Você está na página 1de 21

TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.

559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 20

Advogado: Carla Neves Mariani (OAB:0052800/BA)


Réu: André Santos Do Sacramento Nunes
Custos Legis: Ministério Público Do Estado Da Bahia

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
Rua do Tingui, s/n. Fórum das Famílias, 2º andar, Campo da Pólvora, Nazaré, CEP: 40040 -380, Salvador/Ba

________________________________________
Processo: ALIMENTOS - LEI ESPECIAL Nº 5.478/68 n. 8009104-61.2020.8.05.0001
Órgão Julgador: 4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
AUTOR: KELLY SOUZA ALCANTARA
Advogado(s): CARLA NEVES MARIANI (OAB:0052800/BA)
RÉU: ANDRÉ SANTOS DO SACRAMENTO NUNES
Advogado(s):
DESPACHO
O presente processo tramitará em segredo de Justiça, devendo a Secretaria efetuar a anotação no PJE.
DEFIRO a gratuidade da Justiça postulada.
Por se tratar de litígio passível de transação, remetam-se os autos ao CEJUSC – VARAS DE FAMÍLIA, situado no andar térreo do
Fórum das Famílias, endereço em epígrafe, para realização de audiência de conciliação, que ora designo a data de 19/03/2020, às
14:00 horas.
Cite-se o Réu, por mandado, para, querendo, oferecer contestação, através de advogado regularmente constituído ou Defensor Públi-
co, no prazo de 15 (quinze) dias, cujo termo inicial será a data da audiência de conciliação, quando uma das partes não comparecer ao
ato ou, comparecendo, não houver autocomposição, sendo advertido que, em não sendo contestada a ação, presumir-se-ão aceitos
como verdadeiras as alegações de fato formuladas pela parte Autora.
Havendo filhos menores, dê-se ciência às partes acerca da existência da Oficina de Pais e Mães Online, disponível em caráter perma-
nente no site www.cnj.jus.br/eadcnj, que se revela como instrumento de conscientização para os protagonistas dos conflitos familiares,
oferecendo espaço de reflexão e ressignificação do exercício de uma parentalidade responsável, visando, pois, a necessidade da
convivência pacífica e dialógica dos pais na solução dos conflitos.
Em homenagem aos princípios da economia processual e da instrumentalidade das formas, atribuo a este despacho FORÇA DE MAN-
DADO DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO, que deverá estar desacompanhada de cópia da petição inicial, ficando assegurado ao Acionado o
direito de examinar seu conteúdo a qualquer tempo.
Publique-se. Intimem-se as partes, sendo que o(a)(s) Autor(a)(es), através dos advogados, via DJe, ou da Defensoria Pública, se for o
caso, os quais deverão cientificar seus constituintes.

SALVADOR - REGIÃO METROPOLITANA/BA, 7 de fevereiro de 2020

Belª. Márcia Gottschald Ferreira


Juíza de Direito Auxiliar
(Decreto Judiciário nº 761, de 28 de novembro de 2019)

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8006688-23.2020.8.05.0001 Regulamentação De Visitas
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Requerente: T. K. D. O. C.
Advogado: Tania Maria Lapa Godinho (OAB:0003628/BA)
Requerente: T. B. D. A.
Custos Legis: M. P. D. E. D. B.

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR

________________________________________
Processo: REGULAMENTAÇÃO DE VISITAS n. 8006688-23.2020.8.05.0001
Órgão Julgador: 4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
REQUERENTE: THAIS KLEICY DE OLIVEIRA CARVALHO
Advogado(s): TANIA MARIA LAPA GODINHO (OAB:0003628/BA)
REQUERENTE: TIAGO BOCKIE DE ALMEIDA
Advogado(s):
DESPACHO

CIENTE da interposição do recurso.


TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 21

CUMPRA-SE o quanto necessário à realização da assentada.

SALVADOR - REGIÃO METROPOLITANA/BA, 7 de fevereiro de 2020.


Belª. Márcia Gottschald Ferreira
Juíza de Direito Auxiliar
(Decreto Judiciário nº 761, de 28 de novembro de 2019)

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8006688-23.2020.8.05.0001 Regulamentação De Visitas
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Requerente: T. K. D. O. C.
Advogado: Tania Maria Lapa Godinho (OAB:0003628/BA)
Requerente: T. B. D. A.
Custos Legis: M. P. D. E. D. B.

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR

________________________________________
Processo: REGULAMENTAÇÃO DE VISITAS n. 8006688-23.2020.8.05.0001
Órgão Julgador: 4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
REQUERENTE: THAIS KLEICY DE OLIVEIRA CARVALHO
Advogado(s): TANIA MARIA LAPA GODINHO (OAB:0003628/BA)
REQUERENTE: TIAGO BOCKIE DE ALMEIDA
Advogado(s):
DESPACHO

CIENTE da interposição do recurso.

CUMPRA-SE o quanto necessário à realização da assentada.

SALVADOR - REGIÃO METROPOLITANA/BA, 7 de fevereiro de 2020.


Belª. Márcia Gottschald Ferreira
Juíza de Direito Auxiliar
(Decreto Judiciário nº 761, de 28 de novembro de 2019)

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8009074-26.2020.8.05.0001 Alimentos - Lei Especial Nº 5.478/68
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Representado: C. D. N. D. S.
Advogado: Verona Araujo De Castro (OAB:0056994/BA)
Réu: L. N. D. C.
Custos Legis: M. P. D. E. D. B.

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR

________________________________________
Processo: ALIMENTOS - LEI ESPECIAL Nº 5.478/68 n. 8009074-26.2020.8.05.0001
Órgão Julgador: 4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
REPRESENTADO: CARLA DRYELLE NASCIMENTO DE SOUZA
Advogado(s): VERONA ARAUJO DE CASTRO (OAB:0056994/BA)
RÉU: LEONARDO NASCIMENTO DA CONCEICAO
Advogado(s):
DESPACHO

O presente processo tramitará em segredo de Justiça, devendo a Secretaria efetuar a anotação no PJE.

DEFIRO a Gratuidade da Justiça postulada.


TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 22

INTIME-SE a parte Autora para, no lapso de 15(quinze) dias, emendar a peça primeva, a fim de esclarecer o que pretende a título de
alimentos definitivos, ante a redação constante naquela peça.

CONCLUSOS após.

SALVADOR - REGIÃO METROPOLITANA/BA, 7 de fevereiro de 2020.


Belª. Márcia Gottschald Ferreira
Juíza de Direito Auxiliar
(Decreto Judiciário nº 761, de 28 de novembro de 2019)

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8009074-26.2020.8.05.0001 Alimentos - Lei Especial Nº 5.478/68
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Representado: C. D. N. D. S.
Advogado: Verona Araujo De Castro (OAB:0056994/BA)
Réu: L. N. D. C.
Custos Legis: M. P. D. E. D. B.

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR

________________________________________
Processo: ALIMENTOS - LEI ESPECIAL Nº 5.478/68 n. 8009074-26.2020.8.05.0001
Órgão Julgador: 4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
REPRESENTADO: CARLA DRYELLE NASCIMENTO DE SOUZA
Advogado(s): VERONA ARAUJO DE CASTRO (OAB:0056994/BA)
RÉU: LEONARDO NASCIMENTO DA CONCEICAO
Advogado(s):
DESPACHO

O presente processo tramitará em segredo de Justiça, devendo a Secretaria efetuar a anotação no PJE.

DEFIRO a Gratuidade da Justiça postulada.


INTIME-SE a parte Autora para, no lapso de 15(quinze) dias, emendar a peça primeva, a fim de esclarecer o que pretende a título de
alimentos definitivos, ante a redação constante naquela peça.

CONCLUSOS após.

SALVADOR - REGIÃO METROPOLITANA/BA, 7 de fevereiro de 2020.


Belª. Márcia Gottschald Ferreira
Juíza de Direito Auxiliar
(Decreto Judiciário nº 761, de 28 de novembro de 2019)

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8089134-20.2019.8.05.0001 Alimentos - Lei Especial Nº 5.478/68
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Autor: L. V. D. S. P.
Advogado: Naomi Wadele Oliveira Saavedra (OAB:0063293/BA)
Advogado: Taiza Acucena De Jesus Santos (OAB:0063329/BA)
Réu: G. D. P.

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR

________________________________________
Processo: ALIMENTOS - LEI ESPECIAL Nº 5.478/68 n. 8089134-20.2019.8.05.0001
Órgão Julgador: 4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
AUTOR: L. V. D. S. P.
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 23

Advogado(s): TAIZA ACUCENA DE JESUS SANTOS (OAB:0063329/BA), NAOMI WADELE OLIVEIRA SAAVEDRA (OAB:0063293/
BA)
RÉU: GUTEMBERG DUARTE PALUMBO
Advogado(s):
DESPACHO

EXPEÇA-SE a carta de citação do Acionado, intimando-o a comparecer à assentada designada através da decisão de ID nº 43576174,
ora mantida, assim como do teor da decisão que arbitrou os alimentos provisórios:

“Trata-se de Ação de Alimentos, com pedido de alimentos provisórios, o qual merece acolhimento, porquanto presentes os requisitos
do art. 300, do CPC, quais sejam, a probabilidade do direito, evidenciada na prova pré-constituída da obrigação alimentar legítima
derivada da relação de filiação existente, e o perigo de risco à subsistência do(a)(s) Alimentando(a)(s) menor(es), cuja necessidade se
presume na hipótese em tela.

Posto isto, e considerando perfunctoriamente o binômio necessidade/possibilidade, CONCEDO, em parte, a tutela de urgência, fi-
xando os alimentos provisórios no valor correspondente a 1 salário mínimo e meio, a ser pago pelo Requerido em favor da filha, LIA
VICTÓRIA DOS SANTOS PALUMBO, até o dia 10 de cada mês, mediante depósito na conta bancária (poupança) do Banco Caixa
Econômica Federal, Agência 1314, Conta nº 00038682-2, conta em nome de Lina Verônica Monteiro dos Santos, inscrita no CPF sob
o nº 784.470.892-15.

Por se tratar de litígio passível de transação, designo audiência de conciliação para o dia 27/02/2020, às 14:00 horas, a realizar-se no
CEJUSC – VARAS DE FAMÍLIA, situado no andar térreo do Fórum das Famílias, endereço em epígrafe.

Cite-se o Réu, por via postal com AR, para, querendo, oferecer contestação, através de advogado regularmente constituído ou De-
fensor Público, no prazo de 15 (quinze) dias, cujo termo inicial será a data da audiência de conciliação, quando uma das partes não
comparecer ao ato ou, comparecendo, não houver autocomposição, sendo advertido que, em não sendo contestada a ação, presumir-
-se-ão verdadeiras as alegações de fato formuladas pela parte Autora.

Dê-se ciência às partes acerca da existência da Oficina de Pais e Mães Online, disponível em caráter permanente no site www.cnj.
jus.br/eadcnj, que se revela como instrumento de conscientização para os protagonistas dos conflitos familiares, oferecendo espaço
de reflexão e ressignificação do exercício de uma parentalidade responsável, visando, pois, a necessidade da convivência pacífica e
dialógica dos pais na solução dos conflitos.

Em homenagem ao princípio da economia processual, atribuo a esta decisão CARTA DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO, que deverá estar
desacompanhada de cópia da petição inicial, ficando assegurado ao(à) Acionado(a) o direito de examinar seu conteúdo a qualquer
tempo”.

Ciência à parte Autora, através de sua Patrona.

SALVADOR - REGIÃO METROPOLITANA/BA, 7 de fevereiro de 2020.


