Você está na página 1de 5

CENTRO UNIVERSITÁRIO CLARETIANO

A UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E


COMUNICAÇÃO NAS AULAS DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA

São Paulo
2019
André Luís Lira da Silva

A UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E


COMUNICAÇÃO NAS AULAS DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA

Trabalho apresentado ao curso de


licenciatura em ciências biológicas
do Centro Universitário Claretiano,
para a disciplina de Fundamentos
da Educação.

Tutor:
Prof. Rodrigo Touso Dias Lopes

São Paulo
2019
LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
Disciplina: Fundamentos da Educação
Tutor: Rodrigo Touso Dias Lopes RA: 8083251
Aluno(a): André Luís Lira da Silva Turma:
Unidade: Polo São Paulo

Objetivo

 Proporcionar ao aluno de licenciatura situações diversas para que


pratique a compreensão do ensinar, do aprender, do pesquisar e do
avaliar.
 Incentivar o aluno de licenciatura a praticar a elaboraçao de Planos de
Aula.

Descrição da atividade
Considerando os conteúdos estudados até o momento, realize uma
pesquisa e, com base nela, elabore um texto sobre como as Tecnologias de
Informação e Comunicação (TIC) estão sendo utilizadas para o ensino da
área de ciências biológicas.
INTRODUÇÃO
A tecnologia esta constantemente presente no dia-a-dia das pessoas.
Nota-se que crianças e adolescentes são muito ligados às novas tendências
tecnológicas, tanto que possuem mais facilidades em se adaptar a elas do
que muitos adultos. Com isso, é importante refletir a necessidade da
incorporação dessas novas tendências no ambiente escolar, que podem
propiciar aos alunos uma ferramenta de aprendizado. Segundo Moran, as
tecnologias podem ser definidas, análogamente, como pontes entre a sala de
aula e o mundo afora. Com diferentes formas de representação da realidade,
de maneira abstrata ou concreta, mais estática ou dinâmica, mais linear ou
paralela, porém todas elas, combinadas, possibilitam uma melhor assimilação
da realidade e o desenvolvimento de todas as potencialidades do educando,
das diferentes formas de inteligência, habilidades e atitudes (MORAN, 2007).
Nesta perspectiva, uma metodolodia muito interessante para ser
empregada no ensino são as Tecnologias da Informação de Comunicação
(TIC), que faz com que a escola e os professores tenham ferramentas muito
benéficas para o processo educativo, auxiliando numa melhor compreensão
de um determinado tema, podendo dispertar a curiosidade e a criatividade.

AS TIC NO ENSINO DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA


O ensino de ciências tem por objetivo a formação do indivíduo para que este
tenha um pensamento crítico sobre o meio em que vive, e com isso também possua
uma participação ativa. Essa forma de se perceber o ensino de ciências denomina-
se como alfabetização científica. O intuito da educação científica é desenvolver e
popularizar a ciência por meio do uso social e a formação de pessoas que utilizem o
conhecimento adquirido para perceber e solucionar problemas no ambiente em que
vive (SANTOS, 2007). Uma das maneiras de ensinar os alunos podem ser por meio
de recursos midiáticos como jornais, revistas e programas na TV, que podem ser
estratégias interessantes para contextualizar os temas abordados nas aulas.
Os livros didáticos são, de certa forma, uma mídia que tem um papel muito
importante no processo de comunicação e divulgação científica. No entanto, eles,
por si só, não deve ser considerado como um único recurso para o desenvolvimento
da aula, pois aulas tradicionais podem desmotivar os alunos. Em contrapartida,
quando se tem uma diversidade de recursos midiáticos, os alunos podem
desenvolver um maior interesse pelo assunto abordado e ter participação ativa nas
aulas, o que propicia um melhor processo de aprendizagem. Através de jogos e
aplicativos, em celulares e computadores, a sala de aula pode se tornar um
ambiente mais atratativo. Assim, as TIC representam uma ferramenta muito
interessante não somente para área de ciênias, mas para todas as disciplinas.
Entretanto, a uso exclusivo das TIC, não mudarão o cenário da educação em
ciências. Mesmo representando estratégias promissoras no processo de ensino-
aprendizagem, elas não devem substituir o ensino tradicional, mas devem ser
aliadas, usadas como uma ferramenta para contextualizar o assunto. Por exemplo,
uma aula sobre bactérias pode ser abordada de maneira tradicional e
contextualizada com as notícias sobre doenças que vem acomentendo a sociedade
em decorrência de infecções bacterianas, como por exemplo pneumonia e
meningite. A seguir, será apresentado um modelo de aula baseado no uso de TICs
em conjunto com uma aula tradicional.

EXEMPLO DE AULA UTILIZANDO TIC: MICROBIOLOGIA - BACTÉRIAS


Desde os tempos antigos animais e vegetais são acometidos por doenças. O
nosso corpo convive com uma diversidade de formas bacterianas, desde o
nascimento e todo o decorrer da vida. Eles são parasitas que podem ser, ou não,
prejudiciais a saúde dos animais, incluindo os seres humanos. Neste contexto, é
interessante fazer uma abordagem sobre o assunto, de maneira mais ampla e
detalhada.
Após a apresentação de uma aula, utilizando recursos audio visuais (datashow)
onde se ilustra as bactérias de uma maneira, apresentando suas diferentes
morfologias e mecanismos de infecção, propôs-se aos alunos pesquisar sobre
diferentes tipos bacterianos e as doenças que causam. Tal pesquisa deve ser
esquematizada no caderno de anotações e discutida em sala, na forma de ‘mesa
redonda’. O diferencial da proposta é a utilização de aplicativos de
celulares/computadores, como por exemplo “Bactérias 3D educacional interativo RV”
e de jornais, revistas e programas televisivos. O uso de aplicativos promove uma
melhor assimilação de conteúdos, pelo fato de os alunos estarem mais
familiarizados com este tipo de tecnologia. E, além disso, foi proposto discutir
doenças relacionadas a esse tipo de microorganismo que estão em destaque na
mídia, enfatizando a importância da vacinação, que já inclui um pouco do ensino de
imunologia, e a importância do uso de preservativos para a prevençao de ISTs
(infecções sexualmente transmissiveis), que, por sua vez, ensina um pouco da
educação sexual. Ou seja, de um assunto inicial, é possível abrir espaço para
discutir temas correlacionadoo. Assim, os alunos podem adquirir conhecimento
acerca da disciplina em questão e estar envolvido com a situação atual da
sociedade, tendo uma postura mais crítica do assunto.

BIBLIOGRAFIA
MARTINHO, Tânia; POMBO, Lúcia. Potencialidades das TIC no ensino das Ciências
Naturais – um estudo de caso. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias. v.
8, n. 2, 2009.
MORAN, José Manuel. As mídias na educação. In: Desafios na Comunicação
Pessoal. 3ª Ed. São Paulo: Paulinas, 2007, p. 162-166. Disponível em
<http://www.eca.usp.br/prof/moran/midias_educ.htm> Acesso em: 13 mai. 2019.
SANTOS, Wildson Luiz Pereira dos. Educação científica na perspectiva de
letramento como prática social: funções, princípios e desafios. Revista Brasileira de
Educação, v. 12, n. 36. set./dez. 2007.