Você está na página 1de 114

$ SUZUKI

MANUAL DO PROPRIETÁRIO
Este manual contém informações
importantes sobre segurança,
operação e manutenção.

Conserve-o permanentemente SUZUKI


Caring for C u s t o m e r s
dentro do veículo.
Peça N 99011-83C20-012
2

Abril de 1997 ©
83C-0X01-B0E
Este manual do proprietário aplica-se
CAPOTA DE METAL (METAL TOP)
aos seguintes modelos:

CAPOTA DE METAL (TETO ALTO)


(METAL TOP)

© C O P Y R I G H T S U Z U K I M O T O R C O R P O R A T I O N 1996
ÍNDICE A N T E S D E DIRIGIR

CONTROLES DA COLUNA DE DIREÇÃO

PAINEL DE INSTRUMENTOS

OUTROS CONTROLES E EQUIPAMENTOS

UTILIZAÇÃO DO SEU VEÍCULO

R E C O M E N D A Ç Õ E S A O DIRIGIR

C A R R E G A M E N T O E R E B O Q U E DO VEICULO

INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA

CUIDADOS COM A CARROCERIA

INFORMAÇÕES GERAIS

ESPECIFICAÇÕES

CONTROLE DE POLUIÇÃO AMBIENTAL E S O N O R A

ÍNDICE 14
PREFÁCIO IMPORTANTE
Este manual é parte essencial do seu A ATENÇÃO/A CUIDADO/
veículo e sempre deverá ser guardado OBSERVAÇÃO
dentro do mesmo. Leia-o atentamente, Leia a t e n t a m e n t e e s t e m a n u a l e s i g a a s
revendo-o de tempos em tempos. Ele suas instruções. Como ênfase às
contém importantes informações sobre i n f o r m a ç õ e s i m p o r t a n t e s , o s í m b o l o A e as
segurança, funcionamento e manutenção. p a l a v r a s ATENÇÃO, CUIDADO e
O manual deverá estar no veículo quando Todas as informações deste OBSERVAÇÃO têm um significado
este for vendido. O próximo proprietário manual baseiam-se nas últimas especial. Esteja atento às m e n s a g e n s
também necessitará destas informações. informações disponíveis sobre o destacadas por estas palavras.
produto na época da sua
O seu veículo SUZUKI, de diversas p u b l i c a ç ã o . D e v i d o a m e l h o r i a s ou
finalidades, foi projetado e construído com outras a l t e r a ç õ e s , p o d e m surgir ATENÇÃO
a capacidade de utilização tanto em discrepâncias entre as Indica um perigo potencial que
rodovias pavimentadas como off-road. i n f o r m a ç õ e s deste m a n u a l e as do poderia resultar em morte ou
Portanto, lembre-se que o seu veículo é seu veículo. A Suzuki reserva-se o ferimentos graves.
significativamente diferente dos direito de fazer alterações em
automóveis comuns para passageiros, qualquer época sem aviso prévio.
seja no manejo ou em estrutura. Do
mesmo modo que em relação a outros
CUIDADO
veículos deste tipo, a operação incorreta Indica um perigo potencial que
deste veículo pode provocar a perda de poderia resultar em d a n o s ao veículo.
controle ou acidentes. Assegure-se de ler
as orientações de direção "em rodovia
pavimentada" e "off-road". É muito OBSERVAÇÃO:
importante que você se familiarize com a Indica informações especiais para tornar a
operação adequada deste veículo antes de manutenção mais fácil ou esclarecer as
começara dirigi-lo. instruções.

S U Z U K I M O T O R C O R P O R A T I O N

0-1
AVISO DE
ALTERAÇÕES
ATENÇÃO
Não faça modificações neste veículo.
As alterações poderiam comprometer
a segurança, o manuseio, o
d e s e m p e n h o ou a d u r a b i l i d a d e e
p o d e m violar as regulamentações
governamentais. Além disto, os danos
ou problemas de desempenho
resultantes das alterações não
estarão c o b e r t o s pela garantia.

CUIDADO
A instalação inadequada de
equipamento de comunicação móvel,
c o m o telefones celulares ou faixa do
cidadão, podem resultar em
interferência eletrônica no sistema de
ignição do seu veículo e decorrentes
problemas de desempenho. Consulte
o seu distribuidor S U Z U K I ou um
técnico qualificado de serviço sobre a
instalação de tais equipamentos de
comunicação móvel.

0-2
A N T E S DE DIRIGIR

B3C-0200-BOE

ANTES DE DIRIGIR
R e c o m e n d a ç õ e s relativas ao combustível 1-1
Chaves .... 1-2
Trava do estepe (caso instalada) 1-2
Travas das portas 1-3
Janelas 1-4
Espelhos 1-4
Regulagem dos bancos 1-5
Apoio para a cabeça (opcional) 1-7
Cintos de s e g u r a n ç a 1-8
A N T E S DE DIRIGIR

83C-02001-B0E
ATENÇÃO
Evite derramar combustível durante o (Continuação
RECOMENDAÇÕES RELATIVAS
abastecimento. Os combustíveis com A S U Z U K I se p r e o c u p a c o m o m e i o
AO C O M B U S T Í V E L (Consulte álcool p o d e m causar dano à pintura do ambiente e atende portanto a t o d o s os
t a m b é m o C a p í t u l o 13) v e í c u l o , não e s t a n d o c o b e r t o s por requisitos de emissões vigentes em
garantia. O abastecimento do t a n q u e de nosso país.
UNLEADED c o m b u s t í v e l deve ser i n t e r r o m p i d o
FUEL ONLY quando houver a primeira parada CUIDADO
(Exemplo) automática da b o m b a de combustível
O tanque de combustível prevê um
e s p a ç o de ar para permitir a e x p a n s ã o do
ATENÇÃO c o m b u s t í v e l e m climas q u e n t e s . S e v o c ê
Não utilize em hipótese alguma gasolina continuar a acrescentar combustível
q u e c o n t e n h a c o m p o s t o s à b a s e de depois da interrupção automática da
c h u m b o ou aditivos de origem ou função pistola d e a b a s t e c i m e n t o o u c a s o o c o r r a
desconhecidas. Em caso de dúvida um refluxo inicial, a c â m a r a de ar ficará
consulte sempre seu revendedor cheia. A e x p o s i ç ã o ao calor q u a n d o o
SUZUKI. t a n q u e estiver t o t a l m e n t e c h e i o resultará
Os veículos S A M U R A I , comercializados em vazamento, devido à expansão do
pela S U Z U K I DO BRASIL, têm seus combustível. Para evitar tais
m o t o r e s a d e q u a d o s à utilização do ATENÇÃO vazamentos de combustível, pare de
combustível no território brasileiro abastecer após a pistola de
A garantia do seu S U Z U K I poderá não
(gasolina com índice nominal de a b a s t e c i m e n t o ter se d e s l i g a d o
cobrir danos c a u s a d o s no sistema de
o c t a n a g e m 82 - m é t e d o m o t o r - c o n t e n d o automaticamente, ou quando ocorrer
alimentação, b e m c o m o problemas de
até 2 2 % de álcool etílico anidro em um refluxo inicial ao usar um s i s t e m a
v o l u m e ) , de m o d o a obter-se ótimo p e r f o r m a n c e , c a u s a d o s por c o m p o s t o s
alternativo não a u t o m á t i c o .
d e s e m p e n h o e b a i x o nível d e e m i s s õ e s d e de c h u m b o .
poluentes pelos gases de escape.
Para manter a eficiência do s i s t e m a de ATENÇÃO
controle de e m i s s õ e s e v a p o r a t i v a s , a Este veículo está em conformidade com o
t a m p a do t a n q u e de combustível deve ser P R O C O N V E (Programa de Controle da
sempre mantida bem fechada. Poluição do Ar por Veículos Automotores)
A S U Z U K I r e c o m e n d a a utilização de e resolução 18/86 do C O N A M A , que trata
g a s o l i n a pré-aditivada, aditivos inibidores de de emissão de gases poluentes.
c o r r o s ã o ou d e t e r g e n t e s , s e m p r e que isto for (Continua)
p o s s í v e l . N ã o utilize n u n c a gasolina q u e
c o n t e n h a c o m p o s t o s à b a s e de c h u m b o .

1-1
A N T E S DE DIRIGIR

Í3C-0202-B0E 83C-02' 1-BOE


CHAVES TRAVA DO ESTEPE
(opcional)
Tipo 1 Tipo 2

O s e u v e í c u l o é e n t r e g u e c o m um p a r de
Pode-se usar a c h a v e da trava m a g n é t i c a
chaves idênticas. Guarde a chave
como um chaveiro para a sua chave de
sobressalente e m u m lugar seguro. U m a
ignição.
única c h a v e abre todas as fechaduras do
veículo. (Exceto a chave da trava da
alavanca de estacionamento).
POSIÇÃO DE MONTAGEM
0 n ú m e r o de identificação da c h a v e está Chave da trava da alavanca de estacionamento C o m o a seta mostra, p o n h a a cápsula
estampado em uma lingüeta de metal (opcional) s o b r e a p o r c a de roda.
fornecida c o m a s c h a v e s o u e n c o n t r a - s e TRAVA
i m p r e s s o n a s c h a v e s . G u a r d e a lingüeta em E m p u r r e a c á p s u l a até que dê um
u m lugar s e g u r o . C a s o p e r c a s u a s c h a v e s , estalo. Certifique-se de que esteja
você precisará d e s t e n ú m e r o p a r a m a n d a r travada puxando-a.
fazer n o v a s c h a v e s . E s c r e v a o n ú m e r o no
retângulo abaixo, p a r a consulta futura.

1 N Ú M E R O DA C H A V E I

1-2
A N T E S DE DIRIGIR

83C-0203-BOE

TRAVAS DAS PORTAS

DESTRAVA
TRAVA

Traseiras

Dianteiras

02-6DACO5-
3. R E M O Ç Ã O DA CÁPSULA Travas das Portas Laterais
1) V i r e a c a b e ç a a 9 0 ° em r e l a ç ã o à P a r a t r a v a r as p o r t a s e s t a n d o do lado oe
lâmina e prenda à parte superior fora do veículo:
da cápsula. a) Insira a c h a v e e g i r e - a em d i r e ç ã o da
2) S e g u r e a c á p s u l a c o m u m a m ã o e frente do veículo ou
gire a c h a v e no s e n t i d o h o r á r i o . b) E m p u r r e o b o t ã o de t r a v a e s e g u r e a
3) Puxe a cápsula. maçaneta da porta para cima ao
fechar a porta.
Trava da Porta Traseira
P a r a d e s t r a v a r a p o r t a do l a d o de f o r a do
v e í c u l o , insira c h a v e e g i r e - a em d i r e ç ã o à
TRAVA
parte traseira do veículo.

P a r a t r a v a r a p o r t a p e l o lado de d e n t r o do
v e í c u l o , e m p u r r e p a r a b a i x o o b o t ã o de DESTRAVA
trava. Puxe o botão para cima para
destravar a porta.

1-3
A N T E S DE DIRIGIR

83C-0204-B0E 83C-0205-B0E
JANELAS ESPELHOS

Dia Noite

02-60A021A
02-60A017A 02-60A020A
Controle Manual das Janelas Janelas Laterais Traseiras do Tipo Espelho Retrovisor Dia-e-Noite
Levante ou abaixe os vidros girando as Quebra-Vento (opcional) (opcional)
manivelas localizadas nos painéis das P a r a abrir a s j a n e l a s l a t e r a i s t r a s e i r a s , Para ajustar o espelho retrovisor interno,
portas. m o v i m e n t e a a l a v a n c a de t r a v a p a r a frente regule a alça seletora para a posição
e d e p o i s p a r a f o r a . P a r a f e c h a r as j a n e l a s , diurna, e depois movimente o espelho para
puxe a alavanca para dentro e depois para cima, para baixo ou lateralmente para
t r á s até q u e d ê u m e s t a l o d e e n c a i x e . obter a melhor visão.

Ao dirigir à n o i t e , v o c ê p o d e m o v e r a a l ç a
s e l e t o r a p a r a a p o s i ç ã o n o t u r n a a f i m de
reduzir o reflexo d o s f a r ó i s d o s v e í c u l o s
que v ê m atrás do s e u veículo.

1-4
A N T E S DE DIRIGIR

REGULAGEM DOS BANCOS

Espelhos Retrovisores Externos


ATENÇÃO A j u s t e os e s p e l h o s r e t r o v i s o r e s exze^zs ATENÇÃO
* Sempre regule o espelho com o d e maneira que você veja j r r c : - : ; z a Nunca tente regular o banco do
seletor ajustado na posição diurna. lateral d o s e u v e í c u l o n o s e s p e m o s . motorista ou o e n c o s t o e n q u a n t o
* Use a posição noturna somente d i r i g e . O b a n c o ou o e n c o s t o p o d e r i a m
caso necessário para reduzir o mover-se inesperadamente, provo-
reflexo dos faróis dos veículos que ATENÇÃO c a n d o a perda de controle.
estão atrás de você. Lembre-se de T e n h a c u i d a d o ao a v a l i a r o t a m a n h o e C e r t i f i q u e - s e de q u e o b a n c o e o
que nesta posição você talvez não encosto estejam adequadamente
a distância de um veículo ou outro
consiga ver alguns objetos que
objeto vistos pelo e s p e l h o lateral r e g u l a d o s a n t e s d e c o m e ç a r a dirigir.
poderiam ser vistos c o m o espelho
na posição diurna. convexo. Lembre-se de que neste
espelho os objetos parecem menores
e mais distantes do que q u a n d o
refletidos em um espelho plano.

1-5
A N T E S DE DIRIGIR

Lado interno Regulagem de reclinação

02-60G018A
Regulagem da Posição dos Bancos Regulagem dos Encostos dos Bancos Banco com sistema de deslizamento
A a l a v a n c a de r e g u l a g e m de c a d a b a n c o Os e n c o s t o s dos b a n c o s p o d e m ser (opcional)
está localizada s o b a parte dianteira do regulados em ângulos diferentes. Para O banco dianteiro do passageiro tem um
banco, do lado m a i s central do veículo. Para r e g u l a r o â n g u l o do e n c o s t o , p u x e p a r a s i s t e m a de d e s l i z a m e n t o p a r a facilitar a
regular a p o s i ç ã o do a s s e n t o , p u x e p a r a c i m a c i m a a alavanca do lado do banco próximo entrada e saída do assento traseiro.
a a l a v a n c a de r e g u l a g e m e f a ç a o b a n c o à porta, movimente o encosto para a P o d e - s e m o v i m e n t a r o banco de
deslizar p a r a frente ou p a r a trás. D e p o i s da p o s i ç ã o d e s e j a d a e solte a a l a v a n c a p a r a deslizamento pelo lado de fora do veículo,
r e g u l a g e m , tente m o v i m e n t a r o b a n c o p a r a t r a v a r o e n c o s t o na p o s i ç ã o . p u x a n d o p a r a c i m a a a l a v a n c a n a lateral
frente e p a r a trás p a r a certificar-se de q u e externa do banco. Pode-se m o v i m e n t a r o
esteja t r a v a d o c o m firmeza. assento pelo lado de dentro do veículo
ATENÇÃO puxando-se a argola traseira.
Q u a n d o se dirige, os e n c o s t o s d e v e m
ATENÇÃO estar sempre em uma posição
Para evitar u m a folga excessiva do p r e f e r i v e l m e n t e v e r t i c a l , a f i m de n ã o
cinto de segurança, reduzindo assim reduzir a eficiência d o s cintos de
sua eficácia c o m o dispositivo de s e g u r a n ç a . Estes são projetados para
segurança, certifique-se de que os oferecer o m á x i m o de p r o t e ç ã o
b a n c o s frontais e os b a n c o s traseiros quando os encostos estão na posição
dobradiços sejam regulados antes de totalmente vertical.
prender os cintos de segurança.

1-6
A N T E S DE DIRIGIR

83C-0213-B0E

APOIOS PARA A CABEÇA


(opcional)

02-60A033A
02-83C010A
ATENÇÃO Os apoios para a cabeça foram projetados Para levantar o apoio para a cabeça,
para auxiliar na redução de riscos de p u x e - o p a r a c i m a até ouvir u m e s t a l o . P a r a
* D e p o i s de u s a r a f u n ç ã o de
ferimentos no pescoço em caso de a b a i x a r o retentor, e m p u r r e - o p a r a b a i x o
deslizamento, certifique-se de
acidentes. enquanto segura a alavanca de trava. Se
colocar n o v a m e n t e o banco em
u m a posição vertical. for n e c e s s á r i o r e m o v e r um a p o i o p a r a a
R e g u l e o a p o i o p a r a a c a b e ç a na p o s i ç ã o
* A n t e s de r e c o l o c a r o b a n c o cabeça (para limpeza, substituição, e t c ) ,
em que o topo do apoio fique mais próximo
deslizante na sua posição normal, a p e r t e a a l a v a n c a de t r a v a e retire o a p o i o
da parte superior das suas orelhas.
certifique-se de que os pés do puxando-o para cima.
passageiro no banco traseiro não
estejam no caminho.
ATENÇÃO
* D e p o i s de r e c o l o c a r o b a n c o na s u a
* N u n c a dirija o veículo sem os
posição normal, certifique-se de
apoios para a cabeça.
que esteja travado c o m firmeza.
* N ã o tente regular o apoio para a
cabeça e n q u a n t o estiver dirigindo.

1-7
A N T E S DE DIRIGIR

83C-0208-B1E
CINTOS DE SEGURANÇA

BAIXO. SOBRE
OS QUADRIS

p r e s s i o n e o botão '

ATENÇÃO P a r a reduzir o risco de e s c o r r e g a r s o b o


cinto d e s e g u r a n ç a n o m o m e n t o d e u m a
Use sempre os Cintos de Segurança. c o l i s ã o , c o l o q u e a p a r t e inferior do c i n t o ao
l o n g o do s e u c o l o , o m a i s b a i x o p o s s í v e l
Há d o i s t i p o s de c i n t o s de s e g u r a n ç a , o em r e l a ç ã o a o s s e u s q u a d r i s , e r e g u l e o
"Tipo Retrátil Automático" e o "Tipo cinto de forma b e m justa, u s a n d o o m é t o d o
BAIXO, SOBRE a d e q u a d o para c a d a tipo de cinto, c o m o
N ã o - R e t r á t i l de 2 p o n t o s " .
OS QUADRIS d e s c r i t o a d i a n t e . C e r t i f i q u e - s e de q u e o
O tipo de cinto f o r n e c i d o c o m s e u v e í c u l o
depende das especificações do veículo. cinto n ã o e s t e j a t o r c i d o .

P a r a a f i v e l a r o cinto de s e g u r a n ç a , p u x e a P a r a soltar o c i n t o , p r e s s i o n e o b o t ã o de
l i n g ü e t a a c o p l a d a ao cinto s o b r e o s e u liberação do fecho da fivela.
c o r p o e a insira d e n t r o do f e c h o da fivela
Para regular o Cinto
n o lado o p o s t o , até ouvir u m e s t a l o .
• T i p o Retrátil A u t o m á t i c o
Puxe para c i m a a parte do cinto
superior, do o m b r o , através da placa da
lingüeta.

1-8
A N T E S DE DIRIGIR

PARA SOLTAR
PARA PRENDER

Ângulo reto

O c o m p r i m e n t o da correia diagonal do T i p o N ã o - R e t r á t i l de 2 p o n t o s
o m b r o é auto regulável para permitir a Neste cinto o regulador está
l i b e r d a d e de m o v i m e n t o s . O cinto de incorporado à lingüeta.
s e g u r a n ç a possui um dispositivo de Para apertar o cinto, puxe a
b l o q u e i o d e e m e r g ê n c i a ( E L R ) , q u e foi Suporte cd cinto de
extremidade livre do cinto
p r o j e t a d o p a r a travar o cinto de segurâná (opcional)
p a r a l e l a m e n t e à c o r r e i a do colo até q u e
segurança somente durante uma esteja regulado em u m a posição justa e
parada súbita ou sob impacto. confortável.

P a r a a l o n g a r o cinto, solte a l i n g ü e t a
ATENÇÃO ( r e g u l a d o r ) d a fivela n a d i r e ç ã o d a s e t a ,
Não se devem fazer quaisquer em â n g u l o reto c o m o cinto. A l i n g ü e t a
alterações ou acréscimos que d e v e e n t ã o s e r r e a j u s t a d a na f i v e l a e o
impeçam que os dispositivos de cinto apertado como descrito
r e g u l a g e m do cinto de segurança anteriormente.
e l i m i n e m a f o l g a ou q u e e v i t e m q u e o
conjunto do cinto de segurança seja
regulado para r e m o ç ã o de folga.

1-9
A N T E S DE DIRIGIR

ATENÇÃO (Continuação) (Continuação)


confortáveis, a fim de f o r n e c e r e m a
Certifique-se de inspecionar todos os essencial a substituição após o
proteção para os quais f o r a m
conjuntos de cintos de segurança c i n t o ter s i d o u s a d o e m u m i m p a c t o
projetados. U m cinto c o m folga
depois de qualquer colisão. T o d o s os grave, mesmo que os danos ao
propiciará m e n o s proteção d o q u e u m
c o n j u n t o s d e cintos d e s e g u r a n ç a q u e conjunto não sejam evidentes.
q u e esteja b e m ajustado.
e s t a v a m e m u s o d u r a n t e u m a colisão ( a * Os b e b ê s e c r i a n ç a s p e q u e n a s
n ã o ser u m a colisão m u i t o leve) d e v e r ã o I* C e r t i f i q u e - s e de as f i v e l a s de c a d a n u n c a d e v e r ã o ser t r a n s p o r t a d a s a
ser s u b s t i t u í d o s , m e s m o q u e n ã o s e j a m cinto de segurança estejam menos que estejam adequadamente
evidentes os danos ao conjunto. Os inseridas no fecho adequado. Existe protegidos. Os sistemas de
a possibilidade da c o n f u s ã o d a s proteção para bebês e crianças
c o n j u n t o s d e cintos d e s e g u r a n ç a q u e
fivelas no assento traseiro. p e q u e n a s poderão ser localmente
não estavam em uso durante uma
c o l i s ã o d e v e m ser s u b s t i t u í d o s c a s o * N ã o u s e o s e u c i n t o de s e g u r a n ç a a d q u i r i d o s e d e v e r ã o ser u t i l i z a d o s .
sobre objetos duros ou quebráveis Certifique-se de que o sistema que
não funcionem a d e q u a d a m e n t e ou
que estejam nos seus bolsos ou na adquiriu satisfaça os padrões
estiverem danificados de alguma forma.
sua roupa. Se ocorrer um acidente, aplicáveis de s e g u r a n ç a . Leia e siga
objetos óculos, canetas, e t c , que todas as instruções fornecidas pelo
ATENÇÃO estejam s o b o cinto de s e g u r a n ç a fabricante.
Nunca permita que pessoas viagem podem causar ferimentos.
* E v i t e a c o n t a m i n a ç ã o d o s c i n t o s de
no compartimento de bagagem de * N u n c a use o m e s m o c i n t o de s e g u r a n ç a por p o l i d o r e s , óleos,
um veículo. Na eventualidade de um segurança para mais do que um produtos químicos e especialmente
a c i d e n t e , h á u m risco muito m a i o r d e o c u p a n t e e nunca prenda o cinto pelo ácido da bateria. Pode-se
ferimentos em pessoas que não sobre uma criança que esteja no limpá-los c o m segurança usando-se
estiverem viajando nos bancos, com colo de um passageiro. Isso poderá água e sabão neutro.
seus cintos de segurança afivelados provocar ferimentos graves na
firmemente. * Se a c o r r e i a do o m b r o d o s c i n t o s
eventualidade de um acidente.
irritar o p e s c o ç o ou o r o s t o de u m a
Os cintos de segurança deverão * M u l h e r e s grávidas deverão usar o criança, desloque a criança mais
s e m p r e ser ajustados de maneira cinto, embora o médico responsável p a r a o c e n t r o do v e í c u l o .
que a correia do colo seja usada deva fazer as recomendações
baixa, na altura da pélvis e não específicas sobre as restrições da
contra a cintura. As correias do utilização do cinto.
o m b r o d e v e m ser usadas s o m e n t e
sobre o o m b r o mais próximo da * I n s p e c i o n e p e r i o d i c a m e n t e as
porta, e n u n c a s o b o b r a ç o . Os conjuntos de cintos de segurança
cintos de segurança jamais deverão q u a n t o a d e s g a s t e e d a n o s . Os
ser u s a d o s c o m a s c o r r e i a s t o r c i d a s cintos de s e g u r a n ç a d e v e m ser
e d e v e m ser r e g u l a d o s t ã o j u s t o s substituídos caso as correias
quanto possível e mantendo-se fiquem esfiapadas, contaminadas
(Continua) ou danificadas de qualquer m o d o . É
(Continua)

1-10
CONTROLES DA COLUNA DE DIREÇÃO

S3C-0300-B0E

CONTROLES DA COLUNA DE DIREÇÃO


Comutador da ignição 2-1
Alavanca das luzes e dos indicadores de direção 2-2
Interruptor do pisca-alerta 2-3
A l a v a n c a d o s l i m p a d o r e s e do l a v a d o r do p á r a - b r i s a s . . . 2-4
Buzina 2-5
CONTROLES DA COLUNA DE DIREÇÃO

COMUTADOR DE IGNIÇAO

ERRADO

PRESSIONE

VIRE PARA "LOCK''

O c o m u t a d o r de ignição tem as quatro Você d e v e r á empurrar a chave para girá-la


ATENÇÃO posições abaixo: até a p o s i ç ã o " L O C K " . Isto b l o q u e a r á a
Para evitar possíveis ferimentos, não i g n i ç ã o e e v i t a r á o u s o n o r m a l do v o l a n t e
opere os controles colocando a m ã o LOCK a p ó s a c h a v e ter s i d o r e t i r a d a .
dentro do volante de direção. Esta é a posição n o r m a l de e s t a c i o n a m e n t o .
É a única posição em q u e a c h a v e p o d e ser Para soltar a trava de direção, insira a c h a v e
retirada. e gire-a no sentido horário p a r a u m a d a s
outras p o s i ç õ e s . S e tiver dificuldade e m girar
a c h a v e p a r a destravar a direção, tente virar
l e v e m e n t e o volante p a r a a direita ou p a r a a
e s q u e r d a e n q u a n t o gira a c h a v e .

ACC
Os acessórios, c o m o por exemplo o rádio,
poderão ser operados c o m o motor desligado.

ON
Esta é a posição o p e r a c i o n a l n o r m a l . T o d o s
os s i s t e m a s elétricos e s t a r ã o ativados.

2-1
CONTROLES DA COLUNA DE DIREÇÃO

83C-0302-BOE

ALAVANCA DAS LUZES E DOS


START
E s t a é a p o s i ç ã o p a r a se dar a p a r t i d a do INDICADORES DE DIREÇÃO
m o t o r , u s a n d o o m o t o r de a r r a n q u e . A
chave deve ser tirada desta posição assim
que o motor c o m e c e a funcionar. ALTO

ATENÇÃO BAIXO
N u n c a r e m o v a a chave da ignição
e n q u a n t o o veículo está em
movimento. O volante travaria e
você não poderia mudar a direção
do veículo.
Não deixe crianças sozinhas em um
ULTRAPASSAGEM
v e í c u l o e s t a c i o n a d o e s e m p r e retire
a chave. As crianças nao vigiadas
poderiam causar o movimento
acidental do veículo, o que poderia 03-83C091A
resultar em graves ferimentos
Esta a l a v a n c a está localizada no lado C o m os faróis dianteiros ligados, e m p u r r e
pessoais.
e x t e r n o da c o l u n a de d i r e ç ã o . Utilize a a a l a v a n c a p a r a a f r e n t e p a r a ligar os f a r ó i s
alavanca conforme descrito abaixo. altos (faróis p r i n c i p a i s ) o u p u x e - a n a s u a
CUIDADO direção para m u d a r para os faróis baixos.
N ã o use o motor de partida por mais Operação das Luzes Q u a n d o o s f a r ó i s altos (faróis p r i n c i p a i s )
de 15 s e g u n d o s de cada vez. Se o P a r a ligar ou d e s l i g a r os f a r ó i s , gire o b o t ã o e s t i v e r e m l i g a d o s , h a v e r á u m a luz d e
motor não começar a funcionar, na e x t r e m i d a d e da alavanca. Há três indicação no painel de instrumentos. Para
e s p e r e de cinco a dez s e g u n d o s posições: na posição " O F F " todas as luzes a c i o n a r m o m e n t a n e a m e n t e o s f a r ó i s altos
antes de tentar n o v a m e n t e . Se o permanecerão desligadas; na posição (faróis principais) c o m o um sinal de
motor não funcionar depois de
intermediária serão ligadas as lanternas ultrapassagem, puxe ligeiramente a
diversas tentativas, verifique os
d i a n t e i r a s e t r a s e i r a s , a luz da p l a c a de alavanca em sua direção e solte-a quando
s i s t e m a s de c o m b u s t í v e l e de
ignição ou consulte a sua l i c e n c i a m e n t o e as l u z e s do p a i n e l de tiver t e r m i n a d o a s i n a l i z a ç ã o .
concessionária SUZUKI. instrumentos, enquanto que os faróis
dianteiros permanecerão desligados; na
N ã o deixe a c h a v e de ignição na terceira posição, os faróis dianteiros
posição " O N " caso o motor não
estarão ligados além das outras luzes.
esteja f u n c i o n a n d o , pois a bateria
será d e s c a r r e g a d a .

2-2
CONTROLES DA COLUNA DE DIREÇÃO

83C-0303-B0E

INTERRUPTOR DO PISCA-ALERTA

OBSERVAÇÃO: Sinalização de M u d a n ç a de Pista


Controle do Funcionamento das Luzes A l g u m a s v e z e s , c o m o a o m u d a r d e pista,
durante o Dia (opcional). o v o l a n t e da d i r e ç ã o n ã o é v i r a d o o
Quando o motor é acionado, este s u f i c i e n t e p a r a desativar o sinal de
controle ligará os faróis dianteiros (ou m u d a n ç a de direção. Por conveniência,
de neblina) e as luzes de afastamento. v o c ê poderá fazer o sinal de m u d a n ç a de
Mas este controle será cancelado d i r e ç ã o piscar, m o v e n d o p a r c i a l m e n t e a
quando a alavanca de controle das alavanca e segurando-a neste ponto. A
luzes for virada para qualquer outra a l a v a n c a v o l t a r á à p o s i ç ã o n o r m a l ao s e r
posição que não seja OFF. solta.

