Você está na página 1de 31

.....tf.vA^yJW-twawwffw ¦ ,--v"-''-v'WW'P»P'w^i>l.

«»*»',»*W^
'. '':'"'
''" " : ¦¦¦'xJ'7 J ..' ... ''.'¦' - '"
v ,"?- • ' .'
3IBLIOTB0A' NA0IO*MfAL' i-^^R /
D. »A •VÃNAlAfU',

PROFESSORES REIVINDICAM AUMENTO DE 6Í


"
vT" • LEIA NA PÁG. 7
¦$í"ív\ -w^ ^S^jaBfjBB^^^By -' , - <¦'>. -\ ¦''-» :<''':^^jBiffiJB.'; . -»3SV.

ASSALTAM
jl ^^.

¦ l i ti k i nk ¦ I *¦ i1

NA CENTRAL DO BRASIL
LER NA PAGINA 4
Ano XXXII Rio, 2.a-feira, 19 de fevereiro de 1962 N.° 11.010

Âmr ^^Q^P

iW'iÉA !^Slm\ m\ ^m. !•¦¦¦ ¦ ID ^_ B fl Ba ^H^B ^B ^^^H ¦¦ R> Lw I »fl ^& ^B 3? ^B ¦¦

^1 ^^1
BHl^%-<i«£aB3B^y I H^ E ^1 ^^lEÉÍfl ^B ^H I H H^ H I Hni^fl 0 1^1 ^^^^"'""""""""'rffl mmw ^^^^«H ^11 LmW mm^^^^^^M n ^^ ^mmvj&^^mw

¥%iiw$ÊmW flm V
6^.saffti|r fl m IIH
¦£ H wfl ^Hi flII ¦ iI fl
«I fl fl AI
fl I H^^Bf Ifl Bp^
^^^m^^^B ly B^H vi
¦ I fl B IRA
fl ^i K^ir
wtay

-.'-"¦. I

uial^SH Á^Ê ^m ^H ^H m flfl ^H ^fl BM fll fll »flfl Bm «¦¦ mmc^^^ m\W

fi&tEmw B^B^fll "H IP saw


_m ___ ^^^^^H ^^^^^^^^^^H ^^^^^fl ^^^^^B BB bW ^b1 Bh ^I^Hft B^bW^E ^1 mmm» Bbi fl ^¦^

BESUÊ _M j^ê[ __\ ^B ^| flWfl^^H B^B^^B »^l ^fl ^1 ^A I I ^| ^H I mmmw B^B^fll fl^Bt^B ^^E^B Bv m^mw w!^^

,-y

MILITARES ANUNCIAM
QUE ACATARÃO QUAL-
QUER DECISÃO DO CON-
GRESSO
• Ler na página 5 %&*

rs
GEB.ADEU iS
GE — Frigidaire — Bergõm
Brastemp — Kelvinator —
Clímax — Gelomatic etc.

ENTRADA 1,811
MENSAIS |J8t;
avista 48950.
Sem mais despesas

PHILCO — ADMIRAL —

0IM>) />4Z EMERSON — INVICTIS


— CIBEAL — STANDAIÍI"*

ENTRADA
2.60(1
MENSAIS 2.600-
¦ :-:£#?h$3^I
¦&••¦' '-^w^B ^E&odoH ^B' ^^^Ed.^^K-Svw'-*• ¦¦*¦¦' ^•:â»S£i>.
BbsSbB ^k: .BBB^BWttx^^s:-'*: -:':'::*:* OTBHttgEfi:^'-'- •v.-^'"'*-•'
^^tSfl^H
'"^jr SiBm I Rainha dos Focas, Rainha Morna; baile no Qui-
tandinha, no Bola Preta, no Tabariz; ensaios na
avista 65.950,
''¦kNhPk^B^^^^I :
I &*¦ mm BS^^fll E^ Se ^fcí:-.'":': .'* ::v>SSB^H
Portela, em Mangueira, no Salgueiro — a cida- Sem mais despesas
de entrega-se toda e sem resistência ao ritmo A MENOR ENTRADA
Ou a Menor Mensalidmlr
quente das cuicas e tamborins em prévias carna.

*. j mtiB Bt:'<>v''^$'-jll
"'• RB 1^ ^^^^^ÍIctF)? 2í&Ji$P' "Jteir^ÉS;-^^ B
valescas que pegam fogo. O Carnaval ai está
— e como a justificar o velho refrão que diz so na dorex
que "o melhor da festa é esperar por ela", en-
S^Scá Kvs^SI ^^Kv-*~ *•" ^fl Sfln| ^mB| H^^'' ^ Sjjr 'tw4*^^:' oK>*-*v^. v fl
'-^-^'^I^íA^bBÍÍ?*'¦¦""'"-''x
Kj^S gB^^I ^K^*- ^^B^HjbbBB HF *•¦¦- v>?^B
quanto espera o carioca atira-se de corpo-e-alma CENTRO:
à folia» como se fossem verdadeiras as profecias
dos indus de que o mundo está para acabar. E Av. Mal. Floriano, 223
no vale-tudo do reinado de Momo, só uma lei (Em frente ao Itamarath
vigora — a da alegria absoluta, com ou sem fan- R. BUENOS AIRES, 287
tasia, com ou sem biquíni, que apesar da proibi
ção foi a vestimenta preferida nestas noites de NOVA IGUAÇU:
muito calor. (LEIA TUDO SOBRE CARNAVAL RUA 13 DE MAIO, 78
NA PAGINA CENTRAL).
wm^m ||^,^SJS5||g^

15
Pro
M. »« _ iüJF^JWÜ A EJNCJPPÕ BRASIL- NA BAHIA AlÉMDE PETROUO(TANTO), JAZIDAS PC URÂNIO
- 19-21962 de c
Recome
0 LEITOR E
A NOVA ESTRELA
PERIGO DE A PREGUIÇA
• CLAPvITA RAMOS Vil
(GB) : «Depois do 4
DITADURA WÊMmmWÊI^mWmW1 l^^^^w-
mvStíkmWÊftm * ^wnnNHl
almoço, deito-me na
cama e fico numa tal
moleza, que não consi.
go me levantar, nem
"¦**»«*

@ lauta
9 ANíll
Juscelino está em plena campanha eleitoral. para ver se está cho.
Começou por onde achou que devia começar. Pela vendo».
proposição de um Plebiscito, que derrube o parla- ^tMgsBBTiTTHMKiií^ yy.?tjúy&$i3C'- '¦ yyyy^yf^^^^^^^^^^S^^&^s «fl »*
Clarita, você nao
inentarismo, porque prefere governar com as faci-
lidades do presidencialismo. precisa levantar.se, pa-
ra ver se está ou não,
Perguhta--.se muito se JK e da esquerda, do chovendo. Quando qui.
centro ou da direita. Da direita, não é. Como tam- ser saber( mande um
bém não tem nada ver com a mais moderada das dos seus filhos para a Â
esquerdas. O que Juscelino é, disto, deu provas: •runteremttl
rua. Quando êle voltar :a mislurar ãJ
um homem que, na presidência da República, dese- se estiver com a cabe., tórias deseiuq
ja fazer coisas. Acordar cedo, viajar de avião, ^^Ê!^^^^^^^^^^^^^^^^^^ÊW a'* ê cinha molhada, é por. Membro d>
mandnr abrir estradas è, se deixarem., construir que está. i r'ifil">i PiieciiiiL.
Fe;'í''i. yM
mais cidades. Para .êle, ideologia é conversa e acha PAULO FEKNAN.
que, no Brasil, já se conversou demais. DES (S. Luiz) : «Tenho ® PSKOíl
Sc se tivesse certeza de ao presidencialismo seria, que estar no escritório, i. ma orfei
todos os dias, às oito. cinema itaüa
que JK voltaria ao Planai- afinal^ a instalação de uma msnte oeiíís
to. O presidencialismo não ditadura (qualquer delas é ^mÈÊÊÈÊÈÈk mZmw* WÊF' WxÊÈkI Mas, só às 11, consigo ' !>-'«k. B;;8i
seria absolutamente perigo- execrável) que a nossa cs-
fll B^nlJwll WmÊ%>-
¦¦¦'¦'¦¦ •Wr'íftrn**Ml**riMírr^' !£&#"'' st>siti8ls8i88--:'
Wm mmm
'jti&MfMMgSüm sair da cama. Descem- "a!na, com
Uai »
¦
Mm»:
%i/iw3aMnfô >iiillil 'ÊmsÊyy ¦ aiHi tam-me sempre metade Vianello, iàl
so. Porque JK não tem na- trutura de povo livre não !^R'íWfS'i ¦¦$&£&%X&y wjSMM w&w&g
do dia?;.
da a ver com a figura do suportaria,
ditador. Mas, na hipótese, Achamos que esta é a
-:¦'.•'.¦'.-:•:•'.•.-' xggrj BBlfift- - ''i^HHBlrant^^EíSacKÍy- -¦•¦sbH 5!ví>ív-v- ¦¦¦¦¦¦ yfflgwKI BB^HW»
Num país de salários
« mm
DAÍ
pOaSsibilíssima, da volta de bora de Juscelino preparar "^StSjwHBelw*Í**3mr^WlfrffllHTM
tão baixos, você não
Uma ti*
Jânio, um presidencialismo sua nova-eleição, mns. nun- r;';';'' ¦gjHjE^t*gj:i >'%H| H^
pode continuar a viver pcrson..?ti|||
como era o nosso, que da. ca de derrubar o parlamen. corn apenas meio salá~ J utt ic." ndo |
«a^ía^a^^s^^^S . ^py-x': ^ajpPü^^aa
va poderes ditatoriais ao tarismo. Porque o Presi- rio. Se í?ua preg-uiça é gráfica, Ditífl
-incurável, seja corajo. mr.\Ti, ia r
Presidente da República, se- dente poderá não ser êle e, bert MilffcJ
rá o golpe de clemência em se for um louco, da marca so e siga a única pro.
" nossa frágil democracia,
tão de Jânio (é difícil que haja ^^^^H ^^KS i 1 fissão, que pode exer.
cer: vigia.
r,'.vr.« li
pfiaí
ameaçada pela anemia do outro tão louco, assim) t, Uma Ks
povo e pelo medo dos poli- se fôr Jânio, adeus às ale.
ticos conservadores. A volta grias, às esperanças, a todos
^^^™ Bp- i I • PAULO AIRES
(GB): «Saio de casa
doente ei(
& FraM».'í
os alentos. O certo c aper. ás seis da manha e vol. Torr> i\M
feiçoar, exercitar e discipli. •^* ^asÜíl^^^^S^P^^i^^^^^^^^^^

aa?
^.«IS^^i to às oito da noite. Nâo Luciatia f*
'3*Ka>?*'- á^KVa^^tif^^^»»íí ^^i^ai^aa^^^f^íí^í^Sa^&Ak. ^S^^SSSK
nar o parlamentarismo. SSSW' aW^ffiW^^a^SWSSíí^ííaW^SKtM^íiWaa^wSa^aS^a^^^t: S^WaaW^aaRWS
S^W ^a^^^3Sa^^*»a«53míÍ!Í^^'a3a^^ *&JíSi&-i'ÍV
é mole, nao».
Não este parlamentarismo Paulo Aires, des d OS Al
anárquico, no qual, nin. culpe, mas não damos [J(il
* LEITOR, o JAM guém manda e todos abu. * Carlos Machado descobriu, afinal, a substituta n e n hum conselho a Algum:; ?j

irá passar para o sam. Mas, um parlamenta- de Marina Mareei. Vilma Vernon, de São Pau- pessoas que falam «não timentaliíwip
tos foto?'*!
«O Jornal». Trans. rismo exercido por homens lo, 18 anos, emancipada. Canta, dança e fala. é mole não», reção de Itójaj
formar.scá, assim, patriotas e capazes. Bonita e irá ficar mais ainda. rianne H«Ü |
Annií llí'^;'.
em matutino. Você Míthid Ar;!|

V-*
deverá ir cuidando,
desde já, de acostu.
mar.se ao «O Jor.
nal» que, dentro em
fAC SIMILE
"P- Mas, eu queria ter Olhe, a senhora tem
- 0 ROMANCE DOS PEQUENOS ANÚNCIOS
lha. Se o sorriso do seu
Diário Mai.' M!
tiví tom-.8
tillíltW «_'
pouco, será o maior
matutino do Rio. O
dia% avisaremos de.
uma idéia de como
"sorriso
seu marido
detestável"
— ...
a assistente social.
é o tal
do
insistiu
televisão em casa?
Tenho.
Não sabe o sorriso do
rapaz que faz o anúncio
marido é aquele você tem
toda a razão, erá querer
vender .sua passagem e
não voltar nunca par»
daNoiteDireto? *estw>M4»''
Direção á.
coffl Pai >
Buddy H»
Wa-rf. Bf
pois. E Isabel, após uma pau. do "Vick Therexln". Brasília. 4USTKFGÉSU.O DF ATHATD*
.

Até amanhã, LEI. sa, esforçando. se para dar A assistente social, co. Isabel saiu dali com o Mrttot •> R«(4*c8i» «9(1
melhor exemplo possí. fACLO VIAL ronnf* Um te?
TOR(AM). o mo diria Décio Moura, es. coração leve, confortado. 9«CT*Urtn;
vel: tava "por dentro do as. Sua causa era Justa, a CARLOS ttRAt 0 pai W
sunto" e pergunta: noite, jantou no "Sa. Gerente d, Heinc»
,ijlWfffrf»frffffrr »*"» Aquele sorriso de cha's" com Hugo Gou. rrnrus rencor» Shiun, ^-c
quando êle toma o com. thler e este lhe mostrou (tCDAÇAO K ADMINIRTRAÇAO
prlmldo e vai virando a a tal carta, que tinha re.
Roa 8»ejidnn Cabra. i"3 t ESSE t
fRdtriele aemente fle "srtal I
cabeça, bem devagarinho? cebido de Jacqueline Ken. OrPARTAWtBNTO COM1RC1A1
Isso mesmo! — ... nedy. A ela e a Jacintho l*a rranriptee 8en««fli í • *¦* *B< Uníbal W
Hoje é dia de alguns restaurantes fechados. Vosê exultou Isabel, radiante de Thormes. A carta dl. r*»e«' tMCm t «S-M15
|i deve escolher: "T.Bon Steak" do por estar sendo entendi, zla, em certo trecho: ilrCCTWAll
1 — "Ariston". com o melhor "coclttaii" da. "Hugo eu e John sempre * r»«r» - Rm fete êt A»'fl M
,Ji!gO
.•fí
:! mundo. Antes, pode ser um de camarões, E a assistente social: dissemos que os EUA. sem - M a** rmec. S4-«" ' ¦JrJJ?1
Jércp!
"sauce" do Nino e os camarões que êle esco. Tor.u l-
porque * -— Tem razão, minha f 1. você. não valem nada". P 4le«re - Rva T»«ArK» ¦»<»> »«*
; lhe são fartos e gostosos. "!• ST1 - Galeria io Ro*** * • MAIS
!'! 2 — "Peüt Club", onde você não deve ir muito an« ¦- roa**: wm ? «•-****•*•
« a<Hit«nte - Rua Go«A( " ütw11*5
UM
tarde, para comer uma desfiada, com tutu. Ah, uma r*a< mu íiÜ

\ delicia verdadeira. Sobremesa: ambrozia. aérea:


Í>ASSÀGEM para üra.i teetfa - Praça «a t»*ei»*BÍe*o«
X 3 — "Al Buon Gustalo" — restaurante do melhor Venilt-He um», II — f«me' m*
\ anteposto do Rio. Uma variedade, que nao acaba. Tu. abatimento, IníortrtaçotóL com
f"«*í-*-
?&.
«maftta - AftalAa P-3 - •«*•
GriflM - mie t ?<*•
{ do gostosíssimo. Manteiga farta, numa proporção de A*11'" .,4,1

200 gramas, para cada freguês. E manteiga feita em Mrtt«,


nLtTONED!
«*"• to»1!
ca*».
0«íí«e»«
m Reta**
«-'«" 0
sssstti ittttttr rr-r——- j<í«m»«m»«»»»«« (Diários Associados)
belo1 fsl
I R#4t fcHtnio: 23-91W Direi- »¦
¦
MGMA 2-1tMN2 « • DUÜHO DA IHHTf Jirfle»-1*
'WdéSRiS-Bftí'
Wr^'

<»v».

SUPER OFERTAS DA SEMANA


\ ú&pwiçácr *i_n,*s**_
CARIOCA AIIUirvAD
OUVIDOR
'
¦',

¦'';"'»'-.
"¦)

¦>

F^^KB^g:,%i^^^R&$^h%Õ^B Bi?*»* '•"> Iraw *' -i-raS-f

lliiiit '-Mratt>- 1È_____%. *áiil§ liffl


f^^M'V^^Em '^t^rY^^B:'" '••• :¦*:¦;->$•¦
«^-«^í^^^^í^l^M

ilPilip. f*#M
ISr ' »»3 - '«,,"& ^1

x JÉÍ1 llWÊÊÊWmÊÊ^WZÊi m'


'áL *^$^^*:'í/*:-'^i'*^:» -.-íXv^io:*'*!-:»* : ¦¦••:•:•$£• ¦¦•ií
^1 K:*>^^K^í;::S.>'r<í*(^í; ;.' :í#í -'íiía

y --'í'
&mLWâ_WMÈLWÈ_W&:¦'¦¦:'. yÇftL
_*-_*í__ts_í«&8%,f&*&?''*">'i'' -:¦¦' pwfk
í>;' ,I^bB|
í^r^^^^i^^kW «^^P"»S K^Ém

FAQUEIRO WOLFF COM 53 PEÇAS THLHB DE PORCELANA


CARACTERÍSTICAS
215 - Em aço inoxidável - Brilho permanente
MOD» ¦ir Em 5 cores a sua escplha ir Capacidade para
CARACTERÍSTICAS 8 litros ir Torneira de metal
-tt 6 Colheres de mesa
ir 6 Facas de mosa fr 6 Facas de sobremesa SOMENTE J 7QA
ir 6 Colheres de sobremesa -te 6 Garfos de mesa vr 6 Garfos da ESTA SEMANA lal3U9
-tt 1 Concha
sobremesa iV 6 Colheres de café -tt 6 Colheres de Chá p/
ú Peças salada -ar t Pá açúcar it 1 Colher para arroz ou 100, de entrada pelo crediário
terrina 2 para para

SOMENTE ESTA SEMANA 9.870, BUREAU BERGAM0


.»",->¦¦

ou 500, de entrada C/Banqueta estofada


CARACTERÍSTICAS
___________''•' \_______Mr___WBx__M\___M_t
<r Em Pau Marfim c/caviiina it Portas de correr
ou quadra negro it Escrivaninha c/prateleiras *
Ótimo presente para quem estuda
^MIIÊÊÊBBB^Mm^mm—^mml^'i"i'' ..-¦>-.
SOMENTE
lü ^ _________m_r
ESTA SEMANA 900,
mensais s/entrada
bK&ÍSSKÍ? •- :-V ¦¦¦¦# ¦• :-9¦:¦¦•..-: - .-¦¦>»<-»^gSiP»¦¦ -|'B ^aa«aM.alW.
- _,^Mtt
§ÍÍ>1»ÍS- li • li
M&Mfey s.. .i-¦: > ¦ . „„*fi*-'">*"*__ú__mf IBtmmrímm^Bt
'¦ ' 'MLii^aÊiíÊiiiÊÊÊÊM
m&%ÊW% i L^Kp» M&':: 'vMM
__%_§ À_t> H iinii i™55^!1 m ,a
¦&£&£&«' í f_mKt*W——^ __SK '$_____
ffiiÉiÍ$P ' : I ^*" .¦¦>¦'''¦. *& àt-W \\___ÉkSS^k^___\ \W___v

'-¦
__WÈ Ml Wê$$&* ¦'- ¦,] :$w B- «ÉB
ph-ui^9HíeShíI v-.' M
Xv^m $¦ __l?-_____ê____W_WW Mm* "-"ÚWm
' : -».»:' :^%V ^_W
tm X^iwty n 1 ríi ^^" i Ti mi y"""KMW^ '*«¦ «HBrW-

i^^ l_W__m____r
^-S^MT
I
F0GAO ALFA
CARACTERÍSTICAS
¦a Com 4 bocas -ft Forno amplo w Estufa fechada n Acabamento
aprimorado- i> Chapas de aço esmaltado a lo.o ir Instalação e dois
bujòes de gás

SOMENTE ESTA SEMANA 21.900,


à vista ou 1.S4S, mensais pelo crediário "2wa

SUPER OFERTAS DA SEMANA PAGINA 3 - 192-1961


it DIÁRIO DA MOITE

lÊ--____Wm10m-n
¦Jj-fç,'"". ;.>««*««*"*™"'""
,*»*»um mm*%m

............iiiniiMiiiiiiiiiníitiii.iirViiiifiíMyHiiiiiiiiiiniiiiuiiiiiiuuiuiuniimui
^,i,,iiim«mmiiniiiimiiiiiiiiiiimniiniiiiiiiii.iHiiimmm §

MULHER ARMADA DE FACA [ • 0


k

MATOU À PORTA DO CIRCO ] FAB!


ffl9 ffiB vffiS&m ¦£****£*
hHmíIIÍIHI
SgSSH mJB^^^/y^^&tK-^ià^S^^i^ammm
m^M^mmM^Mxw-M^^^^^A mm
mm às últimas horas da noite E K," rlesSinBís.
VIOLENTA cena de sangue registrou-se
— de sábado, à porta do «Circo Universo»,
amado na Avenida Duque d, |-j
a?r
a dornest.ca Mana de OI,- o
WkW^^m^^^^^^^^^^^^^i' Ceho Cuide;'o. c, jo-\ Caxias, esquina da Rua Mato Grosso, quando
numero 307 da primei- Um i,
veira Lima (solteira, 30 anos\ residente no prédio
l^l ¦ jlx :H i 'reiraiiieiiíj
de elementos que a atacou,
ra via públiea. defendendo-se de um grupo | Hudson
o motorista Leon.l Chagas (solteiro, Lynley.'
juntamente com seu companheiro, e suas irmãs Franeisca (17 anos) e Ce- g
5 °i
1H WÊÈÊÊmmÈ
il BH
WmmÊÊÊÊÊÊÊÊÈÊÊÈÍ
HHH - 34 anos), sua füha Eloana (7 anos) /-'0-'f.P!it
WÊÊm w lia Mar,; (12 anos), sa- ^ ^ ^.^
Wo tie ui-,
¦ ^ J^rjQ-rjtrSÜ
Wm cou de uma faca de co assistir um espeta, Cook
'
para
zinha que portava e es- culo circense no «Circo e polícia •PAGA
faqueou o jovem Celso Teatro Universo», arma- '-
•,«iino"oí

Cordeiro (solteiro, 17 do nas


sua
proximidades
residência. Apesar
de
EM TABLÓIDE a Mil;
Piincípi0 c
anos, Rua Itacibá, 95) e do pavilhão lotado, conse-
Richard
Borgnine.a
\

José Canuto (solteiro, guiu adquirir ingressos, • Av o e lambreta


y.
30 anos), mesma rua, mas foi obrigada a ficar Cinco pessoas recebe, CiNElAN
ram ferimentos eo* con.se-
em pé, prejudicando a vi-
número 952, tendo o são de algumas pessoas.
quência da còlisác entre
o auto chapa OE 1-70 13
primeiro falecido ao dar Houve, consequentemente, e a lambreta GB 143,
conduzida prr Wilson de
ilETB0*i|
entrada no H. G. V. reclamações e ligeiras dis. Souza M£lo p levando na
fogo-12;
- tijô-ji*
Maria Oliveira, que
de cussões, que foram sere- garupa a iovem Lourdes MESBLA -
em flagrante nadas tão logo ela e seus da Silva Goiás. Hélio '«.di
foi presa Thompson da Cunha 'que
Fer- se acomoda- ODEON* -
investigador familiares efiriga o auto). Boi,var
pelo Rioqoeajii
ram. Na saida, um da Silva e Marlene Cae-
nando Manzano, somente grupo B ~\ik
a tano da Silva passageiros
na manhã de ontem foi de elementos passou PAI.ACK)
do c-arro, juntamente com te ecmiio -
autuada pelas autorida. provocá-los, dirigindo pa_ o lambretista e sua acom. 10 hora
de baixo calão e
des de Caxias, visto que lavras panhante, foram medica- PATllf.
na ocasião não havia es- outras ofensas. A domes- dos no Hospital Miguel esqueças •
Couto. -810 k
crivão na delegacia, fi- tica não deu importância,
• Baleado PLAZA.
can do ela, por esse moti- mas quando viu suas ir.
Ai:.aro Frederico Maas
vo, recolhida no cartório. mãs serem agredidas e o estava parado em frente
compa- ry\
grupo cercar seu ao prédio 408 da rua do
• DEFESA nheiro, correu em defesa Trabalho, quando uê-
elementos que passavam
dos mesmos, ocasião em na ocas"ão ágrediram_no
VITORl
Ouvida pela reporta- Diante
foi esbòf etéadá. a bala. A.v.iro foi ramo-
sairá na
gem. disse que disso, lembroüise da faca vido em í.-t.ado grave pa.
noite de sábado, em com- se ra o Hospital G.Húl o CEN1
Maria Lima, a assassina que portava e procurou Vargas acreditando as
defender de qualquer ma. autoridades do 26 ' DP

I. neira. acabando nor atin- qu0 .se tr?ta de vingança

Ganaste rs assaltam
O guarda da Centra!
gir Celso e José Canuto. S. v rno Santana cia
Hora e o up-?i-áxo Louri- F1.0SIÍ
vai Mendonça, foram ba. ;, m"i*t;l
Içados na .stação di Ho-

mmm ao nó.-io Gurgel por um gru- MÁM

os trens da Central
po de marginai.*". Poram me ¦ fi
medicados no HospUal f.ii-o
Carmrla Dutra e como PRFill

A falta cie policiamento lho, embarcando com os seus


elétrico
outro vagão onde avistou o
soldado da PM n*° 4.280.
cair da naquele nosocõm o
havia v a s a s.
transferidos para i HSA.
i:aO
foram
;-:¦•' Ri*
- - i -1

nos trens suburbanos da parentes num trem Durval Oliveira Souza, da Walíredo Vieira Nunes,
da linha Belford RÓxc-Pran; o Bata-- mecân co. ao •* r.lt a
Central do Brasil- provocou, 2.° Companhia do 5
madrugada de ontem- cisco de Sá. Guando a con*.- uma tentativa de assa to
na de Ihão. a quem relatou o fato-
mais um assalto a mão ai- posição se aproximava efe que seria v.'tim* por
Costa Barros. dois indiv> O soldado, embora desarma- Um '•r.*-'**! dp iovén** abraça- parte dos dslinquen e
mada. desta feita resultando do. resolveu enfrentar os •*>«¦«•"•.••-. pelr*
duos. um branco e outro f*oS. Gruta da conhecidos pelo? vu go- 10 hora** I
na morte do empregado da marginais, quando vários TmnrTT**. Fia. a jovem Ivone de
"Dico"
e
"Afonro" íoi M.VOKAL .1
Jair André de Al- identificado posteriormente
Mesbía, - como sendo o delinqüente disparos foram feitos por .Ti"<"H***if"T*o d*s Sinto-2*""*¦"••<"I9 .;*no''. ba'rndo. pelos mesmos. ".ART
meida (rua Ana. s/h "Toco Preto", "Toco r-,v d(*¦•*¦? na ruo r*o*neu Está no HGV. Pllj
conhecido por Preto", indo um dos
Agostinho porto) e em feri- projéteis atingir Jair no Mlfe 380 apart» mento 302) e
I • Dentista matou-se A derraáÈ
mentos no operário Adão aue há muito vem agindo
to, à altura do coração.
pel-
O o n*-mora do Vi'*]' i - M" -"Viiio ' -- 3S
3.30
nos trens suburbanos, saca- *'*no<*, O dentista Ang lo Cas-
José da Silva 'solteiro. 20
empregado da Mesbla grave- Rodri^ue."* AlbUQUçrouè f^s J» ASTOBÜ
196 - - Bairro ram de suas pistolas calibre morador à ru-> no"*4*** Irpjá. 21, \ (rioto. conhecido no M íev
anos, rua A. "45"'
- São e passaram a assaltar mente ferido, ainda cerni- nt*ar'.,,-'-i0'ito 40*2'. Inés*".era '**-- e adjacências, natou-.-e
Vale da Simpatia nhou até ao vagão numero fiamente. Tvon-* sub'u numa o** na no'te de sábado com
os pessageiros. B0TAFK|
João de Meriti)- F-19. onde faleceu, tendo os dra. escprr*"*-**òu e c*iu no mar um tiro na cabeça. Dei- iro A-vRi
Jair, em companhia de sua • TIROS E MORTE bandidos- na fuga. ainda ba- desola receado nn.** á**;U8S. de1" xou dramático b'lhete ia- BRÍ-S
tia- Noemia de Almeida e lecdo o operário Adão José y->»ir"r) •*.-•* namorado ünavTi*- mentindo n abandono da 0 ¦tiiirdí'1
de duas primas. Itamar e Procurando proteger seus da'Silva. no braço esquerdo. do p atônito sem poder f-*,*-*er ai* esposa e da filha, mun- BRl'M
familiares. Jair correu em iMiin-* coi-^n. o fí*fo despertou a dando que fossem cXao-
Mediana, regressava de uma Quando o trem parou em mu*"1*.;.
festa em Vicente de Carva- companhia dos mesmos para atenção ri" nooulfl^es ou** chr«- 100 mil cruzeiros de gra- CARIAI
Costa Barros. os marginais, marnm a poltc'*\ do 1 " DP oue tificação a um -mprtx-aao Wor
sempre ameaçando os seus solicitou n cplpboraçã ¦ do uma e que a caderneta esco- C0PAC*tt|
perseguidores- saltaram e )or"»hn do Serviço de Sàlvamén-' lar 'com notas boas' «-*•'• Pelo de 4
tom;'.ram destino ignorado. Lo da Guanabara oue realizou

APM!Ml?$MMWM A composição ainda


pulou até à estação de Pa-
cir-
várias bmeas pelo loc^l não en-
eontrando o corpo da iovem
tão tra ii ca mente desaparecida.
Ma's tarde defronte .--o Pos-
sua filha Glorlnha fãsse
colocada sôbre seu catx.!0
# Salvamento
Paulo Mendes, aspiron-
8-10W|_
Fl.0H'PiB
amore*
GI
'<p*|

• vuria. quando o maquinista,


Em "ELECTRA" a maior Escola de Uátlio to da Carreira no Posto 6 apa- te da Polcia Militar to- E*j'x$üm
iX*-!'L
e Televisão em laboratório. Fundada em 1939 cientificado do fato, parou
a fim de que fossem toma- receu o cadáver de Ivone nue mava banho de mar na
NO MÉIER 1P,A\TV'|
AGORA TAMBÉM das as providências que se
foi recolhido à praia p reme**- Praia de Sâo Conrado
dade Ia
ej *|
"Matrículas
abertas para os se*-uintes cursos: v'do parn o necrotério -*0 imL. quando viu uma jovem
*m tornavam necessárias. Além Vinic:o Rodrigues Albr.ciuerque v:d- .
AULAS PRATICAS DE RADIOr - Para principiante de Adão. foram socorridas
pedindo socorro. Jogou-- KEI.Ü*
nenhum conhecimento foi convidado a- compa recer à s*e ao mar trazendo-a sâ
no HGV- por terem sido aco* delegac-a do 1." DP e prestou princtfl,
LEBLON
PRATICO-S13PERIOR DE RADIO: - Conserto e t»"»"» esclarec-mentos
e salva at-* a areio, p-o-ém
Para quem possui noções de rádio metidas de crises nervosas, ao comissário èle quase morre. Está "•*.'
Para o Escalfiar ali de sérv ço. nif*"*
PRATICO DE TELEVISÃO: - Conswtos e teoria. dona Noemia e suas filhas- numa tenda de r-xigênio MET5^;
ladiolécnico. - Transmissor de TV de sinal H*© propno Soldados do Posto Polidal no Hospital Miguel Couto
/ 37.9B-1
Turma especial aos «abados de Pavuna vasculharam as _33-)-'
DR GHVAN TORRES
Aulas diurnas e noturnas
- Mensalidades «»°d"*s
114. 10.° - TW: 42-M-H
imediações mas não consegui,
Impotência Doencae do teme c TV - ANTENAS "iart
lülrisl Ai. Rio Braneo ram localizar os criminosos,
¦rínàrtat. Pré-napclal • \u*m-
«9, 4.*» and. - Ri« de Janeiro
Filial: R Dias da Crus, sendo o fato registrado no aléia N aala *» - Tel.: 41-lfll. Consertos — Tel-: 47-77S7
- i tW\
26.• Distrito Policial. Da« 9 às 11 t daa ic 3« ài 19 M. Garanto — Sr. CARLOS. jjaCP
•"•«P^i,
fkmk 4-19-M962 • MARIO DA IMITE

