Você está na página 1de 15

PLANO ANUAL DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO: Creche Municipal Dona Maria Benedita Garcia Maternal II – Turma A e B PERÍODO: Fevereiro de 2009

à Dezembro de 2009. PROFESSORAS: Cátia Ivone Aparecida Vincenzi OBJETIVO GERAL “A educação infantil é considerada a primeira etapa da educação básica (título V, capítulo II, seção II, art.29), tendo como finalidade o desenvolvimento integral da criança até seis anos de idade”. “As situações educativas na escola de Educação Infantil envolvem ações específicas de aprendizagem. Assim, os conteúdos, trabalhados de forma intencional e integrada, são um meio para que as crianças desenvolvam suas capacidades e exercitem sua maneira própria de pensar, sentir e ser, ampliando suas percepções e hipóteses acerca do mundo ao qual pertencem, constituindo-se em um recurso para a compreensão da realidade”. A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades: Interpretar uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações; Demonstrar criatividade e criticidade em relação às matérias de ensino e à aplicação dos conhecimentos e habilidades. Conhecer seu próprio corpo, suas potencialidades e seus limites, desenvolvendo e valorizando hábitos de cuidado com a própria saúde e bem estar; Criar vínculos afetivos e de troca com adultos e crianças, fortalecendo sua auto-estima e ampliando suas possibilidades de comunicação e interação social; Conhecer cada vez mais as relações sociais, aprendendo aos poucos a articular seus interesses e pontos de vista com os demais, respeitando a diversidade e desenvolvendo atitudes de ajuda e colaboração; Analisar o ambiente com atitude de curiosidade, percebendo-se cada vez mais como integrante, dependente e agente transformador do meio ambiente e valorizando atitudes que contribuam para sua conservação; Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; Usar as diferentes linguagens (corporal, musical, plástica, oral e escrita) ajustadas às diferentes intenções e situações de comunicação, de forma a compreender e ser compreendido; Demonstrar suas idéias, sentimentos, necessidades e desejos avançando no seu processo de construção de significados e enriquecendo cada vez mais sua capacidade expressiva; Conhecer algumas manifestações culturais, demonstrando atitudes de interesse, respeito e participação frente a elas e valorizando a diversidade;

Desempenhar trabalho cooperativo. possibilitando a divisão de responsabilidades e funções. ÁREA: LINGUAGEM . Apreciar o ambiente e objetos com atitude e curiosidade. Demonstrar segurança e independência num ambiente afetivo e acolhedor.

recados. Ter paciência ao ouvir. reconto de histórias. O processo. perguntar. mesmo que não alfabeticamente. músicas. mas cada palavra que sai da nossa boca. Muitas vezes notamos excitação ao falar. ao ser descrito parece lento. pequenas parlendas. • Recontar as várias modalidades de linguagem (histórias.Ambientes com músicas. • Criar repertório de textos. relatos de experiências e idéias. antes mesmo da leitura. enfim. responder. pinturas. advinhas. histórias e músicas cantadas são exemplos de estímulo. mas ao contrário acontece em uma rapidez de milésimos de segundos. O desenvolvimento do raciocínio é lento e gradual. avisos. • Explorar a capa de um livro. • Produzir a linguagem escrita. dúvidas. • Escrever palavras. expor idéias. descobertas e inquietações. CONTEÚDO CONCEITUAL • Identificar o próprio nome dentro do conjunto de nomes do grupo. primeiro se raciocina para depois falar. • Conhecer textos de memória. inclusive as personagens.). • Aplicar a habilidade de falar. • Narrar a linguagem oral com coerência e coesão. • Relacionar o texto com o título do livro. • Demonstrar o gosto e o prazer pela leitura compartilhada como forma de aprender. já mais desenvolvida deve ser explorada ainda mais. relação entre eventos). conversas sobre o que está acontecendo ou vai acontecer. mesmo que não alfabeticamente. • Articular idéias e comunicação entre os colegas. • Analisar e compreender todas as pistas que acompanhem o texto escrito: figuras. • Parafrasear com coerência a linguagem oral (complexidade do vocabulário/nível de detalhes. quadrinhas. estas atitudes podem estar ligadas a este processo. • Descrever e ler textos extraverbal (figuras e rótulos). brincadeiras. O raciocínio acontece junto com a fala. ou seja. desenhos. • Ler através do ajuste textos que sabem de memória. contos. além de conversar explicando cada acontecimento / ou situação ampliando assim o vocabulário da criança. todas as ilustrações. cabe ao adulto possibilitar e incentivar este processo. músicas e teatro são formas de incentivo para isto. • Apreciar o hábito de leitura. gagueiras e/ou timidez. etc. socializar-se e interagir. parlendas. . OBJETIVOS ESPECÍFICOS • Reconhecer seu próprio nome. primeiramente é processada em pensamento. • Usar a linguagem oral com coerência e coesão. sem interferir ou sugerir é uma das oportunidades que deve ser dada. • Verbalizar conversas informais. Perguntas sobre acontecimentos e comportamentos. Não parece. descrição de figuras. A linguagem agora (2 a 3 anos).

. • Utilizar a linguagem como instrumento para obter informações necessárias ao seu cotidiano. etc. • Recuperar a idéia geral de forma resumida. etc. com estratégias diversificadas como: dramatização. jornais. • Obedecer regras de boa convivência. fantoches. • Interessar por brincadeiras e leituras como fonte de prazer e entretenimento. gibis. • Observar a importância discursiva do texto. revistas. • Descrever lugares. Explorar a escrita por meio da convivência com livros. • Ouvir o outro. • Respeito pela produção própria e alheia.• • Expressar seus desejos. ESTRATÉGIAS • Leitura do alfabeto • Elaboração do contrato didático • Leitura de diferentes gêneros textuais. livros. • Demonstrar suas idéias. • Elaborar a linguagem oral de diferentes textos. • Esperar a sua vez para falar. • Planejar oralmente atividades. • Roda de conversa • Cantinho da leitura • Aulas expositivas com recursos visuais • Aulas expositivas dialogadas • Reconto oral individual e coletivo • Atividades em grupo • Aulas prática . • Ser consciente de suas vontades e necessidades. • Aplicar a linguagem oral e escrita nas diversas modalidades textuais. como crachás de nomes. CONTEÚDO PROCEDIMENTAL • Manejar materiais impressos. • Coletar informações na capa de um livro. objetos com ou sem ajuda. pedidos. • Respeitar as formas de intercâmbio social convencionais: saudação. etc. • Ter autonomia nas atitudes cotidianas. • Ativar e utilizar conhecimentos prévios. • Perceber a rotina diária. CONTEÚDO ATITUDINAL • Prestar atenção nas atividades cotidianas. necessidades e sentimentos por meio da linguagem oral. revistas. relatar vivências e expor seu ponto de vista em diversas situações. agradecimentos entre outros. jornais. despedidas. • Cuidado no uso de livros e demais matérias escritos.

