Você está na página 1de 46

JORNAL DO BRASIL

(Ci JORNAL DO BRASIL SA I993 Rio de Janeiro — Terça-feira, 31 de agosto de 1993 Ano CIIl —N" 145 Preço para o Rio: CR$ 50,00

I
Massacre de 21
pessoas provoca

revolta em favela e choca o Rio


: Na maior chacina já
ja registrada pela
pela ramram mortos numa emboscada armada armada favela. Num bar, onde o assunto aindaainda a chegada do vice-governador, Nilo Nilo bispodo
bispo do Rio, Dom Eugênio
Eugenio Sales, o
Policia do Rio, 21 moradores — 13
Polícia 13 pelos
pelos traficantes da área.
area. O0 secretário
sccretario era a vitória
vitoria da seleção,
selegao, foram mortos
mortos Batista, os bombeiros conseguiram re- massacre ée "mais um duro golpe na
re- massacre
homens, seis mulheres e dois adoles-
adoles- de de Polícia
Policia Civil, Nilo Batista, disse queque oito homens e numa casa morreu uma urna colher os corpos. Em nota oficial e dignidade
dignidade do Rio". Em Brasília,
Brasilia, par-
centes — da favela de Vigário
Vigario Geral,
Geral, aa exemplo do massacre dos dosmeninosde
meninos de família inteira — oitopessoas,todasda
familia inteira—oito pessoas, todas da pronunciamento na TV, àa noite, o lamentareslamentares pediram intervenção
intervencao lede-
subúrbio
suburbio carioca, foram assassinados
assassinados rua rua na Candelária,
Candelaria, a represália
represalia dos
dos igreja Assembléia
Assembleia de Deus.
Deus. governador Brizola afirmou que o ral ral no Rio e o presidente Itamar Fran-
por um grupo de 50 homens na ma-
ma- PMs ée o ponto de partida das investi-
PMs investil Revoltados, moradores interdita-
interdita- episódio esta ligado a "uma inadmis-
episodio está inadmis- co co determinou ao ministro da Justiça,
Justica
dragada
drugada de ontem, 24 horas depois de de gaooes.
gações. A maioria das vítimas
vitimas não
nao ti-
ti- ram o tráfego
trafego de carros e de trens no no sível
sivel operação
operagao de vingança"
vinganga" a qual, se'
se' Mauricio
Maurício Corrêa,
Correa, que acompanhe as
uma outra chacina, no mesmo bairro, nha ficha na polícia.
bairro, nha policia. Encapuzados, os
os bairro e impediram a entrada da poli- poli- exigira um "choque disci-
confirmada, exigirá disci- investiga?6es.
investigações. (Págs.
(Pa'gs. 15 a 19,
19 mais três
tres
na qual quatro policiais militares fo-
fo- criminosos
criminosos agiram em cinco pontos da da cia. Só
So 13 horas depois do crime, com com plinar" na PM. Para o cardeal arce-
arce- artigos
artigos sobre a Polícia,
Policia, na
na' pág.
pag. II)
11)
Marcelo Theobald

1
iht^ fas
fly

uhilkM^^FSg^t
- *^KRk&±s ¦. ¦-.-.-Jlii^K^ A^y^Wk:, /
v^^HktZ'• &f/c :wHfi 4K , w- .

Os corpos das vítimas só foram recolhidos 13 horas apôs a chacina e, antes dè serem remi ara o IML^ficaram expostos na Avenida Bulhões Marcial

reve,a l'"t'
revela
1
Mercado ve
vê com desconfianca ?F ^ue
Diplomata e punidoMercado
lESSI desconfiança
¦' 1 ioram
nor ahkn spvuai foram mortos

Página 6
pi=™6 IGrP-M
IGP-M
[( de 31,7% 18 ianomâmis
em
6m agosto 18ianomamis
agOStO
0 O Comando de Operações Operagoes Táticas Taticas
~l contrarj0 Ao contrário de todas as expectati- expectati- da da Polícia
- Policia Federal revelou que foram
TÊMPO vas, o índice Geral de Preços r^°S do Merca- c<?"
llXlluXi^ Kpp m? ^en t - , Arte/JB 18
Arte/JB 18 os índios
indios ianomâmis
ianomamis massacrados
No Rio e cm Niterói, do (IGP-M) de agosto, divulgado pela p
Niierdi. céu
ceu FnndapSn if ;r|-^-_-lp^^^|^gg|a^|_)^||lly|||g|i^jg^^p|||^^^^^:. porpor garimpeiros na aldeia de Haxi-
' l''^< • claro a nublado, com cora te
ne- rUncla(jaO Ppti'dfn
Fundação (jCtllllO
Getúlio Vargas, VdrgclS, ficou IICOU Cfll em a ?
À inflação do governo Itamar (Em %) mu, na
I vociros
¦w™.#i esparsos pela ma- 31,79%, com alta alia de dearaasapenas 0:54 pnmeira
primeira quinzena deste
qumzcna deslc mês.
mes.
<<TTt nhü. Possibilidade de chu- 31,79%, 0,54 ion-pon- IfelMililllB ' mu
A aldeia
adeia fa
fica m
em terntono
território da Vene-
da|en<i
Batj vas no fim do dia. Tem-Ijsobrejulho.
™"Ti": to sobre julho. O resultado iKultado snrpTOn- surpreen- I, ,, .|— ., . ,':l ^:AiMk^< A
;|jr 1 a-i perutiira' esUi\t'l. Máxima
pemtuni-esuiwi. Maxima deu deu o mercado financeiro, reagiu
rcaciu Gustavo
Gustavo Paulo I Eliseu EÍiseufl (Fernando Fernando H. H. JMSpW^ /t zuela, zuela, a 15 quilômetros
quilometros da fronteira fronlcira
registrada em Bangu e mi- que
niina cm Jacarepaguá. Mar com desconfiança,
desconfianga, pois esperava esperava Krause
^rause
iKrausel Haddad
Haddad Resende
Resende Cardoso
Cardoso ¦ , com o Brasil. A PF trabalha agora
;^mjmi^k;i^ com | HH com
' calmo, com visibilidade de 32,2%. ParaParaodiretordobancoBMC,
o diretor do banco BMC, 17H na identificagao
identificação dos garimpeiros,
garimpeiros
, 3nSdatai
moderada passando a boa. ^2%. / ( / JW^I4j na
Paulo Paulo Mallman,
Mailman, o índice mdice está esta com aa | / f 9 provavelmente provavelmente brasileiros. (Pagma 8)
(Página
y^jjVN. MIN. credibilidade abalada. "É
credibilidade
"fe
importante
importante o t 8 $¦
[ rt
saber por que ele eleficoutaobaixo."
ficou tão baixo." 5 ^ S ^ « o" Tffiv Wr
1 Xnv18»3°7 saber w
"
I IfXw . , A maior surpresa ficou por conta do
porconta do ^ il « 8 n SS . Itamaf* Itamar iloiva
Folos do satélite índice de Preços
PrC?OS Atacado
AtaCadO • ''''tA deixa
Fotos satGllte eQ mapas do tempo, página
p^gina 20.
20. MCC por
POr (IPA).
(IPA). % « S>\ 5 ... jf iMfc^ . k- '
que caiu de 31,71
de31,71%% para 31,10%, quan-
para31,10%,quan- , t 8 « m$IMhm)\' MrL. Cj*.
i^j quecaiu ' 1
B3BB3EEBBBBBBB d0 do se esperava uma alta, devido àa va- va- S3 no
HO
riação dos produtos agrícolas. r^lil utCpftllGllkO *
DÓLAR
otojM riagao agricolas. Cria- Cria- .. T%1
Comercial (compra)
(compra) CRS 93.35 do do em 1988, o0 IGP-M éC financiado flnancisdO por por
Comercial (venda).. - F^lflWIt^lflmf Planejamento
*A™ ntffc
Paralelo diversas instituições financeiras. A FGV .-• .' .• M:
^t^l?:::::::::::::::::::::::::^^
(compra)... diycrsasmstitui?^financeiras.afgv — IGP-Dez — I |SPB:;;::
Paralelo
paraieio (venda)
(venda) CRS101.00 vai vai criar um novo índice indicc—IGP-Dez— •/ • O presidente Itamar Franco decidiu dccidiu
Turismo (compra)... 'z I Iim^'jW-W^j manter presidente
Turismo
TurilmoNe!Td%a^:::::::::::""::::::::;:::cRssio?:io
(venda) atendendo
atendendo_-a a reivindicação
reivindica$o do merca-
merca- ,'>• si a _ manter no cargo
car^o o ministro do Plane-
do financeiro, que
>1. M z _,' o '/ /Kf^iw
taxas REFERENcmis do <jue quer um índice indice maismais |'\[ ^ ;§• je % m s < e -? .^i ^ ^8[ jamenío,
jamenfo, Alexis Stepanenko,
Stepancnko, pelo me-
pe juros (tr) dia 31.07 31.41% real real ec com período de coleta diferen- L—t L—. —: LI — —L— — L_ L— L_i. / jf
diferen- "V,Si«S':;K:K?;f!SlE:»l nos nos ate
até que seja superada a crise entre
cntre
UW'F ciado. pcriodo ¦ V ms»m,Vl <'u 1 • • ' ir-
ciado. (Negócios
(Negocios e Finanças, Fman^as; página pagina 1)
l) :/,! -i I o Planalto e o PMDB. Em São
Sao Paulo,
Paulo.
P/IPTU residencial Fonte: FGV
P/IPTU comercial e territorial,
p'pIuSS^e-Stai: CRSUl9'12 Fon,e:FGV ' 0 o governador Luiz Antônio Antonio FleuryFlcury |- Fi-
ISS e Alvará W~Z lho anunciou o afastamento do PMDB
Taxa de Expediente
TaxadoVExpodiont'e 290 16 BBHHK^^PHHBBPHPPIPH Ccrs28oi6 J~ ' 'h°
salArio mTnimo CR ~ ¦• P^ulista do governo
paulista govcrno federal.
fcderal. O0 parti- parti- ;
"Jj 1 do mobiliza especialistas
rar
1 Polêmica agita • para prepa-
uferj % ;.f^^a^,g^i,... ;:;:-P' ,.u r rar um plano
piano econômico.
economico. (Págs. (Pags.Ve 4 e 5)
Agosto a cena teatral |
índice | Os diretores Gabriel Vilella.
Coluna do Castello
Castello.... 2 ^|SSs § Moacyr Góes, Bia Lcssa e Gerald ¦. Parreira diz
Política g Governo
. ^SamK^i d!^ > Thomas rebatem as acusações do I ;:j f
Informe JB is=£i" Parreiradiz
Brasil colega Antunes Filho e agitam a
Y
Editoriais
B^EEEEEEZl e Ique JD>J^^ 1 cena teatral. Brasil e
Opinião |^TKFilhocaei,amj que é
Ciência e Ecologia que
Internacional
Internacionai ...^ '."iTejJ 1^5 ' fe?*. o \ O *a A 4
Cidade
Registro Isaurinha Garcia Garcia favorito em
eill 94
Esportes
^===:= laHMik ? ; INFORMATICA
INFORMATICA taVOlltO
Cockpit
»;.... 2, iiiiiiiiiHiiiimii WZX^'Wmk ? 1923 1993 i- .,. ,. . O O técnico
tecnico Carlos Alberto Parreira
Futebol
Fu.eho' Internacional.
In'ernaciona! 23 t
f 1993 i Apple
"¦»'» « • ^PJJ• traz ™ comando COIliandO de voz VOZ na0 não tem
lm dúvidas
dilvidaS em CIU afirmar,
Cadernos/Páginas O Quadra 840 AV (foto) — como afimiUr, depois
Cadernoa/pjginas As As vozes
VOZeS das das AAcantora
cantora Isaurinha
Isaurinha telecomunicações
^lecomumca^es-como da k
i ?fpntri?wfAVfiram «« vídeo da |eada
goleada sobre a Bolívia
Bo|ivia 6 a 0.
por 6'a
Classificados
ciassiiicados 16 ri i _ . r. _; _¦ _ ¦ /-¦__'
Garcia, .
estrela
. : o Centris
Lentns 660
oou AV A V foram
loram os os lnformatica — à
video e informática n -i - , r'
Hgn^.nanp...
Negócios e Finanças.. grandes
grandes cidades cidades grande : dois modelos de comunicação
doisraoddosdc que o Brasil será sera um dos favoritos fayontos àa
B comunicacao via comando comando que
O0 antropólogo
antropologo italiano itahano Massimo
Massimo do radio e dof disco
do rádio ,• nos
nos : Macintosh a Apple de conquista da Copa de 1994. nos
que Apple de voz. O sistema permitepermite conquistl
Assinatura JB (novas) Rio 585-4321 Canevacci (foto) lança lan?a amanhã
amanha no no anos 40 e 50. iO. morreu em em • apresentou na Comdex, em a realização Estados Unidos. Depois de um d;,v dia
realizagao de de Estados
Outros estados/cidades (ODG) ..ÇJ(021) 800-4613 Museu da República
Republica o hvro livro .4 Sao São Paulo, de insuficiência
insuticieneia : Sao São Paulo. Os novos no jj videoconferências, de folga, os OS jogadores se
se reapresen-
Atendimento ao assinante ^(021) 589-5000 v idcoconferencias. de jogadorcs
Classificados ^ Rj0 580-5522 ckkidc
cidaikpolijonica,
polifònicü. sobre a vida nos nos renal e pardiaca.
eardiaca. : micros unem os mais mais (.Xegócios Finança. tám hoje àa noite. lioile. O artilheiro Bebe-
(S'egtkios |e fiifflB tam
Outras praças (DDG) ® (021) 800-1613 grandes antros.
centros. : variados
\ariados recursos
recursosdede páginas paginas 6 e 7)
7) to to recebeu a visita do vereador
vereadopRo- Rò-
-1 berlo beijo Dinamite. (Páginas (Paginas 22 a 24)
JORNAL DO BRASIL.
2 • terça-feira, 31/8/93 POLÍTICA e governo