J
- :
mvtamBOMitJSti i^mmnegmm*3*iAi^^:-::-V-f - - --¦** -=-aE«w--S&'XP***sr». j;. ^y^^-T--^-—--—"--¦
jjUSíP-m-M-

ili

Retorno ao Presidencialismo
Uma das razoes mais fortes pelas quais não sou
favorável ao parlamentarismo no Brasil, tem origem
Agora na)DeCaSa( Você tem o
nâ evidente fragilidade dos nossos partidos políticos.
Não ignoramos que aqui não existem agremiações
do gênero das que caracterizam e dão consistência à

credecasa
vida politica em outros países.
£ como o parlamentarismo, para ser autêntico e
proveitoso, deve repousar no mecanismo dos partidos,
é fácil de concluir que se esses são fracos, aquele tam-
bém o será.
oOo

E se o parlamentarismo nasce torto e híbrido como


o nosso, aqueles defeitos redobram de conseauências
Numa hora extremamente arriscada, tivemos o wMm
bom senso e a sabedoria de arranjar uma fórmula de
transação. Mas agora que a tempestade passou, o re-
médio heróico deixou de ter cabimento.
Cumpre, com a mesma sabedoria e o mesmo espi-
rito transacional, voltar ao sistema antigo, embora es
coimado dos seus conhecidos excessos.
oOo para comprar a sua PHILIPS
O prazo da Constituição para o plebiscito pare-
ce-me demasiado longo. Comprove hoje mesmo, na loja ou pelo telefone:
Passaríamos mais tres anos, sem dar ao povo a
oportunidade de se pronunciar a respeito. Será mais
inteligente e, ao mesmo tempo, mais democrático, apro
veitar as eleições de outubro para fazer-lhe a consulta apresentar a H
INÉDITO: Basta aoresentar II Preço totai que resiste a
que cada dia, me parece mais urgente.urnas, marcare sua carteira profissional ou confronto 1
I qualquer confronto)
Conforme a resposta obtida nas D
mos os novos rumos. ae- funcional I
Estou convencido de que a grande maioria esta
aprova
cepcionada com o sistema atual de governo e
ria um pronto retorno ao antigo.
.austregesilò de athayde
/

0 seu crédito estará aber


El Você pode comprar de «*v
de estiver, pelo telefone
31-3900 ou 31-3870

Barnabés não to em 20 minutos!


você compra como está
anunciado porque DECASA

aceitam 40% El Entrada tão pequena quanto


a própria prestação
0E

ANUNCIA
VENDE MESMO CONFORME

INCONFORMADOS com a tabela de venci-


mentos elaborada pelo DASP, na base de 40 por
mentos elborada pelo DASP, na base de 40 por
cento, os barnabés federais estão anunciando, pa-
ruas
ra quarta-feira próxima, unia passeata pelas
Minis-
centrais da cidade, partindo do edifício do
tério da Educação, às 17,30 horas.
Enquanto isso, o Gon.se- acatando, desta forma, a
llio dc- Ministros, na sua decisão cío Congresso Na..
reunião dc quinta-feira, cional, qualquer que ela
deverá manifestar-se sobre se ia.
a referida tabela, ocasião
cm quc o ministro da Ki-
zenda apresentará um Leite está
plano dc seu Ministério
para fazer face ao aumento
da despesa que o aumento
indo para
trará ao erário público.
m MILITARES
Sio Paulo
A Guri r a bar a nos pró-
Ao contrário do que xiiuo': clia.s somente tece-
anunciara a comissão de berá a metade do abas-
fcecSrr.ent». -ormai .-le lei-
militares quc estuda o aü- te, tendo em vista o in:-
mento para a classe, sc- cio do desvio do produto
günçlo declarações dc gc paia industrias de São
Paulo. Com a relutância
neial Ênio Garcia, chefe da COFAP em obedecer
do Gabinete do Ministro a deci.s-ão judicial liberan-
d.i Guerra, as Forcais Ar do o preço do leite om tí. PHILIPS AUTOMATIC - 23"
Paulo c fstendondo essa
macias aceitam os 40%, liberação aos demais ceu-
tros consumidores, é cer- Tubo aluminizado. Sincronismo automático hori-
to que filas esten.-as apa- zontal e vertical. Estabilidade de imagem. Ajuste
recerão já a partir de automático de contraste. 21 válvulas de grande
ENTRADA DE 11.150»
hoje nas portas <h\s casus
sensibilidade. Alto falante para reprodução so-
especializada:?.
De outro la-lo espera- nora de alta fidelidade. Controles frontais em-
PRESTAÇÕES DE.11.150,
I j «j I T I |«p| ¦ • 1 i T i ] se para ho.ie ainda o pro-
nunc.an.cnto do Procura- butidos. Chassis vertical. Móvel de imbuia ou
dor Geral da República. marfim, acabamento de luxo.
sr. Evandro Lm:-- sobro
consulta feita pela CO-
FAP. que dcse.ia "W-ber sc

É
^.«S-Si-íS^^ loias abaria» diàriomenta a»é 22 hortJ*
o mandado de segurança

Decasa
concedid») contra o caoe- \
lamento vidente em 1000. Copacabana: Av. Copacabana, 1065
tinge atinge a portaria que es-
tabeleceu cs atuais preços
do leite, cm 19CÍ- o em
1?
89
Centro: Sete de Setembro, 88
MiiMr: Corolina Méier, 8

alisa caso afirmativo qual a


orientação que a COFAP
devo seguir, face aos U-r-
r Madureira: Maria Freifaí, 42
zmmmmmmmmmmmmmmmmêk Campa GrandM: Coronel Agoit.nho, 63
ò venda nai perlumariot,
drogoritw a formoeloí
mas do acórdão do TFR.

PAGINA 5 - 19-2-1962
ir DIÁRIO DA N0Í7E

*'3pB^k
niTiiipir üm SMCá^
Wmm _mm?. w '-mm ••-. ¦.''.?:< ••
- - ¦ . ' "'ítyy ^-yyfy ;t:,T-yy..-!-yfi';,f,-jf.

aa -¦

inM!iuniiim.iiiniiiiiuiiiiiiiiiiiiiiiii!ii!imii!iiiiimiunitiinuuTiin^

Vultosos prejuízos S
OPERA - t
Wong

aa Guiana Inglesa
ÜEORGETOWN, 19 — Os distúrbios que Capitar da Guiana Inglesa é de relativa cal. I GERENTE AGORA VAS TER
PAX a
fogo -
6,55 - 8,
PA1SSÁ!
PARIS
simo
i

PIRAJA1 s
Pi,l;
W:

sangrenus •
Ja
burgo |
ma. A zona central está sob a guarda de
1 SEU CENTRO DE ESTUDOS
se desenrolaram aqui, a partir de quinta,
feita última, causaram danos no valor de soldados britânicos (chegaram cerca de 2 . POÜTEAlli
tondeiratil* -.
10 milhões de libras esterlinas em incêndios mil da Jamaica e Grã.Bretanha, em cinco r.hào (
e pilhagens. No momento, a situação na navios e em aviões). Foi criado no Brasil o primeiro núcleo para aper-
feiçoamen*o e formação de gerentes. Trata-se do RICAMAR
fl*^ - 330~
# WEVE encontrou uma fórmula para Somente os funcionários públi- Centro de Prática de Gerência & Marketing do Bra- 8.40
por fim à greve desencadeada cas reiniciaram o trabalho. Os sil. O C.P.G. não tem fins lucrativos, não defende
A conferência lideres empregados em transportes os ROYAL';:
dos no principio d.a semana passa-
sindicais da Guiana ainda não da e que deu origem a motins. professores, os enfermemos e nenhum principio filosófico, religioso, politico ou ideo* RIAN -
o& eletricistas exigem a demiá- lógico, e nem faz propaganda de qualquer empresa ou Pôr do soFi
são do Gabinete chefiado por pessoa. Seu caráter é centro de estudos, com a fina- 3.40 - 7.50,
ROXY
Cheddi Jagan. O governador lidade exata de aprimorar e valorizar o esforço e a téc-
NAVIO QUE TRAZ JÂNIO JÁ britânic0 Sir Ralph Grey, íêi
um apelo aos grevistas paras
nica do gerente da empresa privada. Filiado à Sales
& Marketing Executives International, o C.P..G. tem
tomiao -1
10 horas
retornarem ao serviço, lem- S. LUIZ-';
a vantagem de estar unido a uma organização que
SAIU DE LOURENÇO MARQUEI brando que nos termos
Constituição o premier Jagúii
da
conta, em todo o mundo, com cerca de 30 mil membros.
no da es*'
4 20 -6.55"
LOURENÇO MARQUES, MC- país. negande-se a fazer qua]- continuará em seu cargo. Por tler. Todo o pessoal da ci; TIJÜCÜ
çàmbiquè, 19 — Prosseguiu via- quer declaração aos jornalistas. outro lado, um porta-voz do | • UMAS & OUTRAS reita, preocupado em cassar
gem para Santo?, a bordo do Disse que estava proib'do de Partido Progressista do Povo E Irritação nos meios snobs o de Che Guevara. Os de ART PAL.U
navio "Ruys". o sr. Jânio Qua- falar até chegar à sua Pátria, Cgovernista*i assegurou que o queças -!.
dros 'chegou aqui no sábado). E de certa crítica de teatro do mocratas, sempre em silêu.
onde espera desembarcar no Gabinete nâo se demitirá. Rio, com o sucesso espeta. cio... Jango e Juscelino em 10 horas
O ex-presidente do Brasil rea- dia 3 de março próximo. (AHJ- E
= cular de Pedro Bloch em discórdia quanto ã volta t<o AMERICA -¦
lizou rápida visita à cidade, ' em
companh'a do cônsul de seu
DIÁRIO DA NOITE) 9 SANGUE E Bruxelas.
'"As mãos de Eu; presidencialismo... Os Fra espetáculo ;::¦
E rídice" provocaram o* maio. Jat na moda: Antônio Pre- naquela noiliB
Os hospitais de Georgetown E res elogios da melhor crítica jat com Brizola, José eom BRITANIA-I
EUA APERTAM segundo se revelou em círculos continuam convocando doado E local... Ivan Freitas foi con- Gabriel Passos e Hiram con zio Woti'. r
oficiais. res de sangue, pois muitps dos "La Ca- "Semanário". Cada lugar ESKYÉ -JlP
= vidado pela galeria o
Os informantes revelaram que feridos necessitam de transfu- vana" de Trieste, onde irá tem o Frejat oue mere-ce... morre
CERCO: CUBA Walt W. Rostov. presidente da soes O oficial de Policia lan
E
S realizar uma exposição indi. * SURPRESA CARIOCA-
Comiaão de Planificação do De- vidual de guaché.v. Hoje. no uma VHiliiiJ
Mocleod, 0 v/iico branco al- E Podemos informar, com 5.40 - ;j3-H
WASHINGTON, 19 (UPI) — Os partamento de Estado, partiu on- E Rio, um grupo de proprietá- '
absoluta .segurança, que o
listados Unidos exortarão esta tom rumo a Paris, para reco. cançado por um tiro duran v E rios e diretores de estações ato do governador Brizola.
MAI
semana seus aliados da Aliaça mendar e=\?a política aos 15 m°m. = de TV dot? E.U.A. que. in-
do Atlântico (OTAN) a que con. bros da OTAN. Rostov yia'ou as desori"ns, iccobrou os sen- encampando a Companhia
E eorporados, controlam trinta Telefônica de seu Estado
siderem a redução ou suspensão acompanhado de Richard N. tidas dopol.-* de permanecer 2. E e seis emissoras de televisão vai criar srios obstáculos ac
METRO-l
de seu intercâmbio comercial Goodwin. subsecretário assisten- = "Aliança para. [020 - 1,1.
com Cuba, a fim de isolar ainda te de Estado para assuntou- in.
horas em estudo de coma (FP- norte-americanas... programa da B.55 - 8|-
•Wais essa. nação do mundo livre. teramericanos. DN). | * DESPEJO o Prcgres.so". Acha o em. OLINDA-
baixador Lincoln Gordon que,
Em São Paulo três livros como as coisas vão, os F->ta-
letera -!,Í
batem recorde brasileiro de 'dos TIJUCA -
"'Gobriela, Cravo e Unidos acabarão danço
venda: dc brotos.*!
dólares ao Brasil para que
Canela'*', de Jorge Amado, o Brasil tenha dólares para
S3W fé**í "Quarto de Despejo", de Ca-
- Ft:.' .'.*1 Tf.:..
ü: rolina Maria de Jesus e
"O pagar a exportação de llr-
rn**n'-A*£*-%*V. ma; nortéíairifirÍGánas a-'ú"
su***********- ' .itt.M*
4»v*Va**\ Homem ao Quadrado", de de dôla-
Sr^ ->¦•:"• valem milhares meu ? 0 c I
Leon Eliachar. Dos três só res-.. aura fl
este» dois últimos estavam Mii -U-a ík Sjjrj
precisando de dinheiro, o ter. • IMPRENSA MARAll-l
ceiro mais do que o segurí- Quinta-feira, um vatapA Onze honkiafl
do... Já há três mil jorna- amigo na casa do jornalista MomentOjJB
í7íir.i'i i */... *'¦'•'•."•::":':'. :;.:üi2.:::?K*:i:." listas inscritos para comprar Cordeiro de Oliveira. Pre* MARAlíp
automóvel através da Caixa sente tôda a imprensa brasi-
_f&.- ''¦X'''-^^'^'-i^^^-^^^i,'i'^^'' l*ira. P os habituais peiu-,
TSêêÊÊKXM _\ Econômica...
| • PELA NOITE
Déslocou-se para o Blue
trás... Ney Bianchi em ne-
gócios c:m um grande jor-
marino
NATAL-
Viola náo1
nal carioca. Vai ganhar 14U -olitáiio
Angel o í^rupo de apreciado- mil cruzeiros... Guinia oe REAL -1
rés dc música moderna. A volta ao "Correio da Ma-
casa noturna da Rodolfo caminhada
nhã". E voltou com a ;elha MANTA ,í|
Dantas é o novo templo do clas-e. Murilo Melo Filho
Cass-tecoíl
"twii t" e do chá-chá-chà.,', descobriu* o twist... Alberto
8 - 10 tób
Fim de semana feliz para os Dines. "cigarra" atualmente,
donos de buates. Com pou- vai para ca.sa direitinho
CENTRAL
cas exceções; tôdas estiveram depois ú, trabalho... Car-
lotada-... Moririeaü vai cor- los Cavalcanti d.-; volta n.*> ALPHA-I
: rnalismo... do vampiro [
rer o Brasil.. .-Gasparino Da-
mata lutando ferozmente para ANCHin.tr
ajudar o país. O itamarati . Tudo $* I
.:*.*..5:tUííí^Ha- '••jfcvLj* Af.__j^y2£j?%. l:X ''¦:. cria obstáculos, à sio ida para BAR0SCi|
,rAcho
Ghana. qu? ' eles têm da íló.i3
gatià de que não vá — disse BRAS1LI.VU
Nenhuma outra bebida satisfaz *.:-s"ss:';U::!» m ÍImW^S-'
'•''•'.'-Hilr.j-à^PfcrSjSM £¦¦•' jr.Vá* £'
". Gasparino r.o colunista. ... \Vcn?
mais que o fino S'otcli . e nu '' -~' \^
^•^•^A___^^^^^^__^__\___mÈmmi jSr-^ COIMBRA-
Cavalo Branco o Scotch Whjsitjr | * UMAS & NOVAS
akan<;a máxima Dia 21; quarta-feira p'*o. í*Dl.!Stl
perfeição. WE^S^^EEjm \\\\__r^_\\\\Wm'"*'* xima o "Baile Chuylsró" (
, \ que tem como patrocinado- fíUARAC
«g |^2f^|xff^Í' res Maríze Graça Couto. ' . Wcng
, •*.*.
i_ !•«« Du. Oaa-iaí
i-S Eneida. P dro Muller. .los? IIERMIW
• - - • .«saí^-J Tnrii'1 ,!-"7s"*'** ^^ íS* Ccndé e muito mai- gente e Af
fantas-a cr- gato
"
importante: IMPE"***''
luxo e b!ack_tie... Dentro
de 10 c!ia.s. no máximo, .to-t Sa au "f
IR*'A
Luiz de Magalhães o ban*
queiro mas simpático
prr'.s do
vai ;*er napai... ^^B>xfl .-;*¦; ^i^ -^P
1 * POLÍTICA '/,<.»a.*.vn ri.* Sou-a Cama . wabaÇ
Todo o pès.°oal de esq-.ir- sempre linda. íoi ao "PiU>' ¦ «-. nuiP
"\ÍAR.AJ"''
Ca preocupado, de repente; Ar.rjel". Sua presença, foi
em c;"* sar fl rdir-ão do *'Mí_ o suficiente para que indo.
nha Luta", de $ó olha-sem para ela. . MOCA $
ÀdOlph Hl-
r.lllllllllltlllllllliLiillMllilil'llllllllllllillllllilil!llllli;illli.-. .< iiStüll." ' >',\\£'
HOMÍ'
I \':y-si'
MASfO»
B Dramlbuie uqueür \';«''--''
1'IEOA».
'_&**_
,;, \Vx5l
UnlCC LÍC0' d0ce íe lC nil '5's'¦',vt,í, a p.«?
WHITE HORSE _W*^_m\
c *-'- - *
°
base dc mais linc e oure Whi**> veini
Escocês Indispensável para leãtejos
s.
,,. ';' *"•'-

'.oi^tsià

Scotch Whisky e para toca^ as ocasiões


.JOP01&
PAGINA 6 - 192-1962 • DIÁRIO DA NOIU ns^^-i
'.«:'»';¦
(*)?otmr0*7f5'ri*!?í!l WWSWSÍiiBix

.^».>>.-«.iá...J'»i»tó«v«p««si««A^(

Pacto entre professores, trabalhadores e estudantes

MESTRES SO |_Hw
||||f
«tf
Wm ;«.
,
w^ry-x
| m
%mW
,

j^^ifej^ag^s^.v^" ^*.
pSI

mm
k^Hi
mm
\Wmax8km
Wm WMWm BHflM
&n

o_r^- J3^^^^^^^^'^[^»»^^a_S(^ítt^^S^HS

65%
^Bm^ ^^M^a^m^n^^mmmWaWmW^^^^m
.. H aljoj^W
* ^^^K m^m^L^^W ^^k.*^l _K'-
\ ^^^H^MM^ÉaiÉp^^PiaMa^BiW
"f^^B ¦*•"-»- ^^B ^^h fl f ^|fl l l nHf BB

Ca^fe—9fl ^B MAIS UM MILIONÁRIO DUCAL — No sorteio do Aero


WHlys promovido pela Ducal e realizado dia 8-2-62a>
Ao mesmo tempo em que batalha para conseguir nova de exeminar com líderes sindi- pela Loteria do Estado do Rio, o contemplado foi o sr.
melhoria salarial para a classe, o Sindicato dos Professores cais de outras categorias profis>- Nelson Alves Barbosa, portador do talão n.° 56.795 —
da Guanabara articula a constituição de um Pacto de Uni- sionais e com dirigentes estu. residente à Rua Clemenceau, S9, apto. 201 — Bonsuces-
dade com trabalhadores e com os estudantes no sentido de dantis a constituição de um Pac- so Na fofo acima o feliz ranhador já de posse do
Unidade, tendo em vista seu Aero Willys
iir pedir que os colégios elevem em demasia os preços do en- to de campanha'
sino. A informação foi divulgada, hoje, pelo presidente uma pela solução dos
unidade de problemas comuns, entre os
Hélio Marques, o qual falou, também, sobre a "não quais estão «s questões relacio-
pensamento existente entre os professores, que
xarào dividir pela proposta divisionista em cogitação
se dei-
no Sin-
nadas com o preço do ensino, a
orientação pedagógica, a amplia- AVISOS RELIGIOSOS
dicato dos Estabelecimentos de Ensino". ção da rede escolar e a dotação
de melhores condições higiêni-
pela renovação do acordo sala-
AUMENTO JUSTO rial, estamos cogitando, também, cas nos educandários.
Disse o prof- Merques que o
órção que preside reivindica um
alimento de 65%, considerado
I
justo em face "Para
custo de vida.
da elevação do
conseguir
esse aumento, deliberamos so-
mente iniciar as aulas depois de
firmado, lega.mente, o novo
Casa da Moeda Haroldo Nahon
acordo salarial". Aludiu, en-

passará a S. A.
tão, ao propósito do Sindicato
dos Estabelecimentos de En-ino
de recomendar aos seus associa,
dos que co**cedam aos mestres
um abono de 40%. acrescen- Kiabin Irmãos 8C Cia., seus Diretores e seus
ta-ndo: A Casa da Moeda será transformada em sociedade anô-
— Tem essa proposta um sen- nima, devendo igualmente produzir todo o papel-moeda até Funcionários convidam os parentes e amigos
tido eminentemente divisionista agora importado dos Esados Unidos e da Inglaterra, segun-
e seu objetivo é desmoralize r a do conclusão de um grupo de trabalho' nomeado pelo govêr-
nosra classe. Não tendo valor mi- do querido e saudoso HAROLDO, para os
legal a recomendação que a en- no e qpe dentro em breve apresentará um relatório ao ma-
tidade pafrjfaal pretende fazer nistro Moreira Sales. A revelação foi feita ao DN, na
aos donos de colégios, o abo- nhã de hoje, pelo sr. Silvino de .Souza Martins, que ha qua- serviços religiosos (T dia) que serão realiza-
no poderá ser concedido ou não. tro anos dirige a instituição.
Os estabelecimentos q.ue o con- dos hoje, dia 19, ás 19,00 horas, na Sinagoga
cederem o farão, por certo, com Esclareceu o diretor da Ca- cunhar moedas de 5, 10 e 20
aa finalidade de evitar que o.« cruzeiros e imprimir eédutes üe
seus professores participem do
aa da Moeda que o grupo,
representantes outros valores, inclusive de 5 da U/»ião Israelita Shell Gemilut Hassadin, á
cocistituido de
movimento de protesto por nós das Forças Arma-tos. do DASP, e 10 mil cruze..*ofc Reienciio-
assentado, caso não obtenhamos de se à experiência .vitoriosa aa Rua Rodrigo de Brito, 37, expressando a to-
do Departamento Federal de cédulas de 5 cr..-
o aumento de 65%, que é o de Compras, d,\ Caixa de Amorti- impressão
não comparecer às ralas.
aação, da Federação das In- zeiros (índio), revelou que na-
da menos de 6 milhões e 200 dss- dos 0s que compareceram, a sua gratidão.
dústrias, da Associação Co- em cir-
PROBLEMAS COMUNS mercial, da Caai da Moeda e tas notas foram postas "Cédula do
culação. Todavia a
d0 Diretor da Fazenda Nacio-
E depois de frisar que "nossa n«l, está elaborando o planeja- índio" rapidamente desaparece
classe tem plena consciência mento através do qual a. Casa do mercado, atnbu.ndo o fato y
dessa m&nobra" e que "os pro. da Moeda s-ü reaparc- à crendice popular, que "ãimp..- admi-
em poda:á cem
fes ores continuarão unidos
torno do seu Sindicato, aguar- lhada, podendo assim melhor
cumprir suas finalidades. Acres-
te que o
tia".
dinheirá
EUGÊNIO BELLIZZ1
dando a solução do dissídio em
curso no Tribunsl do Trab?lbo", centou que com aquisição de
adiantou o presidente do órgão
sindic- 1 dos mestres:
— Apesar de nos encontrar^
máquinas -auxiliares e com «
recuperação de outras máqul-
nas há anos sem uso a Ótjsa d<%
Meteorologia mmai
(FALECIMENTO.
Sua família comunica o seu falecimento c
mos empenhados na c£iaapa!*.ha Moeda estará capacitada a
diz que chuvas t^lH,
convida os parentes e amigos para o sepulta-
mento. hoje, dia 19. às 16 horas, saindo o fe-
retro da Capela Real Grandeza, uara o Cerni-
tério de São João Batista. .
Vm gooooooooooool
de graça e beleza:
"MISS CAMPEONATO"
v»o cor/iiuiar
Incêndio no prédio n° 9
da praça João Pessoa (bom.
uma avalancha de alejjria,
às segundas-feiras, na
beiros do Posto Central che.
garam a tempo), desabamen.
ROGÉRIO DE AZEVEDO
to com diversas vitimas no
REDE MAYRINK VEIGA-TUPI Morro da Catacumba, nume. E SILVA
rosas ruas alagadas, com pa.
numa produção de Sérgio Porto ralisação de bondes e ônibus, (Falecimento)
-presença de Rose Rondem
e com a eis as conseqüências do tem. A família de ROGÉRIO DE AZEVE-
poral que ontem á noít^ de. 0
• Patrocínio das sabou sobre a Guanabara. ^-JIL^ DO E SILVA, consternada, cumpre o
m As chuvas embora de curta doloroso dever de comunicar o seu fa-
Confecções Rubro-Negro duração, foram das mais vio.
acompa.
lecimento c convida os parentes e ami-
lentas, fazendo.se edi gos para o sepultamento hoje, segun-
nhar de fortes trovoadas.
MAIS ÁGUA da-teira, dia li), às 17 horas, saindo o féretro da
Enquanto isso, o Serviço Capelo «E» do'Cemitério de São Francisco Xa-
CUPIM? de Meteorologia prevê para vier para o Cemitério da Ordem do Carmo.
Problemas com: I p A jnco as próximas horas a queda
de novos aguaceiros.

FALECIMENTOS, MISSAS E AGRADECIMENTOS


BARATAS? EM TODO^ OS JORNAIS F RaDIOS
- TELEFONE:
DIURNOS: RUA RODRIGO SILVA N.» 12. LOJA E NO 2.» ANDAR
MOSCAS? 23-1337 — RAMAL 33
M-fciern© processa fle fledetio绩 PLANTÃO DIA E NOITE: RUA SANTA LUZIA N» 2*6 - TELEFONE: 22-2412
•ELIMINEX". agttaatído \*n $ t»
Os anúncio» publicados no O JORNAL,
"Jornal do Commercio" e "Diário d» Noite-
Nós resolvemos Chame 524)992 o* 329172 por intermédio tia
"SIRTA- - Serviço Social ee Luto — serio Irradiados pela Radio
Tupi (PRG-3) às 17,43 horas, som aumento do preço.
•Orc-imento ^m nuMur- xisso. ATENDE-SE A DOMICILIO

PAGINA 7-1921962
• MAMO DA NOITE

.
mtammVOé

mW~$
s • AUTO-NOTÍCIAS -Luiz André

TESTE AUTOMOBILÍSTICO PROVOCOU i°vem;is|l


cAK.Moil
«varinb 1

C£Z£WM NA INDÚSTRIA BRITÂNICA


nário
,.Lt;OP0LJ
Ml'PJAE'
mm
MELO
O RESULTADO de um teste automobilístico, mum Europeu que permitirá
a isenção de taxas para a im- Viação Nossa Senhora Aparecida avisa a. MELOi
recentemente levado a efeito em Londres pela Or- portação daquela marca, equi- nabé, tu
librando seu custo com o do povo cm geral que os novos horários <k twist
ganização de Consumo, apresenta os veículos Ford inglês que. atualmente, ORlKNn
Volkswagen, tecnicamente, como dos mais perfei- domina o mercado ônibus entre Barra do Piraí e Rh 011 morre
PENHA
tos fabricados em todo o mundo. Ao mesmo tem- • 0 TESTE
os seguintes:
morre
de laneiro são PALAC1,
po os modelos britânicos foram alvos de críticas,
O teste realizado pela Or- ,
Ane!de|0!
Hanizaçào de Consumo, ins- PARTIDA OE BARRA OO PIRA! . paraíso
principalmente no que se refere ao acabamento. tituiçãio que congrega mais
5 30 -
DE SEGUNDADA SÁBADO:
7:S0 - 9,30 - 12 10 - 15.20 - 17,10 horas
Inferna)
RAMOS.
de 250 mil membros, provo
''\Vhiclv\_ao recaíram as maiores cou celeuma nos setores au- AOS DOMIMGOS: morre
A revista pu- le pais, - 12,10 - 15 40 - 17,10 -- 18.00 horas
a lomobilísticos tendo em vista 7.30 ROSAS
blicár ó resultado da prova, críticas. Salienta .publica-
¦ PARTIDA DO RIO OE JANEIRO ds teitój
-
anuncia que com a possível ção que, no momento, a úni- os péssimos resultados alcan-. DE SEGUNDA A SÁBADO:
• SASTAJ!
ca,desvantagem a peru?- çados pelos carros de fabri- - 17.10 - 19.10 horas
inclusão da Inglaterra jip. Mer para ' 'Apênas.' 710- 9,30-12,10- 1510 mais valest
VoJ- . tração ein massa dos. carros cação. i iiglêsa oito AOS DOMINGOS: SANTA'
cado Comum Europeu a ' '
niagnífi- YoíksNvagén ria Grã-Bretanha -marcas, dé'automóveis foram 7,.10 - 12,30 - 1530 - 19.10 -r 20,45 horas - Amor ii
kswâgen encontrará
•escolhidas, entre as 'quais .a • SANTA
ca oportunidade, pára -liderar, .éo-seu alto.préço.-consequen-. 0 (lireiloi
o'mercado britânico de. auto- té, dos encargos alfandegários.. -Volkswagen-alemã c Renault
móveis, .de -vez..que sobre o
'
Esse fator,, entretanto, desa-
a inclusão da
Dauphine . - francesa.
também não
'obtê.ve":melhores. B s l a,
.
VIACÃO REAL MINEIRA S. PEDK
pu n.orrt
.veicuíó - aluaknente. .de. maior parecerá-cojn
aceitação pelo-públjcò. daqui1-.. Idglatcrra no i . Mercado • Co-. restiEailos
"os
que '.._'¦"-.. carros
-
bri; - DE ÔNIBUS LT^A ESTADO
tànicos- /. ; .. . AVENIDA VENEZUELA;.21.— SALA 224
¦¦¦¦¦¦ ¦ ¦¦¦¦.¦ a ¦'.¦:¦
'M.
¦ ¦ * i -Ao- contí:árjo. das nroyasTço- - 'LIN1M:
- —TELEFONE: 43-1662 — RÍO (GB) CAXIAS.
''Which" diz . íniunente" realizadas pôr. '•que ior-
RtO-TEÓFILQ. aTQNI (MG) PAZ - EíJ

que e ótimo nalistas. .especializados,


conseguem das fábricas
veiculos pára a efetivação'.dó.
os
SArDA
D l" A R LA M E N T E
í)O.R10 DE -JASEÍRO A-S U HORAS
POPULAR J
outros e i
CTiorr - ¦•
-.teÀle". afirma- a '¦revisa; que a - SATDÃ DE TEÒEÍLO OTONI" ÂS 8 'HORAS NITERÓI:
Organização do G o.n s u :'m-n UNHA:
ALAIli;
comprou .todos us carros.sem. •¦
"obielivos
a .que' gn:o •
.anunciar ós
'.sé "às ' ¦ CENTRA!
prestariam, o q11e.foi.cla.5s- • ¦ Saida âc Rio • :2-.8S;é'-5^s-à&-;5;30choras EDBi|
'sif:'cado,..de..';;iUtrHle
injusta" . . Saida dp-Poções.; às' 2-as */5.*&-as oM'foras
- -GUICHET. 32
„ ¦Adão e Éti
VENDAS D.TTASSAOKN., --„PUArí\\MAJ-!A'
pelas produtores da Tng.later- 1CARA!.
ra. Os.veículos, foram submé-^ IMPEl
tidos a duras . experiên.cias.. e Traída'ii
. ODEON-
per-voprendo, i cada' .uni,'impor-' mais
de 10 mil. milhas. Uma
". ly.ncia vultosa foi _gaj?ta_'.ilu-
ÀSlf0 V^_**« ^n% PETÍI
CAPITí
.aç .p.roya.s. Somente os
ran.t.e "deJal)ora'ório OFERECE LHE
testes cuslurnj.ii D. PEKl
30 mil libras, correspondendo COh^ôRTO -- SEGURANÇA E RAPIDEZ xinol t.i
"cru-
a mais dé 30 milhões de PETPíB
'/.civòsT" - - - * ¦'¦*'•'
': BOA -
VIAGEM
-
FÁRA .
CAMPOS ralgo
i ¦ - \
# 0^*wi7^rÃ0. PARTIDAS
Bi 0Er consumo ;
«Hi-lan.pos. .7 - 8 —. 1« — 135 - 16 - l\ « V.\ oorftü
Which", especializada em-assuntos A Organização -dé Consume* V tVròi-Cãmjios: f - » - 11 - 12 - 14 - 18 - VI «¦ -'4 horas
A revista inglesa é unia - inslitúifâo ilirivíida i>f-
automobJísticos, íêz teste com o "sedaa" Volk«va§en,:
Io.sociólogo .Midial.Yoríng c"
o resultado para o .carro foi ótimo, porém os brita-
... íiinciotrafnos fnóldes de unia
.;¦ nicos não gostaram

m m k. ¦ ¦ i
¦ ¦¦¦¦¦¦¦¦•¦¦¦¦¦¦
enlidíuje .norleramei-icana cuio
.'¦objetivo é a comp-.ir-acãi). de EMPRESA SÃO CRISTÓVÃO
diversos • rodulos, a -fim dc
oferecer - aos' seus " m-mbros LIN HA.DIRETA
: aouèle.s de ntelbqr qunHdadt'.-..
.'. 1'ROIESSOR Xo espaço de ciivo aríos mais, RIO A POÇOS DE CALDAS
de--duas mil análises foram
RAUL lUVll) BE S-AISWN .realizadãsT Ós. tundàs d;i Or-
ganização são conseguidos
(M»NAS GERAIS)
"> 4í> horas — Inf Gui.lié 22
Diariamente às
iw • OUVIDOS NARIZ GARGANTA E OLHOâ através dc seus membros que
Avenida Paslmr l'i-Ái - Botalnco - Fone-. í6-«i3» Estação Rodoviária Manano Proó.Mo
pagam, anualmente, uma !i-
niàriamente de 15 às 18 hflra». menos ao* sâhadn» bra r>fbi pVsinàlúrá da--icvis- —
ÔNIBUS LUXUOSOS - R/KDWEZ
ta "Wbi.b".
SFGURANCA E CONFORMO

