Você está na página 1de 24

Antropologia

Social e Cultural

Coordenação do Curso:
Professora Luciane da Luz.
Supervisão de disciplina:
Professor Márcio
José Cubiak.
Encontro 02 – Unidade 01.
Fonte: https://goo.gl/LTZEr4
Fonte: https://goo.gl/pQE3Fm
Acesso em: 19/02/2018.

Olá! Este é o Encontro Presencial


da Unidade 01 de sua disciplina
de Antropologia Social e
Cultural.

Como estamos com a exploração


das Trilhas de Aprendizagem?

Lembre-se que na Educação à


Distância, o protagonismo é seu!

Fonte: https://goo.gl/Dh993q
Acesso em: 19/02/2018.
O que tratamos nesta Unidade 01?
• Objetivos:
– Conceituar antropologia, sua origem e métodos.
– Compreender o significado da antropologia social e cultural.

• Conteúdos encontrados da Unidade 01:


– Tópico 01: Conceitos Iniciais para Estudo da Antropologia.
– Tópico 02: O que é a Antropologia?
– Tópico 03: Metodologia da Antropologia.
Vídeo da Disciplina: Unidade 01

Clique aqui:
Tópico 1: Conceitos iniciais para o Estudo da
Antropologia.
• Começamos com o Tópico 1.
• Pelo que se entende do título, o campo da Antropologia possui
uma linguagem específica, sendo necessário conhecê-los.
• Todo campo da ciência procura afirmar sua autonomia, sua
especificidade em relação as outras Ciências.
• No caso, a Antropologia se propõe um objeto de estudo bastante
complexo: tudo que faz parte de uma sociedade e sua cultura.
• O que é fundamental compreender?
Tópico 01 – • Ela tem suas raízes no século XIX.
Antropologia • A Antropologia se ligava ao interesse e à
curiosidade dos seres humanos a respeito
Origens de sua diversidade.
Fonte: https://goo.gl/37tAWA
Acesso em: 19/02/2018
• Da mesma forma, sua origem está ligada as
grandes descobertas (América, século XV) e
ao domínio colonial dos europeus ao longo
do século XVIII (Colônias na Ásia e África,
principalmente).
• Ela tinha, simultaneamente, um caráter
romântico (conhecer os povos selvagens,
primitivos) e colonialista (conhecer para
melhor controlar).
• Num primeiro momento os
Fonte: https://goo.gl/qMVbV7
Acesso em: 19/02/2018.

grupos humanos estudados


foram aqueles nomeados como
primitivos, selvagens e que
formavam sociedades
tradicionais ou simples.
• Em seguida, incorporou os
grupos humanos camponeses,
agricultores, extrativistas.
• E mais recentemente, vem se
ocupando das sociedades
urbanas-industriais, isto é, as
Fonte: https://goo.gl/jXSJz5.
Acesso em 21/02/2018. nossas sociedades complexas.
Fonte: https://goo.gl/Q4hYxo
Acesso em: 19/02/2018.
• A Antropologia, ainda, ganhou um objeto especial: Antropologia
a cultura. A primeira definição de cultura formulada
do ponto de vista antropológico pertence a e Cultura
Edward Tylor, em seu livro Primitive Culture (1871):

– (...) tomado em seu amplo sentido etnográfico é este todo


complexo que inclui conhecimentos, crenças, arte, moral,
leis, costumes ou qualquer outra capacidade ou
hábitos adquiridos pelo homem como membro de uma
sociedade (1971, p.71).
• A partir de então, a Cultura tornou-se um dos temas
mais trabalhados pela Antropologia. Indicamos,
então, a centralidade da Cultura para esta Fonte: https://goo.gl/JcczPs
disciplina. Acesso em: 19/02/2018
• A reflexão antropológica contribuiu
Fonte: https://goo.gl/y1BqPs. Acesso em: 19/02/2018. para novas visões, como:
• O homem é o resultado do meio
cultural em que foi socializado.
• Os seus comportamentos não são
biologicamente determinados.
• Rompeu-se a ideia existente no final
do século XIX de que civilizados
eram os povos europeus e os norte-
americanos, e as outras populações
eram vistas como menos
evoluídas ou atrasadas.
• Não há hierarquia entre as culturas.
Fonte: https://goo.gl/tUjRjz. Acesso em: 19/02/2018.
• Dessa discussão sobre Cultura,
podemos indicar alguns
desdobramentos que também foram
resultados das reflexões dentro da
Antropologia:

• - o etnocentrismo;
• - a xenofobia;
Fonte: https://goo.gl/y4uG5a. Acesso em: 19/02/2018. • - a relativização cultural.
A XENOFOBIA.
o Etnocentrismo:
a diferença (social e cultural) é ameaçadora
Ela faz referência ao
porque supostamente fere a nossa própria
ódio, receio, hostilidade
identidade cultural. Ou a diferença é percebida de
e rejeição em relação
maneira pejorativa, atrasada, selvagem ou
aos estrangeiros. É uma
incivilizada. O outro é o oposto negativo, a ser
ideologia que consiste
evitado.
na rejeição das
uma espécie de preconceito encontrado tanto em
identidades culturais
pessoas, grupos ou sociedades.
que são diferentes da
própria. (DE LA GARZA,
2011, p.86).

Fonte: https://goo.gl/22Ly2X. Acesso em: 20/02/2018.

Fonte: https://goo.gl/hd1bWM. Acesso em:


Relativismo
Cultural
Por fim, como pensar e
situar o relativismo cultural?

Vem de relativizar.

Cada grupo é pensado a


partir dos critérios da cultura
do grupo, não, de quem
olha.

Fonte: https://goo.gl/rJeFVL. Acesso em 20/02/2018.