Governo orçamento
COLUNA CASTELLO
DO CASTELLO ^jOVOTlO
j em peça de ficção!
D Projeto propõe fim do contingenciamento, que transformava lei
MA RCELO PONTES
MARCELO PONTES _ Segundo o secretário de Orça- com que o orçamento deste ano do IPMF não se concretizar.;
JOSÉ RAMOS
.lOSfi RAMOS | mento Federal, Aurélio Nonô, o acabe proporcionando mais in- diante da contestação judiciária;
BRASÍLIA — O orçamento fe-
artigo terá o mesmo teor da pro- vestimentos do que os dos anos que está se alastrando, o romboJ
deral para 1994, que será encarni-
seriiencami-
posta de sua autoria quando as- anteriores. deverá aumentar. A previsão do;
Surge candidato nhado hoje ao Congresso, não •
sessor parlamentar na Câmara O orçamento para o próximo governo era de arrecadar US$ 7,2
poderá ser contingenciado (ou se- dos Deputados: se o governo de- bilhões no próximo ano com o;
ja, com desembolso limitado de ano será um dos mais austeros já
à terceira via cretar qualquer contingenciamen- apresentados uma equipe tributo provisório. '
verbas por ministério), devido a por
to, limitando a liberação das ver- econômica. Uma das novidades é O orçamento deverá também-
um artigo que o próprio Ministé-
ministro Fernando Ha. Fleury pediu que espe- bas orçamentárias, perderá o o reconhecimento de
que as recei- deixar descontentes os adminis-
rio do Planejamento incluirá no
O Henrique Cardoso fez rasse um pouco mais. poder de remanejar recursos sem tas federais não cobrem as despe- tradores das empresas estatais,:
projeto de lei. Desta forma, os
autorização legislativa. Hoje, esta sas da União.
o maior esforço no fim de Três auxiliares de parlamentares terão garantia a de que terão seus investimentos re-:
na lei autorização é automática para re- duzidos.
semana e principalmente Fleury sondados para assu- que o valor que for
for fixado lei Isso exigirá a emissão de US$
manejamentos de até 20% dos
ontem para preservar mir o Ministério do Plane- será realmente executado, aca- 22,7 bilhões para cobrir o rombo As empresas estatais haviam:
valores de cada projeto.
bando com a ficção dos orçamen-
apoio do governador de jamento — Luiz Gonzaga Mais austeridade — A proi- entre os gastos e a arrecadação. solicitado autorização para invés--
tos anteriores, em que aprovava- Só o de deverá tir US$ 13 bilhões, mas o limite-
São Paulo, Luiz Antônio Beluzzo, Eduardo Maia e
se um projeto, mas o governo só bição do contingenciamento, na pagamento juros
Fleury Filho, ao governo Fred Marzuchelli — infor- avaliação da Secrataria de Plane- consumir US$ 19,7 bilhões. autorizado não deverá chegar a:
fazia o repasse de parte das ver- — ~
Rombo maior se a receita
Se receua US$
uaj 9 bilhões.
ounoes. ";
Itamar, abalado com a de- maram ao governador que ^as
bas. jamento jamento (Seplan), poderá podera fazer
t'azer
missão de Delben Leite da não aceitaram o convite. Brasília — Jamil Billar
presidência do BNDES Fleury não dá mais aval a
Santillo toma i
com a ameaça de bloqueio nenhuma nomeação para
das verbas dos estados que descaracterizar o confronto
e define;
movem ação contra a co- como uma mera disputa de posse
brança do IPMF. cargos. Está convencido de
de ação
Fleury aguardou até as que sofreu mesmo retalia- plano |
BRASÍLIA — O novo ministro da;
19h de ontem pelas gestões ção de Itamar por ter en-
Saúde, Henrique Santillo, indicado:
de Fernando Henrique jun- trado na Justiça, como vá-
pelo PP, anunciou ontem, ao tomar |
to ao presidente Itamar rj0s outros governadores, posse, um programa emergencial;
Franco. Como a sua prin- contra a cobrança do que dá prioridade a ações básicas t
cipal exigência, a demissão IPMF.
— combate a endemias, vacinação >
do ministro do Planeja- e medicina comunitária —, investi-;
Fleury teve diante de si, mentos em hospitais de referência j
mento, Alexis Stepanenko, criada estadualizados, sobretudo do Rio;
com essa situação
não foi atendida ontem, o de Janeiro e São Paulo, e distribui-;
. JP,,JS espontaneamente por ele
bgovernador qc
,
S&o Pa.ulo
,
• •,
ou precipitada pelo presi-
< * • ção de medicamentos através da!
. independente ^ Central de Medicamentos (Cerne). |
declarou-se "Há USS 500 milhões
Itamarj uraa extraor. previstos no;
em te açao ao governo. dinária
oportunidade para orçamento deste ano para fazer esta •
A partir de agora, gerar um fat0 distribuição", garantiu. •
político ca-
Fleury não tem mais ali- paz ^ Reconhecendo que o setor dei
projetar a sua lide- saúde atravessa um
"momento •
nhamento automático com rança dentro do PMDB e a Henrique e do PP
Santillo, ao lado de Itamar, teve em sua posse a presença de Fernando parlamentares ruim", Santillo defendeu a vincula-:
Itamar. Apóia as medidas sua eventuai candidatura a
ção orçamentária dos recursos da j
que achar convenientes. presidente da República, ~^r~ —"I saude e a prometeu regularizar o \
saúde
Sua posição e a de que os ^n^99^El^cab^d^e
em
1994 gje acaba de se JL pagamento dos Hospitais hospitais convenia-; convenia-:
JL Ml^SH^^ pagamento
ministros do PMDB devem lançar #m ¦ w^L. dos. Com criticas sutis ao seu ante-1 ante-.
I candidate àa tal ter-
lan?ar candidato ter- | £JL ¦ U deputado Jamil Haddad;
Haddadl
decidir por conta própria se ceira via da sucessão ¦'^^WT~W3TT ^^¦¦¦1 cessor,
sucessao presi- presi- JL. AS1A (PSB-RJ), pelo abandono de alguns:
(PSB-RJ)",
continuam ou não no go- dencial. | 3»T.S:ft^34 *«*„ ,, , * i MilrflEj if Wi
efi-1;
dencial. OR1ENTE-SEPELO ORIENTE-SE PELO MELHOR
MELHORCAPHNHO. CAMINHO. JftfjjjB- programas, Santillo prometeu efi- p•'
verno. É isso que ele vai nO ^„«no/)nr «3n OProJeto O Proleto' "Special Promotions (br
Speclal Promottons for H-wel" aprwenta o melhor programa^^—
Travei'' apresenta program# .in|^HHHBHHM|||BH ciência
ciencia para superar as dificulda- ;~
¦ defender na convenção na- governaaor de
U governador ue São
odU para para Ásia
Asia pelo menor preço.
pslomenorpreco. & .
oes'
des.' , •£ ., ;
Pnnln fni arnnsplhadn nnr S4o SÍo 28 dias visitando
vtsltando a China, Japio, Tallindla, Indonésia,
Tailândia, Indonesia,
Paulo foi
Paulò 101 aconselhado
aconselnaao por por cingapura, Ctngapura, Hong Kong e EUA. eua. f ¦ _.. Ex-governador de Goiás
Goias e sócio:
socio:
cional do partido, marcada !
aérea, hotéis de primeira, café da manha
goveraadores a jo-
outros governadores jo- O programa inclui passagem ^T»i^^M de um Hospital hospital em Anápolis Anapolis (GO),: (GO), y
para o dia 12 de setembro. nas cidades asiáticas, pensão completa na China, traslados,"Rmrtet gulabrasllelro,
Card,
Card.
duro e não
nao usar meias-
meias- viagem viagem no trem bala,
bau, visitas em todas as cidades
ascidadw e cartio
cartto Tourist (Henrique Henrique Santillo afirmou que o0 jh
Desde o início da crise, gar Compare val ver que o melhor programa para a Asla Asia
no rompimento
rompimento eumWmomalsbarato.
Compare e comprove. Você Vocfe vai
_ _ — PP éep cò-responsável
PP
« m.rpcnnncavpl pelo
co-responsavei neln governo}
peio nnverno ¦¦
governo,
Fernando Henrique estava palavras é também o mais barato. ^
__ "Mesmo
outubro, novembro e dezembro. K Itamar Franco. que o par- \
atento para o fato de que
com Itamar. Mas Fleury FleurySaídas ems.M»«.^,5,185# | K ^ tido
SoSfeStsSSXal não tivesse sido convidado a |
Aéreo + Terrestre - US$ ym 9
alegou que como governa- governa- Pague Pague com seu cartto Diner's Club, Credlcard
cartio Dlner's Credtcard ou American Express, Express, participar do Ministério, Ministerio, continua-1 continua- :•
um hipotético rompimento ' I 40% de entrada e o saldo
com 4096 saido em 3 vezes sem Juros. juros. '¦;
dor do maior e mais rico rico com ria colaborando rio
no achasse
que.achasse
que ne-
ne-
do PMDB, o maior parti-
cessário", disse. O 0 novo ministro ministro.,
do, não só atingiria direta-
I estado do país pais tem obriga- obriga- ^sggggs^. VuniTEDMRLnes cessario",
ki. Almirante
'",'S'Si> Barroso, 63 Cr. 2718 - RI acredita
ac,edita ""S
que à
a crise
™e eom o° PMDB ::•
com
6 ção de garantir a estabili- estabili- ffBWS?)
mente o presidente Itamar, 9ao 240-93Ó0
lei.: ,,(021).,240-9360
lAnvi
^flP&f rt.n n.nliiTi rn
VACINSI IU.'iMOl'OA será superada.
kdade do
do8g„ver„„ e da de-
de- , ^nsMrrry
como desestabiíizaria a governo A cerimônia de posse foi fecha- ¦,
equipe econômica. Por is- mocracia. Se o governador da e teve as presenças dos ministros -;
de
so, o ministro pediu que o ISp^afatarfo São Paulo sair atirando da Fazenda, Fernando Henrique |
contra um presi- Cardoso, e da Secretaria Geral da y
governador de São Paulo, pesado Presidência, Mauro Durante, sena- .
Luiz Antônio Fleury Filho, dente da República com es- dor Irapuan Costa Júnior (PP-GO)
suspendesse a entrevista tabilidade apenas relativa, e deputado Salatiel Carvalho (PP-
coletiva convocada para a a crise ganha proporções PE), além do médico Saulo Morei- :
objetivo
0 objetivo i ra, que ocupou interinamente intcrin',men"! a*;:
