sido objeto de tantas interpretações
infelizmente, suas palavras foram
errôneas?
ignoradas. Por esse motivo, Daishonin
confiou a seus discípulos a realização de
Pres. Ikeda: Dois motivos podem ser
seu grande desejo. Antes de falecer,
citados. Primeiro, o princípio de
Daishonin proferiu uma apaixonada
“estabelecer o ensino correto” tem sido
preleção sobre esse famoso tratado.
mal interpretado pelas pessoas como
formadora de sectarismo. Nesse contexto,
Saito: Consta em registros que essa
esse princípio pode ser visto como
preleção foi proferida na residência dos
sinônimo de unificação religiosa de um
irmãos Ikegami (onde hoje localiza-se o
país.
bairro de Ota, Tóquio), em 25 de setembro
de 1282, somente duas semanas antes de
Segundo, o conceito de “paz da nação”
Daishonin falecer. Isso significa que toda
tem sido enfocado da perspectiva da
sua vida de propagação termina com o
classe governante e não da perspectiva da
Rissho Ankoku Ron.
população. “Paz da nação” na verdade se
refere à paz, segurança e felicidade das
Pres. Ikeda: Dessa forma, a vida de
pessoas e à pacificação do lugar onde elas
Daishonin transcorreu centrada na meta de
habitam. Este é o propósito fundamental
estabelecer firmemente o ensino correto
que tem sido esquecido.
para consolidar a paz e a segurança da
nação. Aqui reside a essência do Budismo
Morinaka: Um exemplo seria o chamado
Nitiren.
“nitirenismo”, a interpretação nacionalista
de Nitiren que surgiu no Japão moderno.
Discutiremos mais sobre isso
posteriormente, porém é certo que uma
Saito: Dessa perspectiva, podemos
contemplação profunda e detalhada da Lei
concluir que uma relação distorcida entre
leva a compreender que o conceito e a
o Estado e a religião é o que origina esse
prática de “estabelecer o ensino correto
tipo de interpretação errônea do conceito
para a paz da nação” são partes
de “estabelecer o ensino correto para a

Maria Antonieta Ross de Albuquerque (12651-9) / pág. 9.


Terceira Civilização - Edição 414 - 01/02/2003 - pág. 3 - Diálogo Sobre Religião Humanística

que abraça].” (WND, pág. 581.) “Cheio de alegria, elogio a mim próprio por ter suportado
paz da nação”. Em alguns casos, houve
essa dificuldade.” (Gosho Zenshu, pág. 334.); “Se eu mencionar a mim próprio, pode
figuras religiosas que se aliaram a políticos parecer auto-elogio. No entanto, se não o fizer, cometerei a ofensa de mentir sobre as

para expandir a influência de sua escola palavras do Buda.” (WND, pág. 440.); e “Como eu proclamei isto, sou chamado de

religiosa. Em outros, foram os oficiais arrogante pelos que possuem pouca compreensão. Mas não falo com arrogância. Falo

simplesmente porque se não falasse, não seria o devoto do Sutra de Lótus. Além do
políticos que manipularam a religião para
mais, quando posteriormente minhas palavras provarem ser verdadeiras, as pessoas
reforçar seu poder sobre o povo. Quando poderão acreditar ainda mais facilmente. E porque escrevo isto agora, as pessoas do

uma relação de interesses como essa futuro reconhecerão minha sabedoria.” (WND, pág. 615.) 6. Kanzo Uchimura, op. cit., págs.

predomina entre a política e a religião, é 130–140. 7. Hojo Shiguetoki (1198–1261) e Hojo Nagatoki (1229–1264): Quando Hojo

Tokiyori (1227–1263), quinto regente do clã Hojo, adoeceu gravemente, Nagatoki foi
impossível interpretar corretamente esse
designado sexto regente interino, até que o filho de Tokiyori, chamado Tokimune,
princípio. atingisse a idade para assumir o comando. Shiguetoki, um fanático seguidor da

Nembutsu, pressionou seu filho Nagatoki a enviar Daishonin ao exílio em Izu. Pouco

