P. 1
New Holland E215

New Holland E215

|Views: 192|Likes:
Publicado porGilvan Junior

More info:

Published by: Gilvan Junior on Jul 08, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/07/2014

pdf

text

original

E 215 LC

JOYSTICK EM NEUTRO (Alavanca de segurança desbloqueada)

T2-3-3

E 215 LC

CIRCUITO DE TRANSLAÇÃO Translação 2a. velocidade, movimentos simultâneos

T2-3-6
VB VB

D

C

PAL

PAr

E 215 LC

CIRCUITO TRANSLAÇÃO (SEGUNDA VELOCIDADE)

T2-3-6
VB VB

D

C

PAL

PAr

PBc Bc Ac < > .E 215 LC CIRCUITO DA CAÇAMBA (Fechar caçamba P1) T2-3-8 .

E 215 LC CIRCUITO DE ELEVAÇÃO Funcionamento elevação da lança (Função fluxo combinado) T2-3-10 PB1 PAb .

1 Uma certa quantidade de óleo da bomba P2 escapa quando na subida da lança ”lentamente” Sinal enviado pela válvula proporcional de corte da bomba P2 PAb PB1 Fluxo das 2 bombas fuindo para os cilindros da lança – lado base Subida da lança sinal piloto vindo do joystick .E 215 LC CIRCUITO DE ELEVAÇÃO DA LANÇA (Bomba P1 principal + bomba P2) T2-3-10.

E 215 LC SUBINDO A LANÇA (Válvula anti-queda) T2-3-10.2 ENTENDENDO O FUNCIONAMENTO DA VÁLVULA “Anti-queda” Subindo a lança Carretel da lança Sinal vindo do joystick Peso da Carga+ Peso da lança .

E 215 LC ABAIXANDO A LANÇA Somente com a (bomba P1) T2-3-12 Sinal vindo do joystick PBb PLc1 CRb Zoom no sistema de regeneração .

Circuito de regeneração abaixando a lança PBb Plc1 Pressão de pilotagem vindo do Joystick .E 215 LC ENTENDENDO A REGENERAÇÃO ABAIXANDO A LANÇA T2-3-12. então parte do óleo do retorno passa pela válvula unidirecional ajudando a bomba a encher o cilindro para não cavitar.1 Se o cilindro abaixa com muita velocidade cria uma depressão no lado da HASTE.

2 O carretel CRb* descalça a válvula CRb.E 215 LC BAIXANDO A LANÇA (Válvula anti-queda) T2-3-12. Do joystick . abrindo o caminho para a descarga. permitindo que o óleo sob pressão ao abaixar a lança possa vencer a força da mola no interior de CRb.

Peso da carga Peso da lança . evitando o abaixamento da lança. a mesma permanecerá fechada devido a força da mola. não permitindo que escape óleo.3 CARRETEL DA LANÇA EM REPOUSO (Válvula de retenção não permite que se abaixe a lança) Como a pressão gerada pelo peso da lança será o mesmo valor nos dois lados da anti-drift.E 215 LC CARRETEL DA LANÇA EM REPOUSO T2-3-12.

E 215 LC CIRCUITO DE GIRO (Lado esquerdo) T2-3-14 .

E 215 LC CIRCUITO DE GIRO(Lado esquerdo) T2-3-14 PBs PBs2 .

E 215 LC CIRCUITO FECHAR BRAÇO DE ESCAVAÇÃO (CARGA LEVE P2) T2-3-16 PLc2 PAa CRa .

E 215 LC CIRCUITO RETRAÇÃO DO BRAÇO (COM CARGA LENTA) (P1+P2) T2-3-18 PTb PCb .

E 215 LC CIRCUITO ABRIR BRAÇO DE ESCAVAÇÃO (VAZÃO COMBINADA BOMBAS P1+P2) T2-3-20 PBa PCb PA1 .

E 215 LC CIRCUITO DE TRANSLAÇÃO E LEVANTAMENTO DA LANÇA T2-3-22 PTb PAL CT2 PAr CT1 PB1 PAb PCa .