EXEMPLO

P r e s s i o n e para baixo o interruptor do


pisca-alerta para ativar as luzes de
A T E N Ç Ã O . T o d a s as quatro luzes de
Operação da Sinalização de Mudança
sinalização de m u d a n ç a de direção e
de Direção
ambos os indicadores de sinalização de
C o m a chave de ignição na posição "ON",
mudança de direção piscarão
m o v a a alavanca para cima ou para baixo
simultaneamente. Para desligar as luzes,
para ativar as sinalizações de m u d a n ç a de
pressione o interruptor n o v a m e n t e .
d i r e ç ã o p a r a a d i r e i t a ou a e s q u e r d a .
Use o pisca-alerta para advertir outros
Sinalização de Mudança de Direção
veículos durante o e s t a c i o n a m e n t o de
Normal
emergência ou quando, por outro motivo,
Mova a alavanca totalmente para cima
o seu veículo poderia tornar-se um perigo
p a r a sinalizar u m a c o n v e r s ã o à direita
ao tráfego.
ou totalmente para baixo para
conversão à esquerda. Quando a
c o n v e r s ã o estiver terminada, o sinal
será cancelado e a alavanca voltará
para a sua posição normal.

2-3
CONTROLES DA COLUNA DE DIREÇÃO

(Continuação)
Í;C-0304-B0E

* N ã o t e n t e r e m o v e r a s u j e i r a do
ALAVANCA DOS LIMPADORES E
pára-brisas seco com os
DO LAVADOR DO PÁRA-BRISAS Lavador do Pára-Brisas limpadores, caso contrário, você
p o d e r á d a n i f i c a r o p á r a - b r i s a s e as
Para borrifar fluido de lavagem no
palhetas dos limpadores. Molhe
pára-brisas, puxe a alavanca em sua
s e m p r e o pára-brisas c o m fluido de
direção. Os limpadores do pára-brisas lavagem antes de acionar os
serão acionados automaticamente em limpadores.
baixa velocidade, caso já não estejam em
* T i r e o g e l o ou a n e v e c o m p a c t a d a
f u n c i o n a m e n t o e e x i s t a no m o d e l o do s e u
das palhetas do lavador antes de
veículo a posição "INT".
usar os limpadores.

ATENÇÃO * V e r i f i q u e r e g u l a r m e n t e o n í v e l de
fluido do lavador. Faça um maior
Para evitar a f o r m a ç ã o de gelo no número de verificações quando
pára-brisas em clima frio, a c i o n e o houver mau tempo.
d e s c o n g e l a d o r para a q u e c e - l o a n t e s
* E n c h a o r e s e r v a t ó r i o c o m f l u i d o de
03-60B048A
e d u r a n t e a utilização do lavador.
l a v a g e m s o m e n t e a t é 3/4 d a s u a
Não use o anticongelante para capacidade, c o m clima frio, para
Limpadores do Pára-Brisas
radiadores no reservatório do lavador permitir e s p a ç o para e x p a n s ã o c a s o
Para ligar o s l i m p a d o r e s d o p á r a - b r i s a s , do p á r a - b r i s a s . O a n t i c o n g e l a n t e a temperatura caia o bastante para
abaixe a a l a v a n c a para u m a das três pode prejudicar seriamente a congelar a solução.
sosições operacionais. visibilidade quando borrifado no
pára-brisas e t a m b é m causar d a n o s à
Na posição "INT" (caso instalada), os pintura do seu veículo.
limpadores funcionam de forma
intermitente. A posição "INT" é muito CUIDADO
c o n v e n i e n t e a o s e dirigir s o b n e b l i n a o u
A fim de prevenir d a n o s aos sistemas
garoa. Na posição "LO", os limpadores
dos l i m p a d o r e s e do lavador do
funcionam a uma velocidade baixa e
pára-brisas, você deve tomar as
constante. Na posição "HIGH", os
seguintes precauções:
limpadores funcionam a u m a velocidade
alta e c o n s t a n t e . Para desativar os * Não continue a segurar a alavanca
l i m p a d o r e s , m o v a o b o t ã o de v o l t a p a r a a quando não está sendo borrifado
posição "OFF" fluido de lavagem do pára-brisas,
c a s o contrário, o motor do lavador
p o d e r á ser d a n i f i c a d o .
(Continua)

2-4
CONTROLES DA COLUNA DE DIREÇÃO

83C-0306-B0E

BUZINA

Pressione o botão da buzina do volante de


direção para fazer a buzina soar. Esta
soará c o m a chave de ignição em qualquer
posição.

2-5
PAINEL DE INSTRUMENTOS

;
3C-0400-BOE

PAINEL DE INSTRUMENTOS
Luzes indicadoras e de A D V E R T Ê N C I A 3-3
V e l o c í m e t r o / H o d ô m e t r o / H o d ô m e t r o parcial
(opcional) 3-5
Tacómetro (opcional) 3-6
Medidor de combustível 3-6
Medidor de temperatura 3-6
Comutador de nivelamento dos faróis dianteiros
(opcional) 3-7
Comutador do limpador/lavador do vidro traseiro
(opcional) 3-7
Lavador dos faróis dianteiros (opcional) 3-8
Interruptor do d e s e m b a ç a d o r do vidro traseiro
(opcional) 3-8
Comutador dos faróis de neblina (opcional) 3-8
A c e n d e d o r de cigarros e cinzeiro 3-9
Relógio (opcional) 3-9
Botão do afogador (opcional) 3-10
Porta-luvas 3-10
Sistema de aquecimento 3-11
Sistema de ar condicionado (opcional) 3-13
R á d i o A M ( / F M ) c o m v i s o r digital ( o p c i o n a l ) 3-14
PAINEL DE INSTRUMENTOS

Conjunto de instrumentos
Comutador da ignição
Comutador de iluminação/
Comutador da sinalização de
m u d a n ç a de direção e controle de
redução de iluminação
C o m u t a d o r dos l i m p a d o r e s e do
lavador do pára-brisas
Interruptor d o p i s c a - a l e r t a
Outros comutadores
(opcional)
Painel de controle do a q u e c i m e n t o
Rádio (opcional)
Acendedor de cigarros
(opcional)
Cinzeiro
Relógio (opcional)
Ventilação central
V e n t i l a ç ã o lateral
D e s e m b a ç a d o r lateral
Porta-luvas
Caixa de fusíveis

3-1
PAINEL DE INSTRUMENTOS

Velocímetro
Hodômetro
H o d ô m e t r o parcial
Botão de restabelecimento do
hodômetro parcial
Tacômetro (opcional)
Medidor de combustível
Medidor de temperatura
L u z e s i n d i c a d o r a s e de
ADVERTÊNCIA

3-2
PAINEL DE INSTRUMENTOS

L U Z E S I N D I C A D O R A S E DE Continuação)
ADVERTÊNCIA S e a luz d e A T E N Ç Ã O d o n í v e d e ^ a : Z Í
: , ;
' C a s o a luz de A D V E R T Ê N C I A do
freio a c e n d e r e n q u a n t o se esta z z "zz z r nível d e f l u i d o d e f r e i o n ã o a p a g u e
v e í c u l o , t a l v e z s i g n i f i q u e q u e ra azz ze d e p o i s de se d a r a p a r t i d a do m o t o r
e r r a d o c o m o s i s t e m a de íreics zz .e :„ : e do f r e i o de e s t a c i o n a m e n t o t e r
sido t o t a l m e n t e s o l t o .
S e isto a c o n t e c e r , v o c ê d e v e a :
r

• C a s o a luz de A D V E R T Ê N C I A do
ATENÇÃO nível d e f l u i d o d e f r e i o n a o a c e n d a
q u a n d o o c o m u t a d o r de ignição
L e m b r e - s e que a d i s t â n c i a de está n a p o s i ç ã o " S T A R T " .
f r e n a g e m p o d e r á ser maior, talvez
' C a s o a l u z de A D V E R T Ê N C I A do
Luz de A D V E R T Ê N C I A do nível do fluido f a z e n d o - s e n e c e s s á r i o pisar n o p e d a l
nível d e f l u i d o d e f r e i o a c e n d a a
de freio (caso instalada): c o m mais firmeza, e o pedal poderá qualquer momento durante a
S e g u e m - s e três tipos diferentes de descer mais do que o normal. utilização do veículo.
operações, dependentes das 1) S a i a da pista e c a r e c u i d a d o s a m e n t e .
e s p e c i f i c a ç õ e s do v e í c u l o , p a r a v e r i f i c a r o 2) T e s t e os f r e i c s . T o v i m e n t a n d o o OBSERVAÇÃO:
f u n c i o n a m e n t o d e s t a luz: v e í c u l o e f r e a n a c c u i a a d o s a m e n t e , no Devido ao sistema de freio a disco ser
acostamento. auto-regulável, o nível de fluido cairá
1) A luz a c e n d e q u a n d o o c o m u t a d o r de
3 ) S e v o c ê c o n s i d e r a r s e g u r o , dirija c o m conforme as pastilhas de freio se
ignição está voltado para a posição
c u i d a d o , em b a i x a v e l o c i d a d e , até a desgastem.
"START".
concessionária mais próxima para o
2) A luz a c e n d e q u a n d o o f r e i o de
reparo. O reabastecimento do reservatório de
estacionamento está engatado c o m o
fluido de freio é considerado como um
comutador de ignição na posição "ON". ou procedimento de manutenção periódica
3 ) A luz a c e n d e e m q u a l q u e r u m a d a s 4) P r o v i d e n c i e o r e b o q u e do v e í c u l o até a normal.
d u a s c o n d i ç õ e s 1) e 2) a c i m a . concessionária mais próxima para o
reparo.
A luz t a m b é m a c e n d e q u a n d o o nível de
f l u i d o n o r e s e r v a t ó r i o cair a b a i x o d o nível ATENÇÃO
específico.
Se ocorrer alguma das condições
seguintes, você deve solicitar
A luz d e v e r á a p a g a r d e p o i s de s e r d a d a a
imediatamente à sua concessionária
partida do motor e o freio de
S U Z U K I que inspecione o sistema de
e s t a c i o n a m e n t o s e r t o t a l m e n t e solto, n o
freios. Luz indicadora de freio de
caso do nível de fluido de freio no
(Continua) estacionamentc o u ( ) (opcional):
reservatório estar a d e q u a d o .

3-3
PAINEL DE INSTRUMENTOS

Esta luz a c e n d e q u a n d o o freio de E s t a luz a c e n d e q u a n d o o c o m u t a d o r de E s t a luz a c e n d e q u a n d o o c o m u t a d o r d e


estacionamento não estiver desengatado ignição é girado, e apaga quando é dada a ignição é girado, e a p a g a quando é d a d a a
e o c o m u t a d o r de i g n i ç ã o e s t i v e r na p a r t i d a do m o t o r . A luz a c e n d e r á e p a r t i d a do m o t o r . A luz a c e n d e r á e
posição "ON". permanecerá acesa se houver pressão permanecerá acesa se houver algo errado
i n s u f i c i e n t e d e ó l e o . S e a luz a c e n d e r c o m o s i s t e m a de c a r g a da b a t e r i a . Se a
Se o s e u veículo n ã o estiver e q u i p a d o c o m durante a c o n d u ç ã o do veículo, saia da luz a c e n d e r q u a n d o o m o t o r e s t i v e r e m
esta luz ©, a luz de A D V E R T Ê N C I A do nível pista o m a i s r á p i d o p o s s í v e l e d e s l i g u e o funcionamento, o sistema de carga d e v e r á
d e fluido d e freio © f a r á t a m b é m a s v e z e s d a m o t o r . V e r i f i q u e o n í v e l de ó l e o e ser inspecionado imediatamente pela sua
luz i n d i c a d o r a d e freio d e e s t a c i o n a m e n t o © . complete-o, caso necessário. Se houver concessionária SUZUKI.
ó l e o b a s t a n t e , o s i s t e m a de l u b r i f i c a ç ã o
d e v e r á ser inspecionado pela sua
concessionária S U Z U K I antes que você
dirija o v e í c u l o n o v a m e n t e . CHECK
CUIDADO ENGINE
S e v o c ê fizer o m o t o r f u n c i o n a r c o m
esta luz a c e s a , p o d e r ã o resultar
sérios danos ao motor.
Luz -piloto de A D V E R T Ê N C I A (opcional): Não confie na Luz de Pressão do Luz " C H E C K E N G I N E " (opcional)
E s t a luz, d e f o r m a t r i a n g u l a r , p i s c a a o Óleo como indicação da O seu veículo tem um sistema de controle
mesmo t e m p o que o pisca-alerta quando o necessidade de acrescentar óleo. de emissão controlado por computador. Há
Certifique-se de verificar u m a luz " C H E C K E N G I N E " n o p a i n e l d e
interruptor deste estiver ativado.
p e r i o d i c a m e n t e o nível de ó l e o do
instrumentos para indicar quando são
motor.
necessários serviços de manutenção ao
s i s t e m a d e c o n t r o l e d e e m i s s ã o . A luz
"CHECK ENGINE" acende quando o
comutador de ignição é girado para " O N "
ou " S T A R T " e a p a g a q u a n d o é d a d a
partida do motor.
Se a luz " C H E C K E N G I N E " a c e n d e r
quando o motor estiver em f u n c i o n a m e n t o ,
há um problema no sistema de controle de
emissão. Leve o seu veículo à sua
Luz de P r e s s ã o do Óleo concessionária SUZUKI para que o
Luz da Bateria
problema seja corrigido.

3-4
PAINEL DE INSTRUMENTOS

83C-0402-B0E

VELOCÍMETRO/HODÔMETRO/HODÔ-
M E T R O PARCIAL (opcional)

CUIDADO
C o n t i n u a r a dirigir q u a n d o a luz
" C H E C K ENGINE" estiver acesa
poderá causar danos permanentes ao
sistema de controle de emissão do
v e í c u l o e a f e t a r a e c o n o m i a de
combustível e a dirigibilidade. 04-50G056A
Luz indicadora dos Faróis Principais
(Faróis Altos)
Esta luz indicadora acenderá quando os faróis
principais (faróis altos) estiverem acesos.

04-83C017A
O velocímetro indica a v e l o c i d a d e do v e í c u l o
em km/h e milhas/h. O h o d ô m e t r o registra a
distância total p e r c o r r i d a p e l o veículo. O
h o d ô m e t r o parcial p o d e r á ser utilizado p a r a
medir a distância p e r c o r r i d a em v i a g e n s
curtas ou entre as paradas para
04-50G055A
04-60A08OA r e a b a s t e c i m e n t o . P o d e - s e restabelecer e m
Indicadores de Mudança de Direção Luz Indicadora de " 4 W D " z e r o o h o d ô m e t r o parcial, p r e s s i o n a n d o - s e o
Q u a n d o você acionar o indicador de Esta luz indicadora a c e n d e q u a n d o o botão de restabelecimento.
m u d a n ç a de direção para esquerda ou c o m u t a d o r de ignição está na posição " O N "
para a direita, a seta verde correspondente e a a l a v a n c a de t r a n s f e r ê n c i a e s t á em u m a
CUIDADO
do painel de instrumentos piscará, das posições de tração nas quatro rodas, Acompanhe as indicações do
juntamente c o m as respectivas lanternas seja " 4 H " ou "4L". h o d ô m e t r o e verifique r e g u l a r m e n t e o
indicadoras de mudança de direção. programa de m a n u t e n ç ã o quanto a
Q u a n d o v o c ê aciona o interruptor do serviços necessários. Poderão ocorrer
pisca-alerta, a m b a s as setas piscarão o d e s g a s t e a c e l e r a d o ou d a n o s a c e r t a s
juntamente com todas as lanternas peças devido à omissão em executar
indicadoras de m u d a n ç a de direção. serviços exigidos nos intervalos de
quilometragem adequados.

3-5
PAINEL DE INSTRUMENTOS

83C-0404-B0E 83C-0405-B0E
T A C O M E T R O (opcional) MEDIDOR DE COMBUSTÍVEL MEDIDOR DE TEMPERATURA

04-83C018A 04-83C086A 04-83C087A


0 t a c ô m e t r o i n d i c a a v e l o c i d a d e do m o t o r Este medidor fornece u m a indicação Q u a n d o o c o m u t a d o r da ignição está
em rotações por minuto. aproximada da quantidade de combustível acionado, este medidor indica a
no tanque. "F" significa que o tanque está t e m p e r a t u r a d o fluido d e r e f r i g e r a ç ã o d o
CUIDADO cheio e " E " significa vazio. motor. Sob condições de funcionamento
N u n c a dirija c o m o indicador da normal, o indicador deverá permanecer
velocidade do motor na área vermelha dentro da faixa de temperatura normal,
ou isso poderá resultar em sérios aceitável, entre " H " e "C". Caso o indicador
danos ao motor. s e a p r o x i m e d e " H " , isto i n d i c a q u e h á u m
superaquecimento. Siga as instruções na
seção S O L U Ç Õ E S DE EMERGÊNCIA.

CUIDADO
A c o n t i n u i d a d e da c o n d u ç ã o do
veículo q u a n d o houver a indicação de
superaquecimento do motor poderá
resultar em sérios d a n o s ao motor.

3-6
PAINEL DE INSTRUMENTOS

83C-0407-B0E
83C-0408-B0E
COMUTADOR DE NIVELAMENTO DOS
COMUTADOR DO LIMPADOR/
FARÓIS DIANTEIROS
(opcional) LAVADOR DO VIDRO TRASEIRO
(opcional)
Posição do
Comutador
Condições de Carga
do Veículo CAPOTA CAPOTA
DE DE
METAL LONA

Somente o motorista 0 0

Motorista + 1
passageiro (assento 1 1
dianteiro)

Motorista + 1 C o m o comutador de ignição na posição


passageiro + Carga - 4 "ON", pressione o comutador superior para
Gire este c o m u t a d o r para nivelar o feixe de ativar o l i m p a d o r t r a s e i r o . P a r a d e s a t i v a r o
( c a r g a total)
luz d o s f a r ó i s d i a n t e i r o s d e a c o r d o c o m a s limpador, pressione o comutador
c o n d i ç õ e s de carga do seu veículo. O
Motorista + 3 novamente.
gráfico abaixo mostra a posição adequada
passageiros. 3 -
do comutador para condições diferentes P a r a borrifar fluido d e l a v a g e m , m a n t e n h a
Nenhuma carga
de carga do veículo. pressionado o interruptor inferior. A
Motorista + 3 p u l v e r i z a ç ã o p a r a r á q u a n d o v o c ê soltar o
passageiros. 4 - interruptor.
Carga adicional
CUIDADO
Motorista + Carga
4 4 Tire o gelo ou a n e v e do v i d r o traseiro
( c a r g a total)
e da palheta do limpador traseiro antes
(A p o s i ç ã o 2 do c o m u t a d o r n ã o é utilizada) de u s á - l o . O g e l o ou a neve
acumulados poderiam impedir o
movimento da palheta do limpador,
causando danos ao motor do
limpador.

3-7
PAINEL DE INSTRUMENTOS

83C-0411-B0E
LAVADORES DOS FARÓIS INTERRUPTOR DOS FARÓIS DE
INTERRUPTOR DO DESEMBAÇADOR
DIANTEIROS (opcional) NEBLINA (opcional)
DO VIDRO TRASEIRO (opcional)

Traseiro

C o m o c o m u t a d o r de ignição na posição Q u a n d o o vidro traseiro estiver e m b a ç a d o , Traseiros


* O N " , p r e s s i o n e o i n t e r r u p t o r do l a v a d o r pressione este interruptor para Os faróis de neblina a c e n d e m - s e q u a n d o
dos f a r ó i s d i a n t e i r o s p a r a l a v a r a s l e n t e s d e s e m b a ç á - l o . U m a luz i n d i c a d o r a a b a i x o o i n t e r r u p t o r d o s f a r ó i s de n e b l i n a é
dos f a r ó i s . O f l u i d o de l a v a g e m é b o r r i f a d o do i n t e r r u p t o r e s t a r á a c e s a e n q u a n t o o pressionado c o m o c o m u t a d o r dos faróis
sor meio s e g u n d o . C a s o necessário, d e s e m b a ç a d o r estiver ativado. O dianteiros colocado na s e g u n d a posição.
oressione o interruptor novamente. desembaçador funcionará somente
q u a n d o o c o m u t a d o r de i g n i ç ã o e s t i v e r na
posição "ON". Para desativar o
desembaçador, pressione o interruptor
novamente.

CUIDADO
O d e s e m b a ç a d o r do vidro traseiro usa
uma grande quantidade de
eletricidade. Certifique-se de
desligá-lo quando o vidro estiver
desembaçado.

3-8
PAINEL DE INSTRUMENTOS

83C-0413-B0E
RELÓGIO (opcional)
A C E N D E D O R DE C I G A R R O S E
CINZEIRO

Acendedor de Cigarros (opcional)


Para usar o a c e n d e d o r de cigarros,
e m p u r r e - o até o f u n d o do receptáculo e
depois solte-o. Ele aquecerá
a u t o m a t i c a m e n t e e saltará p a r a s u a posição
n o r m a l q u a n d o estiver pronto p a r a o uso.
04-83C022A
Para remover um cinzeiro traseiro, O relógio f u n c i o n a r á e n q u a n t o a b a t e r i a
e m p u r r e p a r a b a i x o a lingüeta e p u x e o p e r m a n e c e r c o n e c t a d a e for f o r n e c i d a
cinzeiro para fora do seu alojamento. e n e r g i a ao s i s t e m a . P a r a a c e r t a r o r e l ó g i o ,
siga as seguintes instruções:
ATENÇÃO Para acertar a indicação d o s m i n u t o s :
C e r t i f i q u e - s e de q u e o c i g a r r o e s t e j a • Pressione o botão S p a r a retornar p a r a
totalmente apagado antes de fechar os zero a indicação d o s minutos. A i n d i c a ç ã o
cinzeiros. Nunca jogue refugo nos d e h o r a s t a m b é m p o d e r á ser a f e t a d a
c i n z e i r o s : isto p o d e r i a c a u s a r r i s c o s q u a n d o o i n d i c a ç ã o d o s m i n u t o s for
de incêndio. modificada. Por e x e m p l o , horários entre
1:01 e 1:29 s e r ã o restabelecidos em 1:00
e h o r á r i o s e n t r e 1:30 e 1:59 s e r ã o
restabelecidos e m 2:00.
• Pressione o botão M para avançar a
Cinzeiro (opcional)
indicação de minutos.
Para r e m o v e r o cinzeiro do painel dianteiro
para limpeza, empurre para baixo a placa Para acertar a indicação das horas:
de m e t a l e tire c o m p l e t a m e n t e o c i n z e i r o Pressione o botão H para avançar a
do seu encaixe. indicação de horas.
3-9
PAINEL DE INSTRUMENTOS

;53-0415-B0E

PORTA-LUVAS

- a r a abrir o p o r t a - l u v a s , gire o b o t ã o no
sentido anti-horário. Para fechá-lo,
empurre a t a m p a até que se feche c o m
-.rmeza. T r a n q u e o p o r t a - l u v a s i n s e r i n d o a
c h a v e e g i r a n d o - a no s e n t i d o h o r á r i o e
39stranque-o g i r a n d o a c h a v e no s e n t i d o
anti-horário.

ATENÇÃO
Nunca dirija c o m a t a m p a do
porta-luvas aberta. Isso poderia
causar ferimentos no caso de um
acidente.

3-10
PAINEL DE INSTRUMENTOS

83C-0416-B0E
SISTEMA DE AQUECIMENTO

Este sistema fornece aquecimento,


desembaçamento e ventilação.

a. Desembaçador do pára-brisas
b. Desembaçador dos vidros laterais
c. Saída lateral
d. Saída central
e. Saída para o piso

AR DE RECIRCULAÇÃO

AR FRESCO

04-83C096A

3-11
PAINEL DE INSTRUMENTOS

Descrição dos Controles Alavanca do Ventilador Esta vidros e m b a ç a d o s . Portanto, use este
Alavanca de Funções ): Esta alavanca é alavanca é utilizada para acionar o método somente para um aquecimento
usada para selecionar uma das tunçoes ventilador e para selecionar a velocidade r á p i d o e a l t e r e p a r a o m é t o d o de
descritas abaixo. deste. Há quatro posições: D E S L I G A D A , aquecimento normal assim que possível.
BAIXA, MÉDIA, MÉDIA-ALTA E ALTA.
VENTILAÇÃO : O ar externo Rosto fresco/Pés Aquecidos
sairá pelas saídas central e lateral. Instruções de Utilização do Sistema Coloque a alavanca de funções em "DOIS
Ventilação Natural N Í V E I S " , a a l a v a n c a de a d m i s s ã o do ar em
DOIS NÍVEIS O ar c o m
Movimente a alavanca para "AR F R E S C O " , a a l a v a n c a de controle de
t e m p e r a t u r a controlada sairá
" V E N T I L A Ç Ã O " , a alavanca de a d m i s s ã o temperatura na posição da temperatura
p e l a s s a í d a s do piso e o ar
do ar p a r a "AR F R E S C O " e a a l a v a n c a do d e s e j a d a e a a l a v a n c a do ventilador na
externo sairá pelas saídas
v e n t i l a d o r p a r a " O F F " . O ar f r e s c o fluirá p o s i ç ã o da v e l o c i d a d e d e s e j a d a . O ar q u e
central e lateral.
pelo veículo durante a sua c o n d u ç ã o . sairá pelas s a í d a s central e lateral s e r á mais
AQUECIMENTO O ar c o m frio do q u e o ar q u e sairá d a s s a í d a s do piso.
Ventilação Forçada
t e m p e r a t u r a controlada saíra
A r e g u l a g e m da a l a v a n c a é a m e s m a q u e Desembaçamento/Pés Aquecidos
pelas saídas do piso.
para a ventilação natural, exceto que você C o l o q u e a alavanca de funções em
AQUECIMENTO E DESEMBA- d e v e r á c o l o c a r a a l a v a n c a do v e n t i l a d o r "AQUECIMENTO E DESEMBAÇÁMENTO",
ÇAMENTO ': O a r c o m para outra posição que não seja "OFF". a a l a v a n c a de a d m i s s ã o de ar em "AR
t e m p e r a t u r a controlada saíra F R E S C O " , a a l a v a n c a de controle de
A q u e c i m e n t o N o r m a l ( U t i l i z a n d o o ar temperatura na posição da temperatura
pelas saídas do piso, e pelas
externo) d e s e j a d a e a a l a v a n c a do ventilador em
saídas de desembaçamento do
pára-brisas e de Coloque a alavanca de funções em "ALTA". Quando o pára-brisas estiver
desembaçamento lateral. " A Q U E C I M E N T O " , a alavanca de admissão d e s e m b a ç a d o , coloque a alavanca do
do ar em "AR F R E S C O " , a alavanca de ventilador na posição da velocidade desejada.
DESEMBAÇAMENTO O controle de temperatura na posição da
ar com temperatura controlada t e m p e r a t u r a d e s e j a d a e a a l a v a n c a do Desembaçamento
sairá pelas saídas do ventilador na posição da velocidade desejada. C o l o q u e a alavanca de funções em
desembaçador do pára-brisas A colocação da alavanca do ventilador em u m a " D E S E M B A Ç A M E N T O " , a a l a v a n c a de
e do d e s e m b a ç a d o r l a t e r a l . p o s i ç ã o de maior v e l o c i d a d e a u m e n t a a a d m i s s ã o de ar em "AR F R E S C O " , a
Alavanca de Admissão do Ar Esta eficiência do aquecimento. alavanca de controle de temperatura na
a í a v a n c a é u s a d a p a r a s e l e ç ã o entre a p o s i ç ã o da t e m p e r a t u r a d e s e j a d a e a
A q u e c i m e n t o R á p i d o ( U t i l i z a n d o o ar de a l a v a n c a do ventilador em "ALTA". A
circulação de ar externo (AR F R E S C O ) ou
recirculação) colocação da alavanca de controle da
recirculação do ar interno (AR DE
A regulagem das alavancas será a m e s m a temperatura para uma posição de
RECIRCULAÇÃO).
do aquecimento normal, exceto que você t e m p e r a t u r a mais alta a u m e n t a r á a
Alavanca de Controle da Temperatura deverá colocar a alavanca de admissão do eficiência do d e s e m b a ç a m e n t o . Q u a n d o o
Esta alavanca e utilizada para controlar a ar em "AR DE R E C I R C U L A Ç Ã O " . Se você pára-brisas estiver d e s e m b a ç a d o , coloque
temperatura do ar que sai pelas saída de ar. utilizar e s t e m é t o d o d e a q u e c i m e n t o por a alavanca do ventilador na posição da
um longo período de t e m p o , o ar dentro do
veículo poderá ficar contaminado e os velocidadeúesejaúa,

3-12
PAINEL DE INSTRUMENTOS

Instruções de Utilização do Sistema e m "AR F R E S C O " , a a l a v a n c a d e c o n t r o l e