Nova Iguaçu Auto Ônibus Ltda

RI VIAÇAO Sfe^f;'
FRIBURGUENSE S.A. '&M :Wê
>^iBaaBPBag*aH RIO - FRIBURGO - RIO
ônibus modernos e confortáveis num serviço 22 horários diretos e 6 — vio M-À-GÊ
Íkl0*$$[ W"
parade
de alto qualidade, ônibus especiais
para passeio e excursões |§ig§üü|§|^|'

AUTO VIAÇÃO DUAS BARRAS LTDA. -»• DUAS BARRAS


___^_____ t NITERÓI Rio - Tambuquira — Três Corações e Varainha
—— NITERÓI • FRIBÚR^O-(OIRETO) Via: Itamonte — Pouse Alto — Caxambu c
INFORMAÇÕES: RIO: Estoçáo Moriono Procòpio ™£fi*° ' ™******k*J***J£P$^ Conceição do Rio Ver ie
m. i. L. MADALENA iPARADOR)—-
^MHMMMi ",-» FRIBURGO
guictitt PARTIDAS DIÁRIAS AS 6 HORAS
_^_^ TRADICIONAIS EMPIÊSAS. LIGANDO AS CIDADES: ** Hfl^ARIOS EXTRAORDINÁRIOS P»RA CAMBUOUIRA
t«IS.: 43-3130 e 43-5855 «io d» Jone.rerNiterói. Mogé, Cachoeiras, Serviç"is>Oxgani2rdoí de Turismo «Excursões Romaricí.
NITERÓI: Estação Rodoviária guichét II Friburgo, Bom Jardim, Mon«ró, Cordeiro, pie.) — VenaiPcIé^pasifl^ens. informações e eneomenonc
•iiâriamenle
^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^- • Confago/o, Duo» Borras, Mocuco, Moda- na Estação íToBòTIáfia-s- Praça Mauà (Büicao
ri: m da Adr.lnidracâoi - TelT 2S'3íí4_
Nove Iguaçu — Avenida Nilo Peçanh» 443 - Tel.: -1.32

PAGINA 8 - 19-2-1962 • DIÁRIO DA NOITE

í r*.-m
";".'• ':r»-y, -a;'«-'r^^flírí
WWÜTOF* •"<¦*¦ T
' ^TW-ir.vav^T-.r";
.."^

Bra-™

., _ _ _ ^«lllllllllllllllllllll1lllllllllflIIIIlltlI1IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIlll|IIIIIIIIIIUlllllSlllllll1IIIIllllIIII1lllllIlllllllllllll1IIIíVlllf*ll|fllBflllllllflllllll,tllllv^ <ã

CSBULÂRES iwfmr.r^-mimAi\^mi}jmmút)u^Afmaa \
NAO SAIRÁ
DA COFAP
— 0 meu desejo de deixar
a COFAP começou quando eu
ingressei nela mas não tenho,
agora, razões para deixar sua
presidência — disse ao DN o
major Maurício Cibulares,
Por causa do Otto Lara ¦

presidente do órgão contro- Andava tristíssimo. No emprego, não sorria, quase menina quase me cuspiu na
lador dos preços, a propósito não falava. Sempre de cara amarrada, acabou chaman- cara pelo telefone!
de notícias divulgadas (e não do a atenção dos colegas. Um deles, o Chagas- chamou-o, Chagas, excitado, esfregava
confirmadas) de que pediria de lado, para cochichar a pergunta: as mãos:
Não faz mal. Está salva
exoneração do cargo por ter o Vem cá, Fernando. O que é que há contigo? a pátria. Você vai telefonar
Tribunal de Contas decidido Rosna. sucinto: outra vez.
multá-lo em 5% de seus ven- Nada. Você é besta!
cimentos por não ter enviado O outro, porém, era um insistente, um teimoso. De E o Chagas:
prestação de contas de seus mais a mais, tinha- por índole, por vocação, a mania de Vai! Escuta, rapaz. Dei-
antecessores. se meter na vida dos outros. Começa: xa eu contar. Você conheço ÇSCREVE
Nada, uma pitomba. Rapaz, você está uma fábrica o Otto Lara Rezende? O
Acrescentou o major Cibu- Otto. Conhece?
de depressão. Qual é teu drama? Diz para mim: — Di-
lares que nenhuma das pre*- nheiro?
Não.
Chagas recua, num escân. NELSON
tações de contas de seus an- Respira fundo. dalo indignado:
tecessores, foi até hoje apro- Mulher. ó Senhor! O sujeito que
vada pelo Tribunal. Todas Numa curiosidade ainda mais aguda, o Chagas quer nâo conhece o Otto é uma RODRIGUES
elas são devolvidas à COFAP detalhes: — "Quem é a cara? Eu conheço? E é "boa"? besta. O Otto Iara. da Pro.
para a realização de diligên- Vale? Justifica?" Fernando acabou desabafando: curadoria! Mineiro também
cias. No caso presente, trata- como a tua pequena! Minei-
se da prestação do ex-presi-
Boa prá burro. Cheia da gaita. Tem uns dois mil ro. rapaz. De São João Del O O efeito
dente já falecido, Benjamin e quinhentos pretendentes'. Ainda por cima, como se não Rey, a terra do Tancredo! Todo o escritório veio ver a
Cabello, o que acarre'a maio- bastasse tudo o mais. é mineira. Ouviu? Mineira! Aí que Mas escuta. Ouvi do Otto, e ouvir o telefonema. Fer. 3
está o drama: — mineira! agorinha mesmo. Estive na nando disca. Quando a me- J3
res dificuldades para esclare- Procuradoria há pouco. E o
cimento dos íatos. nina atende, "Sou êle, ofegante, a
dias da lua-de-mel. Depolfc. Otto disse uma que me dei.
| • Paixão chaiteia. E a mulher, então, xou besta. Uma frase, que"Osé balbucia: —
quena
eu". A pe. 3
começou por trata-io a
E Tiveram que parar, porque vai procurar um pau-de.ara. mais importante do que de "senhor": a
3 o contador veio, dos fundos, ra daqueles bem escrachados. Sertões!" O senhor não me Dele- 3
E passar-lhes um sabão: Vai por mim e mergulha! Chagas toma distância e "O re.
fona. Já lhe pedi pra nao a
«2 — Vamos trabalhar, minha • Otto Lara pete, lento e nítido: — no me telefonar. O senhor esta 3
E gente. Vocês fazem isso aqui mineiro só é solidário me obrigando a falar com o 3
R, MIGUEL COUTO, 40 E de casa da Mãe Joana! Rezende câncer!" Pausa. Fernando
O Chagas, que era um hu. arrisca: meu marido. 3
TEL: 23-1966 E Fernando voltou para o tra- Só? E daí? Então, humilhado, ofendido. 3
E milde, um subserviente, afãs. tomou coragem: E
E tou-se, vermelho. Na hora do balho mais animado.
"Em sexo, O Cha. Chagas puxa uma cadeira Escuta. E' natural que a
ã almoço, porém, volta, numa gas insistia: — tudo e senta-se a seu lado: você me trate assim. Ouviu? a
E curiosidade gratuita e profun. ê possível. Entende?" E Não percebeste? Estás
com um certo ci. obtuso, hoje! Olha, animal- Afinal de contas, a mineira a
3 da. Desce com o outro e per. aconselhava só é solidária no câncer. 3
Dr. Adjalbaa E gunta: — "Você disse "mi-
íôs.e
nismo, um descaro mel-> épi-
co. Cotucava o companheiro.
— você vai telefonar pra pe.
Silêncio. Ela muda de a
E neira", como se mineira quena. tom*. 5
a bicho. O que é que há entre — "O caradurlsmo dá ehar- Nunca! /
de Oliveira E você e as mineiras?" me". Teimou:
Vai, sim, vmi! Escuta.
O que é que você disse? 3
Passava, novamente, a cha. a
E Suspira: Fernando íol bater a cor. má-lo de "Você". Com mais 3
ANALlSfcâ MÉDICAS a — Não dou sorte com ml. respondência e o Chagas teve rapaz! Você vai ligar para a elã, uma "Aenforia cruel, repe- 3
ME1ABOLIS O BASAL S neira. Não sei porque. E' que passar na Procuradoria pequena. Liga. Então, ela tiu: — mineira só é soli. a
R Álvaro Aivtm «1 — «" a um azar, sei lá. Conheci umas do Estado, lá perto da Praça atende. E você troca o sexo, daria no câncer". Novo si. 3
*nda» — Telefones? 42-4242 e E quatro ou cinco e, com to. Quinze. Ia procurar um pro. muda"o as bolas. Em vez"ade di. lêncio. Chagas, que perce- — a
cesso de desapropriação. E, zer mineiro", diz mi-
12-0505 E das, entrei pelo cano, direto. A mineira só é foli- bla a pausa de um "Deixa lado e de
âbertt da» I lt» «4 nora» E Eu náo entendo as mineiras, no caminho, vinha pensando neira"; outro, sopra: — o a
E nem elas me entendem. no romance- Embora jamais daria no câncer. efeito amadurecer". E, então, a
Foram almoçar e o Fernan- a tivesse visto, começava a Fernando ainda não enten. intimidade pela frase, do Otto 3
E sentir um certo encanto pela dera: , _,
E do abriu o coração: Mas isso é uma piada tocada de uma maneira qua. a
E Dei em cima da pequena e mineira desconhecida. Pois se sensual, "Mas a pequena per. 3
= levei o contra. Disse que gos. bem: —- na Procuradoria, fèz besta!
gunta: — por que é que 3
mim como amlgui. o que devia fazer. Na hora de E o outro: mineira só solidária no a
Aparelhos E tava de
= nho. Vê se te agrada: — ami- sair, coincidiu que viajasse no Piada, sim. Besta, não. a é
câncer?" Continuou a conver- 3
S guinho. Ah, rapaz, rapaz! Sou mesmo elevador com o Otto Seu zebu, uma simples pia- sa que durou, exatamente a
domésticos 5 a maior dôr de cotovelo rias Lara Rezende, o Carlos de da derruba um Império, dsr. duas horas e quinze. Ainda 3
a três Américas! Laet e o Genollno Amado, ruba uma Religião. E a pia. bem que o contador sairá 3
S Então, o Chagas quis sa. três procuradores. E aconte- da do Otto não pode falhar mais cedo. O Chagas, radi- a
= cudir aquela melancolia: ceu que, a propósito não sei Ou você não percebe? Racio- ante. dizia a um e outro. a
s2 — Deixa de ser burro! Nâo de que, o Otto dissesse sim- cina um pouco. Quando vo. ,-0 Apoio entrou pela adu. 3
mulher inconquistâvel! plesmente o seguinte: cê disser. tora! 3
E há — mineiro só é solidário O outro interrompe:
55 Ninguém está livre de uma O
Mas sem quê, nem pra A partir de então, todo o -
a boa conversa. Escreve uma no câncer! escritório acompanhou or» 3
S cartinha. Ela —é mineira, você nâo Houve um deslumbrame». quê? telefonemas diários, intermt" 3
a é? Pois bem: na carta to convulsivo e total dentro Responde, com descaro: náveis. Até o chefe do escrl. 3
elevador. Até o cabineiro Diz sem quê, nem pra
E diz que ela é "musa de AL do teve um riso largo, um riso quê, exatamente. A graça è
tório, interessado na novela, a
55 phonsus Guimarães". Frisa: o inesperado, o intempestivo. fazia vista"A grossa. O Chagas 3
E — Alphonsus Guimarães, encharcado de saliva e per. Mas você diz que a mineira dizia: — pequena deve es. 3
E pai. Do filho. nao. vescente. tar besta contigo. Pensa que 3
só é solidária no câncer. A
= Fernando repete, para si
experimen-
• A frase pequena vai cair das nuvens
a originalidade é tua!" E o a
Fernando começava os tele- 3
E mesmo, como se "Musa Chagas apareceu no emprê- vai perder o rebolado. As vê-
55 tasse o som: — de zes, uma piada liquida com fonemas com o mesmo slogan 3
E Alphonsus Guimarães, pai!" go, transfigurado Correu afli- mais facilidade a resistência irresistível: 3
E Chegou a ter um lampejo, to. para a mes& do Fernando. A mineira só é solidária 3
Ao vê-lo, este abriu os bra. feminina:
E mas em seguida recaiu no cos: Por um momento, Fernan.
no câncer.
Até que, uma tarde, encon. 3
3
E derrctlsmo: — Deu-se a "melodia!" Te. nao
^¦"^¦".'.Víí'*^ 55 — Mas é casada com um do, impressionadisslmo, traram-se num apartamento 3
S Apoio e eu sou um pau.de. lefonei pra garota. Quis usar tem o que dizer. Ou por ju- da Glória. Quando êle quis a
a frase. A tal que v:cê"musa In. era: — limitou .se á objeção beijá-la no pescoço, ela pe. a
arara!
55 o outro exaltouse : ventou. a história da única e obsessiva: — "Mas o diu eletriaada: — "Al não. 3
de Alphonsus Guimarães, marido é um Apoio! Um Apo. que eu sinto cócegas!" Mas 3
E dai? Rapaz, o Apoio un. Levei um passaJora! A
pressiona nos primeiros 15 pai". Io!" Para convencê-lo, Cha. Fernando teimou e, então, em 3
gas pediu o testemunho doi delírio, ela pôs^e a berrar: 3
demais companheiros. A fia. Eu sou solidária no cân. a
VENTILADORES DE se du Otto andou de mesa
em mesa. Chagas pergunta,
cer! Só no câncer! No cân- 3
?e*-! No câncer! 3
7 A 22 POLEGADAS va: — "Vocês nâo acham que Teve quase que amorda. 3
o Fernando deve telefonar'" çáJa. E
• a última palavra em Todos acnaram. <>#### 44+O++4++0++4 »*»»»»»»f g
conforto para o lar I Sob pressão, Fernando apá-
nha o telefone. Resmunga. AUTÓGRAFOS DE
Quando reconhecer mi. NELSON RODRIGUES
BAKÂO 01
lha voz, vai me xingar ae — Hoje, ás 20,30 no-
fETUÔPOUS, 347 tudo! ras na "Feira dos Li.
RIO OC JANEIRO

Maii rft 30 oitoi pndvsiné»


orfíjoi é» qvalidadtl
<^
Ao laâo, com uma luz qocp
ao olhar, o Chagas esfregava
as mãos:
Vais ver o efeito I Vais
vros" à rua Barão de
Ipanema em Copacaco.
na. Nelson Rodrigues
autografará seus livros.
IIÜ I
A VENDA NAS BOAS CASAS ver a reaçãoj
(Ilustração de . AFAEL)
• 111111111 i 1111111111111«11 ¦ 111111111111111111M11111111111J11111111111 111111111 I^R
lt |||^llIllllllllllllllllllll"l»»lll^"»"'«l,l,ll,,,,,,,,,,,,,,,,,H,,,,l,,,,,,,
PAGINA 9 - 19-2-1962
• DIÁRIO OA NOITE
wg;-ypíV-'---'- ----- "S^P^StS-Uf
,A.*'v?i,y'.-:,-' TF^yr~,- •=.-/ iJr.W"

üiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii iiiiiiiiiHiiiiiiiiipiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiniyiiiiiiiiiiiiHiiiiiiiiiiiiifflffliiiiíii

QUITANDINHA
HOUVESSE algum motivo para cancelar
o Carnaval deste ano e o folião que se «aca- mm sâàâ
bou» no «Até debaixo dágua», de sábado, à
noite, no Hotel Quitandinha, se sentiria deso-
brigado com o.Rei Momo.
A festa sem brigas, muita animação, be-
Ias músicas do passado, os tradicionais cor-
does, fantasias ricas e originais, tudo isso con-
correu para que tivéssemos um dos melhores
bailes dos últimos anos quer na fase pré como
durante o Carnaval.

"rebolar" ceu uma vez sequer no re.


O gosto para "Até debaixo
era espontâneo, e a mo- cinto do
cada estimulada pelos be- d'agua".
los brotos — 4 mulhe- Muitas pessoas de nos.
res para um homem — e sa sociedade presentes, po.
pelo ritmo alucinante da liticos, intelectuais e tu.
orquestra, pulou a valer. ristas mexicanos e ameri-
O ambiente era dos mais "linhas de
"quentes", canos. As
embora, o te- "Só
frente" de vou de
ma da decoração fôsse "Caindo
"Fundo mulher", de tou-
do Mar". "Quero
ché", essa mulher
"Copa
' O policiamento (uma assim mesmo" e
agradável surpresa) _ feito Town", muito contribui-
por soldados do Exército, ram> com o seu naipe fe-
foi na maioria das vezes minino para o sucesso da
preventivo, embora uma
VEM PARA OS BRAÇOS MEUS...
festa.
ou ou\:ra vez, usasse de
energia para coibir abusos Frase mais ouvida:
Gentil Guedes e sua orquestra não deu "tréguas" aos foliões, "Cuidado
"Vem que apenas se esboçavam. aí com essas fo-
e na hora do para os braços meus", o casal de namo- A tristemente famosa tografias; para todos os
rados desafogou as mágoas com um beijo longo... ¦;vt'>:';-X'!;!;;|';yjy; >>;*¦':-*': :':¦'.-:¦'":¦ '" Sj|B
' V
"borrachada" não aconte- efeitos estou de plantão".
¦ •.•:•¦ ••;:-. x-x .*" **' ¦ ¦'¦• ¦'-;¦:' '¦¦:- :•: y'yy.-. \

^
;

\
|, :\ \
m.

^^| '¦- ' vIIkI^^^^'''^ :í%


':í •-^^ ^M mm- ^M ""MlfS:! '•'•imW 'gailTC'-'^»
H£J!?H BÉk I^EiMIp^^kSjSB
""Kí: -¦;«y^Sfs um m±m&&y ^-ílHlm"$«Sc S i-fifíiHSiH ¦kí: 'tjQkmmb
ikmm, %\ ' Wk\ ^m •**•¦ ^m^^^w^i^^amW- &
toWoí^A^y^SP°^u BSoqü ^:$HHfi8£ow ¦c-^xv» •*- *$££*íaHSuSs! tomw <&9&mmto\\. -¦*» :W Hn mw>y mW--.$,.$:¦:•:~-y.->jmm
'**H m\ ¦ ÍSsaaiífíP'
mm. SV ^H8^K&»fô&«0R$v:*
ya***?
y^K~
&::;*:&f"H""""'Sís8íB
"*c::*;*:"-"-,:>3«8K:'V*Í^H

Kl
¦Kifl^:
flH||: :|K,p
^1 Hè1^P^4ímíbwÍ& &«&.
m. VK^ "&JMh* 1
• h m^mW^ *&SWwMÈk. I:?m. imk-.. • :«-í MsSls^
P^*p
jfMKiHNM
..jézzíM:msAWmmw-ásiM 2 Não cabia mais ninguém na pista |
2 Isso fêz com que um cavalheiro vir|
bela e anima*
""K^:
yWH^fe V:*?^?'??'?™^ t ;.iW :: :5 «:: / HS?*-* «» T&Sfètotom \:í :í'. jS W8&SÍ ::KS>yf,?7wf*^f^aW^;,',™s5^ ÊWÍSS®H ' »¦!••¦
l I k M « « I 1 il«« I II l« I 1 l i! i r ( n
BMl'pBéIISíIl~
'ffHmfSro ' ':^:í:«
pP^i#P:-^, i^ / fppil» lil-s-in «ni-^sSiSBBHiSl
§^í W::wi^«iíio_ % Ikw--:'o' Smmmf ¦ y^SaaíAW^ tomsí mto^fà^Wmmtf"™?^*} WrWtÊWt

"*¦* ¦*.' ¦:' ^^^^KS '••'••'••'•'¦'¦ "^7i^»yTBW^i ¦¦¦¦¦¦¦yi^^Ê


R^HE-'-'%:>ttHÍ ^ffi; '¦ffivJ&sBBr'- *¦•*''—
;i%^â^raw/XjSF *'-v:^BI^K:¦:¦;-:•;-:¦:¦:-.
- ¦; '^^«'¦X ^mmBaAXSr itt\%tcfJj:*t^^^^^itfiP*^^iéfi'mwm*^^'^'-"'-'''^^
' ^^lilM^illpnW i
t^k^J^mmw' ^y^mYOÊSSSSAX. ' •*-":"^iSS»^* ¦¦¦'¦ ' mmWSSSní JHH^ :•: \ táMf^^^imi^^^^tmmmWm^^ rm tom

¦¦MB^^BF 1: P^ PS^* ^ :!P''':-'j« ^fe '^H^^^^^^HII^Il I f a mhwA

¦jBggrag^í^fâfflii m myy-yyyy ^m&Bi^&jSEMAm


m U^S%<'§^I mim [awflgAlia^^abSfci ^"' '¦' ¦ **'"yia Miife^^tjM Abram alas WâS
para os p fa
Peles- fjH
l^fe, -¦ .^iwaw^B8HBBÍái*nmfimr Twmi?W^? ' ":^^iiWff' *''" 'ii''''' P^:*^^P^.Iil^^^à^^^^É^É>^^^ WÈÈÊ& :9 Vermelha
Tudo foi carnaval naè
"UNHA DE FRENTE" A linha de frente do baile foi conati tufda pela candidata a Rainha do Car * "previa"
do Quitandinha.
[ naval pelos Turunas. Carla
candidatos para uma
Cabral e as vedetas Isabela e Carm°m Os "
"voltinha" no salão eram muitos e as "boas" resol- l
veram ir para o "pojeiro", b-oscando refúgio. Lá dentro da "aiola os mü- ¦
Biquínis, maiôst ncro^ |
acebolados. aqualoucos c
j FOI PARA 0 POLEIRO sicos de Gentu Guedes sofriam de "falta de ar" e a "pressão*' aumentava "
a cada novo rebolado. !
um grupo dc peles verme-
lhas, que exigiram várias
vezes o abre.abs.
-.¦-".i ¦::¦,¦: ¦
.-¦ v.i;-jf, j^í.sasi*-'-
^¦'-'¦¦'yw^mm^
. V ¦

h
IC H

>:•;•:•''x ¦'•:¦;•:•;•
Botafogo estreou no m.i
;|;;C;:;X;X;:x-:;:;:v;::>:;:-:-xv:;'xX;X:XvXvXxX
(F W*^ ;,
^ ^

"Abre ala minha gente":


T
•K5BE>*S8k

11
^^ xs
<ç *- wm •**•
lllÉllCÍÍÍÉrt
**** "* s*^HII,i*
%vH* - Jfc "-**•- ;- % ííx-XvX^n;:^:
5**$'¦#•¦¦ ¦*•* J^-% -.
mmwyy-r-:- "m-mm:^®^ - '•'¦-'¦¦¦*¦"¦¦ JMMBMWfflfl
vfti&m&S&r
«'

¦^^^8^^^\?%^^^^^ ¦¦i^-j-jJBjÉfe^ffij^^ 1 raÍl*ÍÍffii*ffl*^^ HB BB

^^b*®®*^ ' *%*.


^ÉIIÍékHtsíeíFríT*=kxv*íiiíi s^jtáÊF^r^ #' H'

« f * üàHPP*1 < ., f éÊv^ÊmW^ *' mim.

"4^«p»!pB|
K I China realiza uma bicicleta e Pinheiro faz cara p^^i^fc MÊ^'**lr*
»|| "já" recebeu bolada ou pontapé oa
de quem I^^^^^^^^^^Wp^^MI^^^^^B
&H cara ^^^^^^^^^^^ff^^^^^^H

ENQUANTO o Botafogo reapareceu


em gramados cariocas obtendo uma vitória ¦- ¦m^mLr*-',' ¦-...¦•-^^a^* pp**Sj

tranqüila, como que querendo dosar energias, o


Fluminense, com a segunda derrota, peio mes-
mo escore de 1x0. está virtualmente desclassifi-
cado do Torneio Rio-São Paulo, já que, tendo
a quatro
que disputar apenas dois jogos, está
a em-
pontos dos líderes. O clássico não chegou
noltiar, em nenhum momento, o que sc explica

¦^L-íS;-/;/ '\^h^. *•* mL±}-;-' ¦ mwm


ismÊm&-"-:-;. í? s¦ ;¦
~-&M\
-^ agp*^ -¦wwvvwwcwwwoowwowc^^
y*W^^mmmmm
w ¦''"¦" ™"" *¦¦"•' ^-í" ij» mm mum m **& ^m9 ^ms> tbV
-^.--..-j/.... Imslou
/.-(xt*/*
..o nJvini rx,.,„i r>
"-i-citõ 'I" tompo cs-
por «eu ¦'
final- rar ' no Rio Siic :lro lxO scf-TíUdo
Paulc e cjvie de.
ífro um
trinta c um minutos cio
fiol nos ÂoncUclo'. iTabara, lances, min.s Para o segundo teinpo o ve ter selado à sorte do trl.
pri- j.-ir/o. t-iu certos
xnèiro tempo — jj.-ir-.-i c-/ie- p.-i t-ec/;i um zagueiro, re- ' ' Botafogo voltoi. com o mes.
o
jçar à vitória, que não vhc- cuando ;i bola para seu «o- mo time. ao passo que í&TIMES E J05Z CONDICIONADOR DE AR PHILCO
loiro. Enquanto Isto, ;'i me- Fluminense apresentou no
gou ;i .sei' ameaçada. E não lugar dc Jaburu, o baiano Eunápio de Queirós rea. COMPACTO Mod. 70-AC - 1 HP
fora a excelente atuação dc I c/i(/a que sua defesa se fie-
I mava em campo, sem ser í11— de Valdir (que veio do Vitória, pareceu ótimamente, a O .nenor cm dimensões, consumo
Castilho ;i contagem teria para um pe.
«ido mais elevada, tradu- , comodada, e sen ataque ia i ríodoSalvador,
de experiência), nu.
renda somou • ¦ e preço. Compressor importado
zindo exatamente o quo â frente, o Botafogo toma- CrS 1.813.403.00 (pagando com garantia de 2 anos. Próprio
j va as rédeas da
houve em campo. pari ida. ma tentativa de Zezé Mo. ingresso 20.320 pessoas) e
para dormitórios. Super silencioso.
Assim, a partir dos 20 mi- reira de elevar o rendi, os quadros formaram as.
$ BOTAFOGO, 1x0 nutos, a peleja se resumiu mento de seu ataque. E sim: Ligação direta na tomada de Luz.

