Você está na página 1de 21

TEMA IV.

As fontes do Direito
1. As fontes do Direito no sistema jurídico
português
1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
Os vários sentidos da expressão «fontes de Direito»

Sentido
Sentido sociológico-
sociológico-
material
material

Sentido
Sentido histórico
histórico

Sentido
Sentido instrumental
instrumental

Sentido
Sentido político-orgânico
político-orgânico

Sentido
Sentido técnico-jurídico
técnico-jurídico

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
Os vários sentidos da expressão «fontes de Direito»

Sentido
Sentido técnico-jurídico
técnico-jurídico Neste sentido são fontes de Direito:

Em sentido técnico-jurídico, A lei


são fontes de Direito todos os
modos de formação e revelação As normas corporativas
das normas jurídicas.
O costume

A jurisprudência

A doutrina

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.1 A LEI

Os vários sentidos da lei Pressupostos da lei:


NOÇÃO DE LEI
Consideram-se leis todas as • provir de uma autoridade
disposições genéricas competente;
provindas dos órgãos
estaduais competentes. • observar as formas
previstas para essa
atividade;

• introduzir um preceito
genérico.

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.1 A LEI

Os vários sentidos da lei

Lei em sentido formal Lei em sentido material

É todo o ato normativo emanado de É todo o ato normativo, emanado de


um órgão com competência um órgão do Estado, mesmo que não
legislativa, quer contenha ou não uma incumbido da função legislativa, desde
verdadeira regra jurídica, exigindo-se que contenha uma verdadeira regra
que se revista das formalidades jurídica, como uma postura de uma
relativas a essa competência, como as Câmara Municipal.
leis da Assembleia da República ou os
decretos-leis do Governo.

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.1 A LEI

Os vários sentidos da lei

Lei em sentido amplo Lei em sentido restrito


Abrange toda e qualquer norma Compreende apenas os diplomas
jurídica. emanados da Assembleia da
República.

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.1 A LEI

O Processo de elaboração da lei na Assembleia da República

Iniciativa legislativa (art. 167º C.R.P.)

Discussão e aprovação na generalidade (nºs 1 e 2, art. 168º C.R.P)

Discussão e votação na especialidade (nºs 1 e 2, art. 168º C.R.P)

Promulgação (alínea b) do art.134º e nº 2, art. 136º C.R.P)

Referenda Ministerial (art. 140º C.R.P)

Publicação Diário da República 1ª série (n.º 1, art. 119º C.R.P)

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.1 A LEI

Processo legislativo governo

A
A competência
competência legislativa
legislativa do
do Governo,
Governo, pode
pode ser:
ser:

• própria do Governo nos termos da alínea a) do nº 1 do artigo


198º da C.R.P.;

• resultar de autorização legislativa concedida pela Assembleia


da República nos termos da alínea b) do nº 1 do artigo 198º da
C.R.P.

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.1 A LEI

Processo legislativo governo

O
O texto
texto da
da proposta
proposta elaborada
elaborada pelo
pelo Governo
Governo pode
pode ser
ser aprovado:
aprovado:

• em conselho de ministros;

• submetido a assinaturas sucessivas, isto é, submetido


separadamente à assinatura do Primeiro Ministro e de cada um
dos ministros competentes.

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.1 A LEI

Processo legislativo governo

Depois do texto aprovado, segue-se a:

Promulgação (alínea b) nº 2, art. 136º C.R.P).

Referenda Ministerial (art. 140º C.R.P).

Publicação Diário da República 1ª série (nº 1, art. 119º C.R.P).

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.1 A LEI

Início e o termo de vigilância da lei

A vigência da lei não depende do seu conhecimento efetivo


pois é necessário que a mesma seja objeto de publicação.

Atualmente em Portugal a publicação é efetuada por edição


eletrónica no Diário da República, 1ª Série (nº 1 do art. 119º da
C.R.P.)