E 215 LC MOVIMENTOS COMBINADOS GIRO + FECHAR ESCAVÇÃO (PRIORIDADE DE GIRO) T2-3-24 SE-5 Pisc .

E 215 LC CIRCUITO DE DRENO DE PRESSÃO T2-3-26 .

uma vez que prefere o caminho mais fácil que é para tanque diretamente. O QUE TENDE A FREIAR O CILINDRO DEVIDO A CONTRA-PRESSÃO INTERNA. O óleo não é recuperado para o outro lado do cilindro. (2 bombas P1+P2) NOTA: O RETORNO LIVRE PARA O TANQUE PERMITE QUE O CILINDRO ALCANÇE ALTAS VELOCIDADES QUANDO COMPARADO COM O RETORNO EM REGENERAÇÃO.E 215 LC 1A. 1ª.“NENHUMA REGENERAÇÃO”) Em fortes excavações. onde uma parte do óleo será succionado pela depressão no lado da base do cilindro. como a resistência do terreno é alta. Somente haverá regeneração se ocorrer um rápido fechamento do braço como em uma mudança repentina de terreno. É importante que saibamos que em (ESCAVAÇÃO PESADA). onde se tem o retorno livre para o tanque. POSIÇÃO: (ESCAVAÇÃO PESADA) . não é possível que se alcance altas velocidades onde se permite ter o cilindro com o retorno livre para o tanque.Situação: Fechar escavação (Pesada) (Nenhuma regeneração) CILINDRO DO BRAÇO PSV-A RECIRCULAÇÃO VARIÁVEL DO BRAÇO DE ESCAVAÇÃO RECIRCULAÇÃO VARIÁVEL DO BRAÇO DE ESCAVAÇÃO . evitando cavitação interna. o carretel se mantém na primeira posição.

Situação: Fechar escavação (Leve) Regeneração parcial CILINDRO DO BRAÇO RECIRCULAÇÃO VARIÁVEL DO BRAÇO DE ESCAVAÇÃO RECIRCULAÇÃO VARIÁVEL DO BRAÇO DE ESCAVAÇÃO .E 215 LC 2a. Posição: ( ESCAVAÇÃO LEVE) – Regeneração parcial) Nesta posição. (Somente bomba P2) 2ª. parte do óleo é recuperado freiando parcialmente o fechamento do cilindro evitando cavitação pelo aumento rápido de velocidade uma vez que o terreno não oferece muita dificuldade na excavação.

além de ter somente uma bomba trabalhando. ajudando a freiar o cilindro para fazer o (inching) (fechamento lento). ou seja. (Bomba P2) 3ª.(Regeneração total) Nesta posição a regeneração é total. é feita sem nenhuma comunicação com o tanque. Posicição ( Fechando lentamente. através de uma restrição.E 215 LC 3a.Situação: Fechar escavação (Lentamente) Regeneração total CILINDRO DO BRAÇO RECIRCULAÇÃO VARIÁVEL DO BRAÇO DE ESCAVAÇÃO RECIRCULAÇÃO VARIÁVEL DO BRAÇO DE ESCAVAÇÃO .

Situação:Fechar Fecharescavação escavação(Pesado/lento) (Pesado) Nenhuma regeneração Nenhuma regeneração CILINDRO CILINDRO DO BRAÇO DO BRAÇO 2ª.E 215 LC 1ª.Situação: 1ª.Situação: 3ª.Situação: Fechar escavação (+-lento) Regeneração parcial CILINDRO CILINDRO DO BRAÇO RECIRCULAÇÃO VARIÁVEL DO BRAÇO DE ESCAVAÇÃO RECIRCULAÇÃO VARIÁVEL DO BRAÇO DE ESCAVAÇÃO 3ª.Situação:Fechar Fecharescavação escavação(Rápido) (Lentamente) Regeneração total Regeneração total CILINDRO CILINDRO DO BRAÇO DO BRAÇO RECIRCULAÇÃO RECIRCULAÇÃO VARIÁVEL DO BRAÇO VARIÁVEL DO BRAÇO DE ESCAVAÇÃO DE ESCAVAÇÃO .

sendo o máximo por cada bomba 210 l/min.E 215 LC Se o acessório Tesoura/Pinça necessita de uma vazão. por exemplo de 300 l/min. deve-se programar a vazão no modo A para 140 l/min e colocar o interruptor em dupla vazão de bomba. P1 + P2 = 280 l/min .