83C-0417-B0E Refrigeração N o r m a l (Utilizando o ar externo) de temperatura na posição da temperatura
SISTEMA DE AR CONDICIONADO d e s e j a d a e a a l a v a n c a do v e n t i l a d o r na
Pressione o botão A/C, coloque a alavanca
posição da velocidade desejada.
(opcional) de f u n ç õ e s em " V E N T I L A Ç Ã O " , a
AQUECEDOR E
a l a v a n c a de a d m i s s ã o do ar em "AR
VENTILAÇÃO
DESEMBAÇADOR
F R E S C O " p a r a d i r e ç ã o à direita o u " A R D E EXEMPLO
R E C I R C U L A Ç Ã O " para direção à
DESEMBAÇADOR e s q u e r d a , a a l a v a n c a de controle de
temperatura na posição da temperatura
d e s e j a d a e a a l a v a n c a do v e n t i l a d o r na
p o s i ç ã o da v e l o c i d a d e d e s e j a d a . A
colocação da alavanca do ventilador em
u m a p o s i ç ã o d e v e l o c i d a d e m a i s alta
a u m e n t a r á a e f i c i ê n c i a da r e f r i g e r a ç ã o .
AR DE
RECIRCULAÇÃO R e f r i g e r a ç ã o R á p i d a ( U t i l i z a n d o o ar de
AR FRESCO recirculação) OBSERVAÇÃO:
A regulagem d a s alavancas será a m e s m a da Uma vez que o ar condicionado desumidifica
O s i s t e m a de ar c o n d i c i o n a d o p o d e s e r refrigeração normal, exceto q u e v o c ê d e v e r á o ar, o seu acionamento auxiliará a manter
utilizado para fornecer refrigeração e colocar a alavanca de a d m i s s ã o do ar em "AR os vidros desembaçados, mesmo ao emitir
desumidificação, c o m o descrito a seguir. Para DE R E C I R C U L A Ç Ã O " . Se v o c ê utilizar este ar aquecido com a utilização das funções
ligar o sistema de ar condicionado, pressione o m é t o d o de refrigeração por um longo período DESEMBAÇAMENTO ou AQUECIMENTO
botão A / C u m a vez e coloque a alavanca do de t e m p o , o ar dentro do veículo poderá ficar E DESEMBAÇAMENTO.
ventilador em outra posição que não " O F F ' . c o n t a m i n a d o . Portanto, v o c ê deverá colocar,
U m a luz i n d i c a d o r a a c e n d e r á q u a n d o o de vez em q u a n d o , a alavanca de a d m i s s ã o OBSERVAÇÃO:
sistema de ar condicionado estiver ligado. Para d e a r e m "AR F R E S C O " . Os veículos SUZUKI utilizam o novo fluido de
desligar o s i s t e m a de ar c o n d i c i o n a d o , refrigeração HFC-134a, normalmente
OBSERVAÇÃO:
pressione o botão A / C u m a vez. chamado de R-134a; encontra-se fixado na
Se o seu veículo tiver sido deixado no sol
frente do compartimento do motor um rótulo
com os vidros fechados, a refrigeração se
D u r a n t e a u t i l i z a ç ã o do ar c o n d i c i o n a d o , que declara "R134a" ou "HFC 134a".
fará mais rapidamente se você abrir os
v o c ê p o d e r á n o t a r ligeiras a l t e r a ç õ e s n a
vidros por pouco tempo enquanto opera o
velocidade do motor. Estas alterações são ar condicionado com a alavanca de CUIDADO
n o r m a i s ; o s i s t e m a foi p r o j e t a d o de tal admissão de ar em "AR FRESCO" e o A u t i l i z a ç ã o do f l u i d o de r e f r i g e r a ç ã o
maneira que a c o m p r e s s ã o ativa-se ou ventilador em alta velocidade.
incorreto pode danificar o sistema do
desativa-se para manter a temperatura
D e s u m i d i f i c a ç ã o ( D i r e ç ã o à direita) ar c o n d i c i o n a d o . Utilize s o m e n t e o
desejada. Uma menor utilização do
Pressione o botão À/C, coloque a alavanca fluido de refrigeração correto.
c o m p r e s s o r resultará em maior e c o n o m i a
de combustível. de funções para a posição da função
d e s e j a d a , a a l a v a n c a de a d m i s s ã o do ar

3-13
OUTROS CONTROLES E EQUIPAMENTOS

OUTROS CONTROLES E EQUIPAMENTOS


Alavanca do freio de e s t a c i o n a m e n t o 4-1
Pedais 4-2
Alavanca do câmbio 4-2
Alavanca de Transferência (opcional) 4-3
Cubos de livre-rodagem (opcional) 4-3
Tampa do tanque de combustível 4-4
Assentos traseiro 4-5
C a p o t a de lona (opcional) 4-7
Pára-sol 4-11
Interruptor da iluminação interna 4-11
Alças de segurança (opcional) 4-11
Capo d o m o t o r 4-12
Ganchos do chassi 4-12
Ferramentas para troca de pneus 4-13
OUTROS CONTROLES E EQUIPAMENTOS

83C-0501-B0E

A L A V A N C A DO FREIO DE
ESTACIONAMENTO
(Continuação)
EMPURRE PARA SOLTAR
PUXE PARA ACIONAR
Nunca deixe o câmbio em " N " (ponto
morto) quando estiver estacionado.
Lembre-se que mesmo que a
transmissão esteja e n g r e n a d a ou em
Park, v o c ê deverá aplicar o freio de
estacionamento totalmente.

ATENÇÃO
Ao estacionar o veículo c o m clima
e x t r e m a m e n t e frio, dever-se-á seguir o
procedimento seguinte:
A alavanca do freio de estacionamento está 05-60B317A
(Continuação) 1) A p l i q u e o f r e i o de e s t a c i o n a m e n t o .
localizada entre os bancos. Para acionar o freio
* Se o f r e i o de e s t a c i o n a m e n t o n ã o 2) Mude a transmissão manual para
de estacionamento, pise no pedal do freio e
detiver c o m segurança o veículo ou
puxe a alavanca do freio de estacionamento marcha-à-ré ou para a primeira
n ã o p u d e r ser t o t a l m e n t e l i b e r a d o ,
totalmente para cima. Para liberar o freio de marcha.
providencie imediatamente uma
estacionamento, pise no pedal do freio, puxe
revisão do seu veículo por u m a 3) C o m o motor desligado, saia do
ligeiramente para c i m a a alavanca do freio de concessionária autorizada SUZUKI. veículo e p o n h a calços sob as
e s t a c i o n a m e n t o , aperte o botão na
extremidade da alavanca c o m o s e u polegar e rodas.
abaixe a alavanca até a s u a posição original. ATENÇÃO 4) S o l t e o f r e i o de e s t a c i o n a m e n t o .
Acione sempre o freio de Q u a n d o você retornar ao seu
ATENÇÃO estacionamento totalmente, antes de veículo, não esqueça de
* N u n c a dirija o s e u v e í c u l o c o m o freio sair do veículo, ou ele poderá se p r i m e i r a m e n t e a p l i c a r o f r e i o de
de e s t a c i o n a m e n t o a c i o n a d o : a m o v i m e n t a r e ocasionar ferimentos ou estacionamento e depois
e f i c i ê n c i a d o s freios t r a s e i r o s p o d e r á danos. Ao estacionar, certifique-se de remover os calços das rodas.
ser r e d u z i d a p e l o s u p e r a q u e c i m e n t o , que a alavanca do câmbio esteja na 1-
a v i d a útil d o s f r e i o s p o d e r á s e r m a r c h a ou em "R" ( m a r c h a a ré), nos
a b r e v i a d a e ou isso p o d e r á resultar veículos de transmissão manual.
e m d a n o s p e r m a n e n t e s d o s freios.
(Continua)
(Continua)

4-1
r
OUTROS CONTROLES E EQUIPAMENTOS

PEDAIS ALAVANCA DO CÂMBIO

traseiros. A pressão do pedal ariona


a m b o s os conjuntos de freios.

V o c ê p o d e r á ouvir u m r a n g i d o o c a s i o n a l
q u a n d o a c i o n a r os f r e i o s . E s t a c o n d i ç ã o é
normal, c a u s a d a por fatores ambientais,
c o m o o frio, u m i d a d e , n e v e , etc.

ATENÇÃO
S e o r a n g i d o d o s f r e i o s for e x c e s s i v o
e ocorrer todas as vezes que os freios
forem acionados, você deverá
providenciar que os freios sejam
verificados na sua concessionária
Pedal da E m b r e a g e m SUZUKI. O seu veículo está equipado com
0 p e d a l da e m b r e a g e m é u t i l i z a d o p a r a o transmissão manual ou transmissão
a u t o m á t i c a . M o s t r a - s e a seguir as
d e s e n g a t e d a t r a ç ã o d a s r o d a s a o s e dar a ATENÇÃO alavancas do câmbio para cada um dos
partida do motor, ao parar ou ao m u d a r a
Não "teste" os freios acionando-os tipos d e t r a n s m i s s ã o . Q u a n t o a d e t a l h e s d e
a l a v a n c a do c â m b i o ou a a l a v a n c a de
constantemente ou conservando seu c o m o utilizar a t r a n s m i s s ã o , consulte
t r a n s f e r ê n c i a . A p r e s s ã o do pedal
pé no pedal. Isto resultará no UTILIZAÇÃO DA TRANSMISSÃO na
desengata a embreagem.
superaquecimento dos freios, o que seção UTILIZAÇÃO DO SEU VEÍCULO.
poderia resultar em uma ação de
CUIDADO frenagem imprevisível, distâncias
N ã o dirija c o m o s e u p é d e s c a n s a n d o maiores de frenagem ou danos
no pedal da e m b r e a g e m . Isso poderia Dermanentes a o s f r e i o s .
resultar em desgaste excessivo da
embreagem, em danos à embreagem Pedal do Acelerador
ou perda inesperada de frenagem pelo Este p e d a l c o n t r o l a a v e l o c i d a d e do m o t o r
motor. Pisando-se no pedal do acelerado
P e d a l d o Freio eleva-se o rendimento e a velocidade.
O seu veículo S U Z U K I está equipado c o m
freios a d i s c o d i a n t e i r o s e f r e i o s a t a m b o r

4-2
OUTROS CONTROLES E EQUIPAMENTOS

83C-0518-B0E 83C-0519-B0E

ALAVANCA DE TRANSFERÊNCIA RODA-LIVRE


(opcional) (opcional)

Tração somente
nas rodas Tração das 4
traseiras rodas

0S-83C029A
A a l a v a n c a de t r a n s f e r ê n c i a é u t i l i z a d a
p a r a a l t e r n a r e n t r e t r a ç ã o de 2 r o d a s e
Roda-Livre de acionamento manual ATENÇÃO
Gire a m b o s os quadrantes para a posição
tração das 4 rodas. Quanto a detalhes Se as d u a s rodas livres não f o r e m
" F R E E " ao m u d a r a a l a v a n c a de
sobre c o m o utilizar a a l a v a n c a de colocadas na posição "LOCK" quando
transferência para 2H. Estando os cubos
transferência, consulte UTILIZAÇÃO DA m u d a r a a l a v a n c a de t r a n s f e r ê n c i a p a r a
na posição "FREE", os componentes do
ALAVANCA DE TRANSFERÊNCIA na u m a p o s i ç ã o de t r a ç ã o n a s 4 r o d a s ( 4 L
eixo dianteiro estarão impedidos de
seção UTILIZAÇÃO DO SEU VEÍCULO. ou 4 H ) , o veículo n ã o f u n c i o n a r á c o m
g i r a r e m d u r a n t e a o p e r a ç ã o de t r a ç ã o de 2
tração nas 4 rodas. Conseqüentemente,
r o d a s . Isto p r o p o r c i o n a m a i o r e c o n o m i a d e
v o c ê p o d e r á n ã o ter a t r a ç ã o e s p e r a d a
c o m b u s t í v e l e reduz o ruído e o d e s g a s t e .
em superfícies e s c o r r e g a d i a s e p o d e r á
Gire a m b o s os c u b o s p a r a a posição " L O C K " perder o c o n t r o l e .
q u a n d o m u d a r a a l a v a n c a de transferência
p a r a a posição de tração nas 4 rodas (4L ou
4 H). Estando os c u b o s na posição "LOCK",
ATENÇÃO
o s i s t e m a de tração estará c o n e c t a d o às Tome cuidado quando travar ou
rodas dianteiras, a c i o n a n d o a o p e r a ç ã o de destravar os cubos. Eles p o d e m estar
tração nas 4 rodas. quentes e queimar as suas m ã o s .

4-3
OUTROS CONTROLES E EQUIPAMENTOS

83C-0504-B0E

TAMPA DO TANQUE DE COMBUSTÍVEL


Roda-Livre de acionamento automático
(opcional)
S e o s e u v e í c u l o estiver e q u i p a d o c o m
roda-livre de acionamento automático,
você poderá travar ou destravar os cubos DESTRAVAR
TRAVAR
a u t o m a t i c a m e n t e , s e m sair d o v e í c u l o .

Para travar os cubos:


1) P a r e o v e í c u l o t o t a l m e n t e .
2) D e s e n g a t e a e m b r e a g e m e m u d e a
alavanca de transferência para u m a
d a s p o s i ç õ e s de t r a ç ã o n a s 4 r o d a s (4L
ou 4 H ) .
3) C o m e c e a dirigir d e v a g a r . Os c u b o s se
travarão' automaticamente quando
v o c ê c o m e ç a r a dirigir o v e í c u l o .
CUIDADO
05-83C032A
A t a m p a do tanque de combustível está
C e r c a d e u m a v e z por m ê s v o c ê localizada do lado direito traseiro do
Para destravar os cubos:
d e v e r á dirigir a l g u n s q u i l ô m e t r o s veículo. Vire a t a m p a no sentido
com os cubos na posição "LOCK" 1) P a r e o v e í c u l o t o t a l m e n t e .
a n t i - h o r á r i o p a r a abrir e no s e n t i d o h o r á r i o
e a a l a v a n c a de t r a n s f e r ê n c i a na 2) D e s e n g a t e a e m b r e a g e m e m u d e a
para fechar. Há u m a trava na t a m p a a ser
posição 2 H . Isso ajuda a manter o alavanca de transferência para 2 H .
utilizada q u a n d o houver n e c e s s i d a d e de
funcionamento suave do 3) Dirija o v e í c u l o a l g u n s m e t r o s na
s e g u r a n ç a . P a r a t r a v a r a t a m p a , gire a
mecanismo de livre-rodagem, direção oposta àquela em que estava
chave no sentido horário e, m a n t e n d o - a
fornecendo lubrificação aos d i r i g i n d o a n t e s d e m u d a r p a r a 2 H . Isso
c o m p o n e n t e s do eixo dianteiro. nesta posição, retire-a da t a m p a . Para
fará os cubos destravarem.
d e s t r a v a r a t a m p a , gire a c h a v e no s e n t i d o
Ao travar e destravar um c u b o , vire 4) C o m e c e a dirigir c o m tração em 2
anti-horário e, m a n t e n d o - a nesta posição,
o q u a d r a n t e do c u b o t o t a l m e n t e até rodas.
retire-a d a t a m p a .
que ele pare e as d u a s m a r c a s ( • )
estejam alinhadas. Se você colocar Quando os cubos automáticos de
o quadrante de um cubo em uma
livre-rodagem estiverem travados, você
posição a meio engatada, o cubo
poderá selecionar alternativamente a
poderá ser danificado q u a n d o você
dirigir o v e í c u l o . t r a ç ã o em 2 ou 4 r o d a s , e n q u a n t o d i r i g e ,
m u d a n d o a alavanca de transferência para
2H ou 4 H , as rodas dianteiras estiverem na
p o s i ç ã o reta p a r a f r e n t e .

4-4
OUTROS CONTROLES E EQUIPAMENTOS

ASSENTO TRASEIRO

ATENÇÃO O s a s s e n t o s t r a s e i r o s a p r e s e n t a m - s e fixos
para a especificação brasileira
R e m o v a a t a m p a do tanque de
combustível devagar. O combustível
poderá estar sob pressão e poderá
espirrar para fora, causando
ferimentos.

ATENÇÃO
A gasolina é extremamente inflamável.
Não fume ao reabastecer e
certifique-se que não hajam chamas
acesas ou fagulhas na área.

CUIDADO
Se houver necessidade de substituir a
tampa do tanque de combustível, use
s o m e n t e uma tampa especificada para
o s e u m o d e l o . A u t i l i z a ç ã o de u m a
tampa inadequada pode causar uma
grave disfunção dos sistemas de
combustível ou de controle de
e m i s s ã o . Você pode obter a t a m p a de
substituição correta junto à sua
concessionária.
OUTROS CONTROLES E EQUIPAMENTOS

H3C-0520-B0E
C A P O T A D E L O N A (opcional)
CUIDADO
Para evitar d a n o s à capota de lona,
você deverá tomar as seguintes
precauções:
* N ã o b a t a n a s j a n e l a s de p l á s t i c o
para remover neve ou pó q u a n d o a
t e m p e r a t u r a e s t i v e r a b a i x o de 5 C
(41 ° F ) . B a t e r n a s j a n e l a s d e p l á s t i c o
com baixas temperaturas poderá
danificar as janelas.
* C e r t i f i q u e - s e de a b r i r t o t a l m e n t e a
janela traseira antes de abrir a
t a m p a t r a s e i r a . A t e n t a t i v a de a b r i r
OS-83C038A
a tampa traseira sem a janela
traseira estar aberta totalmente
ATENÇÃO p o d e r á d a n i f i c a r a c a p o t a de l o n a . Remoção da Capota de Lona
* N a o p a s s e o s e u v e í c u l o de c a p o t a P a r a r e m o v e r a c a p o t a de l o n a , s i g a o
A c a p o t a de lona é fornecida s o m e n t e
de lona em lava-rápidos procedimento seguinte:
para oferecer a l g u m a proteção contra
automáticos. As janelas poderão
condições indesejáveis de tempo.
N ã o foi p r o j e t a d a para segurar o s ficar a r r a n h a d a s ou a lona poderá
ocupantes dentro do veículo ou ser d a n i f i c a d a .
proteger c o n t r a a intrusão de objetos * Certifique-se de que as janelas
laterais e a janela traseira estão
ÓUIDADO
e s t r a n h o s no caso de um acidente.
U S E O S E U C I N T O DE S E G U R A N Ç A limpas antes de remover a capota Antes enrolar a aba traseira ou retirar
CONTINUAMENTE. de lona. Se as janelas estiverem a capota de lona, certifique-se de q u e
sujas, a sujeira poderá arranhar as estejam limpas para que a janela
Evite dirigir o veículo c o m a janela janelas q u a n d o a capota for
traseira a b e r t a . C a s o seja necessário traseira não seja riscada pela sujeira.
dobrada.
abri-la, certifique-se de que t o d a s as Caso a aba traseira e a lona estejam
janelas estejam fechadas e o endurecidas pelo frio e haja
ventilador em v e l o c i d a d e alta, c o m a dificuldade para enrolar ou retirar,
a l a v a n c a de a d m i s s ã o de ar c o l o c a d a
coloque o seu veículo em um lugar
em "AR FRESCO". Se estas
precauções não forem tomadas, o quente até que a m o l e ç a m .
gás d e e s c a p a m e n t o poderá e n t r a r n o
veículo. C o n s u l t e a s e ç ã o A T E N Ç Ã O
DE GASES DE ESCAPAMENTO
q u a n t o a detalhes.

4-6
OUTROS CONTROLES E EQUIPAMENTOS

para o lado
externo^

1) A b r a o z í p e r da a b a t r a s e i r a e s o l t e 2) Solte todos os fechos de pressão que 4) S o l t e as correias q u e prendem a


todos os fechos de pressão que p r e n d e m a l o n a a a m b o s os l a d o s da capota a o s marcos das portas.
p r e n d e m a a b a à c a r r o c e r i a do v e í c u l o . carroceria do veículo.
Para soltar c a d a fecho de pressão, 3) Retire os cintos t e n s o r e s e c o l o q u e - o s OBSERVAÇÃO:
p u x e p a r a c i m a a parte inferior do e m u m lugar c o n v e n i e n t e d e n t r o d o Ao instalar a caDota de l o n a . certifiaue-se
botão. Dobre a aba traseira sobre a veículo, depois solte os fechos de que o coxim esteja localizado do lado externo.
capota de lona. Depois solte as pressão que prendem a capota à sua
correias armação.

OBSERVAÇÃO:
Se a lona estiver muito apertada e dificulte
prender ou desprender os fechos de
pressão, primeiramente reaperte a correia
tensora como mostra o detalhe da
ilustração acima.

4-7
OUTROS CONTROLES E EQUIPAMENTOS

NÃO PUXE
PARA CIMA

5) Solte as c o r r e i a s que prendem a 6) Puxe a capota para cima ao m e s m o 7) D o b r e a j a n e l a lateral s o b r e a c a p o t a


capota ao teto. t e m p o q u e e m p u r r a p a r a c i m a a parte de l o n a e e n r o l e a c a p o t a p a r a a f r e n t e .
inferior para retirá-la, fazendo-a 8) Solte os fechos de pressão que
deslizar para fora das cintas de p r e n d e m a capota aos cantos da
retenção da carroceria. guarnição do pára-brisas. Depois, puxe
a c a p o t a p a r a o l a d o ao m e s m o t e m p o
CUIDADO que a empurra na m e s m a direção para
fazê-la deslizar para fora da cinta de
N ã o p u x e p a r a c i m a o lado d i a n t e i r o
retenção da guarnição do pára-brisas.
a capota de lona. Pode rasgar-se c a s o
puxada para cima.
CUIDADO
| A o remover a lona, não p u x e as abas dos I
fechos de pressão Podem-se
danificar caso sejam puxadas
fortemente.

4-8
OUTROS CONTROLES E EQUIPAMENTOS

05-83C048A
9) Dobre para baixo a a r m a ç ã o da capota, borda dianteira esteja inserida c o m 3) Ao deslizar as e x t r e m i d a d e s laterais da
c o m o ilustrado. Depois, prenda a s e g u r a n ç a n o retentor. capota dentro das cintas de retenção
a r m a ç ã o da capota à carroceria, nos da carroceria, certifique-se de que
dois lados, c o m correias ou u m a corda. 2) estejam completamente seguras nas
cintas de retenção. Depois p r e n d a os
Instalação da Capota de Lona CUIDADO fechos de pressão nos cantos
Proceda na ordem inversa usada para inferiores dianteiros das janelas
Ao desenrolar a capota de lona para
remover a lona, prestando atenção aos laterais d a c a r r o c e r i a d o v e í c u l o .
trás, não puxe a aba traseira, pois a
seguintes pontos.
junta poderá ser danificada.
1) P a r a instalar a c a p o t a de lona no
retentor do pára-brisas, primeiro
c o l o q u e o e n t a l h e F q u e se e n c o n t r a na
parte posterior da borda dianteira da
lona no centro do retentor. Depois,
insira a b o r d a dianteira da lona
e m p u r r a n d o - a para cima e para trás, a
partir d o c e n t r o e m d i r e ç ã o à s d u a s
extremidades. Certifique-se que a
OUTROS CONTROLES E EQUIPAMENTOS

PÁRA-SOL INTERRUPTOR DA ILUMINAÇÃO ALÇAS DE SEGURANÇA


INTERNA (opcional)

O pára-sol fornece proteção contra o Há alças de segurança para a


reflexo do s o l . C a s o o sol e s t e j a m u i t o forte, conveniência do passageiro
puxe do pára-sol para baixo.
ATENÇÃO
Não pendure objetos nas alças de
segurança. Eles poderiam obstruir a
visão do motorista, resultando em um
acidente, ou poderiam ser
O i n t e r r u p t o r da i l u m i n a ç ã o i n t e r n a p o s s u i a r r e m e s s a d o s pelo veículo em um
três posições: acidente ou em uma manobra abrupta,
A luz a c e n d e e p e r m a n e c e a c e s a causando ferimentos.
independentemente da porta do
motorista estar aberta ou fechada.
A luz a c e n d e q u a n d o a p o r t a estiver
aberta.
A luz p e r m a n e c e a p a g a d a m e s m o
q u a n d o a p o r t a do m o t o r i s t a e s t i v e r
aberta.

4-10
OUTROS CONTROLES E EQUIPAMENTOS

83C-0510-B0E 83C-0523-B0E
CAPO DO MOTOR GANCHOS DA ESTRUTURA

(ou lado oposto)

05-83C053A OS-83C055A
P a r a a b r i r o c a p o do m o t o r : Há um gancho tanto na frente c o m o na
1) P u x e a a l a v a n c a de l i b e r a ç ã o traseira do veículo para utilização em
localizada dentro do porta-luvas. Esta situações de e m e r g ê n c i a . Para rebocar o
soltará parcialmente a trava do capô. seu veículo nas ruas ou estradas, siga as
2) E m p u r r e p a r a o l a d o , c o m o d e d o , a instruções de "REBOQUE DO SEU
a l a v a n c a de liberação sob o capô, VEÍCULO" na seção "SERVIÇOS DE
c o m o mostra a ilustração. Ao m e s m o EMERGÊNCIA".
tempo que empurra a alavanca,
levante o capô. ATENÇÃO
3) C o n t i n u e a l e v a n t a r o c a p ô até q u e
Não use estes ganchos para rebocar
e s t e j a alto o s u f i c i e n t e p a r a s e r a p o i a d o
(ou ser r e b o c a d o ) por um outro
pela haste de sustentáculo.
veículo nas ruas ou estradas, exceto
ATENÇÃO em situações de emergência.

Certifique-se que o c a p ô do motor


esteja totalmente fechado e travado
a n t e s d e dirigir. S e n ã o e s t i v e r , p o d e r á
levantar-se inesperadamente durante
o m o v i m e n t o do v e í c u l o , o b s t r u i n d o a
sua visão e provocando um acidente.

4-11
OUTROS CONTROLES E EQUIPAMENTOS

;3C-0512-BOE

FERRAMENTAS PARA TROCA DE


PNEUS

05-83C056A
O m a c a c o e n c o n t r a - s e g u a r d a d o no ATENÇÃO
c o m p a r t i m e n t o do m o t o r . A a l a v a n c a do
O m a c a c o d e v e r á ser u s a d o s o m e n t e
macaco encontra-se sob um dos bancos
p a r a t r o c a r os p n e u s . É i m p o r t a n t e a
dianteiros.
leitura d a s i n s t r u ç õ e s para uso do
P a r a retirar o m a c a c o , gire s e u e i x o no macaco na seção SERVIÇOS DE
sentido anti-horário. Para retirar a E M E R G Ê N C I A deste manual antes de
alavanca do m a c a c o , faça o banco t e n t a r utilizar o m a c a c o .
d i a n t e i r o , s o b o q u a l se e n c o n t r a a
alavanca, deslizar para trás. Para guardar
o m a c a c o , c o l o q u e - o no s u p o r t e de
a r m a z e n a m e n t o e gire o e i x o no s e n t i d o
norário até que o macaco esteja
f i r m e m e n t e p r e s o n o lugar.

4-12
UTILIZAÇÃO DO SEU VEICULO

£=CO600-B0E

UTILIZAÇÃO DO SEU VEÍCULO

Atenção de gases de escapamento 5-1


Relação para I n s p e ç ã o diária 5-1
Partida do motor 5-2
Utilização da transmissão 5-3
Utilização da alavanca de transferência 5-4
Frenagem 5-6
Amaciamento 5-6
Conversor catalítico (opcional) 5-7
Melhora da economia de combustível 5-8
UTILIZAÇÃO DO SEU VEICULO

(Continuação)
83C-0601-B0E 83C-0602-B0E
de tempo, m e s m o que em área
ATENÇÃO DE GASES DE aberta. Se for necessário RELAÇÃO PARA INSPEÇÃO
ESCAPAMENTO permanecer por pouco t e m p o dentro DIÁRIA
de um veículo estacionado c o m o
A n t e s d e dirigir:
ERRADO motor em funcionamento,
1) Certifique-se que as janelas, espelhos,
certifique-se de que a alavanca de
faróis e refletores e s t e j a m limpos e
admissão de ar esteja colocada em
desobstruídos.
AR F R E S C O e q u e o v e n t i l a d o r
2) Verifique os pneus.
e s t e j a e m alta v e l o c i d a d e .
3) Examine se há v a z a m e n t o s de fluidos
* E v i t e utilizar o v e í c u l o c o m a p o r t a , ou óleo.
a t a m p a ou a j a n e l a t r a s e i r a s
a b e r t a s . Se for n e c e s s á r i o a c i o n a r o
v e í c u l o c o m a p o r t a , a t a m p a ou OBSERVAÇÃO:
janela traseiras abertas,
O gotejamento de água depois da
certifique-se que todas as janelas
utilização do ar condicionado é normal.
estejam fechadas, e que o ventilador
esteja em alta v e l o c i d a d e c o m a
alavanca de admissão de ar 4) Regule o banco e o apoio para a
colocada em AR FRESCO. cabeça.
A ATENÇÃO 5) V e r i f i q u e o p e d a l do f r e i o .
* Para permitir o funcionamento
Evite respirar os gases de 6) Regule os espelhos.
adequado do sistema de ventilação
escapamento. Os gases de do s e u v e í c u l o , m a n t e n h a a g r a d e de 7) C e r t i f i q u e - s e de q u e v o c ê e t o d o s os
escapamento contêm monóxido de e n t r a d a de ar, à frente do pára-brisas, passageiros tenham afivelado
c a r b o n o , u m g á s p o t e n c i a l m e n t e letal, p e r m a n e n t e m e n t e livre de neve, adequadamente os cintos de
i n c o l o r e i n o d o r o . D a d a a d i f i c u l d a d e de f o l h a s o u outras o b s t r u ç õ e s . segurança.
detecção do monóxido de carbono, * M a n t e n h a a á r e a do c a n o de 8) C e r t i f i q u e - s e de q u e o p i s c a - a l e r t a
certifique-se de tomar as seguintes e s c a p a m e n t o livre d e neve o u outros acenderá q u a n d o a chave estiver na
p r e c a u ç õ e s para evitar a entrada de materiais para reduzir o a c ú m u l o de posição ON ou S T A R T .
monóxido de carbono no seu veículo. g a s e s de e s c a p a m e n t o s o b o veículo. 9) Verifique todos os medidores.
Isto s e r á e s p e c i a l m e n t e i m p o r t a n t e 10) C e r t i f i q u e - s e q u e a luz d e A T E N Ç Ã O
* N ã o deixe o m o t o r f u n c i o n a n d o em q u a n d o o veículo estiver e s t a c i o n a d o DO N Í V E L DE F L U I D O DO F R E I O e a
garagens ou outras áreas fechadas. em condições de nevasca.
luz I N D I C A D O R A D E F R E I O D E
* N ã o e s t a c i o n e c o m o motor em * P r o v i d e n c i e p a r a q u e o s i s t e m a de E S T A C I O N A M E N T O (caso instaladas)
f u n c i o n a m e n t o por u m l o n g o p e r í o d o e s c a p a m e n t o seja p e r i o d i c a m e n t e estejam a p a g a d a s depois de soltar o
(Continua) inspecionado quando a danos e
freio d e e s t a c i o n a m e n t o .
vazamentos. Quaisquer danos ou
vazamentos devem ser
imediatamente reparados.

