Você está na página 1de 2

SUPERINTENDÊNCIA DE FISCALIZAÇÃO DO ITCD DA AGENFA – SEFAZ –GO

(XXX), (nacionalidade), (profissão), portadora da C.I. n°.: (xxx)


, (órgão expedidor), CPF(MF) (XXX);; na qualidade de
inventariante, residente e domiciliado à (xxx); e como
ADVOGADO ASSISTENTE: (Nome), (nacionalidade), (estado
civil), maior e capaz, advogado, portador da Cédula de
Identidade Profissional nº (XXX) OAB-GO, domiciliado à
(XXX), comparecem, perante a ínclita presença de Vossa
Senhoria, onde vem REQUERER:

REVISÃO DAS AVALIAÇÕES REALIZADAS

Pelos seguintes fatos e direitos:

I - DOS BENS, DA AVALIAÇÃO FEITA PELA AGENFA E DA NOVA AVALIAÇÃO

Data a máxima vênia, temos que a avaliação feita pela


AGENFA não corresponda ao valor correto praticado no mercado, senão vejamos:

I.1 - IMÓVEL DE (XXX):

A) registrado no cartório de registro de imóveis de (XXX), às folhas UM


PRÉDIO RESIDENCIAL E COMERCIAL, (XXX). Tal imóvel
encontra-se devidamente (XXX) livro (XXX), sob n°.: (XXX) Tal
imóvel possui o valor venal de: R$ (XXX) {R$ (XXX) do imóvel
residencial, mais R$ (XXX) da sala comercial - CONFORME
COMPROVANTE DE IPTU EM ANEXO}

Este órgão avaliou o imóvel acima em R$ (XXX) (por


extenso).

Contudo, conforme pode ser visto no parecer técnico de


avaliação (documento em anexo) o perito avaliou tal imóvel em R$ XXX.

De mais a mais, jungimos o contrato de locação de tal


imóvel (documento em anexo) onde e possível ver (se levarmos em conta que
o imóvel deve render mais do que os 0,6% da poupança), tal imóvel gera
somente o valor de R$ (XXX)
Ora, levando-se em conta o valor atribuído pela Agenfa, ou
seja R$(XXX), tal imóvel teria de render, no mínimo R$ (XXX) de aluguel por mês,
ou, 0,6%, o que nunca aconteceu!

Em assim sendo, requer que o ITCMD seja recalculado,


tendo como base citado valor.

II - DO REQUERIMENTO

Em assim sendo, Requer que os imóveis sejam reavaliados,


passando a possuir os seguintes valores:

1 - Imóvel situado à (endereço), em (cidade): em R$(XXX)


(XXX))

Requer também a abertura de novo prazo de 30 dias, para


pagamento da nova guia de ITCD que será emitida após o recalculo que aqui se
requer.

Termos em que pede deferimento

Goiânia (XX) de (XXX) de 2016

Eurípedes Eduardo Morais Ginú


OAB-GO 27.704