Tópico 02
• Este tópico procura esclarecer o que é a
Antropologia, sua história e divisões.
• A Ciência Antropologia se divide em
Antropologia Física-Biológica e Social e
Cultural.
• Tratamos desta última, que se volta ao estudo Fonte: https://goo.gl/y5fwQM. Acesso
em 21/02/2018.

das culturas humanas em sua diversidade


total, seja histórica, geográfica, econômica,
religiosa, política, cultural, linguística ou social
(LAPLANTINE, 2000).
A ANTROPOLOGIA:
É Uma Ciência voltada à humanidade e
as suas culturas.
definições
Ela é composta por um conjunto de
teorias e diferentes métodos e técnicas
de pesquisa.

Volta-se a explicar, compreender e


interpretar as mais diversas práticas
sociais e culturais encontradas na
humanidade, de ontem ou de hoje.
Fonte: https://goo.gl/wzFzvA. Acesso em 21/02/2018.
A ANTROPOLOGIA Convive com uma tensão entre a
herança clássica da Antropologia e a
produção contemporânea:

diálogo, crítica = avanço nas teorias e


métodos da Antropologia.

Ela não se basta sozinha; a antropologia


está em constante interação e
colaboração com outras Ciências, sejam
Fonte: https://goo.gl/ipc951. Acesso em
as Sociais ou as Naturais
21/02/2018.
Tópico 03
• Esta unidade se volta a pensar o
trabalho da Antropologia, seus
métodos e recursos para a
investigação.
• O que é um método?
(...) um conjunto de regras
úteis para investigação, é um
procedimento cuidadosamente
elaborado, visando provocar respostas
na natureza e na sociedade, e Fonte: https://goo.gl/AePEuk. Acesso em 20/02/2018.

descobrir, consequentemente, sua


lógica e leis (CALDERÓN, 1971).
O trabalho da pessoa que trabalha com Antropologia
aponta para a importância do trabalho de campo.

Familiarização do pesquisador ao mundo pesquisado.


Ao deslocamento do pesquisador que se dedica a viver
ou observar sistemática o mundo dos grupos
estudados.

Tornar-se um nativo. Distanciar-se do mundo do


antropólogo. Pensar o grupo estudado a partir dos
sentidos e da cultura de seus membros.

Segundo o professor Roberto Cardoso de Oliveira, o


trabalho antropológico se resume a fórmula: "olhar, ver,
Fonte: https://goo.gl/EpgESK. Acesso em 20/02/2018.
escrever".
Fonte: https://goo.gl/KqHbpi. Acesso em: 20/02/2018.

A Observação participante.
É quando o antropólogo realiza uma
incursão ao campo de pesquisa,
mesmo que seja em outro país, cidade
ou bairro, “deslocando-se” em todos os
sentidos para desenvolver o trabalho
etnográfico.
O TRABALHO É estar em campo. Junto ao
ANTROPOLÓGICO: grupo pesquisado. Conviver. Formar
laços. Diálogo, troca.
OUVIR
Fonte: https://goo.gl/VQjQmM. Acesso em: Transformar o informante em
20/02/2018. Fonte:
interlocutor. Ouvir como igual. https://goo.gl/hLoCQ3.
Acesso em: 20/02/2018.
O pesquisador precisa ter a
habilidade de ouvir o nativo e por ele
ser ouvido. Momento de pesquisador
e informante trocarem ideias e
informações entre si.
Registrar todas as conversas,
informações recebidas, fatos
assistidos, etc.
O TRABALHO ANTROPOLÓGICO:
ESCREVER.

Pensar-Escrever. Reflexão Antropológica.


O Olhar e o Ouvir seriam parte da primeira
etapa, enquanto o Escrever seria parte
Fonte: https://goo.gl/Wy4HQF. Acesso
inerente da segunda. A configuração final em: 20/02/2018.

do trabalho.
Pode ser um artigo, um TCC, uma dissertação,
uma tese, um relatório oficial, um filme, uma
fotografia, etc.
Escrever e divulgar a produção: estar entre os
pares, no seio da comunidade profissional, é
de extrema importância.
Fonte: https://goo.gl/muW8D4. Acesso: 22/02/2018.

• As autoatividades da Unidade 01
são encontradas na Trilha de
Aprendizagem.
• Discuta com as suas respostas
com a turma, comparando-as
com os gabaritos. Fonte: https://goo.gl/h2A1RE. Acesso: 22/02/2018
Lembretes!
• Explore os recursos disponibilizados na sua Trilha de
Aprendizagem.
• Interaja no Fórum e na Enquete.
• Realize as autoatividades e prepare-se para as avalições.
• Lembramos que no caso de dúvidas sobre o conteúdo, entre em
contato com o tutor ou com o supervisor da disciplina através dos
canais do AVA. Você também pode entrar em contato por
telefone, através do 0800 642 5000.
• BONS ESTUDOS!
Referências Bibliográficas
• CALDERÓN, Alor A. Antropologia social. México: Oasis,1971. Apêndice.
• DE LA GARZA, Cecília. Xenofobia. Revista Laboreal, pp. 86-89,
2011.Disponível em: http://laboreal.up.pt/files/articles/86_89e.pdf. Acesso em:
22/02/2018.
• LAPLANTINE, François. Aprender antropologia. São Paulo: Brasiliense, 2000.
• OLIVEIRA, Roberto Cardoso de. O trabalho do Antropólogo: olhar, ouvir,
escrever. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 39, n. 1, p. 13-37, june 1996.
ISSN 1678-9857. Disponível em:
<http://www.revistas.usp.br/ra/article/view/111579>. Acesso em: 22 feb. 2018.
doi:http://dx.doi.org/10.11606/2179-0892.ra.1996.111579.