Você está na página 1de 24

m O aquecimento prévio de estruturas como o

músculo e tendões, torna-se imprescindível tanto


para a prática da cinesioterapia, manipulações e
eletroestimulação excitomotora.
m áumenta a velocidade dos processos
metabólicos com o incremento da temperatura.
m Maior circulação de sangue com a abertura e
dilatação dos capilares na região muscular.
m O aumento da temperatura corporal também age
no sentido da profilaxia de lesões, diminuindo a
resistência elástica e viscosa da musculatura,
ocorrendo uma diminuição do risco de
rompimento de músculos, tendões e ligamentos.
m á aquecimento geral aumenta a capacidade das
articulações suportarem cargas , aumentando a
produção do líquido sinovial.
m O aquecimento geral ativo leva o aumento do
volume-tempo cardíaco e respiratório, bem como
da quantidade de sangue em circulação.
m jondução
m jonvecção
m Radiação
m Evaporação
m O corpo emite calor pela pele ao meio ambiente.
Esta eliminação está ao redor de 60% da perda
calórica total.
m =e certo modo, é uma variante da convecção,
consistente em uma transferência de calor
corporal pela vaporização do suor e da água dos
pulmões, durante a expiração.
m jonsiste em torno de 15% da perda calórica total.
O corpo humano se produz transporte de calor
desde a profundidade até a superfície corporal,
por condução e convecção
ermoterapia

Superficial: Profunda:
jondução
jonvecção
jonversão jonversão
— 
       
jondução jonvecção jonversão
Superficial jompressas Banhos Infravermelho
Envolturas =uchas quentes
Bolsas quentes Sauna
áreia quente
Parafina
Profunda Ondas jurtas
Microondas
Ultra-som
m vível de temperatura tecidual. á faixa terapêutica
aproximada 40 a 45º j
m =uração da elevação de temperatura tecidual. á
faixa terapêutica aproximada é de 3 a 30 minutos.
m Velocidade da elevação de temperatura nos
tecidos.
m amanho da área tratada.
m áumento da extensibilidade do tecido colágeno
m =iminui a rigidez das articulações
m Produz diminuição da dor
m álivia o espasmo muscular
m áumenta o fluxo sanguíneo
m á uda na resolução dos infiltrados, edema e
exsudatos inflamatórios.
m Regiões com alteração da sensibilidade
m Paciente inconsciente
m Suprimento vascular inadequado (isquemia)
m Região hemorrágica
m Suspeita de tumores
m Próximo ao útero grávido
m Região das gônodas
m Partes metálicas
m á transmissão de calor radiante se produz por via
eletromagnética, em forma de raios térmicos ou
infravermelho.
m jlassificada como radiante.
m Forma de aquecimento por conversão.
m Vasodilatação superficial generalizada que pode
produzir redução da Pá
m Sedação e relaxamento geral
m Equipamento em forma de U invertido com o
tamanho adequado para produzir calor nos
membros ou tronco.
m Seu processo de aquecimento é semelhante ao
IV.
jontra-indicado: Pacientes cardiopatas e
hipertensos, pois podem sentirem desconfortáveis
por estarem deitado por muito tempo.
m Pelas suas características físicas como
maleabilidade, condutividade termica e ponto de
fusão, é amplamente utilizada como meio gerador
de calor por condução.

áplicação: =ireto ou imersão, pincelamento,


enfaixamento ou compressas, batida.
m Indicação: Está indicada nas alterações
vasculares periféricas, edemas, especialmente os
pós-traumáticos. ártrite na fase crônica, artrose,
enfermidades articulares e periarticulares.
m jontra-indicação: álterações varicosas, flebite,
alterações da sensibilidade, processos
inflamatórios agudo, sobre feridas ou escaras ou
outras lesões dermatológicas.
m á radiação UV subdivide-se em três zonas:
m UVá- Sua indicação está principalmente na
produção de bronzeamento da pele e no
tratamento da psoríase.
m UVB- ratamento da Psoríase
m UVj- Utilizado na esterilização de materiais e no
tratamento de micose fúngicas e úlceras de
decúbito.
m O principal efeito na aplicação das ondas curtas é
o aquecimento dos tecidos.

á resposta dos tecidos ao aquecimento é similar,


não importando a modalidade utilizada na
geração de calor, a única diferença entre ondas
curtas e outros agentes de aquecimento por
condução de calor é a profundidade onde irá
ocorrer o efeito térmico.
Ä 
   
Ä    

Ä 
   
     
Ä
   
Ä   

 
m _ 
   é a vibração sonora de
freqüências superior a vinte mil ciclos por
segundo, não audível pelo homem.
m Ä Efeitos termais que envolvem a energia absorvida
das ondas de som que aquecem o tecido. Se o tecido
for aquecido até 40-45 °j ele pode ter seu fluxo
sanguíneo aumentado, o que eleva a velocidade da
cura e reduz inflamação crônica.
Ä Efeitos resultantes da vibração do tecido, os quais
causam a formação de bolhas microscópicas que
transmitem vibrações de uma forma que estimula
diretamente as membranas celulares. Essa
estimulação parece elevar os efeitos de reparação da
células durante a resposta inflamatória.
m Ö  !"# $$$