Você está na página 1de 10

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE CARATINGA – FUNEC

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA – UNEC


NÚCLEO DE ENSINO A DISTÂNCIA - NEAD

GESTÃO DE FARMÁCIAS E LEGISLAÇÃO APLICADA

PROF.° MSC PATRICK VIEIRA DA COSTA


CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA PÓS-GRADUAÇÃO

APLICADA
DISCIPLINA: GESTÃO DE FARMÁCIAS E LEGISLAÇÃO
UNEC / EAD

A disciplina Gestão de Farmácias e Legislação Aplicada desenvolve tópicos


fundamentais para a ascensão do profissional farmacêutico em sua carreira,
proporciona ao aluno conhecimentos gerais sobre gestão, administração e
legislação aplicáveis no dia a dia da farmácia.

Em um meio cada vez mais competitivo e com legislações mais rígidas, a


posição do gestor em farmácias e drogarias ganha destaque na esperança de
produzir estabelecimentos mais modernos e otimizados. A gestão de farmácias e
drogarias deve identificar oportunidades e solucionar demandas internas e externas,
assegurando a boa comunicação entre fornecedores, funcionários e clientes, além
de administrar documentos, produtos, estoque e preços. O curso de Gestão de
Farmácias e Drogarias discorre sobre estratégias para o melhor funcionamento do
estabelecimento farmacêutico, bem como suas características administrativas e
técnicas publicitárias para o setor. 

Esta disciplina tem como objetivos primordiais fazer que o aluno venha a
compreender que a gestão de empresas farmacêuticas assim como as legislações
aplicavéis são peças fundamentais para o êxito profissional. E que as funções
administrativas são, na verdade, as principais vias para ascensão do profissional
farmacêutico em sua carreira profissional. Mostrar ao acadêmico a abrangência das
empresas farmacêuticas e a sua complexidade administrativa, e também as
características econômicas e legislativa do setor. Além disso, é de suma importância
o entendimento dos aspectos econômicos do setor farmacêutico e da saúde como
um todo, das informações sobre os organogramas de empresas privadas, estatais e
sem fins lucrativos (terceiro setor) e tipos de sociedade e de controle financeiro,
como as S.A. e as Ltda.

Ao término, o aluno terá conceitos básicos de administração geral, com


conhecimento dos documentos legais, desde a abertura da empresa, sua gestão e
fechamento, e dos diversos tipos de empresa (e setores de empresas) relacionadas
ao varejo farmacêutico e as legislações comuns.

NÚCLEO DE ENSINO A DISTÂNCIA - NEAD Página | 2


Professor: Patrick Vieira da Costa – patrickvieiradacosta@gmail.com
CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA PÓS-GRADUAÇÃO

APLICADA
DISCIPLINA: GESTÃO DE FARMÁCIAS E LEGISLAÇÃO
UNEC / EAD

AULA 1

1 - PERFIL DO VAREJO FARMACÊUTICO

O mercado farmacêutico brasileiro é um dos maiores mercados mundiais


e podemos dizer que a mudança do cenário no canal, que caracteriza o perfil atual
do varejo farmacêutico, teve início em 1999, com a Lei 9787/99 (Lei dos
Medicamentos Genéricos), responsável pela maior diversificação dos produtos
nas prateleiras, principalmente da categoria de higiene e beleza, que hoje, nas
drogarias, é responsável por 25% a 40% do faturamento global.
De todas as categorias de higiene e beleza, a de cosméticos ganhou
extrema importância no mercado, tornando o varejo farmacêutico um canal de
referência. Sendo que grande parte do faturamento está atrelada a produtos
premium, consolidando a transição do modelo de “estabelecimento de venda de
medicamentos” (no final da década de 90) para um formato de drugstore (modelo
atual), onde os serviços farmacêuticos foram ganhando espaço, o mix de produtos
foi ampliado e o core business (essência) do canal está mais próximo de oferecer
serviços de saúde e bem-estar do que apenas venda de medicamentos.
Essa transição do formato do canal “farma” também nos obriga a analisar
o mercado de consumo no varejo farmacêutico de acordo com o comportamento
das diversas categorias e o impacto delas nas diferentes regiões do país,
conforme mostram os gráficos a seguir.

NÚCLEO DE ENSINO A DISTÂNCIA - NEAD Página | 3


Professor: Patrick Vieira da Costa – patrickvieiradacosta@gmail.com
CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA PÓS-GRADUAÇÃO

APLICADA
DISCIPLINA: GESTÃO DE FARMÁCIAS E LEGISLAÇÃO
UNEC / EAD
GRÁFICO 1 - MERCADO DE CONSUMO X MIPS (MEDICAMENTOS
ISENTOS DE PRESCRIÇÃO)

FONTE: Intelligence Applied (IMS), Pharmanager, 2013.

GRÁFICO 2 - MERCADO DE CONSUMO X PERSONAL CARE NO


VAREJO FARMACÊUTICO

FONTE: Intelligence Applied (IMS), Pharmanager, 2013.

NÚCLEO DE ENSINO A DISTÂNCIA - NEAD Página | 4


Professor: Patrick Vieira da Costa – patrickvieiradacosta@gmail.com
CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA PÓS-GRADUAÇÃO

APLICADA
DISCIPLINA: GESTÃO DE FARMÁCIAS E LEGISLAÇÃO
UNEC / EAD

GRÁFICO 3 - MERCADO DE CONSUMO X PATIENTE CARE

FONTE: Intelligence Applied (IMS), Pharmanager, 2013.

GRÁFICO 4 - MERCADO DE CONSUMO X NUTRITION

FONTE: Intelligence Applied (IMS), Pharmanager, 2013.

NÚCLEO DE ENSINO A DISTÂNCIA - NEAD Página | 5


Professor: Patrick Vieira da Costa – patrickvieiradacosta@gmail.com
CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA PÓS-GRADUAÇÃO

APLICADA
DISCIPLINA: GESTÃO DE FARMÁCIAS E LEGISLAÇÃO
UNEC / EAD

Assim, temos um cenário de faturamento anual de R$ 22,8 bilhões, cujos


mercados de Personal Care, Patient Care e Nutrição atingem um valor de,
aproximadamente, R$ 14 bilhões (valores auditados em 2012), nos mostrando que
o consumidor do varejo farmacêutico já entende o canal como estabelecimento
especializado em saúde de forma ampla, cabendo aos gestores do canal (e isso
inclui o farmacêutico, já que o papel do profissional não pode se restringir à área
técnica) não negligenciar os diversos segmentos e categorias que complementam
o canal, que já não se restringe aos medicamentos.

2- O PAPEL DA FARMÁCIA E DOS FARMACÊUTICOS

A prestação de serviço no canal farmacêutico é imprescindível e o acesso


a esse conjunto de serviços inerentes ao setor precisa ser detectado facilmente
tanto na estrutura do estabelecimento, como na postura dos farmacêuticos.
O farmacêutico precisa estar presente “na loja toda, além do balcão”, ou
seja, ele precisa estar preparado não apenas para dar orientações sobre os
medicamentos que dispensa, mas precisa estar atento a orientar seus clientes a
prevenirem doenças e/ou a complicação delas, a ajudar a otimizar a vida desses
clientes ao ensiná-los a manusearem os aparelhos que compram, a fazerem o uso
correto de produtos de higiene e cosméticos. Ou seja, o farmacêutico precisa fazer
parte do todo e ser percebido como um profissional essencial e disponível.
Concomitantemente, a farmácia ou a drogaria precisa oferecer aos seus
clientes um ambiente agradável, confortável, com produtos limpos e bem
sinalizados, adequando a loja com as necessidades do seu perfil de público.

3- INTRODUÇÃO AOS FUNDAMENTOS DA GESTÃO

O mercado tem procurado cada vez mais profissionais que participem da


Administração e da Gestão das empresas, e no varejo farmacêutico não é
diferente: cada vez mais requer profissionais completos, não apenas com os

NÚCLEO DE ENSINO A DISTÂNCIA - NEAD Página | 6


Professor: Patrick Vieira da Costa – patrickvieiradacosta@gmail.com
CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA PÓS-GRADUAÇÃO

APLICADA
DISCIPLINA: GESTÃO DE FARMÁCIAS E LEGISLAÇÃO
UNEC / EAD
conhecimentos técnicos e legais, mas que tenham conhecimento amplo sobre
todos os setores e atividades desenvolvidas na farmácia ou drogaria,
possibilitando maior rentabilidade ao negócio em que está inserido. Assim,
para ser um gestor do canal “farma”, é necessário que as análises financeiras
sejam realizadas por “Unidades Estratégicas de Negócio”, e a melhor maneira
de avaliar o desempenho dessas unidades é classificando-as em categorias e
subcategorias de produtos.
A maneira mais simples de classificar as categorias é dividindo os
Medicamentos de todos os outros produtos não medicamentosos disponíveis no
canal, como mostram as tabelas a seguir.