manha de ontem e só con- muito graves. O yQg ^
VOE A JATO PARA O 0 PRAZER
PRAZER! I
maior de todos é chegar à SJS*
pasta da Saúde.
cedida no começo da noite. ASoletur fretou para voçêo Jato F-100
de 1994. — de última Amplo
O ministro sabia desde eleição daTAM, geração.
e confortável, dispõe de"
Por isso, Fleury não 8 DIAS
cedo que o governador 108 lugares e open-bar. ppP^
Fleury iria declarar na en- quer sair por aí dando en- AQUI!
trevista sua independência trevistas na televisão contra
em relação a Itamar. Mas Itamar. Mas seus assesso- 0 MELHOR DA EUROPA
EUROPA FELICIDADE
por telefone Fleury assegu- res garantem que, de agora 22 mas • visilanao Irglater-a F'arca Stca liecttersteir
rou o que no Palácio dos em diante, ele demonstrará Áustria. Italia e Escarpa
Saidas garartmas 10.09 • 2-09 .... - ccc
Bandeirantes se chama de concretamente, no dia-a- Aéreo e terrestre Ubí Í.ODD.UU
H SAÍDAS DO M EUROPA SENSACIONAL
apoio pontual à gestão da dia, como será a sua inde- 31 dias • visitarão Madri. Araaluzia. BccebS Ruar Bootcg-
ü SANTOS DUMONTJS re Londres. Dover Paris. Di|or Zffle LiecMsnsíè|
área econômica. pendência em relação ao InnsbrucK Veneza. Florenca Assis Roma. Piza Nice Barce-
'^gllsj
governo. Em vez de con-
con- B lona e Saragoça <
Ao ir a Itamar às 15h30, HOTEL SERRA AZUL AZUL Saidas garantidas 06:09 -.2009 ioofi ,et.Minljl „,2
como sempre
sempre |2 ^^^[^vAlidosparaasaIdadessS]1
fp-^(LCONSULTE SEU AGENTE DE VIAGENS Aéreo e
Aereoeterresireterrestre Uoa
USS3.511,004 0.311 ,UU oa-g ;
Fernando Henrique levava descendente, , . ^n.,(»nA consulteseuagenttedeviagens
0 ÚNICO
tJNICO 5 ESTRELAS EM GRAMADO
GRAMADO --221-4499 EUROPA FASCINANTE
europa fascinante
a informação de que a per- foi
1U1 desde
ucsui, a nosse
posse
^luaac de
uc Itamar,
iiamai,
Itamar El O ,. ,
^„__„„_,.1. J^lr>i\'\JF
CENTRO:
CEOTR0:
rnoA.c,„t,n,ra
Quitanda, 20/Slj.
Quitanda.20/sij. 221-4499
oqi;.iBqr, 29dias-
vn/^li - 255-1895 ¦ visilardo Franca. Inglaterra Bélgica
29 dias visitando Belgica Holanda,
Holanoa. Ale-
Ale- •;
se divertir
sedivcrtir às
as KvÁXrn COPA: Santa Clara, '. 70/Slj.
., Áustria
Liechlenstein. Austria. Italia e Espanha
Espanha
manência do ministro do Sera muito mais
será
sera crítico.
maiscriuco.
critico BN Venha pampas, passeandopasseando
kF\y&J TUUCA:
™"^S7^S;
_. ,
Saens Pena, 45/Lj.
.Jl „». «,„¦
10-1 • 264-4893 1 mania.
manha. Suíça.Suica. Liechtenstein. y
por Canela, Nova Petrópolis, Petropolis, Caxias do Sul Sul P^^Vp Saídas garantidas 11109 • 25 09 # o.Wo,UU „ •,
Rp^ta saber saher se Fleury, FleiirV H JjTI\\<$?y
\£lTluyS IPANEMA: Piraja, 351
Vise.dePirajá,351/lj.
Visc.de /Lj. g'SfJS 52M188
105-521-1188
105- i
1 p^##
Aereo
Aéreo e terrestre
terresire U5$ UM USS3 523
O.DíO,UU 00*
Planejamento, Alexis Ste- Ktsia
Resta saoer rieuiy, n Vo Pot^KalHi ^ Rpnfn
(2 noites), Garibaldi eeoentooon^aives.
finnralvesivvUji-^BARRA!(Koiibri)0ieg.Maciei145i/y.D-494-2i37
Bento Gonçalves. <}Z>^Wims (Kolibri) Oleg. Maciel, 451/Lj. D -494-2137 i EUROPA INESQUECÍVEL INESQUECIVEL :
— DfPPTPAirC IGUA^Us (Marcotur) Gov. Roberto Silveira, 214 •
- 768-3673
768-3673 -
32 dias visaitando Madri, Maan o0 Vale do LoireLoi'e Calais Lonfl'Londreses J,
panenko, autor da dernis- um ex-tenente, ex-promo- ex-promo- M 0 nT,c NOVA IGUAÇU:
- j
Dover. Amsterdam a Veneza dooo Norte
None • Coloma Frantíuit
FranWurt I .
.„,. «'lW:„ „ „v cpprpfAfin y O UlAo. / IvlirH/IV*-'13'3, NITERÓI: (Contactur) Moreira César, 229/Slj. 209
NITER6l:(Contactur)MorelraCesar,229/Slj.209-710-7401 710-7401 H I Dover,
são de Delben Leite, único tor pUDllCO e ex-secretário
101 público eX-SecreidriU n
/~*T><1> "1 *7 OCfi y~v/~v — i Titisee,
Titisee. Basiléia
Basilela Satzburg
Salzburg Viena Veneza Florenca
Florerca ;
nome oficialmente assumi- Seguranga em primeiro
de Segurança O X CK.}) X / .ZOo^UU PLANTÃO domingo DAS
plantAo DOMINGO das 9:00 ÀS i5:00 II:ii:teu
As 15:00 521-1188
TEU 521-1188 Roma e Atenas
primeiro H ^ Saidas
j°™seg*J2asgarantidas 11/09 11M.25iW• 25-09 <
do pelo governador paulis- mandato eleitoral, ' terá tera ha-ha- (C^*ii»»^ni^i^»^!»lilHi*lSlSMlSXTXXMS^XXIXXX3iXXXXi Aéreo
Aereo ee9terrene
terrestre Uo® USS líloí,UU 4.137,00*
, ,, . B«tefc***eeeee*.^»***———— '
• Preço pipessoa em apt°
Preco prpessoa apt0 duplo
' ——
ta como indicação sua para bilidade política politica suficiente suficiente - :
'
o escalão federal, poderia para administrar essa chan- chan- I
T MAf1 V V i ClaSSifiCEdOS
Classificados ¦ \~72 itatiaia itatiaia ['#] <SI j
O
==T pumChS
pvmChò
Imtnvncnaf
Inununanal
deflagrar o processo de ce, empolgar a convenção convengao I JQ j X!, 1 JR JD 1. !¦ A
\^M\ turismo tUNSmO» :
rompimento do PMDB. do PMDB e colocar o
O seu
seu I /5pS^TT (T^ IK niemio •¦ Av. Av. Rio Branco, 120 - Sobreloja
Disque JB
Alguns ministros do bloco de candidato na rua. rua. A l\v HI ® 217-3535/217-3525
2"|'7"p5?5'217-3525
R. Vise. de Pirajá, 540 - Sobreloja
"f
Seu maior obstáculo obstaculo ée aa LJfS^XQ (021)580-5522
(021)580-5522
partido chegaram a dizer a f W f © ^1^47^ 511-1147 T I
Fleury que sairão do go- ameaça
ameaga de Orestes Quércia
Quercia Jj^L A :
1R Q URBI ET ORBI ¦
radicalizar mais do que ele ele x\XVXV»/j^--D ^ EXCURSÕES URBIETORBI EXCURSÕES URBI ET 0R8I EXCURSÕES
verno se essa posição for |£ijii;»,iijii:i:inil|!i:i»i'iJii:UtiJ.<ii:i:i»a«r'iMw<:n'iiM'»-M'iii-ig^iii-u
mantida pela convenção do e o atropelar nesse treino treino E(V1 EIS/1 12 NOITES NCDITES IRRESISTÍVEIS IRRESISTIVEIS FERIADO
1FERIAP0 7 DE SETEMBR0I
SETEMBRO,
dia 12. O ministro da de partida final do cam- cam- LONDRES
lop^,rSES LONDRES pague PAGUE AGORA
agora E
e GARANTA
garanta OS
os PREÇOSpre?os 50- :
. R ECLUSAS/IBITINGA-Oãdias.05
EausAS/iBiTiHGA-obdias.osrelatep^ndo leleiçOes Passando POÇOS DE CALDAS-Mta.W idacfts Passando;
poaisdecaidas-wH -
Agricultura, Barros Mu- rieonato
peonato
pcullalu nelo
pelo
pclU LUIIlclIlUU
comando do
do
UU PARIS
rMKIO /^. NEW
B?" YORK ? por Joid3o. poi&olouterço
Negia e Campos do Joid3o. ooi bâo
poiSS)Louren(oeCainbu eCsambu
LouiencoeCatambu 3x CHS9.243,00
3xCR$9.24
3«tR$9.243,00
ou Linddia. Sena Negra
Jguas de Lindóia.
pM águas |H ;
PMDB.
PMDB. | iaA n A IP iff I IC6 O r\A A * visila àk lazenda H0LAMBRA na testa
R com visita fesla holandesa dasdas CAMPOS M|flpos DO JORDÃO J0RDA0 - 04o«d«s. refeições mi
dias. 07onuses sH V
nhoz, ex-secretário de flores 3kCRS6.958.00 A partir de 3< CHJ 8.411.00
Fleury, reafirmou ao go- Ouanto ao dU oresidente US$1,945.* 1,945.
» US$2,044.*
U59 2,U44.
Quanto
VUdlllU piesiutnieUS§
presidente ¥ INf-IUINDO'
INCLUINDO.
|no.es3,crs6.95«.oo
B I CIDADE DA CRIANÇA - 04 dias. 03 releiçOes
DACRIANCA-04dias.03refeiqdes VITÓRIA
VIT6RIA/GUARAPAR1 3.^11.00
/GUARAPARI - 04 dias. tçlSs.M
dias 0404lEleicte ||i:
jH .
Itamar. não tinha linha ouira Com PARQUE DA MONICA.3x CRJ 5.306,00 Hotel Porto dfl Sol 4 * A paitn rte3iCrj7.1M.00 í|
vernador o que lhe dissera ' Itamar, outra passagem PASSAGEM AÉREA AEREABMCtASSE EM CIASSE ECONÔMICA economica IM ;
jao
sexta-feira passada, dia da optao. Por mais que o ml
opção. mil HOTe,s categoria TURÍSTICA
HOTÉIS CATEGORIA turIstjga COM com TAXAS
taxas DE
de SERVIÇOS
serviqos
O^KlOtJErttSt (£>ktol)erfcst ' ®l
demissão de Delben Leite: nistro Stepanenko tenha fi- fi- cafe CAFÉ DA MANHA MANhA NA EUROPA europa
I COMcom FENARRECO
fenarreco - 06
oe dias.
dias, 05
os noites
noi.es -
- i OPÇÃO
OPgAO AEREA
AEREA :
EMBARQUE ENTRE 01/09 E 30/11/93 30/11/93 29/D9-• 02,
Saidas: 29/09
H Saldas: 02.05. 05, 08,11. 14/10. Ônibus
oa, 11,14/10. onibus 04 DIAS COM MEIA meiapensAoPENSÍO ||
-0 •
deixará o ministério na cado politicamente insus- insus- EMBARQUE Super-luxo, saldas
Super''u,0^rcTi2mo».oo pela manl)3. 19
CONSULTE SEU seu AGENTE DE viagens OU
de VIAGENS ou 0 B 3i CHS 12.022.00 . 3* CR$ 417
19.417,00
hora que o governador de- tentável,
tentail ' seu aoverno teria
si governo
•- teria consulte J no melhor hotel de Blumenau • PLAZA HER1NB HERIHG - **?* **** /^TantaJk PLANTÃO ^ ~IS H •
. f H Hospedagem
—i
terminar. Se Stepanenko acabado ontem
onttm se
Sl tl\esse
tivesse ^K^BBBUOHIATIOMAl -
José 90 20° andar andar IPANEMA. 267-26661 267-2666[ DOMINGO^ ;
3 Hi 111 T CENTRO: Rua São SaoJosS IPANEMA: 9 âs 15h
252-6156 / 242-0447 / 222-7579 222-7579 TIJUCA: tijuca: 234-7397 234-7397 V 242-830o/|g 242-8300 , ;•
não fosse demitido, nem cedido àa exigência exiaencia de de ^SHlOStS ~ *- " I 3 lil
H 'fi*'?1 i. DE VIAGENS
VIAGENS V«7 242-044Z/;|
J-,
r Plir\' Ruo p, iMNI -O E H All CONSULTE
COHSULTE
fURRAlllRWa O SEU AQENTE
AQENTE
A Ml /•m*f41«WARnV R J WO ^*"
RN* iifiOl7-ÍÍG-4MM3AV • ¦¦ _ 5Q ^4 —
voltaria mais para Brasi- lrKmy
Fleury.
¦ Rua São Jose, 90 - s/2004 Tel.: (021)221-6716
Sao José,90-s/2004 (021) 221-6716 y | 1 IJ| » Jtithai.mSEmMainiSciaMHiI3BmilEa3
T RBIETORBI EXCURSÕES URBIETORBI EXCURSÕES URBIETORBI
"V
~~ ~ ~K
JORNAL DO BRASIL
BRASIL ...
ler?a-feira, 31 '8/93 • 3«, • .