5-1
UTILIZAÇÃO DO SEU VEÍCULO

PARTIDA DO MOTOR

Uma vez por s e m a n a , ou cada vez que A n t e s de dar partida ao motor: Motor Frio e Q u e n t e
r e a b a s t e c e r o t a n q u e , e x e c u t e as 1) C e r t i f i q u e - s e de q u e o f r e i o de
C o m o seu pé fora do pedal do acelerador,
seguintes verificações no compartimento estacionamento esteja totalmente
a c i o n e o m o t o r de a r r a n q u e g i r a n d o a
do m o t o r : engatado.
chave da ignição para " S T A R T " . Solte a
2) Transmissão Manual - Engate em " N "
chave quando o motor funcionar.
Nível do óleo do motor. (Ponto Morto) e pise no pedal da
Nível d o f l u i d o d e r e f r i g e r a ç ã o . e m b r e a g e m até o f u n d o . Caso o motor não comece a funcionar
Nível d o fluido d o f r e i o . Mantenha-o pressionado enquanto depois de 15 segundos de acionamento do
Nível do fluido da direção hidráulica aciona o motor. m o t o r de a r r a n q u e , e s p e r e de 5 a 10
(opcional) 3) Dê a p a r t i d a no m o t o r de a c o r d o c o m s e g u n d o s , depois pressione o pedal do
Nível do fluido do lavador do os procedimentos seguintes. a c e l e r a d o r até 1/3 do s e u c u r s o e t e n t e
pára-brisas acionar o motor novamente. Solte a chave
e tire o pé do p e d a l do a c e l e r a d o r q u a n d o
Funcionamento da trava do capô.
o motor começar a funcionar.
Puxe a alavanca de liberação do capô
no interior do v e i c u l o . A t r a v a do c a p ô ATENÇÃO Se o m o t o r a i n d a a s s i m n ã o c o m e ç a r a
do m o t o r d e v e r á liberar p a r c i a l m e n t e o C e r t i f i q u e - s e de que o freio de funcionar, e x p e r i m e n t e m a n t e r o pedal do
capô e mantê-lo assim. Certifique-se estacionamento esteja totalmente acelerador p r e s s i o n a d o até o fundo ao
que o capô feche firmemente. e r g u i d o e q u e a t r a n s m i s s ã o e s t e j a em m e s m o tempo que aciona o motor de
Ponto Morto antes de tentar dar a r r a n q u e . Isto d e v e r á d e s a f o g a r o m o t o r no
partida ao motor. caso de estar afogado.
ATENÇÃO
Certifique-se que o capo esteja CUIDADO
totalmente f e c h a d o e travado antes de
Interrompa imediatamente o
dirigir. S e n ã o e s t i v e r , p o d e r á a b r i r - s e acionamento do motor de arranque
inesperadamente durante o assim que o motor comece a
movimento, obstruindo a sua visão e f u n c i o n a r ou o s i s t e m a de p a r t i d a
provocando um acidente. p o d e r á ser d a n i f i c a d o .
N ã o a c i o n e o m o t o r d e a r r a n q u e por
mais do que 15 segundos de cada
vez. Se o motor não entrar em
funcionamento na primeira
t e n t a t i v a , e s p e r e de 5 a 10
segundos antes de tentar
novamente.

5-2
UTILIZAÇÃO DO SEU VEICULO

ATENÇÃO
* Reduza a velocidade e engate uma
velocidade máxima permitida para cada marcha mais reduzida antes de
83C-0604-B0E
marcha. descer u m a ladeira longa ou muito
UTILIZAÇÃO DA TRANSMISSÃO
íngreme. Uma marcha mais
Engrenagem de M u d a n ç a de Tração nas reduzida permitirá que o motor freie
posições "2H" ou "4H" o veículo. Evite abusar d o s freios
para q u e eles n ã o s u p e r a q u e ç a m ,
Posição da resultando em falha na frenagem.
Km/h (MPH)
Marcha * Ao dirigir em r o d o v i a s e s c o r r e g a d i a s ,
certifique-se de diminuir a v e l o c i d a d e
1 4 4 (27)
antes d e e n g r e n a r u m a m a r c h a m a i s
2 8 3 (51) reduzida. M u d a n ç a s e x c e s s i v a s o u
súbitas da velocidade do motor
3 113 (70) p o d e m p r o v o c a r a perda de t r a ç ã o ,
4 Velocidade máxima l e v a n d o - o a p e r d e r o c o n t r o l e do
veículo.
5 Velocidade máxima
* C e r t i f i q u e - s e de q u e o v e í c u l o
esteja totalmente estacionado
Engrenagem de Mudança de Tração na a n t e s de e n g a t a r a m a r c h a à ré.
posição "4L"
Transmissão Manual
Colocar em Marcha
Para colocar o veículo em marcha, pise no Posição da
Km h (MPH)
CUIDADO
pedal da e m b r e a g e m e mude para a 1 a Marcha * A fim de evitar d a n o s a e m b r e a g e m ,
m a r c h a . D e p o i s de soltar o freio de 1 não use o pedal da e m b r e a g e m
2 7 (16)
c o m o apoio para o pé ao dirigir n e m
estacionamento, solte gradualmente a
2 51 (31) use a e m b r e a g e m para manter o
e m b r e a g e m . Q u a n d o ouvir u m a alteração
veículo parado em uma subida.
no r u í d o do m o t o r , p r e s s i o n e d e v a g a r o 3 7 0 (43)
Pressione a e m b r e a g e m até o fundo
a c e l e r a d o r e n q u a n t o continua a soltar 4 100 (62) ao mudar de marcha.
paulatinamente a embreagem.
5 Velocidade máxima * Ao m u d a r as m a r c h a s ou iniciar o
Mudança das marchas movimento, não acelere
T o d a s as marchas para a frente são d e m a s i a d a m e n t e o m o t o r . Isso p o d e
sincronizadas, o que propicia uma reduzir a vida útil do m o t o r e i m p e d i r
o seu funcionamento suave.
m u d a n ç a silenciosa e fácil. S e m p r e pise no
p e d a l d a e m b r e a g e m até o f u n d o a n t e s d e
m u d a r as m a r c h a s . A t a b e l a m o s t r a a

5-3
UTILIZAÇÃO DO SEU VEÍCULO

s e u v e í c u l o , c o m a roda-livre n a p o s i ç ã o De 4H para 2H
UTILIZAÇÃO DA ALAVANCA DE
"FREE". Se o seu veículo possui cubos manuais de
TRANSFERÊNCIA DA TRAÇÃO livre r o d a g e m , v o c ê p o d e r á e n g a t a r a
4L (Tração nas 4 Rodas com Reduzida)
alavanca de transferência da tração em
N e s t a p o s i ç ã o , a p o t ê n c i a do m o t o r é
"2H" c o m o veículo em movimento.
fornecida aos eixos dianteiros e traseiros
em velocidade reduzida. Use esta posição Se o seu veículo possui roda-livre de
p a r a dirigir o f f - r o a d e m s u p e r f í c i e s m o l e s acionamento automático, pare
ou e s c o r r e g a d i a s , ou p a r a subir e d e s c e r completamente o veículo, engate a
ladeiras e aclives escorregadios. alavanca de transferência da tração em
" 2 H " e destrave os cubos, c o n f o r m e
Operação da Alavanca de transferência
descrito na seção "Roda-Livre de
da tração Acionamento Automático".
Utilize a a l a v a n c a de t r a n s f e r ê n c i a da
tração de acordo c o m o procedimento OBSERVAÇÃO:
adequado descrito abaixo. Se o seu veículo possuir transmissão
automática, recomenda-se que você pare o
De 2H para 4H
motor ao engatara alavanca de transferência
Se o seu veículo possui roda-livre de
Descrição das Posições da Alavanca de da tração entre "4H"e "4L". Se você engatar
acionamento manual, certifique-se de que
transferência da tração 2H (Tração em 2 a alavanca de transferência da tração entre
estejam travados antes de engatar em
Rodas c o m Marcha Rápida) "4H" e "4L" com o motor funcionando,
"4H". Se desejar, v o c ê poderá engatar a
N e s t a p o s i ç ã o , a p o t ê n c i a do m o t o r é assegure-se de fazer a mudança com um
alavanca de tração c o m o veículo em
fornecida somente para o eixo traseiro, movimento rápido e contínuo, sem fazer uma
movimento.
üse esta p o s i ç ã o para dirigir em pausa em Ponto Morto.
superfícies secas e firmes. Se o seu veículo possui roda-livre de

4H (Tração nas 4 Rodas c o m Marcha Rápida)


acionamento automático, pare A CUIDADO
completamente o veículo, engate "4H" e C e r t i f i q u e - s e de parar o veículo
N e s t a p o s i ç ã o a p o t ê n c i a do m o t o r é c o m p l e t a m e n t e ao e n g a t a r a
d e p o i s c o m e c e a dirigir n o v a m e n t e .
fornecida a o s e i x o s d i a n t e i r o e t r a s e i r o em alavanca de transferência da tração
velocidade normal, fornecendo maior De 4H para 4L entre " 4 H " e "4L".
tração do que a tração de d u a s rodas. Use Pare o veículo c o m p l e t a m e n t e , c o l o q u e a Não movimente o veículo em " 4 H "
esta p o s i ç ã o p a r a dirigir o f f - r o a d o u e m transmissão em "N" (Ponto-Morto) ou ou " 4 L " c o m a roda-livre na posição
pistas e s c o r r e g a d a s ( m o l h a d a s , c o b e r t a s pressione totalmente o pedal da e m b r e a g e m "FREE"
por n e v e , c o m b a r r o , etc.) (opcional) e depois e n g a t e em "4L". Se o s e u veículo p o s s u i roda-livre de
acionamento manual, não engate a
N (Ponto Morto) De 4L para 4H alavanca entre " 2 H " e " 4 H " e n q u a n t o
N e s t a p o s i ç ã o , a p o t ê n c i a do m o t o r n ã o é Pare o veículo c o m p l e t a m e n t e , c o l o q u e a está dirigindo a m e n o s q u e
fcrnecida p a r a o eixo d i a n t e i r o ou t r a s e i r o . transmissão em "N" (Ponto-Morto) ou
Somente use esta posição para rebocar o pressione totalmente o pedal da e m b r e a g e m (Continua)
(opcional); depois e n g a t e " 4 H " .

5-4
UTILIZAÇÃO DO SEU VEICULO

(Continuação) (Continuação)
as rodas dianteiras estejam na FRENAGEM dirigindo em baixa velocidade para
p o s i ç ã o reta p a r a a f r e n t e e os c u b o s verificar se os freios m a n t i v e r a m a sua
estejam na posição "LOCK". eficiência normal. Caso os freios
* Se o s e u v e í c u l o p o s s u i c u b o s estejam m e n o s eficientes do que o
a u t o m á t i c o s de livre r o d a g e m ,
normal, acione-os repetidamente para
c e r t i f i q u e - s e de parar o veículo
que s e q u e m , dirigindo v a g a r o s a m e n t e ,
c o m p l e t a m e n t e ao e n g a t a r a
alavanca de transferência da tração até que tenham retomado a sua
entre " 2 H " e " 4 H " . eficiência normal.
* N a o opere o seu veículo em " 4 H " ou Freios Servo-assistidos
"4L" em superfícies secas e firmes. O seu veículo possui freios
* Certifique-se de que tenha passado servo-assistidos. Em caso de perda da
totalmente para " 4 H " ou "4L" servo-assistência devido a u m a parada do
observando que o indicador 4 W D
motor ou outras falhas, o s i s t e m a ainda
esteja aceso.
estará totalmente operacional graças à
potência de reserva e você p o d e r á deter
totalmente o veículo pressionando o pedal
A distância necessária p a r a fazer qualquer do freio uma vez e mantendo-o
A ATENÇÃO veículo parar a u m e n t a c o m a v e l o c i d a d e p r e s s i o n a d o . A p o t ê n c i a de r e s e r v a s e r á
Certifique-se de q u e a alavanca de d e s t e v e í c u l o . A d i s t â n c i a de f r e n a g e m parcialmente consumida quando você
transferência da tração esteja necessária, por e x e m p l o , a 60 km/h (37 m p h ) p r e s s i o n a r o p e d a l do freio e r e d u z i d a a
t o t a l m e n t e e n g a t a d a . A falha em s e r á a p r o x i m a d a m e n t e 4 v e z e s maior do que cada vez que o pedal é pressionado.
engatar completamente uma posição a distância de f r e n a g e m necessária a 20 Pressione o pedal suave e regularmente.
poderá resultar em perda de potência k m / h (13 m p h ) . C o m e c e a frear o veículo Não bombeie o pedal.
ou d a n o s à alavanca de transferência q u a n d o houver bastante distância entre o
da tração. Certifique-se de s e u veículo e o ponto de p a r a d a reduzindo A ATENÇÃO
familiarizar-se totalmente com a g r a d u a l m e n t e a velocidade. M e s m o s e m a potência de reserva no
operação de mudança de sistema de freio, ainda assim você
engrenagens do seu veículo. poderá deter o veículo pressionando o
A ATENÇÃO pedal do freio c o m mais força do q u e
Se entrar á g u a nos t a m b o r e s de freio, o normalmente necessária. Entretanto,
desempenho dos freios poderá a distância de f r e n a g e m p o d e r á ser
t o r n a r - s e imprevisível e insatisfatório. maior.
D e p o i s de dirigir na c h u v a ou de lavar a
parte de b a i x o do v e í c u l o , teste os freios
(Continua)

5-5
UTILIZAÇÃO DO SEU VEÍCULO

c a t a l i s a d o r . Isto p o d e r á resultar e m . d a n o s
AMACIAMENTO p e r m a n e n t e s d e a q u e c i m e n t o d o catalisador
CONVERSOR CATALÍTICO
e de outros c o m p o n e n t e s do veículo.
(opcional)
CUIDADO CUIDADO
O futuro d e s e m p e n h o e confiabilidade
Para m i n i m i z a r a p o s s i b i l i d a d e de
do motor d e p e n d e m dos cuidados e da
danos ao catalisador ou de outros
moderação praticados durante o
componentes do veículo:
período inicial. É de e x t r e m a
* M a n t e n h a o m o t o r em c o n d i ç õ e s
importância a observação das
adequadas de funcionamento.
seguintes precauções durante os
p r i m e i r o s 1.000 k m ( 6 0 0 m i l h a s ) d a * Na e v e n t u a l i d a d e de um m a u
funcionamento do motor,
operação do veículo.
especificamente que envolva a
' D e p o i s de d a r a p a r t i d a , n ã o f o r c e o ignição desregulada ou outra perda
motor. Aqueça-o gradualmente. aparente de desempenho,
* E v i t e a o p e r a ç ã o p r o l o n g a d o do providencie imediatamente os
veículo a uma velocidade reparos.
constante. Os componentes * Não desligue o motor ou
móveis serão melhor amaciados se interrompa a ignição quando a
você variar a velocidade. A finalidade do conversor catalítico instalado transmissão estiver com marcha
* N ã o e x c e d a 120 k m / h (75 m p h ) . no s e u veículo é converter poluentes de engatada e o veículo em
e s c a p a m e n t o e m vapor d'água, dióxido d e movimento.
' Ponha em marcha vagarosamente
c a r b o n o e nitrogênio inofensivos. A utilização * N ã o t e n t e dar partida ao motor
depois das paradas. Evite partidas
c o m aceleração total. d e c o m b u s t í v e l c o m c h u m b o e m veículos e m p u r r a n d o ou r e b o c a n d o o
e q u i p a d o s c o m c o n v e r s o r e s catalíticos é veículo, ou d e s c e n d o uma ladeira.
* Caso possível, evite freadas
proibida p o r q u e o c h u m b o desativa os
bruscas, especialmente durante os * N ã o deixe o m o t o r em m a r c h a - l e n t a
c o m p o n e n t e s redutores d o s poluentes do
primeiros 320 km (200 milhas) de c o m a l g u m cabo de vela desligado
s i s t e m a catalisador.
condução do veículo. ou retirado, c o m o por e x e m p l o
* N ã o dirija v a g a r o s a m e n t e c o m a O conversor foi projetado para durante testes de diagnósticos.
t r a n s m i s s ã o e m u m a m a r c h a alta. a c o m p a n h a r a vida do veículo em * N ã o d e i x e o m o t o r em m a r c h a - l e n t a
c o n d i ç õ e s n o r m a i s de u t i l i z a ç ã o e q u a n d o por p e r í o d o s p r o l o n g a d o s c a s o a
* Dirija o v e í c u l o em v e l o c i d a d e s
n ã o for u s a d o c o m b u s t í v e l c o m c h u m b o . marcha-lenta pareça irregular ou
moderadas do motor.
Não é necessária qualquer manutenção haja o u t r o s m a u s f u n c i o n a m e n t o s .
* N ã o r e b o q u e u m trailer d u r a n t e o s
e s p e c i a l do c o n v e r s o r . E n t r e t a n t o , é m u i t o * Não permita que o tanque de
p r i m e i r o s 1.000 k m ( 6 0 0 m i l h a s ) d e
utilização do veículo. importante manter o motor combustível fique quase vazio.
adequadamente regulado. A ignição
d e s r e g u l a d a , q u e p o d e r á resultar d e u m
motor inadequadamente regulado, poderá
p r o v o c a r o s u p e r a q u e c i m e n t o do

5-6
UTILIZAÇÃO DO SEU VEÍCULO

ECONOMIA DE COMBUSTÍVEL

As i n s t r u ç õ e s s e g u i n t e s o a u x i l i a r ã o a
ERRADO a p e r f e i ç o a r a e c o n o m i a de c o m b u s t í v e l . EXEMPLO
Evite a marcha-lenta prolongada:
S e v o c ê tiver d e e s p e r a r p o r m a i s d o q u e
um minuto estacionado, desligue o motor
e acione-o n o v a m e n t e depois. Ao aquecer
u m m o t o r frio, d e i x e - o e m m a r c h a - l e n t a até
q u e o p o n t e i r o do m e d i d o r de t e m p e r a t u r a
alcance a posição "C". Nesta posição o
motor estará suficientemente aquecido
para o veículo ser colocado em marcha.

Evite a r r a n c a d a s "rápidas":
As a r r a n c a d a s rápidas a partir dos
semáforos ou sinais de parada consumirão M a n t e n h a o filtro de ar l i m p o :
ATENÇÃO combustível desnecessariamente e U m filtro d e a r s u j o f a r á c o m q u e o s i s t e m a
e n c u r t a r ã o a v i d a útil do motor. P o n h a o de injeção forneça combustível excessivo
Esteja atento ao lugares onde
veículo em marcha lentamente. ao motor em relação à q u a n t i d a d e de ar
e s t a c i o n a e por onde dirige. O
fornecido. O resultado será o desperdício
conversor catalítico e outros Evite paradas desnecessárias: de c o m b u s t í v e l devido à c o m b u s t ã o
componentes do sistema de E v i t e a d e s a c e l e r a ç ã o e as p a r a d a s incompleta.
e s c a p a m e n t o podem ficar muito desnecessárias. Tente manter, sempre
quentes. Tal c o m o qualquer outro que possível, uma velocidade moderada e
v e í c u l o , n ã o e s t a c i o n e n e m dirija e s t e c o n s t a n t e . A diminuição da velocidade Mantenha o mínimo peso:
veículo por áreas onde materiais seguida da aceleração c o n s o m e mais Quando mais pesada a carga, o veículo
combustíveis, c o m o grama ou folhas combustível. c o n s u m i r á mais combustível. Tire do
secas, p o s s a m entrar em contato c o m veículo bagagens ou cargas quando a sua
um sistema de escapamento quente. Mantenha uma velocidade de cruzeiro
c o n d u ç ã o n ã o for n e c e s s á r i a .
constante:
Mantenha uma velocidade constante
c o n f o r m e p e r m i t i r e m a s c o n d i ç õ e s d a pista
e de t r á f e g o .

5-7
UTILIZAÇÃO DO SEU VEICULO

Mantenha a pressão correta dos pneus:


A baixa pressão dos pneus poderá
desperdiçar combustível devido ao
acréscimo da resistência ao
deslocamento. Mantenha os pneus
inflados c o m a pressão correta, indicada
no Adesivo de Pressão dos Pneus.

5-8
R E C O M E N D A Ç Õ E S AO DIRIGIR

;SC-0700-B0E

RECOMENDAÇÕES AO DIRIGIR
C a r a c t e r í s t i c a s i m p o r t a n t e s d o v e í c u l o a s e r e m c o n h e c i d a s 6-1
C o n d u ç ã o em pista p a v i m e n t a d a 6-2
C o n d u ç ã o off-road 6-3

CARREGAMENTO E REBOQUE DO VEÍCULO


Carregamento do veículo
R e b o q u e de trailer . . . .
R E C O M E N D A Ç Õ E S A O DIRIGIR

CARACTERÍSTICAS IMPORTANTES
DO VEÍCULO A SEREM CONHECIDAS

A ATENÇÃO Diferenças Importantes entre o seu


O seu veículo de múltiplas finalidades Veículo de Múltiplas F i n a l i d a d e s e
possui características de manejo Carros Normais de Passageiros
diferentes daquelas de um carro de
passageiros convencional. Visando a * Maior Altura em Relação ao Solo
sua segurança e a dos seus A maior altura em relação ao solo do s e u
p a s s a g e i r o s , leia a t e n t a m e n t e a s e ç ã o veículo permite-lhe, quando fora da
seguinte. estrada, a p a s s a r por c i m a de o b s t á c u l o s
tais c o m o p e d r a s e t o c o s de á r v o r e s , ao
Tal c o m o o s e u novo S U Z U K I , os veículos contrário dos carros c o m u n s de
de múltiplas finalidades possuem maior passageiros. Um resultado inevitável
a f a s t a m e n t o do s o l o e u m a bitola mais desta maior altura do solo é q u e o veículo
estreita do que os carros normais de t a m b é m terá u m c e n t r o d e g r a v i d a d e
p a s s a g e i r o s , a fim de torná-los capacitados m a i s alto. C o n s e q ü e n t e m e n t e , o s e u
p a r a u m a a m p l a variedade d e aplicações veículo será manejado de maneira
A ATENÇÃO off-road. As características específicas de diferente de um veículo c o m o centro de
projeto fornecem-lhes um centro de gravidade mais baixo.
Use c o n t i n u a m e n t e o cinto de
s e g u r a n ç a . O m o t o r i s t a e t o d o s os g r a v i d a d e mais alto do que os carros
p a s s a g e i r o s d e v e r ã o ter o s c i n t o s comuns. U m a vantagem de afastamento * Distância Menor entre os Eixos
afivelados adequadamente o tempo maior do solo é u m a melhor visão da pista, Além do seu maior afastamento do solo,
inteiro. C o n s u l t e a s e ç ã o " C I N T O S permitindo q u e v o c ê anteveja os p r o b l e m a s . o seu veículo t e m u m a distância entre
DE SEGURANÇA" quanto às Eles não f o r a m projetados para fazer curvas e i x o s m a i s c u r t a e as p r o j e t u r a s f r o n t a l
instruções sobre a utilização e t r a s e i r a m a i s c u r t a s q u e as de um
c o m a m e s m a velocidade dos carros c o m u n s
adequada dos cintos de segurança.
de passageiros, c o m o t a m p o u c o os carros carro típico de passageiros. Estas
N u n c a dirija s o b o e f e i t o d o á l c o o l esportivos baixos o f o r a m para t e r e m um características combinam-se para
ou de o u t r a s d r o g a s . O á l c o o l e as d e s e m p e n h o satisfatório em condições permitir q u e s e u v e í c u l o s e j a c o n d u z i d o
drogas podem prejudicar off-road. Se possível, evite curvas f e c h a d a s por locais a c i d e n t a d o s , s e m ficar n e l e s
s e r i a m e n t e a sua habilidade de
ou manobras abruptas. Assim como p r e s o ou d a n i f i c a r a e s t r u t u r a e os
dirigir c o m s e g u r a n ç a , a u m e n t a n d o
a c o n t e c e c o m outros veículos deste tipo, a c o m p o n e n t e s do c h a s s i s . A d i s t â n c i a
consideravelmente, para você
m e s m o e o u t r a s p e s s o a s , o r i s c o de o p e r a ç ã o i n a d e q u a d a deste veículo p o d e r á menor entre eixos t a m b é m torna mais
ferimentos. Você t a m b é m deverá resultar em perda de controle ou c a p o t a g e m sensível a direção do s e u veículo do
evitar dirigir quando estiver d o veículo. que as dos veículos com distâncias
cansado, doente ou sob estresse. entre e i x o s m a i o r e s .
83C-0704-BOE

6-1
R E C O M E N D A Ç Õ E S A O DIRIGIR

CONDUÇÃO EM PISTA PAVIMENTADA

" L a r g u r a M a i s E s t r e i t a da C a r r o c e r i a e U m a vez que você usará freqüentemente passageiros. Lembre-se de que os


Bitola o seu veículo em pistas p a v i m e n t a d a s , veículos de múltiplas finalidades têm
O s e u v e í c u l o é m a i s estreito do q u e o deverá aprender as orientações básicas u m a direção mais sensível e um centro
carro normal de passageiros, de a b a i x o p a r a a u t i l i z a ç ã o em p i s t a s n o r m a i s . d e g r a v i d a d e m a i s alto d o q u e o s c a r r o s
m a n e i r a q u e p o s s a p a s s a r por e s p a ç o s normais de passageiros. Sempre que
estreitos. * Conheça o seu veículo p o s s í v e l , evite f a z e r c u r v a s f e c h a d a s
Não economize t e m p o para se habituar c o m o seu veículo.
Sem as características essenciais com as características únicas de
d e s c r i t a s a c i m a m a i o r a l t u r a livre d o s o l o , manuseio do seu veículo, Reduza a Velocidade nas Curvas
distância entre os eixos mais curta e primeiramente dando u m a volta em Acostume-se a aproximar-se das
l a r g u r a da c a r r o c e r i a e b i t o l a m e n o r e s , o u m a área distante do tráfego. Pratique curvas com cuidado e a uma velocidade
seu veículo não poderia proporcionar a fazer curvas em velocidades e em moderada. Não tente fazer as curvas na
você o e x c e l e n t e d e s e m p e n h o de direções diferentes. Sinta a maior m e s m a velocidade que em um veículo
condução off-road. Entretanto, t a m b é m é sensibilidade da direção que o seu com um centro de gravidade mais
verdade que a condução off-road, o veículo possui em relação a um carro baixo. Do m e s m o modo que você não
manuseio e a direção serão diferentes convencional. utilizaria u m c a r r o e s p o r t i v o e m u m a
daqueles que os motoristas experimentam trilha, n ã o d e v e r á t e n t a r f a z e r a s c u r v a s
com um carro convencional de * Use o Cinto de Segurança c o m o seu veículo c o m o faria c o m um
passageiros. Continuamente carro esportivo.
O m o t o r i s t a e t o d o s os p a s s a g e i r o s
deverão estar ininterruptamente c o m os Reduza a Velocidade e Tenha
cintos de segurança afivelados. Cautela em Pistas Escorregadias
C o n s u l t e a s e ç ã o ' " C I N T O S DE Em condições de pista m o l h a d a v o c ê
S E G U R A N Ç A " quanto às instruções d e v e r á dirigir a u m a v e l o c i d a d e m e n o r
sobre a utilização correta dos cintos. do que em pistas s e c a s , devido a
possíveis escorregamentos dos pneus
* Não Faça Curvas Fechadas d u r a n t e a f r e n a g e m . A o dirigir e m p i s t a s
C o m o mencionado acima, os veículos c o m gelo, neve ou terra, reduza a
pequenos de múltiplas finalidades têm v e l o c i d a d e e evite a a c e l e r a ç ã o s ú b i t a ,
c a r a c t e r í s t i c a s d e projeto e s p e c í f i c a s a f r e n a g e m a b r u p t a ou c u r v a s
q u e lhes p e r m i t e e x e c u t a r u m a a m p l a fechadas. Use marcha de velocidade
variedade de aplicações. Estas c o m tração nas 4 rodas (4H) (caso
características também alteram o instalada) para u m a melhor tração.
c o m p o r t a m e n t o nas curvas em relação
aos carros convencionais de
6-2
R E C O M E N D A Ç Õ E S A O DIRIGIR