uma ou duas xícaras. • Reconhecer a correspondência entre elementos. identifica algumas formas e começa com noção de quantidade. igual/diferente. • Usar estratégias próprias para lidar com situações matemáticas novas. A criança de dois/três anos já consegue nomear algumas cores. • Distinguir as diferentes cores. • Relacionar figuras geométricas e diferentes formatos dos objetos. • Usar a classificação de objetos através do agrupamento. Nesta fase já entende quando um tem mais que o outro. A culinária pode ajudar muito neste objetivo. cheio/vazio. É intrínseco. de noções de quantidade. Se prestarmos atenção. • Descrever a posição de pessoas e objetos. Os jogos incentivam o raciocínio. para nomear e questionar. utilizando seus conhecimentos prévios. brincadeiras e músicas junto com o professor e nos diversos contextos nos quais as crianças reconheçam essa utilização como necessária. quanto tempo foi necessário para assar (muito ou pouco) e assim por diante. • Comparar medida de tamanho. • Reconhecer as formas geométricas e suas características. falamos matematicamente quase todo o tempo. • Executar resolução de problemas. o trabalho em grupo. maior/menor. por meio de brincadeiras e músicas. CONTEÚDO PROCEDIMENTAL • Utilizar a contagem oral. de tempo e de espaço na rotina diária. no lanche. em jogos. • Enumerar objetos. “-me dá um potinho?”. OBJETIVOS ESPECÍFICOS • Aplicar a contagem oral em atividades cotidianas. Momentos divertidos. grande/pequeno. • Discriminar visualmente os números (conceito social). • Diálogo sucessivos . de peso e de espaço. mas somente se a diferença visual for grande. • Utilizar medidas não-convencionais para comparar e estabelecer relações entre medidas e tamanhos. dentro/fora. etc. • Interpretar a marcação de tempo.ÁREA: MATEMÁTICA A matemática é constante na nossa vivência diária: que dia é hoje. • Aplicar noções de divisão no cotidiano. • Conhecer cores. • Aplicar a contagem oral. quantos somos na classe. macio/áspero. • Apreciar jogos e experiências concretas. • Utilizar registros não convencionais para quantificação. • Conhecer jogos de pareamento. • Compreender as diferenças entre: pesado/leve. CONTEÚDO CONCEITUAL • Verbalizar a contagem oral através de vivências concretas. jogos que estimulem a comparação são propiciados. quantas colheres. • Aplicar diferentes medidas (culinária).

Observar objetos de tamanhos. • Permitir a divisão de alimentos e brinquedos com os colegas do grupo. objetos escolares. • Ter autonomia para classificar e comparar através de vivências concretas as grandezas. meses. semanas.• • • • • • • Construir a noção temporal a partir da marcação dos dias no calendário. • Esperar a sua vez nas atividades que envolvem o manuseio de objetos. Observar as semelhanças e diferenças entre as figuras geométricas. Utilizar pontos de referência para situar-se e deslocar-se no espaço. espaço. • Prestar atenção às notações numéricas ou registros não convencionais. etc. aniversários no calendário • Fazer leitura da sequência numérica • Brincadeiras envolvendo os números. Utilizar medidas para preparo de receitas. • Praticar as notações numéricas e registros. Representar a comunicação de quantidade utilizando notações numéricas ou registros não convencionais. medidas. armários. Representar em desenhos as diferentes cores. • Perceber o uso das diferentes medidas em diferentes situações. lousa. materiais e espaço físico da escola . peso e cores diferentes. • Interessar-se pelo uso do calendário para marcar os dias. CONTEÚDO ATITUDINAL • Apreciar a contagem oral. grandezas e medidas • Contagem oral dos alunos presentes e ausentes • Comparação de tamanho dos alunos e objetos da sala de aula • Formas geométricas de objetos da sala de aula: portas. ESTRATÉGIAS • Acompanhar os dias. janelas. cores e forma. • Preparar alimentos com participação efetiva das crianças • Dividir alimentos e brinquedos • Contar histórias para resolução de problemas • Quantificar através de objetos reais • Chamar a atenção das cores nos diferentes objetos.

