Você está na página 1de 16

• A dislexia é uma perturbação da aprendizagem da leitura

apesar de uma inteligência normal e ausência de perturbações


sensoriais ou neurológicas.

• Essa perturbação ou dificuldade na aprendizagem afeta


diretamente a leitura e a escrita.

• Dislexia = Dis (dificuldade; separação) + lexia (lexico; palavra) =


Dificuldade com as palavras.
• A Dislexia é uma perturbação da aprendizagem que tanto pode
ocorrer com as palavras como com os números.

• Essa perturbação da aprendizagem existe mesmo na presença


de uma educação correta e apropriada (não tem a ver com
professores ou métodos de ensino).

• Esta é uma dificuldade que precisa de ser identificada cedo


para que possa ser corrigida e eliminada.
• Dificuldade na linguagem escrita e por vezes oral;
• Dificuldades na leitura e compreensão;
• Problemas de atenção;
• Problemas de lateralidade (confundem a esquerda com a
direita);
• “Não vê” o que tem a sua volta;
• Mau nas atividades que requerem destreza manual;
• Escrita irregular e pode escrever em espelho;
• Troca letras por sons idênticos;
• Na leitura salta palavras ou linhas.
• Devem colocar o aluno mais próximo para que possa ser
vigiado;
• Eliminar possíveis focos de distracção (janelas e portas);
• Ensinar o aluno a organizar os cadernos de estudo;
• Dar mais tempo durante as provas ;
• Ler as provas ao aluno.
• A dislexia atingir igualmente pessoas das raças branca,
negra ou amarela, ricas e pobres, famosas ou anônimas,
pessoas inteligentes ou aquelas mais limitadas.
• A dislexia tem sido relacionada a fatores, mesmo que os
familiares não apresentem dislexia.

• A dislexia, em nível cognitivo- linguístico, reflete um déficit no


componente específico da linguagem implicado no
processamento dos sons da fala.

• Uma criança que tenha um genitor disléxico apresenta um risco


importante de apresentar dislexia, sendo que 23 a 65 % delas
apresenta o distúrbio.
• Pesquisadores dizem que um teste genético para a dislexia
pode estar disponível dentro de um ano. Crianças de famílias
que têm história de dislexia poderão ser testadas.
Sinais indicadores de dislexia:
• A dificuldade de ler, escrever e soletrar mostra-se por
dificuldades diferentes em cada faixa etária e acadêmica.
• Aquisição tardia da fala;
• Pronunciação constantemente errada de algumas sílabas;
• Crescimento lento do vocabulário;
• Problemas em seguir rotinas;
• Dificuldade em aprender cores, números e copiar o seu próprio
nome;
• Falta de habilidade para tarefas motoras (apetar o sapato, ...);
• Não conseguir narrar uma história conhecida na sequência
correta;
• Não memorizar nomes ou símbolos;
• Dificuldade de pegar uma bola.
• Aprender o alfabeto;
• Preensão do lápis;
• Motricidade fina;
• Separar e sequenciar sons (ex: p – a – t – o );
• Habilidades auditivas – rimas;
• Discriminar sons semelhantes: t /d; - g / j; - p / b.;
• Diferenciação de letras com orientação espacial: d /b ;- d / p;
- n /u; - m / u
• Orientação temporal (ontem – hoje – amanhã, dias da
semana, meses do ano);
• Orientação espacial (lateralidade difusa, confunde a direita e
esquerda, embaixo, em cima) execução da letra cursiva.
• Atraso na aquisição das competências da leitura e escrita;
• Supressão de letras: cavalo /caalo;-. biblioteca/bioteca; -
bolacha / boacha;
• Repetição de sílabas: pássaro / passassaro; camada /
camamada;
• Fragmentação incorreta: o menino joga bola - omeninojo gabola
• Organizar e conseguir terminar as tarefas dentro do tempo;
• Copiar do quadro.
• Podem ter dificuldade em aprender outros idiomas;
• Leitura vagarosa e com muitos erros;
• Permanência da dificuldade em soletrar palavras mais
complexas;
• Dificuldade em planejar e fazer redações;
• Dificuldade para reproduzir histórias;
• Dificuldade nas habilidades de memória;
• Dificuldade de entender conceitos abstratos;
• Dificuldade de prestar atenção em detalhes ou, ao contrário,
atenção demasiada a pequenos detalhes.
• Letra cursiva;
• Organização;
• Horários (adiantam-se, chegam tarde ou esquecem);
• Falta do hábito de leitura;
• Normalmente tem talentos especiais (engenheiros, arquitetos,
artistas).
• A equipe multidisciplinar, incluindo Psicólogo, Fonoaudiólogo
e Psicopedagogo Clínico inicia investigação detalhada e
verifica a necessidade do parecer de outros profissionais,
como Neurologista, Oftalmologista e outros, conforme o caso.
• Testes auditivos e de visão podem ser os primeiros a serem
solicitados.

• Entre as avaliações mais solicitadas encontram-se testes:


• Cognitivos;
• Inteligência;
• Memória auditiva e visual;
• Discriminação auditiva e visual;
• Orientação;
• Fluência verbal;
• Testes com novas tecnologias.
1. A dislexia é contagiosa?
Não. Ela é usualmente hereditária.

2. Uma pessoa pode ser medianamente disléxica?


Sim. Ninguém apresenta um quadro com todos os sinais de
dislexia.

3. A dislexia é uma doença?


Não.

4. A dislexia pode passar sem que se tome alguma providência?


Não. Quanto antes ela é identificada e são tomadas as medidas de
tratamento, maiores podem ser os benefícios do tratamento.