Você está na página 1de 7

2012

Só abra este caderno após ler todas as instruções e quando for autorizado pelos fiscais da sala.

Preencha os dados pessoais.


Autorizado o início da prova, verifique se este caderno contém 50 (cinquenta) questões.
Se não estiver completo, exija outro do fiscal da sala.

Todas as questões desta prova são de múltipla escolha, apresentando como resposta uma alternativa
correta.
Ao receber a folha de respostas, confira o nome da prova, seu nome e número de inscrição.
Qualquer irregularidade observada, comunique imediatamente ao fiscal.
Assinale a resposta de cada questão no corpo da prova e só depois transfira os resultados para a folha
de respostas.
Para marcar a folha de respostas, utilize apenas caneta esferográfica preta e faça as marcas de acordo
com o modelo ( ).
A marcação da folha de respostas é definitiva, não admitindo rasuras.
Só marque uma resposta para cada questão.

Não risque, não amasse, não dobre e não suje a folha de respostas, pois isso poderá prejudicá-lo.

Se a Comissão verificar que a resposta de uma questão é dúbia ou inexistente, a questão será
posteriormente anulada e os pontos a ela correspondentes, distribuídos entre as demais.

Não será permitido o uso de telefones celulares, bips, pagers, palm tops ou aparelhos semelhantes de
comunicação e agendas eletrônicas, pelos candidatos, durante a realização das provas.
Duração desta prova: 4 horas
Nome

Identidade Órgão Exp.:

Assinatura

COMISSÃO DE PROCESSOS
SELETIVOS E TREINAMENTOS
Fone: (81) 3412-0800
Fax: (81) 3412-0808
D) no poder presidencial, que ora defende ora
LÍNGUA PORTUGUESA condena a discriminação racial.
TEXTO 1 E) na acirrada luta que se travou no Brasil para
que o racismo fosse considerado crime.

