Você está na página 1de 2

Também chamados de receptores ionotrópicos por estarem associados

a canais iônicos dependentes de ligantes. São proteínas transmembrana e são


responsáveis por alterar a composição iônica e o potencial da membrana.Os
íons serão os principais causadores da despolarização e os íons Cl, da
repolarização e hiperpolarização. Exemplo: receptores que possuem ação de
abertura dos canais para a entrada de íons:

 Receptor nicotínico da acetilcolina (de caráter imediato)


 Receptor de GABAa
 Receptor de glicina
 Alguns receptores de glutamato: NMDA, AMPA e CAINATO.

Estrutura do receptor nicotínico de acetilcolina (um típico canal iônico


controlado por ligante). Ex: receptor nicotínico da acetilcolina:

Possui estrutura pentamérica, com uma estrutura beta, uma delta e uma gama
(com funções conformacionais) e duas estruturas alfa (que possuem os sítios
de ligação). Por existirem duas estruturas alfa, serão necessárias duas
moléculas de acetilcolina para ativar o canal iônico, que irá transportar o Na do
meio extra para o meio intracelular, causando a despolarização da musculatura
esquelética.

Os canais regulados por ligantes são ativos pela ligação de um ligante químico
a um sitio existente na molécula do canal. Os neurotransmissores rápidos,
como glutamato, acetilcolina, GABA e ATP, atuam dessa maneira e ligam-se a
sítios no lado externo da membrana. Alguns canais regulados por ligantes na
membrana plasmática respondem a sinais extracelulares e os mais importantes
incluem:

-Os canais de potássio ativados por cálcio, que são encontrados na


maioria das células e que se abrem com consequente hiperpolarização
da célula, quando os níveis intracelulares de cálcio aumentam;
-Os canais de potássio sensíveis ao ATP que se abrem quando ocorre
queda das concentrações intracelulares de ATP em consequência da
deficiência de nutrientes na célula. Esses canais, que são muito distintos
dos que medeiam os efeitos excitatórios do ATP extracelular, são
observados em muitas células nervosas e musculares e também
ocorrem em células excretoras de insulina, onde fazem parte do
mecanismo que liga a secreção de insulina ao nível de glicemia;

Sendo assim o canal de sódio tem sítios receptores para um ligante


(acetilcolina). Quando o sitio de ligação não esta ativado pela acetilcolina o
receptor permanece fechado.Quando a acetilcolina se liga, o receptor se abre.
Por isso o receptor é chamado canal iônico ativado por ligantes.
Quando o canal abre, os íons de sódio entram na célula.