Belª. Márcia Gottschald Ferreira
Juíza de Direito Auxiliar
(Decreto Judiciário nº 761, de 28 de novembro de 2019)

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8089134-20.2019.8.05.0001 Alimentos - Lei Especial Nº 5.478/68
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Autor: L. V. D. S. P.
Advogado: Naomi Wadele Oliveira Saavedra (OAB:0063293/BA)
Advogado: Taiza Acucena De Jesus Santos (OAB:0063329/BA)
Réu: G. D. P.

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR

________________________________________
Processo: ALIMENTOS - LEI ESPECIAL Nº 5.478/68 n. 8089134-20.2019.8.05.0001
Órgão Julgador: 4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
AUTOR: L. V. D. S. P.
Advogado(s): TAIZA ACUCENA DE JESUS SANTOS (OAB:0063329/BA), NAOMI WADELE OLIVEIRA SAAVEDRA (OAB:0063293/
BA)
RÉU: GUTEMBERG DUARTE PALUMBO
Advogado(s):
DESPACHO
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 24

EXPEÇA-SE a carta de citação do Acionado, intimando-o a comparecer à assentada designada através da decisão de ID nº 43576174,
ora mantida, assim como do teor da decisão que arbitrou os alimentos provisórios:

“Trata-se de Ação de Alimentos, com pedido de alimentos provisórios, o qual merece acolhimento, porquanto presentes os requisitos
do art. 300, do CPC, quais sejam, a probabilidade do direito, evidenciada na prova pré-constituída da obrigação alimentar legítima
derivada da relação de filiação existente, e o perigo de risco à subsistência do(a)(s) Alimentando(a)(s) menor(es), cuja necessidade se
presume na hipótese em tela.

Posto isto, e considerando perfunctoriamente o binômio necessidade/possibilidade, CONCEDO, em parte, a tutela de urgência, fi-
xando os alimentos provisórios no valor correspondente a 1 salário mínimo e meio, a ser pago pelo Requerido em favor da filha, LIA
VICTÓRIA DOS SANTOS PALUMBO, até o dia 10 de cada mês, mediante depósito na conta bancária (poupança) do Banco Caixa
Econômica Federal, Agência 1314, Conta nº 00038682-2, conta em nome de Lina Verônica Monteiro dos Santos, inscrita no CPF sob
o nº 784.470.892-15.

Por se tratar de litígio passível de transação, designo audiência de conciliação para o dia 27/02/2020, às 14:00 horas, a realizar-se no
CEJUSC – VARAS DE FAMÍLIA, situado no andar térreo do Fórum das Famílias, endereço em epígrafe.

Cite-se o Réu, por via postal com AR, para, querendo, oferecer contestação, através de advogado regularmente constituído ou De-
fensor Público, no prazo de 15 (quinze) dias, cujo termo inicial será a data da audiência de conciliação, quando uma das partes não
comparecer ao ato ou, comparecendo, não houver autocomposição, sendo advertido que, em não sendo contestada a ação, presumir-
-se-ão verdadeiras as alegações de fato formuladas pela parte Autora.

Dê-se ciência às partes acerca da existência da Oficina de Pais e Mães Online, disponível em caráter permanente no site www.cnj.
jus.br/eadcnj, que se revela como instrumento de conscientização para os protagonistas dos conflitos familiares, oferecendo espaço
de reflexão e ressignificação do exercício de uma parentalidade responsável, visando, pois, a necessidade da convivência pacífica e
dialógica dos pais na solução dos conflitos.

Em homenagem ao princípio da economia processual, atribuo a esta decisão CARTA DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO, que deverá estar
desacompanhada de cópia da petição inicial, ficando assegurado ao(à) Acionado(a) o direito de examinar seu conteúdo a qualquer
tempo”.

Ciência à parte Autora, através de sua Patrona.

SALVADOR - REGIÃO METROPOLITANA/BA, 7 de fevereiro de 2020.


Belª. Márcia Gottschald Ferreira
Juíza de Direito Auxiliar
(Decreto Judiciário nº 761, de 28 de novembro de 2019)

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8017320-45.2019.8.05.0001 Homologação De Transação Extrajudicial
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Requerente: M. G. T. G.
Advogado: Elienete Olimpia Gomes (OAB:0039020/BA)
Requerente: A. S. F.
Advogado: Elienete Olimpia Gomes (OAB:0039020/BA)
Custos Legis: M. P. D. E. D. B.

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMÍLIA DA COMARCA DE SALVADOR
Rua do Tingui, s/n. Fórum das Famílias, 2º andar, Campo da Pólvora, Nazaré, CEP: 40040 -380, Salvador/Ba

________________________________________
Processo: HOMOLOGAÇÃO DE TRANSAÇÃO EXTRAJUDICIAL n. 8017320-45.2019.8.05.0001
Órgão Julgador: 4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
REQUERENTE: MARILIA GABRIELA TORRES GONCALVES e outros
Advogado(s): ELIENETE OLIMPIA GOMES (OAB:0039020/BA)

Advogado(s):
DESPACHO
MARÍLIA GABRIELA TORRES GONÇALVES e ALESSANDRO SILVA FREITAS, qualificados na exordial, por intermédio de Advogada
regularmente constituída, propôs a presente HOMOLOGAÇÃO DE ACORDO EXTRAJUDICIAL DE RECONHECIMENTO E DISSO-
LUÇÃO DE UNIÃO ESTÁVEL COM PARTILHA DE BENS .
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 25

Aduziram que conviveram maritalmente por mais de 18 anos, estando separados de fato.

Alegaram, ainda, que, da referida união, adveio uma filha e patrimônio comum.

Acordaram acerca da guarda, direito de visita e pensão alimentícia em prol da descendente, assim como partilha de bens e dispensa
recíproca de pensão alimentícia.

Pugnaram, ao final, pela homologação do ajuste, restando reconhecida e dissolvida a união estável existente entre ambos.

Instruíram a peça primeira com documentos.

A petição inicial restou aditada no tocante ao valor da causa.

Vieram os autos conclusos.

É o breve relatório.

Decido.

A pretensão dos Pactuantes encontra respaldo nas disposições constantes do art. 226, § 3º, da Constituição Federal, assim como do
art. 1.723 do Código Civil, além de possuir fundamento nos demais preceitos legais que regem as uniões estáveis, merecendo, portan-
to, ser deferida, pois restaram comprovados os pressupostos e preenchidos os requisitos atinentes à espécie.

De igual sorte, as disposições referentes à guarda, visitação paterna e alimentos em prol da filha menor do casal, Maria Eduarda Gon-
çalves Freitas, atendem as disposições legais pertinentes, inexistindo, assim, óbice à homologação postulada.

Quanto à partilha de bens, considerando que esta se dá de forma amigável, no caso em apreço, o procedimento deverá obedecer, no
quanto couber, às normas previstas ao inventário, notadamente aquelas relativas ao arrolamento (CPC, art. 659 e ss.), rito simplificado
para a partilha.

Com efeito, aplicando-se à espécie os dispositivos atinentes ao arrolamento, vale aqui transcrever o preceituado no art. 662 do CPC,
in verbis:

Art. 622 No arrolamento, não serão conhecidas ou apreciadas questões relativas ao lançamento, ao pagamento ou à quitação de taxas
judiciárias e de tributos incidentes sobre a transmissão da propriedade dos bens do espólio.

§1º A taxa judiciária, se devida, será calculada com base no valor atribuído pelos herdeiros, cabendo ao fisco, se apurar em processo
administrativo valor diverso do estimado, exigir a eventual diferença pelos meios adequados ao lançamento de créditos tributários em
geral.

§2º O imposto de transmissão será objeto de lançamento administrativo, conforme dispuser a legislação tributária, não ficando as
autoridades fazendárias adstritas aos valores dos bens do espólio atribuídos pelos herdeiros. (grifos nossos)

Nesse mesmo sentido, mutatis mutandis, a jurisprudência vem acentuando que em tais circunstâncias não deverá intervir a Fazenda
Pública, que poderá postular as diferenças de tributos em procedimento próprio, senão vejamos:

PROCESSUAL CIVIL. AGRAVO REGIMENTAL. ARROLAMENTO. FAZENDA PÚBLICA. NÃO-INTERVENÇÃO. INEXISTÊNCIA DE


DISCUSSÃO SOBRE TAXAS JUDICIÁRIAS E/OU QUESTÕES TRIBUTÁRIAS. ART. 1.031 E SEGS. DO CPC. PRECEDENTES. 1.
Agravo regimental contra decisão que negou provimento a agravo de instrumento. 2. Acórdão a quo segundo o qual “nos inventários
processados sob a forma de arrolamento não é obrigatória a intervenção da Fazenda Pública, uma vez que não são conhecidas dis-
cussões sobre lançamentos, pagamento ou aquisição de taxas judiciárias e de tributos incidentes sobre transmissão da propriedade
dos bens do espólio, remetendo-se a Fazenda, na forma do §2º do art. 1.034 do CPC, à via administrativa”. 3. A jurisprudência do
Superior Tribunal de Justiça é pacífica no sentido de que: -”No arrolamento, não se admitem questões referentes ao lançamento de
tributos relativos a transmissão, que serão discutidas na forma do art. 1.034 do CC”(REsp nº 703260/RJ, DJ de 06/062005). - “A teor
do art. 1034 e seus parágrafos do CPC, nos processos de inventário sob forma de arrolamento não cabe apreciação e decisão sobre
taxa judiciária que deve ser calculada com base no valor atribuído pelos herdeiros”(REsp nº 252850/SP, DJ de 02/02/2004). -”É cediço
o entendimento, tanto doutrinário quanto jurisprudencial, no sentido de que nos inventários processados sob a modalidade de arrola-
mento, procedimento de rito sumário, não se admite questionamento pela Fazenda Estadual acerca do pagamento de tributos relativos
à transmissão (cf. REsp n. 36758/SP, Relator Min. Demócrito Reinaldo, DJU 13.02.1995)” (REsp nº 466790/SP, DJ de 08/09/2003).
- “Merece prestígio, mesmo na vigência da Lei 9.280/1996, que alterou o art. 1.031, CPC, a jurisprudência deste Tribunal no sentido
de não se admitir, no arrolamento, questionamentos acerca do pagamento de tributos relativos à transmissão” (REsp nº 36909/SP, DJ
de 16/12/1996). - “No procedimento de arrolamento, disciplinado pelos arts. 1.031 e seguintes do CPC, a homologação da partilha de-
pende apenas da prova de quitação dos tributos relativos aos bens e às rendas do espólio. No arrolamento não se admitem questões
relativas ao lançamento de tributos relativos à transmissão” (REsp nº 50529/SP, DJ de 20/02/1995). 4. Agravo regimental não-provido.
(STJ – Primeira Turma, AgRg no Ag 746703 / MS, Rel. Min. José Delgado, julgado em 16/05/2006, DJ 08/06/2006) (grifos nossos)

Dessa forma, considerando que não serão conhecidas discussões sobre lançamentos, pagamento ou aquisição de tributos incidentes
sobre transmissão da propriedade dos bens do casal, é desnecessária a intervenção da Fazenda Pública, remetendo-a, assim, à via
administrativa.
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 26

Ante o exposto, RECONHEÇO a existência da união estável mantida entre as partes, no período pelos mesmas apontado na vestibu-
lar, e nesta oportunidade a declaro dissolvida, ao tempo em que HOMOLOGO, por sentença, o pacto celebrado entre os ex-conviven-
tes, no termo supra, para que produza os seus efeitos jurídicos.

Por conseguinte, EXTINGO O PROCESSO, COM RESOLUÇÃO DE MÉRITO, na forma do art. 487, III, “b”, do CPC.