Pres. Ikeda: É verdade. Sem aprofundar na depois de ter feito isso, Shiguetoki adoeceu gravemente. Todos os tipos de tratamento e

questão de qual deveria ser a relação ideal orações foram tentados, mas nenhum deu resultado. Ele faleceu em 1261. 8. Lutas

internas e invasão estrangeira: Dos sete desastres que o Sutra Mestre dos Remédios
entre o Estado e a religião, as pessoas predisse que ocorreriam nas nações que caluniassem o ensino correto, dois já haviam se

simplesmente empregam a estrutura já concretizado nos dias de Daishonin. Na “Tese sobre o estabelecimento do ensino correto

existente. Isso conduz a uma visão para a paz da nação”, Daishonin prediz que se o Japão continuasse a seguir ensinos

equivocada do significado de “estabelecer errôneos e a caluniar o ensino correto, os dois desastres restantes ocorreriam

inevitavelmente. 9. Em “As ações do devoto do Sutra de Lótus”, Daishonin diz: “Minhas


o ensino correto” e de “paz da nação”. Mas, advertências provocaram ainda mais animosidade. O Conselho Supremo do Regente se

na realidade, o princípio de “estabelecer o reuniu para decidir se eu devia ser decapitado ou banido de Kamakura, se deveriam

ensino correto para a paz da nação” revela confiscar as propriedades de meus discípulos e seguidores leigos, ou então executá-los,

a relação adequada entre o Estado e a encarcerá-los ou exilá-los a lugares remotos.” (WND, pág. 764.) 10. Hei no Saemon

(–1293): Um oficial militar do período Kamakura que serviu a dois regentes sucessivos,
religião. Hojo Tokimune e Hojo Sadatoki, e exerceu uma influência extraordinária nos assuntos

políticos e militares, como chefe interino do Departamento de Questões Policiais e


Notas: 1. No início do capítulo “Revelação da Vida Eterna do Buda”, Sakyamuni declara,
Militares. Teve uma participação decisiva nas perseguições a Nitiren Daishonin e a seus
em resposta à súplica do Bodhisattva Maitreya: “Ouça atentamente sobre o segredo do
seguidores. 11. Revoltas de Hojo Tokisuke (1272): Incidente em que Hojo Tokisuke, o
Buda e seus poderes místicos.” (LS16, pág. 225.) Sakyamuni continua a explicar que ele
meio-irmão mais velho do regente Hojo Tokimune, tentou tomar o poder. Porém,
havia sido o Buda desde o remoto passado e que embora tivesse entrado em extinção
Tokimune soube do plano e imediatamente o reprimiu, mandando matar seu irmão.
como um meio, ele na verdade sempre havia habitado este mundo saha, aparecendo

para aqueles que possuem uma forte fé na Lei Mística. No Ongui Kuden (Registro dos

Ensinos Orais), Nitiren Daishonin diz: “Mas na opinião de Nitiren e seus seguidores, a

percepção e a compreensão do conceito de alcançar o estado de Buda na presente

forma é o significado das palavras ‘o segredo do Buda e seus poderes místicos’. Pois fora

atingir o estado de Buda, não há nenhum ‘segredo’ nem ‘poderes místicos’.” (Gosho

Zenshu, pág. 753.) Assim como essa passagem indica, o ensino secreto do Buda é a Lei

Mística, que capacita todas as pessoas a atingirem o estado de Buda. 2. Três Grandes

Ensinos Fundamentais: 1) O objeto de devoção do ensino essencial; 2) A recitação do

Daimoku do ensino essencial; e 3) O supremo santuário do ensino essencial. 3. Kanzo

Uchimura (1861-1930): Líder, ensaísta e editor cristão. Nascido em Edo (atual Tóquio),

demonstrou uma precoce habilidade para as línguas e começou a estudar inglês aos

onze anos. Por volta de 1877, entrou para a Faculdade Agrícola de Sapporo (atual

Universidade de Hokkaido), e foi nesse período que se converteu ao cristianismo.

Posteriormente, foi estudar na Faculdade Amherst e no Seminário Teológico Hartford,

nos Estados Unidos, retornando ao Japão em 1888. 4. Kanzo Uchimura, “Homens

representativos do Japão”, in The Complete Works of Kanzo Uchimura (Obras Completas

de Kanzo Uchimura). Tóquio, Kyobunkwan, 1972, vol. 2, pág. 138. 5. Daishonin também diz:

“Assim, quando alguém superior declara ser superior, pode soar arrogante, mas essa

pessoa receberá de fato grandes benefícios [porque ela está na verdade louvando a Lei

Maria Antonieta Ross de Albuquerque (12651-9) / pág. 10.