83C-0706-B0E

CONDUÇÃO OFF-ROAD
N ã o Dirija e m S e n t i d o D i a g o n a l n a s r e d u z i d a 4 W D (4L) e m a n t e n h a u m a
O seu veículo possui características Montanhas velocidade constante, porém
específicas de projeto para condução Dirigir d i a g o n a l m e n t e p e l o s l a d o s d e moderada, c o m leves toques na direção
off-road. Q u a n d o sair d a pista p a v i m e n t a d a , u m a m o n t a n h a pode ser e x t r e m a m e n t e e no freio.
v o c ê e n c o n t r a r á superfícies d e t o d o s o s tipos p e r i g o s o . A m a i o r parte do p e s o d o s
que p o d e m se alterar continuamente veículos será transferido para os pneus * No Caso do seu Veículo Atolar
e n q u a n t o v o c ê está dirigindo. N a maioria d o s em posição mais baixa, o que poderia S e o s e u v e í c u l o atolar n a l a m a o u a r e i a ,
c a s o s , a c o n d u ç ã o off-road exige o uso da f a z e r c o m q u e o v e í c u l o t o m b e d e lado. siga as instruções abaixo:
tração nas 4 rodas. Se o s e u veículo possui Q u a n d o for p o s s í v e l , evite e s t e risco
s o m e n t e t r a ç ã o em 2 rodas, v o c ê d e v e r á p o t e n c i a l . A l é m disto, s e v o c ê tiver d e 1) E n g a t e a a l a v a n c a de t r a n s f e r ê n c i a da
limitar a c o n d u ç ã o off-road s o m e n t e a sair d o s e u v e í c u l o e s t a n d o n a lateral d e tração em "4L" (Com os cubos de
superfícies firmes, planas e não u m a m o n t a n h a , s e m p r e s a i a p e l o lado livre-rodagem manual na posição
e s c o r r e g a d i a s . O s veículos c o m tração e m 2 m a i s alto. "LOCK". caso instalada.)
rodas p o s s u e m muito m e n o s tração em 2) Alterne a transmissão entre uma
superfícies off-road d o q u e o s veículos c o m Use o Cinto de Segurança marcha para a frente (primeira m a r c h a
tração nas 4 rodas. Ao dirigir off-road, é Continuamente para a transmissão manual) e a
importante a observação das instruções V o c ê e os s e u s p a s s a g e i r o s d e v e r ã o m a r c h a - à - r é . Isso c r i a r á u m m o v i m e n t o
seguintes. usar os cintos de segurança de balanço que poderá proporcionar
c o n t i n u a m e n t e ao dirigir off-road. impulso suficiente para desatolar o
* Jenha Cuidado em Ladeiras Q u a n t o à utilização c o r r e t a do cinto, v e í c u l o . Pise l e v e m e n t e n o a c e l e r a d o r
íngremes consulte a seção "Cintos de S e g u r a n ç a " para manter no mínimo a d e r r a p a g e m
Sempre inspecione anteriormente as deste manual. d a s r o d a s . T i r e o pé do a c e l e r a d o r ao
s u b i d a s . S a i b a o q u e há do outro l a d o e mudar de marcha.
c o m o fará para retornar descendo. Se Evite Reações Súbitas na Lama, Gelo
tiver alguma dúvida quanto à ou Neve Não acelere demais o motor. A
s e g u r a n ç a , n ã o t e n t e s u b i r u m a ladeira. Tenha cuidado quando houver derrapagem das rodas fará c o m que os
N u n c a s u b a u m a ladeira e x t r e m a m e n t e condições escorregadias off-road. pneus se afundem mais, tornando mais
íngreme c o m o seu veículo. Reduza a velocidade e evite difícil d e s a t o l a r o v e í c u l o .
m o v i m e n t o s s ú b i t o s do v e í c u l o . Se o
3) Se o s e u veículo p e r m a n e c e r atolado
Descer u m a ladeira íngreme pode ser s e u veículo possui tração em 2 rodas,
depois de alguns minutos de balanço,
m a i s difícil do q u e s u b i - l a . M a n t e n h a o n ã o dirija na l a m a . Se o s e u v e í c u l o
providencie que um outro veículo o
v e í c u l o reto, de frente para o vale, p o s s u i t r a ç ã o n a s 4 r o d a s , l e m b r e - s e de
reboque.
usando uma marcha reduzida. Não q u e dirigir e m p i s o e s c o r r e g a d i o o u
trave os freios. C a s o o veículo c o m e c e lama poderá provocar perda de tração
a d e s l i z a r , a c e l e r e l i g e i r a m e n t e a f i m de e a u m e n t a r a r e s i s t ê n c i a de m o v i m e n t o
r e t o m a r o c o n t r o l e da d i r e ç ã o . do v e í c u l o p a r a a f r e n t e . U s e a m a r c h a
6-3
R E C O M E N D A Ç Õ E S AO DIRIGIR

ATENÇÃO ATENÇÃO (Continuação)

Não permita que qualquer pessoa Além de seguir as sugestões para * N u n c a utilize p n e u s de t a m a n h o
fique nas proximidades do veículo ao dirigir desta seção, é importante maior ou coxins e molas especiais
fazê-lo balançar, e não deixe as rodas observar as seguintes precauções para levantar ("calçar") o seu
para direção em estrada e off-road: veículo. Isso elevará o centro de
girarem a u m a velocidade acima de 40
g r a v i d a d e do veículo e alterará as
km/h (25 mph), indicada pelo * O m o t o r i s t a e os p a s s a g e i r o s características do seu manejo.
velocímetro. A rotação muito rápida deverão usar os cintos de
das rodas poderá provocar ferimentos * D e p o i s de dirigir por t e r r e n o
segurança continuamente.
pessoais e/ou danos ao veículo molhado, lamacento ou arenoso,
* N ã o p e r m i t a q u e o u t r a p e s s o a dirija teste os freios enquanto dirige em
o seu veículo, a menos que t a m b é m baixa velocidade para ver se
CUIDADO conheça as características do mantiveram a sua eficiência normal.
veículo e as diferenças de m a n e j o Caso os freios estejam menos
Não continue balançando o veículo descritas nesta seção. e f i c i e n t e s do que o n o r m a l ,
mais do que alguns minutos. O seque-os pisando repetidamente no
* Evite e m p r e s t a r o s e u v e í c u l o p a r a
balanço prolongado pode provocar o qualquer pessoa, a menos que você pedal enquanto dirige em baixa
s u p e r a q u e c i m e n t o do motor, d a n o s à esteja a c o m p a n h a n d o . velocidade, até que tenham
caixa de transmissão ou de retomado a sua eficiência normal.
* Certifique-se de que os seus pneus
transferência ou aos pneus. * N ã o utilize a t r a ç ã o n a s 4 r o d a s p a r a
estejam em boas condições e
sempre mantenha a pressão direção normal em estradas
pavimentadas secas e firmes.
CUIDADO especificada dos pneus. Quanto a
detalhes, consulte "PNEUS" na * Depois da c o n d u ç ã o p r o l o n g a d a
(Para Diferencial de E s c o r r e g a m e n t o seção "INSPEÇÃO E por lama, areia ou á g u a , providencie
Limitado (LSD) (opcional)) MANUTENÇÃO". a i n s p e ç ã o dos freios na sua
Se o seu veículo atolar na n e v e , lama concessionária autorizada S U Z U K I
* N ã o utilize o u t r o s p n e u s q u e n ã o
ou a r e i a , n ã o f a ç a o m o t o r f u n c i o n a r a a q u e l e s e s p e c i f i c a d o s pela S U Z U K I . assim que possível.
[velocidades elevadas, especialmente N u n c a utilize t a m a n h o s ou tipos
se u m a roda traseira estiver g i r a n d o e diferentes de pneus nas rodas
uma outra parada. A rotação dianteiras ou traseiras. Q u a n t o a
excessiva da roda n ã o s o m e n t e fará informações relativas aos pneus
com que o pneu afunde mais, como especificados, consulte a seção
também danificará a LSD. "ESPECIFICAÇÕES".

(Continua)

6-4
CARREGAMENTO E REBOQUE

CAPACIDADE DE CARGA DO SEU REBOQUE DE TRAILER


O s e u S U Z U K I foi originalmente projetado c o m
VEÍCULO
capacidade para rebocar um trailer q u e não
O s e u v e í c u l o foi p r o j e t a d o p a r a ATENÇÃO exceda a seguinte capacidade de reboque:
capacidades específicas de peso. As Nunca sobrecarregue o seu veículo. O
capacidades de peso do seu veículo são Capacidade de Reboque
peso bruto do veículo (soma dos
indicadas pela Capacidade Nominal de (Trailer, C a r g a e Barra de R e b o q u e )
pesos do veículo carregado, motorista
Peso Bruto do Veículo ( G V W R ) e Trailer Equipado ou não c o m Freios
e passageiros) nunca deverá exceder
C a p a c i d a d e Nominal de Peso Bruto dos 4 5 0 k g ( 1 0 0 0 libras)
a Capacidade Nominal de Peso Bruto
Eixos ( G A W R , dianteiro e traseiro). As do Veículo ( G V W R ) . Além disto, nunca Entretanto, alguns países têm
G V W R e G A W R (dianteira e traseira) estão distribua u m a carga de maneira que o regulamentações que permitem
relacionadas na seção ESPECIFICA- peso, seja sobre o eixo dianteiro ou e s p e c i f i c a m e n t e p e s o s d e trailer m a i o r e s
ÇÕES. traseiro, exceda a Capacidade do que as capacidades mostradas acima;
Nominal de Peso Bruto dos Eixos os veículos vendidos nestes países têm
GVWR - P e s o total m á x i m o p e r m i t i d o d o (GAWR). capacidades de reboque que
veículo incluindo o motorista, correspondem ao peso máximo permitido
passageiros e toda a bagagem. de trailer.
GAWR - (Dianteira e Traseira) Peso
ATENÇÃO Antes de rebocar, informe-se se o s e u país
máximo permitido sobre um Distribua sempre regularmente a possui regulamentações específicas em
eixo individual. carga. Para evitar f e r i m e n t o s pessoais relação ao peso máximo de trailer
ou danos ao seu veículo, prenda (capacidade de reboque registrada ou
O p e s o real do v e í c u l o c a r r e g a d o e a c a r g a s e m p r e a carga para evitar que se regulamentar, qual seja a menor), e não
desloque, caso o veículo se exceda a exigência m á x i m a de peso do
real n o s e i x o s d i a n t e i r o e t r a s e i r o s o m e n t e
movimente subitamente. Coloque seu veículo, caso houver. Se o s e u país
p o d e m ser d e t e r m i n a d o s p e s a n d o - s e o
o b j e t o s m a i s p e s a d o s no p i s o e o m a i s não t e m u m a regulamentação em relação
veículo. Compare estes pesos com o
a o p e s o m á x i m o d e trailer, n ã o e x c e d a a s
G V W R e G A W R ( d i a n t e i r o e t r a s e i r o ) . Se para frente possível na área de carga.
capacidades de reboque mostradas
o p e s o bruto do veículo ou a c a r g a em Nunca empilhe a carga a u m a altura
acima.
algum dos eixos exceder estas maior do que o topo dos encostos dos
capacidades, você deverá remover o peso bancos.
necessário para abaixar o peso da carga CUIDADO
para a c a p a c i d a d e n o m i n a l . O r e b o q u e de trailer s u b m e t e o m o t o r ,
o t r e m de t r a ç ã o e os f r e i o s a u m a
tensão adicional. Nunca reboque um
trailer nos primeiros 1000 km (600
milhas) de operação do veículo.

7-1
CARREGAMENTO E REBOQUE

Barras de Reboque
Use somente uma carreta que seja
A ATENÇÃO Espelhos
Verifique se os espelhos do seu veículo
projetada para se prender ao chassis do N u n c a c o n e c t e as luzes do trailer c u m p r e m as exigências locais para
seu veículo e um engate que seja projetado diretamente ao sistema elétrico do seu espelhos utilizados durante reboque. C a s o
p a r a se a f e r r o l h a r a e s t e s u p o r t e . veículo, caso contrário poderão não c u m p r a m , v o c ê d e v e r á instalar os
ocorrer danos ao sistema. espelhos exigidos antes de rebocar.
A ATENÇÃO
Freios Carga do Veículo/Trailer
N u n c a u s e u m a carreta q u e s e p r e n d a
Para carregar corretamente o seu veículo
ao eixo ou ao pára-choque do seu
veículo.
A ATENÇÃO e o trailer, v o c ê d e v e r á s a b e r c o m o m e d i r
S e o s f r e i o s d o trailer f o r e m u s a d o s , o p e s o b r u t o do trailer e o p e s o do r e b o q u e
você deverá seguir todas as sobre o veículo.
Correntes de Segurança
Sempre prenda correntes de segurança instruções fornecidas pelo fabricante.
Nunca conecte ao sistema de freios do O P e s o B r u t o do T r a i l e r é o p e s o do
e n t r e o s e u v e í c u l o e o trailer. C r u z e as
s e u v e í c u l o e n u n c a tire f o r n e c i m e n t o trailer c o m t o d a a s u a c a r g a . V o c ê
c o r r e n t e s d e s e g u r a n ç a s o b o nariz d o
elétrico diretamente do chicote de p o d e r á s a b e r o p e s o b r u t o do trailer
trailer, d e m o d o q u e o nariz n ã o c a i a e m
fios, colocando-o totalmente carregado
d i r e ç ã o à p i s t a , c a s o o trailer se s e p a r e da
numa balança de veículos.
barra de reboque. Siga as instruções do
fabricante quanto à ligação das correntes Pneus
O Peso Dianteiro é a força para baixo
de segurança. S e m p r e deixe somente a
folga suficiente para permitir u m a curva A ATENÇÃO exercida pelo engate do trailer na barra de
reboque, c o m o trailer totalmente
completa. Nunca permita que as correntes Ao rebocar um trailer, é muito carregado e o engate na s u a altura normal
a r r a s t e m n a pista. i m p o r t a n t e q u e o s e u v e í c u l o e o trailer de reboque. Este peso pode ser observado
tenham a pressão correta dos pneus. usando-se u m a balança doméstica.
A ATENÇÃO O s p n e u s d o s e u v e í c u l o d e v e r ã o ter a
Nunca prenda correntes de segurança pressão relacionada no rótulo de O p e s o d o s e u trailer c a r r e g a d o ( P e s o
ao pára-choque do seu veículo. Pressão de Calibragem dos Pneus. Se Bruto do Trailer) nunca d e v e r á e x c e d e r a
Prenda as conexões de maneira que o rótulo relacionar pressões " C a p a c i d a d e de Reboque". Distribua a
não p o s s a m se soltar. c a r r e g a d a s , os p n e u s d e v e r ã o ser c a r g a n o trailer d e m a n e i r a q u e o p e s o
calibrados com essas pressões dianteiro seja de cerca de 1 0 % do peso
Luzes do Trailer c a r r e g a d a s . C a l i b r e o s p n e u s d o trailer b r u t o d o trailer, m a s n ã o e x c e d a 4 5 k g ( 9 9
C e r t i f i q u e - s e de q u e o s e u trailer e s t e j a de acordo com as especificações libras). V o c ê d e v e r á s a b e r o p e s o b r u t o d o
equipado c o m as luzes que satisfaçam as f o r n e c i d a s p e l o f a b r i c a n t e d o trailer. t r a i l e r e o p e s o d i a n t e i r o a n t e s de
exigências locais. S e m p r e verifique quanto rebocá-lo, para certificar-se de q u e a sua
à o p e r a ç ã o correta de todas as luzes do carga esteja corretamente distribuída.
trailer a n t e s de c o m e ç a r o r e b o q u e .

7-2
CARREGAMENTO E REBOQUE

ATENÇÃO CUIDADO
(Continuação)
A distribuição incorreta do peso do Devido a o r e b o q u e d e trailer colocar u m a
seu trailer p o d e r á resultar em m a n e j o t e n s ã o adicional sobre o s e u veículo, * Q u a n d o as pistas e s t i v e r e m
molhadas, escorregadias ou
i n s a t i s f a t ó r i o do v e í c u l o e o s c i l a ç ã o será necessária u m a m a n u t e n ç ã o m a i s
i r r e g u l a r e s , dirija a u m a v e l o c i d a d e
d o trailer. C e r t i f i q u e - s e s e m p r e d e q u e freqüente do que sob condições
mais baixa do que em pistas secas
o p e s o dianteiro do trailer seja de n o r m a i s de utilização. Siga o p r o g r a m a e regulares. Não reduzir a marcha
cerca de 1 0 % do seu peso bruto, mas de Manutenção Recomendada sob q u a n d o as c o n d i ç õ e s da pista f o r e m
não e x c e d a 45 kg (99 libras). T a m b é m C o n d i ç õ e s S e v e r a s de Utilização. ruins poderá resultar em perda de
certifique-se de q u e a carga esteja controle.
s e g u r a m e n t e p r e s a . A falha na ATENÇÃO * Sempre peça que alguém o oriente
observação destes requisitos poderá a o dar m a r c h a - à - r é .
O s e u v e í c u l o t e r á d e ser m a n e j a d o d e
resultar em acidentes.
m o d o d i f e r e n t e a o r e b o c a r u m trailer. * Permita u m a distância de f r e n a g e m
P a r a a s u a s e g u r a n ç a e de t e r c e i r o s , a d e q u a d a . A distância de f r e n a g e m
ATENÇÃO você deverá observar as seguintes torna-se maior quando você está
N u n c a s o b r e c a r r e g u e o s e u trailer o u precauções: r e b o c a n d o u m trailer. P a r a c a d a 1 6
o s e u v e í c u l o . O p e s o b r u t o do trailer km/h (10 mph) de v e l o c i d a d e ,
nunca deverá exceder a "Capacidade * Faça curvas, paradas e marcha-à-ré permita pelo m e n o s o comprimento
a n t e s de c o m e ç a r a rebocar no d e u m v e í c u l o e d e u m trailer e n t r e
de R e b o q u e " . O peso bruto do veículo
tráfego. N ã o faça o r e b o q u e no você e o veículo à sua frente. Rode
(soma dos pesos do veículo,
tráfego até que esteja confiante de a u m a distância maior c a s o as
motorista, passageiros e carga que pode manejar o veículo e o pistas estejam molhadas ou
t r a n s p o r t a d o s no veículo, barra de trailer c o m s e g u r a n ç a . escorregadias.
r e b o q u e e peso dianteiro do trailer),
* N u n c a e x c e d a os limites de * Caso o trailer tenha freios
nunca deverá exceder a Capacidade
velocidade de reboque ou 80 km/h desgastados, aplique os freios
Nominal de Peso Bruto do Veículo
( 5 0 m p h ) , d e p e n d e n d o d e q u a l for o gradualmente para evitar
(GVWR), relacionada na seção mais baixo. agarramento provocado pelo
"ESPECIFICAÇÕES".
* N u n c a dirija a u m a v e l o c i d a d e q u e t r a v a m e n t o d a s r o d a s d o trailer.
faça o trailer sacudir ou oscilar. * R e d u z a a v e l o c i d a d e a n t e s de c u r v a s
A T E N Ç Ã O s Adicionais quanto a Reboque
C a s o você observe o m e n o r sinal de e mantenha uma velocidade
de Trailer
s a c u d i m e n t o ou oscilação, reduza a c o n s t a n t e ao fazer as curvas. A
ATENÇÃO velocidade. desaceleração ou aceleração durante
u m a c u r v a p o d e r á resultar e m p e r d a
C o n e c t e a s l u z e s d o trailer e p r e n d a (Continua) de controle. Lembre-se de que será
correntes de segurança todas as n e c e s s á r i o u m raio d e c u r v a m a i o r
vezes que houver o reboque. (Continua)
CARREGAMENTO E REBOQUE

(Continuação) (Continuação) P o n t o s d e i n s t a l a ç ã o d o e n g a t e d o trailer

do que o normal porque as rodas do ou íngremes. Esteja atento ao medidor


trailer estarão mais próximas do de temperatura do motor. Se ele estiver
interior da curva do que as rodas do indicando superaquecimento, saia da
veículo. pista e p a r e em um lugar s e g u r o .
Consulte "Caso o motor
* Evite uma súbita aceleração e
parada do veículo. Não faça superaquecer" na seção " S O L U Ç Õ E S
manobras rápida, a menos que DE EMERGÊNCIA".
sejam necessárias.
* R e d u z a a v e l o c i d a d e em v e n t o s
ATENÇÃO
c r u z a d o s e esteja preparado para Ao e s t a c i o n a r o s e u v e í c u l o e trailer,
rajadas de vento à p a s s a g e m de s e m p r e use o seguinte procedimento:
veículos maiores. 1) Aplique c o m firmeza os freios do
* T e n h a c u i d a d o ao ultrapassar veículo.
outros veículos. Certifique-se de 2) Peça a outra pessoa que coloque
Informações de requisitos de
deixar e s p a ç o suficiente para o seu os calços sob as rodas do
v e í c u l o e d o trailer e n q u a n t o certificação européia (92/21/EEC)
t r a i l e r a n t e s de v o l t a r à p i s t a , e
sinalize bem antecipadamente. você estiver prendendo os freios. Carga m á x i m a vertical sobre o ponto de
3) Solte os freios d e v a g a r até que os e n g a t e : 4 5 k g (99 libras)
* R e d u z a a m a r c h a e m u d e para u m a
calços das rodas absorvam a
m a r c h a mais reduzida a n t e s de chegar Projetura m á x i m a permitida: 900 mm
carga.
a d e c l i v e s l o n g o s ou í n g r e m e s . É
4) E n g a t e t o t a l m e n t e o f r e i o de (35,4 polegadas)
arriscado tentar reduzir a marcha
estacionamento.
e n q u a n t o está d e s c e n d o um declive.
5) M u d e para marcha-à-ré ou para a
* Evite "forçar" os freios. Isso poderia primeira m a r c h a e desligue o motor.
provocar o superaquecimento dos Ao colocar em marcha depois de
freios, resultando em redução da
estacionar:
sua eficiência. Use a f r e n a g e m pelo
1) P r e s s i o n e a e m b r e a g e m ( c a s o
motor tanto q u a n t o for possível.
i n s t a l a d a ) e dê a p a r t i d a do m o t o r .
* D e v i d o ao p e s o a d i c i o n a d o do trailer, 2) E n g a t e a m a r c h a , s o l t e o f r e i o de
o seu motor pode superaquecer, em estacionamento e afaste-se
d i a s q u e n t e s , a o subir a c l i v e s l o n g o s devagar dos calços.
3 ) P a r e , a p l i q u e o s f r e i o s c o m firmeza)
(Continua) e mantenha-os aplicados.
4) P e c a a a l g u é m q u e retire os c a l ç o s

7-4
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO
Plano de m a n u t e n ç ã o 8-1
Plano de manutenção periódica 8-2
R e c o m e n d a ç õ e s para m a n u t e n ç ã o s o b c o n d i ç õ e s
severas de uso 8-4
Correia do ventilador 8-6
Ó l e o do m o t o r e filtro 8-6
Óleo do câmbio 8-9
Fluido de refrigeração do motor 8-11
Fluido do lavador do pára-brisas 8-12
Filtro de ar 8-13
Velas de ignição 8-13
Freios 8-14
Volante de direção 8-16
Pedal da e m b r e a g e m 8-17
Pneus 8-17
Bateria 8-20
Fusíveis 8-20
Substituição das luzes 8-22
Palhetas dos limpadores do pára-brisas 8-24
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

PLANO DE MANUTENÇÃO

(Continuação) A tabela a seguir mostra os m o m e n t o s em que


você deverá realizar a m a n u t e n ç ã o regular do
* Q u a n d o for necessário realizar
s e u veículo. Esta tabela mostra em milhas,
serviços com o motor funcionando,
c e r t i f i q u e - s e de q u e o freio de quilômetros e meses quando você deverá
estacionamento esteja realizar os serviços de inspeção, regulagem,
c o m p l e t a m e n t e e r g u i d o e as lubrificação e outros. Estes intervalos deverão
transmissões em Ponto-Morto. ser abreviados caso o veículo seja
habitualmente usado sob condições severas
* N ã o toque nos cabos ou outros
(consulte R e c o m e n d a ç õ e s para M a n u t e n ç ã o
componentes do sistema de
sob Condições Severas de Uso).
ignição, ao acionar o m o t o r ou
q u a n d o ele estiver funcionando,
caso contrário você poderia receber
ATENÇÃO
um c h o q u e elétrico. A Suzuki recomenda que a
* T e n h a o c u i d a d o de n ã o t o c a r n o s m a n u t e n ç ã o dos itens m a r c a d o s c o m
componentes quentes do u m a s t e r i s c o (*) s e j a e x e c u t a d a p e l a
e s c a p a m e n t o , c o m o o coletor, as sua concessionária autorizada Suzuki
t u b u l a ç õ e s e os s i l e n c i o s o s . o u por u m m e c â n i c o q u a l i f i c a d o . S e
ATENÇÃO * Não permita cigarros, fagulhas ou você m e s m o estiver qualificado,
Você deverá tomar extremo cuidado ao chamas nas proximidades do poderá executar a manutenção dos
trabalhar no seu veículo para prevenir combustível ou da bateria. Haverá itens não assinalados, através da
ferimentos acidentais. Seguem gases inflamáveis presentes. consulta às instruções desta seção.
algumas precauções que você deverá * N ã o se d e i t e s o b o v e í c u l o se e s t e Se v o c ê não tiver certeza q u a n t o à sua
ter o c u i d a d o e s p e c i a l d e t o m a r : estiver s u s t e n t a d o a p e n a s pelo capacidade para concluir c o m êxito
* N ã o deixe o motor f u n c i o n a n d o em macaco fornecido com o veículo. alguns dos serviços de manutenção
garagens ou outras áreas fechadas. * Tenha cuidado para não ocasionar não assinalados, peça à sua
* Quando o motor estiver curto-circuitos acidentais entre os concessionária autorizada Suzuki que
funcionando, mantenhas as mãos, t e r m i n a i s positivo e negativo da execute a manutenção n a r a você.
roupas, ferramentas e outros bateria.

|
objetos distantes da v e n t o i n h a e da
c o r r e i a da v e n t o i n h a .
* Mantenha o óleo, f l u i d o de CUIDADO
refrigeração e outros fluidos
usados longe das crianças e dos Sempre que for necessária a
animais domésticos. Descarte substituição de peças do seu veículo,
adequadamente fluidos usados; recomenda-se que você use peças de
nunca os derrame no solo, no substituição originais S U Z U K I ou as
| (Continua) esgoto, etc. suas equivalentes.

8-1
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

PLANO DE MANUTENÇÃO PERIÓDICA

" S " : Substitua


" I " : Inspecione e corrija ou substitua, c o n f o r m e necessário.
"L" : Lubrifique

8-2
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

ATENÇÃO

O s a m o r t e c e d o r e s s ã o c h e i o s c o m g á s d e alta p r e s s ã o . N u n c a t e n t e d e s m o n t á - l o s
ou jogá-los no fogo. Evite armazená-los perto de um aquecedor ou dispositivo de
a q u e c i m e n t o . A o d e s c a r t a r o a m o r t e c e d o r , o g á s d e v e r á ser s o l t o a n t e r i o r m e n t e
c o m segurança. Peça ajuda à sua concessionária.
Por se tratar de item de s e g u r a n ç a , r e c o m e n d a m o s sua substituição a c a d a
30.000 km.

8-3
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

83C-0904-B0E
R E C O M E N D A Ç Õ E S PARA MANUTENÇÃO SOB CONDIÇÕES SEVERAS DE USO

S e o v e í c u l o for utilizado e m c o n d i ç õ e s c o r r e s p o n d e n t e s a q u a l q u e r u m d o s c ó d i g o s d e c o n d i ç õ e s s e v e r a s i n d i c a d o s a b a i x o ,
r e c o m e n d a - s e que as o p e r a ç õ e s de m a n u t e n ç ã o s e j a m executadas a intervalos específicos, c o m o indicados na tabela abaixo.

Código de condição severa


A - R e b o q u e de t r a i l e r D - Utilização em estradas c o m muita poeira
B - Utilização c o m freqüência em p e q u e n o s percursos E - Utilização c o m temperatura exterior e x t r e m a m e n t e
o n d e o motor n ã o c h e g a a atingir a t e m p e r a t u r a b a i x a e/ou e s t r a d a s c o m sal
normal de funcionamento
C - U t i l i z a ç ã o em e s t r a d a s i r r e g u l a r e s F - R e p e t i d o s p e r c u r s o s em t r e c h o s c o n g e s t i o n a d o s o n d e o
e/ou c o m muita lama motor permanece longos períodos em rotação de
marcha-lenta

Código de Condição Operação de


Manutenção Intervalos de M a n u t e n ç ã o
Severa Manutenção
Ó l e o do m o t o r e filtro de ó l e o A cada 3.000 milhas
AB - DEF S
( 5 . 0 0 0 k m ) ou 3 m e s e s
C a n o s e guarnições do e s c a p a m e n t o A c a d a 6.000 milhas
ABC - E - I
( 1 0 . 0 0 0 k m ) ou 6 m e s e s
E l e m e n t o d o filtro d e a r 1
A c a d a 1.500 m i l h a s
I
(2.500 km)
— D - -
A c a d a 12.000 milhas
S
(20.000 km) ou 12 meses

OBSERVAÇÃO: T - Aperte até o torque especificado


I - Inspecione e corrija ou substitua conforme for necessário
S - Substitua
* 11nspecione com mais freqüência se o veículo for utilizado sob condições de muita poeira.

8-4
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

Código de Condição Operação de


Manutenção Intervalos de M a n u t e n ç ã o
Severa Manutenção
Á r v o r e de t r a n s m i s s ã o (cardã) A cada 6.000 milhas
ABC- E - 1
( 1 0 . 0 0 0 k m ) ou 6 m e s e s
Óleo da transmissão (manual), da A cada 12.000 milhas
A - C - - F S
t r a n s f e r ê n c i a e do d i f e r e n c i a l (20. 0 0 0 k m ) o u 1 2 m e s e s
Fluido da transmissão automática A cada 12.000 milhas
A - C - - F S
(20. 000 km) ou 12 m e s e s
P a r a f u s o s e p o r c a s do c h a s s i s A cada 6.000 milhas
- - C - - - T
( 1 0 . 0 0 0 k m ) ou 6 m e s e s
Sistema do volante de direção A cada 3.000 milhas
- - C - - - 1
( 5 . 0 0 0 k m ) ou 3 m e s e s
Vedação a óleo das articulações da A cada 6.000 milhas
- -CDE- S
direção ( 1 0 . 0 0 0 k m ) ou 6 m e s e s
Velas de ignição A cada 6.000 milhas
ABCD-F S
( 1 0 . 0 0 0 k m ) ou 6 m e s e s

OBSERVAÇÃO: T - Aperte até o torque especificado


i - Inspecione e corrija ou substitua conforme for necessário
S - Substitua

8-5
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

CORREIA DA VENTOINHA O L E O DO M O T O R E FILTRO

10kg
(22 Ibs) CHEIO

ABASTECER

ATENÇÃO
Q u a n d o o motor estiver funcionando,
m a n t e n h a as m ã o s , o cabelo, as
roupas, ferramentas, e t c , afastados
da ventoinha em m o v i m e n t o e da
correia da ventoinha.
Óleo especificado Verificação do Nível do Óleo
Certifique-se de que a tensão da correia da
A s s e g u r e - s e de q u e o ó l e o p a r a m o t o r e s É i m p o r t a n t e a m a n u t e n ç ã o do nível
v e n t o i n h a esteja correta. Se a correia
que você utilizar se e n q u a d r a nas correto do óleo para a l u b r i f i c a ç ã o
estiver muito solta, poderão ocorrer carga
classificações SE, SF, SG ou SH da API. adequada do motor do seu veículo.
insuficiente da bateria, superaquecimento
S e l e c i o n e a viscosidade a d e q u a d a de V e r i f i q u e o nível do ó l e o c o m o v e í c u l o em
do motor ou desgaste excessivo da
acordo c o m a tabela acima. Nunca misture u m a s u p e r f í c i e n i v e l a d a . A i n d i c a ç ã o do
correia. Q u a n d o você pressionar a correia
óleo mineral com sintético ou nível d o ó l e o p o d e r á resultar i n c o r r e t a s e o
c o m o seu polegar na parte intermediária
semi-sintético. veículo estiver em uma superfície
entre as polias, deverá haver u m a flexão
inclinada. O nível do óleo d e v e r á ser
de acordo c o m o que segue.
verificado antes do acionamento do motor
ou pelo m e n o s de dois a três minutos
6 - 9 mm ( 0 , 2 4 - 0 , 3 5 p o l e g a d a s )
depois do motor desligado.