A falta de publicação oficial implica a ineficácia jurídica do


ato (nº 2 do art. 119º da C.R.P.)

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.1
1.1 A
A LEI
LEI
Termo de vigilância da lei

Formas
Formas de
de cessação
cessação da
da vigência
vigência
da lei
da lei
(artigo
(artigo 7º
7º do
do Código
Código Civil)
Civil)

Caducidade
Caducidade Revogação
Revogação

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.1
1.1 A
A LEI
LEI
Termo de vigilância da lei

A
A caducidade
caducidade
ocorre
ocorre quando:
quando:

A
A própria
própria lei
lei refere
refere que
que
A
A própria
própria lei
lei fixa
fixa oo Desaparecerem
Desaparecerem os os

só vigorará
vigorará enquanto
enquanto
prazo
prazo pelo
pelo qual
qual está
está pressupostos
pressupostos dede
durar determinada
durar determinada
em
em vigor.
vigor. aplicação
aplicação da
da lei.
lei.
situação.
situação.

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.1
1.1 A
A LEI
LEI
Termo de vigência da lei

Revogação
Revogação

Total
Total Parcial
Parcial Expressa
Expressa Tácita
Tácita

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.1 A LEI

Hierarquia das leis

A
A hierarquia
hierarquia das
das leis
leis implica
implica que:
que:

• As leis de hierarquia inferior não podem contrariar as de


hierarquia superior, antes têm de se conformar com elas.

• As leis de hierarquia igual ou superior podem contrariar as de


hierarquia igual ou inferior, sendo que a lei mais recente revoga a
lei mais antiga.

• Acresce que a hierarquia das leis depende da hierarquia das


fontes onde estão contidas.

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.1 A LEI

Hierarquia das leis


Constituição

Convenções internacionais
Leis e decretos - leis
Decretos legislativos regionais
Decretos regulamentares
Decretos regulamentares
regionais
Resoluções do Conselho de
Ministros
Portarias

Despachos

Posturas

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.2 O COSTUME

DEFINIÇÃO
O costume consiste num O
O costume
costume pressupõe
pressupõe aa
conjunto de práticas sociais existência
existência de
de dois
dois elementos:
elementos:
e reiteradas acompanhadas
da convicção de
obrigatoriedade.
Material/corpus Espiritual/animus

Prática social Convicção de


constante obrigatoriedade

O costume é fonte mediata do direito

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.3 A JURISPRUDÊNCIA

A
A palavra
palavra Jurisprudência
Jurisprudência usa-se
usa-se frequentemente
frequentemente para
para designar:
designar:

• A orientação geral seguida pelos tribunais nos diversos casos concretos


da vida social.

• O conjunto das decisões dos tribunais sobre os litígios que lhe são
submetidos.

Tema
TemaIV
IV-– As Fontes do Direito
1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.3 A JURISPRUDÊNCIA

De acordo com o artigo 152º do Código de Processo Civil as decisões dos


tribunais podem assumir a forma de:

Acórdão

Sentença

Despacho

A jurisprudência é fonte mediata do Direito

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.4 A DOUTRINA

DEFINIÇÃO
A doutrina compreende as opiniões ou pareceres dos jurisconsultos
sobre a regulamentação adequada das diversas relações sociais, que
pode atingir uma relevância tanto maior, quanto maior for o mérito
reconhecido dos autores.

A doutrina é fonte mediata do direito

Tema IV- As Fontes do Direito


1. AS FONTES DO DIREITO NO SISTEMA JURÍDICO PORTUGUÊS
1.5 OS TRATADOS INTERNACIONAIS

NOÇÃO
Tratado – acordo de vontades, em forma escrita, entre sujeitos de direito
internacional, agindo nessa qualidade, de que resulta a produção de efeitos
jurídicos.

Tradicionalmente é corrente distinguir três fases


do processo de produção de tratados:

negociação assinatura ratificação

Tema IV- As Fontes do Direito