RATE Apertar a tecla No monitor aparecerá em ~5”a hora e em seguida retorna à tela anterior .E 215 LC DUPLICAÇÃO DE VAZÃO Para fazer a regulagem da dupla vazão é necessário: A) Selecionar o modo de trabalho “A” pela tecla MODE B) No monitor aparecerá (exemplo) FLOW 210L/min.

7) Apertar a tecla O.00 5)Colocar LITROS com as teclas: Para diminuir Para aumentar 6) Regular a vazão. N° 23 3)Manter apertada a tecla Apertar a tecla 4) Aparecerá VER.E 215 LC PROCEDIMENTO – REGULAGEM DA DUPLA VAZÃO (Colocar o modo de trabalho em “A”) 1) Apertar a tecla Girar a chave de ignição em “ON” 2)Colocar a tela da Pág.01 MAIN.CONT.00.K.QQ .P/N OPT Q MAX ADJ PROGRAM-VER VER QQ. MODE MODE por 3 vezes N.

E 215 LC C) Colocar a vazão operando nas teclas: MODE para aumentar a vazão para diminuir a vazão Com regulagem de 10 l/min. A regulagem varia a 20 l/min. . é possível fazer a regulagem.Com duplicação de vazão inserida.B. D) Com a tecla apertada por 8 ÷ 10” se insere esta função N.

E 215 LC DUPLICAÇÃO DE VAZÃO Conector aberto 17-10 Br E40 W 623 (CONECTOR ABERTO) Com o conector aberto e função duplicação de vazão inserida no monitor a função insere (O.) Conector fechado 17-10 Br E40 W 623 (CONECTOR FECHADO) Com o conector fechado a função de duplicação de vazão não se insere (Não OK) . K.

Porém se a vazão máxima do CABEÇOTE é por exemplo 140 l/min e o técnico equivocadamente programar 200 l/min. Esta é uma proteção de ajuste do implemento auxiliar. . Neste campo. porém no painel podemos selecionar até 210 l/min. pode-se programar o máximo de 140 l/min de forma que a Centralina não aceitará um valor superior aos 140 l/min no modo ( A ).E 215 LC AJUSTE DO FLUXO DA BOMBA HIDRÁULICA MANUALMENTE No modo de operação( A ) pode-se mudar a vazão da bomba P1+P2 para trabalhar com PINÇA/CABEÇOTE. terá um problema posivelmemente irreparável.

Intensidade de corrente(P1+P2) .E 215 LC REGULADOR na posição neutro “stand by” V A Z Ã O L/Min .

E 215 LC AUMENTO DE VAZÃO BOMBA P1/P2 TRANSMITE SINAL ELÉTRICO PSV-P1 PSV-P2 AUMENTO DE VAZÃO PRESSÃO LINHA PILOTO PRESSÃO PRINCIPAL LINHA DE ASPIRAÇÃO CONTROLE ELÉTRICO INTENSIDADE DE CORRENTE .

E 215 LC E 215 1-Válvula de controle de pressão principal (350 Bar) 2-Válvula direcional da translação em linha reta 3-Válvula direcional da translação lado direito para frente 4-Válvula de proteção da caçamba 5-Válvula direcional da caçamba 6-Válvula direcional de elevação da lança 7-Válvula ante-queda da lança 8-Válvula de interceptação by pass P1 9-Bloco opcional 10-Válvula direcional de confluência do braço de penetração 11-Válvula direcional opcional para martelo P2 12-Válvula direcional de recirculação variável do braço de penetração 13-Válvula direcional do braço de penetração 14-Válvula direcional de confluência de elevação da lança 15-Válvula direcional do giro da estrutura superior 16-´Válvula direcional de translação lado esquerdo 17-Corpo A 18-Corpo B 19-Válvula de interceptação by pass P1 .