Racismo, não.
02. O Texto 1 provê a informação de que:
Celebramos há pouco (21 de março) o Dia Internacional
para Eliminação da Discriminação Racial. A data foi A) o forte repúdio ao massacre ocorrido em
instituída pela ONU, para expressar a repulsa universal ao Johanesburgo em 21 de março de 1960
massacre ocorrido em Johanesburgo, na África do Sul, em resultou na promulgação da Lei n° 9.459, no
21 de março de 1960. Vinte mil negros protestavam Brasil.
pacificamente contra a lei do passe, que restringia os locais B) embora a Constituição brasileira repudie atos
onde podiam circular. O Exército atirou contra a multidão, explícitos de racismo, estimula-se aqui o
matando sessenta e nove pessoas e ferindo cento e oitenta racismo camuflado, que continua a vigorar no
e seis. país.
C) atos discriminatórios motivados pela raça não
No Brasil, o racismo foi rechaçado de forma
se configuram apenas como uma ofensa
intransigente. Nossa Constituição repudia essa prática
pessoal, mas têm uma repercussão social mais
abjeta. Também não se tolera o racismo camuflado, aquele
ampla.
que existe na prática mas tem vergonha de apresentar-se
D) nossa Carta Magna não apenas definiu os
com este nome. A discriminação racial não humilha
crimes de racismo em suas diversas
apenas aqueles que são discriminados. Todos somos
modalidades, mas também determinou as
vilipendiados, não importando nossa raça, quando alguém
penas para eles.
sofre discriminação.
E) o ensino de história da África e da população
Votada pelo Congresso, foi promulgada pelo Presidente negra no Brasil passou a ser opcional nas
da República, em 13 de maio de 1997, a Lei n° 9.459. escolas, a partir do Estatuto da Igualdade
Definiu os “crimes de racismo” e estabeleceu penas para os Racial.
mesmos. Não bastava que a Constituição tivesse
condenado o racismo, embora isso fosse importante. Para
que houvesse processo e punição contra os autores de
03. Vai de encontro às ideias do Texto 1 a seguinte
informação:
crimes de racismo, era preciso uma lei que definisse tais
crimes, em suas diversas modalidades, e que A) foi geral a reação contrária à decisão do
estabelecesse a respectiva pena para cada crime definido. Exército sul-africano de atirar contra
Assim, por exemplo, injuriar alguém recorrendo a elementos manifestantes negros que protestavam de
referentes à raça, cor, etnia ou origem passou a ser crime forma pacífica contra a lei que restringia os
mais grave que a injúria comum. locais onde eles podiam circular.
Outro avanço significativo foi a sanção e promulgação, B) a partir da promulgação da Lei n° 9.459, o ato
pelo Presidente da República, do Estatuto da Igualdade de ofender alguém valendo-se de suas
Racial, em 20 de julho de 2010. O Estatuto prevê a criação características raciais ou étnicas passou a ser
de programas e medidas específicas para reduzir a um crime de maior gravidade que a ofensa
desigualdade racial no país. Obriga as escolas a inserirem comum.
no currículo o ensino da história da África e da população C) com a sanção e promulgação do Estatuto da
negra no Brasil. O Estatuto definiu como crime a conduta de Igualdade Racial, o Governo pretendeu
dificultar, por preconceito, a promoção funcional de pessoas incentivar a criação de programas e medidas
negras no setor público ou privado. Para esse crime foi específicas para reduzir a desigualdade racial
cominada pena de até cinco anos de reclusão. no país.
D) a partir do Estatuto da Igualdade Racial, corre o
Dois presidentes da República, de dois partidos
risco de enfrentar uma pena de até cinco anos
competidores, promulgaram, num lapso de 13 anos (1997 e
de reclusão a pessoa que, por preconceito,
2010), duas leis que se completam e guardam absoluta
dificultar a promoção funcional de negros no
sintonia. Certos princípios suplantam os autores políticos
setor público ou privado.
que se encontravam em cena quando o princípio foi
E) a ferrenha disputa existente entre dois
consagrado. O eventual titular do Poder passa porque o
presidentes da República, de dois partidos
Poder é, por natureza, passageiro. O princípio, a ideia, a
competidores, se revela nas contradições que
causa permanecem porque a História se constrói através de
há entre a Lei n° 9.459 e o Estatuto da
gerações.
João Baptista Herkenhoff. Diário de Pernambuco,
Igualdade Racial.
01/04/2012, p.B15. Adaptado.

01. Um tema pode ser abordado a partir de diversas


perspectivas. No caso do Texto 1, o racismo é
abordado com foco:
A) nos documentos legalmente instituídos que
amparam medidas antirracistas.
B) nas celebrações contra o racismo, atualmente
bastante disseminadas pelo mundo.
C) nas políticas públicas que,
surpreendentemente, ainda apoiam atitudes
racistas.
04. “No Brasil, o racismo foi rechaçado de forma 07. “Para que houvesse processo e punição contra os
intransigente.”. O sentido global desse enunciado está autores de crimes de racismo, era preciso uma lei que
preservado em: definisse tais crimes”. O segmento destacado desse
trecho foi reformulado, de acordo com as proposições
A) No Brasil, o racismo foi camuflado após muita a seguir.
luta.
B) No Brasil, o racismo foi repelido sem nenhuma 1) era preciso uma lei pela qual tais crimes fossem
tolerância. regulados.
C) No Brasil, o racismo foi fomentado de maneira 2) era preciso uma lei com a qual tais crimes
vergonhosa. estivessem sujeitos.
D) No Brasil, o racismo foi considerado crime por 3) era preciso uma lei em que tais crimes
força de lei. estivessem vinculados.
E) No Brasil, o racismo foi superado de forma 4) era preciso uma lei à qual tais crimes estivessem
definitiva. atrelados.