x ?
5

AQUINOIHEIOSOJPODETER^FjRB|l||Hi

E VIA PARQUE SHOPPING. !§ f


De um lado, as melhores lojas do Rio
oferecendo
oferecendoumaenorme
uma enorme variedadede
de |Yil*kga(
produtos de qualidade, por preços
pre^os im-
im- k I 1 i I I mk
batíveis.
bativeis. E do outro, conjunto
o maior conjunto
de lazer de toda a cidade com 6
delazerdetodaacidadecom cinemas
6cinemas
do do Grupo Severiano Ribeiro, 4 restau-
restau- ^1 I II I 1
I] ¦I [
H H ; rantes muito especiais - Santelmo's, Gat-
topando,
topardo, uma
Cervantes e Giancarlo, uma

praça
pra?a de alimentação com as mais sele-
sele-
cionadas opções
opcoes em fast-food e o Me-
Me- 111
tropolitan Parque, a maior casa de es-

petaculos da América
petácuk» America Latina.
Latina.OO Via Par-

que
que é assim: lojas de primeira, com pre-
com S V ft I
pre- ft
il ços
?os sensacionais num ambiente ótimo.
otimo. É I 1 I J
o o shopping
shopping uma
que inaugura no Brasil uma
nova filosofia de varejo onde o lojista
po-
de oferecer preços muito mais atraen-
tes, preservando suas margens
graças a
uma redução nos custos de venda e lu-
crando mais em função do maior
giro
dos seus estoques. Onde o consumidor
vai se divertir não só com as opções de
lazer, mas também com as ofertas
que
vai encontrar em cada vitrine.