E 215 LC .

E 215 LC

E 215 LC

E 215 LC
SE-5 SENSOR DE BAIXA PRESSÃO DO GIRO

DISTRIBUIDOR HIDRÁULICO

E 215 LC 1 Pis ORIFÍCIO PILOTO DE RECIRCULAÇÃO C DO BRAÇO PENETRADOR PCb ORIFÍCIO PILOTO PARA BY-PASS DA BOMBA P1 PAa ORIFÍCIO PILOTO PARA FECHAR BRAÇO PENETRADOR PAb ORIFÍCIO PILOTO PARA ABAIXAR A LANÇA PB1 ORIFÍCIO PILOTO PARA FLUXO COMBINADO DA LANÇA PAc ORIFÍCIO PILOTO PARA ABRIR CAÇAMBA Pas ORIFÍCIO PILOTO PARA GIRO ESQUERDO PBs1 PAr ORIFÍCIO PILOTO PARA TRANSLAÇÃO DIREITA (Para frente) PAs ORIFÍCIO PILOTO PARA GIRO LADO DIREITO Dra ORIFÍCIO PILOTO DE DESCARGA PAL ORIFÍCIO PILOTO PARA TRANSLAÇÃO ESQUERDA(frente) .

HASTE DE TRANSLAÇÃO RETILÍNEA HASTE TRANSL. DIR.E 215 LC 2 HASTE FLUXO COMBINADO BRAÇO ELEVAÇÃO HASTE DO BRAÇO DE ESCAVAÇÃO HASTE DE GIRO HASTE TRANSL. ESQ. HASTE DO BRAÇO DE RECIRCULAÇÃO VARIÁVEL ESCAVAÇÃO PIS HASTE DE INTERCEPTAÇÃO BY-PASS P1 HASTE DA CAÇAMBA HASTE DO BRAÇO DE ELEVAÇÃO .

E 215 LC 3 PLc1 ORIFÍCIO PILOTO DA VÁLVULA DE BLOQUEIO DA LANÇA Drc ORIFÍCIO DE DESCARGA AB ALIMENTAÇÃO LEVANTAR LANÇA Drb ORIFÍCIO DE DESCARGA PL1 ORIFÍCIO PARA POWER BOOST Ac ALIMENTAÇÃO ABRIR CAÇAMBA Ar ALIMENTAÇÃOTRANSLAÇÃO DIREITA PARA FRENTE Bb ALIMENTAÇÃO ABAIXAMENTO DA LANÇA Br ALIMENTAÇÃO TRANSLAÇÃO DIREITA PARA TRÁS Drb ORIFÍCIO DE DESCARGA Bc ALIMENTAÇÃO FECHAR CAÇAMBA .

E 215 LC 4 Aa ALIMENTAÇÃO FECHAR BRAÇO DE ESCAVAÇÃO AL ALIMENTAÇÃO LOCOMOÇÃO ESQUERDA/FRENTE AO2 ALIMENTAÇÃO MARTELO HIDRÁULICO BO2 ALIMENTAÇÃO OPCIONAL As ALIMENTAÇÃO GIRO LADO DIREITO BL ALIMENTAÇÃO LOCOMOÇÃO ESQUERDA PARA TRÁS Ba ALIMENTAÇÃO ABRIR BRAÇO DE ESCAVAÇÃO Ba ALIMENTAÇÃO ABRIR ESCAVAÇÃO COM PRIORIDADE DE GIRO Bs ALIMENTAÇÃO GIRO LADO ESQUERDO .