Sem custas.

P.I.

Após o trânsito em julgado, dê-se baixa e arquive-se.

Ainda nesta oportunidade, em observância aos princípios da economia e celeridade processuais, atribuo a esta Sentença FORÇA DE
OFÍCIO, o que dispensa a realização de quaisquer outras diligências, devendo a parte interessada encaminhar cópias da presente à
Fazenda Estadual para que tenha ciência da existência deste feito e proceda, se for o caso, ao lançamento administrativo do tributo
porventura incidente sobre a partilha.

SALVADOR (BA), 7 de fevereiro de 2020


Belª. Márcia Gottschald Ferreira
Juíza de Direito Auxiliar
(Decreto Judiciário nº 761, de 28 de novembro de 2019)

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8017320-45.2019.8.05.0001 Homologação De Transação Extrajudicial
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Requerente: M. G. T. G.
Advogado: Elienete Olimpia Gomes (OAB:0039020/BA)
Requerente: A. S. F.
Advogado: Elienete Olimpia Gomes (OAB:0039020/BA)
Custos Legis: M. P. D. E. D. B.

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMÍLIA DA COMARCA DE SALVADOR
Rua do Tingui, s/n. Fórum das Famílias, 2º andar, Campo da Pólvora, Nazaré, CEP: 40040 -380, Salvador/Ba

________________________________________
Processo: HOMOLOGAÇÃO DE TRANSAÇÃO EXTRAJUDICIAL n. 8017320-45.2019.8.05.0001
Órgão Julgador: 4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
REQUERENTE: MARILIA GABRIELA TORRES GONCALVES e outros
Advogado(s): ELIENETE OLIMPIA GOMES (OAB:0039020/BA)

Advogado(s):
DESPACHO
MARÍLIA GABRIELA TORRES GONÇALVES e ALESSANDRO SILVA FREITAS, qualificados na exordial, por intermédio de Advogada
regularmente constituída, propôs a presente HOMOLOGAÇÃO DE ACORDO EXTRAJUDICIAL DE RECONHECIMENTO E DISSO-
LUÇÃO DE UNIÃO ESTÁVEL COM PARTILHA DE BENS .

Aduziram que conviveram maritalmente por mais de 18 anos, estando separados de fato.

Alegaram, ainda, que, da referida união, adveio uma filha e patrimônio comum.

Acordaram acerca da guarda, direito de visita e pensão alimentícia em prol da descendente, assim como partilha de bens e dispensa
recíproca de pensão alimentícia.

Pugnaram, ao final, pela homologação do ajuste, restando reconhecida e dissolvida a união estável existente entre ambos.

Instruíram a peça primeira com documentos.

A petição inicial restou aditada no tocante ao valor da causa.

Vieram os autos conclusos.

É o breve relatório.
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 27

Decido.

A pretensão dos Pactuantes encontra respaldo nas disposições constantes do art. 226, § 3º, da Constituição Federal, assim como do
art. 1.723 do Código Civil, além de possuir fundamento nos demais preceitos legais que regem as uniões estáveis, merecendo, portan-
to, ser deferida, pois restaram comprovados os pressupostos e preenchidos os requisitos atinentes à espécie.

De igual sorte, as disposições referentes à guarda, visitação paterna e alimentos em prol da filha menor do casal, Maria Eduarda Gon-
çalves Freitas, atendem as disposições legais pertinentes, inexistindo, assim, óbice à homologação postulada.

Quanto à partilha de bens, considerando que esta se dá de forma amigável, no caso em apreço, o procedimento deverá obedecer, no
quanto couber, às normas previstas ao inventário, notadamente aquelas relativas ao arrolamento (CPC, art. 659 e ss.), rito simplificado
para a partilha.

Com efeito, aplicando-se à espécie os dispositivos atinentes ao arrolamento, vale aqui transcrever o preceituado no art. 662 do CPC,
in verbis:

Art. 622 No arrolamento, não serão conhecidas ou apreciadas questões relativas ao lançamento, ao pagamento ou à quitação de taxas
judiciárias e de tributos incidentes sobre a transmissão da propriedade dos bens do espólio.

§1º A taxa judiciária, se devida, será calculada com base no valor atribuído pelos herdeiros, cabendo ao fisco, se apurar em processo ad-
ministrativo valor diverso do estimado, exigir a eventual diferença pelos meios adequados ao lançamento de créditos tributários em geral.

§2º O imposto de transmissão será objeto de lançamento administrativo, conforme dispuser a legislação tributária, não ficando as
autoridades fazendárias adstritas aos valores dos bens do espólio atribuídos pelos herdeiros. (grifos nossos)

Nesse mesmo sentido, mutatis mutandis, a jurisprudência vem acentuando que em tais circunstâncias não deverá intervir a Fazenda
Pública, que poderá postular as diferenças de tributos em procedimento próprio, senão vejamos:

PROCESSUAL CIVIL. AGRAVO REGIMENTAL. ARROLAMENTO. FAZENDA PÚBLICA. NÃO-INTERVENÇÃO. INEXISTÊNCIA DE


DISCUSSÃO SOBRE TAXAS JUDICIÁRIAS E/OU QUESTÕES TRIBUTÁRIAS. ART. 1.031 E SEGS. DO CPC. PRECEDENTES. 1.
Agravo regimental contra decisão que negou provimento a agravo de instrumento. 2. Acórdão a quo segundo o qual “nos inventários
processados sob a forma de arrolamento não é obrigatória a intervenção da Fazenda Pública, uma vez que não são conhecidas dis-
cussões sobre lançamentos, pagamento ou aquisição de taxas judiciárias e de tributos incidentes sobre transmissão da propriedade
dos bens do espólio, remetendo-se a Fazenda, na forma do §2º do art. 1.034 do CPC, à via administrativa”. 3. A jurisprudência do
Superior Tribunal de Justiça é pacífica no sentido de que: -”No arrolamento, não se admitem questões referentes ao lançamento de
tributos relativos a transmissão, que serão discutidas na forma do art. 1.034 do CC”(REsp nº 703260/RJ, DJ de 06/062005). - “A teor
do art. 1034 e seus parágrafos do CPC, nos processos de inventário sob forma de arrolamento não cabe apreciação e decisão sobre
taxa judiciária que deve ser calculada com base no valor atribuído pelos herdeiros”(REsp nº 252850/SP, DJ de 02/02/2004). -”É cediço
o entendimento, tanto doutrinário quanto jurisprudencial, no sentido de que nos inventários processados sob a modalidade de arrola-
mento, procedimento de rito sumário, não se admite questionamento pela Fazenda Estadual acerca do pagamento de tributos relativos
à transmissão (cf. REsp n. 36758/SP, Relator Min. Demócrito Reinaldo, DJU 13.02.1995)” (REsp nº 466790/SP, DJ de 08/09/2003).
- “Merece prestígio, mesmo na vigência da Lei 9.280/1996, que alterou o art. 1.031, CPC, a jurisprudência deste Tribunal no sentido
de não se admitir, no arrolamento, questionamentos acerca do pagamento de tributos relativos à transmissão” (REsp nº 36909/SP, DJ
de 16/12/1996). - “No procedimento de arrolamento, disciplinado pelos arts. 1.031 e seguintes do CPC, a homologação da partilha de-
pende apenas da prova de quitação dos tributos relativos aos bens e às rendas do espólio. No arrolamento não se admitem questões
relativas ao lançamento de tributos relativos à transmissão” (REsp nº 50529/SP, DJ de 20/02/1995). 4. Agravo regimental não-provido.
(STJ – Primeira Turma, AgRg no Ag 746703 / MS, Rel. Min. José Delgado, julgado em 16/05/2006, DJ 08/06/2006) (grifos nossos)

Dessa forma, considerando que não serão conhecidas discussões sobre lançamentos, pagamento ou aquisição de tributos incidentes
sobre transmissão da propriedade dos bens do casal, é desnecessária a intervenção da Fazenda Pública, remetendo-a, assim, à via
administrativa.

Ante o exposto, RECONHEÇO a existência da união estável mantida entre as partes, no período pelos mesmas apontado na vestibu-
lar, e nesta oportunidade a declaro dissolvida, ao tempo em que HOMOLOGO, por sentença, o pacto celebrado entre os ex-conviven-
tes, no termo supra, para que produza os seus efeitos jurídicos.

Por conseguinte, EXTINGO O PROCESSO, COM RESOLUÇÃO DE MÉRITO, na forma do art. 487, III, “b”, do CPC.

Sem custas.

P.I.

Após o trânsito em julgado, dê-se baixa e arquive-se.

Ainda nesta oportunidade, em observância aos princípios da economia e celeridade processuais, atribuo a esta Sentença FORÇA DE
OFÍCIO, o que dispensa a realização de quaisquer outras diligências, devendo a parte interessada encaminhar cópias da presente à
Fazenda Estadual para que tenha ciência da existência deste feito e proceda, se for o caso, ao lançamento administrativo do tributo
porventura incidente sobre a partilha.
SALVADOR (BA), 7 de fevereiro de 2020
Belª. Márcia Gottschald Ferreira
Juíza de Direito Auxiliar
(Decreto Judiciário nº 761, de 28 de novembro de 2019)
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 28

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8016919-46.2019.8.05.0001 Divórcio Litigioso
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Requerente: M. V. S. G.
Advogado: Pablo Ricardo Sant Anna Caldas (OAB:0048246/BA)
Requerido: R. F. M. G.
Advogado: Ana Paula Barreto De Oliveira (OAB:0029453/BA)
Advogado: Aleny Arruda Souza Dos Santos (OAB:0027896/BA)
Custos Legis: M. P. D. E. D. B.

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
Rua do Tingui, s/n. Fórum das Famílias, 2º andar, Campo da Pólvora, Nazaré, CEP: 40040 -380, Salvador/Ba
________________________________________
Processo: DIVÓRCIO LITIGIOSO n. 8016919-46.2019.8.05.0001
Órgão Julgador: 4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
REQUERENTE: MARCUS VINICIUS SILVA GOES
Advogado(s): PABLO RICARDO SANT ANNA CALDAS (OAB:0048246/BA)
REQUERIDO: RAFAELA FIGUEIREDO MENESES GOES
Advogado(s): ALENY ARRUDA SOUZA DOS SANTOS (OAB:0027896/BA), ANA PAULA BARRETO DE OLIVEIRA (OAB:0029453/
BA)
DESPACHO
Tendo em vista a nova sistemática processual civil, que adotou o princípio do estímulo estatal à busca da resolução dos conflitos por
meio de autocomposição, nos termos do art. 139, inciso V, do CPC, designo audiência de conciliação para o dia 30/03/2020, às 13:30
hs., a realizar-se na Sala de Audiências desta Vara.
Na oportunidade, em não obtida a conciliação, proceder-se-á conforme o art. 357, §3º, do CPC, sendo deliberadas as questões de fato
e de direito, em cooperação com as partes.
Dê-se ciência ao MP, se for o caso.
Publique-se. Intimem-se as partes, através dos advogados, via DJe, ou da Defensoria Pública, se for o caso, os quais deverão cienti-
ficar seus constituintes.
SALVADOR - REGIÃO METROPOLITANA/BA, 06 de fevereiro de 2020.

Bela. Bárbara Correia de Araújo Bastos


Juíza de Direito

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8016919-46.2019.8.05.0001 Divórcio Litigioso
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Requerente: M. V. S. G.
Advogado: Pablo Ricardo Sant Anna Caldas (OAB:0048246/BA)
Requerido: R. F. M. G.
Advogado: Ana Paula Barreto De Oliveira (OAB:0029453/BA)
Advogado: Aleny Arruda Souza Dos Santos (OAB:0027896/BA)
Custos Legis: M. P. D. E. D. B.