• Identificar os diferentes animais. Observa com riqueza de detalhes os diferentes ambientes. • Reconhecer o crescimento do seu corpo.ÁREA: NATUREZA E SOCIEDADE As crianças na faixa etária dos dois/três anos se interessam por muitas coisas: como acontece o dia. OBJETIVOS ESPECÍFICOS • Reconhecer através do contato físico com outras pessoas. • Descrever fenômenos climáticos e identificar os tipos de vestimentas para as ocasiões. tamanho. como a Lua aparece. diferentes culturas. • Conhecer o corpo humano. ar). Reconhece e nomeia algumas partes do seu corpo. • Comparar semelhanças e diferenças entre animais através da observação. percebendo suas necessidades (sobrevivência/alimentação). água. sol/lua/estrela/nuvem. gordos/magros. frutas/verduras. as diferenças e semelhanças físicas: altos/baixos. • Reconhecer características do seu próprio corpo. • Conhecer fenômenos climáticos como: dia/noite. habitat. etc. etc. tradições e costumes. adultos/crianças. a noite. como o sol nasce. • Conhecer as diferenças de: doce/azedo/salgado. da mastigação e da higienização dos alimentos. Todas essas informações para ela não estão dissociadas. CONTEÚDO CONCEITUAL • Identificar grupos sociais – hábitos. valores. • Reconhecer a importância da alimentação saudável. observação e vivência com pequenos animais. do seu mundo e estão ao mesmo tempo num todo integrado. família. adora pequenos e grandes animais. Já domina muito bem o andar e já tem domínio para correr. • Apreciar o contato. . como é seu corpo. é bastante curioso e destemido. Seu contato com a natureza. Consegue distinguir pessoas e animais em fotos e figuras interagindo de maneira mais efetiva através da fala. • Identificar diferenças. cor. o seu corpo. suas características como locomoção. • Usar normas de convivência. dia nublado/ensolarado/chuvoso. • Compreender as necessidades do corpo (alimento. voz. • Explicar a importância da fauna e da flora no meio ambiente. diferenças e características (habitat. • Comparar a sequência de crescimento (bebê até agora) do ser humano. calor/frio.). características e necessidades vitais de diferentes espécies de seres vivos. • Apreciar o contato com a natureza através de cuidado com as plantas e animais. os poucos momentos de medo são normais da idade e ainda falta de contato. suas necessidades. • Reconhecer sua família. fazem parte do seu contexto. tamanho. • Classificar seres vivos e não vivos. cor. loiros/morenos.

características e necessidades vitais de diferentes espécies de seres vivos. • Observar os fenômenos climáticos a necessidades pessoais (como trocar a roupa e o calçado quando o dia estiver ensolarado). • Observar as relações entre os seres humanos e o meio ambiente. ESTRATÉGIAS • Observação dos fenômenos climáticos • Leitura de textos informativos sobre as datas comemorativas e cuidados com o corpo • Rodas de conversa • Enquetes • Aulas expositivas com recursos áudio visuais • Aulas expositivas dialogadas • Diálogos sucessivos . • Observar diferenças. • Respeitar. CONTEÚDO ATITUDINAL • Respeito às diferenças existentes em um grupo social. • Demonstrar cuidados à preservação da vida e do meio ambiente. • Apreciar eventos sociais. preservar e cuidar da vida. espaços coletivos e meio ambientes. como datas comemorativas.CONTEÚDO PROCEDIMENTAL • Observar semelhanças e diferenças de cada grupo. • Evitar desperdícios. • Ser consciente dos cuidados com seu corpo para preservação da sua saúde.

