Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ

PLANO DE ENSINO

IDENTIFICAÇÃO

Curso: Licenciatura Plena em Pedagogia


Professora: Valmina Pires Barbosa da Silva
Disciplina: Fundamentos da Educação de Jovens e Adultos
Carga horária semestral: 75 h/a

EMENTA

Fundamentação Teórico-crítica, metodológica e técnica da evolução histórica das concepções sobre a Educação
de Jovens e Adultos. O Conceito Freireano de alfabetização de adultos: possibilidades e limites. O papel do
educador na EJA e os “saberes” indispensáveis à sua prática. As contribuições esclarecedoras de Emília Ferreiro
sobre o processo de aquisição da leitura e escrita pelos jovens e adultos. Análises críticas da diversidade de
campanhas educativas histórico-temporárias da educação de adultos. Programas continuados para a EJA – uma
necessidade prática. A heterogeneidade do contexto atual da EJA no Brasil. Andragogia da aprendizagem do
trabalhador.

OBJETIVO GERAL

Analisar as bases históricas, sociológicas, antropológicas, filosóficas, psicológicas e pragmáticas de acordo com
as práticas e os fundamentos educação de jovens e adultos e seus reflexos na dinâmica da sala de aula no
contexto das políticas educacionais para EJA.

UNIDADES TEMÁTICAS + OBJETIVOS ESPECÍFICOS

 Unidade 1: Contextualização histórica da educação de jovens e adultos no Brasil

1.1 Definições, fundamentos e funções


1.2 História da alfabetização de adultos no Brasil: da colonização aos dias atuais
1.2.1 O processo de colonização e ação jesuítica
1.2.2 Algumas experiências do século XIX
1.2.3 A vergonha nacional do período republicano
1.2.4 As experiências do século XX
1.2.4.1 As campanhas, os movimentos e os programas de alfabetização de adultos

 Objetivo Específico: Conhecer as definições, fundamentos e funções, bem como, a história da


educação de jovens e adultos no Brasil destacando sua importância para a atuação do pedagogo.

 Unidade 2: Os problemas da EJA

2.1 A problemática da conceituação de alfabetização


2.2 A questão do fracasso escolar
2.2.1 Fracasso do indivíduo
2.2.2 Fracasso de uma classe social
2.2.3 Fracasso do sistema sócio-político-econômico e educacional
2.3 Um problema social: a não-EJA le o analfabetismo funcional

 Objetivo Específico: Analisar o fracasso na EJA a partir do contexto social, econômico, cultural e
político dos educandos, evidenciando o problema do analfabetismo funcional como fator negativo no
contexto da sociedade.
UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ

 Unidade 3: Formação e compromissos do educador da EJA

3.1 Um diálogo entre teoria e prática


3.2 A formação do educador
3.3 O planejamento como estratégia de formação
3.4 A superação da rotina de sala de aula da EJA
3.5 O pensamento Freireano

 Objetivo Específico: Reconhecer a formação e o compromisso do educador alfabetizador da EJA para a


conquista dos espaços sociais dos alunos tendo como base os processos teórico-metodológicos de
Paulo Freire.

 Unidade 4: Políticas e metodologias educacionais para a EJA

4.1 A legalização como modalidade


4.2 O texto da Lei – LDB nº 9394/96 (Arts. 37 e 38 e a Lei n. 11.741/208)
4.3 As Diretrizes Curriculares Nacionais da EJA
4.4 Os atuais programas de governo e as políticas educativas no âmbito escolar
4.5 A Alfabetização de adultos na pauta das políticas educacionais
4.6 As metodologias para mediar a aprendizagem

 Objetivo Específico: Conhecer as bases legais da modalidade e os atuais programas de governo, bem
como os pressupostos teórico-metodológicos que buscam a melhoria do processo em prol do
desenvolvimento da cidadania de jovens e adultos.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

As aulas serão ministradas através de exposição oral e dialogada, estudos individualizados e em grupos
com subsídio nos textos de apoio, indicados na bibliografia e, nos sites da internet, os quais embasarão os
estudos em sala de aula os quais darão suporte a todas às discussões e a pesquisa de campo, a qual será
desenvolvida nas escolas onde funcionam o ensino de educação de jovens e adultos.

SISTEMÁTICA DE AVALIAÇÃO

A avaliação acontecerá de forma contínua e cumulativa no decorrer das aulas, de acordo com o número de
Avaliações Parciais e a Final contidas no cronograma de avaliação da Instituição, associando os aspectos
qualitativos e quantitativos. Observar-se-ão os seguintes aspectos:
 Estudo individualizado para possibilitar conhecimento de forma concisa dos textos;
 Estudo dirigido, para aprofundamento a leitura textual;
 Estudo em grupos de trabalho para fortificar e ampliar o conhecimento;
 Elaboração de mapa conceitual;
 Produção textual para sistematização do conhecimento.
 Socialização dos dados levantados na escola campo de pesquisa.

BIBLIOGRAFIA

BÁSICA

FERNANDES, Dorgival Gonçalves. Alfabetização de Jovens e Adultos: pontos críticos e desafios. 2. ed. Porto
Alegre: Mediação, 2004
SOARES, Leôncio José Gomes. Educação de jovens e adultos. Rio de Janeiro: DP&A, 2002. (Diretrizes
Curriculares Nacionais).
UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ

PICONEZ, Stela C. Bertholo. Educação escolar de jovens e adultos. Campinas, SP: Papirus, 2002.

COMPLEMENTAR

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam, São Paulo: Cortez, 1983.

PERIÓDICOS DE INTERESSE DA DISCIPLINA

Revista Educação
Revista Nova Escola
Revista do Professor
Presença Pedagógica

SITES DE INTERESSE DA DISCIPLINA

www.conteudoescola.com.br
www.novaescola.com.br
www. eduline.com.br/ amae/index.htm
www.pedagogiaemfoco.pro.br

Professora Valmina Pires Barbosa


valminapires@hotmail.com