E 215 LC 5 PTb ORIFÍCIO PILOTO PARA TRANSLAÇÃO RETILÍNEA PBr ORIFÍCIO PILOTO PARA TRANSLAÇÃO DIREITA PARA TRÁS PBc ORIFÍCIO PILOTO PARA FECHAR CAÇAMBA PBb ORIFÍCIO PILOTO PARA ABAIXAMENTO DA LANÇA Dra ORIFÍCIO DESCARGA DE PBL ORIFÍCIO DE PILOTAGEM TRANSLAÇÃO ESQUERDA PARA TRÁS PBa ORIFÍCIO PILOTO PARA PBs1 ORIFÍCIO PILOTAGEM GIRO ESQUERDO PLc2 ORIFÍCIO DE PILOTAGEM DA VÁLVULA DE BLOQUEO DA ESCAVAÇÃO FLUXO COMBINADO BRAÇO ESCAVAÇÃO Drc Dreno Drc ORIFÍCIO DE DESCARGA Pca ORIFÍCIO PILOTO PARA BY-PASS DA BOMBA P2 .

E 215 LC 6 (T2) SAÍDA PARA TANQUE (P1) LINHA DE ALIMENTAÇÃO DA BOMBA P1 (P2) LINHA DE ALIMENTAÇÃO DA BOMBA P2 .

7 BAR) .7 BAR) VÁLVULA DE SEGURANÇA FECHAR ESCAVAÇÃO (370.E 215 LC 7 VÁLVULA DE SEGURANÇA DO MARTELO HIDRÁULICO (370.

E 215 LC 8 VÁLVULA DE SEGURANÇA DA CAÇAMBA LADO HASTE (340 BAR) VÁLVULA DE SEGURANÇA DA LANÇA LADO BASE (390 BAR) VÁLVULA DE REGULAGEM DA PRESSÃO PRINCIPAL (350 BAR) .

E 215 LC 9 .

E 215 LC 10 VÁLVULA DE CONTROLE DE PRESSÃO PRINCIPAL 350 BAR .

PODEMOS ABAIXAR A LANÇA EM CASO DE EMERGÊNCIA .E 215 LC TUBO PARA DESCARGA DO DISTRIBUIDORPARA TANQUE Válvula de segurança do circuito da lança NESTA VÁLVULA.

E 215 LC GRUPO DAS BOMBAS OPCIONAL PARA GARRAS .

E 215 LC OPCIONAL VÁLVULA DE DESCARGARGA .

P2 DRENO .E 215 LC OPC OPC A3 Para o filtro de pilotagem Alimentação da bomba P1 Alimentação da bomba P2 ASPIRAÇÃO DA BOMBA PILOTO ASPIRAÇÃO DAS BOMBAS P1 .

E 215 LC GRUPO DAS BOMBAS BACK-UP FUNÇÃO REGULAGEM DA VAZÃO MÁXIMA DA BOMBA P1 REGULAGEM DA VAZÃO MÍNIMA DA BOMBA P2 PSV-P1 ALIMENTAÇÃO DA LINHA DO FILTRO PILOTO REGULAGEM DA CURVA P.Q DA BOMBA P2 PSV-P2 .

E 215 LC REGULAGEM DA CENTRALINA CENTRALINA .

E 215 LC Quando é necessário fazer a regulagem da CENTRALINA 1-Quando for substituída a Centralina 2-Quando for substituído o motor de passo 3-Quando aparecer no painel “ROM DATA FAILURE” (Falha nos dados ROM) ROM=Memória Somente para Leitura) 4-Quando aparecer no painel alternadamente “ROM DATA FAILURE E MECHATRO SET ERROR” (Erro no ajuste da Centralina) PREPARAÇÃO: 1-Aquecer o motor térmico 2-Desligue o ar condicionado 3-Desligue o motor térmico Em seguida faça a regulagem da Centralina. Veja procedimento a seguir: .

..E 215 LC (REGULAGEM DA CENTRALINA) Exemplo:101.104.102.106.103.104. .105.. Exemplo:101.102.103.107..