balançar. • Apreciar brincadeiras que envolvam movimento de toque corporal. já iniciou suas experiências e a exploração de tudo ao seu redor continua acontecendo. etc. e que toda atividade / conversa / orientação deve ter este objetivo. • Manejar habilidades motoras ao engatinhar. • Usar materiais de encaixe e colocar objetos em local específico. Esta faixa etária é a faixa das buscas e descobertas. A independência do andar leva-a para todas as partes. • Demonstrar recursos expressivos. afetivo e emocional deve ser global e harmônico. arrastar. A motricidade / linguagem / raciocínio e autonomia. porém sua estabilidade de equilíbrio e noção espacial ainda está sendo desenvolvida. lançamento. pular. • Aplicar exercícios de movimento como: correr. para ampliar suas possibilidades de manuseio dos diferentes materiais e objetos. • Apreciar brincadeiras que envolvam músicas e movimento. CONTEÚDO PROCEDIMENTAL • Utilizar movimentos nas brincadeiras de roda. Devemos recordar que o desenvolvimento físico. • Criar objetos através da Modelagem e dobradura. dançar. • Aplicar jogos de encaixe. Aliado a isto explora com as mãos objetos menores e se mostra capaz ao início da preensão. etc. com diferentes objetos. • Usar jogos que propiciem o domínio espacial do corpo. pular. Quando se trabalha um o outro também é “contemplado”. lançamento. portanto a motivação. a criança se esbarra por todos os lados e ainda cai com facilidade.. saltar. • Explorar as brincadeiras de roda e manifestações culturais para movimentar o corpo. O equilíbrio ainda é pouco. permissão e incentivo às tentativas motoras são de extrema importância. nas danças. simultaneamente. • Utilizar os movimentos de encaixe. engatinhar. A postura correta do corpo ao andar ou correr esta sendo apreendida. equilibrar. CONTEÚDO CONCEITUAL • Interpretar através da dramatização e imitação. subir. O falar da professora influenciará na maneira de exploração e nas possibilidades que a criança terá. correr e saltar entre outros.ÀREA: MOVIMENTO A criança desta faixa etária já caminha com destreza. ela (a professora) poderá incentivar as novas descobertas ou “podar” as buscas. OBJETIVOS ESPECÍFICOS • Usar dramatizações e imitações. • Desempenhar exercícios propícios para ampliação da motricidade. escorregar. • Esboçar objetos através da modelagem e da dobradura. .. caminham juntos.

CONTEÚDO ATITUDINAL • Confiança em seus movimentos. ESTRATÉGIAS • Brincadeiras • Modelagem • Dobradura • Dramatizações • Imitações • Músicas . • Saber lidar com os limites. ajustando suas habilidades motoras (lateralidade). • Percepção de estruturas rítmicas (gestos e posturas) para expressar e comunicar sensações. • Respeito e colaboração nas diversas situações de aprendizagem . aperfeiçoando seu equilíbrio corporal. sentimentos pessoais e idéias.• • • Executar habilidades manuais em diversas situações. Explorar diferentes posições com o corpo e objetos. as possibilidades e potencialidades de seu corpo. Planejar o próprio movimento do corpo.

• Apreciar diferentes gêneros musicais. • Prestar atenção nas brincadeiras. estilos.ÀREA: MÚSICA Desde o início da História. • Reconhecer ritmos variados. . A música tem um caráter ritualístico. • Interpretar ritmos musicais. etc. CONTEÚDO ATITUDINAL • Saber escutar. • Utilizar os sons em brincadeiras. propicia a socialização. OBJETIVOS ESPECÍFICOS • Demonstrar percepção auditiva e perceptiva. Existe música para adormecer. • Conhecer diversas formas de expressão musical e diversos estilos. a fala. promove a integração social. autonomia na criação de movimentos. • Identificar ritmos variados. e noção corporal. A nossa cultura é rica em cantigas e brincadeiras afetivas onde o contato corporal é um dos conteúdos trabalhados. CONTEÚDO PROCEDIMENTAL • Utilizar diferentes ritmos e sons. para exaltar. • Imitar e reproduzir a partir de criações musicais. a plástica e a música. • Executar diferentes sons e ritmos. o corpo. o homem interage com as pessoas usando linguagens como a escrita. reconhecimento de si (músicas de tocar-se). • Respeitar e participar. • Concentração. • Organizar e representar sons e silêncios. A linguagem é explorada todo o tempo e a ampliação da mesma é um dos maiores enfoques do trabalho musical. As brincadeiras de roda tradicionais é um dos exemplos de atividades que podem ser feitas com as crianças no intuito de favorecer as noções de ritmo e espaço individual e coletivo. portanto. CONTEÚDO CONCEITUAL • Reconhecer através da audição. • Relacionar movimentos aos sons e ritmos. • Ouvir e reproduzir criações musicais. além de estar intensamente presente no nosso cotidiano. épocas e culturas. Em muitas culturas. • Experimentar movimentos aos diferentes sons e ritmos. para dançar. • Participação de brincadeiras que envolvam a improvisação musical. • Representar através da música. • Perceber diferentes sons e ritmos. além disso. jogos cantados e rítmicos. músicas de diversos gêneros. jogos cantados e rítmicos. • Apreciar a música. a música segue costumes.

