Você está na página 1de 2

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Disciplina: Epistemologia das ciências sociais


Professora: Marcela Pessôa
Discente: Marcos Carvalho Pacheco

Fichamento do texto de Mario Bunge: Carta a uma aprendiz de epistemologia


Nesta carta Bunge traz 10 conselhos direcionados a todo e qualquer estudante
que queira se inserir na atividade científica, parece simples à primeira vista, contudo se
de fato, seguirmos os seus conselhos com afinco e determinação, perceberemos o quão
árduo é trilhar esse caminho, não se enveredando pelos atalhos disponíveis.
1° conselho: Conseguir uma família que assegure uma capacidade inata de fazer trabalho
intelectual intenso e variado, continuado e controlado, além de profundo e original. Tente
abordar temas difíceis e mostre sempre seus trabalhos a outras pessoas;
2° conselho: Frequente boas escolas e rodeie-se de gente inteligente e produtiva, com
amplos interesses, bem como de profissões e idades diversas; rodeie-se de bons livros e
boas revistas;
3° conselho: Estude a fundo uma ciência ou tecnologia. Escolha uma ciência ou
tecnologia que tenha atingido maturidade teórica ouo esteja em vias de alcança-las;
4° conselho: Não se contente com ler e assistir alguns cursos, faça estudos formais
intensivos, submetendo-se a exames e cumpra os requisitos para obter o grau de
licenciado numa ciência pura ou aplicada, mas não se contente com isso; empreenda o
quanto antes pesquisas científicas, primeiro com auxílio de alguém, depois por si mesmo;
5° conselho: Especialize-se numa determinada ciência ou tecnologia sem abandonar as
outras disciplinas científicas. Visite laboratórios, assista a colóquios, e elia a literatura
séria da divulgação;
6° conselho: Estude filosofia por sua conta ao mesmo tempo que estuda ciência ou
tecnologia, mesmo arriscando-se a que seus estudos científicos marchem com alguma
lentidão;
7° conselho: Introduza-se à filosofia por via histórica ou pela porta da lógica, de acordo
com sua disposição atual, mas não descuide de nenhum dos dois polos;
8° conselho: Não se limite a estudar em livros: consulte revista e escreva
incansavelmente, desde simples fichas de dados até ensaios de extensão variável;
9° conselho: Procure e exerça a crítica, mas não se deixe esmagar por ela e não a exerça
por mero prazer. Exerça-a com moderação e com ânimo de contribuir para o avanço dos
conhecimentos, e não para sobressair-se ou vingar-se;
10° conselho: Comece por abordar problemas modestos, mas aponte para problemas mais
ambiciosos. A modéstia inicial é necessária é necessária em razão da escassez de
conhecimentos, mas não se passa a vida toda no jardim de infância;