Você está na página 1de 2

A Visão Sistêmica da Vida

Espiritualidade, ecologia e educação

Ecologia profunda e espiritualidade

As extensas explorações das relações entre ciência espiritualidade ao longo das três últimas
décadas tornaram evidente que o sentido de unidade é a característica chave da experiência
espiritual, é plenamente confirmado pela compreensão da realidade na ciência contemporânea.
Por isso a numerosas semelhanças entre as visões de mundo dos místicos e dos mestres
espirituais que está sendo atualmente desenvolvida em várias disciplinas científicas.

A percepção de estar conectado com toda natureza é particularmente forte em ecologia. Os


estados de conexão de relacionamento e de interdependência são conceitos fundamentais da
ecologia e os estados de conexão de relacionamento de pertencer também são a essência da
experiência espiritual. Acreditamos por isso que a ecologia em particular a ecologia filosófica da
a escola filosófica da ecologia profunda é a ponte ideal entre ciência e espiritualidade.

Quando olhamos para o mundo a nossa volta descobrimos que não estamos jogadas no caos e
na aleatoriedade, mas somos parte de uma grande ordem, uma grande sinfonia da vida. Cada
molécula do nosso corpo já foi parte de corpos anteriores vivos ou não vivos e será parte de
corpos futuros. Nesse sentindo, nosso corpo não morrerá, mas irá sobreviver vezes e mais
vezes, pois a vida sobrevive. Além disso, nós compartilhamos não apenas moléculas da vida,
mas também nos seus princípios básicos de organização com restante do mundo vivo. E uma
vez que a nossa mente também é incorporada, nossos conceitos e metáforas estão encaixados
na teia da vida, juntamente com os nossos corpos e cérebros. Na verdade, nós pertencemos ao
universo, e essa experiência de pertencer pode tornar a nossa vida profundamente significativa.

A dimensão espiritual da educação

Como veremos no Capitulo 16, no século XXI, o bem-estar, e mesmo a sobrevivência da


humanidade, dependerá fundamentalmente da nossa “alfabetização ecológica” – nossa
capacidade para compreender os princípios básicos da ecologia, ou princípios da
sustentabilidade, e de viver em conformidade com essa compreensão. Isso significa que a
alfabetização ecológica precisa se tornar uma habilidade crítica para os professores, políticos,
líderes empresariais e profissionais de todas as esferas, e deveria ser parte mais importante da
educação, especialmente no nível universitário, onde certos tipos de conhecimento e certos
valores são ensinados para os líderes de amanhã.

A alfabetização ecológica envolve não apenas a compreensão intelectual dos princípios básicos
da ecologia, mas também a profunda percepção ecológica da interdependência fundamental de
todos os fenômenos e do fato de que, como indivíduos e sociedades, estamos encaixados nos
processos cíclicos da natureza, e dependemos deles. Além disso, uma vez que essa percepção,
em última análise está arraigada na percepção espiritual é evidente que alfabetização ecológica
tem uma importante dimensão espiritual. (p.361)
Fonte: Capra, Fritjof. A visão sistêmica da vida: uma concepção unificada e suas implicações
filosóficas , políticas, sociais e econômicas. Fritjof Capra, Pier Luigi Luisi. São Paulo : Cultrix, 2014.