11

MAKRO

CASA
SHOPPING

m
fj$8

QtfQy vÀé
• '•' &&? $§í$.
r - 1
1 I 1 PRAIA
HH
—_

^jjj| ^ " O P P I N ]B

Av. Alvorada, 3.000 - Barra

(021) 325-8583 / 220-9744 / 322-2733

UM EMPREENDIMENTO

GAFISA
JU PLARCON z^GAFISA HIS*
rMPJV^PPAQN NOVA DENOMINAÇAO issa^
DA Soegga
GOMES DE ALMEIDA, FERNANDES

f
4 • terça-feira, 31/8/93
JORNAL DO BRASIL

Itamar mantém Stepanenko. I


Por enquanto

¦ Presidente vai resolver antes a crise com o PMDB "fazer


que, em sua opinião, não tem motivo suficiente para tanto barulho"
CARMO vemos estaduais que entraram com desagrade ao de São Indignado Jamll Bltlar — 20/5/93
jvlÁRCIA governador com a reação do go-
ações judiciais contra o imposto, e Paulo; nomeação de um ministro vernador de São Paulo, Luiz Anto-
; BRASÍLIA — Contra a vontade a demissão do presidente do BN- ligado a Fernando Henrique
do PMDB, o presidente Itamar ( o nio Fleury Filho, que na quinta-fei-
DES, Luiz Carlos Delben Leite, nome mais cotado seria o do ra passada lhe telefonou para saber
Franco manterá por mais alguns pro-
não são motivos suficientes para o fessor Paulo Renato de Souza, se eram verdadeiras as declarações
dias o ministro do Planejamento,
PMDB "fazer tanto barulho". atualmente no BID, em Washing- sobre o IPMF, Itamar voltou a di-
Alcxis Stepanenko, no cargo. Ita-
mar já decidiu demiti-lo, mas não Itamar não quer agir sob pres- ton); e manutenção pura e simples zer ontem, através de Baker, bh que ,^H 1« $$*~- S^P i
são, mas está consciente de que se de Alexis Stepanenko. não existe "retaliação
quer anunciar isso em meio à crise contra os es-
çom o PMDB. Segundo ele, a esco- não demitir Stepanenko estará Confiança—No fim de sema- tados". O presidente não entende H • ':CjawWBMj^^^^M *¦*>:
lha de substitutos de qualquer mi- comprando uma briga com o na, o Itamar disse a mais por que somente agora o IPMF é
nistro terá critério institucional e PMDB, partido que ocupa atual- de umpresidente amigo Stepanenko era considerado inconstitucional. Em
mente cinco ministérios. "A hora e homem de sua confiança, que
não pessoal. Isso quer dizer que os humilde e sua opinião, a série de ações na
a conveniência da saída do ministro competente, e
partidos terão de se responsabilizar
"De Alexis é minha. Não é de nenhum que por isso estava justiça acabará por privilegiar os
pelas próprias indicações. ago- "Ale- disposto a mantê-lo no cargo. Além mais ricos e assim a cobrança se
ha em diante, só converso sobre o partido", disse o presidente. disso, Itamar lembrou ainda que limitaria aos assalariados.
Assunto com autoridades maiores xis é ministro, continua ministro",
Stepanenko estava finalizando de- Ontem foi um dia tenso no Pia-
do PMDB e com os meus minis- afirmou o secretário de Imprensa^ ,' talhes do orçamento
or?amento da União
Uniao que nalto.
que nalto. O0 presidente sese reuniu mais
I tros", declarou Itamar, à noite,
fmsPMdDeclam°umitamreUa nohe' Francisco
FhSo°Set^Uh Baker, às llh.
seria enviado hoje ao Congresso. de uma vez com o ministro Alexis,
Na parte da manhã,
manhai, com a evo-
evo- "O PMDB
atraves do secretário
através secretario ded'e Imprensa,
Imprensa, KpMDB tem
tern liberdade
Uberdade para agir, quJ'EpSmo
paraaS que despachou o IllllthojS
dia inteiro no ga- i I
Francisco Baker.
Baker. u?ao da crise — entrada dos minis-
lução minis- e decidir o bem entender", afir-
afir- binete
binete
'
' que do Ministério
Ministerio do Planeja-
Planeja- I^^^^^^^HBf^^gBBB|^M^^KlliBliig I
tros
fos Fernando Henrique Cardoso ee "Não
"Nao
H O presidente deverá
devera anunciar
anunciar mou o0 presidente. vejo ne-
ne- mento
mento no 4o 4° andar do Palácio
Palacio do do M ^HHUHHO:^ ;' J ® I
hoje
(íoje o nome do novo presidente do do Antonio Brito negociaijoes — nhuma crise com os últimos
Bnto nas negociações ultimos aconte-
aconte- Planalto.
Planalto. Itamar discutiu a crise i'
crise fl| < J ^Knf^¦ * I
H BNDES. Itamar acha que a decla- decla- foram três
treshipoteses: indicação de
hipóteses: aaindicasao de cimentos. Trata-se somente de uma uma PMDB
PMDB com assessores e com os os B«pl -¦
ração
ra?ao de que poderia haver reten- ^^MB!!!'1"' % J- II
H reten- um nome do PMDB que, embora embora mudança
mudanga administrativa normal normal ministros
ministros Fernando Henrique ee
H ção de verbas federais para Para os
08 go-
8°- sem ser indicação
indica?5° de Fleury não n3° 1ue ocorre em qualquer governo."
que Antonio Britto.
governo." Antonio Britto. Stepanenko: a fort
hora e conveniência
conveniencia da saída dependem só de Itamar
f° §f<luer faidadeBm Itamar I
| Brasília — Josemar Gonçalves
Ec
Equipe
; paulista
em 'Abacaxi'
j pensa plano
nunca mais
FLORA HOLZMAN
; Os especialistas da área econô- ¦ Itamar se nega blema com um desmentido de
ínica do PMDB paulista foram 'varejo' Romero, mas Itamar já tinha
orientados a apresentar suas suges- a resolver se desgastado na história.
toes para um novo plano econômi- dos ministros "O
presidente não pode li-
(]o a ser consolidado na reunião de dar com o varejo. Para isso
cjúpula do partido, na quinta-feira, RICARDO MIRANDA tem ministro", argumenta um
"D
em Brasília. A aceitação de algu- RASÍLIA — Muito con- assessor. "Alguns ministros
àias das propostas por parte da -D trariado com a crise que poderiam ser mais babéis. Em
Equipe de Fernando Henrique Car- ameaça desfalcar o governo do vez de levar o abacaxi, deve-
doso criaria as condições necessá- apoio do PMDB, o presidente riam descascar e provar antes
rias para uma recomposição da Itamar Franco tem reclamado,
aliança com Luiz Antônio Fleury, para ver que gosto tem", com-
em conversas com assessores, para um ministro.
garantiu ontem um fiel assessor do que muitos ministros, receosos
governador de São Paulo, A irritação maior de Ita-
em assumir o ônus por deci- mar, segundo um auxiliar, é
i A posição irredutível do gover- sões em suas pastas, levam
nador, no que diz respeito à saída com os ministros da chamada
problemas demais para ele. Es- cota pessoal do presidente, no-
de Alexis Stepanenko, é atribuída atribuida Fogafa: contra o rompimento, mas admitindo "o inconformismo das bases"
Genebaldo (E), Benevides e Fogaça: sa sobrecarga tem obrigado o
por seus próprios correligionários meados por afinidade com ele.
áo desejo de consolidar sua lideran- presidente a se desgastar em "Esses ministros levam
Partido
i artido zerar
zcrar tudo assuntos que, acredita ele, de- proble-
Britto apaga mas na base do impulso e isso
ga e independência
ça independencia na na antevéspera quer veriam ser resolvidos no cam-
da convenção do partido. "A rup- rup- A demissão
demissao de Alexis Stepa- Stepa- ''fator estimulante para que o in- i
'incêndio' • tem trazido grandes desgastes
po ministerial.
tura não interessa ao PMDB. O0 que que nenko do Ministério
Ministerio do Planeja-
Planeja- conformismo se acumule e se am- am- ®o UlCCIMllO para o presidente. O presidente
o0 governador pretende ée entrar na Itamar acha que no caso da fica pagando um preço político
na mento foi defendida ontem por por plie".
plie". Com
reunião Com o0 objetivo
objetjvo de contornar a demissão do presidente do BN- enorme por isso", afirma um
reumao do partido com uma posi- posi- lideranças do PMDB como alter- alter- Mesmo assim, o senadorsenador não entre
crise entre o PMDB e oo presidente DES, Luiz Carlos Delben Lei-
tjão confortável para enfrentar ou- nativa para superar a crise
paraltsuperar cnse entre o0 aposta no rompimento e argu- assessor palaciano.
frns IStt i argu- Itamar
Itamar Franco, o ministro da Pre- te, uma decisão administrativa
I tras SJ^SZ"
lideranças internas", confiden-
confiden- presidente Itamar Franco eeoo go-
go- É o caso, segundo esse asses-
menta com a importância
importancia que o videncia vidência Social, Antônio
Antonio Britto, de- ganhou contornos políticos de-
ciou um assessor de Fleury. vernador °r Luiz Antonio Fleury. y' tem sor, do ministro do Planejamen-
H ;'°A¦ A atitude "Ficaria r' Mt0ni°, partido para a governabili-
governabili- sencadeou
sencadeou uma operação-bombei-
operagao-bombei- pois que ele entrou no episó-
I
dtl u do
,de 8overnador eP Has
d0 governador das
das Ficaria mais fácil facil resolver se oo dade. "A falta deste apoio agra- agra- ro. ro. Depois de um dia inteiro de to, Alexis Stepanenko. Ao con-
demais lideranças pemedebistas dio. O mesmo ocorreu no caso
"discre- presidente zerasse o processo, ti- varia o0 quadro político
poHtico e econô- telefonemas,
telefonemas, Britto levou ao presi- cordar em demitir Delben Leite,
I SZ
confirmam J|rSfe^'
a tese. Embora §!! A rando quem do presidente da Funai, Cláu-
qU6m estava
eSfa, no n° centro
Ce»r° da da mico",
mico"' ponderou.
P^ou. Também Tambem dente, dente, no fim do dia, numa reunião reuniao na sexta-feira passada, por di-
M tamente" convidado onvidddo a apresentar
aPr^"tar crise
cnse e começando
come?ando de novo",novo resu- resu- dio Romero, que criticou dura-
tanlL1le Genebaldo Correia atua para re- re- queque contou com a presença
presenga do mi- vergências com Stepanenko, Ita-
m sugestões
sugestoes de nomes para substituir substitu.r miu
mm um ministro do PMDB. O 0 mente a política indigenista do
solver
soiver o0 conflito. Ao chegar no no nistro
nistro da Fazenda, Fernando Hen-
Stepanenko, o PMDB de São Sao Paulo
Paulo pauhsta conversou ao
governador paulista ao governo. O ministro da Juáti- mar pensou estar resolvendo um
Stepanenko, início
inicio da noite ao Congresso, Ge- Ge- riquerique Cardoso, a certeza de que a
garante c)ue não
que na° quer
cluer a pasta. telefone com o líder hder do PMDB no no nebaldo remeteu qualquer , er deci-
decj. mHaioria
maioria absoluta do PMDB ça, Maurício Corrêa, levou a problema, mas acabou trom-
»te fasta'- PMDB4 não nSo
Compromisso, não
Compromisso, nao — Fre-
Fre- Senado, Mauro Benevides (CE), ee são
&0 de afastamento do partido do do quer o rompimento.
rompimento crise a Itamar, que mandou de- bando com o governador de São
derico Mazzuchelli, impressao de que não
deu a impressão quer
Mazzuchelh, ex-secretário
ex-secretario de de nao pre-pre- gOVemo àa Convenção
governo Convengao Nacional
Nacional Em mitir o presidente da Funai. Paulo, Luiz Antônio Fleury Fi-
dcrico tende retomar o diálogo dialogo com oo Em uma hora e meia de reunião, reuniao
Fleury,
Fleury, e Eduardo
Gduardo Maia, que per- per- do PMDB, marcada para o dia dia Britto Corrêa pensou resolver o pro- lho, e o PMDB.
Planaltoto enquanto o ministro do Britto disse
<5e a Itamar
a^iWSSeroSS que conversou
tcnce
fence à atual equipe, seriam os mais mais do 12
I2 de setembro.
setembro. com
gana
Planejamento não for demitido. com o líder
lider do partido
Drt do na Câmara,
LrO-man
prováveis indicados,' ' ' foram
mas Espaço
E —
_ O esforço para 0^&S$ftSsS
Genebaldo
' ^amen.onaofordem.t.do. Correia (BA), no Sena-
descartados
descartados porque,
porque segundo oo O0 presidente do PMDB, sena- sena- contornar a crise, que envolve envolve do, do, Mauro Benevides (CE), com o
"ficaria dor José
Jose Fogaça
Fogaga (RS), reuniu-se Medeiros culpa Amim interpreta
próprio governador, carac-
carac- reumu-se ainda o0 governador
Pr°Pn,0 g0vernador de Goiás,
Goias, íris
Iris presidente
presidente do Congresso, senador
terizado um compromisso pessoal pessoaUe no início
inicio da noite com os líderes lideres Resende, que quer o PMDB na na Humberto
Humberto Lucena (PB), e com oo
na Câmara, Ttamar nor crise
Itamar mgp como
COIllO retaliação FCtaliacSo
direto
direto de Fleury com a condução condugao Camara, Genebaldo Correia Correia oposição,
oposigao, conta também tambem com o presidente por
^
presidente do partido, deputado Jo- Jo-
politica econômica
H da política economica proposta pe- pe- («A), e no Senado, Mauro Bene-
(BA), Bene- trabalho do presidente do Con- Con- sesé Fogaça SÃO
Fogaga (RS), além PAUL0 —
sAo PAULO ~ O0 presidente
alem do senador
senador presidente sAo PAULO — O0 senador Espi-
SÃO
H lo governo federal". federal". vides (CE), para avaliar avahar as rela-rela- da Força
For?a Sindical, Luiz Antônio
Antonio ridiao Amim (PPR-SC) interpretou
ridião interprctou
gress0) senador Humberto Luce-
gresso, Luce- Jose José Sarney (AP) e o deputado Ib- lb-
H O0 economista Andréa Andrea Callabi,
Callabi, ?oes do partido com. o governo.
ções governo. ná
na (PB),
(pb), que ontem conversou
conversou sen de Medeiros, culpou o presiden-
sen Pinheiro (RS) e que todos que- retaliagao a demissão
como retaliação demissao de Luiz
Fogaça,
Fogaga, antes da reunião, reuniao, afir-afir- que-
H que foi secretário-geral
secretario-geral do Ministé-Ministe- com Fleury, em São Sao Paulo, e do do remacordo.
rem acordo. te Itamar Franco pela crise de- de- Carlos Delben Leite. Para ele, ele o
rio do Planejamento na gestão de mou que apesar da crise gerada senador Pedro Simon (RS), líder sencadeada com a demissão do
demissão do presidente do (RS)-lider . Apesar de declarações pelo rom- presidente
* Itamar Franco reagiu
rreiu is
às
João LissssffiffJ:
Sayad, era ontem um dos mais pela ssfss
*s do governo. ex-presidente
sp^isdo BNDES, fe- B^ris Luiz
BNDES, Luiz Carlos Delben Lei- Lei- pimento, !«*& feitas P"por pemedebistas
Pemedebistas ações
agoes do HrLuiz
governador lm Antônio
Antonio
cotados
fotados para assumir a pasta, caso caso Os
^ dirigentes
^ do partido Carlos
Carlo8 Delben Leite. Segundo Segundo "Estou so11"
te,
te- o0 partido ido deixa-
dejxa Piment0' ' ^ Britto está convencido de
paulistas, Fleury contra o0IPMF' IPMF. Estou soli-
àa recomposição
rccomposigao seja viabilizada aa Partldo nãonao deve romper
"Este
romPer
ram claro
claroaueo o PMDB n5oDre
não P
Medeiros, Itamar precisa ter es- es-
com o0 governo.
Soverno' caso, que pre- que o tabilidade emocional. "Ele não
governador de São Sao Paulo,
Paulo, dario com o governador, o presi-
dário
partir da reunião
partir reuniao de amanhã.
amanha. por
por tende indicar
£")!JrZ,£rnenhum nome para ?ue nao
H' ; Assim como Paulo Renato de de mais importante que seja o cargo, cargo, Luiz Antônio Fleury Filho, tam-
pode tomar atitudestam- precipita-
precipita- dente retahou ou deixou esta ím-
retaliou rni-
ocupar
0cupar o Ministério
Ministerio do Planeja-
Planeia- Antonio
Souza, outro nome cogitado, Calla- Calla- não
nQ0 podeP°de ser determinante para para bém quer encontrar
das", disse o sindicalista, ontem,
uma saída
saida que
que ontem, e isso, em às
as vezes
mento,
ment0) caso Stephanenko
stephanenko seja de- de- 1uer pressão,
pressao, política,
politica,
bi conta com apoio da atual equipe equipe um rompimento". Mas Fogaça Fogaga não implique
'mP'^ue a saídasa*da do PMDB do
na sede do Sindicato dos Meta-
do Meta-
mitido,
m{tido, mas Fogaça Fogaga considera
considera nao "Estamos ée mais grave do que o próprio proprio ato",
H econômica.
economica. A vantagem de ambos ée reconhece que há ha um desejo pro- pro- "natural"
«natura[»
que um pemedebista se- governo.
se- governo. lúrgicos trabalhando
trabalhando
lurgicos de São
Sao Paulo. Medeiros
Medeiros' disse Amim. "O "0
publico nun-
poder público
sua nomeação
nomeagao a fundo
f"ndo das idas bases
base:s e dos deputados
deputados
que
gue permitiria per-
per- ja indicado
jndicado à^ presidência
presidencia do BN- BN- para para desmontar os mal-entendi-
disse que estámal-entendi-
esta solidário
solidario com oo ca poderia reagir ao poder públi- publi-'
do PMDB de rediscutir a partici-
yianencia de grande parte do se-
H manência se- partici- DES. Eles avaliam que a briga dos",
briga dos", disse Britto,
governador Fleury Filho e que aa
ao lembrar que que co",
co" resumiu.
gundo e terceiro escalões escapes do Plane- Plane- pagao no governo. Benevides
pação Benevides espaço
espago em São
Sao Paulo,
Paulo, Itamar
Itamar sempre ressaltou a impor-
atitude de Itamar foi uma reta-
impor- i F ;
por
p0r político
politico reta- O senador .-t- criticou.. Itamar
It
iiamar Fran-
ipan.,
Jfimento e a manutenção
|amento manutengao da política politica também
tambem concorda com esta ava- ava- entre o PMDB e o PSDB, ée um tância do apoio do PMDB para aa
um tancia liação
liagao porque Fleury entrou na na' co, criucou
H de longo prazo. prazo. liação
liagao e diz que o episódioepisodio ée um um dos componentes da crise. crise. governabilidade. que, em sua opinião,opiniao, inventa
mventa as
b iustica
governabilidade.
justiça
J v contra o IPMF.
IPMF crises crises de governo. "O0 presidente
não pode reagir ao apoio político
que ele próprio tem." Segundo
ECONOMIA DE V- CLASSE A
Amim, o PMDB deve continuar no
E 9 DIAS I
tXCURSÕESpE 8 governo porque participou intensa-
I
B*a>l»»if mente da indicação de cargos, tem
N)lqi 11103,90 3" outros ministros no governo e o
TororSo. MM», - !l caso de Delben, apesar do estarda-
li tMCMA ^ISillfe
II
ii lhaço, foi "um incidente local".
"Quem vai romper é o PMDB
fr^álgf por-
90 !$§& <25*». ig» sairá do uni-
ji
1| que jamais governo
DURACAO Dl II l lí DIAS
CURTA do", disse.
I
=rw I
MéeCIS 8307,00 SSSSSss ~~ I
li „3»C*s3J80t,00 Al,»!*»» Ciramado. Canela. —
I
PANTANAL, BOLÍVIAlCMurnbâ. te4t«S 36.155,00
¦ «sjgB^igL*. <H*4 »>• SUPER ESPECIAL
1 PRECOS
PREÇOS PARA PAGTO PAGTO. HOJE HOJE •^ST'SU tt'-f-'. I I

Quro Preto, MarijanaJvUqul^^ Cabalero Suarez.
Suarez. Duração: 26 dias
I / H A. Cabalero e Puerto ^
VALEDO "AJ**" DIAS |l Saidas: Set. 10,17 e 24;
mSK If CONSULTE O SEU SEU BLUMENAU E Bnisque. wliai5M00 ^ EXCURSÃO DE • 5 ¦l 0ut.08 e 22;
S» ^soletur AGENTE DE VIAGENS
' 1 Fm turkmn a mimo™
Em turismo número 11 •íubíWIHOSO ETOZ DO IGUAÇU ^«5
-sssiar' 44.754,00 Nov.05 e 19.
De* Cl$ 19460,00 SUL
SffSi fIS Alegre ^ ,9316,00 |b
CENTRO: Quitanda, 20/Slj. - 221-4499 ^SSilTorres,Porto Cascavel, ¦l Visitando: Madrid, Bordeus, Huan. Londres.
«iias 8399,00 Si O,,»». Paris, Zurich, Lienchlensein, Innsbruck.
™Sp COPA: Santa Clara, 70/Slj. - 255-1895
255-1895 Onlbus^elta^^ SSXÍ8SE3.
Londrina. B Veneza, Florença. Roma, Nice, Barcelona.
gg®) Desde Cli 17.115,00 Foz, Maringá e Londrina. m
|
TIJUCA:
TI|UCA: Saens Pena, 10-1-- 264-4893
Peria, 45/Lj. 10-1 264-4893 BUlMENAuTfRW <5h rUSf [Tb^DERAS O.5IC*$7JMj00__
2™ 7~" - cul5^ncSo do Brasil. D«de" ft(i |
li Preços por pessoa: U$$ 2.633,
1PANEMA: Piraja, 351/Lj. 105 - 521-1188
IPANEMA: Vise. Pirajá. -
521 H 88 V37 TMas do US$ 766,00
DesdeCJLS 11326,00 4 -""fe A , ¦e
AÉREO r TERRESTRE
1 BARRA: (Kolibri) Maciel, 451/Lj. D - 494-2137
(Kollbri) Oleg. Maciel. 494-2137 Buenos og3TCRS9.204,00 Buenos jAires. Montev.dfeo |j
NITERÓI: (Contactur) Moreira César,Cesar, 229/Slj. 209 - 710-7401 Paraguai. r> Ib itatiaia
NITIROI: 710-7401 Paragual.
inacreditável. Desde CM 18317,00 flssl 55*1 \&| ,
N. IGUAÇU:
N.IGUA^U: (Marcotur) Gov. Roberto Silveira, 214-768-3673
RobertoSilveira, SEGURO^-
214-768-3673 pÕRTÕTsiGURÕ^PreÇO
PORTO Precoinacreattave,. ouJtttS
ou3lCR$ 8.133,00
8.133,00 aM turismo
g (3*). |i
« CONSULTE O FOLHETO EXPLICATIVO (CATÁLOGO Hotel Porto Firme
Fiime Q
1
(CATALOGO N8 60) 60) LiO PESO DE DEUMAUMA FROTA FROTAl li Centro: 217-3535/217-3525
D Ipanema: 511-114/
jornal DO DKASII POLÍTICA E GOVERNO ÍS!®SH31/8/93 • 5