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
Rua do Tingui, s/n. Fórum das Famílias, 2º andar, Campo da Pólvora, Nazaré, CEP: 40040 -380, Salvador/Ba
________________________________________
Processo: DIVÓRCIO LITIGIOSO n. 8016919-46.2019.8.05.0001
Órgão Julgador: 4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
REQUERENTE: MARCUS VINICIUS SILVA GOES
Advogado(s): PABLO RICARDO SANT ANNA CALDAS (OAB:0048246/BA)
REQUERIDO: RAFAELA FIGUEIREDO MENESES GOES
Advogado(s): ALENY ARRUDA SOUZA DOS SANTOS (OAB:0027896/BA), ANA PAULA BARRETO DE OLIVEIRA (OAB:0029453/
BA)
DESPACHO
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 29

Tendo em vista a nova sistemática processual civil, que adotou o princípio do estímulo estatal à busca da resolução dos conflitos por
meio de autocomposição, nos termos do art. 139, inciso V, do CPC, designo audiência de conciliação para o dia 30/03/2020, às 13:30
hs., a realizar-se na Sala de Audiências desta Vara.
Na oportunidade, em não obtida a conciliação, proceder-se-á conforme o art. 357, §3º, do CPC, sendo deliberadas as questões de fato
e de direito, em cooperação com as partes.
Dê-se ciência ao MP, se for o caso.
Publique-se. Intimem-se as partes, através dos advogados, via DJe, ou da Defensoria Pública, se for o caso, os quais deverão cienti-
ficar seus constituintes.
SALVADOR - REGIÃO METROPOLITANA/BA, 06 de fevereiro de 2020.

Bela. Bárbara Correia de Araújo Bastos


Juíza de Direito

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8003473-39.2020.8.05.0001 Divórcio Consensual
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Requerente: R. D. S. M.
Advogado: Alan Bahia Santos De Souza (OAB:0046982/BA)
Requerente: M. J. K. M.
Advogado: Mariana Regis De Oliveira (OAB:0020669/BA)
Advogado: Alan Bahia Santos De Souza (OAB:0046982/BA)
Custos Legis: M. P. D. E. D. B.

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
________________________________________
Processo: DIVÓRCIO CONSENSUAL n. 8003473-39.2020.8.05.0001
Órgão Julgador: 4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
REQUERENTE: ROBSON DOS SANTOS MORAIS e outros
Advogado(s): ALAN BAHIA SANTOS DE SOUZA (OAB:0046982/BA), MARIANA REGIS DE OLIVEIRA (OAB:0020669/BA)

Advogado(s):
DESPACHO
DEFIRO a Gratuidade da Justiça.
Dê-se vista ao MP, em virtude da existência de interesses de incapaz.
P.I.

SALVADOR - REGIÃO METROPOLITANA/BA, 07 de fevereiro de 2020.


Belª Bárbara Correia de Araújo Bastos
Juíza de Direito

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8003473-39.2020.8.05.0001 Divórcio Consensual
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Requerente: R. D. S. M.
Advogado: Alan Bahia Santos De Souza (OAB:0046982/BA)
Requerente: M. J. K. M.
Advogado: Mariana Regis De Oliveira (OAB:0020669/BA)
Advogado: Alan Bahia Santos De Souza (OAB:0046982/BA)
Custos Legis: M. P. D. E. D. B.

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
________________________________________
Processo: DIVÓRCIO CONSENSUAL n. 8003473-39.2020.8.05.0001
Órgão Julgador: 4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
REQUERENTE: ROBSON DOS SANTOS MORAIS e outros
Advogado(s): ALAN BAHIA SANTOS DE SOUZA (OAB:0046982/BA), MARIANA REGIS DE OLIVEIRA (OAB:0020669/BA)
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 30

Advogado(s):
DESPACHO
DEFIRO a Gratuidade da Justiça.
Dê-se vista ao MP, em virtude da existência de interesses de incapaz.
P.I.

SALVADOR - REGIÃO METROPOLITANA/BA, 07 de fevereiro de 2020.


Belª Bárbara Correia de Araújo Bastos
Juíza de Direito

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8085373-78.2019.8.05.0001 Averiguação De Paternidade
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Requerente: S. C. D. C.
Advogado: Talita Felton Rodrigues Daltro (OAB:0045295/BA)
Requerido: R. H. D. O. S.
Representante: N. S.

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
Rua do Tingui, s/n. Fórum das Famílias, 2º andar, Campo da Pólvora, Nazaré, CEP: 40040 -380, Salvador/Ba
________________________________________
Processo: AVERIGUAÇÃO DE PATERNIDADE n. 8085373-78.2019.8.05.0001
Órgão Julgador: 4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
REQUERENTE: SHIRLANE CRISTINA DA CONCEICAO
Advogado(s): TALITA FELTON RODRIGUES DALTRO (OAB:0045295/BA)
REQUERIDO: RICARDO HENRICO DE OLIVEIRA SANTOS e outros
Advogado(s):
DESPACHO
Defiro a Gratuidade da Justiça postulada.
Processe-se em segredo de Justiça, devendo a Secretaria efetuar a devida anotação no PJE.
Por se tratar de litígio passível de transação, designo audiência de conciliação para o dia 27/02/2020, às 16:30 hs., a realizar-se no
CEJUSC – Varas de Família, situando no andar térreo do Fórum das Famílias, endereço em epígrafe.
Cite-se a parte Ré, para, querendo, oferecer contestação, através de advogado regularmente constituído ou Defensor Público, no
prazo de 15 (quinze) dias, cujo termo inicial será a data da audiência de conciliação, quando uma das partes não comparecer ao ato
ou, comparecendo, não houver autocomposição, sendo advertida que, em não sendo contestada a ação, presumir-se-ão aceitos como
verdadeiras as alegações de fato formuladas pela parte Autora.
Em homenagem aos princípios da economia processual e da instrumentalidade das formas, atribuo a este despacho FORÇA DE CAR-
TA DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO, que deverá estar desacompanhado de cópia da petição inicial, ficando assegurado ao(à) Acionado(a)
o direito de examinar seu conteúdo a qualquer tempo.
Publique-se. Intimem-se as partes, sendo que a Autora, através dos advogados, via DJe, ou da Defensoria Pública, se for o caso, os
quais deverão cientificar seus constituintes da data da audiência.

SALVADOR/BA, 03 de fevereiro de 2020.

Bel.ª Bárbara Correia de Araújo Bastos


Juíza de Direito
JS

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8085373-78.2019.8.05.0001 Averiguação De Paternidade
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Requerente: S. C. D. C.
Advogado: Talita Felton Rodrigues Daltro (OAB:0045295/BA)
Requerido: R. H. D. O. S.
Representante: N. S.

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
Rua do Tingui, s/n. Fórum das Famílias, 2º andar, Campo da Pólvora, Nazaré, CEP: 40040 -380, Salvador/Ba
________________________________________
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 31

Processo: AVERIGUAÇÃO DE PATERNIDADE n. 8085373-78.2019.8.05.0001


Órgão Julgador: 4ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
REQUERENTE: SHIRLANE CRISTINA DA CONCEICAO
Advogado(s): TALITA FELTON RODRIGUES DALTRO (OAB:0045295/BA)
REQUERIDO: RICARDO HENRICO DE OLIVEIRA SANTOS e outros
Advogado(s):
DESPACHO
Defiro a Gratuidade da Justiça postulada.
Processe-se em segredo de Justiça, devendo a Secretaria efetuar a devida anotação no PJE.
Por se tratar de litígio passível de transação, designo audiência de conciliação para o dia 27/02/2020, às 16:30 hs., a realizar-se no
CEJUSC – Varas de Família, situando no andar térreo do Fórum das Famílias, endereço em epígrafe.
Cite-se a parte Ré, para, querendo, oferecer contestação, através de advogado regularmente constituído ou Defensor Público, no
prazo de 15 (quinze) dias, cujo termo inicial será a data da audiência de conciliação, quando uma das partes não comparecer ao ato
ou, comparecendo, não houver autocomposição, sendo advertida que, em não sendo contestada a ação, presumir-se-ão aceitos como
verdadeiras as alegações de fato formuladas pela parte Autora.
Em homenagem aos princípios da economia processual e da instrumentalidade das formas, atribuo a este despacho FORÇA DE CAR-
TA DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO, que deverá estar desacompanhado de cópia da petição inicial, ficando assegurado ao(à) Acionado(a)
o direito de examinar seu conteúdo a qualquer tempo.
Publique-se. Intimem-se as partes, sendo que a Autora, através dos advogados, via DJe, ou da Defensoria Pública, se for o caso, os
quais deverão cientificar seus constituintes da data da audiência.

SALVADOR/BA, 03 de fevereiro de 2020.

Bel.ª Bárbara Correia de Araújo Bastos


Juíza de Direito
JS

5ª VARA DE FAMÍLIA
JUÍZO DE DIREITO DA 5ª VARA DE FAMÍLIA
JUIZ(A) DE DIREITO ADRIANA HELENA DE ANDRADE CARVALHO
ESCRIVÃ(O) JUDICIAL ADERLAN SANTOS SILVA
EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS

RELAÇÃO Nº 0406/2020

ADV: DANIELE DO CARMO ABDALLA (OAB 35045/BA) - Processo 0515849-78.2016.8.05.0001 - Alimentos - Lei Especial Nº 5.478/68
- Fixação - REQUERENTE: J. L. da P. S. - REQUERIDO: G. S. de J. S. - Conforme Provimento 06/2016 da Corregedoria Geral de
Justiça, pratiquei o ato processual abaixo: Intime-se a parte autora, por meio do seu patrono, para dizer se tem interesse no prosse-
guimento do presente feito, no prazo de 05 (cinco) dias. Não havendo manifestação, intime-se a parte autora, por Carta AR, para, no
prazo de 05 (cinco) dias, informar interesse no prosseguimento da demanda, sob pena de extinção sem resolução de mérito (art. 485,
§1º, CPC). Ficam cientes os advogados, bem como as partes, que não basta a simples manifestação de interesse no andamento do
feito, devendo para tanto proceder às determinações e diligências necessárias ao regular andamento e desenvolvimento do processo,
nos termos do art. 6º e 77 do Código de Processo Civil. Salvador, 10 de fevereiro de 2020.

RELAÇÃO Nº 0407/2020

ADV: ALANO BERNARDES FRANK (OAB 15387/BA), CRISTIANA MENEZES SANTOS (OAB 11243/BA), DANIELA NEVES SAN-
TOS BARRETO (OAB 19029/BA), GUILHERME TEIXEIRA DE OLIVEIRA (OAB 24416/BA), IVANILTON SANTOS DA SILVA JÚNIOR
(OAB 22664/BA), JOÃO PAULO MESQUITA TEIXEIRA GOMES (OAB 20840/BA), JULIO NOGUEIRA SOARES (OAB 18692/BA),
WAGNER BEMFICA ARAÚJO (OAB 16024/BA), JESSÉ PEREIRA SANTOS (OAB 48483/BA) - Processo 0369507-06.2013.8.05.0001
- Procedimento Comum - Relações de Parentesco - AUTOR: Harold William Smith - RÉU: V.H.G.S. - Proceda-se às anotações quanto
à procuração de fl. 617. Retornem conclusos para sentença.