3-Com a função “Auto Idle”desativada. -CPU STEP 4 MEMORY / CPU CONDITION ERROR -CPU MECHATRO CONT FAIL / CPU ROM DATE -CPU ROM DATE FAILURE Nestes casos verificar principalmente o sensor de rotações do motor e regulagens dos tirantes da bomba injetora.H/M. não é possível fazer o procedimento de ajuste.A) 4-Pressione a tecla “ mudança de tela” 4 vezes para voltar com as horas no painel. . Colocar as rotações nos modos de trabalho (W. mude os modos de trabalho e verifique no painel se as rotações para cada modo de trabalho estão corretas.E 215 LC AO TÉRMINO DA AJUSTAGEM: 1-Funcione o motor e eleve as rotações do motor térmico ao máximo 2-Aperte a tecla “mudança de tela”uma vez para visualizar as rotações do motor. NOTA: Se aparecer no painel algumas das mensagens abaixo.

A freqüência deverá ser: Marcha lenta: 2. Este sinal é enviado para a CENTRALINA e é exibida no painel de instrumentos.12Khz Obs: Marcha alta livre: 4.3mm Porca trava Desconecte o sensor.P. Então.12 × 60 A folga entre o sensor e o volante deve ser nº de dentes de 2. b)Freqüência RPM= 2. Função: O SENSOR de velocidade do motor está instalado na carcaça do volante do motor e é usado para detectar a atual RPM do motor.3mm c) Aperte a porca trava com um torque de Freqüência: Marcha lenta=2. b)Com o motor desligado instale o sensor ela gera 62 ondas que significa no alojamento e aperte com as mãos 282 Ω+-28 Ω uma R.5 SENSOR DE VELOCIDADE DO MOTOR (SE-13) Aterramento Chave 22mm Chave 19mm Roda Fônica (Volante) Medir a freqüência Neste ponto 1. Exemplo: se a roda tem 62 dentes. O sinal é transmitido por força magnética.76Khz Cada dente da roda fônica(CREMALHEIRA). até que o sensor encoste no volante do motor.2 a 25.3 Lbs pés).E 215 LC Rosca M 16x1. Sinal Folga de 2.12 Khz 24.M.5 a 34.76 Khz .3 Nm ( 9. e imãs localizados no sensor. Alta livre=4. inspeção. Como ajustar o sensor de velocidades: gera ondas as quais o sensor de rotação envia para a a)Remova o sensor para limpeza e 2-Como medir CENTRALINA este sinal. não aplicar qualquer tipo a)Resistência de solvente como eter para limpá-lo. meça a freqüência através dos pinos localizados dentro do conector com o motor ligado. Eletricamente conta os números de dentes que passam na sua frente. volte uma volta e meia.

E 215 LC 12 mm 160 mm .

E 215 LC 175 mm MARCHA LENTA .

E 215 LC 136 mm INTERRUPTOR AUTO IDLE DESATIVADO .

E 215 LC SIGLA J C G EU S F IDIOMA Japonês Chinês Alemão Somente símbolos Espanhol Francês SIGLA I T EA E IDIOMA Indonésio Tailandês Inglês (UK) Inglaterra Inglês (EUA) .

00 .E 215 LC 03.

105.106). G) Aperte a tecla para memorizar.102. ( Ex:101. Para diminuir aperte a tecla . . C) Aparecerão as siglas na seguinte ordem:”Y” (ano). “D” (dia). D) E) F) Para passar da regulagem do ano para horas ou minutos. . “M” (minutos).104.E 215 LC REGULAGEM DO RELÓGIO A) Girar a chave para a posição “on”( Aparecerá no visor do monitor o logotipo e após 5 segundos o relógio). aperte a tecla MODE . “H” (hora). B) Apertar a tecla com intervalo de 5 a 10segundos. “M” (mês).103. deve-se usar a tecla Para aumentar a numeração.

E 215 LC .