0 Fluminense teve uma num duelo entre o lime do aconteceu então o seguin. BOTAFOGO — Manw, 10.000, de entrada
saída de leão, como que Botafogo e a defesa do Flu- te: logo na primeira inter. Joel, Zé Maria e Rildo;
pretendendo definir ali a minense, mas a impressão venção, Waldir demonstrou Pampolini e Nilton Santos 32 .neses para pagar
peleja. Sabido que o tricô- era de que a queda de Cas- qualidades, dando rumo (Paulista); Garrincha, Dl.
lor costuma, como poucos, tilhp poderia surgir a qual- certo á bola. E assim con. |!
garantir uma vantagem, ain- quer momento. Como este- tinuou, participando de vá.
da que mínima, desde que ve para surgir num lance rias jogadas com acerto,
di, China (Neivaldo). Ama.
rildo e Zagalo.
FLUMINENSE — Castl.
Chame um vend&dor espo-
cíalizado pelos tels.: 23-1761
ME=Iillll|llllllllil|lílillllllllillilllílilllllll!
surgisse ali um tento era maravilhoso de Didi. que muito embora, sendo pon. lho, Marinho, Pinheiro e
e 23-2380, com D. Lúcia.
certo que o Botafogo en- colocou Amarildo frente a ta, tenha jogado na meia. Altair; Edmilson (Oldair) e
-contraria dificuldades, de frente com Castilho, mas o De tal forma que o Jovem Clóvis; Calazans (Jalr
saída, para vencer o blo- violenlo arremesso foi neu- jogador passou a centrali. Francisco), Jaburu (Vai.
queio tricolor. Mas, a ten- tralizado pelo goleiro. E, zar a atenção da torcida dir), Oswaldo, Valter e
'
tativa do Fluminense, a lo- como surgiu, de fato, aos 31 e também dos elementos Escurinho.
do vapor, resultou inútil, minutos, quando o Botafogo da defensiva botafoguense.
inão tanto pela segurança atacou pela esquerda, Zaga- Decorridos vinte minutos,
da defesa botafoguense, co- lo .centrou na medida e pu- o jogo pendia mais para o
mo pela inoperância do ata- laram Clóvis e China, com Fluminense, que aPenas se
Madurara
que, que se acenluaria com intenção oposta. Falhou o ressentia (como sempre)
o decorrer da peleja. Es- médio, mas não falhou o da falta de bons atacantes,
curinho, por exemplo, num atacante e a cabeça dc Chi- ou, pelo menos, de atacan.
dea de 10
lance espetacular de Osval- na teve endereço certo. O tes que chutem, pois os ar.
do, colocado sozinho dian- mesmo China, cinco minu- remessos mais perigosos ^ volta hoíe.
te de Manga, mandou a bo- tos depois assinalou outro foram desferidos pelo za. BELO HORIZONTE, 18
Ia fora/Aliás, Osvaldo ape- gol, que foi invalidado pe- gueiro Jalr Marinho. Mas, (Sport Press) — O Madurei-
nas realizou, nos primeiros lo juiz, com precisão. Ao ainda assim, quando ataca, ra de.spediu_se esta tarde, dos
gramados mineiros, goleando
DE FAMA MUNDIAL PELA QUALIDADE
«45 minutos, essa jogada dig- final do primeiro tempo, se va, o Botafogo levava peri.
na de um atacante, porque perdeu apenas de 1x0, de- go. como aconteceu aos 21 na cidade de Ubá. a repre.
minutos, quando o ataque sentação local do Bandeiran.
——— i
tes, pelo escore de 10x2. mar-
alvinegro envolveu comple. caram os tentos dos cariocas.
tamente a defesa tricolor e Fernando, o artilheiro, com 4.
o chute da China cobriu seguindo-se Alcides (2), Wil.
Castilho e o arco, também, son (2), Bira e Josiel, ura
quase se definindo aí o jô. cada.
go. Pouco depois, em vir A arbitragem esteve a car-
tude de uma contusão (e go do sr. Rui da Conceição,
somando a renda CrS ......
também por falta de con. 86.000,00.
dição física) Edmilson ce. Formou o Madurelra com a
deu seu posto a Oldair. O seguinte constituição:
ataque tricolor passou en. Lucas; Bitum, Alfredo (AL
tão a receber melhor apoio, mir), Apel e Itamar; Alcides
realizando algumas incur. e Fernando; Josiel, Wilson,
soes com real perigo cau. Homero e Joubert.
sando sérias oreocupações REGRESSO AMANHA
ao goleiro Manga. Logo A delegação do Madureirrt
depois, também esgotado, regressará amanhã ao Rio. de RÁDIO PHILCO TRANSISTONE II TV PHILCO PREDICTA
ônibus, em virtude de não CONDICIONADOR DE AR PHILCO
era Nilton Santos que ce. Mod. 092-2 HP. Próprio 7 transistores; 21 polegadas, tubo de imagem
poder prosseguir na tempo, an multi-direcional, tom frontal
dia seu posto a Paulistl. Philco embutidos,
nha. Seguiu o jogo com rada. pelo excessivo número grandes ambientes. Painel frontal dv alta-fidelidade, antena
de jogadores contundidos. metálic ultra moderno. 4 pilhas comuns.
ataques alternados — num telescópica embutida.
Além de Nelsinho. que retor-
dos quais esteve para cair nou antes, também Alfredo, de entrada 10.000, de entrada 500, de entrada 5.000.
o arco de Manga, quando Bitum, Josiel e Apel não têm 32 meses para pagar 24 meses para pagar
falhou Valter — registran. mais condição de jogo. daí a 32 meses para pagar
do.se depois novas altera decisão que tomou o chefe da
çoes, ambas nos ataques: embaixada do tricolor subur.
Neivaldo no lugar de chi bano carioca, sr. Mota.
na (no Botafogo) e Jalr
Francisco no posto de Ca TUPI E SPOIRT
lazans (no "Fluminense)',
quando faltavam nove ml
EMPATARAM
nutos para o final. Foram JUIZ DE ÍORA. 18 (Sport
alterações que não surti* Pressl — No encontro amis-
ram qualquer efeito toso disputado hoje à tarde,
pois r.o Estádio Procópio Teixel- Controle remoto CENTRO i RUA URUGUAINA, 134/144 — AV. PASSOS, 27
enquanto o Botafogo tra va. cnm arbitragem de Paulo AV. MARECHAL FLORIANO, 93 — MADUREIRA i RUA CAROLINA
tou de fazer passar o tem Salps da Silva. Tupy e E^por- exclusividade Philco,
que MACHADO, 418/420 — MEIER: RUA ARQUIAS CORDEIRO, 259
po. com troca interminável te Clube Juiz de Fora empa- permite o comando do aparelho NITERÓI: RUA DA CONCEIÇÃO/ 13 E 79 — CAXIAS: AV. NILO
de passes, o Fluminense taram por lxl. Na primeira à distancia. Adaptável a
PcÇANHA, 948 - N. IGUAÇU i AV. GOV. AMARAL PEIXOTO, 75/79
mostrou.se incapaz fase vencia o Tupy. rom eol qualquer S. J. MERITI.- RUA DA MATRIZ, 255 — VOLTA REDONDA • AV.
de de Toledo: n Esnorte emna- condic o ador de ar Philco. AMARAL PEIXOTO. 18?
atacar, a ponto de a torci, RAMO ¦ RUA URANOS, 1035 —
da acabar vaiando os dois tou. nn fase fn*i] nm- '•itep- CENTRO DAS FACILIDADES: EST. VLENTE DE CARVALHO, 7»
Allair pulou mais ullo que China e Amarildo, aliviando. mt^dio d" PMnio. Renda de
quadros nelo mau futebol
"^ ,.,,mjWl) y',eim
iaj/^1» *;?*/ y-y í *r.^¥3

W^f&MÊÊmW' J ^!A^v'"^nT'"l. '¦!'¦¦


': ¦''. ¦ ¦ '*, s,
:-'- <\ '¦. ¦ ' '»' '¦ ' '¦'/ '*
> ¥¦" /
'*

'!' iíiíl
,'¦, '¦' ;

. i ¦: .

notícias I
<í*m

INTENACIONAIS
¦¦¦¦¦¦¦• •¦¦¦¦¦¦¦
¦
¦
EM LIMA

NOTICIAS 0 RACING ¦,-*s


¦-.-'? ¦
¦¦¦a
LIMA, 18 (France
Press) — O campeão ar-
gentino de futebol — Ra-
\ clng -~ chegou hoje, nes-
ta capital, começou logo
Segundo Dilson Guedes, falando A propósito do que dia- vontade do clube uruguaio a entrar em treinamen-
se Dilson Guedes — e do que, pelo que se sabe^ já tos para seu encontro
irritado com o noticiário sôbre Rodrigo, que ele não disse — pode_ com a equipe local Spor-

BELINI SE DIRIGE A
teria denunciado o joga- tlng de Cristal, do Cam.
mos informar quc a fuga dor à FIFA. Daí a difL peonato de Campo-Se»
que afirma estar completamente errado, de Rodrigo dc MontevL culdade dc sua vinda para Sul-Americano. O match
será na terça-feira à
a transferência do jogador campineiro, déu, depois de garantir ao o tricolor ou outra qual- noite. favorecendo os
Nacional que voltaria, é quer agremiação. prognósticos ao.s visltan.

TORCIDA VASCAÍNA
ícs que ganharam a par-
vinculado ao Nacional, de Montevidéu, quc está provocando a má tida de turno por 2x1.
¦
é muito mais difícil do que parece. NACIONAL -1
¦

Campo Grande -2
"O que desejo, sinceramente, é que a chegou a oportunidade, quc considero cx.
torckla do V&soo, tão amiga c Acolhedora, ccpclonul e unlca, que me proporciona o Ba0 E frisou: S. CRISTAL -0
m
m

compreenda que minha transferencia para Paulo. Minha mãe, «ue ficou viuva híl dois m
o São Paulo beneficia a todos: a mim, ao anoi», quer que eu vá. para sua companhia, — Decidi não falar tantas, nesse sentido, quc LIMA, 18 (France m
São Paulo. A mim, quc terei Já que nfto se dá bem no Rio. Assim, so. Presse) — Com a vitória
Varsco e ao mais .sobre êsse assunto agora, quando quiser sa_

Canto do Rio -1
oportunidade de fazer um contrato no fim mento Jogando em S&o Paulo, para onde cla do Nacional de Montevi-
da carreira, em condições excepcionai»*; »o Iria, seria possível realizar o mCu desejo. porque, a cada di.i, leio ber algo sôbre Rodrigo, déu sóbre o Sporting
Vascc, r*ue receberá bom dinheiro e poderá Também minha noiva reside cm Sfio Paulo, nos jornais unia noticia lerci os jornais. Cristal por 1x0, termL
promover Brito ao meu posto; ao Bão Pau onde pretendo casar. E na capital paulista, nau a partida de turno
jo, que acredita resolver seu problema com montarei uma fábrica dc calçados. Sáo mo.o diference, cada qual mais Depois, menos irônico entre estes dois clubes
a. m-nha aquisição. Confesso que me dói tlvoB imperiosos quc me levam a deixar falsa. A última, por e mais irritado acentuou: que disputam o Campeo-
deixar o Vasco, depois de onze anos pois Vasco o que seria capaz de fazer até me?», -— O caso de Rodrigo O Campo Grande, já integrante da divisão de nato Sul-Americano de
São Januário 6 como se fosse minha cas», mo se não tivesse nenhuma proposta e tl. exemplo, afirma quc o Campeões. Douskas mar.
ma«, sáo contingências da vida. Afinal, nin. vesse que deixar o futebol. Oru, se a tantas Fluminense m a n d a r «i está na dependência de profissionais da Federação Carioca, recebeu on- cou o gol da vitória aos
guém é eterno. O Vancd Já possuiu mintvi outros conveniências posso Juntar uma situação tem à tarde, no Estádio «ítalo Del Cima», a visi- 69 minutos.
ídolos, qus terminaram. Chegou a excepcional, nfto poderia deixar escapar a amanhã, um emissário a muita coisa não só do
vez" — ela o que nos declarou, Beiini, entro oportunidade. Dni meu apelo c minha gra. Montevidéu, com um presidente do Nacional,
ta do Canto do Rio, infligindo-lhe uma derrota
emocionado e melancólico, depois de saber tldão ao Vasco, que compreendeu minha 81. de 2x1, com tentos marcados por intermédio de PORTUGAL
tu;:ção. E para deixar os dirigentes do meu cheque visado de 10 mi- como clc outros presiden..
que sua transferência para Hão p.-ulo (•. as. clube á vontade, Jó, redigi a carta cm quo Adilcon, aos 19, e Domingos, aos 30 minutos, da LISBOA, 18 (France
«tttifcò liquidado e quo poderá ser concretiza, lhões dc cruzeiros, para li- tos, até mesmo por aqui. ¦primeira fase, e Roberto Peniche, aos 15 minutos
da hoje, quando virá ao R'o o sr. Ralmun. explico a minha posição, isentando, se fór o Préas) — Os encontros
cnso, os dirigentes do clube de qualquer qtiidar o assunto. A noti- fi algo muito sério, quc de futebol correspondeu-
do Paes de Almeida, trazendo a proposta da segunda fase, no tento da vitória dos campo- tes a décima sétima ro.
oficial do tricolor bandeirante. responsabilidade. cia não procede. Mas, são prefiro não comentar.
E prosseguiu* grandenses. Arbitragem de Idolvan Silva, com dada do campeonato de
— Eaaa náo foi a primeira vez que ou. E concluindo: bom trabalho e renda fraca de Cr$ 55.900,00. O futebol de Portugal, da
tro clube ue interessou pelo rneu concurso. - Estou certo dc que Brito, meu subs. ¦zagueiro Darci Santos, num choque com um con- primeira divisão, ioram
Tanto rio Brasil como no estrangeiro. Ma» tituto, tem condições de atunr no primei, os seguintes:
eu mesmo é que não quis deixar o Vasco,
porque realmente gosto do clube. Ató quo
ro quadro, até com vantagem, pois nfto 0 a
primeira que o fará. PNEUS NOVOS trárin, contundiu-se seriamente, havendo suspeL


ta de fratura do nariz.
DETALHES
Sporting 3 x Cul 0.
Belenenses 2 x Acadô-
mica 0.
Covllfi 2. x Benfica l.
DE 1" «UNHA Leixôcs 2 x Atlético 0.
Campeão o Olhanenses 0 x LUM-
COM MAIS DE O primeiro período decorreu equilibrado, po- tano 1.
Vila Wova
GOIÂNIA, Ifi (Sport Prc-ss)
— ftealizoiw«e hoje h tarde
no Estádio Pedro Lüdovlco.
(, encontra entre o Vila Nova
CARIOCAS 20%
Graças ao Governo Carlos Lacerda, 121
DE DESCONTO
rem, na fase final, os locais pressionaram mais,
ató que conseguiram seu tento da vitória, quando
a contagem acusava empate dc lxl, na primeira
fase. De um modo geral, o confronto agradou
itOb adicionados, quc compareceram à cancha do
B.ira Mar 3 x Qulmu.
rftcs 1.
Salgueiros 0 x Por-
to 1.
Ciasslficaçfio:
-~ Sporting, 28 pon-
m
¦
¦
¦
¦

e a Associação Campineira, indústrias novas já se Instalaram no Rio tos;


correspondente a penúltima clube de João Ellis Filho. — Porto, 27 pontos.
<io certame gòldnionap
rodada -"»"»1 (mais do que na própria cidade de Sfio PARA VENDA EM NOSSOS BALCÕES EM Eis como formaram os dois quadros: — Benfica, 24 pon.
(> • fü d- Igfll. Vcttoou o Paulo), nos últimos 12 meses. <)lJAM)l!l':it DAS CASAS ABAIXO tos;
Vila Nova por 4x1, conquls- E, nes.se mesmo período, também hou- CAMPO GRANDE — Edimar; Atila, Adilson — Atlético. 19 pon-
tos;
dO campeão U c Guilherme; Darci Santos e Dequlnha (Paull-
BENFICA PNEUS S. A.
tando o título
•por antecipação A arbitra- ve 6/ maior numento dc todos os tempos — Cuf, 19 pontos-
gem esteve confiada (l Oto- no capital d.is empresas estabelecidas no hho): Russo, Nelson, Dócio Esteves, Adilson c
Jilcl Koiiftli Dlnjz, ronr lj*»m
Rio. Peiiiolie. W FRANÇA
trabalho e a renda rol do
Dr$ 52.000,00. MATRIZ: Av. Suburbana, 18/JM. Tel: 54-20-14 ll. ínterim CANTO DO RTO — Frahz; Mateus, Osvaldo PARIS, 18 (France
FILIAI. I: Avcnldn Brasil, 1.320-A, Tol.: *l«s (ir.l c Jair; Nôsio c Pereira; Antônio Cario». (Orlan-
FILIAI, I: Itoil. PrcHitlcnto Dutra, 030, TH : 30-8225 Press) — A rodada iu-
FILIAI. ". Ittiu Ministro TnvarcH rte l-lrn, 40, Tel.: >-r> 1802 do), Fernando (Erildo), Domingos, Mario (Jc- tebólístlca cla Franca ile-
diciju-.se lioje. às oitavos
— LnrRo «Io [Miiclimlo dir) •• Uricl. dc finnl da Copa Frai-
FILIAL K: Itun Fcllpn <l«* Oliveira, t « c I <', Tel : 57 0514 O Campo Grande jogará domingo em lt:i. caia. Os resultad»M lu.
¦^èáír' FILIAI.
.— ( «ip ni laiaia.a
FILIAL *': Av. 15 <l<- Novembro, 1.105, T»*l.: ~!*)7!) — •*<*-
trópolls
5: f-.st. —
1tl«i 1*<-tniiiolis. Km 13,5 £~Vt,n'a.-, 71
rruaí a'*.mlr:i ;i seleção local. iam os seguintes:
O;
St. Elloiine a x SuCUS
itcim.s 1 x Socliaux U:
m

FILIAI. G It.xl rnsi.i.i.l.- I>utr», Km I-». ""». J_llLll_i


mmmmmmmm>*> \ fiHiiiiin mmmiuuMfmWmmmmmmmmm .TCllXiaiU Süp iuii »ua>- duu *uu ,

*r**-wy '-v ww^'?!*?-???^.

V
A abertura oficial do Mis* Brasil 62,
numa bonita reportagem de Ubira-
(an de Lemos e Indalécio Wnnderley.
•^;f^J^^^w>í^Í^M
flcl-fêllj' «I i BACHARÉIS DO DISCO'
WÍÊÈÈà^
Am
"tragédia"
wÈÈÈÉÈÈÈÈÈm
AKAANOVAS Revelando perfeito cntroea,
ItV

jj'

DO RADIO E3 RASILEIRO nlzaçso quatro clubes da c,d*-


__,_ * __ _ jfo- __ „_ _ -^ _ . _. . p.^ ^^ mento, em matéria de desorga»
Bernordirto de Carvalho e Henry
de Vasco, Fluminense, Fl»-
Ballot foram às selvas da Ron- mengo e Botafogo — Iniciarei»
dônia com o diretor do SPI. 0 na mesma época a reforma ' do»
seus . gramados, resultan-do dal
objetivo era comprovar • antro- 5 ANOS DE INVESTIGA-ÇÃO CONSTANTE APONTANDO SUCESSOS que, em pleno Torneio Rio-Sáo
pofagia entre os Pakaanovas. I Paulo, nenhum deles pode levar
isso aconteceu. Agora, já oficial- me™ E OFERECENDO A v A MELHOR MUSICA. a cabo, normalmente, seus pre-
<m&9mAmÈP-^^ 7 mente, esta autenticada « do-
parativos. O Fluminense por
exemplo, tem treinado no Fort»

v^WKKmm^AWk
wL* ^Ml% |.
cumentação fotográfica do ser-
tanista Fernando Crus t confio-
da a
"0 Cruzeiro".
Duque de Caxias, num gramado
de pequenas dimensões, com
sírio prejuízo para a prepara-
ção do quadro; o Flamengo vi-
nha usando o campo do Bonsu-
cesso, antes da excursão; o Bo-
ta-?ogo, quando embarcou pera •
^K- ^fmmmmmWÈsWmW ^P^ \ Chile, estava sem campo;* e <*»
Vasco, finalmente, tem usado
Indistintamente os campos do
lÈLm ^mWLmSLmhimh^^%-p S&o Cristóvão Bonsueesso e Oia-
mÈm£:
m» WÊmWÊ WÈ^Êm* \\ ria. E sábado, por Incrível qu»
*K^M& llBiB
llmWmWmWÊmm? llil "¦ pareça, nf>n pôde usar nenhum
dos três (Aclareça-se, para llus-
tmçâo, que os chamados pa-
1 B mWKAWKKí^ i q-uenos clubes, alugam «seu»
campes durante a semana para
clubes avulsos, com contrato •
tudo, donde retiram uma po-
WÈmÊm,-
mSLW^^ ••••' -a
m quena renda mensa". para aliviar
sua dlllcll situação- financeira).

# TREINARÁ AMANHA
Tendo solicitado o campo -to
Olaria, desde quinta-feira. O
Vasco foi Informado, na n">lt»
de sexta-feira, que náo poderl«>
utiliza-lo. Hilton Santos sáiw»
ALTO TAPAJÓS: «k S do de manha, ficou enarregaao
de conseguir outro local, ainda
que f-ôsse em Santa Cruz, ma»
nfio foi possivel. Entfto o Vasco
teve que transformar o conjun-
to num individual, prejudicando
DO OURO MALDITO \k \ Desde 1956. quando José Mauro lançou a revolucionária pro-
assim seu treinamento para o
Flamengo. O Olaria concordou
em emprestar o seu campo n»
"Bacharéis tarde de amanha, quando o Voa»
grarnação da Radio Tamoio. os do Disco" vêm
SÀO PAULO: JlBBfe S"> acompanhando os lançamentos musicais, não sô no Brasil,
co fará seu apronto. Na opor»
tunidade entrarão em açfio •
como nos grandes centros internacionais. Eles se aperfeiçoaram zagueiro Paulinho (Já refeito
A MORTE ^?|fcN pesquisando as vendas nas grandes lojas. Eles sabem dt stln-
guir os verdadeiros sucessos. Por Isso. a Rádio Tamoio
lhe
da dlstensfio) e o emia SaulzU
nho, sue sofreu apenas luxaçá»
e que Já foi considerado opto. ,
ANOA NAS ROAS ^pBfcX oferece sempre, em primeira audição, as musicas preferidas
em todo o mundo. São 19:30 h diárias da program içâo
palpitante e cada ve? mais atualizadal
••«-«««•••?•••'t**^--'-

nuPHS
DAVID NASSER:

0 MENINO PRODÍGIO estào sempre em dia com os últimos sucessos, mantendo


OS BACHARÉIS DO DISCO DA RÁDIO TAMOIO *
contato permanente com as grandes lojas de discot

"0 Cruxeiro" dá inicio, neste número, à relação selecionam rigorosamente a programação, vetando qual»
ATENÇÃO ^£
FIGU- quer gravação defeituosa ou de mau-gOsto.
dos contemplados com prêmios no GRANDE CONCURSO
RINHAS QUE VALEM MILHÕES.

IF '.*$!•*".
preparam programas dosados com alegria e despreocupa-
txokédtt^i
0 «10
ção, conquistando a preferência do todas as geraçòss.

A MAIOR
NÂO PERCA
0 NÚMERO
E MELHOR
REVISTA DA
RADIO
TAMOIO n a Esplanada
OESTA AMERICA
eookc
RÁDIO TAMOIO música, exclusivamente música.... e cada vez melhorI CENTRO

k_
NO MEIO DO OIAl
SEMANA DE LATINA NITERÓI
MADUREIRA

ir DIÁRIO DA NOITi
PÁGINA 2 - 19-2-1962

..,,- ¦i.-iji,^;
¦-.¦.¦,.•¦:.¦./>-..v^i;.-',*- ^%^.'-í'j4t ^Ui-SÍ^^'.^^ '¦"¦' •,.¦¦•'..?,-'l:;'v."fl:!' ' •';'• ¦¦¦ • . \ ¦-,¦¦ ¦ •,-, 'fiM'';'')y^ •¦¦Vi',
' r;•¦' ¦¦ '<>¦' ¦ •¦;. ••.,•' ;¦!¦¦'.¦¦.¦¦¦ -: ¦¦¦¦ • ::f.yy: %.,
'•;, ;.'?*< '':'(;n '¦:*•:¦; ¦'itu.y ,;•'¦ -. i vi •.. •,.."¦:¦ :',.. ',*¦.';;-ky> r!'::}y<-:y ¦,f:y.yy:*yy^yyy-yy--y- y k-:
¦¦¦ ; v;v - '.'7,•¦):.,•'•;;',"V'/1;.".'¦ .••'.¦.¦¦¦¦:.;\/;'
¦'.• ,.•':.¦,•:>,!;,.,' ''•"'¦ ¦¦*'.' >'* ' ,*

''•..¦¦• ¦•*.; ¦,,•,'¦";•¦'¦ ;•* ••¦;¦ :•¦*•>""



.' Í.;V?5* St.,;"-,,i . - . . ¦'¦

t;;^'1;!;/ ü *-''./•.'^"v> '•'; ;t, ..¦ > \ ;.;v '' '¦ '.'':'';''' "¦ ' 'V'i '¦¦¦'¦ '/' "'"";: ',*'.('
; í :."¦' .*':'.' .
' ' ',
' : '•".^W \ . V: ..'¦ .¦"*-.''., -..•'¦
\"'í:'". ¦'.*'.' .¦¦']:¦ '-Vi' '¦' ' ,"'''' ¦ ¦¦.-''," '''.'''.'.:' . ',."¦,' ¦•' *' '¦¦' .'• I
•¦•!''. v«;. ¦'¦"' •''
¦• .'''¦.;• ¦"• •; :i:.:!..7.-. :.¦¦'¦ ¦"' '. • '• * '¦ ' • '',,'¦' *,i. í. /»', - ¦ ' ' ' ' -'¦.,' J' .-:¦ ' ', ' ' '¦¦¦<'' ' • '
. ;'\ .*i.::;\í;.í,! ,.•"'*.» •''!< •¦•' M.'". I *'' • - > V. , , • , - . ';! , > , ,' < ,*'•¦'..¦

¦ •" ¦. '*>':;¦¦'.
' •'•¦•'(••'•' ¦'¦'.'¦''',';.''•,. ¦:'..¦ .-.:,..' ¦•"'' ¦ >¦ ''¦" ¦ -.• ~ ¦ " <¦¦ • ¦'¦ •
''.•'>•'•,".'!.' ¦¦.:" -:",'¦.,., jy ,;."=•;.¦•¦: - ¦¦ ' ;',-' ,'.-,, ¦¦¦•/¦ :'y:
. :''v ¦ ,:::: \'¦,,>,•' •". ".'¦¦
! •'¦¦¦r'--; ¦' ¦ v-- y ''¦ :¦¦: . „' y
Chuva não deixou terminar Américail Riiengo ;•'•..' sW-ii t y

SUSPENSA AOS VINTE


MINUTOS A PARTIDA
j Jogavam Flamengo e América partida mais ou menos Depois de'.rii.ui.ta diS-
cussão e consulta de mui-
igual* Vinte minutos de movimento sem definição. O tem- to-:
"dá-não-dá" "pode-
IH' e
poral caiu sobre a cidade e o Maracanã começou a dar água não-pode"t -prevaleceu ':e.
:juiz
o
ho meio óã canela. O árbitro do encontro, Armando Mar- ponto ,de; vista dó
Flamengo x América terá
quês, que tinha Joaquim Barreira; e José Menezes como ¦ de.ser terminado com.por-
auxiliares, suspendeu o jogo e passou a "batalha" para os toes abertos.' talvez terça-
'•]•''} iJ'púVyj f ei rá, à noite..". ¦ .' . r ...:
vestiários. -y
REUNIÃO
Marinho e Renê Mendonça garantem que Para decidir o: assunto,
reàlizár-se-á; e'sta; tarde,,na.

VIRAM A LISTA DE 34 sede .da'Federação Carioca


de -Fut.eb.ol/ urna reunião
de representantes de clubes,
dá^ qual surgirá, inclusive,

A SEREM CONVOCADOS
'tíogundo
declarações do médico Renê Men- mar.. . 'eLaterais
''.esquerdos,:
nova tabela para o Rio-
São • Paulo;. no se tor ca rio.
cai 'Tudo ' motivado pela
exigência do ' pra zo de 7 2
' Artà'ir 'Geraldo
donça e do técnico Marinho, que a viram em:Lii- ,1..' Medida horas entre um
de apoio:, Zíto','. Bèríé'e)Z,e- .e, outro
ma,, já está pronta a lista dos jogadores que'se», 'qulhha/' Mèiás-.' armadores: jogo de 'qualquer equipe
rãc convocados para os preparativos da seleção Didi, Chinesinho ¦• e disputante'. '.
|Mentò'jÍr .-,
brasileira, que participará da Copa do Mundo.. vio.'Ponteiros.direitos: Gar-
Tudo aconteceu. quando o técnico do Palmeiras. rlnçha., • | Juíinhb,, í pofvâl, e FÓRMULA
Maurício Cardoso, conversando (com. o técnico | e Jair:. Centro-avahtes: .'Vavá
*'..;¦'. ¦.'¦'

• Ontem,- àinotte, no ves_ * '' / ¦¦" ' *!.'¦¦• '¦•'.' ' ' ¦ ' ' •• ** - ¦* ;.• ti ¦,.. ,

o médico do Botafogo, na capital peruana, infor- e {Coutinho..- Meias- esquè^- tiáíio,


i v ; .*J t . .

das:' Peleje,'Aniárild'o;* Que choveu, choveu: Que o Maracanã deu águavW meipda cánçla, também. A foto ,é como as cartas. Não. mente.,
quando suspenso' o
mou-lhes flue havia recebido uma carta de'Aimo-v teirbs -canhotos:-' Pepe' -eiPon-
'' Za-
"> encontro^ ,' Fadei ¦ Fadei, frontassenr nó\cittont,rp::;de
'Fadei, .¦ de.c que. o .'senhor' Wolney .[,.Não .apenas'.pela' ameaça', .rias, razoável, assim forma-
ré, pedindo a indicação dos elementos do Palmei- galo. ,' ' ' ! ¦' ¦'¦¦ ¦
]' presidente dó Flamengo, fundo... AJegavá 'dó
ras que; a seu critério, mereciam ser convocados, . Braune, presidente | de-temporal, c.omò pórqüè;' dos: * ••¦• ' ."¦
• AIMORÉ DrSMF.NTE "¦-,]
tendo indicado Valdir, Djalma Santos, í Geraldo
ouvido sobre a. disputa dos com razão, aliás., r que América,,; não :.sé: cpnforj ! 'à.tarde.já hòuverá;fu.tcbol.'. AMÉRICA' —• • Ari.
I, Julinho, Chinesinho, Aldemar e Vavá. E acres- . Por ..feliz coincidência,.,a
• .'•'" 4/j i ü;-i ' r1: ''.'.;•• restantes. 70 -minutos, ,s,u;. America x' Fiamerigô -,le- ' móti-nem 'se conforma-ern I
"¦..
E o que se deslocou de.' Jorge, Djalma, ! Wilson
.uma' fórmula, que- variam, ao ; Maracanã vpú.
centou que tinha visto a relação dos demais jo- reportagem \ encontrou 'Moreira (ov.téc* geriu ter sua ;equipé de'.jogar de
"outro."-:
casa para' o estádio teve de Santos e;Ivan; Amaro e
nlco -Aimoré. * nç' Pá- motivou'.' hilaridade, pelo blico que; não,.-, comparece,, suportar.', pèrtó. de' .cinco' - JoãoGarlos; Gilbert, Luís
gadores, num total de 34, compreendendo 11 ca- caènibu,'! momentos "vivaci- graça" para ^"jú-j 'minutos 'de -jescuridão'
riocas (pois Belini já é considerado, pelos pau- jpgo' antes'do que encerrava de . ria, • cm outra cirçunsçán- blicq».!. '!•'..*•, to_' Carlos Marco
Corintians |'x :Pdrtugiié-
• " ¦ Antônio e
listas, como do S. Paulo) 19 paulistas e 2 gaúchos. sa de ¦'Desportos;.: ii.anífurán- dade" : os' protagonistas cia. Acontcvc. p.orcm,' qyc
vtal.\ em.'. virtude "de .urii íííito.V ". ¦
dò a, fàsé | paulista do í R^o- da peleja jogariam o res- o principio- dos. "ppiitões #YINTE MINUTOS ' ,r '
curto circuito.' . •. ! FLAMENGO" Fer.
A lista, que provocará dis- te, numa reunião.da.Comi;-; São -E 'interrogado tante dela como preliminar abertos", é.jnu.ito-.anfigo.e,
cussões intermináveis, como são- Para mim,, tudo 'não sÇbre-oPaulo. O públíço, que cpmp.a- ífarido, s Jo-ubert, Ouraci,
• ;a?suntp,;Áiinoré: res- de outro "clássico" qual- universal...;'. ¦ . ¦ \ '.'..'!',. ¦,- receu ao Maracanã,'oritem, , Para essa platéia reduzi-- ¦ Jadir e Jórdàn; Carlinhos
sempre acontece em tais passa de palpite. , pbndeu 6 com! um -sorriso':,ii$- quètí; recebendo, 'seja;; a-
oportunidades, é a seguinte: Enquanto isso, vem/de/S.; nicp:
.— "ESta1:,é! aj! terceira para isso, Qualquer'.. que à npite, para assistir -ao da; os dois; cjuadrps;. apre. c' Adilson ;;'Jòlçl, Henrique,
o o telegrama; 'sai.;.
Gilmar. Castilho, Valdir Paulo seguinte!
"Sport Press": '•'',. ou 'quanta' lista que E
uma quota dos que se de_, i fórmula, adotada, a verdà- prelio,, não. foi, grar^Jc. •sentaram um futebol ape- Dida, e Germano.'
Laércio'(goleiros); Joel, Ma- da causa.: dela,'; j à\ me J pei -
ririho, Djalma Santos, Beii- S. PAULO. 18 (Sport por:
— guritarám-'.aqüi
A' medida- que. se b'u, i .no'Paçaem- '. ' -;í '¦;•'" "¦•"•
ni, Djalma, Mauro. Altair e Press) pori':que', nao i ¦¦¦¦ « .¦' %:,y ,. ¦. . ¦. .'.''•'
Geraldo (zagueiros); Zito, aproxima a convocação, ofi- OrecQi •' Gérson., f ulahó. | convoquei 'sicra-
Bené, Barbosinha- Nilton ciai dos jogadores para o.se- no i, Mas '"se '¦ \
Santos e Calvet (médios), lecionado brasileiro, que .irá nenhuma!. | '¦ não; seiVde' lista •
Posso.,
¦ •¦:.¦•• ¦ • ¦•. mwmmÈÈÊk
Garrincha, Dorval, Jair e Ju ao Chile, surgem as Uistas que- qualquer [liStaí afirmar,
linho (pontas); Didi, Men- oficiosas, que, segundo os divulgada, antes. do(Sdiaf20.' que- seja ••¦•'•¦¦' ^^^^^^9
galvio e Chinesinho
tcentrc-avantes);
(meias
Pele
seus divulgadores, já esta-
e para ser apresentada à. Co- de
falsa!.-
recuados) *. Vavá e Coutinho riam no bolso-'' do i treinador tar;um- Antes, dçla, posso-ici-i
numero-, muito maior,
é.
1S UI1W ¦ .ppQftixntQüwii
AmarLldo (meias avançados) I
missão Técnica e aprovada. jogadores, que. serão, oi:-
e Pepe e Zagalo (pontas), IPor isso- não chegou a cons- J servados 'uma no .Riò-São Paulo,
escolha definitiva.
além dos gaúchos Elton e]I tituir surpresa, que a : Ini- para
Air ton - prensa paulistana.! aprcsen- m ps m
respeito, na tai— tasse lioje, uma lista de 32 ü
mM- ;rrT--rrs» -. -'. —( rt&"^ ' ^-'¦^^'^^^^¦¦^¦¦¦¦¦¦^¦¦¦¦¦l
que Aimoré,
ira
como técnico. 7Marlnlio c Djalma Santos.
.sabe quais os elementos que/zagueiros centrais: Djalma,
convocar, mas a apre—jBelini c Mauro- Quartos za- i ' ¦
Campinas
sentação da lista somente guelros: Newton i CAMPXNAü. 18
Santos. j .Press <S,-potv
' 'na
jsèr.á conhecida- oficialmen-! Calyefc, Barbosinha e Aide- tarde, >' dc'.—hojeEiifJ-entahdo
o Gua-rani. no
Estádio Brinco de Ouro du