RELAÇÃO Nº 0408/2020

ADV: SANDRA QUESIA DE SOUZA COSTA (OAB 19872/BA) - Processo 0516578-07.2016.8.05.0001 - Procedimento Comum - Reco-
nhecimento / Dissolução - REQUERENTE: Raymundo Nonato dos Santos Filho - REQUERIDA: Jucilene Teixeira dos Santos - Vistos,
etc. Não obstante já haver sido tentada a conciliação entre as partes perante o Núcleo, considerando a realidade dos autos, inclusive
o fato de que a ação tramitou, até aqui, sob o rito comum, entendo pertinente a designação da audiência prevista no art. 357, § 3º, do
CPC, o que o faço para o próximo dia 29 de abril, às 14:00 horas, quando se buscará, inicialmente, a conciliação entre as partes, e,
não alcançada esta, será saneado o processo, bem como definidos, em cooperação com os litigantes, o interesse e a necessidade de
produção de prova oral, com fixação dos pontos controvertidos, deferimento de provas e designação de audiência de instrução, se for
o caso. Intimações necessárias. Salvador (BA), 31 de janeiro de 2019. Carlos Alberto Carneiro Brandão Filho Juiz de Direito

RELAÇÃO Nº 0409/2020

ADV: JOELINE ARAUJO SOUZA, THIAGO AGOSTINHO GUIMARÃES DE OLIVEIRA (OAB 31973/BA), NINA PEREIRA MALHEI-
ROS (OAB 51277/BA) - Processo 0566455-76.2017.8.05.0001 - Divórcio Consensual - Dissolução - REQUERENTE: G. M. dos S.
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 32

- REQUERIDA: I. S. da S. - Isto posto, homologo, por sentença, para que produza os seus jurídicos e legais efeitos, as cláusulas do
acordo de fls. 5/6, ratificado às fls. 50/53 e DECRETO o divórcio do casal postulante, na conformidade da transação lavrada e das
normas legais específicas, cujas formalidades também foram observadas. Por consequente, julgo extinto o processo com resolução
de mérito (art. 487, III, b, do CPC). Sem custas em face da gratuidade processual deferida. Publique-se, arquive-se uma cópia auten-
ticada, intimem-se e proceda-se, oportunamente e segundo as práticas de estilo, às anotações devidas, servindo esta como mandado
averbatório, determinando ao Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais de Itapuã, Comarca de Salvador - Bahia, que proceda à
margem do Livro de Registro de Casamentos matrícula nº 010660 01 55 2014 2 00038 090 0012579 29, a averbação do DIVÓRCIO
CONSENSUAL. Não houve mudança de nomes dos cônjuges. Após o trânsito em julgado, arquivem-se. P.R.I.

RELAÇÃO Nº 0410/2020

ADV: GILMAR CÉSAR DE MELO CHAVES (OAB 33671/BA) - Processo 0558609-76.2015.8.05.0001 - Divórcio Litigioso - Dissolução
- REQUERENTE: EDSON NOGUEIRA DOS SANTOS - REQUERIDA: VERA LÚCIA CAMPOS DOS SANTOS - Isto posto, com funda-
mento no art. 311, do CPC e Emenda Constitucional 66/2010, decreto liminarmente o divórcio de EDSON NOGUEIRA DOS SANTOS e
VERA LUCIA CAMPOS SANTOS, servindo esta como mandado de averbação, a ser dirigido ao Cartório do Registro Civil das Pessoas
Naturais do Subdistrito de Periperi, para que proceda à averbação do divórcio junto ao livro de registro de casamentos nº B 4, fls. 327,
termo 1658, cabendo à mulher a opção entre voltar a utilizar o seu nome de solteira ou manter o nome de casada. Expeça-se o man-
dado de citação da acionada, devendo o oficial de justiça observar se é o caso do art. 244, IV, do CPC, hipótese em que não realizará
a diligência, certificando-se para os devidos fins. Intime-se.

RELAÇÃO Nº 0411/2020

ADV: ANTÔNIO JOSÉ SOUZA BASTOS (OAB 28226/BA), EDUARDO JOSÉ LIMA FORTUNATO PEREIRA (OAB 8351/BA), EDUAR-
DO LIMA CONCEIÇÃO (OAB 30378/BA), FELIPE JACQUES SILVA (OAB 33391/BA), MARIA LUIZA ALCANTARA MAIA (OAB 10698/
BA), SERGIO PEREIRA DINIZ BOTINHA (OAB 80900/MG) - Processo 0534707-89.2018.8.05.0001 - Procedimento Comum - Família
- AUTORA: M. F. R. R. N. - RÉU: A. I. - Assim sendo, em se considerando os fatos até então noticiados e em atendimento ao requeri-
mento constante do parecer ministerial, determino, inicialmente, que a parte autora seja intimada, através de seu patrono, para infor-
mar, no prazo de 15 dias, o seu atual endereço e também o da menor, viabilizando, assim, a concretização da perícia acima apontada,
sob pena de extração de cópias destes autos, com subsequente encaminhamento ao Ministério Público competente, para apuração da
prática de condutas penalmente tipificadas. Sobreleva destacar que, enquanto não for obtido o resultado do estudo psicossocial e até
ulterior deliberação deste juízo, a menor ficará impedida de se ausentar deste País, ainda que esteja em companhia de qualquer dos
genitores e/ou terceiros, devendo, inclusive, a ora demandante comprovar que a sua filha se encontra devidamente matriculada em
instituição de ensino regular neste país. Determino, ademais, que sejam expedidos ofícios à 1ª Câmara Criminal, visando à remessa
a este juízo da decisão, em inteiro teor, proferida no Habeas Corpus de nº. 8026738-10.2019.805.0000; à DERCCA, no sentido de
informar sobre o estado das investigações referentes ao suposto crime de pedofilia que teria sido perpetrado pelo requerido e acerca
da possível deflagração da ação penal, e, finalmente, ao PROJETO VIVER, objetivando à apresentação do relatório concernente ao
estudo psicológico realizado com a menor em tela. Proceda-se à intimação da acionante para que, no prazo de 15 dias, se manifeste
sobre os documentos colacionados às fls. 801/843, 848/904 e 910/922. Defiro, outrossim, a solicitação do Ministério Público para que
o acionado seja intimado a entregar os passaportes da menor na Secretaria do 2º Cartório Integrado de Família, no prazo de 10 (dez)
dias, a fim de que estes permaneçam retidos temporariamente em repositório judicial destinado ao armazenamento de documentos e/
ou quaisquer outros materiais referentes aos processos em tramitação. Neste particular, com o intuito de conferir efetividade à restrição
provisória de saída do país da menor, a qual foi estabelecida nesta decisão, determino, também, que seja oficiada à Superintendên-
cia da Polícia Federal, para ciência a respeito de tal impedimento e adoção das providências necessárias à sua observância. Após
trazida aos autos a informação sobre o endereço atualizado da autora e da menor, retornem os autos conclusos para nomeação de
profissional da área de psicologia habilitada(o) a realizar o estudo psicossocial necessário à melhor instrução deste feito. Publique-se.
Intimem-se.Cumpra-se. Expeçam-se os ofícios necessários.

RELAÇÃO Nº 0412/2020

ADV: ANA CAROLINA LANDEIRO PASSOS (OAB 17217/BA), LAILA DRIELE MELO DA SILVA (OAB 53208/BA) - Processo 0327061-
22.2012.8.05.0001 - Divórcio Consensual - Dissolução - REQUERENTE: J. T. M. F. - R. V. M. F. - Antes de apreciar o requerimento de
ROSELI VIRGINIA MARTIN FIGUERA (fls. 51/52), oficie-se ao INSS para que informe a razão pela qual não foram implantados os
reajustes conforme determinado no ofício de fl. 45, encaminhando cópia do mesmo, além de cópia da petição de fls. 51/52.

RELAÇÃO Nº 0413/2020

ADV: ANIBAL DE SENNA PAIM - Processo 0529831-96.2015.8.05.0001 - Divórcio Litigioso - Dissolução - REQUERENTE: Jorge de
Jesus dos Santos - REQUERIDA: ANAILDA OLIVEIRA CRUZ DOS SANTOS - Vistos, etc.. Intime-se a parte autora, por seu advogado,
para dizer se tem interesse no prosseguimento do presente feito, no prazo de 05 (cinco) dias. Ficam cientes os advogados, bem como
as partes, que não basta a simples manifestação de interesse no andamento do feito, devendo para tanto proceder às determinações
e diligências necessárias ao regular andamento e desenvolvimento do processo, nos termos do art. 6º e 77 do Código de Processo
Civil. P.I. Cumpra-se.

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
5ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8030805-15.2019.8.05.0001 Procedimento Comum Cível
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 33

Autor: E. F. D. O.
Advogado: Larissa Guedes Menezes (OAB:0057995/BA)
Réu: V. D. S.

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA
COMARCA DE SALVADOR
5ª VARA DE FAMÍLIA
Rua do Tingui, s/n., Fórum das Famílias, 2º andar, Campo da Pólvora, Nazaré, CEP: 40040-380, Salvador/BA
TEL - (71) 3320693 - E-MAIL: salvador7vfamilia@tjba.jus.br

DESPACHO
Processo nº: 8030805-15.2019.8.05.0001
Classe: PROCEDIMENTO COMUM CÍVEL (7)
Requerente: AUTOR: EDIMILSON FERREIRA DE OLIVEIRA
Requerido:RÉU: VIVIANE DIAS SANTOS
Vistos, etc.
Proceda-se às anotações quanto à habilitação da Defensoria Pública. Aguarde-se o prazo para a apresentação da contestação.
Reservo-me para apreciar o pedido de tutela de urgência após o prazo para contestação.
Dê-se ciência à Defensoria Pública, considerando que já houve a citação da acionada (ID 39074310).
Salvador,BA. 21 de janeiro de 2020
Adriana Helena de Andrade Carvalho
Juíza de Direito

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
5ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8030805-15.2019.8.05.0001 Procedimento Comum Cível
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Autor: E. F. D. O.
Advogado: Larissa Guedes Menezes (OAB:0057995/BA)
Réu: V. D. S.

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA
COMARCA DE SALVADOR
5ª VARA DE FAMÍLIA
Rua do Tingui, s/n., Fórum das Famílias, 2º andar, Campo da Pólvora, Nazaré, CEP: 40040-380, Salvador/BA
TEL - (71) 3320693 - E-MAIL: salvador7vfamilia@tjba.jus.br

DESPACHO
Processo nº: 8030805-15.2019.8.05.0001
Classe: PROCEDIMENTO COMUM CÍVEL (7)
Requerente: AUTOR: EDIMILSON FERREIRA DE OLIVEIRA
Requerido:RÉU: VIVIANE DIAS SANTOS
Vistos, etc.
Proceda-se às anotações quanto à habilitação da Defensoria Pública. Aguarde-se o prazo para a apresentação da contestação.
Reservo-me para apreciar o pedido de tutela de urgência após o prazo para contestação.
Dê-se ciência à Defensoria Pública, considerando que já houve a citação da acionada (ID 39074310).
Salvador,BA. 21 de janeiro de 2020
Adriana Helena de Andrade Carvalho
Juíza de Direito

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
5ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8009806-07.2020.8.05.0001 Homologação Da Transação Extrajudicial
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Requerente: M. P. S.
Advogado: Nathalia Farjala Ferraz Souza (OAB:0044778/BA)
Advogado: Ivan Brandi Da Silva (OAB:0007941/BA)
Requerente: A. P. D. N.
Advogado: Elisa Gradin Vianna Frugoni (OAB:0039254/BA)

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA
Comarca de Salvador - 5º VARA DE FAMÍLIA
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 34

Rua do Tingui, S/N, Campo da Pólvora, 2º andar, Nazaré, CEP 40040-380, Fone: 3320-6993, Salvador/BA, Email: 2cifamilia@tjba.jus.
br
DESPACHO
Processo nº : 8009806-07.2020.8.05.0001
Classe - Assunto : [Reconhecimento / Dissolução]
Requerente : REQUERENTE: MARVIO PEDROSO SANTOS
Requerido : REQUERENTE: ALINE PEREIRA DAS NEVES

Intimem-se os postulantes para que, no prazo de 15 (quinze) dias, procedam à emenda da inicial, no sentido de retificar o valor da
causa, ajustando-o aos parâmetros estabelecidos no art. 292, III, CPC, na medida em que, não existindo, no particular, patrimônio
comum a ser partilhado, deverá o valor da causa ser calculado com base na prestação alimentar convencionada entre os acordantes
e que se destina ao filho menor do casal.