A correia da ventoinha t a m b é m d e v e r á ser


e x a m i n a d a para assegurar que não esteja
d a n i f i c a d a . S e for n e c e s s á r i o s u b s t i t u i r o u
regular a correia, peça à sua
concessionária S U Z U K I para fazê-lo para
você.

8-6
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

Troca do Óleo do Motor e Substituição


d o Filtro
D r e n e o ó l e o do m o t o r e n q u a n t o o m o t o r
ABRIR FECHAR ainda estiver quente.
1) Retire a t a m p a de a b a s t e c i m e n t o de
óleo.
2) Coloque uma bandeja de drenagem
sob o bujão de d r e n a g e m .
3) U s a n d o u m a c h a v e de b o c a , retire o bujão
de d r e n a g e m e d r e n e o óleo do motor.

ATENÇÃO
A t e m p e r a t u r a do óleo do motor
poderá estar suficientemente elevada
Retire a v a r e t a do ó l e o , l i m p e o ó l e o c o m Reabastecimento para queimar os seus d e d o s q u a n d o o
um p a n o l i m p o , insira a v a r e t a até o f u n d o Retire a t a m p a do c o m p a r t i m e n t o de óleo b u j ã o d e d r e n a g e m for s o l t o . E s p e r e
no m o t o r e d e p o i s r e t i r e - a n o v a m e n t e . A e d e r r a m e o ó l e o l e n t a m e n t e a t r a v é s do até que o bujão de d r e n a g e m tenha
m a r c a do óleo na vareta d ev e r á estar entre orifício de a b a s t e c i m e n t o p a r a e l e v a r o esfriado o bastante para tocá-lo c o m
os limites s u p e r i o r e inferior i n d i c a d o s na nível do ó l e o até o limite s u p e r i o r da v a r e t a . as mãos desprotegidas.
v a r e t a . Se a i n d i c a ç ã o do nível do ó l e o T o m e cuidado para não encher demais. O
estiver próxima ao limite inferior, e x c e s s o de ó l e o é q u a s e t ã o n o c i v o q u a n t o ATENÇÃO
a c r e s c e n t e ó l e o s u f i c i e n t e p a r a q u e o nível ó l e o a m e n o s . D e p o i s de r e a b a s t e c e r , dê
O óleo t a n t o n o v o c o m o u s a d o p o d e r á
c h e g u e a o limite s u p e r i o r . a p a r t i d a do m o t o r e d e i x e - o em m a r c h a
ser p e r i g o s o . A s u a i n g e s t ã o fará mal às
lenta durante cerca de um minuto.
c r i a n ç a s e a o s a n i m a i s de e s t i m a ç ã o .
Desligue o motor, espere dois a três
M a n t e n h a o óleo n o v o ou u s a d o e os
m i n u t o s e e x a m i n e n o v a m e n t e o nível do
filtros d e ó l e o u s a d o s a f a s t a d o s d a s
óleo.
c r i a n ç a s e d o s a n i m a i s de e s t i m a ç ã o .
O c o n t a t o c o n t í n u o c o m o óleo de
motor usado causa câncer de pele em
animais de laboratório.
Para minimizar a sua e x p o s i ç ã o ao
óleo usado, use u m a camisa de mangas
(Continua)

8-7
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

1. Filtro do óleo
2. Chave para filtros de óleo

ATENÇÃO S u b s t i t u i ç ã o d o filtro d e ó l e o
CUIDADO
1 ) U s a n d o u m a c h a v e p a r a filtros d e ó l e o ,
(Continuação) gire o filtro de óleo no s e n t i d o Para apertar o filtro de óleo
compridas e luvas impermeáveis a n t i - h o r á r i o e retire-o. a d e q u a d a m e n t e , é importante q u e se
( c o m o a q u e l a s para lavar louça) ao 2) U s a n d o um p a n o limpo, limpe a identifique e x a t a m e n t e a posição em
trocar o óleo. s u p e r f í c i e d e m o n t a g e m d o filtro n o q u e a g a x e t a do filtro t o c a a s u p e r f í c i e
Se o óleo entrar em contato c o m a sua m o t o r , o n d e s e r á i n s t a l a d o o n o v o filtro. de montagem.
pele, lave c o m água abundante e 3) Passe um pouco de óleo de motor
sabão. Lave as roupas ou panos que s o b r e a g a x e t a de b o r r a c h a do filtro 5) A p e r t e o filtro de volta, a partir do p o n t o
estiverem sujos de óleo. novo. de c o n t a t o c o m a s u p e r f í c i e de
Recicle ou descarte a d e q u a d a m e n t e o 4) R o s q u e i e o filtro n o v o c o m a m ã o , até m o n t a g e m (ou c o m 10,5 Ib-pé [1,4 kg-m])
ó l e o e os f i l t r o s u s a d o s . q u e a g a x e t a d o filtro e n t r e e m c o n t a t o u s a n d o a c h a v e p a r a filtros de óleo.
c o m a s u p e r f í c i e de m o n t a g e m .

4) R e i n s t a l e o b u j ã o de d r e n a g e m e a CUIDADO
gaxeta. Aperte o bujão c o m um torque Para evitar o v a z a m e n t o de óleo,
d e 2 5 , 5 Ib-pé (3,5 k g - m ) . c e r t i f i q u e - s e de q u e o filtro e s t e j a
apertado, porém não demasia-
damente.

8-8
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

83C-0907-B0E

Reabastecimento com óleo e


ÓLEO DO CÂMBIO
verificação de vazamentos CLASSIFICAÇÃO
Óleo do Câmbio Especificado
1) D e r r a m e 3,5 litros de ó l e o p e l o orifício API
Ao t r o c a r o ó l e o do c â m b i o , utilize um óleo
de e n c h i m e n t o e c o l o q u e a t a m p a . Transmissão GL-4
de v i s c o s i d a d e e c l a s s i f i c a ç ã o a d e q u a d a s ,
2) A c i o n e o motor e procure na quantidade mostrada nas tabelas Caixa de Mudança GL-4
c u i d a d o s a m e n t e v a z a m e n t o s n o filtro abaixo. Recomendamos especificamente Diferencial GL-5
de óleo e no bujão de d r e n a g e m . o uso do óleo de câmbio S A E 7 5 W - 9 0 (Óleo para
Acione o motor a diversas velocidades, ( S A E 8 0 W - 9 0 p a r a o diferencial) Dianteiro
engrenagens
durante pelo m e n o s 5 minutos. hiDÓIdes)
3) Desligue o motor e espere alguns
GL-5
m i n u t o s . Verifique n o v a m e n t e o nível de
(Óleo para
óleo e a c r e s c e n t e óleo c a s o n e c e s s á r i o . Traseiro -
engrenagens
Verifique n o v a m e n t e s e h á v a z a m e n t o s .
hipóides)

A CUIDADO CAPACIDADE
Transmissão 1,3 L
Ao s u b s t i t u i r o filtro de óleo,
r e c o m e n d a - s e que v o c ê utilize u m
filtro d e s u b s t i t u i ç ã o o r i g i n a l S U Z U K I . Caixa de Mudança 0,9 L
S e v o c ê utilizar u m filtro a l t e r n a t i v o ,
certifique-se de q u e seja de qualidade
1,35 L
e q u i v a l e n t e e siga c u i d a d o s a m e n t e as Dianteiro
instruções e precauções Diferencial
r e c o m e n d a d a s pelo fabricante. 1,5 L
Traseiro

A CUIDADO V e r i f i c a ç ã o d o Nível d o O l e o d o C â m b i o
Na transmissão manual, as engrenagens
Os v a z a m e n t o s de óleo em volta do de m u d a n ç a e os d i f e r e n c i a i s ( d i a n t e i r o e
filtro d e ó l e o o u d o b u j ã o d e d r e n a g e m traseiro) são lubrificados c o m óleo de
indicam uma instalação incorreta ou c â m b i o . P a r a v e r i f i c a r o nível do ó l e o do
uma gaxeta danificada. Se você c â m b i o e m q u a l q u e r u m d o s locais a c i m a ,
constatar a l g u m v a z a m e n t o e não tiver use o seguinte procedimento:
c e r t e z a de q u e o filtro t e n h a sido
devidamente apertado, faça o veículo
ser examinado pela sua
concessionária SUZUKI.

8-9
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

Transmissão M a n u a l Mudança de Tração Diferencial Traseiro

B u j ã o do filtro (e nível) do ó l e o
Bujão de d r e n a g e m do óleo
Substituição do Óleo do Câmbio
ATENÇÃO
Para substituir o óleo do c â m b i o da
B u j ã o d e nível d o ó l e o transmissão manual, da caixa de mudança D e p o i s de d i r i g i r o v e í c u l o , a
1) E s t a c i o n e o veículo em u m a superfície ou d o ( s ) d i f e r e n c i a l ( a i s ) , u s e o s e g u i n t e temperatura do óleo do c â m b i o poderá
p l a n a c o m o freio de e s t a c i o n a m e n t o procedimento: e s t a r alta o s u f i c i e n t e p a r a o c a s i o n a r
aplicado. queimaduras. Espere até que o bujão
2) Retire o bujão do filtro de óleo (Para a 1) R e m o v a o bujão de enchimento de óleo de enchimento de óleo tenha esfriado
t r a n s m i s s ã o , r e m o v a o bujão de nível de 2) R e m o v a o bujão de d r e n a g e m o suficiente para ser t o c a d o c o m as
óleo d r e n e o ó l e o , e reinstale o b u j ã o de mãos desprotegidas antes de
3) Se o nível de óleo c h e g a r até a parte drenagem. inspecionar ou substituir o óleo das
inferior do orifício do bujão, o nível de óleo 3) D e r r a m e ó l e o d e c â m b i o n o v o , d o tipo enarenaaens de transmissão.
e s t á correto. Se a s s i m for, recoloque o e s p e c i f i c a d o , p e l o orifício d o b u j ã o d e
bujão. e n c h i m e n t o até q u e o nível de ó l e o CUIDADO
4) Se o nível de óleo estiver baixo, a t i n j a a p a r t e i n f e r i o r do orifício de
Ao apertar estes bujões, aplique o
acrescente óleo através do orifício do e n c h i m e n t o . ( P a r a a s u b s t i t u i ç ã o do
"Adesivo Suzuki No. 1215" ou um
bujão até que o nível do óleo atinja o óleo das engrenagens de transmissão,
adesivo equivalente na rosca dos
f u n d o do orifício de e n c h i m e n t o . (Para a e n c h a de ó l e o até a parte inferior do
bujões, para impedir o v a z a m e n t o de
troca do óleo para engrenagens da orifício de nível de óleo
óleo, e aperte-os até o torque
t r a n s m i s s ã o , e n c h a de óleo até a parte 4) R e i n s t a l e o b u j a o de e n c h i m e n t o .
especificado, como mostrado nas
inferior do orifício de nível de óleo © ,
tabelas.
depois reinstale o bujão).

8-10
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

FLUIDO DE REFRIGERAÇÃO DO
MOTOR
CUIDADO
ABRIR FECHAR
* Ao acrescentar ou substituir fluido
de refrigeração, use um
anticongelante de etilenoglicol de
alta qualidade, diluído c o m água
destilada. Se as temperaturas mais
baixas da sua região atingirem - 1 5 °
C (5 o
F) ou a c i m a , faça a
CHEIO
concentração de 30% de
anticongelante na mistura que você
BAIXO
usa, m a s não mais do que 5 0 % , . Se
a t e m p e r a t u r a c h e g a r a - 1 6 ° C ( 3 F)
o

ou abaixo, faça a concentração c o m


o mínimo de 50%. Se a
concentração de 5 0 % não fornecer
uma proteção adequada contra o Substituição do Fluido de Refrigeração
Verificação do Nível do Fluido de congelamento, siga as instruções 1) C o m o m o t o r frio, r e m o v a a t a m p a do
Refrigeração do recipiente de anticongelante radiador girando-a devagar para a
V e r i f i q u e o nível do f l u i d o de r e f r i g e r a ç ã o para obter o ponto de e s q u e r d a , até s e n t i r q u e c h e g o u a u m
no r e s e r v a t ó r i o e n ã o no r a d i a d o r . C o m o congelamento desejado. limite. N ã o e x e r ç a p r e s s ã o a o girar a
m o t o r frio, o nível do f l u i d o de r e f r i g e r a ç ã o * Ao c o l o c a r a t a m p a no r e s e r v a t ó r i o , t a m p a . Espere até que a pressão se
deverá estar entre as marcas "FULL" e a l i n h e a s e t a da t a m p a c o m a s e t a dissipe, depois pressione a t a m p a e
"LOW". do r e s e r v a t ó r i o , c a s o c o n t r á r i o o continue girando-a no sentido
fluido de refrigeração poderá vazar. anti-horário.
Acréscimo de Fluido de Refrigeração
S e o nível d o f l u i d o d e r e f r i g e r a ç ã o e s t i v e r
abaixo da marca "LOW", deverá ser
a c r e s c e n t a d o mais fluido de refrigeração.
R e t i r e a t a m p a do r e s e r v a t ó r i o e
a c r e s c e n t e fluido de r e f r i g e r a ç ã o até q u e o
nível a t i n j a a m a r c a " F U L L " . N u n c a e n c h a
o reservatório acima da m a r c a "FULL".

8-11
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

FLUIDO DO LAVADOR DO
PÁRA-BRISAS

ERRADO

ATENÇÃO 4) Reinstale o reservatório e encha-o c o m o V e r i f i q u e q u e h a j a fluido d o l a v a d o r no


fluido de refrigeração até a linha "FULL". reservatório. Reabasteça se for
Será perigoso remover a t a m p a do 5) A p e r t e o b u j ã o de d r e n a g e m do necessário. Use um fluido do lavador do
radiador q u a n d o a t e m p e r a t u r a da radiador, e n c h a o r a d i a d o r c o m fluido pára-brisas de b o a qualidade, diluído em
á g u a estiver elevada, porque o fluido de r e f r i g e r a ç ã o e instale a t a m p a do água conforme necessário.
e o vapor escaldantes poderão radiador.
espirrar sob a pressão. Espere até que 6) D e p o i s de e n c h e r d e i x e o m o t o r em ATENÇÃO
a temperatura do fluido de m a r c h a - l e n t a por c e r c a d e 2-3 m i n u t o s Não use solução "anticongelante" no
refrigeração tenha diminuído antes de p a r a e l i m i n a r o ar e x i s t e n t e no s i s t e m a reservatório do lavador do
retirar a t a m p a . de refrigeração. pára-brisas. O anticongelante pode
7) Desligue o motor. prejudicar seriamente a visibilidade e
2) R e m o v a o reservatório levantando-o e
8) Verifique n o v a m e n t e o nível do líquido de t a m b é m danificar a pintura do seu
drene-o totalmente.
refrigeração. C a s o o nível t e n h a descido, veículo.
3) Afrouxe o bujão de d r e n a g e m na parte
de b a i x o do r a d i a d o r e d r e n e o fluido de acrescente mais líquido de refrigeração.
refrigeração em um recipiente
CUIDADO
adequado.
CUIDADO O motor do lavador do pára-brisas
O f l u i d o de r e f r i g e r a ç ã o d e v e r á ser poderá ser danificado se for a c i o n a d o
substituído com o veículo s e m q u e haja fluido no reservatório do
estacionado em terreno nivelado. lavador.

8-12
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

83C-0912-B0E

FILTRO DE AR VELAS DE IGNIÇÃO

EXEMPLO
CORRETO ERRADO

09-83C068A 09-60A221A
Se o filtro de ar e s t i v e r o b s t r u í d o por p o e i r a , 3. T i r e a p o e i r a do interior do e l e m e n t o do Você deverá inspecionar periodicamente
a resistência à admissão será aumentada filtro c o m u m j a t o d e a r c o m p r i m i d o o u as velas de ignição em relação a depósitos
com uma conseqüente diminuição do substitua o elemento conforme de carbono. Q u a n d o há o a c ú m u l o de
rendimento de potência e maior c o n s u m o necessário. carbono em uma vela de ignição, não é
de combustível. possível a produção de u m a boa centelha.
Retire o s d e p ó s i t o s d e c a r b o n o c o m u m
V e r i f i q u e e limpe p e r i o d i c a m e n t e de
a r a m e ou um p i n o e r e g u l e a f o l g a d a s
acordo com o seguinte procedimento:
velas de ignição.
1 . T i r e a t a m p a d a c a r c a ç a d o filtro d e ar.
R e m o v a o elemento da tampa da
c a r c a ç a d o filtro d e ar.
2. E s t e e l e m e n t o do filtro de ar é do t i p o
s e c o . L e m b r e - s e q u e ele n e c e s s i t a d e
l i m p e z a de acordo c o m o seguinte
método.

8-13
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

FREIOS

SOLTAR

0 . 7 - 0 . 8 mm
( 0 . 0 2 8 - 0 . 0 3 1 in)

APERTAR

A CUIDADO A CUIDADO F l u i d o d o Freio


Verifique o nível do fluido do freio o b s e r v a n d o
Ao desligar os c a b o s da vela de (Continuação) o reservatório no c o m p a r t i m e n t o do motor.
ignição, puxe pelos terminais e não
p e l o s próprios c a b o s , pois isso * N u n c a use velas de ignição c o m Verifique q u e o nível do fluido esteja entre as
poderá danificá-los. roscas de tamanhos diferentes. linhas " M A X " e " M I N " . Se o nível do freio
estiver p r ó x i m o da linha " M I N " , a b a s t e ç a até
Ao instalar as veias de ignição,
a linha " M A X " c o m fluido p a r a freios S A E
rosqueie-as com os seus dedos
para evitar espanar ar roscas. A CUIDADO J1703 ou DOT-3.
Aperte c o m u m a chave de torque até Ao substituir as velas de ignição, você
2 0 , 0 - 3 0 , 0 N-m ( 2 , 0 - 3,0 k g - m , 1 5 , 0 - deverá usar velas da marca e do tipo FLUIDO PARA FREIOS SAE J1703 ou DOT-3
22,0 pés-lb). Não permita que especificados para o seu veículo.
contaminantes entrem no motor
através d o s orifícios das velas de
Quanto à especificação das velas, ATENÇÃO
consulte a seção "ESPECIFICAÇÕES"
ignição quando os bujões forem A negligência em seguir as
retirados.' no fim deste m a n u a l . Se v o c ê desejar
orientações abaixo pode resultar em
usar uma outra marca de vela de
ferimentos pessoais ou danos sérios
(Continua) ignição, consulte a sua
ao sistema de freios.
concessionária SUZUKI.
* Se o nível do f l u i d o de f r e i o do r e s e r -
(Continua)

8-14
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

ATENÇÃO
(Continuação)
vatório cair abaixo de um
d e t e r m i n a d o l i m i t e , a luz de
A T E N Ç Ã O dos freios acenderá no
painel de instrumentos (o motor
deverá estar em funcionamento
c o m o freio de e s t a c i o n a m e n t o
totalmente solto). Neste caso, peça
imediatamente à sua
concessionária SUZUKI para
inspecionar o s i s t e m a de freios.

* Um perda rápida de fluido indica um


v a z a m e n t o no sistema de freios que
deverá ser inspecionado
ATENÇÃO
imediatamente pela sua P e d a l d o Freio Se você estiver experimentando
concessionária SUZUKI. C o m o motor em f u n c i o n a m e n t o , m e ç a a qualquer um dos problemas seguintes
distância entre o pedal do freio e a p a r e d e do c o m o s i s t e m a de freios do seu
* O f l u i d o do f r e i o p o d e r á p r e j u d i c a r
os olhos e danificar superfícies piso q u a n d o o pedal for p r e s s i o n a d o c o m veículo, faça com que o veículo seja
pintadas. Tenha cuidado ao u m a força d e a p r o x i m a d a m e n t e 3 0 k g (66 e x a m i n a d o imediatamente pela sua
reabastecer o reservatório. Ibs). A distância m í n i m a exigida é de 95 mm concessionária SUZUKI.
(3,7"). U m a v e z q u e o s i s t e m a de freios do * Desempenho insatisfatório dos
* Não use outro fluido que não o
seu veículo é a u t o - r e g u l á v e l , não há freios
fluido de freio J1703 ou DOT-3. Não
use fluido reciclado ou que tenha qualquer necessidade da regulagem do
* F r e n a g e m desigual (os freios não
sido a r m a z e n a d o em recipientes pedal. C a s o a distância do pedal à p a r e d e do
funcionam uniformemente em
velhos ou abertos. É essencial q u e piso seja m e n o r do que a distância m í n i m a todas as rodas)
partículas estranhas e outros exigida, f a ç a o s e u veículo ser inspecionado
* C u r s o e x c e s s i v o do pedal
líquidos sejam m a n t i d o s fora do pela sua concessionária SUZUKI.
reservatório do fluido do freio. * Freio a g a r r a n d o
OBSERVAÇÃO: * Ruído excessivo
OBSERVAÇÃO: Ao medir a distância entre o pedal do freio * T r e p i d a ç ã o do pedal (o pedal
Pode-se esperar que o fluido de freio baixe e a parede do piso, certifique-se de não trepida quando é pressionado)
gradualmente nos freios a disco, conforme incluir nas suas medidas o tapete de fibra
as pastilhas se desgastam. ou de borracha do piso.

8-15
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

VOLANTE DE DIREÇÃO

20 kg
(44 Ibs)

Freio de E s t a c i o n a m e n t o E x a m i n e a f o l g a do v o l a n t e de d i r e ç ã o Fluido da direção hidráulica


V e r i f i q u e a r e g u l a g e m a d e q u a d a d o freio g i r a n d o - o l e v e m e n t e da e s q u e r d a p a r a a V e r i f i q u e o nível d e f l u i d o n a v a r e t a q u a n d o
de e s t a c i o n a m e n t o c o n t a n d o o n ú m e r o de direita e m e d i n d o a distância que ele ele e s t i v e r frio (por v o l t a d a t e m p e r a t u r a
estalidos emitidos pelos dentes da p e r c o r r e a n t e s q u e v o c ê s i n t a u m a leve ambiente), c o m o descrito abaixo:
cremalheira, à medida em que você puxar r e s i s t ê n c i a . A f o l g a d e v e r á ficar entre 10 - 1) L i m p e a t a m p a de e n c h i m e n t o e o
a a l a v a n c a a t é o p o n t o de e n g a t e t o t a l . A
3 0 m m (0,4 - 1 , 2 " ) . V e r i f i q u e s e o v o l a n t e d e reservatório, na área em torno da
alavanca do freio de estacionamento
d i r e ç ã o gira fácil, s u a v e m e n t e e s e m ruído, tampa.
d e v e r á p a r a r e n t r e o 5 o e o 8 o d e n t e da
o o

g i r a n d o - o c o m p l e t a m e n t e p a r a a direita e 2) Retire a t a m p a de e n c h i m e n t o
c r e m a l h e i r a e as r o d a s t r a s e i r a s d e v e r ã o
p a r a a e s q u e r d a , e n q u a n t o dirige m u i t o g i r a n d o - a no s e n t i d o anti-horário e
estar f i r m e m e n t e travadas. C a s o o freio de
lentamente em uma área desimpedida. Se limpe a vareta de m e d i ç ã o do fluido.
estacionamento não esteja
a d e q u a d a m e n t e regulado ou os freios o total da folga ficar fora das 3) R e i n s t a l e a t a m p a de e n c h i m e n t o .
f u n c i o n a r e m d e p o i s d a a l a v a n c a ter s i d o especificações ou v o c ê achar que algo 4) Retire a t a m p a de e n c h i m e n t o
totalmente solta, faça que o freio de está errado, deverá ser executada u m a • n o v a m e n t e e o b s e r v e o nível do f l u i d o .
estacionamento seja examinado inspeção pela sua concessionária O nível d e v e r i a e s t a r e n t r e as l i n h a s
imediatamente pela sua concessionária SUZUKI. " M A X " e " M I N " . Se o n í v e l e s t i v e r m a i s
SUZUKI. b a i x o do q u e a linha " M I N " , a c r e s c e n t e
Direção Hidráulica (opcional) u m fluido p a r a t r a n s m i s s ã o a u t o m á t i c a
V e r i f i q u e a c a r c a ç a da c a i x a de d i r e ç ã o , a equivalente ao DEXRON®-ll,
b o m b a de palhetas e as c o n e x õ e s quanto DEXRON®-IIE ou D E X R O N ® - l l l . Não
a v a z a m e n t o s ou d a n o s . encha demais.

8-16
PEDAL DA EMBREAGEM PNEUS

10 kg
22 I b s

Correia da Direção Hidráulica M e ç a a folga do pedal empurrando-o c o m As especificações de pressão dos pneus
A t e n s ã o d a c o r r e i a d e v e r á s e r tal q u e h a j a a s u a m ã o e m e d i n d o a d i s t â n c i a q u e ele dianteiros e traseiros para seu veículo
u m a f l e x ã o de 6 - 8 mm ( 0 , 2 4 - 0,31") percorre até você sentir u m a leve estão relacionadas no Rótulo de Pressão
quando você a empurrar c o m o dedo entre r e s i s t ê n c i a . A folga no p e d a l da de Calibragem dos Pneus e na seção
as d u a s polias. A correia d e v e r á ser ainda e m b r e a g e m d e v e r á s e r d e 2 0 - 3 0 m m (0,8 " E S P E C I F I C A Ç Õ E S " no fim deste m a n u a l .
e x a m i n a d a para assegurar que não esteja - 1,2"). Se a f o l g a for m a i o r ou m e n o r ou Tanto os pneus dianteiros como os
danificada. Caso necessário, faça c o m que v o c ê sentir a d e r ê n c i a d a e m b r e a g e m c o m traseiros d e v e r ã o ter as p r e s s õ e s
a correia seja regulada ou substituída pela o pedal totalmente pressionado, faça com especificadas. Observe que o valor não se
sua concessionária SUZUKI.
que a e m b r e a g e m seja inspecionada pela aplica ao estepe c o m p a c t o .
sua concessionária SUZUKI.
Inspeção dos Pneus
Inspecione periodicamente os pneus de
seu veículo executando as seguintes
verificações:
1) M e ç a a p r e s s ã o do ar c o m um
calibrador. Caso seja necessário,
corrija a c a l i b r a g e m .

8-17
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

A ATENÇÃO INDICADORES DE DESGASTE


DA BANDA DE RODAGEM
A ATENÇÃO
As p r e s s õ e s de ar d e v e r ã o ser O impacto c o m sarjetas ou passar
verificadas quando os pneus
sobre pedras poderá danificar os
estiverem frios ou você poderá
pneus e afetar o alinhamento das
obter leituras inexatas.
r o d a s . C e r t i f i q u e - s e de que o
Verifique a p r e s s ã o de calibragem
alinhamento das rodas seja verificado
i n t e r m i t e n t e m e n t e e n q u a n t o for
periodicamente pela " sua
calibrando o pneu gradualmente,
até obter a pressão especificada. concessionária SUZUKI.

Nunca calibre os pneus abaixo ou


acima das pressões especificadas. 4) Verifique se há porcas de roda soltas.
A c a l i b r a g e m a b a i x o da pressão 5) Verifique se não há pregos, pedras ou
especificada poderá provocar outros objetos incrustrados nos pneus.
características de manejo
estranhas ou fazer que o aro deslize
no talão do pneu, resultando em
2) V e r i f i q u e se a p r o f u n d i d a d e do s u l c o s
A ATENÇÃO
acidentes ou danos ao pneu ou aro.
A c a l i b r a g e m a c i m a da pressão da b a n d a de r o d a g e m é maior do que Seu SUZUKI está equipado com pneus
especificada pode levar ao estouro, 1,6 m m ( 0 , 0 6 " ) . P a r a a j u d á - l o n e s t a e rodas das m e s m a s dimensões nas
resultando em ferimentos verificação, os pneus têm indicadores quatro rodas. Isso é importante para
pessoais, como também provocar de desgaste da banda de rodagem a s s e g u r a r o m a n e j o e m u d a n ç a de
características de manejo moldados nos sulcos. Quando os direção do veículo. Nunca misture
e s t r a n h a s q u e p o d e r ã o resultar em pneus de tamanhos ou tipos
indicadores aparecerem na superfície
acidente.
da b a n d a de r o d a g e m , a profundidade diferentes nas rodas de seu veículo. O
restante da b a n d a de rodagem será de t a m a n h o e o tipo dos pneus usados
0,6" ( 1 , 6 m m ) ou m e n o r , e o p n e u deverão ser somente aqueles
deverá ser substituído. aprovados pela SUZUKI como
3) Verifique quanto a desgaste anormal, equipamentos padrão ou opcionais
rachaduras e danos. Qualquer pneu para seu veículo.
com rachaduras ou outros danos
deverá ser substituído. Se algum pneu
mostrar desgaste anormal, peça à sua
concessionária SUZUKI para
examiná-lo.