Corintians começou Princesa,,, o, Bonsucesso F. C


do Rio dc,'Janeiro foi der-
rotado' ¦' p'e\o i niarcaciór de
4x2, numa' par tica que, Ostr
há, pdrííeir.i etàbá--;náo!-cdri-
venceu; correspondeu 'plena-
Adquira sua maquina de lavar e

torneio triunfando
''"^W
raente -na'; 'ífinMii' quaiído" ní itf ¦''Ühzyy-/ ¦>'¦¦/¦ 4';-.
•Guarani: reagiu >:da'- derrota
parcial' .dè,< 1x0 ',
¦tr{urifo; • mèriíóíio^ para.':'utn' Futebol
1 falhoi:'.comj -müitá correria'
SÁOjPAULO, 18 (Sport Press) — Numa VALIOSOS PRESENTES
..it lejr; de excelente nível técnico e disciplinar pe-
na | etapa1 ;inicià'l,! más :'.mui'ta
,à tosrmpvin;en'taçâ0 -'nos s45'.'niiriu-
derradeiros;
qual não faltou entusiasmo e empenho dos'22\jo- sucesso ; "-valorizando com' o Boa:-
a -\viijo-
Lt >.-; gadores, Corintians e Portuguesa de Desportos ria -do;. Gukrahi.. N&j: verdade ^^^^^^SiÈãM^M^^^^^^xm^
iniciaram esta tarde, no Pacaembu, aparte ban-, ¦os.' cariocas; '•reabilitação' hão conseguiram
deirante do Torneio «Roberto Gomes Pedrosa». -a| desejada 'da.
E a vitória, neste jogo que prendeu as atenções ta'pelo Juv.entus-por 3x1' derrota;que;:lhes'fóra^impos-
Métquina dé lavar
da assistência, do primeiro ao último minuto, câ- bora;de ^üm.mpdo.gerai/ eft- te- ¦. i -•
racterizada pelo equilíbrio e pela velocidade das. nhâm'compareceu»,à; ;àgràdado*.ao: público
que cantinaTdò
jogadas, coube ao Corintians, por 3x2. \y • QV ar ani::',',,; • "¦¦.¦'.
, 'soube ' , ..
Bpnstvcésío
t ¦m-
..Não'diremos que um em. lançamento de Jair, por,.: co: veitoü . melhor •••¦'a oportunida-
;.Ò', apí-o- i
pate'teria sido resultado mais bertura. E com o marcador dé ¦' surgida . aos, 38' minutos
1
1 Be'justo» mesmo considerando- de lxl, terminou - o • prime.ivo do•primeiro tempo, < abrindo
c equilíbrio de forças, por_ tempo. .,, a/ contagem, iava_ automaticamente 3 quilos ^è.roLipas. em
que a ¦ equipe corintiana ros por .intermédio
•' •
1 pareceu mais coesa e mais de Roberto, .'que«.atirou ;de pé 4 minutos. Compacta e; resistente, lavava
consciente, e com um ataque té FINAL- direito.'ao' receber.¦•um rótiímo
lançejmentp (de Silvio ;; ,-En-
'•
í •'" que fustigou sempre o arco
de Felix. com destaque espe. CORINTIANS 3x2 quanto; os•• cariocas, còncrètl-/ roupa sem tocá-la. Garantida ;p:or'2::atio5.
ciai para o jovem Ney. que zavám;ètn gol sua,,uhica„oporr
Reiniciando o jogo com. a
., realizou jogadas magnífica^, mesma disposição, o ,. Corin- tunidàüe,.'¦
^podendo
o Guarani pendeu
•. ¦ ¦ A VISTA 57 OOO,
ser. citado, como >im tians conseguiu n o v, a vanta- várias ¦No-
v .-•'.-.>.¦ : final;,
dos artífices da vitória, ?.r<- ¦ período 0- :èuu-'
á prazo :-:'.y:'y~\zyy:§?$$$"'.y'Jp
«luanto a retaguarda, com a gem no marcador, logo aos 17' rani .apréseiitourse* melhor, 'ie' §;,' y,:'}'
aproveitando um' lari. em que!. pese a resistência
entrada de Clóvis. fazendo quando, de Gelson, "Mi
sua estréia, demonstrou seçu„ mente, çamento
parece ter-desemeabu-
oposta ¦ pelos ¦ visitantes,' cõn-
que'filial- 'seguiu-1'empatar.por
'íntérrae- > /entrada .de'7.Ô0O, e ¦ prestações •••¦'de 0Í.SÒ,
rança'- e acerto no jogo de.
lado,
'3.350,
fensivo. A Portuguesa de
Nei consignou o'segundo dio ,det Telê, aos H5í minutos. «entrada ,dè e prestações dé 3^9'Q,
Desportos caiu de pé, apre- gol. E a luta prosseguiu cada A.iseguir, Amauri .marcou o
1 tentando em primeiro plano- vez mais acirrada e' empoí. segundo'aos 18';, 'Telê. o ter-
o jovem ponteiro Jair, que gante, até o 35.° minuto, quan- ceiro :ads':,34 nã çc>braj:iça,:de
• E MAIS 30 PLflHOS DE PAGAMENTO í ^ÜÁ ESCOLHA!
demonstrou mais uma vez. do a Portuguesa conseguiu., o uma penalidade'máxima, soa*-
seus excepcionais dote;, téc. seu segundo tento, por iriter. bend0 a, ; Hilton''a. conquista
nicos. A vitória do Corintians. médio de Sílvio, decretando o do, quarto¦' tento; aos 37? Ro-
foi valorizada pelo excelente segundo empate da tarde. Ti- ber to' f |z' o. segundo -. pohto
desempenho da Portuguesa, tubeou a defesa corintiana .e carioca, >aós 38. Marcador-fi-
cabendo o melhor quinhão à Sílvio inteligentemente, enco- nal: Guarani. 4x2. ' " y < '
•grande assistência
presente e briti Aldo, que sairá para ten. "
que. certamente, há muito tar a defesa, em último ¦ ré- • ÔÜÁDR0S I v
tempo, não presenciava jogo curso. Finalmente, aos,43' pa.
tão emocionante. ra o delírio" da torcida corin-
'o-
ÁRBITRAGENM: /
tiana, Gelson conquistava 'duas
As . eqiüpes ¦ alinharam .
Iniciando o cotejo com extra. gol da vitória, concluindo uma assim:; GUARANI. | — ÍMica-
!'.'" «Hidinária disposiç? »\ incenti1- '^errari 'pé-
jogada excepcional do jovem nor; 'e (Bebecb)\'
vadp- pela sua grande torcida, Nei, que na tarde de hòje.jfoi l.uccriiiii Ditinhó;.':DÍogo
e; certamente alimentando um verdadeiro pesadelo pára (Adiísbh). e Bi-aldc (Raiai- ¦ ¦' -.1 ? . '
'¦ '<•'.'•¦;'; ''
-r- - ¦ • ¦¦ • ¦ • '>.¦;' J • ..." •',
'../''- ' ¦>¦ y\; ' ': -•'''' " ' ¦'.' •
",'
do); "Dorival,' ,Telé,'' Amaurf, ¦'¦''. . í <*,'.'» r)'" *i ¦> ¦.. ¦¦¦
esp.eranças de uma forra a defensiva rubro-verde. > i :
y
•':¦:.-
,.¦''..'""•¦¦
' '.' v '
,.

: ¦>¦.-
¦' '.' " ' ¦¦;•;•>' r" V; ,•' , ;>'
" -: ¦-t ..¦ i: , ,v> ..¦-,.-.
¦ .'¦..
,;¦*.¦ íi <¦.-... .
daqueles' desconcertantes 7x0 ... ;;¦.. ,;'-.,' •i-.
<,.'.'.,. .
¦*;'•¦-'•:.•.:¦.;
..
• >:, ,.:>/• -í/:i
. , i :¦ ;
;;f;^ -^^ i <'r , t- ,
•' ;í" -yyyiy
,-"¦,< _¦-,
•'•'i'''v''' '„;¦. .; ,.

lhes foram impostos pe-


Paiuloj, Leão -e, Hilton., BON- ^ ;••';•': ;...! r .v;j.,-\ t.' ;• Hlv'1 c• " ¦"••¦'• ' - ¦-. > >\ ¦/" y ¦
que 'Visos", • JUIZ, RENDA SUCESSO . — Bruno; Jaime • .-yyy ,¦>.,.:'{••,¦.••".(íí?-í
Centro: Rua da Assembléia, ;104-A - Fone :-*52-41.Í5
,-¦ '¦•'
los no campeonato Loreto; e... Silvio; ¦
Ti|o'' e. Be- COMPRE MELHOR - além de pr0ç©5/ ierviçps -férti '1: Centra •
de 61, os cwintiaros, Vgo E EQUIPES to;; iLuizJ Ferriando, Adamiy, "¦Âi^m»^ '.-X ; loja -Rua l^ôxicçL 1.68
,•-Fonç: 52-4 i.1.5« .'Centro-'loja 2: Av,
«os 13 minutos, conquistaram i
Roberto. .Gassiano' é' Lplé <Sa- ¦ 'JLÍ ' Graça Aranha, ^06;- sSbre-Jòja - Fone:,42-601.3 •"'céntrO'-' loja 3|
sèü primeiro tanto, por in- A arbitragem esteve.a >car. bará). • Paulo., Leão \'e.-, Ja^ime Ám[ •¦ "¦''K
termédio de Gelson, conclu- go de Romualdo Arppi Filho. lo\.ym, . expulsos. de • i campo KtUv i ii,,',$r yfW Av. Presidente Vargas, 1051 - Fone: '43-9162 •, Madureira: Rua
I Indo com um tiro indefensável, A renda atingiu a soma'de Cr$ por troça de, pontapés],! aos Domingos Lopes, 795-B»:Penha: Av.¦¦B.ras' de Pina,;96-A - Fone:
um'passe excepcionai de Ney. 2.528.600.00 e as equipes,.for- 28 rii fese inicial.' ¦- !"^bs (.r-i'
Adaui-i. ('30-3986', (chamados');• Bangu: Estrada .do Retiro, 35 • Campo
Mssmo com alguma* falhas maram com os seguintes ele. que foi emprestado >pelo. Amé-
na süa retaguarda, devido a mentos:
P H'
y ¦'.:¦'• WW.'^-';!r ^f|.Y'! Gráride: Rua;Barcelos Domingos; 39 • Sãò João dó Meriti: Rua
rica,, ao Bonsucesso.'para' êsse
falta de Lever.» a Portuguê. Corintians — Aldo, Augusto, jogo,..fêz . üm • tento- aps'«32
sa conseguiu impedir novos Clovis e Ari, Ferreirinha è aa fase íinjJ, 'anulado'
sucessos do adversário e sus- O r eco, Espanhol. Bataglla, arbitro e Telê aos 44 da pelo
tentar o placar mínimo até Nei, Rafael c Gelson.
aos 42 minutos de jò.30,
finai .chutou um pehalte qúe
Portuguesa — Felix, Herml. Bruno . defendeu. -'Arbitragem
quando estabeleceu o empate, nio, Ditão e Nelson (Muriloi, correta- dè Anacléto Piétro-
fase A a maior organização düArmneaLaünu r:
' .
em aparelhos domésticos
....
jifi i, ¦•.•. ¦->-.,

:' -í:
i:
da Matriz, 133 • Niterói: Rua José Clemente' 47 - Fone: 2-8096/7
•, Nova Iguaçu: Rua .Otávio,Tarquinio, 165 - Fone:'276-J-20
Caxias:. Av. Nilo Peçanha, 207-• Bonsucesso: Rua Cardoso-dt
'Morais,
68e 68-A • Mèieri-R. Arquias Cordeiro, 278 - Foiie: 29-1359

por intermédio dc Nardo Ocimar e Vilela. Jair, Didi, bom e rendo de Or$ .......
eom certeira cabeçada, num Nardo (Silvio) Servilio e Melão! 92 300 00.
AGORA TAMBÉM: RUA ASSEMBLÉIA, f'04-A:
• DIÁRIO DA NOITE
PAGINA 3- 19Í2-1962
fc \
',;.'-¦¦,¦-'y-¦¦"--'.y ' "
• • :'í'.'¦•"'.''"')' • ¦ m> ¦'
ü . ?<.;¦•'¦'*'¦' y- rt'-'- .¦.-¦•¦'

• -I
". ¦¦. *•;'
-«. »:• . '¦¦'{' . y ¦-.- ¦ Z . - ' -. •¦« • •'
.'. •
Marcilio Dias ÊÊ^^^^M mmmmwmi^^i^Êáamímuisem •.),«—» ,„.,.

venceu no 'Sul-
Brasileiro
Brasil: pr $1
6
segundo em
m\^^^Wft&iÀWmW-^m-^WüM&'Mw- 'mW$ÊfcdÍÍfe':'-\'fâ vf8mBEslÊ$*>^^^^^
FLORIANÓPOLIS, 18 —
¦ (Sport Press* — o Marcilio ^.:. .:......:. W^MSSniãÊx ,W^^tWmLW' aar
¦¦*tí

SwWM*#N*MltMK v» 4&mi » mB«'« SmmtíeA. '¦' IS '•*•¦ WtlÊUÊSSÍmm |jWwi(i|)i|tt(**M|*á|*iM ¦¦m


Dias foi o vencedor do clás-
sico desta tarde,
"Hercilio Luz", no Estádio
em ítàjàl,
contra o Esporte Clube Me-
tropol, marcando a contagem
]fic*c»y*MKi^re^..y':':''l'iM^
83F3B ¦J^llfllllill
•****a**a» :**w<aSa****8»:'t«********»:"»
UsiaK^t.yywsisgm myymW-íkW filllllMWlM W ^^^mXmMi
T mmvmml.mVKÊSÊBIttlí&ÈmmmmmWmfÈâ BUENOS AIRES, 18 (France Press^ — O Bra-
IOS
1) Alberto Perez (Argen- | nezuela), com 2,
de 2x1, peleja que concluiu o sil conquistou os dois primeiros postos no campeonato 14-4/10
primeiro turno do torneio
tina), 1-15-4/10, recorde 'j Mario di Luca (Argentina)•
"Sul-Brasíleiro". Já na prl- dc saltos ornamentais para cavalheiros (voluntários; sul-americano. O recorde com 2, 15 e 9/10.
meira fase, os "marinheiros" l|!8HK \ ^Ê^^^mKKÊ^^l^M W i 1 Bi I a Argenina o primeiro posto do campeonato de saltos
e anterior era 1-15-6/10.
2) Drausio Medeiros (Bra- $ MANUEL DOS
venciam :*or 1x0, tento de (obrigatórios e livres) para damas. ¦yâ
Odilon, aos 20 minutos. Na sü), 1-18.
íase final. Ideslo, aos. 23 mi- 3) Jorge Larrosa (Uru- SANTOS FOI Io
nutos, aumentou parn 2x0 e O brasileiro Francisco sas ontem á noite, pelo cam- BUENOS AIRES, 18 (FP>
w0 ** HN mmlÊmmmmWl^mWT!SmBSi Telles Ribeiro classificou- Suai), 1-19-4-/10.
Valdir, aoa 40 minutos, fez
o foi de honra dos metropo-
litanos.
U^JIi Xra iliWiiiHI se primeiro do campeonato
de saltos ornamentais com
peonato
natação.
Jogarão
sul-americano de
Brasil x Uruguai,
'1) Juan Garcia Arambu-
lo (Peru) 1-21-5-/10.
Na segunda série dos 200
metros, estilo livre, do cam-
5) Armando Savinovich peonato sul-americano do
A arbitragem do aí', J«*lro 158 saltos 53*1. Segundo foi e Chile x Argentina. natação, se impôs o argen-
seu compatriota Antônio (Equador), 1-23.
Tome, foi fraquissima, so- 6) Roberto Rona (Chile), tino Luis Nicolao, com 2
mando a arrecadação, a Ferreira da Silva com .... NADO DE PEITO 1-23-G/10. minutos e 9 segundos, nôvò
quantia de 200 mil cruzeiros. 123,300. Terceiro, Francisco BUENOS AIRES, 18 (FP) recorde sul-americano e de
Sanches (argentino) cwm Continuou ontem à noite na Qualificaram-se para a fi- campeonatos
nal, Alberto Perez, Farid sul-amerlca-r
mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmMtmmmMmmm m mmmmmmmmmmmtmm
121,678; Quarto, Mário Os- piscina do Clube Atlético Sablith, Caslaneda, Medéi- nos. Segundo, Manoel do»
»* » ?$:rt: •!

DERROTADO lH HN HHi liwPlHn '*.'¦"' ¦ ^ - - car Biscióne, argentino, com


105,977. .Quinto; Ivai" An-
Velez Sarsfield, a disputa
do 16.° campeonato sul-ame-
ros, Larrosa, Fuenmayor, Santos (Brasil), com
2-10-9/10; terceiro, Teodo-
Marinelli e Arambulo.
(irarle, colombiano, com ... ricano de natação, no qual ro Capriles (Venezuela).
O ATLÉTICO 105,867. Sexto, Raul Prig- intervém participantes de 2.a SERIE 2-12-3/10.
giories, uruguaio, com oito países. BUENOS AIRES. 18 (FV?
Na segunda série, cem • BRfLHA
'''-»*¦

BELO HORIZONTE, 18 — 76,300. A primeira prova da noi-


(Sport Press) — Com difi- O campeão teve uma liíti- te foi a do 100 metros, es- metros, nado de costas, pa- VENEZUELANA
culdades, o cruzeiro derrotou da -superioridade sôbrc os tílo de peito, para homens, ra damas, Luciana Rublo
0 Vila Nova por 2x1. hoje à BUENOS AIRES, 18 (FP)
outros competidores mer- séries eliminatórias, cujos (argentina), venceu com A nadadora venezuelana
v> tarde, no Estádio Indepen- cè da sua regularidade e
dência, pela nona rodada do resultados foram: 1-18-4/10. Segunda, Luísa Anneliese Rockembach «a-
certame mineiro de futebol harmonia. D Fárid Zablith Filho Ruiz (Venezuela), 1-21-5/10; nhou a primeira série doa
i*r*~i."
*• da Divisão Extra, conssr- Em campos Sales o Vila Isabel àerrôtòii o ca rioca da Gávea, O Campeonato para Da- (Brasil), 1-15-7/10; terceira, Gisela Meyer (Bra- 100 metros, nado de costas,
2x0, pelo torneio Rio-Sâo
vando-se na liderança. Paulo de iutebol de salão, tm eliminatória carioca. Na foto porUm flagrante do cotejo.
mas que compreendia os 2) Victor Caslaneda sil), 1-23-4/10. para damas, e estabeleceu
Enquanto isso, o Atlético saltos obrigatórios e livres (Equador), 1-18; nm novo recorde sul-amei-i*
sofreu **m
nova derrota, no cer- a argentina Cristina Har- 3) José Fuenmayor (Co- BRASIL VENCEU cano e de campeonatos sul-
tame, âete Lagoas, desta dekopf classificou-se em lômbia), M9-9/10; BUENOS AIRES, 18 (FP) americanos, com um tempo

Carioca caiu por


vez diante do Bela Vista, por primeiro com 70 potitos. 4) Juan Mafinelli (Argen- Fernando Nabuco, do de 1-16-4/10.
Segunda, Nan-
3x1, com arbitragem de Wit- Segunda, Tizü Sato, Brasil, tina), 1-20-3/10; Brasil, ganhou a primeira cy Condes (Colômbia), ....
t&n Marinho e renda de com 66,216. Terceira, Betty 5)Estcbaii Massellot (Urti- Série dos 200 metros, estilo 1-18-7/10; terceira, Susana
' eCí$Jair133.980,00. Gols de Ivo
(2) para os locais e
Scliemer, Venezuela, com guai), 1-23-8/10; livre, do campeonato sul- Magonio (Argentina), ....
Bueno para o Atlético. Em Quarta, Ana Seno- 6) Ricardo Arce (Peru), americano de natação, com 1-19-3/10; quarta, Maria dô
#65,950.
ranz, argentina, com 63,033. o tempo de 2, 14 e 1/10. Lourdes Caixeta (Brasil).
Pedro Leopoldo, o Democra- 1-28-6/10.
ta derrotou o Pedro Leopol- • WATER-POLO Seguido de Alberto Feo (Ve- 1-21-5/10.

2x0 ante o Vila


dotpor 2x1, gols de Sllvinho
100 METROS
(2) para o vencedor e Jucá BUENOS AIRES, 18 (FP) I BUENOS AIRES, 18 (FP)
p«ara o vencido. Arbitragem Nai terça-feira, dia 20, serão — Resultados da segunda
de Valdemar Santos renda disputadas na piscina do Série, nado de peito, 100
• de Ori 36.250,00. Em eItabira, clube Vclcz Sarsfield as par- metros, do campeonato sul-
o Sete de Setembro venceu o tidas dc watcr-polo «suspen- americano de nataçjio.
Valeriodoce por 4x1 com ar- No da rua Campos Sales, teve prosseguimento, anteontem, à
bitragem de Elmo Sanches e o Torneio Rio Sao Paulo de Futebol de Salão, em sua fase de classificação tarde
jinásio '" ig£
em Conselheiro Laíaiete, ò encontro Vila Isabel x Carioca, com ò mWÊÊÊÊÊmmmmWÍ!Ê!^$mmm^>MM iSMj^ i g&i^»
Meridional perdeu para Ube- que» ter minou com a vitória do primeiro por ¦Sy^-r-SajMfljBM^MBP^CT ;*)^>12?í¦<>" r* -WL\ WW^?Sr* ^^^&^^r^^^^9^'-^S^?SK!^lmVf'

raba por 1x0, gol de Valtinho ZxU, depois de marcar 1x0, na etapa inicial.
para os visitantes uberaben- - ¦' * '•*iMmíM,'l^^
ses. Sábado, o América der-
O Prélio caracterizou.se pela movimentação dos litigantes
forte calor reinante, nao esmoreceram cm momento algum que apesar do • • ^v
^T^ - . iúiMwm u l*Pffw* T T W1
rotou o Renascença por 3x2, durante, os 40 minutos
nos Eucaliptos .

* • MELHOR 0 VILA fc' ¦*.*;• V^«i^^^^MI WÂ wSfll IwSl W Éti


Os primeiros movimentos '
do jogo pertenceram ao Vila mmW^imiiiMH MiTutTj&mMiÉm*
ísabsl, que demonstrou maior ml.
¦¦¦¦-. x«"v"%£*8í«"8|S^*H*^K^K.»o«:*S*ÍJÍcJ^.:::?c^'*x*v'™:::5tó;.*5*^ í
entrosamento em suas diver-
Realce o sabor sas linha s, chegando com
maior facilidade á porta do mjm^tj^>Ê^':»^:-:, :^^^^^^^^^^^^Êtí^kmmm^^

•%—
ffffM
—m* ! gol defendido por Bidoni, que
teve de desdobrar-se para evl-
tor a queda da ma cidadela
*^wr$ímtè^ **"íãSSLsi M^mm^^m^^^Mm^^
m&ABnvsi
f— Contando com Aécio e Celso
om tarde inspirada, o.** coíhatt-
dados do técnico Patinho fo-
^^^^***¥^*i^;a*^^^^^P^^|*^^^S^^^
Flagrante da vitória do Botafogo A sobre o Vasco da Gama,
por 6x1, cintem, em São Januário, pelo torneio ric cst.rrnnffs
'

tio sevr \vhisky predile<o ram apertando o cerco e com


menos de dois minutos rle
clc polo-aquâtico, m
<TT>ç
jÔRó, Celso inaugurou o mar-
cudor com uni chut.-> .seco.
qui\B<* do meio -iti quadra. A
d6*s*sc
GOLEADO O VASCO Wím
SV ¦ ¦
BOl. o quadro du
i^fw'.1"
6x1) PELO B"
ll«rrrrr?rTTTirrry>?riv?*M
ggJOlf OS£l

fiel cio primeiro, tom o


"tfirn** TST.a primeira, peleja da8c-
do Carioca usando e abusando I rie í—ellior de três, sábado
de caperdiçár boaa opcrtüni»
diades para mareai', desfcacan*
I
i
!
o:í a.vhiegros depois cIp esta-
rem vencendo por 4x1. por-
mitiram aos cruxmaltinos
oéii^Siac
do-sc nesse mister, o pivô uma reação, que o.s levou aos
Aloislo, que foi grande nas ']
4x4 e só não venceram o Jogo
penetrações, pela facilidade*
¦' iW' m/mm

1
com que passava pólos seus | graças á clamorosa falha do
marcadores, porem de uma | árbitro Juarez Coutinho. que
não deu um gol do Vasco.
infelicidade nunca vista na.*» depois de a bola ter ultra-
finalizações. O único tento passado a linha fatal.
deliciosamente borbulhante ! marcado nessa, fase foi ainda * G0LF
cie autoria de Celso, selando VITORIA TRAN0UILA :
agradàvelmente gaseificada ! em definitivo a sorte da par- O brasileiro Mário
tida a favor do Vila, por 2X0. Na peleja de ontem, à tar- Gonzalez conquistou òri-
sempre saudável e puríssima !. de, os alvi negros golearam tem o Primeiro Campen*
• DETALHES de forma surpreendente. O
A renda do encontro somou quadro cruzmalthio esteve nato Aberto de Golfe da
"connaisseur", irTècorthèd.lvel e muito longe Cidade de Petropolis,
Você que é um perfeito CrS 4.200,00, e às duas equi- promovido pelo Oountry
p.s atuaram assim constitui- de reproduzir a atuação do Clube local, cota 141 ta.
das: ViLa Isabel — Amaranto, Üla anterior. Talvez por es-
já ftotou que nenhuma outra água gaseificada tar jogando em seus domí- a cadas em 31„ buracos.
Binlia (Tucai. A.:-c;0 (Peruca).
garante tão bem o sabor de seu Ohiquinho (Barrigudal e cei- nios e confiando em excesso
I • LUTA LIVRE
so. Carioca — Bidoni. Elmo. nas possibilidades de alcan- O programa de luta-
whisky preferido... conservando o scu R-omero Alosio. Mario Hen- çar um triunfo, o conjunto livre-amerlc-ana de hoje
'bouquet"... riqüe (Zé CarlosI. Manoel vascaino foi um amontoado à noite, nó do
o seu paladar de Jogadores que pareciam ginásio
j Coelho foi o árbitro com bo«a Flamengo, com inicio às
atuação, e na preliminar de estar na piscina sem saber o 21 horas promovido pela
inconfundível... como a cristalina que fazer, com o seu siste- FMP,
I aspirantes, América fi Carioca ma defensivo completamente
será o seguinte-
Água Cristal Brahma! Eis empataram sem abertura de l.» luta: Walter San ti a-
porque I contagem. desarticulado o ataque clau- go (Academia Jaci) >•
você exige sempre que seu whisky seja dicando nos momentos de- Jorge de Souza (Ac Rea-

| Portuguesa
i cislvos, por falta de apoio da
retaguarda, não foi possível lengo); 2.» luta.- Samuel
¦ D^ -^SSíbSSSSs^sNESc^^ -* 1 servido com a especial Fernanda? (Ac. Brasil)
x João Maximiano 'Ac.
| não
l fto Vasco repetir-se.
\Jy' Água Cristal Brahma. jogou Marrom); S> luta: Se-
SALVADOR. 18 (S p o r t DETALHES TÉCNICOS bastião Avelino <\i.
Press) — Vinda de duas vi-
PiJ^ As duas equipes se apre- Realengo) x Fernando

^ibmhp-w--'*'fJsfk^AU tórias em Jacobina e Ruy sentaram nos dois jogos, com Soares (Ac. Milton Pe.
Barbosa, pelo me.-i.n-* placar os seguintes jogadores: VAS- I reira): 4.» luta: — Se-
1x0, para um jogo de de-- Co DA GAMA — Alfredo bastião Geraldo (Ac.
Cr
Vw/^^^^SSSiSSSSSSSBsS'^*-
^SYj 0-s— M^rr~r*"""—— ¦¦<eu^m^w^^^
zr^~cr' <xS?Í -, ) semp-te com ov E. C. Bahia, Carlos. Iracilde, Erli, Luis Jaci) x Francisco Sarai-
com o qual empatara por 2 Fernando, Marcilio, Washing- va (A. Meieri.
'.*>.<< ¦r-t tentos, a A. A. Português-;, ton e Gilberto. BOTAFOGO
¦j^m%lH=s*
da Guanabara não pode efe- — Pedro, Jorge. Cláudio, Ro- * BASQUETEBOL
¦ '-,.„
tuar este prelio por contar berto, Paulo, Sebastião e Flá- A segunda rodada do
-—^ - -3-- ::^mW: ¦ :%x'jiXí t\r~-~ri cem vários dos seus defenso- Torneio Juvenil prom,-).
1 n T n m A° . ^- i r- - ; Jww *, • **^r-^.
vio. Marcaram para o qua-
res s-m condições fis'c-2s. dro vencedor: Silvio 2, Clau- vido pelo Clube Municl-
«Tsfce encontro entre o tricô- dio 1, Paulo 2 e Sebastião. pai será disputada hoje,
^c \\\ ,VI íl° i° $ '/^=- • • •:'-í-^ lor lccal e a "lusa" carioca, O tento de honra do Vasco
seria, ft noite d.*, ult*'ma quia- ioi marcado por Washington,
ta-feira.
à noite, no ginásio
rua Hadock Lobo. com
ida
oe seguintes encontros:
Na preliminar, os juvenis* do às 19 horas — Centro Is-
raelita Brasileiro x Gra. '¦-^viffSpg.jSBSHlfM "- "*|W
• '
jaú O. C: às 20 horas «P-fl^ft ¦•>'**'''• yR"*^<-t-\

Radar e Pracinha — Municipal x América.


* •¦? *
Terá incio amanhã, as
18 horas, o novo Curso
empataram: 2x2 de Padronização das No-
vas Regras criado n*»m
os juizes e oficiais de
mesa da Federação Mc-
No principal jogo da rodada pelo Campeonato Carioca tropolitana de Basquete,
rte Futebol de Praia, disputado no campo do Posto 4, boi. Estão íonvocadrs
rm Copacabana, Pracinha e Radar empataram por todos os integrantes do
2x2. depois dc um primeiro tempo favorável ao Pra- quadro oficial da entido-
cinha por 2x1, com gols de Sérgio e Geraldo. Os de. qu?. tem como dire-
tor o coronel Hélio Lou.
tentos do Radar foram assinalados por Marquinhos zada.
o Eurico. As duas equipes jogaram assim constitui-
das: PRACINHA _ Boneca. Nei, Geraldo, Tele. Be- WATER-POLO
to; Sérgio, Paulo César, Paulo Sérgio, Ivan, Nelito r O Brasil arrasou o
Flavio (Danilo). RADAR — Charles. Osvado. Rigo- Uruguai pelo elevado es-
ni. Gene. Maravilha, Lula, Eurico, Robertinho, Peba. core de 14 tentos a 1.
Marquinhos e Helcio. Completando a rodada tivemos em uma partida pelo
Campeonato Sul.Amevi-
mais os seguintes resultados: Arsenal 3 x Copalcme 3; cano. que eslá sendo rea-
La Vai Bola 2 x Tatuis lj Juvenlus 1 x Dinamo 0; lizad-) em Buenos Aires.
Grêmio 4 x Lagoa 2; Guaiha 2 x Maravilho 0. Com
Excelente também no preparo estes resultados a posição dos concorrentes por pon- PUGILISM0
Hmny Mover venceu
c/t deliciosos refrescos de uva, latanja,
limão, abacaxi, motacujá, etc. t^WmTYfl tos perdidos ficou sendo* Io — La Vai Bola, 6; 2o —
Guaiba- 10; 30 __ Juventus, 11; 4o — I>agoa. 12: 5W — amplamente por pontos,
o ex-campeão mundial cias
Tatufs e Pracinha, 14- fi" _ Radar. 1«: 7o Copalcme. catpRoria? meio_mdlo e
21: 8*- — Grêmio. 22;'í)° — Dinamo. 23; 10° Arsenal. médio Sugar Ray Robtn-
ÁGUA CRISTAL BRAHMA 25: 11° — Maravilha. 26: 12° — Cruzeiro, 28. O fia- .•¦on. O combate foi rea_
__________ * rrante è lizodo em dez assaltos.
do gol de empate do Radar, vendo-se Eurico
riODUTO DA CIA. C I I V E J A » I A BtAHMA. vencendo a vigilância do goleiro Boneca, eom na cidade de Nova Yorlt
certeira cabeçada.
PAGINA 4 - 19-2-1962 * DIÁRIO DA NOITE

.."~. ... ., -. . ríttmm*9


"?•'
Ní.;'>',,;. *si?xm!mmmiQ^ '.^ f-VÍiVÍrf '. '^ -'" '.
'¦'¦•¦¦
¦¦. ':

¦
¦
¦

i .'