Após promovida a retificação e efetuado o pagamento das custas remanescentes, voltem os autos conclusos.
Salvador, 10 de fevereiro de 2020
Assinatura Digital (Lei Federal 11.419/2006)
ALESSANDRA GONÇALVES PAIM BONANZA
Juíza de Direito

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
5ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8010112-73.2020.8.05.0001 Divórcio Litigioso
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Requerente: Miriam Goncalves Santos
Advogado: Angelo Moncorvo De Souza (OAB:0034926/BA)
Requerido: Robson Ferreira Da Silva

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA
Comarca de Salvador - 5º VARA DE FAMÍLIA
Rua do Tingui, S/N, Campo da Pólvora, 2º andar, Nazaré, CEP 40040-380, Fone: 3320-6993, Salvador/BA, Email: 2cifamilia@tjba.jus.
br
DESPACHO
Processo nº : 8010112-73.2020.8.05.0001
Classe - Assunto : [Casamento]
Requerente : REQUERENTE: MIRIAM GONCALVES SANTOS
Requerido : REQUERIDO: ROBSON FERREIRA DA SILVA

O presente processo tramitará em segredo de Justiça, devendo a Secretaria efetuar a respectiva anotação no PJE
DEFIRO a Gratuidade da Justiça postulada na peça inaugural.
Por se tratar de litígio passível de transação, remetam-se os autos ao CEJUSC – VARAS DE FAMÍLIA, situado no andar térreo do
Fórum das Famílias, no endereço em epígrafe, para realização de audiência de conciliação, a qual fica, desde já, designada para a
data de 13/04/2020, às 13 h e 30 min.
A audiência será realizada por Conciliador em atuação perante o CEJUSC devendo as partes comparecer pessoalmente, acompa-
nhadas por seus advogados ou defensores públicos, ou, nos termos do Art. 334, §10º, do CPC, constituir representante, por meio de
procuração específica, com poderes para negociar e transigir.
Importante, ainda, constar a advertência, nos termos do, Art. 334, §8º, do CPC, de que a ausência injustificada de qualquer das partes
na audiência de conciliação será considerada ato atentatório à dignidade da justiça e poderá ser sancionada com multa de até 2%(dois
por cento) do valor da causa, a ser revertida em favor do Estado da Bahia.
Cite-se o requerido, para, querendo, oferecer contestação, através de advogado regularmente constituído ou Defensor Público, no
prazo de 15 (quinze) dias, cujo termo inicial será a data da audiência de conciliação, quando uma das partes não comparecer ao ato
ou, comparecendo, não houver autocomposição, sendo advertido que, em não sendo contestada a ação, presumir-se-ão verdadeiras
as alegações de fato formuladas pela parte Autora
Publique-se. Procedam-se às intimações necessárias.
Salvador, 10 de fevereiro de 2020
Assinatura Digital (Lei Federal 11.419/2006)
ALESSANDRA GONÇALVES PAIM BONANZA
Juíza de Direito

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
5ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DECISÃO
8007622-78.2020.8.05.0001 Alimentos - Lei Especial Nº 5.478/68
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Autor: D. C. C.
Advogado: Simone Da Conceicao Fialho (OAB:0046482/BA)
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 35

Representante: P. D. D. A. C.
Advogado: Simone Da Conceicao Fialho (OAB:0046482/BA)
Réu: M. S. C.

Decisão:
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA
Comarca de Salvador - 7º VARA DE FAMÍLIA
Rua do Tingui, S/N, Campo da Pólvora, 2º andar, Nazaré, CEP 40040-380, Fone: 3320-6993, Salvador/BA, Email: 2cifamilia@tjba.jus.
br
DECISÃO
Processo nº : 8007622-78.2020.8.05.0001
Classe - Assunto : [Regulamentação de Visitas]
Requerente : AUTOR: DOMINC CORREIA CRUZ REPRESENTANTE: PRISCYLA DAYANE DE ARAUJO CORREIA
Requerido : RÉU: MARCIO SILVA CRUZ
Inicialmente, ressalto que a tramitação do feito deverá obedecer ao segredo de justiça, a teor do inciso II do art. 189 do CPC, defiro
a Assistência Judiciária Gratuita requerida na petição inicial, conforme disposto no art. 98 do CPC, e determino que seja procedida à
intimação da parte autora, com o escopo de que, no prazo de 15 (quinze) dias, ajuste a petição inicial, no sentido de incluir a Sra. Pris-
cyla Dayane de Araújo Correia de Jesus, no polo ativo desta demanda, uma vez que ela é detentora do interesse referente à guarda
do filho menor.
Trata-se de Ação de Guarda cumulada com Alimentos e Regulamentação de Visitas, com pedido de fixação de alimentos provisórios, o
qual merece acolhimento, porquanto presentes os requisitos do art. 300, do CPC, quais sejam, a probabilidade do direito, evidenciada
na prova pré-constituída da obrigação alimentar legítima derivada da relação de filiação existente, e o perigo de risco à subsistência do
Alimentando menor, cuja necessidade se presume na hipótese em tela.
Posto isso, e considerando perfunctoriamente o binômio necessidade/possibilidade, CONCEDO, em parte, a tutela de urgência, fixan-
do os alimentos provisórios no valor equivalente a 25% (vinte e cinco por cento) dos vencimentos e vantagens percebidos pelo Alimen-
tante, MÁRCIO SILVA CRUZ, Matrícula nº 30.388.198-7, recaindo também sobre o 13º salário, abatidos os descontos legais do INSS
e IRPF, e excluindo-se o abono de férias, FGTS e verbas rescisórias, em favor do filho, ora requerente, sendo que a referida quantia
deverá ser paga mediante desconto mensal em folha de pagamento e depósito na conta poupança nº 225.07223442-2, agência 5067,
Caixa Econômica Federal, de titularidade da genitora do beneficiário, a Sra. PRISCYLA DAYANE DE ARAÚJO CORREIA DE JESUS,
inscrita no CPF sob o nº 018.060.105-93. Oficie-se ao departamento financeiro da Polícia Militar para proceder aos descontos em folha,
devendo, ainda, fornecer informação sobre os rendimentos auferidos pelo alimentante.
Por se tratar de litígio passível de transação, remetam-se os autos ao CEJUSC – VARAS DE FAMÍLIA, situado no andar térreo do
Fórum das Famílias, no endereço em epígrafe, para realização de audiência de conciliação, a qual fica, desde já, designada para a
data de 20/03/2019 às 16h:30min.
Cite-se o Réu, para, querendo, oferecer contestação, através de advogado regularmente constituído ou Defensor Público, no prazo
de 15 (quinze) dias, cujo termo inicial será a data da audiência de conciliação, quando uma das partes não comparecer ao ato ou,
comparecendo, não houver autocomposição, sendo advertido que, em não sendo contestada a ação, presumir-se-ão verdadeiras as
alegações de fato formuladas pela parte Autora.
Dê-se ciência às partes acerca da existência da Oficina de Pais e Mães Online, disponível em caráter permanente no site www.cnj.
jus.br/eadcnj, que se revela como instrumento de conscientização para os protagonistas dos conflitos familiares, oferecendo espaço
de reflexão e ressignificação do exercício de uma parentalidade responsável, visando, pois, a necessidade da convivência pacífica e
dialógica dos pais na solução dos conflitos.
Em homenagem aos princípios da economia e celeridade processuais, atribuo a esta decisão FORÇA DE OFÍCIO, o que dispensa a
realização de quaisquer outras diligências, devendo a parte requerente encaminhar cópia deste “decisum” para a fonte pagadora para
proceder aos descontos nos rendimentos mensais do requerido, no que se refere à pensão alimentícia ora fixada, nos termos aqui já
delineados, além do fornecimento de informação sobre a remuneração auferida pelo alimentante.
Publique-se. Intimem-se as partes, sendo que a parte Autora, através dos advogados, via DJe, os quais deverão cientificar sua cons-
tituinte.

Salvador, 9 de fevereiro de 2020


Assinatura Digital (Lei Federal 11.419/2006)
Alessandra Gonçalves Paim Bonanza
Juíza de Direito

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
5ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DECISÃO
8007622-78.2020.8.05.0001 Alimentos - Lei Especial Nº 5.478/68
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Autor: D. C. C.
Advogado: Simone Da Conceicao Fialho (OAB:0046482/BA)
Representante: P. D. D. A. C.
Advogado: Simone Da Conceicao Fialho (OAB:0046482/BA)
Réu: M. S. C.

Decisão:
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA
Comarca de Salvador - 7º VARA DE FAMÍLIA
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 36

Rua do Tingui, S/N, Campo da Pólvora, 2º andar, Nazaré, CEP 40040-380, Fone: 3320-6993, Salvador/BA, Email: 2cifamilia@tjba.jus.
br
DECISÃO
Processo nº : 8007622-78.2020.8.05.0001
Classe - Assunto : [Regulamentação de Visitas]
Requerente : AUTOR: DOMINC CORREIA CRUZ REPRESENTANTE: PRISCYLA DAYANE DE ARAUJO CORREIA
Requerido : RÉU: MARCIO SILVA CRUZ
Inicialmente, ressalto que a tramitação do feito deverá obedecer ao segredo de justiça, a teor do inciso II do art. 189 do CPC, defiro
a Assistência Judiciária Gratuita requerida na petição inicial, conforme disposto no art. 98 do CPC, e determino que seja procedida à
intimação da parte autora, com o escopo de que, no prazo de 15 (quinze) dias, ajuste a petição inicial, no sentido de incluir a Sra. Pris-
cyla Dayane de Araújo Correia de Jesus, no polo ativo desta demanda, uma vez que ela é detentora do interesse referente à guarda
do filho menor.
Trata-se de Ação de Guarda cumulada com Alimentos e Regulamentação de Visitas, com pedido de fixação de alimentos provisórios, o
qual merece acolhimento, porquanto presentes os requisitos do art. 300, do CPC, quais sejam, a probabilidade do direito, evidenciada
na prova pré-constituída da obrigação alimentar legítima derivada da relação de filiação existente, e o perigo de risco à subsistência do
Alimentando menor, cuja necessidade se presume na hipótese em tela.
Posto isso, e considerando perfunctoriamente o binômio necessidade/possibilidade, CONCEDO, em parte, a tutela de urgência, fixan-
do os alimentos provisórios no valor equivalente a 25% (vinte e cinco por cento) dos vencimentos e vantagens percebidos pelo Alimen-
tante, MÁRCIO SILVA CRUZ, Matrícula nº 30.388.198-7, recaindo também sobre o 13º salário, abatidos os descontos legais do INSS
e IRPF, e excluindo-se o abono de férias, FGTS e verbas rescisórias, em favor do filho, ora requerente, sendo que a referida quantia
deverá ser paga mediante desconto mensal em folha de pagamento e depósito na conta poupança nº 225.07223442-2, agência 5067,
Caixa Econômica Federal, de titularidade da genitora do beneficiário, a Sra. PRISCYLA DAYANE DE ARAÚJO CORREIA DE JESUS,
inscrita no CPF sob o nº 018.060.105-93. Oficie-se ao departamento financeiro da Polícia Militar para proceder aos descontos em folha,
devendo, ainda, fornecer informação sobre os rendimentos auferidos pelo alimentante.
Por se tratar de litígio passível de transação, remetam-se os autos ao CEJUSC – VARAS DE FAMÍLIA, situado no andar térreo do
Fórum das Famílias, no endereço em epígrafe, para realização de audiência de conciliação, a qual fica, desde já, designada para a
data de 20/03/2019 às 16h:30min.
Cite-se o Réu, para, querendo, oferecer contestação, através de advogado regularmente constituído ou Defensor Público, no prazo
de 15 (quinze) dias, cujo termo inicial será a data da audiência de conciliação, quando uma das partes não comparecer ao ato ou,
comparecendo, não houver autocomposição, sendo advertido que, em não sendo contestada a ação, presumir-se-ão verdadeiras as
alegações de fato formuladas pela parte Autora.
Dê-se ciência às partes acerca da existência da Oficina de Pais e Mães Online, disponível em caráter permanente no site www.cnj.
jus.br/eadcnj, que se revela como instrumento de conscientização para os protagonistas dos conflitos familiares, oferecendo espaço
de reflexão e ressignificação do exercício de uma parentalidade responsável, visando, pois, a necessidade da convivência pacífica e
dialógica dos pais na solução dos conflitos.
Em homenagem aos princípios da economia e celeridade processuais, atribuo a esta decisão FORÇA DE OFÍCIO, o que dispensa a
realização de quaisquer outras diligências, devendo a parte requerente encaminhar cópia deste “decisum” para a fonte pagadora para
proceder aos descontos nos rendimentos mensais do requerido, no que se refere à pensão alimentícia ora fixada, nos termos aqui já
delineados, além do fornecimento de informação sobre a remuneração auferida pelo alimentante.
Publique-se. Intimem-se as partes, sendo que a parte Autora, através dos advogados, via DJe, os quais deverão cientificar sua cons-
tituinte.