TABELA 1 - CATEGORIA MEDICAMENTOS E SUBCATEGORIA

FONTE: Medley

TABELA 2 - CATEGORIA DE CONSUMO E SUBCATEGORIA

NÚCLEO DE ENSINO A DISTÂNCIA - NEAD Página | 7


Professor: Patrick Vieira da Costa – patrickvieiradacosta@gmail.com
CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA PÓS-GRADUAÇÃO

APLICADA
DISCIPLINA: GESTÃO DE FARMÁCIAS E LEGISLAÇÃO
UNEC / EAD

FONTE: Medley

Depois de classificadas, quinzenalmente ou mensalmente (depende do


calendário de ações estratégicas e promocionais de cada empresa), é necessário
coletar os dados de faturamento de cada categoria e subcategoria e analisá-los
considerando:
 o resultado de faturamento do mesmo mês do ano anterior, com o
objetivo de traçar o perfil de comportamento do setor levando em conta a
sazonalidade;
 o resultado de faturamento do mês ou trimestre anterior, permitindo
mensurar se a meta (mensal ou a média do trimestre) foi alcançada;
 o resultado do faturamento do panorama de mercado, permitindo
visualizar como a sua empresa está com os índices compatíveis com o
mercado nacional.
Após análises das comparações de faturamento, é necessário sinalizar a
potencialidade de cada categoria e subcategoria para que se estabeleçam as
metas (mais ousadas ou ajustadas de acordo com o panorama do setor) para o
próximo período.
As metas precisam ser específicas, ou seja, devem ser pensadas para
cada categoria e subcategoria, e atingíveis, pois de nada adianta estabelecer uma
meta de crescimento superestimada se o cenário é totalmente desfavorável ou se
não é identificado o motivo pelo qual determinada categoria ou subcategoria não
está acompanhando os índices de mercado.
As tabelas a seguir resumem um modelo simples de Gestão por Unidade
Estratégica de Negócio e podem ser facilmente adaptadas para a realidade de
cada empresa.

NÚCLEO DE ENSINO A DISTÂNCIA - NEAD Página | 8


Professor: Patrick Vieira da Costa – patrickvieiradacosta@gmail.com
CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA PÓS-GRADUAÇÃO

APLICADA
DISCIPLINA: GESTÃO DE FARMÁCIAS E LEGISLAÇÃO
UNEC / EAD

TABELA 3 - MODELO DE GESTÃO POR UNIDADE ESTRATÉGICA DE NEGÓCIO


CATEGORIA DE MEDICAMENTOS
CATEGORIA | FATURAMENTO FATURAMENTO FATURAMENTO % MERCADO
SUBCATEGORIA MÊS ATUAL MÊS ANTERIOR ANO ANTERIOR
MEDICAMENTO DE
PRESCRIÇÃO
MEDICAMENTOS DE
PRESCRIÇÃO SUJEITOS A
CONTROLE ESPECIAL
MEDICAMENTOS DE
PRESCRIÇÃO (MIPS)
MEDICAMENTOS
GENÉRICOS
MEDICAMENTOS
FITOTERÁPICOS
TOTAL DE
MEDICAMENTOS

* A coluna de Faturamento do Mês Anterior pode ser substituída pelo Faturamento da Média do
Trimestre Anterior, de acordo com a estratégia de cada empresa.

FONTE: Medley.
TABELA 4 - MODELO DE GESTÃO POR UNIDADE ESTRATÉGICA DE NEGÓCIO CATEGORIA
CONSUMO
CATEGORIA | FATURAMENTO FATURAMENTO FATURAMENTO % MERCADO
SUBCATEGORIA MÊS ATUAL MÊS ANTERIOR ANO ANTERIOR
APARELHOS E TESTES
PRÉ - DIAGNÓSTICO
ALIMENTOS E PRODUTOS
DE NUTRIÇÃO
PRODUTOS INFANTIS
PRODUTOS PARA CABELO
PRODUTOS PARA CORPO
E ROSTO
PRODUTOS DE HIGIENE
BUCAL
PRODUTOS DE HIGIENE
CORPORAL
PRODUTOS PARA
PROTEÇÃO SOLAR
TOTAL DE CONSUMO

*A coluna de Faturamento do Mês Anterior pode ser substituída pelo Faturamento da Média do
Trimestre Anterior, de acordo com a estratégia de cada empresa.

FONTE: Medley.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

NÚCLEO DE ENSINO A DISTÂNCIA - NEAD Página | 9


Professor: Patrick Vieira da Costa – patrickvieiradacosta@gmail.com
CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA PÓS-GRADUAÇÃO

APLICADA
DISCIPLINA: GESTÃO DE FARMÁCIAS E LEGISLAÇÃO
UNEC / EAD

BLESSA. R. Merchandising farma: a farmácia do futuro. 2. ed. São


Paulo: Cengage Learning, 2008.

MADIAMUNDOMARKETING. Drucker 100: 100 anos/100 lições. São Paulo, 2010.

MADIA, S. F. A. O grande livro do marketing. 1. ed. São Paulo: M. Books do


Brasil Ltda., 2007.

ZENONE, L.C; BUAIRIDE, R. A. M. Marketing da Comunicação. São


Paulo: Futura, 2003.

NÚCLEO DE ENSINO A DISTÂNCIA - NEAD Página | 10


Professor: Patrick Vieira da Costa – patrickvieiradacosta@gmail.com