8-18
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

A ATENÇÃO
A substituição das rodas e pneus
e q u i p a d o s em seu veículo por
determinadas combinações de rodas
e p n e u s do m e r c a d o de reposição
poderá modificar significativamente
as c a r a c t e r í s t i c a s de m a n e j o e
m u d a n ç a de direção de seu veículo.
Conseqüentemente, use apenas
a q u e l a s c o m b i n a ç õ e s de rodas e
pneus aprovadas pela S U Z U K I c o m o
equipamentos normais ou opcionais
para seu veículo.

Rodízio dos Pneus 3) L e v a n t e o v e í c u l o ( s i g a as i n s t r u ç õ e s


A CUIDADO P a r a evitar u m d e s g a s t e d e s i g u a l d o s s e u s sobre levantamento c o m macaco na
A s u b s t i t u i ç ã o d o s p n e u s o r i g i n a i s por p n e u s e p r o l o n g a r a s u a v i d a útil, f a ç a o seção S E R V I Ç O S DE E M E R G Ê N C I A
pneus de um tamanho diferente poderá rodízio dos pneus como ilustrado. Os deste manual).
r e s u l t a r e m leituras f a l s a s d o v e l o c í m e t r o p n e u s d e v e r ã o ser alternados a c a d a 4) Retire as p o r c a s e a r o d a .
ou do hodómetro. Verifique c o m a sua 10.000 km (6.000 milhas) como 5) Instale a n o v a r o d a e r e p o n h a as
concessionária SUZUKI antes de recomendado no plano de manutenção porcas de roda c o m a extremidade
comprar pneus de reposição que sejam periódica. Depois do rodízio, regule as cónica voltada para a roda. Aperte
diferentes em t a m a n h o dos originais. pressões dos pneus dianteiros e traseiros c a d a p o r c a f i r m e m e n t e c o m a m ã o até
segundo as especificações relacionadas que a roda esteja s e g u r a m e n t e presa
no Rótulo de Pressão de Calibragem dos no cubo.
Corrente recomendada para neve Pneus de seu veículo. 6) A b a i x e o m a c a c o e a p e r t e t o t a l m e n t e
SUZUKI NO. DE PEÇA 99000-99072 as porcas c o m a chave de roda(até
Troca de Pneus 5 8 , 0 - 7 9 , 5 l b s - p é 8,0 - 1 1 , 0 k g - m ) , de
Para trocar um pneu, use o seguinte um modo cruzado, c o m o mostra a
procedimento: ilustração.
1) Retire o m a c a c o , as f e r r a m e n t a s e o
estepe.
2 ) A f r o u x e , m a s n ã o retire a s p o r c a s d e
roda.

8-19
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

BATERIA FUSÍVEIS

ATENÇÃO EXEMPLO (Tipo Convencional)


As baterias produzem hidrogênio
inflamável. Mantenha chamas e
Tampa
centelhas afastadas da bateria ou
poderá ocorrer uma explosão. Nunca
f u m e ao trabalhar nas proximidade da
bateria.

ATENÇÃO
Ao verificar ou fazer m a n u t e n ç ã o na
bateria, desligue o cabo negativo.
T o m e cuidado para não provocar um
curto-circuito permitindo que objetos
metálicos entrem em contato Fusível principal
nível está abaixo da linha " L O W E R " ,
simultaneamente com os pólos da Fusível primário
a c r e s c e n t e á g u a d e s t i l a d a até a linha de
bateria e o veículo. Fusível do A/C (opcional)
nível " U P P E R " .
Fusível do sistema de injeção de
combustível
ATENÇÃO V o c ê d e v e r á verificar periodicamente a
b a t e r i a , os t e r m i n a i s e a a l ç a de f i x a ç ã o da
Para evitar ferimentos pessoais ou O s e u veículo t e m três tipos de fusível,
b a t e r i a em r e l a ç ã o à c o r r o s ã o . E l i m i n e a
d a n o s a s e u v e í c u l o ou à b a t e r i a , s i g a como descritos abaixo:
c o r r o s ã o u t i l i z a n d o u m a e s c o v a rija e
as instruções sobre a partida do motor
amoníaco misturado com água ou soda Fusível Principal - O fusível principal
por meio de c a b o s de e x t e n s ã o na
cáustica misturada com água. Enxágüe transporta a corrente diretamente a
seção SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA
c o m á g u a limpa depois de eliminar a partir d a b a t e r i a .
deste manual, caso isto seja
corrosão. Fusíveis Primários - Estes fusíveis
necessário.
localizam-se entre o fusível principal e
Para baterias que não necessitam de S e s e u v e í c u l o for p e r m a n e c e r p a r a d o os f u s í v e i s i n d i v i d u a i s e a t e n d e m a o s
m a n u t e n ç ã o ( d o tipo s e l a d a s ) , n ã o s e r á durante um mês ou mais, desligue o cabo grupos de carga elétrica.
necessário adicionar água. d o t e r m i n a l n e g a t i v o d a b a t e r i a , p a r a evitar
Para o tipo tradicional de bateria, que tem que ela se descarregue. Fusíveis Individuais - Estes fusíveis
t a m p a s d e e n c h i m e n t o d e á g u a , o nível d a a t e n d e m circuitos elétricos individuais.
s o l u ç ã o da bateria d e v e r á ser s e m p r e Fusível Principal e Fusíveis Primários
m a n t i d o e n t r e a s l i n h a s d e nível " U P P E R " O f u s í v e l p r i n c i p a l e os f u s í v e i s p r i m á r i o s
e " L O W E R " . Caso seja detectado que o

8-20
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

estão localizados no compartimento do


motor. Se o fusível principal queimar, Caixa de fusíveis
n e n h u m c o m p o n e n t e elétrico funcionará.
Se um fusível primário queimar, n e n h u m
c o m p o n e n t e elétrico do grupo de carga
c o r r e s p o n d e n t e funcionará. Ao substituir o
fusível principal ou um fusível primário, use
um fusível de substituição original. Fuse

© FUSÍVEL
FUSÍVEL INDIVIDUAL
PRIMÁRIO
FARÓIS DIANTEIRO
DIREITO, ESQUERDO,
L A N T E R N A S
40A VERDE
T R A S E I R A S , LUZ DE
FREIO, ATENÇÃO E Caixa de Fusíveis
A c a i x a de f u s í v e i s e s t á l o c a l i z a d a s o b o
ATENÇÃO
NEBLINA/BUZINA
p a i n e l , do l a d o do m o t o r i s t a . Retire a t a m p a Assegure-se sempre de substituir um
da caixa de fusíveis p r e s s i o n a n d o nas fusível q u e i m a d o por um fusível de
a m p e r a g e m correta. Nunca use um
ATENÇÃO duas extremidades e puxando-a. Para
remover um fusível, prenda-o c o m o substituto, como uma folha de
Se o fusível principal ou um fusível g a n c h o na e x t r e m i d a d e da t a m p a e tire o alumínio ou um pedaço de arame para
primário se queimar, certifique-se de fusível. substituir um fusível queimado. Se
que seu veículo seja verificado pela v o c ê s u b s t i t u i r um f u s í v e l e o n o v o
sua concessionária SUZUKI. Sempre queimar em um curto espaço de
utilize f u s í v e i s d e r e p o s i ç ã o S U Z U K I tempo, pode haver um problema
genuínos. Nunca use um substituto, elétrico sério. Faça seu veículo ser
tal c o m o u m p e d a ç o d e fio, m e s m o q u e inspecionado imediatamente pela sua
seja para um reparo temporário, ou concessionária SUZUKI.
poderá resultar em maiores danos
elétricos e até m e s m o em incêndio.
OBSERVAÇÃO:
Certifique-se de guardar sempre fusíveis
de reserva na tampa da caixa de fusíveis.

8-21
SUBSTITUIÇÃO DAS LUZES

ATENÇÃO Luz interna (Tipo A)


As lâmpadas poderão estar
suficientemente quentes para
queimar as suas m ã o s logo após
terem sido d e s l i g a d a s . Isto se
OK
aplica especialmente para as
lâmpadas halógenas dos faróis
dianteiros. Substitua as lâmpadas
depois que tiverem esfriado o
bastante
QUEIMADO As lâmpadas dos faróis dianteiros
são cheias com halogênio
pressurizado, podendo estourar e
provocar ferimentos se sofrerem
impactos ou caírem. Manipule-as
com cuidado. Luz interna
(Tipo A)
Pressione a lente nas p o s i ç õ e s indicadas
CUIDADO pelas setas e remova-a.
A o l e o s i d a d e d a s u a pele p o d e r á f a z e r
com que uma lâmpada halógena
s u p e r a q u e ç a e e s t o u r e q u a n d o for
acesa. Segure uma lâmpada nova com
um pano.

CUIDADO
OK A substituição freqüente de uma
l â m p a d a indica a necessidade de uma
QUEIMADO
inspeção do sistema elétrico. Isto
deverá ser e x e c u t a d o pela sua
concessionária SUZUKI.

8-22
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

Luz interna (Tipo B) Faróis Dianteiros Retirada das l â m p a d a s ovais p e q u e n a s


(Tipo Lâmpada)

Lanternas Dianteiras/Indicadores de
Mudança de Direção/Sinalizadores
Laterais de Direção, Lâmpadas
C o m b i n a d a s Traseiras, Luz da Placa de
Licença
Dois tipos de l â m p a d a s (ovais p e q u e n a s e
esféricas) são utilizadas para estas luzes.
P a r a retirar e i n s t a l a r u m a l â m p a d a o v a l
( T i p o B) pequena, basta puxá-la ou pressioná-la no
Faróis Dianteiros
R e m o v a a lente u t i l i z a n d o u m a c h a v e d e lugar.
(Tipo Lâmpada)
fenda coberta c o m um pano. Abra o capo do motor. R e m o v a o soquete,
a b o r r a c h a de v e d a ç ã o e o r e t e n t o r da Retirada das lâmpadas esféricas
Ao substituir a l â m p a d a , certifique-se de
lâmpada. Então substitua a lâmpada.
que as molas de contato estejam
prendendo a lâmpada firmemente. (Cilibim)
Peça à sua concessionária S U Z U K I para
fazer a substituição, pois para este serviço
a g r a d e d i a n t e i r a d e v e r á s e r retirada,
(figura)
Para s e retirar u m a l â m p a d a esférica d e s e u
s o q u e t e , p r e s s i o n e - a e gire-a no s e n t i d o
anti-horário. Para instalar u m a nova,
p r e s s i o n e - a e gire-a no sentido horário.

Para retirar o s o q u e t e do a l o j a m e n t o ,
g i r e - o no s e n t i d o a n t i - h o r á r i o e p u x e - o p a r a
fora. Para instalar o soquete, pressione-o
no local e g i r e - o no s e n t i d o h o r á r i o . V o c ê

8-23
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

PALHETAS DOS LIMPADORES


DO PÁRA-BRISAS
Luzes c o m b i n a d a s traseiras (lanterna,
Se as palhetas dos limpadores do
luz d e freio, i n d i c a d o r e s d e d i r e ç ã o , e t c /
pára-brisas se tornarem quebradiças,
danificadas ou deixarem estrias ao s e r e m
utilizadas, s u b s t i t u a a s p a l h e t a s .

Para instalar novas palhetas dos


limpadores do pára-brisas, sigas os
procedimentos abaixo:

CUIDADO
Para evitar arranhar ou quebrar o
vidro, não deixe o braço do limpador
atingir o vidro quando estiver
substituindo as palhetas.

p o d e r á ter a c e s s o aos retentores de OBSERVAÇÃO:


l â m p a d a s individuais conforme descrito Algumas palhetas poderão ser diferentes
abaixo: daquelas descritas aqui, dependendo das
Lanternas dianteiras/indicadores de especificações do veículo. Se assim for,
direção Luz do Indicador Lateral de M u d a n ç a consulte a sua concessionária SUZUKI
A b r a o c a p o do m o t o r . O r e t e n t o r e s t á de Direção quanto ao método adequado de substituição.
localizado do lado externa do farol
dianteiro.

Luz da placa de licença


Solte os dois parafusos que p r e n d e m o
a l o j a m e n t o da l â m p a d a e retire-o.

L i m p a d o r e s do pára-brisas e alguns
limpadores do vidro traseiro:
1. Segure o braço do limpador afastado
do vidro.

8-24
INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

REMOÇÃO

INSTALAÇÃO

Flexione a e x t r e m i d a d e f e c h a d a da Instale a p a l h e t a nova na o r d e m


p a l h e t a © , a f a s t a n d o - a do r e t e n t o r Inversa àquela da retirada.
© , para desencaixá-la e deslizá-la C e r t i f i q u e - s e de q u e a p a l h e t a f i q u e
para fora, c o n f o r m e ilustrado. a d e q u a d a m e n t e retida por todos os
ganchos e que a extremidade esteja
. t r a v a d a na p o s i ç ã o .
R e i n s t a l e a e s t r u t u r a da p a l h e t a no
braço do limpador, certificando-se de
q u e a a l a v a n c a de t r a v a se e n c a i x a
firmemente no braço.

8-26
SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA

33C-1OOO-B0E

SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA
Instruções para uso do m a c a c o 9-1
I n s t r u ç õ e s s o b r e a p a r t i d a d o m o t o r por m e i o
de cabos de extensão 9-1
C o m o rebocar seu veículo 9-3
Soluções de Emergência 9-5

83C-1200-B0E

CUIDADOS COM A CARROCERIA

Precauções contra a corrosão 10-1


Limpeza do veículo 10-2

83C-1300-B0E

INFORMAÇÕES GERAIS
Identificação d o veículo .11-1

11
SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA

INSTRUÇÕES PARA USO DO INSTRUÇÕES PARA PARTIDA DO


MACACO MOTOR COM CABOS DE EXTENSÃO
do piso. N ã o l e v a n t e o m a c a c o m a i s do ATENÇÃO
Roda dianteira / Roda traseira que o necessário. * N u n c a t e n t e d a r a p a r t i d a do m o t o r
de seu veículo com cabos de
e x t e n s ã o se a b a t e r i a p a r e c e r e s t a r
ATENÇÃO congelada. As baterias nesta
* Use o m a c a c o s o m e n t e para trocar condição poderão explodir ou
as rodas. r o m p e r - s e se f o r t e n t a d a a p a r t i d a
do motor com cabos de conexão.
* Nunca levante o veículo sobre uma * Ao fazer conexões c o m cabos de
superfície inclinada. extensão, certifique-se de que as
* Nunca levante o veículo com o suas m ã o s e os cabos de extensão
m a c a c o e m o u t r o local q u e n ã o s e j a estejam afastados das polias,
o r e s s a l t o do c h a s s i s p r ó x i m o à correias ou ventoinhas.
r o d a a ser t r o c a d a . * As baterias p r o d u z e m hidrogênio
inflamável. Mantenha chamas e
RESSALTO * C e r t i f i q u e - s e de q u e o m a c a c o fagulhas afastadas da bateria ou
esteja levantado pelo m e n o s 51 mm poderá ocorrer uma explosão.
1) E s t a c i o n e o v e í c u l o em um piso (2") antes de entrar em contato c o m Nunca fume ao trabalhar nas
nivelado e firme. o r e s s a l t o do c h a s s i s . O u s o do proximidades da bateria.
2) A p l i q u e f i r m e m e n t e o freio de m a c a c o c o m m e n o s de 51 mm (2")
* Se a bateria auxiliar q u e v o c ê utilizar
estacionamento e selecione "P" a partir d o p o n t o d e d e s m o n t a g e m
para partida c o m c a b o s d e e x t e n s ã o
( E s t a c i o n a m e n t o ) , s e s e u veículo possuir total poderá resultar em falha do
estiver instalada em um outro
transmissão automática, ou engate em macaco.
v e í c u l o s , certifique-se d e q u e o s d o i s
"R" ( M a r c h a - à - R é ) , se seu veículo * N u n c a se d e i t e s o b o v e í c u l o veículos não estejam se tocando.
possuir transmissão manual. Calce a quando este estiver sustentado * Se a s u a b a t e r i a se d e s c a r r e g a r
frente e a traseira da roda d i a g o n a l m e n t e pelo macaco. repetidamente, sem nenhum
o p o s t a à roda q u e s e r á levantada. motivo aparente, faça c o m que seu
* Nunca acione o motor quando o
veículo seja i n s p e c i o n a d o pela s u a
3) Ligue o pisca-alerta se s e u veículo veículo estiver sustentado pelo
concessionária SUZUKI.
estiver próximo do tráfego. macaco, nem permita que os
* Para evitar ferimentos pessoais ou
4) Posicione o macaco verticalmente e passageiros permaneçam no
d a n o s a s e u v e í c u l o ou à b a t e r i a ,
acione-o girando a alavanca no sentido veículo.
siga e x a t a m e n t e na ordem as
horário até q u e o degrau na c a b e ç a do instruções seguintes para partida
m a c a c o se encaixe no ressalto do chassis. do motor com cabos de extensão.
5) Continue a levantar o m a c a c o lenta e Se tiver d ú v i d a s , c h a v e um s o c o r r o
s u a v e m e n t e até que o p n e u se afaste rodoviário qualificado.

9-1
SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA

A CUIDADO BATERIA DE 12 VOLTS BATERIA DESCARREGADA G A N C H O DO MOTOR


O motor de seu veículo não deverá ser
acionado empurrando-se ou
rebocando-se o veículo. Este método
de partida poderia resultar em danos
p e r m a n e n t e s ao conversor catalítico.
Use c a b o s de e x t e n s ã o para dar
partida ao motor de um veículo com a
bateria fraca ou descarregada.

Ao acionar o motor de seu veículo c o m


BATERIA CARREGADA
c a b o s de e x t e n s ã o , use o seguinte
procedimento:
1 ) U s e s o m e n t e u m a b a t e r i a d e 1 2 volts
para acionar seu veículo. Coloque a
3) Faça as c o n e x õ e s dos cabos de
extensão da seguinte maneira:
A ATENÇÃO
bateria de 12 volts em b o m estado
a) Conecte u m a das extremidades do Nunca conecte o cabo de extensão
próxima de seu veículo, de maneira
primeiro cabo de extensão ao d i r e t a m e n t e a o t e r m i n a l n e g a t i v o (-) d a
que os cabos de extensão alcancem
t e r m i n a l p o s i t i v o (+) d a b a t e r i a bateria descarregada; isso poderia
a m b a s as baterias. Ao usar uma
descarregada. ocasionar uma explosão.
bateria instalada em outro veículo,
b ) C o n e c t e a outra e x t r e m i d a d e ao
NÃO PERMITA QUE OS VEÍCULOS
t e r m i n a l p o s i t i v o (+) d a o u t r a b a t e r i a , 4) Se a bateria c a r r e g a d a que você
SE T O Q U E M . Aplique totalmente o
c) Conecte u m a das extremidades do estiver u s a n d o estiver instalada em
freio de e s t a c i o n a m e n t o nos dois
segundo cabo de extensão ao outro veículo, acione o motor desse
veículos.
t e r m i n a l n e g a t i v o (-) d a b a t e r i a c o m veículo e mantenha-o a uma
2) Desligue todos os acessórios dos
carga. velocidade moderada.
veículos, exceto aqueles necessários
d ) F a ç a a c o n e x ã o final entre um 5) A c i o n e o m o t o r do v e í c u l o c o m a
p o r r a z õ e s d e s e g u r a n ç a (por e x e m p l o ,
componente pesado de metal e s e m bateria descarregada.
os f a r ó i s d i a n t e i r o s ou o p i s c a - a l e r t a ) .
p i n t u r a do m o t o r do v e í c u l o c o m a 6) Retire os c a b o s de extensão na o r d e m
bateria descarregada. exatamente inversa em que os
conectou.

9-2
SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA

83C-1005-B0E
REBOQUE DE SEU VEÍCULO
A ATENÇÃO As quatro rodas no solo R o d a s d i a n t e i r a s no s o l o e r o d a s t r a s e i r a s
sobre um carrinho
Ao rebocar seu veículo, siga as
instruções seguintes para evitar
acidentes e danos a seu veículo. Além
disto, certifique-se de observar as
exigências g o v e r n a m e n t a i s e locais
em r e l a ç ã o à i l u m i n a ç ã o do v e í c u l o e
engates de trailer ou barras de
reboque.

A ATENÇÃO
Dever-se-á utilizar sempre uma 10-83C079A
10-83C080A
corrente de segurança ao rebocar seu Para rebocar um veículo c o m todas as Para rebocar um veículo c o m as rodas
veículo. rodas no solo: traseiras sobre um carrinho de reboque:
1. Gire a chave de ignição para a posição 1. Coloque as rodas-livre na posição
REBOQUE DE RECREAÇÃO
" A C C " para destravar o volante de direção. " F R E E " . (Se v o c ê p o s s u i r r o d a s - l i v r e
Os veículos equipados com cubos
m a n u a i s de livre-rodagem poderão ser 2. S o l t e o freio de e s t a c i o n a m e n t o . de acionamento automático, libere-os).
rebocados pela frente c o m todas as rodas 3. E n g a t e a a l a v a n c a de t r a n s m i s s ã o 2. Se o veículo não estiver equipado c o m
no solo, ou pela traseira c o m as rodas manual na 2- marcha. r o d a - l i v r e de a c i o n a m e n t o m a n u a l , ©
traseiras presas em um carrinho de 4. E n g a t e a a l a v a n c a de t r a n s f e r ê n c i a da m u d e a a l a v a n c a de t r a n s m i s s ã o
reboque. Os veículos equipados com tração em ponto-morto. manual para ponto-morto, © engate a
cubos automáticos de livre-rodagem ou 5. C o l o q u e os cubos m a n u a i s de alavanca de transferência da tração em
s e m cubos de livre-rodagem deverão ser livre-rodagem na posição "FREE". "2H" e ® não reboque o veículo por
rebocados s o m e n t e pela traseira, c o m as mais do que 160 km (100 milhas).
rodas traseiras presas em um carrinho de Pare o reboque do veículo a c a d a 3 0 0 km 3. G i r e a c h a v e de i g n i ç ã o p a r a a p o s i ç ã o
r e b o q u e . C e r t i f i q u e - s e de utilizar o (200 milhas). C o m a alavanca de transmissão " A C C " para destravar o volante de
equipamento adequado de reboque, na 2 m a r c h a e a alavanca de transferência
a

direção.
projetado para reboque de recreação, e de da tração em ponto-morto, acione o motor e
que a velocidade de reboque não e x c e d a
deixe-o funcionar cerca de um minuto c o m a
90 k m / h (55 m p h ) .
e m b r e a g e m e n g a t a d a , p a r a fazer circular
óleo na caixa de m u d a n ç a de tração.

9-3
SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA

Rodas Dianteiras levantadas (veículo equipado Rodas Dianteiras levantadas (veículo equipado com
com roda-livre de acionamento manual) rodas-llvre de acionamento automático)
A CUIDADO
A t r a v a da c o l u n a de d i r e ç ã o n ã o é
r o b u s t a o suficiente para suportar os
i m p a c t o s transmitidos pelas rodas
dianteiras durante o reboque.
4. Certifique-se de que as rodas
dianteiras estejam voltadas para a
f r e n t e e p r e n d a o v o l a n t e de d i r e ç ã o
c o m um dispositivo de retenção de
volante, projetado para serviços de
reboque.

REBOQUE DE UM VEÍCULO 10-83C081A 10-83C082A


P a r a e s t e tipo d e r e b o q u e :
INOPERANTE A CUIDADO
Se seu veículo estiver inoperante, mas o 1. Solte o freio de e s t a c i o n a m e n t o . Não reboque seu veículo além de 80
v o l a n t e e o c o n j u n t o da t r a n s m i s s ã o 2. E n g a t e a a l a v a n c a de t r a n s m i s s ã o km (50 milhas) ou a u m a velocidade
estiverem em boas condições, o veículo m a n u a l na 2- m a r c h a . superior a 50 km/h (30 m p h ) c o m as
poderá ser rebocado conforme as 3. P o s i c i o n e a a l a v a n c a de t r a n s f e r ê n c i a rodas dianteiras levantadas e as rodas
instrução na seção de Reboque de traseiras no solo ou isso poderá
da tração em ponto-morto.
Recreação. Seu veículo t a m b é m poderá resultar em sérios d a n o s ao conjunto
4. Ponha as rodas-livre de acionamento
ser rebocado por um caminhão de reboque da transmissão. Se você precisar
manual na posição "FREE".
c o m as rodas dianteiras e traseiras
rebocar seu veículo mais do que 80 km
levantadas, de acordo c o m as instruções
(50 milhas) ou a u m a velocidade
que se seguem.
superior a 50 km/h (30 m p h ) c o m as
rodas dianteiras levantadas, use um
Rodas Dianteiras Levantadas
carrinho sob as rodas traseiras.
Se seu veículo estiver equipado com
roda-livre de acionamento manual, poderá Se seu veículo estiver equipado c o m
ser rebocado por um caminhão de
rodas-livre de a c i o n a m e n t o a u t o m á t i c o , ele
reboque, com as rodas dianteiras
p o d e r á ser r e b o c a d o por u m c a m i n h ã o d e
l e v a n t a d a s e as r o d a s t r a s e i r a s no s o l o ,
r e b o q u e c o m a s rodas dianteiras l e v a n t a d a s
u m a vez que a distância não exceda 80 km
e um carrinho sob as rodas traseiras.
(50 m i l h a s ) e a v e l o c i d a d e de r e b o q u e n ã o
ultrapasse 50 km/h (30 m p h ) .

9-4
SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA

Rodas Traseiras Levantadas SOLUÇÕES DE EMERGÊNCIA


S e u veículo p o d e r á ser rebocado por um
caminhão de reboque, com as rodas Rodas Traseiras levantadas Se o motor de a r r a n q u e não funcionar:
t r a s e i r a s l e v a n t a d a s e as r o d a s d i a n t e i r a s 1) E x p e r i m e n t e girar o c o m u t a d o r de
no solo, u m a vez que a velocidade de ignição para a posição " S T A R T " c o m
reboque não ultrapasse 90 km/h (55 mph). os faróis dianteiros ligados, para
P a r a e s t e tipo d e r e b o q u e : determinar as condições da bateria. Se
a luz d o s f a r ó i s d i a n t e i r o s d i m i n u i r
1. Coloque as rodas-livre de acionamento e x c e s s i v a m e n t e ou a p a g a r , isto
manual na posição " F R E E " . (Se você normalmente significa que a bateria
possuir rodas-livre de acionamento está descarregada ou que um dos
automático, libere-os). terminais da bateria está c o m contato
i n s u f i c i e n t e . R e c a r r e g u e a b a t e r i a ou
A CUIDADO corrija o c o n t a t o d o t e r m i n a l d a b a t e r i a ,
Se seu veículo estiver equipado c o m conforme necessário.
rodas-livre de acionamento 2) Se os faróis dianteiros c o n t i n u a r e m
automático, e você não conseguir b r i l h a n t e s , v e r i f i q u e os f u s í v e i s . Se a
liberá-los, reboque o veículo c o m as A CUIDADO razão para a falha do motor de
rodas traseiras levantadas e um a r r a n q u e não for ó b v i o , p o d e r á h a v e r
A t r a v a da c o l u n a de d i r e ç ã o n ã o é
carrinho sob as rodas dianteiras. um maior problema elétrico. Faça c o m
r o b u s t a o s u f i c i e n t e p a r a s u p o r t a r os
impactos transmitidos pelas rodas que o veículo seja inspecionado pela
2. Se o veículo não estiver equipado c o m sua concessionária S U Z U K I .
dianteiras durante o reboque.
rodas-livre de acionamento manual,
reboque-o com um carrinho sob as Se o M o t o r " A f o g a r "
4. Certifique-se de que as rodas
rodas dianteiras. Se não houver um Se o m o t o r estiver " a f o g a d o " c o m o
dianteiras estejam voltadas para a
carrinho disponível, reboque o veículo c o m b u s t í v e l , p o d e r á s e r difícil a c i o n á - l o .
f r e n t e e p r e n d a o v o l a n t e de d i r e ç ã o
c o m as rodas dianteiras no solo, Se isto a c o n t e c e r , p r e s s i o n e o p e d a l do
com um dispositivo de retenção de
contando que a a l a v a n c a de a c e l e r a d o r até o f u n d o e m a n t e n h a - o n e s t a
volante, projetado para serviços de
transmissão manual esteja em posição enquanto aciona o motor de
reboque.
ponto-morto a a l a v a n c a de arranque. (Não acione o m o t o r d e arranque
transferência da tração esteja em " 2 H " mais do que 15 segundos).
e a distância de r e b o q u e não seja
superior a 160 km (100 milhas).
3 G i r e a c h a v e de i g n i ç ã o p a r a a p o s i ç ã o
" A C C " para destravar o volante de
direção.

9-5
SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA

Se o motor ficar s u p e r a q u e c i d o C a s o a indicação de t e m p e r a t u r a não


O motor poderá superaquecer voltar p a r a a f a i x a de t e m p e r a t u r a n o r m a l ERRADO
temporariamente em condições de aceitável:
c o n d u ç ã o severas. Se o medidor da
t e m p e r a t u r a do fluido de refrigeração do 1) D e s l i g u e o m o t o r e v e r i f i q u e se a
motor indicar o s u p e r a q u e c i m e n t o durante correia ou as polias da b o m b a d'água
a condução: não estão danificados ou deslizando.
Se for encontrada alguma
1) D e s l i g u e o ar c o n d i c i o n a d o , c a s o anormalidade, corrija-a.
instalado. 2) V e r i f i q u e o n í v e l do f l u i d o de
2) L e v e o v e í c u l o a t é um l u g a r s e g u r o e refrigeração no reservatório. Se estiver
estacione. abaixo da linha "LOW", verifique se há
3) D e i x e o motor girando em v a z a m e n t o s n o r a d i a d o r , -na b o m b a
marcha-lenta normal durante alguns d ' á g u a e n a s m a n g u e i r a s do r a d i a d o r e
minutos até que o indicador esteja do aquecedor. Se você localizar a l g u m
d e n t r o d a f a i x a n o r m a l , entre " H " e " C " . v a z a m e n t o q u e p o s s a ter c a u s a d o o ATENÇÃO
superaquecimento, não acione o motor É p e r i g o s o retirar a t a m p a do r a d i a d o r
até que o problema tenha sido
ATENÇÃO corrigido.
q u a n d o a temperatura da água estiver
elevada, porque o fluido escaldante e
Se você observar ou escutar vapor 3) Se você não encontrar um vazamento, o vapor poderão espirrar sob a
e s c a p a n d o , pare o veículo em um c u i d a d o s a m e n t e a c r e s c e n t e fluido d e pressão. A t a m p a deverá ser tirada
lugar seguro e desligue r e f r i g e r a ç ã o ao r e s e r v a t ó r i o e d e p o i s s o m e n t e q u a n d o a temperatura do
imediatamente o motor para deixá-lo ao radiador, conforme necessário. fluido de refrigeração tiver abaixado.
esfriar. Não abra o capo quando (Consulte "FLUIDO DE REFRIGE-
houver vapor. Quando não se puder RAÇÃO DO MOTOR" na seção
observar ou escutar mais o vapor, "INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO".) '
abra o c a p o do motor para verificar se
o fluido de refrigeração ainda está
fervendo. Se estiver, você terá de
esperar até que cesse a ebulição antes
de prosseguir.