CIDADE JARDIM

CONQUISTOU
A TRÍPLICE COROA
S. PAULO 18, (Sport Press) 2.° Nivete (3) ~- P. Sobrtl»
— Olhada, vencendo o G. P. ro
"José Guathecnozin Nogueirai" 3.° Mui Gracla» (8) — J.
conquistou a tríplice coroa de Alves
éguas. O clássico disputado etn Ponta — 140,00
2.400 metros teve a dotação Dupla (12) — 37.00
de CrS 600 mil cruzeiros mar- Plccés 1— 39,00 — 32 00 I
— Proprie-.áio Bombu.do, O. Machado .. 56 nador — Gilberto L. Ferreira- —
2 o Ivicèma F. Faria .... cando a vencedora para a dis- 19.00 x
O Jóquei mais aplaudido da 1." páreo l. 0<>0 metros e Brlef Case — Luiz G. A. Valente. 52
ontem, foi Pista — A.L. - Prêmio — CrS l-. ad Teresópolls — Treinador Jo- 6.' Lord Espadarte. J. Marc. 5õ . rlador 3." GUnga, ' R • Carvfl i 56; fcância o
tempo de 157". O se- 6.° Páreo —• 2.400 Metros —
programação de 300.000.00 sè S. da Silva - Criador — Luiz 4.0 Kuml. -.: Moilra blindo lugar pertenceu a Violon Cr. 1». "José Guathemozin NT»"
Otacilio Machado, que levou G. A. Valente. Diferenças — vários corpos ,c 5." Páreo — 1.200 metros — Pis- 5.° Gusa J. Nega-lio ..' — Terceira prova dn
eo vencedor, vitoriosamente, a vários corpes — Tempo — — 95"3;5 ta; A.L, — Prêmio: Cr? 170.000,00. 561 Celeste pilotado por Luiz Ri- guelra"
"Tríplice
l.° Incrédulo, J. Silva 55 6.° Birsa' a. Portilho ..., 57 i ;eri. chegando em terceiro Coroa" de Égua»
— 1.300 metros - Vencedor — (6) 110,00 Du-
Iole e Valeska3 em páreos onde 2.° Old Lady, M. Silva 55 Z.n pareô
— — — — Placés — (6) 1.° Galáxia,
7." Borda J Silva >"-o sob a direção de'L. Diaz. G. 1.° Olhada (1) — G. Massp-
— A.L. Prêmio Cr. Dia 107,00 L. Sant.vs ü o Organz», I". Maia ,.,
50
a sua energia e firmeza foram 3." Sinjo, O. Machado 55 Pista ••2 00 e (44)(5) 16.(10 - Movimento ao 2.° Bar,, (;. R. carvalho 56 5£i .Massoli. desenvolveu uma li
4.° Tio Guimarães, D. Mor. . 55 140. C 00,00.
q§,y.ia tores principais para o
¦Hffifo'. 5.o Hemba-Loo, J. Negrelló 55 pareô CrS 4.324.000,00. 3.° Fair Landlòrd O. Machado 53
s.° Aijtihéa,- -¦>. P. .Silva
JO.» Sizigla, Tinoco m grande aòuacão no dorso d 2° Violou Celeste (2) — 1*
56 1." Buena Fé, J. Negrelló 57 4." Gangster, A. Barroso 53 Rgoni
Adalton Santos, que fora ao
6.° Lord Sabia, L. Vaz
57 ANAVION — M. T. 3 nnos — 5,o Bonita M. Si va
U." Garapa, . Acufia ... 56. grande vencedora.
7.° Zé Minhoca, C. R. Carv. 55 2." Nlgulta, E Fi iria 52 As nove provas disputadas Ponta ¦— 14.00 1
prado apenas montar M&rien- 3.° Negramina, M . Ht.nr. 57 Paraná — Filiação — Guaycuru e 6.» Cloy A. Ho-: ecfcer,
57 — Proprietário — Stud Diferenças: vários corpos e s/4 I na tarde de hoje apresentaram
52 Dupla (12) — 21,00
tal, não chegou, ao menos, no 8.° Pierrot Sonhador, F. Mala 55 4.t> Tika, J Tinoco .. Al vaca 7.° Báculo, F. Maia 52
de corpo - Tempo 96"4/5 - vtrti-|0s seguintes resultados:
— vários corpos e 5.° Novacap, M. Silva 57 Monte Alegre - Treinador Artnur Placés — 11,00 e 16,00
marcador. Bequinho. também, Diferenças
— — O. Machado 57 de Araújo — Criador — Fazenda m) ?G*C0:1.° Páreo - 1.200 Metros Tempo — 157" '
levou lisa, embora montasse 1/2 corpo Tempo: 62" 1/5 6.° Evoll, Diferenças: pescoço e vários cor- ~ Ploces
— m«rl^\7nnhm%
(5) 15 00 r (3) 13.(1;) ._
Vencedor: (1) 16,00 — Dupl..: (13) 7 c Sister, J . Baffica 57 Santa Angola.
pos — Tempo; 74"! .'5 — Vencedor Movimento do páreo* "h*S 1.° Zagala (2) O- Rei- 7.° Páreo — 1.40o Metro»
em várias oportunidades. 21 00 - Placés: (1) 11,00 — (5) 3." Águia, J. A. Silva 57 DOA-
(3) 27.00 — Dupla (23) 100 OU — 5.363.000 00. VALESKA — J-\A
*3
chel 1.° A. de Brooklin (11) —
RESULTADO GERAL II 00 e (2) 15,00 — Movimento tío 4.» Páreo — 1.000 metros — Pis- Placés 17.00 e (5) 3100 - Mo- A. Catai- O. V. Andrade
— vários corpos ta- A.L. — Prêmio: Cr. 170.000.0!). (3) anos — Paraná — Filiação -- Der- 2-° Melrose (7)
pareô CrS 3.548.200. Diferenças v.mente* do pareô: CrS 4.704.850 00. '-eb e Fprencantacia — ' Propine- di 2.° Bribel (12) — J. Genti!
Foi o que passamos a apre- 1/2 corpo — Tempo — 76"l/5 •
— • 50 GALÁXIA*— F.C 3 anostário — "Stud" Arimar -- Trè-
— Gua- Pont- — 13,00 3.° Mistrèss (2) —- I. Anto«
sentar, o resultado de ontem 1NCREEULE — M. A. 2 anos Vencedur — (1) 23,00 DuieJla l.o Hftmlet. J. Negra lo — Filiação -- Falrpjay «
- Paraná — Filiação — Dernah (12) 34,00 — Plncês — (1) 13,00 • 2.° Bárbaro, J. Selva Of nabara nador — Ale;:and--e CnSèn -- Orla-
à tarde: 50 : portilúza — Proprietário — "Stud''
dor — Luiz G. A. Valente.
Dupla (24) — 22 00 nio
(3) 14.00 e (2) 52,00 — Movimei o» Benejoin. M Silva ..
rrrérlca — T *;.n"-Klor — Carlos C. Placés — 12.00 e 1600 Ponta* — 47,00
— to do páreo CrS 41299.450,00. SO
4.° Onlx C. R Carvalho
50 Cabral — Criador ;,-— Abelardo Não correu — Ma una Dupla (44) — 210.00 '
— 5° Bêrbere. D. P. Silva .. Aoooéeta. Tempo ~ 79" 7/10 Placés — 20,00 — 188.00 «
BÜENA FE' - F. A., 4 anos Baffica 5'í Não correu 8.? Páreo - 1.200 metros — P's-
Pruana'.

equinho
6.° Montpcllier j.
MONTOU DUAS | F

;,-_üud
q mu _ Filiação — Efusivo 7,0 Eucalipto. F Mala ...
! e -Saráninha
Guedori
— Proprietário
— Trelnrdor

— B.o Vea Viótls
— Atl- 9.° Orlom. A. Portilho
B. Alves
. ¦ ••
53
50
S7 6.
ta; A.L. — Prêmio; Crç 140 000,00.
1 Páreo — 1.300 mslros — Pis- l.o Vanidoso, A. Ba,rrcso
la: A.L. — Prêmio; CrÇ 120. OCO ,03. :„.o Jaboroca, J. Corria _..
. 57
') o
Páreo —¦
1.9 Bataclan (3)
1.500 Metros
— F. Pe-
24,00
foi
ip correu •— Pompéia, qu«
retirada
Gonçallno Felejó - Criador ¦vá- 57 res
I Tempo — 88" 9/10
¦ .-.) Loss Tedesco. 3." Andoii, j. Víarihhti
Diferenças: 1 1/2 ccipo e
E OU DUAS: SÁBADO Pista — A.L. — Prêmio CrÇ
rios cerpos — Temno: 62"! /5
— l.o Iole, O. Machado
3.» pareô — 1.5C0 metros —- Vencedor (1)'1500 - Dupla (12) 2.° Zuninga. F. Pere ra F ° .. 54 5.° Xalum. F. Pereira F.° ... 53 da
20,00 — Placés (1) 10 00. 13) 10 00 3 o Zulmlra A.. J. Qulntan. 55 7.0
54 4.° Montsíbls.
6." Cezê, A. Portllho
D. F, Silva

'. 57
57
o o Rascal (6)

Ponta — 31.00
L. Ttebor-,8.0 ^áveò — l.SOO Metrot
l.o indienne (5") — C. 11-
"dono" clu 5.0 Aix, A. Santos 5-1 ;to. 000,00. e (4) 1000 — Movimento do pá- 4.° Parla A Olivares 55 Amalfi M.
'Silva
57 Dupla (34) — 128 00 2.° Atossa (7) — M- Freire 1
Foi. Bequinho, o A. Barroso 50 -•eo: CrS 4.513.55100 HAMLET - 5."
Mariental A. üantos .... 50 Ro Diübo Vermelho, P Gomes 57 P^ÇêS — 22 00 <? 63.00 3° Intreipide (3") — P. Va»
6." L. Champagne 56
reunião de sábado, levantando 7." larápio, J. Baffica 52 l- Anavich, W-
Andrade
56 M.A. 3 anos — Parauá - Filia- 6." Pin-up, D. Vctto .. .. 51 O.0 Qulck Look. C. Dias 57 Tempo - 92" 2/10 Ponta — 21,0o
d<;'s páreos, com Acapu *" Ans. ü.o Agripina Augusta, J. G. S. 58
* Bedel, J. Silva
... 56 P.o — NPsirls e Tuo'*- - Peo-rs- 7.0 Anália. M. Silva '.. 53 1.0.» Nlc, L. Acufia hr Z. -.•¦á-tè.o - 1.500 Metros
Dupla (34) — 63,00
Rapto, J. Negrelló "Stvid" Fortuna -- Irei- 8 o Passióh W. Andrade ..
bela, que eram, aliás, os seus *- Inho. J Baffica 56 tário — 54 ll.o Queréleur. J. Negrelló ... 57 1 • ransita (4) P. Va2i Plaeês — 18,00 e 20,00
ünicóe conduzidos naquela tarcie. Diferenças: 3 corpos e 2 cer-
111 —
9.0 Lebre, J. Vieira 52 ".teca (6) L. Diaa Não correu — Atalela
Com Acapu. fêz seu conduzi- pos. Tempo: 102"1|5. Vencedor - Pio-
10." Fayonara. J. M. Santos
5-1
Diferenças: 3 corpos e 3/4 de
-eir.eo 34,00 Tempo — 98"
de 18 00 — Dupla (13) 36 0') ll.o peggy J. Siva -- Tempo: 76"4/5 — Vence-
do resistir ao sério ataqü3 Wmm'34) —
Caminho, que apareceu em
airi-saç a dora atropelada, mas que
c5s: (11 14.00 e (5) 22,01. Movi-
mento'do páreo: Cri 5.547.0CO-0*
ANABELA — F. C. 4 anos. S ;
Ila de opsirta-feira l2.o Butaríluy, F, Maia

1 2 corpo e 3
58 dor (D 29,0o — Dupla (14) 60(10
Planes (1) 15 00 (10) 50.00 ei
cor- (7) 21.0o — Mov mento c'o páreo", 1.,. ipd — 94" 2/10
20,00
30,00 i
.00 9.° Páreo — 1.400 Metro*
1.° Guango (6) — I. Anto-
não pôde superar ao pilotado de Paulo. Filiação: Gragon Blanc a
ILHA
! Diferenças:
— _ CrS 5.230.650,00. VANIDOSO — 1.300 Metros nio
— R. O. do Sul —. 4.° Páreo
Tempo; JS5" Vencedor
Bequinho. Com Anabela o êxito irontaiiié. Proprietário: títuei Lln- . pos
(!) 79 00 — Dupla (12) 94 CO — M.T. 4 anos 2.° Fascinante (4) — P. R.
ío: fácil mas, ainda assim, Be- neo de Paula Machado. Trlenv-'••*. j Filíaráo — Meuléh e Samarltano^ 1-° Que Fazer? (4) — A-
Luaelro 1 56 ?':icés lll 26,00. (5) 57 00 e (13) Souza
1. ?00 metros A'S — "Stud" Água Artin
quinho deixou claro qtt3 existe Ernani de Freitas. Criador: Haras j
Fão .T".**^ e ExpcMctUS. Náo cor- 13.15 horas
1.* pareô
CrS 120 000.00 Quarral .... 8 54 57 00 — Movimento do páreo: C*.*S

Proprietário
— Trei*e>o.dor — Geraldo! 2.° Libertas (8) — L. Dia/, 3.° Bditorship (5) — O. Rei-
grande diferença entre um Da. reram: Lavras e Figaro. "ESTADO DE PERNAMBUCO —4 Herv&o 2 56 7-1.5R0 0?. IOLE — F.C

5 anos Branca
Morgado — Criador — Haras ."«-I Ponta — 21300 chel
niel Netto e um M. Silva. i K3 Obedient e . 6 58 S. Paulo — Filiaglio Içúassü
"Stud" guarão Grande. Não correu Kilu Dupla (24) — 173.00 '!••, — 53,00
RESULTADOS ,* — ' Vingo 3 58 ,. c?.e'va — Pronrietáro —
6 o páreo — 1.300 m. — Pista San Digeo 53 —7 7 52 — — Mvaro B0."-.! Pl-.cós — 68.00 e 24,00 Dupla (23) — 36,00
Foram os seguintes os resu.<\ A, l. — Prêmio: CrS 120 01)0 cn j Mlla 52 Pedrinho .... OUrda Treinador
Criador — H-aras Plnhiiro. TCáo -- — 19.00 — 28,00 <
tados técnico e financeiro da re- i.o Frater W. Andrade .... 561 58 Diferencial 9 52 Não coneríún Nie'a e Ja- r,„oès
Exaltado Fan 4 56 correram: Oruzeta e Gay Love. eiva
união realizada sábado: I 2° Cardan, D. Netto hfi Laurlto 54 " Mlss Elegante 23.00
11 56 Tctnpo — 80" 8/10 Tempo — 89" 3/10
3 o Rison. A. Portilho S3 | Ingrid Bela 52
-10 Ranlerl .... 12 58 7." Páreo — 1500 me'ros — Pis- Mov. de apostas CrS 36.310.000 00
l.o páreo — 1.400 m. — Pista
- 4.0 Vletnan. I. Oliveira 54 j Lymelus 54 5 56 ta: A.L. — Prêmio: ^t$ 770.000 0(1
' •• 5° Páiío — 1.300 Metros
11 Mustafá ursos CrS 1.532.180 00
A. L. — Prêmio: CrÇ 120.000,00. 5.0 Fagueiro. D. Morei-a 58 | Jonfcrmal 54
12 Octavia 13 56 l.o — Giripiti (2) — M. V&- Movimento Geral de Apõe
6.° L-j Garçon, L. Acufia —• 56 1 9 " Domani — Cr$ 96.621.430,00.
. 54
Pattiska 14 52 l.o Vaieg_:a, O. Machado 56 Tc tal CrS 3S.343 030,0o dial tas
l.o Kanagava, S. Reis 52 7." Boa Pinta, J. Baffica | . 7,enrta 2 531
2." Canoa. O. Machado 58 8 ° DlnaV; F. Mala 54; 10 Iviró 6 *r'3 '
Margarita. H. Cunha 58 9.0 Londoiier. J. Negrelló ... 54 | " Exato 8 r,s
40 Mlss Taylor, A. Hodecker 54 io." Volpone C. Ç. Carvalho 53 2o — 1.600 metros — As
S.o Frenada, F. Maia 56 , ll.o Zé Curlboca, J. Tlnoco .. 58 13,50 páreo horas — CrS 1.20.000.00.
6." Zalaca, A. Marcai 58' 12.o Muscari, A. Azevedo 56 "ESTADO DE MINAS GERAIS"
7.0 Fleur Bleu, J. . SUva ... 56 ioi Bronzeado 5 58
Diferenças: 3|4 de corpo e 3|4 de " Tarso * 96
Diferenças: Vários corpos e 112 ! corpo. Tempo: 84"3l5. Ve-.icedor 2_i P"*-» ...v... 2 58

corpo. Tempo: 91". Vencedor (5) (9) 32,00 — D-.ipla (14) 64,00 3 Bob's 1 58
127 00 — Dupla (13) 2800. Placés: Placés: í9) 17.00 — <1) 15.00 e (8) 3—4 Ramazpni — 7 EB
(5)' 38,00 e (1) 13,00. Movimento 26 01. Movimento do páreo: .... 5 Gay Love .... 8 56
do páreo: CrS 3.056.550,00. CrS 5.999.050.00. 4—6 Trlgullho ... 4 58
KANAGAVA — F. A. 5 anos — FRATER — M. C. 5 anos — R 7 Màrajan .... .••••¦•• 3 58
6. Ptuüo. Filiação: Monotauro e G. Bul — Flltaç&o: Cante e Pia- " Lictor 9 58
Over Joy. Proprietário: Stud Mô- ta Fresca. Proprietário: Stud de 3.° páreo — 1800 metros — A'*
nica. Treinador: Hélio Cunha. 30 horas — CrS 100.000,00
Março. Treinador: F. Cunha — 14 'ESTADO DE SANTA CATARINA"
Criador* Haras Ipiranga. Criador: Haras Jaguarão Grande.
correu Jlmbo. 1—1 Hldor 1 58
2.° páreo — 1 400 m. — Pista — Não 2 Doura lc 1 58
A. L. — Prêmio: Cr. 140.000,00. 7 « páreo — 1.400 m. — Pista — 2—3 Drnft 8 58
,V.*i.. _ Prêmio: CrS 120.000,00. 4 Lelong 3 58
J." Acapu, M, Silva 57 1.» Palospavos, F. Mala
"Jt! 3—5 Jonlngrld 5 r,ti
2" Caminho. W, Andrade ... 37 ?.° Altídleir D. Netto ai 6 Cardo 6 ífl
3.0 Apito. L. Aeufu 57 3." Gran Cônsul, J. Silva .. b'l 4—7 Clarlto 2 58
" Moulln Bleu 4 56
4.° Qaray, J. Tinoco 57 4.0 Leonardo. .1. Qulntanllha 53 — ,\'a I
5." Foguete, B, Alvi.-s 5.
j 5" Flrstrate. C. H. Carvalho !>fi 4» páreo — 1.200 tnie-tros
horas — <:iS iao.omi.oo. |«oooee»eoee0t
J
G." Gororó, J. Nc-niollo o7 í G> K-.ibum. J. Tinçco ...... SO íãin ' "ESTADO
n. p. silva hB , DO PARANÁ'"
Diferenças: 12 corpo e \iirlo.s
7.° Curriculum
R." TjUbor, I>. -Mürçnl
Moreno ^o t 1 — 1 Bolo Antônio S 58 ooooooooooeo
•©oOOOOOOOOOO
OOOOO o & t» o » -
corpaB. Tempo: 00"413. Vencedor O." tlkv\.sp, A. S4 1 2 pnocbus 1
II) ia.00 — Uvnila 112) 1H.IH1. vi..- IO" Guerrilheiro, J. Corrêa . S4 2—:\ l*ornnví«> ••••?•• ^
¦
"5 ?WT
r,-2
f>f> 1^ C?T7I7€7
"Embalado 32 I
Io Mato Qrossò. JT. ciiriJia '.* 55 : í5ó Fangaró e J^rnter. IZuy Blas «5 rt3
Z.° Hanc-y Llg-lít A. AíarçiU 4
1 n—5 fl 54
(Expresso
3." BxJo Bom. J. Scjuz.i .... .s:í8." páreo ¦— T.OOrt m. — IMsín f> Tio Fnulo 53
<! " Miguel Gustavo, .A. Rc-is A. I.. — PrC—'Ir: CrS 170.000.0"
57 •?—7 Knbum SO i Um presente de bom augúrio
S.° Zhignro, W. Andrade l.o FJorana J. Tlnoco
57 5(5
fl Xenxem :i4 j
fi." Enredo, A. Nallld 2." Ocumba. F. Mila
57 .1 Xnrem 40 i è «quèle que quer dizer atividade.
7." .1.° Ha nsa, A. Azevedo
Vay.i, F. Pereira Pilho .. 5J fj.° tuíreo — 1.400 metros — A's
S« ündéclma, J. AI. Santos 52 4.° Guaíra, J. Negrello .... .10 Um presente inteligente
16.10 íiorns — CrS '10.000 no.
5.° Florlnha, C. R. Carvalho 56
54
"ESTADO DO RIO DE JANEIRO" é aquele que demonstra
Diferenças: mínima e vários 6." Jonti, D. Ne.tto
7 57
corpos. Tempo: f)8"4;5. Vencedor 7.° Intrometida, O Machado 56 .'1—1 Estol
2 Kvoll 3 51
o quanto se estima
(1) 26,00 — Dupla (13) 31 0'J — 8 ° Mickey H. Cunha 50
o pensamento e a mente
2-3 AETiilnr) 10 .17
Placês: (1) 1100 — (6) 13.00 « 9.'° Flonn. D. P. Silva 56
4 Baalbek 8 57
(8) 13,00. Movimento do páreo .. 10°. Párviila L. Santos 53
3—5 Flaninguete 3 5'5
de quem deverá recebê-lo.
CrS 4.918.100,00. ".o Ru^ani; J. R'lva 56
MATO GROSSO — M. A. 4 f\nos 12.° Bille Dove. W. Andrade . 56
fi Huksv «5 53 Uma portátil Olivetti
7 Sldarta 9 55
— S. Paulo. Filiação: Tauá e Diferenças: 2 112 corpos e 3|2
4—8 Namorado 2 57
ao filho, ao pai, ao amigo, a si mesmos
Mackenna. Proprietário: Stud 16 corpo. Tempo: 63"4'5. Vencedor
de Outubro. Treinador: Henrique (11) 163 00 — Dupla (24) 117.00 -
9 Guerrilha 5 51 e as cartas escritas ou recebida?
10 Lord Gln 4 53
de Souza. Criador: Haras Sao Placês (11) 44.00 — (6) 21,00 e (4) 7.° páreo — 2.OOO metros — AV
terão a clareza, e a ordem ^—^M ^ÊBmmBWBmBBBBmmmmBm
Bsnto. Nào correram: Slster e 23.00. Movimento do páreo
Zlrfca. Cr$ 6.693.900,00. 17.1.*i horas — CrS 100 000 00.
"ESTADO DA GUANABARA"
novas de um ano novo.
_a_á_afl Br^^ a^a^a^H a^al
FLORANA — F. A. 3 anos — 1—1 Deboche 5a
4.° páreo — 1.000 m. — Pista — R. de Janeiro. Filiação: Inslinl- 50
— 2 Cantlnelro
A. L. Prêmio: Cr$ 170.000,00. Ia e Coadrlna. Proprietário: Stud 2—3 Ollbrlus 58
Zé e Flora. Treinador: Antônio 4 Kubellk .. »••••§••• 62
J.° Constellatlon, I. Amaral . 56 Barbosa. Criador: Haras Vargem 3—5 Old Nlck .. ¦ • « • • t • • 58
2.° Notárlo, W. Andrade ... 5fi Alegre. Não correram: Oranglne o
6 Don Flavlto >••••••> 54 ^_^_M
S.° Adereço, L. Acufia 56 Furgalha.
4—7 Xelro 43
*.° Vasarl, A. Barroso 56 CRS " Xlba r.8
••¦••*••••

5." Bólldo, A. Santas 56 Movimento de apostas 42.875.250 00 8.o páreo - • 1.400 metros A'S
6-' Forest Hillí? J. Julião .. 56 Concursos ,. 2.324.955,00 18,00 horas - CrS 100.000.00.
7.° Hasto, P. Fontoura .... 56 "ESTADO DE
SAO PAULO"
B.° Scorplus, A. Reis 56 Total 45.200.205.00 I 1—1 Dlanela 10 5fl
B." Lord Juhdlá. A. Azevedo 56

Diferenças: vários corpos P 112


Tempo: 62"4I5. Vencedor BM aKaa_a_a_al W^^^ ^^^mmWmmmm. a^a^a^B
eorpo.
(71 34.00 — Dupla (34) 33,00 —
Placês: (7) 13 00 — (5) 12,00 e (1)
13 00. Movimento do páreo:
Resultados dos Concursos
CrS 5.128.700.00. ^^¦^^^^^¦¦g ¦•ajfl jj»™ ™" ^mmB ^k ^^^1
CONSTELLATION — M. C. 3 Foram estes os resultados dos concursos e do
"betting" i^sia^afl _^^^ffl| _____ MB L^B _M^_^_H I^P^^^
^1 ^k I
rnos — S. Paulo. Filiação: Des- duplo da corr.'da de ontem:
-tino e Harlnha. Proprietário-
6tud Fller. Treinador: Hélio de
CONCURSO SIMPLES — 7 pontos — Não 'eve
Oliveira. Criador: Joáo B. Cunha acertador, acumulando, Cr$ 136.716,00.
5.° páreo — 1.600 rrt. — Pista — CONCURSO SIMPLES — 6 pontos — 55 acerta-
A. L. — Prêmio: CrS 140.000,0't. — Rateio: Cr$ 1.159,00.
dores"BETTING"
\ l.o Anabela, M. Silva (J0 ITAMARATI DUPLO: 3 acertado-
í.° Anfora, J. Silva 5>! res — Rateio: Cr$ 327862,00.
3." Baile, C. Morgado 5fl
4.° Arqulmoça, J. Tinoco ... 50 '«- . ! ,_ . .„,., , y
Í?X>% ««» W.vX- «liiXlRTOI^w^^^,^,,,,.,,^

^^^D áflai a^aT^S a^a_àV ^S a^ft 1951 ^^^J li^_â_a_a_9 m^^^^ a^af ^^ai a^aW

a^a^a^al P_^^H ^09 _^_^Bh_____r^_|__fl __^__ R^B _*_^_fl a^^^^ ^^^í a^a_â_a_ ^H| ^^B ^^L

^H ÍS5l^^^^^Tw^^^^^^^tt3l^^^^^^^a^a^r^^^^lHaT^^^^^^^^^^^^a^H

~' " ^^^^i^iKíil^^ ^^^^^^B^^^ ^^^^B ^|


{_______ ia^a^ala^^^^^^^^^^Ta^Ka^Br

'¦•'¦''¦'.'' '¦:" •¦ '•^>v'<.>"VAy,:.-.;.;.¦ '¦¦¦


y.-\-\-y.-yy-y/yy :¦:¦:¦;¦.-
...-.-¦.¦¦.¦.¦:•:•:¦:¦;':':¦:•¦¦¦*'¦:¦'-¦.-:•'¦;:-::::;:.-:-;- :':-::::;:;-:.::¦¦:¦¦'•¦ :;.-vsa»>.-.,v.<_,j_,
.-.-. .-¦.¦:-::¦*¦¦¦ -.--..-,. >-'¦:¦•••-¦ -¦¦¦•. .-¦:-::•¦¦¦¦ ¦¦• A/"V->x-y
¦'¦¦'¦::¦:¦:¦:¦'•::-: ;:-.-::¦'¦:¦¦¦¦¦.;¦¦
" .'.'¦;-:¦-:-.:¦¦¦.•::¦: +.•:¦:¦¦:¦ ¦-• .-...¦.>:-:¦:;::¦:¦:•::¦
;.;.;.-.•.-.•.- -.- ..¦:¦::;¦ ¦ ¦.¦: .•:¦:-.-;.>¦.-.¦. ~
"phwmk,-..- ' -¦•>:¦>¦:¦:¦¦*•¦¦•¦¦¦¦•¦*¦¦:->:•>:¦¦'¦¦¦¦ ¦•¦-¦*•:-'¦:¦•:•:¦'¦"
líXXXXX-XX " X.l^r^W-MW»»»», W~yv,« v

Olivetti industrial s.a.