05. No que concerne a algumas relações semânticas As normas da regência estão respeitadas em:
presentes no Texto 1, analise as proposições a seguir. A) 1, 2, 3 e 4.
1) No trecho: “A data foi instituída pela ONU, para B) 2, 3 e 4, apenas.
expressar a repulsa universal ao massacre C) 2, apenas.
ocorrido em Johanesburgo, na África do Sul, em D) 1 e 3, apenas.
21 de março de 1960.”, evidencia-se uma relação E) 1 e 4, apenas.
de finalidade.
2) No trecho: “Não bastava que a Constituição 08. Assinale a alternativa na qual todas as formas verbais
tivesse condenado o racismo, embora isso fosse estão corretamente empregadas.
importante”, o segmento final estabelece uma
relação concessiva com o anterior. A) Denuncie, sempre que você ver atos
3) No trecho: “Para que houvesse processo e discriminatórios criminosos.
punição contra os autores de crimes de racismo, B) O direito à igualdade entre as raças só foi
era preciso uma lei que definisse tais crimes, em conquistado quando a lei interveio.
suas diversas modalidades”, o primeiro segmento C) Antigamente, era impensável que um negro
é a condição do que se afirma em seguida. deposse contra um branco.
4) O trecho: “O princípio, a ideia, a causa D) Líderes visionários preveram a igualdade de
permanecem porque a História se constrói direitos entre negros e brancos.
através de gerações.”, traz uma relação de E) A verdade é que os negros nunca se manteram
causalidade. submissos aos brancos.

Estão corretas: 09. Analise o uso dos sinais de pontuação, nos pares de
enunciados apresentados a seguir.
A) 2, 3 e 4, apenas.
1) - Celebramos há pouco o Dia Internacional para
B) 1, 2 e 3, apenas.
Eliminação da Discriminação Racial.
C) 1, 3 e 4, apenas.
- Celebramos, há pouco, o Dia Internacional para
D) 1, 2 e 4, apenas.
Eliminação da Discriminação Racial.
E) 1, 2, 3 e 4.
2) - Também não se tolera o racismo camuflado,
aquele que existe na prática mas tem vergonha
06. Tendo em mente as regras da concordância (verbal e de apresentar-se com este nome.
nominal), analise os enunciados a seguir. - Também não se tolera o racismo camuflado,
1) A existência de crimes que envolvem diferenças aquele que existe na prática, mas tem vergonha
raciais são intoleráveis em um país civilizado. de apresentar-se com este nome.
2) Precisam ser combatidos com rigor os crimes 3) - Certos princípios suplantam os autores políticos
cujo fundamento são as questões raciais. que se encontravam em cena quando o princípio
3) A maior parte dos brasileiros desconhece que foi consagrado.
existem tantos crimes raciais. - Certos princípios suplantam os autores políticos,
4) No futuro, certamente haverão novos meios de que se encontravam em cena quando o princípio
combater os crimes raciais. foi consagrado.
4) - O princípio, a ideia, a causa permanecem
Estão de acordo com as recomendações gramaticais porque a História se constrói através de
os enunciados: gerações.
- O princípio, a ideia, a causa permanecem,
A) 2 e 3, apenas. porque a História se constrói através de
B) 1 e 4, apenas. gerações.
C) 1 e 3, apenas.
D) 2, 3 e 4, apenas. A alteração da pontuação modificou o sentido global
E) 1, 2, 3 e 4. dos enunciados na(s) proposição(ões):
A) 1, 2, 3 e 4.
B) 1 e 4, apenas.
C) 3, apenas.
D) 2 e 4, apenas.
E) 1, 2 e 3, apenas.
TEXTO 2
Conhecimentos Específicos

11. A Convenção 155, da OIT, sobre SSTMA, de


22.6.1981, foi Promulgada pelo Brasil através do
Decreto:
A) 1.254, de 29.9.1994.
B) 2.657, de 3.7.1998.
C) 1.253, de 27.9.1994.
D) 3.251, de 17.11.1999.
E) 3.597, de 12.9.2000.