ESTRATÉGIAS • Músicas com diferentes ritmos e sons • Movimentos ritmados • Reprodução de diferentes sons • Produção de instrumentos de som • Momentos de percepção e reconhecimento de sons do cotidiano • Acompanhamento musical através de diferentes instrumentos . Valorizar a música como produto cultural.• • Reagir com movimentos nos diferentes sons e ritmos.

da pintura. carvão. gestos e texturas. • Ter autonomia no uso e manuseio dos diferentes materiais. etc. A proposta de trabalhar com artes visuais no Maternal II é permitir à criança pequena o contato com diversos materiais que podem ser explorados e usados como expressão livre do pensamento. da construção. CONTEUDO CONCEITUAL • Identificar materiais como: lápis. a pintura. comunicam sentimentos. da colagem. • Analisar os vários suportes gráficos como: jornais. • Respeito e cuidado com os trabalhos e objetos produzidos individualmente ou em grupo. etc. a construção são formas iguais de interação social. • Criar objetos variados. a criação. OBJETIVOS ESPECÍFICOS • Criar intimidade com materiais diversos. propriedades e possibilidades de manuseio e entrando em contato com formas diversas de expressão artística. da modelagem. tintas. • Prestar atenção durante a realização das atividades artísticas. desenvolvendo o gosto.ÁREA: ARTES VISUAIS A expressão através da arte é uma conquista pré-histórica. descobrindo as possibilidades expressivas e ampliando seu campo referencial. • Utilizar diversos materiais gráficos e plásticos sobre diferentes superfícies para ampliar suas possibilidades de expressão e comunicação. sensibilidade e imaginação para criação e produção de trabalhos artísticos.. apreciação. explorando suas características. • Percepção. utilizando a linguagem do desenho. CONTEÚDO PROCEDIMENTAL • Manipular diferentes objetos e materiais. chão. CONTEÚDO ATITUDINAL • Preocupar-se com o próprio corpo e com os dos colegas no contato com os suportes e materiais de artes. • Produzir trabalhos de arte. ela oportunizou comunicações daquela época ao homem de hoje. isopor. • Valorização de suas próprias produções e das de outras crianças. papéis. ESTRATÉGIAS • Confeccionar esculturas • Exploração sobre diversos tipos de papel . • Identificar e comentar imagens diversas. • Conhecer marcas gráficas. o cuidado e o respeito pelo processo de produção e criação. • Analisar e esboçar trabalhos de arte.. madeiras. massinha. pincéis. O desenho. gestos e texturas.

porém possíveis. faz-se necessário refletir sobre o trabalho pedagógico e didático desenvolvido. A avaliação deve ser contínua e estar a serviço do professor.• • • Pintura a dedo e pincel Colagem Trabalhos com diferentes texturas de materiais RECURSOS MATERIAIS • Alfabeto • Crachás • Bingo de letras • Alfabeto móvel • Números • Vídeos • Jogos • Palitos • Tampinhas • Corda • Amarelinha • Papéis diversos • Tinta • Pincel • Massinha • Lixas • Isopor • Folhas de diferentes árvores • Canudinho • Lápis de cor • Giz de cera • Fantoches • Lousa • Calendário • Lista de nomes • Livros • Televisão • Aparelho de DVD • Rádio • Argila • Cola • Tesoura • Instrumentos musicais (bandinha) AVALIAÇÃO Para que se tenha condições reais de avaliar. . conteúdos e procedimentos de cada atividade. para organizar e replanejar seus objetivos. As atividades devem proporcionar momentos de aprendizagem e prazer. com desafios difíceis.

considerandose o desenvolvimento global do mesmo. com registros de progressos significativos dos alunos. O processo de aprendizagem também será avaliado através do diálogo entre professor e aluno e a participação deste em todas as atividades desenvolvidas. .As crianças serão avaliadas através da observação constante pelo professor.