FILIAL DO RIO 0E JANEIRO:
Av General Justo. 335 • tel. 22-7757

CONFIRMOU venceu bem o tercei- -


O TRABALHO Anavion
olivetfi ESCRITÓRIO DE REPRESENTAÇÃO-
Av. Rio Branco. 50 • I9/22» and
reção do veterano W. Andrade, confirmando o geu hnmát^hdn:ÍJeUílâ0, Sob * * lei. 22-7757

-A 0IARI0 0A NOITi
PAGINA 5 - IM-lfil

ílkiK . .,-.; «*«--


Tíí**'* •"'

de dois jogos, que tiveram os reense 2 x Itapetininga 1 boticabal 2 x Taquaratin. Em Presidente Prudente
seguintes resultados: Demo- Kp.h Sã0 CaiioK — Ban- ga l Corintians 0 x Tupã 0
Wacirios mgm nm Estcrfos 2 x Estrada.. Sorocabana i em
TtF.peitningO e Corintians ;(
x Cerâmica 0, em Santo An-
cleiranf.\s 4 x Usin.i S. João 3
E'.n R'o Claro — Velo Clu-
be 3 x XV de Jau 3
Em Burretos — Intüínn-
cional.
Barretes
de B:bedouro
>
Em Mogiguaçu — Inter-
1 x nacional de Limeira 2 x Ce-
, ram ita d
cl;v prosseguiu ontem com os Em Neves Paulist" - Ne Em Bragança Paulista Em Botucatu — Ferrovia-
Em Curitiba — Iraty 6 x seguir, tes Jogos valsa 2 x Votuporanguen- Bragantino 2 x Paulista, de ria 4 x C. A. Sorocabana —
Os jogos realizados sábado Em Itatiba — Sete dc Se- Em Juiz cie Fora -- Tupi - Sa.» Bento se ' 0 Jttndiai o (Itapetininga) 1
tembro 4 x Valeriodoce 1 1 x Esporte 1 primavera 2 Em Mtirília
« ontem por todo o P'.is apre- — São *"9 x Ferroviária' dc Assis 2 m Cai cioso ~ C R. Car- B.n Uatiba — Ponte Preta Em Malrinque — Sáo Bcn-
isentaram o.s seguintes resul- Em Conselheiro Lafaiete Em Florianópolis & TAÇA SÃO PAU10 ijim Lins — Ourlnhense 4 doso 3 x Mirassol ^0 to úi-. Sorocaba 3 x C. A.
_ Meridional 0 x Uberaba 1 Luiz ** x A tu tico 1 . i OI mpia — Olímpia 3
de Campinas (1 x Itatiba 3
tados, segundo informa a Em Limeira — Jabaquara RliSULTADOS DA x Liiuise 2 Eim Orlândia — Francana Sorocabana 1
*Sport Press": PRIMEIRA RODADA Em Lençóis Paulista ~ x América do Rio Preto 'i 4 x Orlândia 2 Em Porto Feliz — Bafar»!
Campeonato Paraense 3 x G. São João 1 Em Oa.taciduva •— Gitan-
9 SÁBADO Em Fortaleza — Usina A Taça São Pualo cuja Lençolcnse 1 x Botucutuen- Em Comendador Souz.ii — 4 x Portofelicense 1
Em Belém — Paissandu 3 disputa foi iniciada natem se 1 duVíi 5 x Rio Preto 0 Nacioniil 5 x NilxoCirtal- Em Itu — Ituano 2 x Sal-
Ceará 3 x Náutico cie Reel-
Campeonato Mineiro x Avante 1
fe 1 (Sábado) com a realização Em Itapetininga — Ava- Em TaquniMtinga — ja, 1 ca 3 tense 2
Em Belo Horizonte — Amé-
rira 3 x Rcnoscença 2 Campeonato Baiano
Em Salvador ¦¦- Galicia 2
Campeonato Capixaba x Fluminense 1
Em Vitória — Americano
x Ferroviário 1 Campeonato Caiti.vahi
Jabaquaivi 1 x Vitória 1 Em Vitória • Siinio An-
tônio 2 x Vale do Rio
Campeonato Goiancnsc Doce 0
Em Goiânia — Atlético Rio Brando 6 x Atlético l
x Goiânia 0
Taça São 1'aulo
Sm Itapetininga — Derac
1
Caniwoi.nto Goiancnsc
Em Goiânia — Vila Nova
4 x Associação campineira 1
—uma ótima diversão em qualquer lugar!
:c Estrada Sorocabana 1
Em Santo André — Corm- Torneio Pernambuco-l'ai.Ub.i
tians 3 x Cerâmica 0 Em Recife — Esporte 2 x
Santa Cruz 2
Amistosos Em Campina Grande —
Na fíua Javari — Juventus Treze F. C. x Campineiro
4x1 ubaM 2 — adiado.
Em São Luiz — Moto Clu-
.be 3 x Piaui E. Clube do Torneia. Sul-Brasileiro
P..SUÍ 0 Em ItaJMi — Marcilio Dios
Em Fortaleza — Fortaleza 2 x Metropól 1
2 x Náutico do Recife 2
E'.n Florianópolis — Fi- Torneio Gaúcho dc Acesso
Fui Porto Alegre — São
gUBirense 3 x Pão Luiz 3
José 2 x Atlântico de Ere-
® DOMINO chim 1
Torneio Rio-São Paulo
No Aloracanã — Bctafo^o Clubes Cariocas
1 x Fluminense 0 Em Campinas — Guaiv.nl
No Pacaembu — Corin- 4 x Bon iresso 2
tiaris 3 x Portuguesa de Em Cnaipo Grande —-
Desertos 2 Campo Grande 2 x Canu oo
Rio 1
Campeonato Mineiro Em Uba (MC!) — Madurei-
Em Belo Horizonte — ra 10 x Bandeirantes 2
Cruzeiro 2 x Vila Nova 1 Amistosos
Em Sete Lagoas — B?.1* Em Sáo Luiz -- Maranhão
V:sta 3 x Atlético Mineiro I A. C. 4 x Piaui 2
Em Pedro Leopoldo — De- Em Piracicaba — Noross-
mocrata 2 x Pedro Leopol- te de B- uru 2 x XV de No- II m iH si
tío 1 ve 'libro 1
''¦\'> '":
¦'

mm Wm
Í É

DA SEMANA neu™
RODRIGUES

1 — Amigos, o mai personagem da semana teria de ser


Didi. Lu airia, a-noa, que nunca D;di foi tão profundo, fe m tink
táo irremediavelmente Didi. Aliás, desde o primeiro se-
gundo, sent.u se, nele, o craque em cio. em maravilhoso
cio. Nãi sei que idade terá o grande atacante. Mas Já oi
I1 if8 P I
se rosna. pelas esquinas e pelos botecos, êste -.uizo Final:
— "Está velho para o íuteool!" § I mTm
2 — Não conheço ilusão mais crassa e mais ignara.
O tempo existe para os pernas de pau, os cabeças dé ba-
H H
m m
mSra w&d
& 8
gre ou, na melhor das hipóttsea, p jogador med.ocre. Mas
o craque que envelhece não era craque. Náo ocorre a nin-
guêm perguntar se Pele tem 17, 21 ou 25u anos. L' uma
y-J.
-¦::- Mi vBBnBL
misteriosa criatura sem idade. Assim Didi, ontem, Era,
convencionalmente, um dos mais velhos jogadores em
campo. Todavia, eme sensação de eternidade ola> nos deu.
11 traves cios BO minutos
ll — tíuus
33 — Seus pas^ct,
passes foram
lotam .ivi^los. macios. l1 mildus,
,iu.sioa. m>.;cÍos. nin-.dos, eomo
como Ií;í:>;í:;-v-::,-.n.U ::.¦•. .':;:¦-,. ' . .. ¦ . :-m:::.\-y:''::':ym~:yym.,ym:yy'ymm^
l\ .s3.
..J. antes,
pinico cnuiue llvaaiDv.-.-i.'.
do uiaqiK- iiun.-iLb.sc, .-.llaiv.i.SB..
salivasse au i-ip.n. Allxui.-iii :.:. :'.x.lK-:xx. ;. .};x-'
cuia. A..íiueni '-y y': , y y ."] ¦. ¦ :¦¦¦¦¦:'-: XxX.x.;;;:;. X s::X.Xx':'x'íxxx;xxxi;;xij;||xXiSfX;xx
\\ uirú ci ne Unia
ala-ai f|iau Uitti i-.xln
etiLá n.ss-.n
assim "Juiaapor enasn rl.i
\.<>i- i-avi.xa cuniiiconuLü
cio ¦..|.ms,p,..iira
i-.unimui;ng tlu <|,, f-, x-x:;x- '¦'¦'' íV"i-^i'-"^ x .xx:::Xxfx xx. x xxx;, '-.'.x ¦ Xx . x. ¦xJxxx;1:. xv"x.::'x;:xXxX xxXxxixxXx*xXíxxxxíXx{í;xV"Íxíx.:'x'«Í^M
•., " . X"xXXxX.X . xxkx.
V, mundo. E,
miimln. cum ii.-.lo.
li, nm, ciu.Lo. a xlui,.. ¦u. i-t.m.L"
,,, ,- transliKUra ,-,.t--
enr- I t--¦ Ox j!v:V :•.' OVi - <-/:':J^."-:-:-ãíK^ i ?."- -'.-?.. /x;"--.!:.'- X X'x, . : :x; *
xx:x; xXXxxí
'
xxxxxr:xxi:xxX xxxxxX:x;xXxxx:5xtSa^^
p|A U ..oh C.VUI.UU». <¦ vou iiin.i« lonwt: . _ ínilainu , iLUHClUlly.lt
p..tui iclU liy.» ll -":^SJ
la^iH.p^liMlIi.i-alMliii '

^^BMBBBBBBBBBBMBBBMMBBBHMMHMBMpMaWMBMIiMBBBBMBÉM *¦.»!'¦;,--¦ * -.'y^^^iJ-^^^t/^ii^M


^_,

Ontem. Did,
aquário natal
ã — í'éz eólias liici-ivsJs, Com um leve um impou
cterável toque na oola, ele desintegrava toda a defesa ini-
miga. Sim. Didi foi, eom sua iinpia.ávej d.gnl lade iac,ai
de pr.ncip'8 et.ope de rancho, íoi a maior figura do e.s-
petácuio, inclusive o juiz, inclusive os bandeirinhas e os
gandulas. Po:s bem. E, no entanto, eu escolhi outro per
sonagem da semana. Refiro-me a um out'-'o waldir que,
de repente, foi arremessado no Maracanã.
— Amigos, d.ixemos Didi, E' uma numilhaÇRo in-
sistir num craque que estava, ontem, em maravilhoso cio.
Falemos no Waldir, que teve, contra o Botafogo, uma es
tréia patética. Eis como as coisas se passaram. No segun-
tío tempo, de repente, anunciou-se uma substituição no
Flumin.nse. Era um msterioso. um inesperado Wa.dir,
- Há nomes que sâo heróicos e outros borocochoa.
Por exemplo: — Cid. Ao ouvir falar em .Md, 0 sujeito
pensa, logo, em lanças em eln.os. em crinas. estandartes.
.Mas Waldir é um cordial nome de vizinho, de jogador d-J
sinuca e jamais de peisonagem de Walter Scott. E, no
entanto, vejam vocês: — o súbito ^ insólito Waldir deu
um novo elan, um nevo panache á partida.
- Com exceção de Didi, o jogo esta.a, áqu:ia al-
tura, chato, ehaterrimo. A única exceção era o fabuloso
Didi. E quando menos se esperava, o Waldir iacudtu o
Fluminense, sacudiu o próprio Botalogo. Foi um espanto,
um escândalo, quando, na primeira bala. ê'o des mbestou.
Vocês se lembram daquele gol de pia a que Pele lêz. con-
tra o meu time. no passado Rio-S. Paulo. pe;« arrancou
cio melo de campo e Íoi comendo todo o mundo. F. só
Kinho, s m se permitir uma mísera tabel «tia, só faltou
entrar com bola e tucio.
— Pois quase, quase que o Waldlr fêz o mesmo, Ar-
rançou do meio de campo c saiu driblando, va ou to.a a
defesa botaíoguense. caiu m arca ln'miga e se levantou,
ainda com a bola. Continuou driblando. E por • m. cer-
cado por todos os laaos. caçado, qir-s exterminado pus
sou a bola. No estádio ninguém intenda M.tis n?ca. D?
onde viera, de repente, aqtie.a seiva no aturde tricolor,
aquele mpeto indomável e fatal? E não fo so Wnldlr
teve, até o final do jftgt'). umas três ru q''.' tro |0"aü"s d 2
alta qualdacie. E o que se sentiu na sua -sí-<ia. e nie
êle traz em si a tara 00 gol. Sun s mplPs ir s nça vir.-
lizou a linha do Fluminense.
10 — A said-a do estádio algutm soprou- ns a r ve'a
"E' baiano! é baano!" V- am a? urprens do
ção: —
futebol. Solidamente desconhecido atí otit m. o m u P?r-
somgem da semana virou uni" súbita cl-^br di''.-.
'-¦¦ Ttíi .Ufa r)*AM {/{«'iM* At& $t<fífa/<fíÁ *'.4fj
L-... $$sm m
«Xí^ ...'¦'¦>¦ ¦},,'

ma<' rú'*y&y
'yrms>-'s^ss RÁDIO PORTÁTIL PHILCO TRANSISTONE II
r. ^:'Y,%j^^^^7m\
^^m\ vx. O aparelho portátil mais perfeito fabricado
SÓ até SábadO extraordinário plano de crédito:
k rt' * "** * no Brasil
* - < i '*

Ul
k •
v: fmi' 7 transistones e 4 pilhas comuns de lanterna
*m&m&m&
som e volume inigualáveis
Ir? C
'^Ii^Pk*^*
belíssima caixa praticamente inquebrável
entrada de
várias cores à sua escolha prestações de
'-,*._:.' •¦•-¦
l^Tlt^ f^»-i.Q»*' * y- m

Valdir Untoa o go*. mas Manga chegou " p» tar to, Kem
pot isso deixoa de memcet as honras de {í^rsoíiajenJ da
¦emana- ée Nelson Rístíriaafs.
roupas
¦jumnxTT. fsryy v"^.-\
irti\jwmti^frí^^fy^;:;'i
¦ ;'¦." ¦¦•v'-.¦"'¦¦'¦,¦''¦'.'. ¦'''''**...¦'
.''."•'' '-¦V--;-*,

-¦.¦¦-¦¦ ¦*¦¦:¦ '¦¦..¦¦¦ ¦.-...-¦¦¦ «.- '¦;¦."¦•'. ";V; '

iiiiiuiiiiiüüiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiniiiiiiiiini
a

I .^^^^^^^^^ ¦'"" ¦¦¦¦¦¦¦¦¦¦¦ ¦¦¦¦-


11 i§ Plili 1 ¦
Baile das ME SEGURA, VOU TER UM TROÇO...
¦ No seco e no molhado a turma brincou a valer no hotel serrano. O assunto era Até debaixo
¦
dágua", dai não poder faltar um banho de ca-
piscina para refrescar a caloria do corpo e vou
beca cheia de ritmo de Momo. Nesse flagrante a garota fêz blague: me segura que eu
Rainhas é hoje I ter um troço...
3 ít D ¦ n B

"Plaza" ¦

wwmm
no ¦
WM® Tendo a cantora Angela
Maria como madrinha, será
9mmm
imm m realizado hoje, na Buate Pia.
za, em Copacabana o «I Baile
das Rainhas», organizado pelo
colunista Roberto Félix. Essa
lllilÍllll mística carnavalesca contará
com a presença de Yole Briz-
¦lií zola, Marivalda, Lourdes Mi-
gueis, rainhas do açúcar, vede.
tas e do carnaval carioca, res-
pectivamente, entre outras so-
beranas de diversas promo.
ções.
O baile cujo início será às 16
Hotel Quitandinha. horas, será prestigiado tam-
"ho para acomodar a bem com a presença do vice-
rei Momo, Joaquim Menezes.
Pm

" iSmt;'. ¦
IwP

* C/M ¦„¦ ¦ ¦ 71?../ ¦¦-¦¦¦ ¦¦-••¦ *£?*, *£-:


m^sm

miiiniiHiiiiiiniiiiiiiiiiiiiiiiiiiiimiiiiiiiiininiiiiiiiiiíiiniimini mmmiimiiíiiiiimiiniiiiiiiiiiii^
:m-
1
_ mm-mm-mt, im. iii-¦ m-iriu-m 5

Crítica te Tão
¦Jo sub-

millo-

Críticos g|dora
e
ho-

•JEAN POUCHARD —
jE (Crítico de fofocas)
"Os mocinhos que propor-
— DAS AVENTURAS DE ROSAMUN
Depois teve o caso do dia em que Rosamundo salinha de espera, aguar- um doido, conlou a primei- -
•jlícha

JL Bar-°
les

cionaram o deprimente es-


pètáculo do desfile de fan-
ficou doente. Era — ao que parece — um virus dando a sua vez.
Mas, de repente, Rosamun
ra porta, abriu a segunda o =
entrou. Era um cubículo es- 5
f¦rjçsn-.0paga
tasias masculinas do Muni- qualquer que Rosamundo arranjou. E' que estava do começou a suar frio. curo, como soe acontecer 5 E
cipal e Copacabana estão incomodando mais que disco de Orlando Dias na nos prédios como aquele, ~ gagá o"
colhendo assinaturas num vitrola do vizinho. Então Rosamundo foi ao medi- Ainda tenlou agüentar a mas isto não teria a mínima 5 ¦-
mão, disfarçar, pensar nou- importância, se não houves- 5 foLIS
ridiculo movimento para co Mas puxa... como Rosamundo é distraido. tra coisa. Mas foi imposst- se uma senhora, com ar mui- S
revogar a decisão de colo- Desejo
car um ponto final no con- vei. Levantou-se apressada* to digno, parada no meio do 5
O consultório do médico à guisa de cômodos conju- mente, perguntou à enfer- "toilelte" com cara .Pa ga ou
curso em ques'ão". de quem =
de Rosamundo fica na cida- gados — segundo expressão meira onde ficava o ba- espera alguma coisa. 5
Não é nada disso,, ne- de, num desses prédios que de um dos grandes calhor- nheiro. Idade
<&,}. guinho. O manifesto não é Rosamundo ali, naquele 5
a desmoralizada e saudosa das imobiliários desta pra- — Segunda à esquerda, ali aperreio e a dona parada =
pela volta do concurso Prefeitura deixava construir, ça. Rosamundo foi, entrou no corredor — foi a res-, I lei do_
masculino. O que eles que- com milhares de cubículos no consultório e ficou na que nem parecia. E o tempo W
rem é entrar no concurso posta. passando. Cada segundo pa- W l30.26t.iG
feminino. Rosamundo não esperou recia um século. E ela nem 5
mais. Saiu da saleta de es- nada. Parada e tranqüila. 5 11823 P
JOÃO DIOGO — (Cri-
llllllllllllllllllllllllllllülllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllll pera pelo corredor, como Nessas horas é que Rosa- s paga
• mundo perguntou: 5
tico de televisão) — " E
quando perguntaram ao A senhora não vai sair z
Nelson Rodrigues o que dai? J
achava de Dom Helder Câ- Ela estranhou a pergunta, 5
mara, o conhecido panfle- mas com toda classe, quis z ¦ii amo
lário, respondeu com gros- ? EVA MARCONDES — S. Paulo (SP) _ "... procurei saber: — Por que, cava- 5 '.
sura: É um chato". o livro em muitas livrarias e só o encontrei em edição Ires'-iós :
lheiro? § nao sc '
João, o Nelson não che»
chilena, da Livraria Ecila. Gostaria de ler na tradução
Porque eu preciso usar ~ -ífl* ." • '.-
portuguesa de Rubem Braga..." B ¦¦
'•'¦> ga a ser um panfletário. êste banheiro. s ¦¦":•¦

Dona Eva, "Terra dos Homens"" de Antoine de Saint


Ele é, acima de tudo, um A dama pensou que Rosa- S %%:¦.

pb ra do .
sujeito muito sincero. Exupéry, em tradução de Rubem Braga, se já não esti- mundo fosse maluco e corn ~
ver, vai estar muito brevemente nas livrarias, em nova o maior desprezo, informou: § jç'. aniór.
O JOSÉ CARLOS BRAGA edição (a quinta"; da "José Olympio" Por favor, o senhor use « |ma de
— (Crítico de Polícia) depois que chegarmos ;o §
— "O estudante de mediei- térreo e eu saltar, cavalhei- =
íoigatr
tasmas",
na Darci Moreira de Araií- ro. Porque isto aqui nfio é £
jo confessou èn'ão que fo- MANUEL EDMUNDO BRAGA DA SILVA — Belo Ho- «fia ' coúa'.; -
rizonte (MG) — "... atualmente, entre escolher Louis um banheiro. Isto aqui é um z ¦ ' ' ¦.
ra êle o estrangulador das elevador. ~ m
criancinhas". Armstrong, com sua cambada de vigaristas (Trummy,
Deems- Kylei ou a turma do Jazz at the Philármonic, o bé saco--
Zé Carlos, você que sem- melhor é botar pra rodar um LP da Camden e ouvir Má- £¦¦¦¦¦¦¦¦ ¦¦¦¦¦¦¦¦¦¦¦i
pre teve pavor de dentista, rio Reis, Lamartme Babo, Castro Barbosa, Silvio Caldas m èno von-'
já imaginou êsse monstro e todos aqueles divinos como, provavelmente, diria Lúcio mÉÈÊÈÊÈÈÉi jj*&.
"*£; /
]&• "~5íJ,-»v -te m. ,
'¦&*. que estrangulou crianças Rangel". -*w^^^ S1 /Ct \
para roubar mixaria, com
aqueles ferrinhos de den- Está com toda razão, companhei- mf m\
¦«ifn*»">jt
tísta na mão é você sen- ro. E' impressionante as baboseiras y'wuiaiimw»¦"* }

tado na cadeira, de boca que ora se escreve na imprensa autoc-


aberta, sem poder fugir? tone sôbre jazz. Eles confundem mú- \\ W»~^*^^-f / I
sica autêntica com "Lobo Bobo" e
• GERALDO QUEIROZ outras misérias da bossa nova. mas
jjjj — (Crítico de teatro) já descobrimos a fórmula: existem aMw
"O ovo" de duas músicas, a autêntica (em jazz on
— Feljcien
Marceu estreou na Broa-
qualquer outra fórmula afro-ameri-
cana) e a perfumadinha. Experimen- Ay%m yÊk mÊ& ... A turma de policiais
dway com crítica favorà- te n&o pensar na primeira quando es* da Seção de Tóxicos da De-
vei".
Geraldo, você devia co-
tiver ouvindo a segunda» que há de
suportar esta segunda com menos in-
dignação.
mSÊmmmWÊ legada de Costumes e Di-
versões, conseguiu prender
toda uma quadrilha de ma-
conheiros, graças a alguns
jjj locar uma vírgula aí, de- cartões de Natal que os dis-

jjj
pois do ovo, porque o Mar-
ceu não é galinha e nem
consta que êle bote ovos
HENRIQUE DE LA VEGA — Rio
(GB) — "... em face da publicação
da chocante noticia acima anexa,
íl-li-^y-^iP-1^!
I HI
Jtoáiih i-mãsÊ&i Wm He?
tintos enviavam aos seus
fregueses. É que, no cartão
de Boas Festas, vinha preso
num canto um mminho de
jjj
Sj para trabalhar no palco. quero lavrar através de sua coluna o
ÊÊê maconha. Legalzinho, nê?

• MARIA HELENA -
meu veemente protesto contra a ou-
sadia do lisboeta Rui Guerra dando /* U'JI WM H ... Por causa da notícia
dada por determinado ves-
taponas em Norma Benguel.. " Ês^Ê}^mmmmW^^!^Smr^WmWmmm pertino e confirmada pelo
s» (Crítica feminina) — diretor da Casa da Moeda,
Isto é que cada nota de um
Sj "A atual geração de rapa- O leitor goza uma noticia sôbre o cruzeiro — para — ser ini-
filme "Os Cafajestes", que conta estar
jjj* zes é mesmo lamentável.

E
São muito bobos"»
Não se impressione com
o diretor de cena, Rui Guerra, dando
tapas sucessivos em Norma Benguel
para que ela chore nas cenas em que
deve ?bor?jr. A nota termina afir-
ÜiHH
&ÊIHWÊÊ R
Wmmm wÈ I
wl
II
I w m
pressa — custa 2 cruzeiros
e 50 centavos, Primo Alta-
mirando criou um caso com
o português do boteco. T»
mou 10 pratas de cachaça
isso, confreirinha. É que mando que. no final da filmagem e pagou com 4 notas dc um
Norminha deverá estar qu» nem Bri- cruzeiro. Quando o lusitano
sio ainda mocinhos. Nessa mLl -KM m reclamou, entregou-lhe um
idade, a nossa turma, era
gitte Bardot após "La Verité". quan- recorte do Jornal e disse.
do foi obrigada a fazer sonoterapta apenas: "Leia isto. seu de-
toda de bobocas. Depois
nós todos fomos ficando
mais velhos e melhoramos.
O leitor nâo se impressione. Isto *
tudo publicidade. Não há de ser uma
bolacha portuguesa, com certe7a, qu*
WÈWmW
"*&$$&
mW^ mW
m
M
¦atualizado"
... Por falar em Mirinho,
os jornais contam o caso da
O único que confirmou foi fará Norma Benguel chorar. De ma'«! moça que entrou no 3.°
a mais» para Ha se tomar uma atrii Distrito em Copacabana
Ibrahim. •razoável, ainda vai ter que apanhar para reclamar contra um
atrevido que, na rua. sem
•> i ¦¦¦¦•¦¦¦¦¦¦¦¦¦¦¦¦•¦ ¦£ muito. qualquer explicação, agar-
rou-a e deu-lhe um be:jo
• THELMA ELITA — a mais singela das certinhas de
6*2, já w %Á Wf na boca, desaparecendo em
seguida. Mirinho nos d^s?
que o oara era éle e. quan-
inicia sua temporada de verão. Veio de bolsa grande e chapéu Dorque fez
do perguntamos "Política
de
pequenino, para ficar aqui uma semana, seus sortudos. — (F. isso, explicou:
auto-determinaçõo
".
+ m. E. da F. L. — Stúdio London).
4iiiim......'Mi........i.iii.iiiiiiiiiiMiniMimm. iiiimiiiiiiiiimiiiiiimii.imu T.ii.ii.ii.ii„„„„„„milIIIIIÍI iimiuiiroimiwiHMiimHiinniimimniiiiiiiniiiiiinwff
PAGINA 12 - 1921962 OA NOITE
* DIÁRIO
'^ll!Jlp?ppp íyyy ..>.-¦¦¦'

m.

1
'M


-VOCÊS, AS MULHERES
e Tao

o su')- NÃO SABEM GUIAR! n


iullio-
Se o carro que vai à frente é guia-do por «^ar.sfl^1110vrêa<:
idora e gem resmunga:
'_CLuoJ vê,
o motorista que tenta a ultrapap: assim... Bia meinoi
se lo«õ que é uma senhora, senão nao ia
m li°" as meies...
ícia que estivesse em caso a? coser
resm^gão
.idades Sé a passcgeha que vai no taxi do motorUtacom o ailenao ou
não tem méritos intelectuais, apoia «to
Bar- tudo mas a Casa i
corrobora: - Pois él elas querem fazer tom de bu-
infio ° ca por arrumar..'.- E a conversa prossegue neste

da semana
ouve a- frase
xo nível até ao fim da carreira. Mas se quem se defen-
M* den?ècfativa do motoristr é uma dema daquelas quc
msseulinos, responde, lim
dem com unSs e d°èn^S dos atropelos
íga ou imediatamente:
LIS - 19 a 24 de Fevereiro — Pois olhe *que quem vai atropelamento mortal feito
uma mulher ao volanteI
fora da m&o é o sr. e além por
'*' ' >CC'C"-v;
Desejo 'ijfi-^^^BWSS^
m^^ZSMàlk-a**. ffl'""
L^tmw
""Ta
di-so será bom que fique sa- A mulher que guia um carro

Liqüidificador WALITA IlillSB bendo que agora não há meias fá-lo com maior lentklf.c; e
iaga ou SiSiSiipliliííIi recentemente , apurou-se que
para cozei, mas"terras continuam n
- "¦-"¦¦$&'¦"¦""¦'¦-'¦'¦'¦"

mi 11 Bit IIIIliliillliilllB. - . entre cém motoristas -conde- m


lafle • iipiiiiiiiiiii ™IJ|||
i!:sssíiíii||iiii 7íi; ,IimMBI lll havei* imensas pai.» .ca -
-melhor o**•*• nados na França pelos tribu-
Porfeicão abioluta - deienho modernissimo lll r i, ' < , -. v?r. Poitãntõ era
". xierros nomens fossem .cavar"a .nais;" havia uma média de 5
- de 95. hon.en?. .,-
lei do velacidade"roqu» pluma" único'cõm copo r°°vM m - terra i& que á inteligência de-..-'- '"mulheres -.
tfm-' c^sal
entre
'português em, que.,
¦:>¦(?••;¦'.íiâ.j:;.df. .í-ar«':.mais.*.".'«¦?.-' '- "."mariao-'-e
pirex graduado, inteiromente-refratárío. ~-?\:Ki*
--.M^llffllWÍ 1 Trl #&&&$%?%.$ o .^mulhej* -' èstavá-n *- .
--V
^ .**¦ V, avoünwsjiáí òu fica po; <uiui
1.2660 v*
'' òu^tem^-paho^pài&^rhjlhãas "&%?*<.. aptffs^e "discutlan:; -íàrra-^rdé
conduzir' -ó" '.¦•nstánte-
¦*.-- 71P, ¦- «mBK? C m~m :*"í*-";,
¦*W«s!il«fil#
;.'•
•..

;:•?.:;

-:¦*.¦.*

*.:..¦*¦•;;¦
•*.¦.;•¦'.-**.¦:

ao- primeiro¦ pblfcra:;de.• tVânsito


* ambos,'- ¦ i;: m
1823 -
Entrada de.. ^ _ *qüe* apontar
lhóX.' caminho
lá^do.alto,
a"; seguir..".
o mçr.."*
;.*..,
mente'
"para sôbre, -esto -assunto,-: e .-
o n*ia*r''iao...'cl'aro está ,ls-
.paga "^questão 'já i velha. . to"dè'.ir aó-yolajite .'nfto. era-
:- Maf-" a
Prestações dí;c; ;:;r.Jf^
,'é ¦jcoiaá;. a'*mülhéE";ítèés'sc'_ea- -
'* "' * poYs-..' desde- que ; surgiu": a íprl^ que
pà*-mente.. Por. sua..vez. a mu-
C- •meira mulher^a .pegar? nvj.in .
"que os homens quizr- . lhei: áborrecia-ss_.lmen£o> com ¦¦"
•¦¦¦'"" *:::'¦¦'.¦• *
¦,.-¦&;
volante
eu sem entrado/ em prestações % ?S?f:i
;:'.-r*-'
à.maneira cònio o marido cr:i-
lilllilll - lám"seinpre ;que-éstas aparecem
• _duzia o' c.arfo, Júm'..destes vei- ;
sem juros <pelo preço de tabela a vista) - .
; *•¦**' **.<¦<.- ~ '¦
a'_con"dúziÉ-- e nq:, entanto-uma.
- verdade" súrgé 'no * melo' de .tu-- ' ¦ . cúlos-que pretende.;a:-ruá:tôd3_-
¦'COBRAS vende REALMENTE * pelo. menor preço ' * , J i *,:
¦ 'do -"Isto: '¦& ?jl -^'~'~\M-y:^f^\-¦'" ^lj"4^*st*i-Í.Sí-'!tó^e^«9i' ^'í^1^-)-.
eu amo Ym>>~ *;:¦:%¦¦ ' •"còmó4n*|u£J£*-:*l Ç^itrà tpdós/ 'Üi *ü
OsflÕS
¦ -¦ - -.. .-.."•- — v '-'"---...•...,',:"¦. ¦-.-. myyrímymyyyyyyym - . . -.-
77-yA-7-7-:^7'-7:777777 7.-:--.:- . .
¦ .. '¦ Wx:. ' ""
ks-"•'•HS'mais -viti-m**^7.ae.atrq " :cs •' «Siea^^SBp^ òje^na&^f ü-? • :
í*^^*^^™ft!Ja^^^^^»> r ¦ ¦ > ¦seu.cárqliiro..X^f
SC ã íerhpp; do
'de|astre^;:-^çausados.; \' giajm" -*Ò"Vlor"era*:5ueralgii-ní*.'B -^(Íh; á/J
; mentos- c '?**- •¦>:tàs-*e*ífírc&obs •^o^cô^dS^OtóíP';. j
- por-!! itaóíof fetjs* ¦-í•einiiilri Çífl*
lljra ío
É^r^i|àC^ ;**Clai*ó"":TaUe>6s homens .laccio-
sos":'ê"'po&'oàtônEi»'ín*^5.;rec!i---.-
ttófrs^^chíáfv-am -;ós . ouviãWCae. i
*?

amor. ,3. escovai


'v-
$
vezes., mais - ratq$ap- *•. ;3-vez^i ^^w^WI1Kmí"^»w^ I". t„*^X&.-;n."nriínitfto-i'C0hvVim.'-.,' 1 £¦ a> é'rôírià-^Ep&^;-;^li*ojpav
•.pairciüidí.-le" atrtbulndò^q- jE»tp .'ciente ;•fIao'%/a•precráya'^ 4-Mâ*s ;*;*•
¦brilho--.: 3/vâzei mais rápida V ?..apo<d?.^ •;clrc*up.'kiin'cias.•;. y ¦ ,fôssè'-?elá** fazer;..quáíquç.r> yepa*-. '•*
ma de rribii ¦«íí.-*: -;:- yyJsSgàMmSSs;-' yym '¦* - >m :¦«•••••• •«>¦' 'rrfal^-ifiOMncHUistãs vde^.^^hawr
.à':
:e:.moj;ons_ , :^^Íj^0^^"lÃ^'|ta*^%riÍ,9nto
I :táV m'as,cV(ll\ios-"..dó._ que.-. íeini— . ¦"do"'.'tósá^.' por- áfeuá'\'abãfcofí-, ^hÇ rvl
#»Si^ l/^^^^wl^4*!K,'*,J*x*í*4 íSís
"1* ¦
-'*•";-'.'•--¦*¦' ••-.»•,.'• •' - ¦ ¦¦ -.¦-^.'.iSuma- íár.aç, 'em'rqUe. a1 tem."';' '
joigáto niriósT \ij.- "peratura-*
JiNo'--entanto, -atualmente;. n« . parçclá.' tamòna,.:^è';.'_"o''"''"¦
itasmas'
¦