12. O que dispõe a Lei 6514, de 22.12.1977?


A) Alteração do Capítulo V, Título II, da CLT, relativo
a SMT
B) Trabalho Rural
C) Engenharia de Segurança do Trabalho
D) SESMT
(Imagem disponível em:
E) Normas Regulamentadoras
www.racismoadrianaisabella.blogspot.com.
Acesso em 15/03/2012.)
13. Assinale abaixo dois aspectos em que o Serviço
Médico de uma empresa pode contribuir com o
10. Objetivando transmitir sua mensagem-denúncia, o Sistema de Gestão Ambiental – SGA, segundo a NBR
autor do Texto 2 estabelece uma relação entre: ISO 14.001, com o objetivo do desenvolvimento
sustentável da política ambiental da mesma.
A) as raças e os coeficientes de inteligência, em
nosso país. A) Exames médicos periódicos e conscientização.
B) as raças e os níveis de desnutrição infantil, no B) Exames médicos periódicos e comunicação.
Brasil. C) Conscientização e comunicação.
C) as raças e a garantia da assistência à saúde, D) Política ambiental e exames médicos periódicos.
ao longo da vida. E) Gestão de resíduos do ambulatório médico e
D) as raças e a possibilidade de sucesso em controle da potabilidade da água.
várias áreas.
E) as raças, a garantia à saúde e a expectativa de 14. O que estabelece o Anexo IV do Decreto 3048/99?
vida.
A) Processos de trabalho que estabelecem
comprometimento muscular ou neurológico do
trabalhador.
B) Relação das situações que dão direito ao auxílio-
acidente.
C) Classificação de agentes ambientais nocivos ao
trabalhador.
D) Graus de risco das atividades.
E) Os agentes patogênicos causadores de doenças
profissionais ou do trabalho.

15. Assinale abaixo a alternativa correta, adotando


critérios legais do INSS, para concessão de
Aposentadoria Especial.
A) O trabalho penoso é aceito para enquadramento
da Aposentadoria Especial.
B) Horas extras em excesso podem ser aceitas para
enquadramento de condições especiais de
trabalho pela Previdência.
C) Condições ergonômicas agressivas não ensejam
Aposentadoria Especial.
D) Trabalho em turnos é aceito para enquadramento
de condições especiais de trabalho pela
Previdência.
E) O pagamento de adicional de periculosidade
implica em enquadramento para Aposentadoria
Especial.
16. O Anexo III do Decreto 3048/99, da Legislação 22. O que estabelece o PCMAT?
Previdenciária, regulamenta as situações em que é
concedido auxílio acidente, com indenização àqueles A) SST em Atividades Rurais.
trabalhadores cujas sequelas impliquem em redução B) SST em Hospitais.
da capacidade laborativa. Qual das alternativas C) Condições e Meio Ambiente de Trabalho na
abaixo, não se enquadra no critério de concessão Indústria da Construção.
exigido pela Legislação Previdenciária? D) Segurança do Trabalho na Construção Civil.
E) Segurança do Trabalho em Atividades
A) Redução dos movimentos da mandíbula. Aquaviárias.
B) Perda da palavra em grau médio ou máximo.
C) Acuidade visual, após correção igual ou inferior a 23. São caracterizadas como doença do trabalho:
0.2 no olho acidentado.
D) Encurtamento do membro inferior, acima de 4 cm. A) doenças endêmicas.
E) Perda da falange distal do segundo pododáctilo. B) as inerentes a grupo etário.
C) as doenças degenerativas.
17. Quais as variáveis consideradas no cálculo do Fator D) as que produzam incapacidade para o trabalho.
Acidentário Previdenciário (FAP)? E) doenças adquiridas ou desencadeadas por
condições especiais em que o trabalho é
A) Frequência, gravidade e custo. realizado e com ele se relacione diretamente.
B) Frequência, gravidade e prevalência.
C) Gravidade, incidência e custo. 24. De acordo com o que estabelece a Portaria 1851, de
D) Prevalência, gravidade e custo. 9/8/2006, do Ministério da Saúde, é a Empresa
E) Prevalência, incidência e gravidade. obrigada a comunicar ao SUS, nomes e referência dos
seus trabalhadores expostos a:
18. O Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do
Servidor Público Federal (SIASS), foi instituído pelo A) cádmio.
Decreto 6833 de: B) asbesto / amianto.
C) poeira de bagaço de cana.
A) 5 de março de 1988. D) inseticidas organoclorados e organofosforados.
B) 29 de julho de 2001. E) berilo.
C) 13 de março de 2007.
D) 29 de abril de 2009. 25. O que estabelece a Norma Regulamentadora nº 33, do
E) 1 de julho de 1988. MTE?

