Você está na página 1de 4

Datas Significativas

2 de janeiro - Nascimento de Daisaku Ikeda

Daisaku Ikeda significava o imperador, a pátria e a justiça?


Qual o significado de uma existência de
"Eu tenho só uma escolha: a de cumprir o vida correta? Para obter respostas
que propus a fazer. Tenho de ir. O tempo concretas sobre suas indagações, ele teve
não me espera. Mesmo que tenha de de esperar por mais dois anos até se
arriscar a vida, vou percorrer até o último encontrar com Jossei Toda.
instante e cumprirei a honra de ser
discípulo do mestre Toda. Se não devotar Aos dezenove anos, em 14 de agosto de
todo o meu esforço, arrepender-me-ei 1947, Daisaku Ikeda aceitou o convite de
mais tarde. O arrependimento será a minha um amigo para participar de uma reunião
maior desonra." sobre filosofia, que era uma típica reunião
de palestra da Soka Gakkai, com a
O líder da SGI, Daisaku Ikeda, nasceu em 2 presença do presidente Jossei Toda.
de janeiro de 1928 e, desde criança, sofria Daisaku não sabia exatamente do que se
constantes crises de bronquite, o que não tratava, apenas desejava encontrar algo
o impedia de ser um jovem alegre e de que lhe proporcionasse esperança.
coração puro. Sua família era numerosa:
além de seus pais, possuía sete irmãos. O presidente Ikeda estava ansioso para
esclarecer algumas dúvidas e começou a
Ainda muito novo, ele viu seus quatro fazer várias perguntas sobre a conduta
irmãos mais velhos irem para a guerra. humana. O presidente Toda respondeu
Sentiu de perto as conseqüências ao ver prontamente a cada questão e expôs
sua casa incendiada; perdeu um irmão e conceitos da filosofia de Nitiren Daishonin.
passou por muitas dificuldades financeiras. Daisaku levantou-se decidido e
cumprimentou-o:
Na adolescência, ele se empregou em
uma metalúrgica. Embora tivesse — Muito obrigado, professor. Há o seguinte
tuberculose, esforçava-se no trabalho e ditado célebre no Tratado Preceitual
houve ocasiões em que chegou a trabalhar Chinês Li Ching: “Faz bem pensar mais
com uma febre de 39 graus. Seu estado uma vez, embora concorde; é bom pensar
era grave e quase desesperador. mais uma vez, embora discorde”. Creio na
sua afirmação que aconselha o estudo e a
Mesmo após a guerra, a tuberculose prática, especialmente aos jovens e, sendo
atormentou por muito tempo a saúde de assim, peço-lhe que me permita segui-lo
Daisaku. Entretanto, o que mais o afligia para poder aprender. Como prova do meu
era a sensação de vazio espiritual agradecimento, peço licença para
provocada pelo término da guerra. Para declamar uma poesia, apesar da pouca
que havia servido a guerra? O que habilidade...

Celia Maria Zenaro (137499-0) / pág. 1.


Datas Significativas

dedicou totalmente sua vida a me criar.


Ó viajante! / De onde vens? / E para onde Quando o conheci, eu era uma pedra
irás? / A lua desce bruta, e graças a seu treinamento, fui
capaz de escolher o curso correto da vida,
No caos da madrugada; / Mas, vou o Kossen-rufu".2
andando, / Antes de o Sol nascer.
Foram apenas pouco mais de dez anos de
À procura de luz. / No desejo de varrer / convivência, mas que valeram por uma rica
As trevas de minha alma, e frutífera existência. As realizações de
ambos tornaram-se marcos para a
A grande árvore eu procuro / E que nunca organização. Dentre elas, estão o
se abalou, lançamento do Seikyo Shimbum (jornal da
Soka Gakkai) em 1951; a conversão de 750
Na fúria da tempestade. / Nesse encontro mil famílias ao Budismo de Nitiren
ideal, Daishonin, a chamada "Campanha de
Fevereiro", em 1952; a "Declaração pela
Sou eu quem surge da terra!1 Abolição das Armas Nucleares", feita por
Toda em 1957, por ocasião do “Festival da
Todos ficaram surpresos! Para o Juventude”; e o encontro do dia 16 de
presidente Toda, especialmente, a última março de 1958, conhecido como a
frase soou de forma muito significativa. "Cerimônia do Kossen-rufu", em que o
“Sou eu quem surge da terra!” — era a presidente Toda delegou aos jovens a
missão dos Bodhisattvas da Terra que missão de realizar a paz mundial. Duas
surgiram nos Últimos Dias da Lei para semanas depois dessa cerimônia, em 2 de
propagarem o ensino. O encontro com abril, Toda faleceria.
aquele rapaz de dezenove anos lembrava
Toda do dia em que conhecera seu mestre
Makiguti. Sob a orientação de Toda, Daisaku
aprendeu não somente o espírito de um
Dez dias após este marcante encontro, em verdadeiro líder, como também foi
24 de agosto de 1947, Daisaku instruído em filosofia, literatura, conomia,
converteu-se ao budismo. Aos poucos política e em diversas outras áreas.
compreendeu a força da filosofia budista e
começou a admirar o presidente Toda.
Devido à sincera prática da fé e aos
incessantes incentivos de seu mestre,
"Creio que conheci meu mestre Jossei Daisaku ultrapassou a idade de trinta anos,
Toda devido à minha modesta origem e às contrariando as expectativas médicas. Um
dificuldades que enfrentei na juventude. mês antes de completar trinta anos, ele
Valorizo muitíssimo as circunstâncias nas escreveu em seu diário: "Não há uma outra
quais fui criado e não poderia deixar de vida para mim a não ser trabalhar, avançar
achar que havia algo extremamente e lutar com todas as minhas forças ao lado
místico em nosso encontro. O Sr. Toda

Celia Maria Zenaro (137499-0) / pág. 2.