Ia costa'
''W^W§Bm^
dÈ; V;. . . :•;; ;1*^y*|||ffcwll iII-ímI llc * - A *£&. i"
-v-çc -. <^^8BBi»í^ c: >' I
i" França.siferi*i*-.qup' i.òs § desastres
de .automóvel têm,,
• -
aümentadQ ¦ -inarido.
";assustádora .
vá"\seih.T,núvens;*í resolveu o ',
deixar^' qiãe a'.s"ia fr.uj
PrestáçjSes *
cI
*>">l$l§|pi- c ^t^^4,^g git^^^i; I
WÊfr -Sj^ai^aMsgsy ¦"J|í:^P^%-if
'--onde
...rriui-hefes
uriía f orrha;
de' 'tí^numerb^e/volafite^¦c-- ^e
-em",..certos •:po'*ntqsK s«.' .~-í i-msii¦ vtiraín*'?!-" ííftífe*:: llSí-SaiíS *-ií£fô-;-*-' i CÍT&
*;
-

kc saco,-- ' 'equiparar;, ao * • de ...yolah^ • a^^^í^i^^h^èS^x^f


.ou sem entf cida, èm;. prerifaçcèsr^g l^s^toÍ«^<ii-^^^^i^sjH^^^ÉC I •' pbáe
•tei3.*:- masoivllriOÊ,^.' vérlüca^-se rtivtri' -à*'.Íota" ¦ è*:. .voivr^iü i'ç*la,.,'
%:?':<#¦ *§¦*¦ IBISÍ I* realmente ,'q u e c.-mvbõm ,riieixe;.'.'-pu V.'J51.n..*às iS
po rou- ] «•:•:•¦»¦ Hl^^^l *" I " quando conduz-um cario
\,&' .mtilher -,, é
' aaquelasC.lagartas -¦: -1 •'-•?¦. J'"ll!?
pelo met^r-preço '^^|C : - mais*' cuidadosa e íá-lo'; com tarde .sé*oüveíní ., tazem 1_piiciirna'düs
CO&RAS vende RE Àl MENTE •^^5^^Tv.*-v-''^;:^^^^^âii^^*^^ ¦ : má'lor. consciência ¦ sob deter-. "¦ quando, o preço'^dò* seu
'
minados' pontos de vista.-. .' custo'aitís,./estaurahtes."_.. , ..
'"- > ¦. Récéntemehte ¦ M*adãnie-Végou-';iioV volante,,
é^^Í^*s^§,*^*^^^^^^^É^^^ num^-iffqué-
com yo"marido /'ab'', -l^do," e-al -
Geladeira rito '¦ na Frahça',.**** -veriflcou^tse "ò.eri\y
'-/rarim','-:
màS':o *xÜabo* não. quis• -
que' de • uma^forma se
co*Qsldérarn as' mulheres .*coniü -*qné .àa.í bolsas corressem- au *_
clímax vitória^
•^^¦¦iM^:a ,1... — "I.
mu-= yJ aí -/'4-i*í •¦ s mèrids ha.bg.is na'condução, .do ; agrad \.''..ío*•*á iV-pectivò . coú.s-ji.ie ',.-
• què logo vísoú :¦¦ • . "tua.-
-porta que -ros' líomens^. Vffo ao ponto —* -Não estás na tçã%
95 pés cúbicos-congelador horlxanq! ^ de estabelecer que apenas, uma
mulher!"? ¦-.. r" ^ - -. *¦ . "--:
inteiramente aproveitável- gabinete .P*^W ; I Laaot» 61 lll 11 Iflll 11 Cv<;5" em ' cada. par, passa
-sem r-nl:
¦El -tratou'-de .se cujicar na
técnÍM||| vitás nó primeiro :*exame, en-
rido -vgarantia.obioluta • assistenc.a . quanto qud' 'sem. no sexo oposto ' . direção de Vida é; prosseguiu,.*a
permanente. .erros quase uoriciuzir* ern silêncio, pas-
podem" paasar.. D01' sando ã' frente de vim^ cam
todos ha ' broporÇ'10 cle l.
qualquer que ia adiante de'15
Entrada de.......2.895, ííSíWÍÍSiW*??
•¦.•*,;;¦'. v*v.-:
^¦¦¦x:->> .'-;¦:•;•.•>.•¦¦¦¦¦
1,5";.. ,
- Por outro, lado, dizem os em- marcha de caranguejo.",,.
Não devlas ter ultrapassa-
?>>:-%:¦.¦:¦¦•;:•:¦;-¦>'*:':
agentes* franceses que é vul-
2.895i
Prestações de.....$iillllt •fffl
gar o volante
meçar a
feminino reco-
marcha com atraso ' • vente.com a. manobra.
do! BeiTOu ò híaridò-descon-
'•'*quei.
.'
ia
'•'
^
cv •
diante da. lanterna verde, e Concentrada .no
cu Vem enírada, em praí*^ôes^^^ que não é raro esquecerem oo
fazer,' a eapôsa, prosseguiu e
Monsan-
¦
à .visía)^» de voltar ou tratou de atravessar
sem juros (pelo preço de tabela sinal indicador"Todavia,,
pl3ca-plsca. corrobo- to pela auto estrada até que.
COIffJSvex.de REALMENTE pelo
menor preço , w ^ l^| ram todos os agsntes de Pa- pel-s alturas da Boa Viagem,
^ ris, com estes pequenos des- o cônjuge gritou deveras as-
««(«s^í^eye»^.^ •'>•- ."-í"*' *¦"?-; "¦"'-" " - >^«^^^W?:
¦¦¦*.¦ .*.-¦¦ ¦•.:¦:¦;¦*•;¦>:¦'¦í>,,!sv'v>¦ " ¦ •* v.-.v.*.¦¦*¦¦...-.¦
"...,..v..,.v,.-. w.-..-, •.¦..,.,:.;,....
,;..;...,.. .,_,.¦-.•.; ¦.-•>.;.:¦¦¦¦¦ :¦¦;';':'..*';';.:'*'.¦.::;'"v;',:.- ; :..:'.. .*¦:¦' :-:¦v. ¦'¦ '-"CC-"
'cuidos
se na verdade elas sanhado; -
,:*
enervam os automoblllstas do Tens vindo a fazer as-
Sofá-Cama outro sexo também não é me- nelras sôbre asneiras! * Você.'*
nos verdsde que ! nfio matam mulheres não percebem nada
ninguém. De íato é raio um disto!'
BANDEIRANTE ^^^^^^^^^
mole- *„ ¦'§£&$£?'
Fabricação PEPEf-MAN • linhas modernas, \ senhora sentiu aílulr.lhe ao rosto todo o sauguc.qu^
de dia, um lindo sofá para a sua; lá levava em circulação acelerada, mas tez o.pqsslvel -marcha., por nau g
io especal contor- dc espirito* e -dolxou abrandar, a
sab, de no:te, uma cama espaçoso • perder a presença
Isto levou o seu intransigente maiido ao cumulo-• • da Impa. ,
tável lindas paironagens. ciciiciíi * . .. i " •'\ • I
— Olha lá, rabujoü êle, *-Uso não dá mais?. Por, êste an-1
Entrada de....... 1.785, dar chegámos no fim... ¦ - •
Estas palavras perderam-se no ruído do motor e da res.'
havia um,
* !

pectlva mudança de velocidade. Por pouca* sorte


Prestações de. .. ..1.785, destes' cães teimosos que entendem plantar.se de estaca no,
melo dft estrada como se esta fôsse. própria com paia isso.' Para,
desespero ei
não atropelar o bicho a senhora buzinou
ou sem eníràda, em prestações acabou- por dar um desvio brusco que felizmente não teve'
conseqüências de maior senão uma passagem rápida por uns
sem iu ros (pelo preçi íe latela à vista) terrenos da berina. Mas isto forneceu assunto inesgotável
COBRiíS vende REALMENTE pelo menor preço ^Xw.í-XvíX' ao consorte por aquelas alturas a que, não sabemos bem por-
'que razão, cs antigos chamavam "Cal Água".
' Aqui a dona do volante parou o carro, não por que visse
URUGUAIANA, 64 RUA ! cair fosse o quc fosse mas simplesmente porque quis vol.
itar-sc para o mai Ido e dizer.lhe de cór e saltcado todos os
f^^3S*gSSMI^S/^í9lff^BffíSS&K fimém C«n,r0:|1 Praça Tiradentes, 46 i vocábulos que êle costumava dlzsr aos quc se lhe punham

OÈUS
11111 R. S. Luiz Gonzaga, 132
S. Cristóvão: 'pela írente c que em longos anos de convivência ela tivera
'tempo de. sobra para decorar!
Ramos: Rua Uranos, 1.100 1 Dito isto disse-lhe que guiasse êle. e tratou de passar
-'*- Olaria: Rua Uranos, 1.294 e 1.332 ! para o outro lado. Prosso-ulram a viagem sem trocar dçco. mais
R. Carvalho de Souza, 262-A uma palavra. Na volta clc remeteu-se a um silencio tos pei-
14 i toso e deixou-a agir. Voltaram para casa com muoito dias.
Campo Grande: R. Ferreiro Borges,
Madureira:
•xcs mas mudos como coelhos. Estiveram assim
'pouco mais ou menes. Depois a vida continuou na mesma
I QUALIDADE I GARANTIA SEMPRE PRESENTES "doce harmonia de antes mas a esposa náo tornou a guiar
de todo pelo me-
Je o marido moilgcrou a linguagem, senão
• nos quando a esposa o acompanhava.

PÁGINA 13 - 19-2-1962
* DIÁRIO DA NOITE

.,j^:.!:*-'-m?- -•¦ -¦
**"" -W$. Ti'*-
¦y-yyy

¦ ..-

IIIIIIIIIIIIIIHIIIIIIIIIIII lll||||||||||||!llli!l!!!!i!lllll!ll!ll!IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIHIII!l nilMIIIIIIH Illll IIIIIIIIIIlSülllilllüHlllllllllllllllllllllllllll Illiiiiiim,,!,,

O
ROTEIRO DÁ SEMANA >xvv>xv»>x*»>.snn*wN.
APENAS • PEREGRINO DA ESPERANÇA (The Sundowners) —¦ Nem só de
>XVVV^VXV..WVN»»»K^^^^
bom-gôsto vive o cinema. Os nomes de Fred Zinnemann (di-
reção), Ilslobel Lennart (roteiro) e Jack Hyldiard (fotografia), ga».
rantemí que a produção é de bom nível artesanal. Mas o cinema
exige, mais, Zinnemecnn, elepois do extraordinário "High Noon"
(Mata'r ou Morrer), tem descambado para o filme Iítero-teatral. A
história de "The Sundowners" é longa, cheia de personagens e sen-
timentos que, se manifestados predominantemente pelos diálogos,
prejudicam a estrutura cinematográfica. Vamos ver como Zinnemann
conseguiu narrar as aventuras cessa família de irlandeses na Austrá-
lia. A musica também deve ser boa: é de Dimitri Tiomkin, que
brilha mesmo, quando ccerta em cheio. No elenco: Deborah Kerr,
Robert Mitchúm, Peter Uslinov. Glynis Johns, Dina Merril. Tela
comum, Tecnicolor. Warner, 1960. Censura livre.
¦np éàJw" umbu*
, PELE DE VERÃO (Piei de Ve- gman. A história de "Piei de Ve- wymmmmy-
rano). Com este filme, o público rano" sugere o mesmo clima mór- <¦¦¦%-
4
brasileiro será apresentado ao dl- bido, ocioso. Bergman às vezes
retor argentino Leopoldo Torfe consegue alguma coisa por força
Nllsson, Já conhecido aqui em de seu enorme talento, que não mmmm,
sessões especiais de clne-clubes ou sabemos se tem correspondente
cinematícas. Torre Nilsaon è um em seu colega argentino, Prod-u-
diretor dos mais discutidos. Al- tores associados: Torre Nllsson,
guns consideram-no um verd-ecíei- Nestor Gafet e Clancagllni. Cl-
ro intelectual do cinema, outios nsgraíla de Oscar Melli. Roteiro
qualificam-no de charlatão, aeu- de Nllsson e mais Beatriz Guldo.
sando-o de imitador servil de No elenco: Gracieia Borges, Al-
Bergman. O fato é que êle. bom fredo Alcõn, Franca Boni, Lucla-
ou mau, ccnssguiu atrair a aten-
ção internacional o cinema
na Possamnv Juan Jones.
comium, - preto e branco. 94 mi-
Te'a mmmmmmm
"Pieiparad« Verano"
v>:-;<v:':*'*n'"'''n'->>'-!*>:-:;,-,"'::,:'*'--:>
:-v':';'v*v:v:-:::v>:v;'v:v:':v:v:'x-:
de aeu país. nutoe. Distribuição Imperial Fil-
?onta a história, de uma moça mes. Proibido até IP an^.= .
-¦ue aceita fingir amor por um ra- wsysyssssyyy
)az doente em troca de uma Tia- « ASSASSINATO EM COPACA-
im k França. A ação passa-se BANA. E-urldes e Alipio Ramos
n Punta dei Este, e há uma cr- esforçaram-se por realizar um
'a na praia, Ainda não vimes bom trabalho fora da área da
vsnhum filme de Torre Nllsson, chanchada. A trama policial é
ma.s os informações dizem que êle complicada, ao que afirmam oa ?xx";
tem a mesma preocupação de re- produtores, que prometem uma
Gracieia Borges em "Pele áe verão". buscamento do diretor sueco B?r- surpresa no final. A presença no • Cena ão filme "Casa.te
elenco de Milton Morais justifica Comigo".
alguma curiosidade em torno tío
filme. O diretor, Eurldes Ramos,

J.fr»u;Ul
te), John Kerr, France Nuyim
talvez ten.lv» conseguido aqui um (multo bonita), Juanlt;- Hall e
CINE-ITGT resultado melhor, do que o de Ray Wal=ton. Produção de Buddy
suas chanchadas. Do qualquer Adler. 1943 na Fox. Chiemasco-
317-318 maneira, é mais uma experiência.
__ ; —_¦»-**¦ _-«r_^r-,-,rr— e disso está multo necessitado o pe,'Deluxe. Censura: 10 anos.
A PARTIU DAS 10 H cinema nacional-. No rl-meo: Má- m OS AMORES DE UMA PRIN-
74-6-810 ris Pétor. Normia Blum, Mário
CESA — (Die Prlnzessln von St.
fcWA-246840 I^go, Sebastião Vosconcelcs, John WclfsanK), — Nadei recomenda
Herbert, H^rval Rcssano. em especíiil è te filme da linha
de predução rotineira dos estúdios
• AO SUL DO PACIFICO — germânicos. Al^umnH peripécias,
(South Pacifte) _ Ganhadora do muito sentimentalismo, ambleru-
prêmio Pulitzer, a obra teatral de tes bonitos fotografados em cores
Rcdgers e Hammersteln, que fl- e está pronto o produto, destina-
fWWW^fsJS cou cinco anos na Broadway (u
A VOLTA AO SARTA^PÔ partir de 1949). não parece ter ti-
do uma boa adaptação neste fil-
do pvecipuaniüntc a mercadas ge-
nerosos cenio o brasileiro onde há
comumidorrs pnra tudo. A menos
fILMC OUE NIN6UEM me dirigido por Joshua Lcgan e
produzido por Buddy Adler
que
"Os Amores de Uma Prlncf-
sa" reserve alguma surpresa, u
UQUtCít critica estrangeira diz que o r;-
sultado foi pior que o de "Okla-
homa"_ onde *a grande ob.e« cia
A
que è dificil. Direção: HaraW
Relnl, também coautor do argu-
mento baseado em uma novela tle
dupU sofreu com a ma adapta- Erne.st Neubacli. Cinogrnfia do
çuo cinematográfica. Mas .. ir.usi- Max Marhoffer. Elsnco: M r ann.»
c.» do? dois, em si, nâo iaisgA a Hcld, Gerhard Reidmann Annio
ser sacrificada. "South Pacific"
Rosar Maria V. Tasnady, Míchaei

aicu -y-'S
¦¦:'-'¦:.'¦*'»¦¦':• ¦¦ »ex-x»..*x;ee,e„>-
mS0l^uWMmSÊm
> ^eetfíí?
reúne virins das mais riónltas e
nvjfe fazmras canções de Bodgsiírs
e Hammerstein. Há a muák-a. o
espetáculo, e o filma deve oic-
Ande."
• FETRA DE MULHERES - (La
Folre Aux Femmesi — Volta êíUf
filme francês semi qualquer lute-

MONTIEl
recer divertimento a qtte.n gosta r-lsse. Nem mesmo o aproveita-
de musicais. A fotografia de Leon mento visual de algumas muHie-
Shamrcy recabeu alguns elo.-os. res (Etchka Chourcau, Dom Doll!
No elenco. Rossano Brazzi Müzi é suficiente para que o espr-cta-
Gaynor (sempre brejeira e atraen. dor não se aborreça veiulo uma
< KAf VALL0NL =MlllUllinMI!l«llllíl!|l|iri,li.üiW) .•;.i.:-lllfií^'í'tíSMHI!lll!llini|llllll'.-i

mtijm Filmes do fim-de-semana \


| »•
S Apenas dois filmes destacam-se esta s&mrna: '-O Princi))io ~
Foi Pecado" e "O Corvo Amarelo", o
primeiro, pelo realismo £
S5 com que é tratado o tema do amor animal: ambientado em uma z
fazenda, o filme é chocante, ás vezes mas impressiona pela ve. =
y racidade, qualidade não multo comum em cinema. No segundo í
aonressal a fotografia em cores e a direção de ntòres. O filme <¦ ?
positivo para crianças o adultos, o g?roto Kojl Shltara. no pa
pei do menino que encontra dificuldade em readaptar s r.o pa)
£&St/Ha#&/<?r depois de dez anos d^ ausên^i d»-'
de grande sensibilidade
Ainda para crianças (e adultcsi
•"MO

ha j. .. . . .. ..1.10
r; FabuloFo do circo". Uni chimpanzè sustenta um duelo tt baia j-
£T eom um autentico Ishcrlf .'_', e sal ganhando. Para que::*, gosta r
2; «e história cm quadrinhos na base de Flash Gordon. aí cst.i ~
OPERA CARUSO COEjBRITÃfllA 55 "Virgem mo Fundo tio Mar" em que um supsr-submarlno nto '-

4? BIG
mico e o mundo em geral vivem uma fantástica aventura, ctiji ;i
LIVIO imiila!
LIVIO BRUNI PES veroaslmllhínça cs autores nSo sc preocupam muito cm et-ibe. "~
Çà$£m 10Q.J0RBU. 2- teesr. No final, tudo é fantasia. "O Mundo do Suzie Wong" =
».ISFJK'«l«gMa.M ICUARMJJ ZZ e "MaLs Uma Vez. Adeus", encontram.se rinda cm nlguns cine. s
mas para o governo das pessoas românticas.
"Anel de Fogo" é mais um "thrlller" do ca.-.al Andrew c Vir- -
SEMANA DE EMOÇÕES 5, «

HOJfiS^O^lulÍDO EMM0N6-K0NG! ginla Stone, que geralmente sabem satisfazer os amentes pouco •
exigentes de aventuras policiais c outros tipos dc enredo de açau S
corrida. Bom programa, sem duvida será aproveitar a chcino-i -
WIlUAi 55 de ver (ou rever) "O Grande? Golne". que continua sendo, ate -

NOLDEN £uz iE» agora, o melhor filme de Stanley* Kubrlck. "Êtse Rio Que Ejl Z
•j Amo" e "Favefei" estão
por ai em pontas de circuito. O primei =
ro * uma produção limpa, sem grandes falhas, e um diverti -

mom
mento leve. O segundo atrrl quem tem multo interesse cm ve: s
o banho dc Isabel Sarll. "Favela" é um filme multo iraro. con _
coisas muitíssimo ruins.
9*f Sttrit ¦2 No mesmo nível' dessa co-produçáo brasllelro.argentina (d( =
«RAKCT flctênclas técnicas, falta dcc Imaginação
Rainha dos Tártaros", com italianos faUndo
uvn.-_."-
ui-ns-u.. .nu et- bom-gôsto) «t»
Inglês na Tartarw
falando Inglês
z
-
«nom #t|j '%lllllllllllllll|||||!millllllfll?f|IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIHHIIIIIIil,nllll":!<>

MM AMOS

Ldio Tupi - 1.280 te.


TECRRICOLOI*

PAGINA 14 - 19-21962 NOITE


* DIÁRIO DA
r, ap

guiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiw laureado
Sob a direção magistral do cineasta
n
LEOPOLDO TORRE NILSSON

, i ..Ária mal
Saia pe ° «««*«emJean
UNw
Stelll.
alinhavada mal
rlLMto
uttra-dlgestlva. dirigida exclusiva,
mente aos fãs' de Pat Boone.
diretor Norman Taurog não ali-
O
ALFREDO
AlCON
I-SIL
'*
oSmento gira torno da»
menta quaisquer pretensões mala
COa- nrri4r, troçadas contra um casal sérias, e o filme é apenas um
de namorados, numa pequena cl-
Tudo termina pretexto para algumas situações
-Os
dade francesa.
,.,,., e os produtores certame»-
quanto^ ao
humorísticas, uma boa dose
sentimentallsmo e numerosas can.
de M K-": ¦:-: ^ü^ *^^^^^^^^^^^^^P^^ GRACIELA
ca- le ficaram otimistas lati- ções. Além de Pat Boone, estão
íxlto do Jilme no mercado
no-amerlcaho, que ainda tem re-
coisas. Te-
no elenco: Buddy Hackett, Dennis
0'Keefe Bárbara Éden, Warren
BORGES
rentlvldade para essase branco. Prol- Berllnger, G-ale Gordon. As can-
ia comum, preto Bay Evans e Jay
bido até 18 anos. ções são de
— (Hand» Levlngston. Cinema&cope, cor De-
CASA-TE COMIGO comédia luxe. Censura: Livre. Fox.
Sn Deck) — Mais uma
—— r .1
p
¦(•a-te í

»»3>5>>

I • Deborah Kerr e Roberto ^"l 'aJ^ZT^L


^\\lJ*\ Ela trazia o sexo â Hor
Mitchum em "Peregrino \ \fm\mmf da pele. Êle trazia o
sanguç fervendo nas veias.
A vida rdunlu-os num

>¦¦m I?RfflSJT5 ^®A'*m\ WS^" - *mmÊtemm\ I maravilhoso romance.


ml^ijhèiSmÚ /M-A àT^mMmmf:*"' àmUTJHIH Argumento extraído do
I
'¦ ¦«¦¦¦¦¦¦¦ J^ar^m^^Uv" kWm\WÊÊF Wumce de BEATRIZ GUIDO
^ÊMÊÈLm Proibido ató 18 an<#
MAIS CINEMA NA
I 6'teira colttN gray grani wiuiams m feàlP|w
5cf8 K3S3E2Gl0RIA TALB?n -PHIl lP URRY Sl^mWP PARTE CENTRAL
DO DN
SÍ^^^IIIl^
iío — «0<fE FONE- S7"S\54 !**
vi

"mau
w riLalaíJ ii ir iiT li CHI ir I • i i iiuhhíh _____
U am.
1,40-3,30-5.101
Metro-Goldwyn-Mayer f#fieAe*cttK,lilifJJ^M.ss-M»-'°.20f
PASSES COLEGIAIS
ton-
A RIO LIGHT S A. - SERVIÇOS DE ELETRICIDADE E CARRIS,
Edital n. GB--^W^JV
II
8\ iS^W Snnocoto» |'#|>ffffl)§ffaft*> Sj do «umnriinrnto ao que estabelece o artigo 5." doConcessões, publicado no Dia-
?/i( / o/i íò Sr Diretor do Departamento de
™ «í.«l« — —————— .'liriT Btatiltirat, fal
,»f Jkr ¦
V . .OAVIDJANSSENOOYCETAYLOR-FRANKGORSHIN^^^^ comunica aos interessa^ que-
T ¦ ;! .1 Xà h «dirigido
t»críta Andrew t, Slone, .
por 5aa
3a2. ¦¦ rio Oftofal do Esiadi d»" Guanabara dc 1.1/10/6.!, ser adquiridos os
a m i da nróxhna 2.a-fcira, dia 19 dc fevereiro, poderão
edital, nas seguintes cond.çoes:
PASSES COiIgSÍs to aue trata o referido

LOCAIS DE VENDA
«48.
Praça da Bandeira — rua Joaquim Palhares n.°
Moier — rua Arquias Cordeiro n.° 254.
HORÁRIO
De segunda a sexta-feira das 9,00 às 16.0<Thoras
Aos gabados das 900 às 11.30 horas.
PREÇOS è
de Or* :i«0.00 (para serem usa-
Talões com 50 passes dc Cri? IM. ao preço
dos nas linhas de Cr$ 600)
de Cr* 250 00 -para serem
Talõe, com 50 passes dc CrS 5.00. ao preço
usados nas linhas de CrS 8,00). „'
èé«
DOS PASSES
CONDIÇÕES PARA AQUISIÇÃO E USO
(Extrato do Edital n.° GB — 8/61)
mediante a apre-
S.S na orimeira vez, ou no início de cada ano escolar, do estabeleci
timbrado
èt.S «e comunicação, escrita em papel ou
de Sn.
\uVA » n»n-»rl >S.A.,
•_¦.».-..-.o aA Decééd
Sliuii F«-«•»-—"'-»-
A.. Fi«.aÍio..Í"»211-
cm nova n"ntò de ensino e firmada por seu Diretor matricula pessoa responsável,
lo''nraiimratà e Crédito, instalou-se, recentemjntc^ do aluno, se
abra do
seüe localizada à Travessa do Ouvidor, 21-A. Jgg onde. além do nome, residência e número uniforme
de
frequenc,»
ilemo acima) JgJjÇgg
™£os "1'"*^ mencionará que o estabelecimento exige para
sentes à solenidade de abertura (foto
- Pa- ™™™J*
tanles «lo comércio e da industria, alem de grande escolar mediante a apre
convidados os quais foram recepcionados pelos dir. tores
b) ?LSaquisi"õeSs subseqüentes e dentro do ano adquirido e do cartão de
SS da capa do talão anteriormente dc ens.no que
¦ üs
DS- da empresa
S ou documento do estabelecimento Comprove,
de aluno,
iá ocasião, a permanência do interessado na condição na pro
esla comprovação poderá ser suprida por uma declaração
ws ho. respon-
Diretor ou pessoa
pria capa do talão anterior, firmada pelo
ffo lias

mi- Chá-Chó-Chá «•ávcl pelo estabelecimento;


talão poder^gag;
ci obedecidas as demais exigências, nenhum aquisição
do antes do transcurso dc trinta dias da
ri> no caso de extravio e sem prejuízo das demais exigências,
. .
do talão anteno..
a aquisi-
Oferece todas as noites 2 i ão de novo talão só será possível trinta dias depois dc o interessado.
••SHOWS" de Carnaval com
|'er comunicado, por escrito, à entidade operadora de referencia, .o-
atrações nacionais e inter fnte da perda do anteriormente adquirido.
apre
O Passe Colegial na conformidade do quc estabelece o Edital emunifor-
l.U

.nacionais, números de esco- entregue aluno


por
po só será aceito pelos senhores condutores quando meses dc março a dezem-
«BO
Ias de samba, e duas Or
i ae Su.
acolhe- mizido nos dias úteis do periodo escolar, isto c, nos
h Poli-
questras. Ambiente hrc excluídas as ferias do meio do ano ou quaisquer outras
datas de para-
fes bra. dor, ar refrigerado. isaçao tas^ aos inte-
Apresentação da revista ^^j^ fl(J evUar atropeios de última hora. solicita-se
estabelecimentos de
- A •CARNAVAL NO CHÁ CHA- rc-sados que obtenham com antecedência necessária, dos
Ín-
o memorandum de que trata a alínea
ensino cm uue estiverem matriculados,
Ida- ÇHA-CUA-CHA CHÁ" — Rua Francisco Sá, ••a" acima. Jp modo a poderem adquirir seus talões dc passes antes do imcn.
13 — Copacabana do ano letivo

í^R-
• DIÁRIO DA NOITE PAGINA 15 - 192-1962

„.~*- jtwv-:_i«^ii.
^íWww.frFfíT^ - , ¦ ^w* ",,"",-»^sw„,,,,. ^^¦:^y^\,rr^,"y-j.^-^ r-v, ;¦¦:
,,.„.¦,:.,.
:

¦
V F

.^^^^^ iMMMf
652

Os franceses pelo mun


LONDRES — O «A melhor peça do ano»
prêmio
TEATRO SANTA ROSA conferido .pelo «Evening-Standard», desta capital
fcx RUA VISCONDE DE PIRAJÁ' 22 — TEL.; 47-8G41 couhe ao autor francês Jean Anouilh. A peça premia
AMANHA. AS 21,15 HORAS da foi «Becket ou Thonneur do Dieu».

a WfÊÊÊÊ SPRINGFIELD — A cantora francesa Geneviévc

Om A SÍ |A DO
teve um grande êxito rio Auditório Municipal desta

ss?
TEATRO cidade com sua interpretação do papel principal de
ui.-ia revista intitulada «From Paris with love». A re
vista será apresentada em Nova York, na Broadway
i PREMIADA COMO
// mas antes em Williamsport, na Pèrisilyaniai e om ly
A MELHOR COMÉDIA DE 61 ronto. no Canadá. ~~"
1 DE GUILHERME FIGUEIREDO
NOVA YORK —
"L'Oeuf",
a peça que Pélicien Mar-
Ginástico. Melhor "Atriz Cõ
mica''; TERESA RAQUEL
"Felisberto
ceau tirou de seu romance do Café" Melhor
MÚSICAS "Chair et Cuir", iniciou uma "ATRIZ DRAMÁTICA'

SLow Bar DRINKS


carreira, que se vem revelando
auspiciosa, no Theatre Court, da
Broadway. A peça foi vertida
NANDA MONTENEGHO
pvn
«o
Beijo no Asfalto" — Teatro Gi-
nástico. Melhor "Cenógrafo" em

para o inglês por Robert aSchlitt. peça Cômica Cláudio
HI-FI DANÇAS O papel principal, que em Pa- MOURA — "Procura-se uma
ris era interpretado por Jacques Rosa" — Teatro Santa Rosa"
STEREOFÔNICO Duby, está sendo feito por Dick Melhor "Cenógrafo" em peça
-•- PERNAMBUCO
Shawn. (SII) dramática
Sob a direção do Maitre 1'aulista — Sem Couvert — Sem PARIS — Noticia-se que a DE OLIVEIRA - "A
Baronesa*'
Consumação — Aberto a partir das 15 até ás 15 horas 24 deste mês se inaugurará — Teatro Dulcina. Melhor 'Di-
Rua Visconde de Pirajá, 187-1? — Ipanema em Essen, na Alemanha, uma retor" de gênero cômico — PA*
série de representações da peça BIO SABAG — "Felisberto do
"Le Livre de Christophe Co- Café" — Teatro da Praça, Me-
t lhor "Diretor" de peça drama,
PLAZA HI-FI SOCIETY lomb", dc Paul Claudel.
Os ensaios já começaram. tica: FERNANDO TORRES -
"O Beijo
AVENIDA PRADO JÚNIOR. 258 i'SII) no Asfalto" — Teatro
Reservas de mesas com antecedência, pelo Tel.: 57-1870 Ginástico. Essas indicações mt'.
recem o apoio da Diretoria, pelo
ffl
Direção geral de MAURÍCIO LANTHOS * SALVO SEJA!
HM-feira, dia 22. a partir das 23 horas — SENSACIONAL que, agradece, por no\so inter-
médio, a seu representante
A Casa dos Artistas (Sindicato
GRITO DE CARNAVAL dos Atores Teatrais, Cenógrafos
e Cenotécnicos do Estado da
Guanabara), DECLARA, a bem
++-+++*+*r+4++ + +J. + f.

ii I
Em homenagem a SM. REI MOMO
da verdade e para completo co-
HOJE: CLUBE DO CINEMA nhecimento da Classe Teatral e
evitar críticas injusta,^ a seu re-
SEM "COUVERT" — SEM CONSUMAÇÃO
w. presentante prof. Olavo de Bar-
1 Aberto a partir das 15 ate às 5 horas da manhã ros, junto a Comissão que con-
cedeu os Prêmios Municipais de

w
Teatro de 1961. vem declaiv.r ? Três gêneros diver-
/ia MAISON DE FRANCE que os seus votos foram assim
. distribuídos: "Autor" da melhor sos o três excelentes
Lps. — "DON COSTA.
AR REFRIGERADO Comédia:
"Lisbela e o OSMAN LINS —
Prisioneiro" Tea- VOZES E TROMBO*
QUARTA-FEIRA. ÀS 21 HORAS tro Mesbla. "Autor" da. melhor NES", é um "Ultra
O melhor espetáculo de 1961 '
"FESTIVAL DE COMÉDIA" peca Dramática: NELSON RO
DRIGUES — "O Beijo no As-
Audio" lançado entre
— Teatro Ginástico. Me- nós pela MUSIDISC, no
falto" "Ator selo da United Artists
Premiado G vê?.es pelo (iCT lhor Cômico": CLÁUDIO
Como: ftícltiò' d retor e cenógrafo: CORRÊA E CASTRO - "Fr.i.v Que magnífico solista