"afastamento"
Fleury decide
pelo
"independente"
¦ Governador diz que bancada paulista será em relação a Itamar
Sflo Paulo Paulo—— Carollna
Carolina Fernandes
Fernandas
SÃO PAULO — Depois de três
horas de reunião com a bancada
do PMDB paulista na Câmara
dos Deputados, o governador
Luiz Antônio Fleury Filho anun-
ciou, ontem à noite, o afastamen-
to do do governo federal.
"Esse partido
afastamento significa inde-
pendência e não quer dizer que
vamos perder de vista a nossa •'//
responsabilidade diante dos pro-
blemas do pais", disse Fleury, que
"apoiar o
promete que for de in-
leresse nacional e criticar o que
estiver errado".
O governador de São Paulo
comunicou sua decisão à impren-
sa no auditório do Palácio dos AMIL
Bandeirantes, numa declaração
seca e direta, de apenas sete minu-
tos. feita ao lado do vice-governa-
dor Aloysio Nunes Ferreira, de >epois da reunido
Depots mmiiio com
comahmauE^ku^mseq^a^as^^bavj^^jinhaapoio
a bancada, Flmydisse que a decisão, embora pessoal, tinha apoio dos deputados
dosdcputados RESGATE
secretários estaduais e de 13 dos
14 deputados pemedebistas da der do PMDB 110 Senado, Mauro estivesse ligada à demissão de segundo ele, para a permanência
bancada paulista. Benevides, Fleury defenderá o Luiz Carlos Delben Leite da de ministros do PMDB na admi-
"Rompimento? "Esse é
Interpretem afastamento na convenção do presidência do BNDES. nistração de Itamar. "Cada mi-
como quiserem", interrompeu PMDB, no dia 12. um fato menor." nistro saberá a decisão que deve- SAÚDE
Fleury, quando os repórteres lhe Fleury atribuiu o afastamen- 0 governador de São Paulo rá tomar", lembrou.
pediram que explicasse sua posi- to à questão do IPMF e às medi- afirmou que, daqui para a fren-
Fleury afirmou que não tomaria
çào. O governador garantiu que, das de retaliação que eventual-
te, não indicará nomes para car-
a iniciativa de comunicar sua deci-
embora se trate de uma decisão "Essa
mente poderão ser adotadas pelo gos federais. será uma dis-
são a Itamar. "Não vejo por que
pessoal, ele conta com o"Aapoio do "Discuti cussào partidária do PMDB,
seu partido no estado. banca- governo federal. o pro- fazer isso", declarou ele, negando
que discutirá os vários proble-
da ratificou minha opção e o dire- blema com a bancada", infor- mas do país sem qualquer ali- que tivesse tido contato, ontem,
tório regional do PMDB me mou o governador, rejeitando a nhamento automático", anun- com o presidente do Senado. Hum- QUANDO VOCÊ
apoiou", afirmou. Segundo o li- interpretação de que sua decisão ciou Fleury. Essa posição vale, berto Lucena (PMDB-PB).
PRECISAR DE
Delben volta ao ataque
ATENDIMENTO
SÃO PAULO—A metralhadora de de privatização do país", foi NOTÂ DE ESCLARECIMENTO
giratória do ex-presidente do BN- demitido por capricho de Stepa-
"O objetivo era
DES Luiz Carlos Delben Leite nenko: apenas me A Primera Indústria e Comércio Ltda., empresa do grupo Dow, vem DE EMERGÊNCIA,
voltou a mirar o ministro do Pia- atingir. Eles chegaram inclusive a a público prestar o seguinte esclarecimento:
nejamento, Alexis Stepanenko. investigar a vida pessoal de Zcn- Acusações feitas pelo Sr. Boris Gorentzvaig, Superintendente
"•Quando destituído por sentença judicial da PETROQUÍMICA MAS ESTIVER
ele era vice-presidente dron. uma espécie de SNI, mas
do banco tentou mudar o estatuto TRIUNFO S.A., e publicadas pela imprensa, dão conta que a Dow
não encontraram nada". teria contratado os serviços da Coopers & Lybrand Biedermann,
para me tirar poderes e me trans- Alexis Stepanenko, acresceu- Bordasch para auditar a gestão do Sr. Gorentzvaig no comando da COM PROBLEMAS
formar numa espécie de rainha da tou Delben, nunca conseguiu pro- cr presa e que o Relatório dos Auditores trazia informações
Ingiaterm Depois de concluída a "Ele distorcidas sobre as inúmeras irregularidades verificadas no período
jeção. se apresenta como
auditoria que encomendei, desço- em que o Sr. Boris Gorentzvaig esteve ocupando o cargo de
consultor em recursos humanos DE ACESSO
bgj as razões de sua tentativa: Superintendente da Petroquímica Triunfo S.A.
em São Paulo, mas nunca se ou-
muitas compras e contratações de viu falar dele no mercado", alfi- 1) Cabe esclarecer que, em 28.04.93, a Petrobrás Química S.A. —
serviços sem licitação e a preços PETROQUISA, ingressou com ação cautelar de vistoria de livros e
neta. Entre outras "trapalhadas" documentos da TRIUNFO, visando apurar irregularidades da dire-
AOS MELHORES
bem maiores"! disse Delben. de Stepanenko, Delben relata o toria liderada pelo Sr. Boris Gorentzvaig, ora em andamento na
Segundo ele, sua demissão foi episódio de um seminário organi- justiça do Rio Grande do Sul; HOSPITAIS,
cm retalizaçào ao fato de São zado em Brasília: "Ele contratou
Paulo ter entrado na Justiça 2) Em 17.06.93, o Presidente do Conselho de Administração da
uma consultoria tão inexpressiva
contra o IPMF. "O PMDB só TRIUNFO, indicado pela acionista PETROQUISA, determinou a
que, ao final dos trabalhos, perce- realização de auditoria completa da gestão Boris Gorentzvaig; NÓS LEVAMOS
não vai deixar o governo por bendo que ninguém absorveu na-
temer que isso inviabilize a con- da, saiu pela tangente dizendo que 3) Em seguida, o diretor superintendente da TRIUNFO, também
clusão do mandato presiden- indicado por PETROQUISA, contratou a empresa Coopers &
o objetivo era apenas entrosar a Lybrand Biedermann, Bordasch para a realização de auditoria.de O HOSPITAL
ciai", completou. equipe. Na semana seguinte, po- gestão;
De acordo com Luiz Carlos rém, demitiu todos os assessores.
4) Encerrados os trabalhos de auditoria, a diretoria da TRIUNFO ATÉ VOCÊ.
Delben Leite, há um consenso no Ou seja, gastou um dinheirão pa- encaminhou o relatório ao Conselho de Administração, que convo-
partido de que não deve"Omais se ra nada." cou reunião para exame e deliberação sobre o mesmo, que foi
aproximar do governo: presi- realizada em 13.08.93;
O futuro de Delben ainda é Os helicópteros e as ambulâncias do Antil Resgate
dente é um homem íntegro e pro- "Quero 5) O Conselho de Administração reunido naquela data (13.08.93),
desconhecido: tirar uns
boj mas está cercado de gente por proposta do representante da acionista PETROQUISA, colo-
15 dias de descanso e analisar o Saúde estão totalmente equipados com o que existe
muito pequena para a estatura convite feito pelo governador cou em votação pelo Conselho e foi aprovada com a maioria dos
dos problemas brasileiros." votos a convocação de Assembléia Geral para o dia 31.08.93, hoje, de melhor no mundo em aparelhagens para atendi-
Fleury". O governador o convi-
O ex-presidente do BNDES dou
uuu para para examinar e deliberar sobre os relatórios de auditoria da gestão
(Jcua ocupar
uLU|)iii um
uiu cargo
ungu ainda
aiHUii Boris
Boris Gorentzvaig. mento de emergência. São verdadeiras salas de
disse ao JORNAL DO BRASIL não
nao definido.
defmido. Há Ha boatos de que
que o diretor Sérgio Zendron, Delben será
sera lançado
langado pré-candida-
"uma pre-candida- PRIM PRIMERA ERA INDÚSTRIÀ
INDOSTRIA E COMÉRCIO COMERCIO LTDA. operações e UTIs móveis que levam até você a
das pessoas que mais enten- to àa sucessão
sucessao estadual.
estadual. L-—^——__---___-_^____-_^_________J
mesma tecnologia de um bom hospital Ou seja,
Para Montoro,
enquanto o cliente Amil Resgate Saúde é levado
"transparência"
para os melhores hospitais cm cada tipo de caso,
O presidente da Comissão Di-
retora do Programa Nacional de ele já estará recebendo um atendimento de altíssimo
Desestatização, André Franco
Montoro Filho, negou ontem que \^Mm\ padrão. Como você vê, o Amil Resgate Saúde é um
MM
o programa de privatização seja completo plano de saúde, não um simples serviço
uma caixa-pretii e afirmou que as l!f»fl
demissões do presidente do BN- { UM BANHO DE
DE | de remoção. Ligue agora para a Amil e peça mais
DES, Delben Leite, e do diretor -fiflniJ
Sérgio Zendron não atrapalharão SERVICOS E PRECOS
J
SERVIJOSEPREÇOS informações sobre esta grande novidade em pia-
o programa de desestatização. "O j \ { nos de saúde.
processo é totalmente transparen- ft s6 SÓ COM A SOLETUR VOCl CONHECE: CONHECE: g
te e o ministro do Planejamento PORTO SEGURO ¦-PRADO
PORflO SEQÜRO PRAPO - ALCOSAÇA
AlCOBA$A *- CARAVELAS
CARAVELAS J
nunca comentou que se tratava de
", FRETAMENTO A JATO
uma cai.xa-prcta disse ele. RODOVIÁRlI
Montoro admitiu que Stepa-
| ^J^ENTOAJato IIIIIIII iHriaa I I
SOLETUR/TAMM
nenko reclamou que as informa- DE '¦ 19 CtASSI
CLASSE »
|PE Bgj >lmi
çòes sobre o andamento do pro- J ^^00^wo°l PORTO>•100
cesso de privatização estavam 5 PORTO SEGURO E 9
sendo transmitidas a Brasília de SUL DA BAHIA TOTAL TOTAL J Nós cuidamos de você.
9 AOS SÁBADOS
SABADOS DO SANTOS DUMONT DUMONT SUL
forma muito lenta. —— dk>» e 8 refs.
8 dias reft. -• Prado, Tororão, Falesias, Caravelas,
Tororao, Falésias, Caravelas, H
"O ministro DADTA CEftl IDA Alcobaca, Alcobaça, Cabrália.
Cabralia. E mais: Vitória,
Vitoria, Guarapari, Mealpe e £
se mostrou preo- PORTO SEGURO 9BUUKU Anchieta.
cupado com a velocidade das 110- fWKiy Anchieta. Hotéis:
Hotiis: Praia do Prado (4^) (4*) e Porto Porto I¦
^ 8 dia* refs. - Cabrália,
a tat e 7 ref*. Cabralia, Coroa Vermelha, Taperapuã.
Taperapua. Seguro Fiat
Flat (4*).
(4^). Saídas
Satdai aos sábado*.
sdbados. m
tícias. Inclusive, foi proposto que Show de Lambada, Traslados e City-Tour.
Hotéis: Sol Tropical, Porto Seguro Fiat ou Paradise. Desde cr$ 25.933,00 à vista ou 3 x CR$ cr$ 11.203,00
11.203,00 1
criássemos uma espécie de biblio- Deid«a$25.933,00avbtaon
teca em Brasília com dados da 1 Desde cr$CM31.909,00a
31.909,00 à vistavUtaou cr$ 13.785,00
ou 3 xxc«$ 13.785,00 C11/»im. P
-^.,-f^ssS^ PORTO SEGURO ESPETACULAR ESPETACULAR J liilliillSSS^^
privatização", explicou. Com re- dias e 5 ref*.
6 dia* refs. - Tour econômico
economico de qualidade. Cabrália,
Cabrd'ia, ';/i .£?4I>'
laçào à demissão de Zendron. 6 -' ¦ "*MEI I
Taperapuã e Arraial D'A|uda.
D'Ajuda. Hotéi*: Firms {3(3 ?) ou
Hot4is: Porto Firme ou ^ I '
Montoro Filho, comentou que f PORTO SEGURO, PRADO, PRADO, Toperapua í HI j V^HVH j
K AirnHArACrADAUEIAC Aldeia Saída*
Aldeia das Flores (3*) Saldas as 3as. feira*. feiras. ppBEl {0~7<| SJir'^
"ninguém ALCOBAÇA
ALCOBACA E CARAVELAS
CARAVELAS
é insubstituível", reco- W Desde
Desdecw cr$ 18.827,00 aà vista ou 3 xxc« cr$ 8.133,00
8.133,00 I FlTll
M 8 dias e 7 refs. - 0O roteiro mais completo. complefo. lilHK j' W lli
^WPJ
nhecendo que ele fez um bom tra-
balho como coordenador.
44 noites no charmoso Hotel Praia do Prado (4+) (4*) e 3 noites
noites If t ') f wtttm
ff no Porto Seguro Flat
Fiat Service (||r).
(4+). W[ HOTEL PRAIA DO PRADO PRADO A WgBBBS^^^m s|| BH
Segundo Montoro Filho. Del- y Desde cr$C8$ 36.174,00 àa vista ou OU 3 xX cr$ 5.627.00 OO melhor ao sul de Porto Seguro, situado
C»il15.627,00 situqdo frente a j| tj i; toil)*
ben Leite tinha entendido o desejo uma praia semkJeserta com 12 km. Turismo
do presidente Itamar Franco de exclusivo, com visitas a Alcobaça e Caravelas.
PORTO SEGURO E SALVADOR
não misturar as funções do banco 6 dia* e 5 refs.: Desde CR$ 16.489,00
8 dias * 6 refs. - 3 noites em Porto Seguro e 4 em Salvador
com as da privatização. "O BN- (ou vice-versa). Hotéis: Porto Seguro Fiat (4+) e O th cm ou avista ou 3 xcr$ 7.123,00
DES é apenas o gestor do progra- Meridien (ambos 5^) S dias • 8 refs.: Desde CR$ 20.982,00
ma. e Delben Leite não participa- Desde cr$ 39.604,00 à vista ou 3 x cr$ 17.109,00 à vista ou 3 x cr$ 9.064,00
va das decisões, embora tivesse
bom trânsito na comissão." nAo faça como CONSULTE O SEU I
CAI 1*1 QUi ¦
Ele reafirmou que o presiden- m1
SÓ CONHECEU ¦ ^ ^soletur AGENTE DE VIAGENS
POKTOKGUKOl ' Em turismo a número 1
te do Tribunal de Contas da J IPANEMA: Visconde de Pirojã, 351/lj. 105 - 521-1188
APOIO CENTRO: Quitanda, 20/Slj ¦ 221-4,499 IARRA: (Kolibri) Olegório Mociel, 451/tj. D - 494-2137 !
União (TCU), Carlos Atila, ga- COPA: Sonla Cloro, 70/Slj. • 255-1895 NITERÓI: (Confadur) Moreira Cé«jr, 229/Slj. 209- 710-7401 ;
rantiu a lenda da Açominas no Bahiatursa
¦ TUUCA: Soens Pena, 45/lj. 10-1 • 264-4893 H. IGUAÇU: (Marcotur) Roberto Silveira, 214 - 768*3673
próximo dia 10. ÊÊÊÊÊÊÊÊB
6 • icrça-fciru, 31/8/93 POLÍTICA E GOVERNO JORNAL DO BRASIL