Valor de Referência: 2440 ± 50 rpm .E 215 LC GIRO DO MOTOR Procedimento: Com o motor ligado e com o acelerador manual na posição de máxima aceleração.Valor de Referência: 1050 ± 50 rpm.Máximo .Valor de Referência: 1000 ± 50 rpm. acessar a página 2 do menu de parâmetros e verificar os valores do giro do motor para os seguintes modos de trabalho: H/M • Mínimo . • Máximo . • Regime A/I (Auto Idle) .Valor de Referência: 2200 ± 50 rpm. Modo Cancel • E215 .

o modo de trabalho H/M selecionado e com o acelerador manual na posição de máxima aceleração.8 ± 0.3 ± 0.5 Mpa(350bar) • Combinando os mesmos movimentos citados acima porém com o POWER BOOST acionado durante o levantamento do braço: Bomba 1 .8 ± 0.E 215 LC PRESSÕES Procedimento: Com o motor ligado.Valor de Referência: 37.3 ± 0. acessar a página 14 do menu de parâmetros e verificar os valores das pressões na bombas para as seguintes situações: • Realizar o movimento de levantamento do braço monobloco até o fim de curso: Bomba 1 .Valor de Referência: 34.5 Mpa(385bar) • Realizando o movimento de giro para a direita e para a esquerda: Direita/Esquerda .5 Mpa(385bar) Bomba 2 .5 Mpa(350bar) Bomba 2 .Valor de Referência: 34.5 Mpa(290bar) .Valor de Referência: 37.Valor de Referência: 28 ± 0.

Os valores devem estar na seguinte faixa (valores de referência): Lado direito: 16.5 ± 1.8 segundos Lado esquerdo: 16.E 215 LC TEMPO DE ROTAÇÃO DA PLATAFORMA (GIRO) Procedimento: Devem ser verificados os tempos de rotação da máquina com a caçamba vazia e o braço levantado. O motor deve estar com rotação máxima.8 segundos IMPORTANTE: Ficar atento a possíveis problemas nos rolamentos da engrenagem de giro (barulho anormal) .5 ± 1. Dar 3 (três) voltas para cada sentido.

7 ± 1. Fazer o teste para os dois lados e nos sentidos “avante” e “ré” para cada velocidade (rápida e lenta). Valor de Referência: Lenta: 26.5 segundos Rápida: 17.E 215 LC TEMPO DE TRANSLAÇÃO DA ESTEIRA Procedimento: Selecionar o modo de trabalho H/M. marcar um ponto de referência na esteira e girar o comando de aceleração manual (Potenciômetro)para a posição máxima (toda à direita) . Verificar o tempo gasto para dar 3 voltas completas. posicionar a máquina conforme figura.5 segundos .9 ± 1.

4 ± 0.(LC) Valor de Referência: 2.5 ± 0.3 segundos E215 ME .Abrir Cilindro . realizar movimentos do início (haste totalmente fechada) até o fim de curso dos cilindros(haste totalmente aberta) e verificar o tempo da operação.9 ± 0.3 segundos Caçamba .9 ± 0.Valor de Referência: 3. Braço Monobloco .Valor de Referência: 3.1 ± 0.Abrir Cilindro(LC) Valor de Referência: 2.3 segundos E215 ME -Valor de Referência: 3.3 segundos E215 ME .Valor de Referência: 2.5 ± 0.Valor de Referência: 4.7 ± 0.Elevação – (LC) Valor de Referência: 3.Valor de Referência: 2.6 ± 0.2 ± 0.7 ± 0.E 215 LC Procedimento: Com o motor em máxima rotação e no modo H/M.3 segundos Fechar Cilindro .3 segundos IMPORTANTE: Não deixar os cilindro em fim de curso (insistindo com o comando do joystick) por mais de 15 segundos .4 ± 0.3 segundos Fechar Cilindro(LC) Valor de Referência: 3.3 segundos Braço de Penetração .3 segundos E215 ME .3 segundos E215 ME .3 segundos E215 ME .3 segundos Abaixamento (LC)Valor de Referência: 2.9 ± 0.Valor de Referência: 2.

8 Unidade: Seg Limite de serviço 5.1 2.7~ 3.5~4.7 2.6 .9~3.5~5.8~ Valor de referência para reparo 4.E 215 LC Tempo de operação do cilindro Posição de medição 1 2 Valor padrão 3.2~2.

E 215 LC .

E 215 LC .

E 215 LC .

E 215 LC .

E 215 LC .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->