Salvador, 9 de fevereiro de 2020


Assinatura Digital (Lei Federal 11.419/2006)
Alessandra Gonçalves Paim Bonanza
Juíza de Direito

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
5ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DECISÃO
8007800-27.2020.8.05.0001 Alimentos - Lei Especial Nº 5.478/68
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Representante: D. S. D. C.
Advogado: Juliana Lima De Jesus (OAB:0064580/BA)
Advogado: Laila Almeida Chagas (OAB:0063483/BA)
Réu: C. D. F. S. S. I.

Decisão:
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA
Comarca de Salvador - 7º VARA DE FAMÍLIA
Rua do Tingui, S/N, Campo da Pólvora, 2º andar, Nazaré, CEP 40040-380, Fone: 3320-6993, Salvador/BA, Email: 2cifamilia@tjba.jus.
br
DECISÃO
Processo nº : 8007800-27.2020.8.05.0001
Classe - Assunto : [Alimentos]
Requerente : REPRESENTANTE: DANIELA SANTOS DA CRUZ
Requerido : RÉU: CRISTIANO DE FREITAS SENTO SE IMPROTA
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 37

O presente processo tramitará em segredo de Justiça


DEFIRO a Gratuidade da Justiça postulada na peça inaugural.
Trata-se de Ação de Alimentos, com pedido de alimentos provisórios, o qual merece acolhimento, porquanto presentes os requisitos do
art. 300 do CPC, quais sejam, a probabilidade do direito, evidenciada na prova pré-constituída da obrigação alimentar legítima derivada
da relação de filiação existente, e o perigo de risco à subsistência dos Alimentandos menores, cujas necessidades se presumem na
hipótese em tela.
Posto isso, considerando-se perfunctoriamente o binômio necessidade/possibilidade, CONCEDO, em parte, a tutela de urgência,
fixando os alimentos provisórios no valor correspondente a 50% (trinta por cento) do salário-mínimo vigente, a ser pago pelo Reque-
rido, CRISTIANO DE FREITAS SENTO SÉ IMPROTA, CPF nº 897.159.855-72, em favor dos filhos, DIOGO DA CRUZ SENTO SÉ
IMPROTA e MIGUEL DA CRUZ SENTO SÉ IMPROTA, sendo 25% (vinte e cinco por cento) para cada um deles, destacando-se que
a referida quantia deverá ser paga mediante desconto mensal em folha de pagamento do alimentante e depósito na conta corrente nº
733-3, agência 3413, operação 001, Caixa Econômica Federal, de titularidade da representante legal dos beneficiários, a Sra. DANIE-
LA SANTOS DA CRUZ, inscrita do CPF sob o nº 009.563.405-39. Oficie-se à EMPRESA MACARRA MÁQUINAS, com endereço na
Estrada das Pedreiras, Aratu, Ceasa, Simões Filho/BA, CEP: 43.700-000, para proceder aos descontos mensais em folha de paga-
mento, devendo, ainda, fornecer informação sobre os rendimentos auferidos pelo alimentante.
Por se tratar de litígio passível de transação, remetam-se os autos ao CEJUSC – VARAS DE FAMÍLIA, situado no andar térreo do
Fórum das Famílias, para realização de audiência de conciliação, a qual fica, desde já, designada para a data de 13/04/2020, às 9 h.
Cite-se o requerido, para, querendo, oferecer contestação, através de advogado regularmente constituído ou Defensor Público, no
prazo de 15 (quinze) dias, cujo termo inicial será a data da audiência de conciliação, quando uma das partes não comparecer ao ato
ou, comparecendo, não houver autocomposição, sendo advertido que, em não sendo contestada a ação, presumir-se-ão verdadeiras
as alegações de fato formuladas pela parte Autora.
Dê-se ciência às partes acerca da existência da Oficina de Pais e Mães Online, disponível em caráter permanente no site www.cnj.
jus.br/eadcnj, que se revela como instrumento de conscientização para os protagonistas dos conflitos familiares, oferecendo espaço
de reflexão e ressignificação do exercício de uma parentalidade responsável, visando, pois, a necessidade da convivência pacífica e
dialógica dos pais na solução dos conflitos.
Publique-se. Procedam-se às intimações necessárias.
Em homenagem aos princípios da economia e celeridade processuais, atribuo a esta decisão FORÇA DE OFÍCIO, o que dispensa a
realização de quaisquer outras diligências, devendo a parte requerente encaminhar cópia deste “decisum” para a fonte pagadora para
proceder aos descontos nos rendimentos mensais do requerido, no que se refere à pensão alimentícia ora fixada, nos termos aqui já
delineados, além do fornecimento de informação sobre a remuneração auferida pelo alimentante.

Salvador, 09 de fevereiro de 2020


Assinatura Digital (Lei Federal 11.419/2006)
Alessandra Gonçalves Paim Bonanza
Juíza de Direito

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
5ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DECISÃO
8007800-27.2020.8.05.0001 Alimentos - Lei Especial Nº 5.478/68
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Representante: D. S. D. C.
Advogado: Juliana Lima De Jesus (OAB:0064580/BA)
Advogado: Laila Almeida Chagas (OAB:0063483/BA)
Réu: C. D. F. S. S. I.

Decisão:
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA
Comarca de Salvador - 7º VARA DE FAMÍLIA
Rua do Tingui, S/N, Campo da Pólvora, 2º andar, Nazaré, CEP 40040-380, Fone: 3320-6993, Salvador/BA, Email: 2cifamilia@tjba.jus.
br
DECISÃO
Processo nº : 8007800-27.2020.8.05.0001
Classe - Assunto : [Alimentos]
Requerente : REPRESENTANTE: DANIELA SANTOS DA CRUZ
Requerido : RÉU: CRISTIANO DE FREITAS SENTO SE IMPROTA

O presente processo tramitará em segredo de Justiça


DEFIRO a Gratuidade da Justiça postulada na peça inaugural.
Trata-se de Ação de Alimentos, com pedido de alimentos provisórios, o qual merece acolhimento, porquanto presentes os requisitos do
art. 300 do CPC, quais sejam, a probabilidade do direito, evidenciada na prova pré-constituída da obrigação alimentar legítima derivada
da relação de filiação existente, e o perigo de risco à subsistência dos Alimentandos menores, cujas necessidades se presumem na
hipótese em tela.
Posto isso, considerando-se perfunctoriamente o binômio necessidade/possibilidade, CONCEDO, em parte, a tutela de urgência,
fixando os alimentos provisórios no valor correspondente a 50% (trinta por cento) do salário-mínimo vigente, a ser pago pelo Reque-
rido, CRISTIANO DE FREITAS SENTO SÉ IMPROTA, CPF nº 897.159.855-72, em favor dos filhos, DIOGO DA CRUZ SENTO SÉ
IMPROTA e MIGUEL DA CRUZ SENTO SÉ IMPROTA, sendo 25% (vinte e cinco por cento) para cada um deles, destacando-se que
a referida quantia deverá ser paga mediante desconto mensal em folha de pagamento do alimentante e depósito na conta corrente nº
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 38

733-3, agência 3413, operação 001, Caixa Econômica Federal, de titularidade da representante legal dos beneficiários, a Sra. DANIE-
LA SANTOS DA CRUZ, inscrita do CPF sob o nº 009.563.405-39. Oficie-se à EMPRESA MACARRA MÁQUINAS, com endereço na
Estrada das Pedreiras, Aratu, Ceasa, Simões Filho/BA, CEP: 43.700-000, para proceder aos descontos mensais em folha de paga-
mento, devendo, ainda, fornecer informação sobre os rendimentos auferidos pelo alimentante.
Por se tratar de litígio passível de transação, remetam-se os autos ao CEJUSC – VARAS DE FAMÍLIA, situado no andar térreo do
Fórum das Famílias, para realização de audiência de conciliação, a qual fica, desde já, designada para a data de 13/04/2020, às 9 h.
Cite-se o requerido, para, querendo, oferecer contestação, através de advogado regularmente constituído ou Defensor Público, no
prazo de 15 (quinze) dias, cujo termo inicial será a data da audiência de conciliação, quando uma das partes não comparecer ao ato
ou, comparecendo, não houver autocomposição, sendo advertido que, em não sendo contestada a ação, presumir-se-ão verdadeiras
as alegações de fato formuladas pela parte Autora.
Dê-se ciência às partes acerca da existência da Oficina de Pais e Mães Online, disponível em caráter permanente no site www.cnj.
jus.br/eadcnj, que se revela como instrumento de conscientização para os protagonistas dos conflitos familiares, oferecendo espaço
de reflexão e ressignificação do exercício de uma parentalidade responsável, visando, pois, a necessidade da convivência pacífica e
dialógica dos pais na solução dos conflitos.
Publique-se. Procedam-se às intimações necessárias.
Em homenagem aos princípios da economia e celeridade processuais, atribuo a esta decisão FORÇA DE OFÍCIO, o que dispensa a
realização de quaisquer outras diligências, devendo a parte requerente encaminhar cópia deste “decisum” para a fonte pagadora para
proceder aos descontos nos rendimentos mensais do requerido, no que se refere à pensão alimentícia ora fixada, nos termos aqui já
delineados, além do fornecimento de informação sobre a remuneração auferida pelo alimentante.