19. Para o estabelecimento do nexo causal de uma A) Líquidos Combustíveis e Inflamáveis.


patologia ocupacional, deve o Médico do Trabalho, B) Atividades e Operações Perigosas.
além do exame clínico e exames complementares, C) Trabalho Portuário.
considerar o que estabelece a Resolução: D) Trabalho em Espaços Confinados.
E) Trabalho Aquaviário.
A) 1246/1988, do CFM.
B) 1605/2000, do CRM. 26. O nível de ruído aceitável para atividades que exigem
C) 1488/1998, do CFM. atenção constante e maior solicitação intelectual, de
D) 1638/2002, do CFM. acordo com o que estabelece a NR-17, do MTE, é de:
E) 1244/1987, do CRM.
A) 70 dB(A)
20. Que Resolução do Conselho Federal de Medicina B) 85 dB(A)
(CFM), aprovou o Código de Ética Médica? C) 65 dB(A)
D) 80 dB(A)
A) 1246/1988 E) 75 dB(A)
B) 1488/1998
C) 1605/2000 27. Em que faixas de frequência as perdas auditivas
D) 1638/2002 ocupacionais são inicialmente registradas no
E) 3120/1998 Audiograma de trabalhadores expostos a ruído acima
dos LTs, sem o uso de proteção auditiva?
21. Qual dispositivo legal do Ministério do Trabalho e
Emprego (MTE) estabelece os Limites de Tolerância A) 250 a 500 Hz.
(LT) à exposição a Agentes Ambientais? B) Em todas as faixas de frequências.
C) Acima de 6.000 Hz.
A) NR 1 D) 1.500 a 2.000 Hz.
B) NR 24 E) 3.000 a 6.000 Hz, principalmente em 4.000 Hz.
C) NR 9
D) NR 7 28. Com referência à avaliação de riscos ergonômicos,
E) NR 15 qual dos métodos abaixo elencados não é utilizado
para tal fim?
A) OWAS.
B) Quebeq.
C) REBA.
D) RULA.
E) Moore and Garg.
29. Qual das doenças ocupacionais abaixo mencionadas 35. Assinale, nas alternativas abaixo, a mais indicada para
predispõe à tuberculose pulmonar em grau elevado? o diagnóstico conclusivo das Pneumoconioses.
A) Bagaçose. A) Raio X do Tórax.
B) Talcose. B) Biópsia pulmonar.
C) Siderose. C) Cintilografia.
D) Silicose. D) Espirometria.
E) Saturnismo. E) Broncoscopia.