9-6
CUIDADOS COM A CARROCERÍA

83C-1201-B0E
PREVENÇÃO À CORROSÃO
É importante cuidar de s e u veículo para 4) As temperaturas elevadas ocasionarão Elimine os depósitos de materiais
protegê-lo da corrosão. u m a aceleração da corrosão em partes estranhos
do veículo que não estejam bem Materiais estranhos c o m o o sal, produtos
Encontram-se abaixo relacionadas as
ventiladas para permitir a s e c a g e m q u í m i c o s , o ó l e o ou o a s f a l t o p r o v e n i e n t e s
instruções sobre como conservar seu
rápida. da estrada, folhas de árvores,
veículo para prevenir a corrosão. Leia e
Estas informações ilustram a necessidade de excrementos de pássaros e as
siga c u i d a d o s a m e n t e estas instruções.
manter seu veículo (especificamente a precipitações industriais p o d e r ã o danificar
Informações Importantes sobre Corrosão subestrutura) tão limpo e seco quanto seja o a c a b a m e n t o de seu veículo se f o r e m
Causas comuns da corrosão p o s s í v e l . É de igual i m p o r t â n c i a reparar deixados sobre as superfícies pintadas.
1 ) A c ú m u l o d o sal d a e s t r a d a , d a s u j e i r a , q u a i s q u e r d a n o s à pintura ou dos Retire estes tipos de depósitos o mais
da umidade ou de produtos químicos revestimentos protetores assim que possível. depressa possível. Se estes depósitos
em á r e a s de difícil a c e s s o , s o b a resistirem à l a v a g e m , p o d e r á se fazer
c o r r o c e r i a ou o c h a s s i s . C o m o prevenir a Corrosão necessário um produto de limpeza
2) Lascas, arranhões ou quaisquer danos Lave seu veículo freqüentemente adicional. Certifique-se de que qualquer
às superfícies metálicas tratadas ou A melhor forma de preservar o produto de limpeza que você use não seja
pintadas, decorrentes de pequenos a c a b a m e n t o de s e u v e í c u l o e auxiliar a prejudicial para superfícies pintadas e seja
acidentes ou da abrasão c a u s a d a por evitar a c o r r o s ã o é m a n t ê - l o l i m p o c o m destinado especificamente às suas
pedras ou cascalho. lavagens freqüentes. finalidades. Siga as instruções do
fabricante ao usar estes produtos
Condições ambientais que aceleram a Lave seu veículo pelo menos u m a vez
especiais.
corrosão durante o inverno e outra vez
1) O sal da e s t r a d a , os p r o d u t o s q u í m i c o s imediatamente após o inverno. Mantenha
seu veículo, especialmente a subestrutura,
de c o n t r o l e da p o e i r a , o ar m a r i n h o e a
poluição industrial a c e l e r a m a corrosão tão limpo e seco quanto possível.
A ATENÇÃO
dos metais. Materiais estranhos poderão ficar
Se você dirige freqüentemente em
2) A u m i d a d e e l e v a d a a u m e n t a r á a alojados entre o tanque de
estradas que c o n t e n h a m muito sal, seu
velocidade da corrosão, especialmente c o m b u s t í v e l de s e u v e í c u l o e a c h a p a
veículo deverá ser lavado no mínimo u m a
quando as temperaturas ambientes que o cobre. Você deverá
vez por m ê s durante o inverno. Se você
ficarem pouco acima do ponto de p e r i o d i c a m e n t e tirar q u a l q u e r material
m o r a r n o litoral, s e u v e í c u l o d e v e r á s e r
congelamento. lavado no mínimo u m a vez por mês que tenha se acumulado nesta área,
3) A umidade em determinadas áreas do durante todo o ano. u m a v e z q u e p o d e r i a criar u m r i s c o d e
veículo por um período prolongado de incêndio.
tempo poderá provocar a corrosão, Lave seu veículo imediatamente após
utilizá-lo off-road. Q u a n t o a instruções de
m e s m o que outras partes da carrocería
l a v a g e m , consulte a s e ç ã o " L I M P E Z A DO
estejam completamente secas.
VEÍCULO".
10-1
CUIDADOS COM A CARROCERÍA

83C-1202-B0E
LIMPEZA DO VEÍCULO
Repare os danos ao acabamento Use a n t e p a r o s para lama ou cascalho
Examine cuidadosamente seu veículo A u t i l i z a ç ã o de a n t e p a r o s p a r a l a m a e
quanto a d a n o s às superfícies pintadas, cascalho auxiliará a proteger seu veículo,
e s p e c i a l m e n t e s e for u s a d o o f f - r o a d . N o especialmente se você dirige
caso de encontrar alguma lasca ou freqüentemente em estradas de cascalho
arranhão na pintura, retoque-os ou com muito sal. Os anteparos de
i m e d i a t a m e n t e p a r a evitar q u e c o m e c e a t a m a n h o g r a n d e , q u e c h e g a m o m a i s perto
corrosão. Se as lascas ou arranhões possível da estrada, são os melhores. As
h o u v e r e m s e a p r o f u n d a d o até o m e t a l , guarnições para esses anteparos também
c o n f i e o r e p a r o a u m a o f i c i n a de f u n i l a r i a e deverão ser resistentes à corrosão. Peça à
pintura qualificada. sua concessionária SUZUKI informações
sobre estes anteparos.
Mantenha limpos os compartimentos
dos passageiros e da b a g a g e m Guarde seu veículo em uma área seca e
A u m i d a d e , sujeira ou lama p o d e m bem ventilada
a c u m u l a r - s e s o b os tapetes do piso e Não estacione o seu veículo em áreas A ATENÇÃO
ocasionar corrosão. Examine ú m i d a s e p o u c o v e n t i l a d a s . Se v o c ê lavar Ao limpar o interior ou exterior de s e u
periodicamente estas áreas para o seu veículo na g a r a g e m ou guardá-lo veículo, NUNCA USE solventes
assegurar que estejam limpas e secas. m o l h a d o , a s u a g a r a g e m p o d e r á ficar inflamáveis, c o m o gasolina, benzina, ou
Serão necessárias verificações mais ú m i d a . A alta u m i d a d e d a g a r a g e m p o d e r á materiais d e l i m p e z a , c o m o a l v e j a n t e s
freqüentes caso o veículo seja usado causar ou acelerar a corrosão. Um veículo ou detergentes fortes domésticos. Os
off-road ou em clima úmido. m o l h a d o poderá ser corroído m e s m o em materiais p o d e r i a m c a u s a r f e r i m e n t o s
u m a g a r a g e m a q u e c i d a , s e a v e n t i l a ç ã o for pessoais ou danos ao veículo.
Determinadas cargas como produtos insatisfatória.
químicos, fertilizantes, produtos de
limpeza, sais, e t c , são extremamente
c o r r o s i v o s por natureza. Tais produtos
A ATENÇÃO Limpeza do Interior
E s t o f a m e n t o d e Vinil
deverão ser transportados em recipientes Não aplique nenhum revestimento
Prepare uma solução de sabão ou
fechados. Se ocorrer algum derramamento adicional ou limitador de corrosão,
detergente suave misturada com água
ou v a z a m e n t o , limpe e s e q u e a á r e a nos componentes do sistema de
quente. A p l i q u e a s o l u ç ã o no vinil c o m u m a
imediatamente. escapamento, como o conversor
e s p o n j a ou p a n o e deixe-a a m o l e c e r a sujeira
catalítico, t u b u l a ç õ e s , etc. Poderia
durante alguns minutos. Esfregue a
iniciar-se um incêndio se essas
superfície c o m um p a n o ú m i d o p a r a retirar a
substâncias ficassem
sujeira e a s o l u ç ã o de s a b ã o . Se a i n d a
superaquecidas.

10-2
CUIDADOS COM A CARROCERIA

p e r m a n e c e r a l g u m a sujeira n a superfície, umedecido em água. Repita esta limpeza Ao lavar o veículo, siga as instruções
repita este p r o c e d i m e n t o . até que as m a n c h a s sejam retiradas, ou abaixo:
use um produto de limpeza de carpetes
Estofamento de Tecido
comercial para m a n c h a s mais resistentes. 1) Enxágüe com água pressurizada a
Elimine o pó c o m um aspirador de pó. parte de baixo da carroceria e as caixas
Se usar um produto comercial de limpeza
U s a n d o u m a solução de sabão neutro, d a s r o d a s p a r a retirar a l a m a e a s u j e i r a
de carpetes, siga cuidadosamente as
esfregue as áreas manchadas com um acumuladas. Use bastante água.
i n s t r u ç õ e s e p r e c a u ç õ e s do f a b r i c a n t e .
p a n o ú m i d o . P a r a retirar o s a b ã o , e s f r e g u e
as áreas c o m um pano umedecido com
á g u a . Repita até que a m a n c h a seja
Limpeza do Exterior CUIDADO
removida, ou use um produto comercial de CUIDADO Ao lavar o veículo, evite direcionar
limpeza de tecido para manchas mais vapor ou água quente acima de 80°C
É i m p o r t a n t e q u e s e u v e í c u l o seja
persistentes. Se você usar um produto (176°F) sobre os componentes
m a n t i d o limpo. A negligência em
comercial, siga cuidadosamente as plásticos.
mantê-lo poderá resultar na
i n s t r u ç õ e s e p r e c a u ç õ e s do f a b r i c a n t e .
descoloração da pintura ou na
corrosão de diversos componentes da 2) E l i m i n e a s u j e i r a e a l a m a da c a r r o c e r i a
Cintos de Segurança
carroceria. externa com água corrente. Você
Limpe os cintos de segurança c o m sabão
poderá usar uma esponja ou uma
neutro e á g u a . Não use alvejantes ou
escova macia. Não use utensílios
tinturas nos cintos de segurança. Esses
Lavagem duros que p o s s a m arranhar a pintura.
produtos p o d e m enfraquecer o tecido dos
3) L a v e todo o exterior c o m um
cintos.
ATENÇÃO detergente neutro ou um produto para
T a p e t e s d e Vinil * N u n c a tente lavar e e n c e r a r o s e u lavagem de veículo usando uma
A sujeira c o m u m poderá ser removida do veículo c o m o m o t o r a c i o n a d o . esponja ou pano macio. A esponja ou
vinil c o m á g u a o u s a b ã o n e u t r o . U s e u m a * Ao l i m p a r a p a r t e de b a i x o da o pano deverão ser freqüentemente
e s c o v a para auxiliar a soltar a sujeira. carroceria e dos pára-lamas, onde mergulhados na solução de sabão.
D e p o i s de s o l t a , lave t o t a l m e n t e o t a p e t e p o d e m existir p e ç a s c o m b o r d a s
com água e seque-o à sombra. pontiagudas, você deverá usar CUIDADO
luvas e u m a camisa de m a n g a s
Ao usar um produto comercial para
Carpetes c o m p r i d a s para proteger as m ã o s e
lavagem de veículos, observe as
R e m o v a a s u j e i r a e as m a n c h a s o m á x i m o os braços contra cortes.
precauções especificadas pelo
possível c o m o aspirador de pó. Usando * D e p o i s d e lavar s e u v e í c u l o , t e s t e
cuidadosamente os freios antes de fabricante. Nunca use detergentes ou
uma solução de sabão neutro, esfregue as
dirigir, para certificar-se de que sabões domésticos fortes.
áreas manchadas com um pano úmido.
mantiveram a sua eficiência
Para remover o sabão, esfregue
normal.
novamente essas áreas c o m um pano

10-3
CUIDADOS COM A CARROCERÍA

4) U m a vez que a sujeira tenha sido c) D e i x e a tinta s e c a r c o m p l e t a m e n t e . Enceramento


completamente eliminada, enxágüe o D e p o i s de l a v a r o v e í c u l o , r e c o m e n d a - s e o
Limpeza das janelas de plástico da
detergente c o m água corrente. e n c e r a r e polir o v e í c u l o p a r a p r o t e g e r e
capota de lona embelezar ainda mais a pintura.
5) D e p o i s de e n x a g u a r , e n x u g u e a A s j a n e l a s d e plástico d a c a p o t a d e l o n a * U s e s o m e n t e c e r a s e p o l i d o r e s de b o a
carroceria do veículo c o m um pedaço são tão flexíveis que p o d e r ã o ficar qualidade.
de c a m u r ç a ou de pano molhados e a r r a n h a d a s se não forem t o m a d o s * Ao u s a r c e r a s e p o l i d o r e s , o b s e r v e as
deixe-o secar à sombra. cuidados especiais. Cuide das janelas precauções especificadas pelos
6) Se o seu veículo possui u m a capota de c o m o descrito abaixo: fabricantes.
lona, dever-se-á tomar cuidados
especiais para limpá-la e conservá-la. Outras observações sobre a capota de
* P a r a r e t i r a r o p ó , u s e um p a n o de
a) Depois de lavar a capota de lona, lona
algodão macio umedecido com água
certifique-se de que esteja limpa. Movimente o pano somente em A c a p o t a de l o n a é m a i s f r a c a e m e n o s
c o m p l e t a m e n t e seca antes de abri-la u m a direção. Nunca use um pano seco. durável que uma capota convencional.
o u retirá-la. * P a r a tirar g e a d a , n e v e ou g e l o , u s e Poderá apresentar vazamentos durante
á g u a morna. Não use raspadores ou u m a c h u v a forte. P o d e r á d e t e r i o r a r d e p o i s
b) Se você usar na capota um produto
produtos químicos descongelantes. de um período de tempo de exposição ao
p a r a l i m p e z a d e vinil, n ã o d e i x e q u e
* P a r a lavar as j a n e l a s , c e r t i f i q u e - s e de sol o u a o frio. P a r a m a n t e r a s u a c a p o t a e m
escorra e seque sobre a pintura,
u s a r á g u a m o r n a o u fria. N ã o u s e á g u a boas condições, a SUZUKI recomenda
d e i x a n d o u m a lista.
q u e n t e ou s a b õ e s e d e t e r g e n t e s f o r t e s . que guarde o seu veículo em u m a garagem
c ) N ã o lave a c a p o t a d e l o n a e m u m N u n c a use solventes c o m o álcool ou
seca sempre que possível. Quando a
lava-rápido automático. agentes de limpeza adstringentes.
c a p o t a for retirada, g u a r d e - a e m u m l o c a l
d) N ã o e n x á g ü e a c a p o t a de lona c o m um Depois de enxaguar totalmente,
enxugue com um pano macio limpo e seco.
jato forte de á g u a , especialmente s o b r e
os zíperes e o n d e a lona entra em ligeiramente úmido.
contato c o m a carroceria do veículo. * Nunca cole nas janelas adesivos,
rótulos c o m cola ou q u a l q u e r fita
e) Ao lavar as janelas de plástico, siga as
a d e s i v a . É m u i t o difícil tirar o a d e s i v o
orientações especiais fornecidas abaixo.
que permanece nas janelas depois de
7) Verifique cuidadosamente se há danos retirar tais a d e s i v o s o u rótulos.
nas superfícies pintadas. Se houver
algum, retoque-o seguindo o
procedimento abaixo.
a) L i m p e t o d o s os pontos danificados e
deixe-os secar.
b) Agite a lata de tinta, a b r a - a e "retoque"
ligeiramente os pontos danificados
u s a n d o u m p e q u e n o pincel.

10-4
INFORMAÇÕES GERAIS

83C-1301-B0E
IDENTIFICAÇÃO DO VEÍCULO

EXEMPLO

13-60A279A
Número de Série do Chassis N ú m e r o de Série do Motor
O n ú m e r o de série do chassis está O n ú m e r o de série do motor está
estampado no elemento do chassis, como e s t a m p a d o no bloco de cilindros, c o n f o r m e
mostra a ilustração. Os n ú m e r o s de série indicado na ilustração acima.
do chassis e/ou do motor são usados para
registrar o veículo. T a m b é m são usados
para auxiliar a s u a concessionária a fazer
p e d i d o s ou se referir a i n f o r m a ç õ e s de
s e r v i ç o s e s p e c i a i s . S e m p r e q u e v o c ê tiver
ocasião de consultar a sua concessionária
S U Z U K I , lembre-se de identificar seu
veículo através destes números. No caso
de v o c ê c o n s i d e r a r difícil a leitura do
n ú m e r o , você t a m b é m o encontrará na
placa de identificação. 1

11-1
ESPECIFICAÇÕES

ESPECIFICAÇÕES
OBSERVAÇÃO:
As especificações estão sujeitas a modificações s e m notificação.

C A R B : Carburador
IC : I n j e ç ã o de c o m b u s t í v e l

I T E M
CAPOTA D E LONA CAPOTA METÁLICA
C A P 0 T A
METÁLICA/TETO
DIMENSÕES m m (pol)
C o m p r i m e n t o total 3.455 (136,0) 3.480 (137,0)
L a r g u r a total 1.545 (60,8)
Altura total 1.660(65,4) 1.670 (65,7) 1.815 ( 7 1 , 5 )
Eixo de r o d a 2 . 0 3 0 (79,9)
Bitola dianteira 1.300(51,2)
traseira 1.310(51,6)
1 9 0 (7,5)

Afastamento do solo

MASSA (PESO) k g (Ibs) 915 (2.017)


p
eso 930 (2.050)
M a s s a (peso) bruta nominal
do v e í c u l o 1 330 (2.932)
M a s s a (peso) dianteiro
bruta nominal 620(1.367)
do eixo traseiro 820 (1.808)

^ ° J 0 R
G 1 3 B A ( 8 válvulas S O H C )
N ú m e r o de cilindros -,. A

RV- t 7 4 , 0 m m (2,91 )
? a m e t r 0
7 ;5mm(2; 7")
5 9

cSrada 1.298 c r n ^ ( 7 9 p o l . c u b )
Taxa de compressão

12-1
ESPECIFICAÇÕES

ITEM PARTE ELÉTRICA TODOS OS MODELOS

Ponto de ignição 8 o
B.T.D.C.

Vela de ignição NIPPONDENSO W20EPR-U ou NGK BPR5ES

Bateria 1 2 V 2 8 B 19R ( 2 4 A H ) / 5 H R o u 5 5 B 2 4 R ( 3 6 A H ) / 5 H R
Fusíveis Consulte a seção "INSPEÇÃO E M A N U T E N Ç Ã O "
Farol d i a n t e i r o 1 2 V 6 0 / 5 5 W ( L â m p a d a ) , 1 2 V 6 0 / 5 0 W (Cilibim)
Lâmpada indicadora de
direção 12V21W
L â m p a d a lateral i n d i c a d o r a d e 12V 5 W
direção
Lâmpada de afastamento 12V 5 W
L â m p a d a da lanterna/freio 12V 5 / 2 1 W
L â m p a d a da placa de licença 12V 5 W
Lâmpada de marcha-à-ré 12V21W
L â m p a d a interna 12V 5 W

12-2
ESPECIFICAÇÕES

ITEM TODOS OS MODELOS

RODA
Tamanho dos pneus, 205/70 R15
dianteiros e traseiros
Pressões dos pneus dianteiros 1 4 0 k P a (1,40 kg/cm.2, 20 psi)
traseiros 1 4 0 k P a ( 1 , 4 0 kg/cm2, 2 0 p s i ) '
1 8 0 k P a ( 1 , 8 0 kg/cm2, 2 6 psi) . . . . C a r r e g a d o

DIREÇÃO
Convergência 2 - 6 m m (0,08 - 0,24")
Ângulo de câmber 1 00'
o

Ângulo de cáster 3 30'


o

CAPACIDADES
Fluido de refrigeração A p r o x . 4,8 L
Tanque de combustível 40 L
Óleo do motor 3,7 L ( S u b s t i t u i ç ã o c o m filtro do ó l e o )
Óleo da transmissão 1,3 L
Óleo do diferencial Dianteiro 1,35 L
Traseiro 1,5 L

Óleo da caixa de engrenagem de 0,9 L


tração

12-3
C o n t r o l e de P o l u i ç ã o a m b i e n t a l e s o n o r a

Controle de Poluição ambiental e sonora

1. Controle de Poluição ambiental e sonora 13-1


C o n t r o l e de P o l u i ç ã o a m b i e n t a l e s o n o r a

Programa de Controle da Poluição


Ambiental

Os veículos importados pela Suzuki do • Manutenção: o s e u v e í c u l o p o s s u i • Vapor de combustível no tanque: o


Brasil estão em c o n f or mi d a d e c o m o etiqueta instalada no capo com seu veículo está equipado com
P R O C O N V E (Programa de Controle de informações de diversas regulagens, dispositivos que evitam que vapores de
Poluição do Ar para Veículos Automotores) tais c o m o : a v a n ç o inicial d o s i s t e m a d e combustível sejam lançados à
- resolução 18/86 do C o n s e l h o Nacional do ignição, abertura de velas de ignição, atmosfera. Ao a b a s t e c e r o veículo,
Meio Ambiente ( C O N A M A ) . índice de C O , rotação de marcha-lenta, i n t e r r o m p a o a b a s t e c i m e n t o no p r i m e i r o
etc. A verificação periódica destas desligamento automático da pistola de
L e i a a t e n t a m e n t e os t ó p i c o s a s e g u i r , pois r e g u l a g e n s a l o n g a r á a v i d a útil d o enchimento. Do contrário, podem
estão intimamente relacionados ao motor, além de p r o m o v e r o b o m ocorrer danos ao sistema de controle
atendimento do Programa. d e s e m p e n h o do sistema de controle de evaporativo de combustível.
emissões do veículo.
• Gasolina, o s i s t e m a de a l i m e n t a ç ã o de
Programa de Controle de Poluição
s e u S U Z U K I foi p r o j e t a d o p a r a utilizar Aos 80.000Km, está prevista a
g a s o l i n a do t i p o C s e m r h u m b o c o m 21 v e r i f i c a ç ã o e/ou s u b s t i t u i ç ã o d e a l g u n s
Sonora
a 2 3 % de álcool etílico anidro, em itens relacionados ao sistema de
Os veículos importados pela Suzuki do
atendimento à resolução acima e à emissões.
Brasil estão em c o n f o r m i d a d e c o m o
resolução número 18/87 do Conselho
P r o g r a m a Nacional de E d u c a ç ã o e
Nacional do Petróleo - C N P .
Controle da Poluição Sonora (resolução
n ú m e r o 1. de 11 de F e v e r e i r o de 1 9 9 3 ) .
ATENÇÃO P a r a efeito de f i s c a l i z a ç ã o c o m o v e í c u l o
A negligência com relação à p a r a d o , o limite m á x i m o de ruído s e r á o
manutenção de seu veículo pode seguinte:
ATENÇÃO implicar em danos no sistema de
e m i s s õ e s , não sendo coberto pela Modelo decibel dB(A)
A utilização de gasolina i n a q u a d a garantia. Por e x e m p l o , a não
pode alterar o d e s e m p e n h o do SAMURAI 85
substituição das velas de ignição no
veículo, além de danificar o sistema de período r e c o m e n d a d o pode implicar
a l i m e n t a ç ã o e os d i s p o s i t i v o s de em d a n o irreversível ao catalisador. O ATENÇÃO
controle de emissões, não sendo custo da vela de ignição é
c o b e r t o s pela garantia. Dê preferência infinitamente menor em comparação Jamais remova o catalisador de seu
à gasolina aditivada. c o m o catalisador! veículo.

13-1
C o n t r o l e de P o l u i ç ã o a m b i e n t a l e s o n o r a

A Cinzeiro
Comutador da ignição
3-9
2-1
Acendedor de cigarros 3-9 C o m u t a d o r de n i v e l a m e n t o d o s f a r ó i s d i a n t e i r o s . . 3-7
Atenção sobre os gases do escapamento 5-1 C o m u t a d o r do l i m p a d o r / l a v a d o r do v i d r o t r a s e i r o . . 3-7
Alavanca de controle da sinalização de mudança de Comutador dos faróis de neblina 3-8
direção 2-2 Conversor Catalítico 5-7
Alavanca de transferência da tração 4-3 Correia da ventoinha 8-6
Alavanca do câmbio 4-2 Cubos automáticos de livre-rodagem 4-4
Alavanca do freio de estacionamento 4-1 Cubos de livre-rodagem 4-3
Alavanca dos indicadores de direção 2-2 Cubos manuais de livre-rodagem 4-3
Alças de segurança 4-11
Amaciamento , 5-6
A p o i o s para a cabeça 1-7
D
Direção em estrada pavimentada 6-2
B Direção hidráulica 8-16
Direção off-road 6-3
Bancos c o m sistema de deslizamento 1-6 Direção 8-16
Bancos dobráveis 4-5
Bancos traseiros dobráveis 4-5
Bateria 8-20
E
Botão do afogador 3-10 Economia de combustível 5-8
Buzina 2-5 Especificações 12-1
Espelho retrovisor dia-noite 1-4
Espelhos retrovisores externos 1-5
c
Espelhos 1-4
Capo d o m o t o r 4-12 Etanol 1-1
C a p o t a de lona 4-7
Características importantes do veículo a s e r e m
conhecidas 6-1
F
Carga do veículo 7-1 Filtro d e a r 8-13
Cera 10-4 Fluido de refrigeração do motor 8-11
Chave de roda 4-13 Fluido do lavador do pára-brisas 12
Chaves 1-2 Freios 8-14
Cintos de segurança 1-8 Frenagem 5-6

14-2
ÍNDICE

ÍNDICE
Fusíveis 8-20 L u z d e a t e n ç ã o d o nível d o f l u i d o d e f r e i o 3-3
Luz indicadora da pressão do óleo 3-4
G Luz indicadora de " 4 W D " 3-5
Luz indicadora do freio de estacionamento 3-3
Ganchos do chassis 4-12 Luz indicadora dos faróis principais (faróis altos) . 3-5
Luz-do pisca-alerta 3-4
H Luzes indicadoras e de atenção 3-3

H o d ô m e t r o parcial 3-5
Hodômetro 3-5 M
Medidor de combustível 3-6
I Medidor de temperatura 3-6
Metanol 1-1
Identificação do veículo 11-1
Número de série do chassis 11-1
Indicadores de mudança de direção 3-5
Número de série do motor 11-1
Instruções para a partida c o m uso de cabos 9-1
Instruções para uso do macaco 9-1
Interruptor da iluminação interna 4-11 O
I n t e r r u p t o r d o d e s e m b a ç a d o r d o v i d r o t r a s e i r o . . . . 3-8 Óleo do câmbio 8-9
Interruptor do pisca-alerta 2-3 Ó l e o e filtro de ó l e o do m o t o r 8-6

J P
Janelfi tipo q u e b r a - v e n t o lateral traseira 1-4 Painel de instrumentos 3-1
Janelas 1-4 Palhetas dos limpadores dos pára-brisas 8-24
Partida do motor 5-2
L Pedal da e m b r e a g e m 4-2
Pedal da e m b r e a g e m 8-17
Lavador do farol dianteiro 3-8
Pedal do acelerador 4-2
Lavador do pára-brisas 2-4
Pedal do Freio 4-2
Lavagem 10-3
Plano de manutenção periódica 8-2
Limpadores do pára-brisas 2-4
Pneus 8-17
Limpeza do veículo 10-2
Porta-luvas 3-10
Luz "CHECK ENGINE" 3-4 -
Prevenção à corrosão 10-1
Luz da bateria 3-4

14-3
ÍNDICE

Programa de manutenção 8-1 u


Quebra-sol 4-11
U t i l i z a ç ã o da a l a v a n c a de t r a n s f e r ê n c i a da t r a ç ã o . . 5-4
Utilização da transmissão 5-3
R
Rádio 3-14 V
R e b o q u e d e trailer 7-1
Reboque do seu veículo 9-3 Velas de ignição 8-13
R e c o m e n d a ç õ e s relativas ao combustível 1-1 Velocímetro 3-5
Regulagem da posição dos bancos 1-6
Regulagem dos bancos 1-5
Regulagem dos encostos dos bancos 1-6
Relação p a r a I n s p e ç ã o diária 5-1
Relógio 3-9
Rodízio dos pneus 8-19

s
Sinal de m u d a n ç a de pista 2-3
Sistema de aquecimento 3-11
Sistema de ar condicionado 3-13
Soluções de emergência 9-5
Substituição da luzes 8-22

T
Tacómetro 3-6
Tampa de enchimento de combustível 4-4
Trava da porta traseira 1-3
Trava do estepe 1-2
Travas das portas 1-3
Travas das portas 1-3
Troca de pneus 8-19

14-4
83C-1800-BOE
INFORMAÇÕES PARA OS POSTOS DE SERVIÇO

Recomendações sobre o combustível:


Veja página 1-1

Recomendações sobre o óleo motor:


API (Instituto Americano de Petróleo)
SG ou SH

Para maiores detalhes veja "ÓLEO MOTOR E FILTRO"


na seção "INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO".

Óleo de freio:
DOT3 ou SAE J1703

Pressão do pneu frio:


Veja a "Etiqueta de Pressão dos Pneus" localizada
na coluna da trava da porta do motorista

SUZUKI DO BRASIL IMPRESSO NO BRASIL