Datas Significativas

do presidente Toda. Estou ciente de que empreendimento de paz e fez de suas


sou o que sou devido ao meu mestre." 1 ações a fonte de esperança da existência
Daisaku registrou ainda em seu diário de uma nova era.
como havia passado cada década de sua
existência até aquele momento, bem E com o espírito de um rei leão, jamais
como suas metas para o futuro: permitiu ser derrotado, jamais admitiu
justificar uma derrota a seu mestre.

"Até os dez anos: Uma infância como filho "Eu cumpri o juramento que fiz ao meu
de um humilde colhedor de algas. mestre.

"Até os vinte anos: Meu despertar e minha Eu cumpri o juramento que fiz
luta contra a doença.
Aos meus companheiros.
"Até os trinta anos: Estudo e prática do
budismo, e esforços intensos para derrotar Eu cumpri todos os objetivos que lancei".3
a maldade da doença.
Queridos amigos, que trajetória de vida
"Até os quarenta anos: Aprimoramento no emocionante!
estudo e na prática do Budismo de Nitiren
Daishonin. Na década de 1960, ele foi alvo da ira de
pessoas que o acusaram de traidor por ter
"Até os cinqüenta anos: Mostrar uma clara a coragem de apresentar uma proposta na
comprovação na sociedade. 11ª Convenção da Divisão dos Estudantes
clamando pela normalização das relações
"Até os sessenta anos: Conclusão da base diplomáticas entre o Japão e a China. Isso
do movimento pelo Kossen-rufu no Japão." foi durante a Guerra Fria, quando os
2 governos do Japão e dos Estados Unidos
viam a China como uma nação inimiga.
Mas, em seu diário nada constava sobre o Porém, seus esforços pela concretização
que iria ocorrer após os sessenta anos, da paz surtiram resultados com o passar
pois ele jamais imaginaria viver além dessa dos anos. Em 1972, as duas nações
idade. emitiram um comunicado restabelecendo
as relações diplomáticas e, em 1978,
assinaram um tratado de paz e amizade.
Em 2 de outubro de 1960, acalentando em
seu íntimo o desejo de corresponder aos
ideais de seu mestre Jossei Toda, Daisaku Na década de 1970, Ikeda enfrentou uma
Ikeda deu asas ao futuro, rompeu de suas mais difíceis batalhas. Ele
fronteiras, quebrou muralhas entre as relembra esse período em suas Reflexões
civilizações e avançou intrépido para criar sobre a Nova Revolução Humana: "Vinte e
o novo horizonte. Carregou sobre seus quatro de abril de mil novecentos e
ombros toda a responsabilidade do setenta e nove. Esse foi o dia em que

Celia Maria Zenaro (137499-0) / pág. 3.


Datas Significativas

3 - Reflexões sobre a Nova Revolução Humana (14), Recordações da magnífica


deixei a terceira presidência da Soka
cerimônia do Dia 16 de Março, Terceira Civilização, edição no 363, novembro de 1998,
Gakkai — uma função que havia pág. 34.

desempenhado por dezenove anos — e Fonte:

em que me tornei presidente honorário. Ao Brasil Seikyo, edição nº 1.892, 19 de Maio de 2.007, pág. B2

saberem da notícia, membros de todas as


partes do Japão — e até mesmo do mundo
— ficaram surpresos e mudos.

"Por trás de minha súbita renúncia estava a


insidiosa tirania da Nitiren Shoshu e uma
enxurrada de ataques contra a Gakkai
perpetradas por traidores que se afastaram
da fé e uniram forças com clérigos
ardilosos do Templo Principal. Em
particular, eles tramaram planos e
perseguições para minha destruição, algo
que foge à descrição em palavras." 4

Daisaku Ikeda, no entanto, nunca


retrocedeu na decisão de avançar no
caminho de sua missão. Suas ações em
prol do estabelecimento de uma
sociedade global pacífica têm sido cada
vez mais reconhecidas por diversos países
por meio da concessão de várias
homenagens.

Com as bases da organização firmemente


solidificadas, e tendo cumprido tanto suas
metas como as de seu mestre, Daisaku
Ikeda tem se dedicado ainda mais para
forjar nos jovens, que representam o futuro
da organização, o mesmo espírito e
missão, a fim de assegurar que o
movimento pelo Kossen-rufu jamais seja
interrompido.

Notas:

1 - Revolução Humana, vol. II, pág. 187.

2 - Fatos – 24 de Agosto, Quando mestre e discípulo se encontram, tudo é possível,

Terceira Civilização, edição no 456, agosto de 2006, pág. 34.

Celia Maria Zenaro (137499-0) / pág. 4.