I
Pefelistas reagem ao novo Centrão
Centrao
INFORME JB
¦ Parlamentares mais proximos ao governo nao querem coligagao com Maluf e Dias
TEODOMIRO BRAGA, com sucursais joroemar FELIX ~30/10/^ estavam muito preocupados com nos preconceito", pediu Amin. Se-
sAo PAULO — Alcuns parla- de um novo centrao, que gundo ele, nada ficou decidido na
formagao
bancada 200 parlamentares. reuniao na casa de Bornhausen e
mentares do PFL, aqueles mais tera ^
TTm inquérito administrativo aberto na semana passada Magalhaes Elcio term aceitado as explicates
proximos do governo federal, lide- lif®0 n j tombem
? "apenas
LJ está investigando o primeiro caso de assédio sexual no rados pelo senador Elcio Alvares 1HB ff^E). ^oltado, par- de que fora um dialogq".
c('Fou a n}090, ® '10Je' ,^ao e assim
governo federal. (ES), comegam hoje uma especie de isHH ' I devolveu EI-
O chefe da Divisão de Comunicações do Ministério das rea?ao a articulagao de uma alian?a CS- mj t° Pr.°x,mo 0 8overno ci°, que ^em
hoje articula uma reagao
do partido com o PPR do prefeito K^/v
nao P.ode "ma alian?a .des' do PFL no Con8resso- "Qualquer
Relações Exteriores, ministro Eurico de Freitas, foi afastado ' ,ace,tar
A sas; visivelmente de torn oposicio- tipo de idem como essa tem que
de suas funções por determinação do chanceler Celso Amo- Paulo Maluf e com o PP do ex-go- V-J
< ™ta , reagiu Elcio. Ele tem a seu passar pelo cnvo da bancada."
rim, que recebeu carta assinada por 90 funcionários da divi- vernador Alvaro Dias. 0 acordo H .
° rco
são, acusando Freitas de maus-tratos a subordinados e de comegou a ser costurado na sexta- v - - Ji^^H "a° • -r j° ^U-Ie De acordo com seus calculo§,
fcira, com almo5o na casa do ex- dds v <* 1° WLA
cantar funcionárias.
minislro Jorge Bornhaasen, com »alulon ln»a muio ngidaedifl- c
^ongrewp , , .
a lavor ao go
Os signatários da denúncia listaram acusações e pedi- vjofqo a P|PjPfn Hp 04 P T rpvi^n I cilmente ele aceitara isso, que so ^ia^
vistas a elei^ao de J4 e a revisao contribuira vern0 na MP s0^re a 'ei salanal e
ram a Amorim a imediata destituição de Freitas. O chance- nara dividir' mais o Dar-
constltucional. A conversa sur- SA » « 7 & 5 • MtM nirlnmenfarM n>i»itartqm
rejeiariam
ler convocou o ministro ao seu gabinete e, numa audiência . "testou o senador cap,<aba. esses parlamentares
preendea o lider do governo, Pedro l»l°
tensa, determinou o afastamento até o resultado do inqué- Simon, e os parlamentares do PFL ¦ Durante vtstta a Sao Paulo, on- qaalqaer poslura de opostcao. Ele
rito interno. ligados ao governo, que se sentiram tem, o senador Esperidiao Amin estranhou tambem a participaijao
? excluidos do encontro de cupula. (PPR-SC) tentou amenizar a crise de Alvaro Dias no almo^o de Bor-
Embora o caso esteja sendo abafado para o público, a Segundo Elcio, no almoijo de provocada pela reuniao quase se- nhausen. Na vespera, Dias indicara
sexta-feira, Simon e o lider do go- PHHHillHHHNHHH creta. "Nos teremos sempre mais o ministro da Saude, Henrique San-
denúncia é assunto das rodas de conversa do corpo diplomáti-
verno na Camara, Roberto Freire, Alvares: conversa surpreendeu reunioes, mais participantes e me- tillo.
co do Itamarati pelo ineditismo e a importância do cargo do
acusado. A Divisão de Comunicações é responsável pela troca
de informações do governo brasileiro com o resto do mundo.
No lugar de Freitas, obrigado a sair de férias, assumiu o Diretor da
da
I
TSE CR$ 17 bilhões
bilhoes a
subchefe da divisão, secretário Renato Menezes. pede
CE1
CEF deverá
devera . m i
. ni
Radioescuta conta da propina de 50% co-
brada à empreiteira Hidrapar. Itamar as eleições
elei$oes de 94
Logo cedo, ao saber da ser demitido
demitido para Oroí-lllo Inmil Dlt
— Jamll
Agora é o Mr. Fifty. Brasília Bittar
chacina em Vigário Geral, o -
Pagando tudo BRASÍLIA — O destino do dire-
governador Brizola foi avisa- B O presidente
SRASILIA
do pelos secretários de Polícia tor de Saneamento da Caixa Eco-
O controvertido contrato Itamar Franco re-
Civil, Nilo Batista, e da PM, nômica Federal (CEF), Eugênio
entre a Telebrás e a corretora cebeu ontem pro-
coronel Nazareth Cerqueira, americana Merril Lynch para a Alano de Freitas, está sendo discu-
tido pelo Palácio do Planalto. Indi- posta do Tribunal
da existência de uma grava- captação de USS 500 milhões Superior Eleitoral
cado pelo governador de Goiás, íris
ção feita no rádio da PM, do- no exterior, pivô da demissão (TSE) para libera-
mingo. do ex-diretor financeiro Mauro Resende (PMDB), Alano ocupa
uma cobiçada diretoria da CEF, ção de CR$ 17 bi-
A mensagem da vingança Brito, já custou USS 714 mil à lhões, a preços de
era "para cada policial morto, estatal, embora a operação não responsável pela liberação de ver-
abril, para a reali-
vão morrer dez", numa alusão tenha sido realizada. bas para obras de saneamento, e
zação das próxi-
à morte de quatro PMs-na vés- O motivo é a carta-contra- tem contra si um dossiê que o acusa
de malversação de verbas quando mas eleições, em
pera, no mesmo local. to assinada na gestão do ex-se- outubro de 94. Os
Brizola mandou investigar nador José Ignácio Ferreira na prefeito de Jaraguá (GO) e emissão recursos, segundo
a origem do "recado". Telebrás, pela qual a empresa de cheques sem fundo.
o assessor de im-
se comprometeu a pagar todas O dossiê contra Alano chegou
Efeito chacina as despesas da corretora com a ao Ministério da Fazenda pelas prensa do TSE, Iri-
O presidente Itamar Fran- neu Tamanini, se- do STF' acomPa"ha Scpuheda, do TSE, na visita a Itamar.
operação, incluindo gastos mãos do deputado So
mao^drdtpmado Antônio Falei-
Fat* rão SXutilizados nana V"™(E)'preside,Ue
co admitiu ontem ao deputado To
com advogados e consultor ros (PSDB-GO), adversário
adversario políti-
politi- reestruturagao da justi^a eleitoral, apresentada ontem pelo por seu governadores, deputados federais,
Sérgio Arouca (PPS-RJ) que contábil, viagens, hospedagens co de íris
Iris Resende, dias depois
depots da da comeijando
aceitará a convocação, em ca- pela informatiza9ao presidente, Sepulveda Pertence, estaduais e senaaores. A previsao
em hotéis e correios. definigao do diretor da CRF, no
definição no jas tr{»s mj] zonas eleitorais de Itamar Franco. Da reuniao,
ráter emergencial, dó Conselho pela e de que 35 mil pessoas se candi-
Ajuda ignorada imcio de agosto. O0 ministro da Fa-
início Fa- lodo 0 a essas vagas com o apoiq
Nacional de Defesa da Pessoa zenda, Fernando pais< 0 que servird para manh5> no Paidcio do Planalt0i datem
Ferna"do Henrique Cardo-Cardo- acelerar o trabalho de apuragao palri1l?i,p0c!JsnS
Humana para discutir a possi- O italiano Benjamin Locci
so, foi
fo. advertido participaram os presidentes dos fCJ^
trades ate hoje mnKiiiiT
moWiza-
assessor* so-
advert.do por assessores so- dos votos e reduzir 0 indice de trjbunai os ministros da Justi
bilidade de intervenção federal vem tentando há dois anos dos 2 5 m Ihoa |rao de! me anos -
bre a ficha do diretor quando a sua sua fraudes. Mauricio Corrga e do planeja.
na PM do Rio. doar três toneladas de roupas
indicação foi
indicagao fo« aprovada. Segundo
Segundo
Basta o procurador-geral novas a instituições beneficen- Este dinheir0 faz ' da men A,exis StepanBnko. ?ao de Belo331?
assessores da área
area econômica,
economica, a de-
de- . . , . .'n/| Honzonte - que nTvt vao
da.República, Aristides Jun- tes brasileiras. Locci é pai do vlsao or?ame'ltiJria Para iyy4>
missão
missao de Alano vem sendo pôster-
poster- De acordo com dados do TSE, trabalhar em 300 mil seijoes. Os
queira, pedir a convocação do garoto Ian, que foi operado 26 é mais cjue sera envia u "°Je Pe'° Execu- os ]00 milhoes de eleitores brasi- CRS 17 bilhoes serao usados
vezes pelo cirurgião plástico gada porque e um problema
problema para
conselho com esse objetivo. l'v0 ao Congresso Nacional. A
Ivo Pitanguy, gratuitamente, para o governo nas relações
relates com oo iejros Vao eleger 1.700 candidatos, aquisigao de papel para cedulas e
Junqueira promete fazer
a convocação ainda nesta se- nos últimos 12 anos. PMDB.
PMDB. proposta de gastos do TSE foi . incluindo o sucessor de Itamar. . custear outras operagoes.
mana. As roupas estão estocadas !
na Sardenha, Itália, à espera de
Novinho ainda UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO
JANEIRO I
que alguém providencie seu Classificados
A nova chacina no Rio in- transporte ao Brasil. J^.UNIVERSIDADE
®Çb) UFRJ | CAPASDE
CAPAS
CAP AS DEI DE ClaSSiflCadO^