Salvador, 09 de fevereiro de 2020


Assinatura Digital (Lei Federal 11.419/2006)
Alessandra Gonçalves Paim Bonanza
Juíza de Direito

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
5ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DECISÃO
8009112-38.2020.8.05.0001 Outros Procedimentos De Jurisdição Voluntária
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Requerente: C. R. O. C.
Advogado: Thiago Muniz Ferreira Pacheco (OAB:0026357/BA)
Requerente: F. O. C.
Advogado: Thiago Muniz Ferreira Pacheco (OAB:0026357/BA)
Requerente: L. C. O. C.
Advogado: Thiago Muniz Ferreira Pacheco (OAB:0026357/BA)

Decisão:
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA
Comarca de Salvador - 7º VARA DE FAMÍLIA
Rua do Tingui, S/N, Campo da Pólvora, 2º andar, Nazaré, CEP 40040-380, Fone: 3320-6993, Salvador/BA, Email: 2cifamilia@tjba.jus.
br
DECISÃO
Processo nº : 8009112-38.2020.8.05.0001
Classe - Assunto : [Nomeação]
Requerente : REQUERENTE: CARLA REGINA OLIVEIRA CAMPOS, FELISMINA OLIVEIRA CAMPOS, LUIZ CARLOS OLIVEIRA
CAMPOS

De acordo com o art. 1º da Resolução n.19, de 18 de outubro de 2017, publicada no DJE de 19/10/2017 e com o Decreto Judiciário nº
1.021 de 10 de Novembro de 2017, publicado no DJE de 13/11/2017, restou redefinida a competência das Varas de Família, Órfãos,
Interditos, Sucessões e Ausentes de Salvador, passando este Juízo a “ter competência especializada para processar e julgar as ações
em matéria de família, conforme disposto no art. 73 da LOJ.”
Assim, afigura-se claro que este Juízo não detém competência para processar e julgar as ações afetas ao direito de sucessões e in-
terditos, razão pela qual determino a imediata remessa destes autos ao Setor de Distribuição para que sejam livremente redistribuídos
entre os Juízos competentes, conforme art.2º da supracitada Resolução.
Publique-se. Intimem-se. Cumpra-se.
Salvador, 10 de fevereiro de 2020
Assinatura Digital (Lei Federal 11.419/2006)
Alessandra Gonçalves Paim Bonanza
Juíza de Direito

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
5ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DECISÃO
8009112-38.2020.8.05.0001 Outros Procedimentos De Jurisdição Voluntária
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Requerente: C. R. O. C.
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 39

Advogado: Thiago Muniz Ferreira Pacheco (OAB:0026357/BA)


Requerente: F. O. C.
Advogado: Thiago Muniz Ferreira Pacheco (OAB:0026357/BA)
Requerente: L. C. O. C.
Advogado: Thiago Muniz Ferreira Pacheco (OAB:0026357/BA)

Decisão:
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA
Comarca de Salvador - 7º VARA DE FAMÍLIA
Rua do Tingui, S/N, Campo da Pólvora, 2º andar, Nazaré, CEP 40040-380, Fone: 3320-6993, Salvador/BA, Email: 2cifamilia@tjba.jus.br
DECISÃO
Processo nº : 8009112-38.2020.8.05.0001
Classe - Assunto : [Nomeação]
Requerente : REQUERENTE: CARLA REGINA OLIVEIRA CAMPOS, FELISMINA OLIVEIRA CAMPOS, LUIZ CARLOS OLIVEIRA
CAMPOS

De acordo com o art. 1º da Resolução n.19, de 18 de outubro de 2017, publicada no DJE de 19/10/2017 e com o Decreto Judiciário nº
1.021 de 10 de Novembro de 2017, publicado no DJE de 13/11/2017, restou redefinida a competência das Varas de Família, Órfãos,
Interditos, Sucessões e Ausentes de Salvador, passando este Juízo a “ter competência especializada para processar e julgar as ações
em matéria de família, conforme disposto no art. 73 da LOJ.”
Assim, afigura-se claro que este Juízo não detém competência para processar e julgar as ações afetas ao direito de sucessões e in-
terditos, razão pela qual determino a imediata remessa destes autos ao Setor de Distribuição para que sejam livremente redistribuídos
entre os Juízos competentes, conforme art.2º da supracitada Resolução.
Publique-se. Intimem-se. Cumpra-se.
Salvador, 10 de fevereiro de 2020
Assinatura Digital (Lei Federal 11.419/2006)
Alessandra Gonçalves Paim Bonanza
Juíza de Direito

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
5ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
SENTENÇA
8004274-86.2019.8.05.0001 Alimentos - Lei Especial Nº 5.478/68
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Autor: E. P. S.
Advogado: Martha Maria Dos Santos (OAB:0054939/BA)
Réu: C. M. B.
Réu: A. B. S.

Sentença:
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA
Comarca de Salvador - 5º VARA DE FAMÍLIA
Rua do Tingui, S/N, Campo da Pólvora, 2º andar, Nazaré, CEP 40040-380, Fone: 3320-6993, Salvador/BA, Email: 2cifamilia@tjba.jus.br
SENTENÇA
Processo nº : 8004274-86.2019.8.05.0001
Classe - Assunto : [Alimentos]
Requerente : AUTOR: EVERTON PRAZERES SILVA
Requerido : RÉU: CRISTIANE MOTA BAPTISTA, AMANDA BAPTISTA SILVA

Tratam os autos de AÇÃO DE EXONERAÇÃO DE ALIMENTOS, proposta por EVERTON PRAZERES SILVA, através de advogado
legalmente constituído, em face de AMANDA BAPTISTA SILVA, ambos qualificados na peça inaugural.
Em audiência realizada na data de 13/12/2019, consoante se infere do Termo identificado pelo ID.42514940, as partes decidiram pela
solução consensual do conflito.
Assim sendo, diante de todo o exposto e em se considerando o atendimento às formalidades e exigências legais, HOMOLOGO, por
sentença, para que produza os seus jurídicos e legais efeitos, o acordo celebrado pelas partes, consoante Termo de Audiência iden-
tificado pelo ID.42514940 destes autos, com a finalidade de EXONERAR EVERTON PRAZERES SILVA do pagamento da pensão
alimentícia destinada à sua filha AMANDA BAPTISTA SILVA, tudo na forma do art. 487, III,”B”, do CPC, extinguindo-se, portanto, o
feito, com resolução de mérito.
Após o cumprimento das formalidades legais e com o trânsito em julgado da sentença ora prolatada, expeça-se cópia desta sentença
que servirá de mandado/ofício, para fins de cancelamento dos descontos da pensão alimentícia paga por EVERTON PRAZERES SIL-
VA em favor de AMANDA BAPTISTA SILVA, no montante de 20% dos rendimentos líquidos do alimentante, para o que será suficiente
a remessa de cópia desta decisão e termo de acordo para a Unidade de Administração da Folha de Pagamento da Polícia Rodoviária
Federal.
Sem custas, em consonância com a disposição do art. 90, §3º, do CPC.
A presente sentença transitará em julgado na data de sua publicação, em face da renúncia ao prazo recursal.
P.R.I. Após, arquive-se o feito com baixa em seus registros.

Salvador, 19 de janeiro de 2020


Assinatura Digital (Lei Federal 11.419/2006)
Alessandra Gonçalves Paim Bonanza
Juíza de Direito
TJBA - DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO - Nº 2.559 - Disponibilização: terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 Cad 2/ Página 40

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
5ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DECISÃO
8086724-86.2019.8.05.0001 Alimentos - Lei Especial Nº 5.478/68
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Autor: Jose Rubens Lacerda Fonseca
Advogado: Bruna Luana Carvalho Ferreira (OAB:0046701/BA)
Réu: Raianne Ramos Lacerda Fonseca

Decisão:
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA
Comarca de Salvador - 7º VARA DE FAMÍLIA
Rua do Tingui, S/N, Campo da Pólvora, 2º andar, Nazaré, CEP 40040-380, Fone: 3320-6993, Salvador/BA, Email: 2cifamilia@tjba.jus.
br
DECISÃO
Processo nº : 8086724-86.2019.8.05.0001
Classe - Assunto : [Alimentos]
Requerente : AUTOR: JOSE RUBENS LACERDA FONSECA
Requerido : RÉU: RAIANNE RAMOS LACERDA FONSECA

Tratam-se os autos de uma AÇÃO DE EXONERAÇÃO DE ALIMENTOS COM PEDIDO DE TUTELA DE URGÊNCIA DE NATUREZA
ANTECIPADA, proposta por JOSÉ RUBENS LACERDA FONSECA, através de advogado legalmente constituído, em face de RAIANE
RAMOS LACERDA FONSECA
Inicialmente defiro os benefícios da gratuidade da justiça, nos termos do art. 98 do CPC.
Não obstante as considerações tecidas pelo demandante no decorrer da peça inaugural, entendo temerária a concretização de exo-
neração de alimentos, em caráter liminar, no âmbito de decisão de tutela antecipatória, afigurando-se necessário, em casos que tais,
a angularização da relação processual, oportunizando o exercício do contraditório.
Demais disso, não se pode surpreender a alimentanda com a retirada abrupta do pensionamento, uma vez que não existe nos autos,
até o presente momento, demonstração cabal acerca da desnecessidade da beneficiária da supracitada pensão.
Ainda nesta oportunidade, em observância à nova sistemática processual civil que prioriza a solução consensual dos conflitos nas
ações de família, conforme se verifica do disposto no art. 694 do CPC, e na forma da resolução TJBA nº 24/2015, determino que sejam
estes autos encaminhados ao Centro Judiciário Consensual de Conflitos (CEJUSC), visando à realização de audiência de conciliação,
a qual fica desde já designada para o dia 20/03/2020 às 15h30min.
Cite-se a requerida para, querendo, oferecer contestação, através de advogado regularmente constituído ou Defensor Público, no
prazo de 15 (quinze) dias, cujo termo inicial será a data da audiência de conciliação, quando uma das partes não comparecer ao ato
ou, comparecendo, não houver autocomposição, sendo advertido que, em não sendo contestada a ação, presumir-se-ão verdadeiras
as alegações de fato formuladas pela parte Autora.
Importante, ainda, constar a advertência, nos termos do, Art. 334, § 8º, do CPC, de que a ausência injustificada de qualquer das partes
na audiência de conciliação será considerada ato atentatório à dignidade da justiça e poderá ser sancionada com multa de até 2% (dois
por cento) do valor da causa, revertida em favor do Estado da Bahia.
Atribuo a este despacho FORÇA DE CARTA DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO, com base nos princípios processuais da celeridade e infor-
malidade.
Publique-se. Procedam-se às intimações necessárias.
Salvador, 23 de janeiro de 2020
Assinatura Digital (Lei Federal 11.419/2006)
Alessandra Gonçalves Paim Bonanza
Juíza de Direito

PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA
5ª VARA DE FAMILIA DA COMARCA DE SALVADOR
DESPACHO
8084174-21.2019.8.05.0001 Divórcio Litigioso
Jurisdição: Salvador - Região Metropolitana
Requerente: Sonia Regina Santos De Santana
Advogado: Ana Paula Conceicao Avila Santos (OAB:0045554/BA)
Requerido: Fernando Bispo De Santana

Despacho:
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA
Comarca de Salvador - 5º VARA DE FAMÍLIA
Rua do Tingui, S/N, Campo da Pólvora, 2º andar, Nazaré, CEP 40040-380, Fone: 3320-6993, Salvador/BA, Email: 2cifamilia@tjba.jus.
br
DESPACHO
Processo nº : 8084174-21.2019.8.05.0001
Classe - Assunto : [Dissolução]
Requerente : REQUERENTE: SONIA REGINA SANTOS DE SANTANA
Requerido : REQUERIDO: FERNANDO BISPO DE SANTANA