EXAME FÍSICO DO ABDOME

Inspeção Ausculta Percussão Palpação

de sangramento abdominal . presença de cicatrizes. e com coloração azulada ao redor. e ingurgitadas de cirrose ou malignidade Cicatriz umbilical protusa é indício de distensão. lesões Cicatrizes cirúrgicas podem significar alteração anatômica Possível icterícia e cianose Veias colaterais são sugestivas de obstrução venosa. move-se com inquietação. cor. Perguntar sobre área de dor Deixar esta área por último. Observar movimentos. rede venosa. ou dobrados sobre o tórax. ou de lado.EXAME FÍSICO DO ABDOME INSPEÇÃO Identificar sinais de dor Paciente deita de joelhos erguidos.

e não os ombros Observar movimentos peristáltico e pulsação aórtica Onda peristáltica aumentada indica obstrução Pulsação acentuada é sugestivo de aumento de pressão ou aneurisma .EXAME FÍSICO DO ABDOME INSPEÇÃO Verificar simetria ou presença de distensão Ascite é verificada com a protusão dos flancos Medir o diâmetro abdominal na presença de distensão Solicitar uma inspiração profunda mantendo-a por algum tempo Permite visualizar um abaulamento caso os órgãos superiores estejam aumentados Verificar presença de massas parietais e hérnias Pedir para o paciente levantar a cabeça.

ilíaca. femoral) com a campânula do estetoscópio Sopro é sugestivo de aneurisma ou estreitamento de vaso Não Palpar Auscultar com o diafragma do estetoscópio as regiões de fígado e baço Sons de atrito é indicação de inflamação de tecido seroso . diarréia. renal.EXAME FÍSICO DO ABDOME AUSCULTA Auscultar os sons intestinais (Ruídos Hidro-Aéreos RHA) quanto a freqüência e caráter. Hiperativos ( inflamação. Hipoativos (obstrução intestinal) Auscultar sopros (artéria aórtica. sangramento. Ausentes. em todos os quadrantes Normais ou audíveis. ansiedade).

pâncreas. à parti da borda inferior da clavícula. Marcar Percutir em região posterior. até o som ressonante mudar para maciço. nos espaços intercostais. sobre o ângulo costo vertebral. Sons Maciços em fígado. até o som alterar de timpânico para maciço. baço. intestino. Marcar. à partir da crista ilíaca. na linha mesoclavicular. Dor presente indica inflamação renal . com a superfície ulnar do punho (Sinal de Giordano) Paciente deitado ou em pé. bexiga vazia e aorta). Percutir na mesma linha. na linha escapular. rins e bexiga distendida Delimitar a área do fígado Percutir à direta.EXAME FÍSICO DO ABDOME PERCUSSÃO Percutir todos os quadrantes abdominais Sons Timpânicos em órgãos ocos (estômago.

sensibilidade.EXAME FÍSICO DO ABDOME PALPAÇÃO Palpar as áreas dos quadrantes Evitar áreas de dor Colocar a mão do paciente sobre a mão do examinador para diminuir a sensação de cócegas Verificar áreas de resistência muscular. áreas de contusão ou incisão cirúrgica . infecção ou perfuração de órgão Coloque um travesseiro sob o joelho do paciente para proporcionar um relaxamento muscular abdominal Aplicar a palpação profunda para delinear órgãos Nunca palpar profundamente em local de órgãos sensíveis. distensão anormal ou massas superficiais Observar expressão facial do paciente em busca de sinais de desconforto Tensão e encolhimento é sugestivo de inflamação.

e pressionar para cima Dedos da mão D apontados em direção ao baço.EXAME FÍSICO DO ABDOME PALPAÇÃO Detectar sensibilidade Pressione a mão devagar e profundamente na área acometida. Solicitar ao paciente uma inspiração profunda . e em seguida libere rapidamente (Teste de Descompressão Brusca) Palpar a borda hepática Mão E sob o tórax posterior D na 11ª e 12ª costela aplicando pressão para cima Dedos das mão D apontados para a margem costal. Pressionar para dentro e para cima solicitando ao paciente que respire profundamente Palpar baço Passar a mão E sob o paciente até o ângulo costo vertebral E.

podendo o paciente ajudar nesta técnica Quem auxilia deve pressionar.EXAME FÍSICO DO ABDOME PALPAÇÃO Palpar pulsação aórtica Polegar e indicador de uma mão palpando profundamente no abdome superior à esquerda da linha média Avaliar onda de líquido ascítico Necessário duas pessoas. a linha média vertical do abdome. O examinador coloca uma mão de um lado do abdome e com a outra golpeia com os dedos o outro lado (Sinal de Piparote) . com a borda da mão e com o antebraço.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful