Você está na página 1de 10

TAXONOMIA DE BLOOM

Taxonomia de Bloom

Desde 1948, um grupo de educadores assumiu a tarefa de classificar metas e

objetivos educacionais. Eles propuseram-se a desenvolver um sistema de classificação para três domínios: o cognitivo, o afetivo e o psicomotor.

A idéia central da taxonomia é a de que os objetivos educacionais podem ser

arranjados numa hierarquia do mais simples (conhecimento) para o mais complexo (avaliação). A taxonomia é apresentada abaixo com amostras de verbos para cada nível.

Taxonomia de Objetivos Educacionais de Bloom (Tradicional)

Capacitação

Definição

Palavras-chave

 

Informação

Lembrar a informação

Identificar,

descrever,

nomear,

rotular,

reconhecer,

reproduzir,

seguir

Compreensão

Entender o significado, parafrasear um conceito

Resumir,

converter,

defender,

parafrasear,

interpretar, dar

 

exemplos

 

Aplicação

Usar a informação ou o conceito em uma nova situação

Criar,

fazer,

construir,

modelar,

prever, preparar

Análise

Dividir a informação ou o conceito em partes visando um entendimento mais completo

Comparar/contrastar, dividir, distinguir, selecionar, separar

Síntese

Reunir ideias para formar algo novo

Categorizar, generalizar, reconstruir

Avaliação

Fazer julgamentos sobre o valor

Avaliar,

criticar,

julgar,

justificar,

argumentar, respaldar

Taxonomia de Bloom revisada

Em 1999, Dr. Lorin Anderson, um antigo aluno de Bloom, e seus colegas publicaram uma versão atualizada da Taxonomia de Bloom que considera uma gama maior de fatores que afetam o ensino e a aprendizagem. Essa taxonomia revisada tenta corrigir alguns problemas da taxonomia original. Diferentemente da versão de 1956, a taxonomia revisada diferencia “saber o quê” (o conteúdo do raciocínio) de “saber como” (os procedimentos para resolver problemas).

A Dimensão do Conhecimento é o “saber o quê”. Ela se divide em quatro categorias:

factual, conceitual, procedimental e metacognitiva. O conhecimento factual inclui elementos isolados de informação, como definições de vocabulário e conhecimento de detalhes específicos. O conhecimento conceitual consiste em sistemas de informação, como classificações e categorias.

O conhecimento procedimental (saber como fazer) inclui algoritmos, heurística ou

método empírico, técnicas e métodos, bem como o conhecimento sobre quando usar esses procedimentos. O conhecimento metacognitivo (refletir sobre o que se sabe) refere-se ao conhecimento dos processos cognitivos e das informações sobre como manipular esses

processos de forma eficaz.

A dimensão Processo Cognitivo da Taxonomia de Bloom revisada, como na versão

original, possui seis capacitações. Da mais simples à mais complexa, são elas:

capacitações. Da mais simples à mais complexa, são elas: Processos cognitivos Verbos correlatos Definições e

Processos cognitivos

Verbos correlatos

Definições e exemplos

1. Lembrar

Identificar, [localizar]

- Lembrar informações e conteúdos previamente abordados como conceitos, teorias, métodos, classificações, regras, critérios, procedimentos etc; - Recuperar conhecimento relevante da memória de longo prazo (ex. recordar as datas de eventos históricos importantes).

1.1. Reconhecer

Recuperar

1.2. Recordar

Processos cognitivos

Verbos correlatos

Definições e exemplos

2.

Entender

Clarificar,

-

Entender as informações ou fatos, estabelecendo uma conexão entre o

2.1.

Interpretar

parafrasear,

novo e o conhecimento previamente adquirido, a fim de reproduzi-las em

2.2.

Exemplificar

representar,

contextos diferentes.

2.3.

Classificar

traduzir,

2.4.

Sintetizar

[converter]Ilustrar,

É a capacidade do aluno fazer sua própria interpretação do material educacional.

2.5.

Inferir

esclarecer

2.6.

Comparar

Categorizar, agrupar

-

ex. comparar eventos históricos a situações contemporâneas).

2.7.

Explicar

Resumir, generalizar Concluir, extrapolar, interpolar, prever Contrastar, mapear, corresponder, [associar], [relacionar] Construir modelos

Processos cognitivos

Verbos correlatos

Definições e exemplos

3.

Aplicar

Consumar, cumprir,

Aplicar informações, teorias, métodos e conteúdos aprendidos em novas situações concretas da profissão;

-

3.1.

Executar

[calcular],

3.2.

Implementar

[determinar], [realizar], [resolver], [estimar]Utilizar, [usar]

Aplicar um procedimento a uma tarefa não familiar (ex. determinar a quais situações se aplica os conceitos de ética e moral).

-

Processos cognitivos

Verbos correlatos

Definições e exemplos

4.

Analisar

Discriminar,

-

Separar um todo (objeto, teoria, método ou realidade) em seus

4.1.

Diferenciar

distinguir,

elementos básicos ou partes componentes, visando entender a estrutura

4.2.

Organizar

focar, selecionar

fundamental e interrelações;

4.3.

Atribuir

Encontrar coerência, integrar, delinear, estruturar, analisar, Desconstruir

-

Determinar um ponto de vista, tendência, valores ou intenção

 

subjacente (ex. determinar o ponto de vista do autor de um ensaio em termos de sua perspectiva política).

Processos cognitivos

Verbos correlatos

Definições e exemplos

5.

Avaliar

Coordenar, detectar,

Realizar julgamentos baseados em critérios e padrões qualitativos e quantitativos ou de eficiência e eficácia;

-

5.1.

Verificar

monitorar, testar

5.2.

Criticar

Julgar

-

Julgar

qual

de

dois métodos é melhor para resolver determinado

 

problema.

 

Processos cognitivos

Verbos correlatos

Definições e exemplos

 

6.

Criar

Fazer hipótese

-

Criar

uma

nova

visão,

solução,

estrutura

ou

produto

utilizando

6.1.

Gerar (

Designar

conhecimentos e habilidades previamente adquiridos.

 

6.2.

Planejar

Construir

-

Elaborar

procedimento

para

acompanhar

determinada

tarefa

(ex.

6.3.

Produzir

planejar um artigo sobre determinado tópico histórico). -Inventar um produto (Construir habitats para propósitos específicos).

Taxonomia de Bloom: exemplos.

Processos cognitivos

Exemplos

Lembrar – Produzir a informação certa a partir da memória

Reconhecer

• Encontrar um triângulo isósceles na vizinhança.

• Responder perguntas de múltipla escolha.

Relembrar

• Citar três escritoras do século 19.

• Descrever problemas de multiplicação.

• Reproduzir a fórmula química do tetracloreto de carbono.

Entender – Dar um significado ao material ou experiências educacionais

Interpretar

Converter o enunciado de um problema em uma equação

de álgebra.

Desenhar um diagrama do aparelho digestivo.

Parafrasear o discurso de posse do segundo mandato do Presidente da República

Exemplificar

Desenhar um paralelograma.

 

Encontrar um exemplo de estilo de redação de fluxo de consciência.

Citar um mamífero que vive em nossa região.

 

Classificar

Separar números pares de ímpares.

 

Listar os tipos de governo existentes nas nações africanas modernas.

Agrupar animais nativos em suas devidas espécies.

 

Resumir

Dar um título para uma passagem curta.

 

Listar os pontos principais relacionados à pena capital que

o

site promove.

 

Concluir

Ler um trecho de um diálogo entre dois personagens e tirar conclusões sobre seu relacionamento passado.

Descobrir o significado de um termo desconhecido a partir do contexto.

Analisar uma série de números e prever qual será o próximo.

Comparar

Explicar de que modo o coração se assemelha a uma bomba.

Escrever

sobre

uma

experiência

que

você

teve

semelhante às dos pioneiros rumo ao oeste.

 

Usar

um

diagrama

de

Venn

para

demonstrar

as

semelhanças e diferenças entre dois livros de Charles Dickens.

Explicar

Desenhar um diagrama para explicar como a pressão do

ar afeta o clima.

 

Apresentar detalhes que justifiquem por que a Revolução Francesa aconteceu, quando e como.

 

Descrever como as taxas de juros afetam a economia.

Aplicação – Usar um procedimento

 

Executar

• Adicionar uma coluna de números de dois dígitos.

• Ler em voz alta uma passagem em outro idioma.

• Lançar uma bola de baseball.

Implementar

Projetar

uma

experiência

para

ver

como

as

plantas

crescem em tipos diferentes de solo.

 

• Fazer a revisão de parte de um texto.

 

• Preparar um orçamento.

 

Análise – Dividir um conceito em partes e descrever como elas se relacionam com o todo

Diferenciar

Listar

informações

importantes

do

enunciado

de

um

problema matemático e eliminar as informações irrelevantes.

Desenhar

um

diagrama

mostrando

as

personagens

principal e coadjuvantes de um romance.

 

Organizar

Separar os livros da biblioteca da sala de aula em categorias.

Fazer um gráfico de dispositivos figurativos usados com freqüência e explicar seu efeito.

Fazer

um

diagrama

mostrando

como

as

plantas

e

os

animais da vizinhança interagem entre si.

 

Atribuir

Ler cartas ao editor para determinar os pontos de vista de seus autores sobre uma questão local.

Determinar a motivação de um personagem em um

romance ou conto. • Analisar boletins de candidatos políticos

e criar hipóteses sobre suas perspectivas sobre os problemas.

Avaliação – Fazer julgamentos com base em critérios e padrões

 

Verificar

Participar em um grupo de redação, fazer comentários aos colegas sobre organização e lógica de argumentos.

Ouvir um discurso político e fazer uma lista de quaisquer contradições encontradas no discurso.

Revisar um plano de projeto para ver se todas as etapas necessárias foram concluídas.

Criticar

Julgar se um projeto satisfaz bem os critérios de uma rubrica.

Escolher o melhor método para resolver um problema matemático complexo.

Julgar a validade dos argumentos a favor e contra determinada teoria.

Criação – Reunir dados para formar algo novo ou reconhecer os componentes de uma nova estrutura.

Gerar

Dada uma lista de critérios, listar algumas opções para melhorar as relações raciais na escola.

Gerar diversas hipóteses científicas para explicar por que as plantas precisam da luz solar.

Propor um conjunto de alternativas para reduzir a

dependência de combustíveis fósseis que atendam às questões

econômicas e ambientais.

Apresentar hipóteses alternativas com base nos critérios.

Planejar

Criar um storyboard para uma apresentação multimídia sobre insetos.

Criar um documento de pesquisa sobre as visões de Mark Twain sobre religião.

 

• Designar um estudo científico para testar o efeito de tipos diferentes de música na produção de ovos das galinhas.

Produzir

Redigir um diário a partir do ponto de vista de um soldado confederado ou da união.

Construir um habitat para aves aquáticas locais.

Fazer uma peça com base em um capítulo de um romance que você esteja lendo.

Objetivos gerais e específicos

Objetivos gerais

Refletem o propósito de uma aula em relação às outras e dentro do contexto geral do curso. Devem expressar de maneira sucinta e clara a habilidade ou conhecimento principal a ser adquirido pelos alunos.

EX: “Aumentar a quantidade de memória RAM de um computador”

Estratégias para formulação de objetivos gerais

Estratégia 1:

Objetivos devem ser expressos em termos de desempenho do aluno.

Considere os seguintes objetivos:

1. Ensinar os riscos associados à eletricidade estática.

O objetivo 1 focaliza no que o professor faz, ao passo que o objetivo 2 focaliza no que o aluno faz, nesse caso o que o aluno compreende.

Estratégia 2:

Objetivos devem ser expressos em termos do resultado da aprendizagem e não em termos do processo de aprendizagem.

Ex: Construir uma maquete.

Checklist:

1.O objetivo geral indica um resultado de aprendizagem adequado ao tópico em questão?

2. O objetivo geral inclui resultados esperados como conhecimento, habilidades, atitudes

etc? 3.O objetivo geral é alcançável dado a habilidade dos alunos, recursos materiais, tempo etc?

4.O objetivo geral é relevante para os objetivos do curso? 5.O objetivo geral começa com um verbo? 6.O objetivo geral é claro, conciso e bem definido?

Objetivos específicos

Objetivos específicos (literalmente, resultados da aprendizagem) são metas bastante específicas que satisfazem certas necessidades educacionais. Devem ser focados em ações ou comportamentos observáveis e mensuráveis. Por esta razão, são sempre expressos através de verbos que comunicam expectativas do professor em relação ao que deve ser aprendido. Por exemplo, o objetivo geral “Aumentar a quantidade de memória RAM de um computador” pode ser complementado pelos seguintes objetivos específicos:

1.

Remover a cobertura de um computador em menos de 2 minutos, usando as ferramentas adequadas e observando normas de segurança.

2.

Localizar os slots de memória RAM em menos de 2 minutos.

3.

Decidir, em menos de 1 minuto, se a nova placa de memória pode ser adicionada à(s) já existente(s) ou se deve substituir uma placa existente.

4.

Inserir, em menos de 2 minutos, a nova placa de memória, observando normas de prevenção de danos por eletricidade estática.

5.

Repor a coberta do computador em menos de 2 minutos, usando as ferramentas adequadas e observando normas de segurança.

6.

Em menos de 5 minutos, ligar o computador, interpretar as mensagens mostradas na tela, e decidir se a operação foi bem sucedida.

7.

Se a operação não for bem sucedida, em menos de 15 minutos e sem consulta, usar as mensagens na tela para formular uma hipótese que explique o resultado negativo.

Checklist:

1.Os objetivos específicos são relevantes para o objetivo geral? 2.O objetivo específico contém um verbo indicando um comportamento observável? 3. O objetivo específico está formulado em termos de comportamento do aluno ao invés de comportamento do professor? 4.O objetivo específico comunica um único resultado de aprendizagem? 5.Os objetivos específicos foram organizados numa seqüência lógica? 6. Quando vistos como um todo os objetivos específicos refletem o espírito do objetivo geral?

Domínio socioafetivo - Taxonomia de Bloom

Exemplos de objetivos gerais

Exemplos

de

verbos

para

objetivos

específicos

Apreciar o valor de mostrar sensibilidade a necessidades humanas e problemas sociais. Apreciar a importância de discussões em grupo.

Pergunta, responde, escolhe, seleciona, assiste, obedece, segue, pratica, forma, inicia, influência, divide, compartilha, estuda, trabalha por iniciativa própria.

Domínio psicomotor - Taxonomia de Bloom

Exemplos de objetivos gerais

Exemplos

de

verbos

para

objetivos

específicos

Demonstrar habilidade em escrever Demonstrar habilidade em operar Demonstrar habilidade em digitar Demonstrar habilidade em instalar Demonstrar habilidade em consertar Demonstrar habilidade em preparar

Monta, constrói, calibra, modifica, limpa, conecta, compõe, cria, esboça, projeta, instala, desinstala, insere, remove, manipula, conserta, repara, pinta, aparafusa, fixa.

Referências

Anderson, L. W. e Krathwohl, D. R. (2001). A taxonomy for learning, teaching, and assessing. New York: Longman.

Bloom, B.S., (Ed.). 1956. Taxonomy of educational objectives: The classification of educational goals: Handbook I, cognitive domain. New York: Longman. B. Bloom et al., Taxonomia de Objetivos Educacionais. Domínio Cognitivo.Ed. Globo, Porto Alegre, 1974.

Costa, A. L. (Ed.). (2000). Developing minds: A resource book for teaching thinking. Alexandria, VA: ASCD.

Marzano, R. J. (2000). Designing a new taxonomy of educational objectives. Thousand Oaks, CA: Corwin Press.