30. Em que tipo de processo produtivo é a perfuração do 36. De acordo com o que estabelece o Quadro II, da NR-7,
septo nasal do trabalhador consequência da exposição do MTE, quais exames complementares devem ser
ocupacional, sem uso de proteção coletiva e solicitados pelo Médico do Trabalho, nas avaliações
individual? periódicas de saúde, visando monitorização biológica
de trabalhadores expostos a pressões anormais
A) Construção civil. (condições hiperbáricas)?
B) Transporte aeroviário.
C) Cromação. A) Audiometria.
D) Indústria Têxtil. B) Radiografia das articulações coxo-femurais e
E) Vulcanização. escápulo-umerais.
C) Cálcio no sangue.
31. Baseado em evidências científicas, que procedimento D) Espirometria e hemograma completo.
nos leva a rastrear precocemente problemas de E) Telerradiografia do tórax.
trabalhadores com a ingestão de bebidas alcoólicas?
37. O Exame Médico Demissional, de acordo com o que
A) Uso consentido de “bafômetro” durante a jornada estabelece a NR-7, do MTE, deve ser realizado até a
de trabalho. data da homologação:
B) Dosagem de álcool etílico na urina antes da
jornada de trabalho. A) em todos os casos.
C) Pesquisa de granulações tóxicas em neutrófilos. B) apenas para trabalhadores em atividades
D) Aplicação de questionários validados insalubres.
internacionalmente (por exemplo, CAGE). C) desde que o último exame periódico tenha sido
E) Dosagem de fosfatase alcalina e gama glutamil- realizado há mais de 90 dias para empresa de
transferase no sangue. risco III e IV.
D) desde que o último exame periódico tenha sido
32. De acordo com a classificação de carcinogenicidade, é realizado há mais de 180 dias para empresa de
o cloreto de vinila considerado: risco I e II.
E) apenas para trabalhadores em atividades
A) A4 – Não classificável com Carcinogênico Humano. periculosas.
B) A5 – Não Suspeito como Carcinogênico Humano.
C) A2 – Carcinogênico Humano Suspeito. 38. Câncer de pele, mesotelioma de pleura, câncer de
D) A3 – Carcinogênico Humano Confirmado com fígado, asfixia e narcose, em trabalhadores, estão
Relevância Desconhecida para Seres Humanos. relacionados respectivamente a riscos gerados de
E) A1 – Carcinogênico Humano Confirmado. exposições ocupacionais a:

33. Qual doença ocupacional pode atingir o trabalhador A) radiação ultravioleta, amianto, cloreto de vinila,
exposto, continuamente, à poeira de algodão, sem monóxido de carbono e hexano.
uso de EPIs e sem proteção coletiva em seu ambiente B) solda elétrica, amianto, tetracloreto de carbono,
de trabalho? aerodispersoides e benzeno.
C) radiação solar, asbesto, benzeno, cianeto e
A) Bissinose. tricloroetileno.
B) Pneumonite. D) operações de soldagem, isolador, mecânico,
C) Fibrose intersticial. químico e jornalista.
D) Silicose. E) forneiro de siderurgia, isolador, empacotador
E) Berilose. utilizando filme de PVC, tintureiro e soldador.

34. O corte e o polimento de pedras constituem nas 39. O que significa o TLV-STEL (Threshold Value, Short
marmorarias, as operações de maior risco à saúde dos Term Exposure Level da ACGIH)?
trabalhadores expostos, levando em conta a inalação de
poeira contendo sílica livre respirável em alta A) É a concentração que nunca deve ser atingida
concentração. Indique abaixo qual deve ser a sugestão por ser perigosa à saúde e à vida.
menos indicada, para a prevenção da silicose entre os B) É a concentração mínima de exposição durante a
expostos. jornada de trabalho.
C) Refere-se a exposições de 8 horas por dia, 40
A) Umidificação do processo. horas por semana.
B) Instalação de ventilação exaustora. D) É a exposição que pode ser excedida durante a
C) Uso de Equipamentos de Proteção Individual – jornada de trabalho.
EPIs. E) É a concentração que pode ser atingida até 4
D) Enclausuramento do processo. vezes, durante a jornada de trabalho, obedecida
E) Isolamento das atividades que geram poeiras e a duração máxima de 15 minutos de cada vez e
redução do número de expostos. com intervalos de uma hora.
40. O quadro clínico ocupacional do saturnismo é 45. Um processo produtivo de uma indústria química
caracterizado por: expõe os trabalhadores a um thinner, em cuja
composição registramos 30% de Tolueno, 33% de
A) encefalopatia, anemia, dispneia. Xileno, 33% de Estireno e 4% de impurezas. O Quadro
B) neuropatia, arterioesclerose, anemia. I, da NR 7, do MTE, estabelece, para o controle
C) ataxia, irritação conjuntival, dispneia. biológico de exposição aos agentes mencionados, a
D) anemia, neuropatia, cólicas abdominais. determinação periódica dos ácidos:
E) hiperglobulia, dispneia e hipoacusia.
A) delta-aminolevulínico, hipúrico e acético.
41. Usados como fungicidas na agricultura, os compostos B) metil hipúrico, vanil mandélico e oxálico.
mercuriais orgânicos, por ação cumulativa, depositam- C) úrico, hipúrico e metil hipúrico.
se no(a): D) hipúrico, metil hipúrico e mandélico.
E) glioxílico, carboxílico e oxálico.
A) pele, no cérebro e na tireoide.
B) rim, no intestino e no pâncreas. 46. Os principais agentes biológicos produtores de
C) cérebro, no pâncreas e na tireoide. onicopatias, presentes na área ocupacional, são:
D) fígado, no pâncreas e nos pulmões.
E) fígado, no rim e no cérebro. A) leveduras, poeiras, frio e umidade.
B) fungos, leveduras, bactérias e vírus.
42. Em ambientes de trabalho com altas temperaturas, C) atrito, solventes, fungos e frio.
desenvolvendo o trabalhador atividades contínuas, D) umidade, álcalis, solventes e bactérias.
sem pausas, é correto afirmar que: E) vírus, leveduras, resinas e vibrações.

A) os portadores de quadros psicóticos, mesmo 47. O que são “Radiofármacos”, mencionados na NR 32,
compensados, serão inaptos para o trabalho, pois do MTE – aprovada pela Portaria nº 485, de 11 de
o calor pode precipitar crises de novembro de 2005?
descompensação.
B) o tipo de atividade não interfere no conforto A) Partículas protéicas infecciosas.
térmico do trabalhador aclimatizado. B) Microorganismos.
C) os obesos, acima de 45 anos, mesmo que bem C) Partícula ou radiação eletromagnética.
aclimatizados, não devem trabalhar expostos ao D) Isótopo instável de um elemento.
calor. E) Substância radioativa.
D) a catarata dos forneiros é devida à radiação
ultravioleta, que incide indiretamente sobre o 48. A exposição do trabalhador a níveis de pressão sonora
cristalino dos trabalhadores que não utilizam superior aos Limites de Tolerância para ruído contínuo
óculos de proteção adequados. ou intermitente, estabelecidos no Anexo 1, da NR 15,
E) os indivíduos magros não suportam bem o calor, sem uso de proteção auditiva, com CA do MTE, atinge:
pois têm pouco panículo adiposo protetor.
A) todo o ouvido interno.
43. A amônia (NH3), dentre outros efeitos, quando B) apenas o tímpano.
absorvida por inalação, ocasiona nos trabalhadores C) a Trompa de Eustáquio.
expostos: D) o órgão de Corti do ouvido interno.
E) o ouvido médio.
A) cefaleia, convulsões e cianose.
B) edema pulmonar, espasmo de glote, inibição dos 49. A Espirometria é indicada, em Medicina do Trabalho,
reflexos respiratórios. como exame complementar, para o diagnóstico de
C) espasmo de glote, distúrbios visuais, dores agravos à saúde de trabalhadores expostos a:
articulares.
D) edema pulmonar, anestesia de extremidades, dor A) hidrocarbonetos.
no peito. B) ruído.
E) espasmo de glote, sonolência, confusão mental. C) radiações ionizantes.
D) agentes ergonômicos.
44. De acordo com os Fatores de Risco presentes em E) aerodispersoides fribrogênicos.
Ambientes de Trabalho, são:
50. Que patologia ocupacional pode adquirir um
A) agentes físicos: vibrações, gases asfixiantes, trabalhador da área de mistura de argamassa de uma
barulho e ultra-som. indústria, sem o uso de proteção adequada – individual
B) asfixiantes simples: oxigênio, gás carbônico, ou coletiva?
cianeto e monóxido de carbono.
C) agentes ergonômicos: má postura, movimentos A) Bissinose.
repetitivos, excesso de ruído, vírus. B) Silicose.
D) agentes biológicos: vírus, bactérias, fungos. C) Asbestose.
E) agentes químicos: gases, neblinas, Raio-X, D) Talcose.
poeira de amianto, raios ultravioleta. E) Antracose.