terrompeu a alegria do gover- Os interessados devem li- W? DIVULGAÇÃO DIVULGAQAO I CHUVA
CHUVA I
nador Brizola que, na véspera, gar para (021) 267-8747 e falar Gabardine
Gabardlne e Nylon. Fabrlcaffio
Fabricação propria
própria
comemorava os resultados do LEIA NO CADERNO DE CLASSIPICADOS
CLASSIFICADOS l Av. Gomes Freire,
Ay. Gome. Freire,'105 loja - Centro
205 lo|o
lo|a Cmlia l | Disque «113 l
DlSQUS
com Simone.
congresso do PDT, no Riocen- SELEÇÃO PARA CONTRATAQAO
SELEQAO CONTRATAÇÃO DEDE TtL.. TEL.t
TEL.s ?3i-y<70232-7470 ^•
Dá-lhe Parreira TEMOS JAQUETAS
tro. PROFESSORES SUBSTITUTOS
SUBSTITUTOS wíwiuibw
MMiuinvi At
Étf kj
iwaoi
Tvoos
>^±1'^."^. | Aj kt f Ai
oi
os iwlui
Mfllui
«snoti
wnMi |1
CM
cm A MAJU*
MÁJUA
uomiu
ovam (021)580-5522
No fim de semana, Brizola Itamar também ficou en-
adiantou a parlamentares que cantado com o futebol inteli-
vai se defender dos que o acu- gente da seleção de Parreira. HK PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE
— Fiquei superfeliz com UNIVERSIDADE ^
sam de velho para disputar a MENSALIDADES ESCOLARES ALTAS:
Presidência da República com os 6 a 0. O gol mais bonito foi CAT6LICA DO RIO DE JAN JANEIROEIRO MENSALIDADES
gE CATÓLICA
o argumento de que "os Brizo- sem dúvida alguma o segundo.
tPONTIFICIA
CENTRO DE CIÊNCIAS
CIENCIAS SOCIAIS-INSTITUTO
np RELAÇÕES
SOCIAIS-INSTITUTO A
Dpi AprSpc INTERNACIONAIS
A CULPA NÃO NAO É E DOS PROFESSORES
Ê falso afirmar que os abusos cometidos nas cobranças cobrangas excessivas das mensalidades
O Brasil jogou muito bem, com DE
L/C ncLflVUtO IMTPDMAPIOMA ic falso
IN I tnlNAUlUlNAlo escolaressedevamaoreajuste
escolares se devam ao reajuste nos salários dos Professores das Escolas Particulares.
Professotesdas Particulares,
la só pegam gripe depois dos nossaldriosdos
90 anos". garra e com razão. O resultado Vamos aos fatos:
só fez aumentar a certeza dé MESTRADO EM RELACOES RELAÇÕES 1 1 °) Em 1993, os Professores de, t-
Na campanha presidencial 10 e 2°2o graus obtiveram os seguintes reajustes:
do ano que vem, Brizola estará que a seleção se classificará. Eu INTERNACIONAIS
INTERNACIONAIS Fevereiro Fevereiro : : 118,28% 118,28% I
com 72 anos. nunca tive dúvidas disso — co- Abril : 84%
mentou ontem o presidente. 1. RELAQ6ES INTERNACIONAIS DO BRASIL
1. RELAÇÕES BRASIL Junho Agosto Junho70,28% : 70,28%
Ganancioso 79,30%
RELApOES INTERNACIONAIS DOS ESTADOS
2. RELAÇÕES ESTADOS 2°)2°) Por lei, as escolas sós6 poderiam repassar à& sociedade até ale 70% destes reajustes.
reajustes,
A empresária Irene de Oli- Ultraje
UNIDOS DA AMÉRICA AMERICA 30)3°) Os pisos salariais dos professores praticados pratioados por mais de 85% das escolas, são sao em
veira não agiu sozinha ao acu- A Bandeira Nacional é a 3. SISTEMAS POLÍTICOS POLfTICOS COMPARADOS agosto:
a9°sto: |
mais recente vítima dos desati- II I
sar o governador de Mato ua AMÉRICA
NA AMERICA LATINA
nMHmEmvMuiiinN LATINA professores Cr$Cr$ 13.934,53, por mis, para o0 curso primário primirio e de Cr$ 221,60 por hora-aula, para
Grosso, Jaime Campos, de ex- nos do presidente do Tribunal professores deds 6o6" a 8a séries
series e 2o2° grau.
gran.
4. MEIO AMBIENTE E RELAÇÕES RELAQOES A A desinformação
desinformap§o favorece somente àqueles Squeles que lutam contra a única solugao para a
unica solução
torsào. Regional do Trabalho e primo INTERNACIONAIS educapao: O fortalecimento da
educação: Escola Pública
PCiblica que atenda àa sociedade e faça justipa nos
fapa justiça
do ex-presidente Collor, José INTERNACIONAIS salários aos seus
aosseus
Por trás da denúncia es- salSrios pagos professores.
Maria de Mello Porto. 5. PROBLEM
PROBLEMAS QUERRA E DA PAZ
AS DA GUERRA PAZ iX S. AD A Diretoria / /.
tão grandes empreiteiras na-
cionais, interessadas em im- Iniciando a campanha do 8- INTEGRAÇÃO E COOPERAÇÃO
6.
!2TS2^iS,EilC00PIRA,?i0 ^_SINDICATO DOS PROFESSORES —
Xs_S.ND«ATO - RIQ__/^
RIO_^
presidente do TRT a algum INTERNACIONAL
plodir o esquema de Campos INSCRIÇÕES)
INSCRipOES: Diretoria Admiss§o e Registro (DAR),
Dire oria de Admissão (DAR). II
por causa das elevadas comis- cargo nas eleições de 1994, de 02 de setembro a 30 de outubro de 1993.
1993.
sòes que são obrigadas a pa- uma enorme Bandeira do Bra- , INFORMAÇÕES:
INFORMAQOCS: INSTITUTO DE RELAÇÕES
RELAQOES INTERNACIONAIS — Vila
gar no estado. sil dependurada na sala de seus dos xix — Tel: 274-1296,
Diretórios casa XIX
do3_piretono_s_casa 529-9494/9493.
274-1296,529-9494/9493. 19 OO caderno que faz fax parte
-
PROVA DE SELEÇÃO; 29 30/11 e 03/12/93
As comissões vão de 50% assessores teve a inscrição Or- IJ da cultura
eultura do país pais JgBN^DOjsA|tt JORNAL DO BRASIL
a 70% do valor da obra. dem e Progresso substituída
Cinqüentinha por Mello Porto.
Acrescentar outras inseri- Xr -%¦ M TWT A "DP A C1TT AtJf Brazil. 50n — CEP :0949-900 - Caixa Postal 2? 100 — São Crisfovao —- CEP 20922-9701
Sao Cristóvão 20922-970:
O governador de Mato ções à Bandeira Nacional é uma JORNAL
JV/LlllJtjJU DO S» !¦ H
U\J BRASIL I I Rio de Janeiro — Tel.: (021?) 5K5-4422 • Telex (021) 23 691) — (021)
(0211 23 262 — (021)
(0211 21 55X
Grosso, Jaime Campos, ga- contravenção penal, segundo o
nhou um novo apelido por artigo 31 da Lei 5.700. TELEFONES SUCURSAIS SUCURSAIS . . LOJAS DE CLASSIFICADOS
CID4DE ENDCRE£OS CIDADECEP ENDEREÇOS TELEFONE CEP TELEFONE TELEX TELEX CENTRO CENTRO A» Bianco 135
Av Rio Branco I3S L| l| CC-- 232-4372/232-4373
232-4372(232-4373
REDACAO
REDAÇÃO BRASÍLIA. DF SCS Quadra IV BIBl A Ed Israel Pinheiro 5o
585-4422 BRASILIA. (70398-900) 061-223 5868
5° 170398-900) 5868 1011 1011 COPACABANA
COPACABANA Av Av Copacabana
Copacat>ana6i0 610 L| L| C - 235-5539
LANCE-LIVRE S IPANEMA S PAULO. SP Av Paulista.777/15° Paulista.777/15" e 16" 101311-914)011-2848133
16° (01311-914) 011-264 8)33 37516 37516 HUMA1TA
R HUMAITA RR Vol Oada Pairia 445 L|
Pairia445 L| DD-- 226-8170
CORRESPONDENTES IPANEMA R Vise Piraia 580 SI221
PitaiaSSO SI 221 --294-4191 294-4191
COMERCIAL
DEPTO COMERCIAL CORRESPONDENTES
HORIZONTE. MG Av. Afonso
AtonsoPena.
Pena. 1500(7° (30130-921)
150W7" (30130-921) 031-273
MEIER — MEIER R R Dias da Cru:
DiasoaCiuz74 74 L| B - 594-1716
IIB-WJ-to
0 enorme aumento das larifas do IN- cia cm 1994 incluirá o brigadeiro dc rc- BELOHORIZONTE.MQ BELO Av 031-273 2955
2955 NiTEROI
NITERÓI RR Conceicâo
Conceicao 188
108 l)
l| 126
126-- 717-9900' 7 22-2030
717-99001722-2030
PI — mais de 500% — entre o final de serva Ivan Frota.
NOTICIÁRIO
NOTICIARIO 585-4566 PORTO PORTO ALEGRE, RSRS RR José Jose de Aloncar. 207/501
207/501 (90880-481)(90880-481) 051-233 3666—
051-233 3666 tijuca R
TIJUCA Confle de0e Bonfim 346^202
R Conde J1&202 2W-8992 2W-8992
REVISTAS
REVISTAS 585-4479 RECIFE.
RECIFE.
*"3 SALVADOR. PE
PE Rua
RuaAurora. Aurora. 295/1216 ( 50050-901)
50050-901) 081-231
081-231 5060
5060 — ilha
ILHA Esi
Esl do Galeão
doGaieao2/0i 2701 Sl
SI206- 205- 462-0161
julho e o inicio de setembro ò justificado O secretário-geral de Assuntos Econô- 008 SALVADOR. BA BA AvAv Antônio Antonio Carlos
Cailos Magalhães.
Magalhaes. 2671/605
2671/605 (41850-000) 2986—
071-359 2986
(41850-000 )071-359 SE0E
SEDE Av Av Brasil
Brasii 500 TeTC0 Terreo - 585-4676 58W6/6
pelo instituto como reposição de perdas micos do Itamarati, embaixador Rubens CLASSIFICADOS
CLASSIFICADOS CURITIBA. PR Rua da Paz.
580-4049 CURITIBA Paz, 236
236 (80060-160)(80060-160) 041-362 2599 -
'sportW1-362 2599
acumuladas desde janeiro de 1992, "cor- ANÚNCIOS
ANUNCIOS POR TELEFONE
icicruiMC aBUSSW
TELEFONE 580-5522 S*™1?™ noticiosos ÀFP tass.
Serviços noticioios AFP Tass, Ànsa.
8«rvl^o* Ansa.' AP.
AP.' AP/Dow Jones.
Jonas! OPA.
OPAEFE. EFE. Reuters Sporl Press.Press.' UPI
UPI ?s,Os cadernos
cf dofn de Classificados
Clfsslllcad0s circulam somente
somento no
Barbosa, estava cotado ontem para assu- Estado do Rio de Janeiro A revista Programa, Programa. que
rigindo erros cometidos no passado". mir a embaixada do Brasil em Paris, Lon- PaisServiços •sptdits BVRJ. The New York Times. Washinglon
nptclll»
Pais. L(.'Express
Express
Washington Post. Post, Los Angeles Timos.
Times. Le Monde.
sai
Monde ElEl Estado sai as sextas-feiras,
soxtas',eiras- so circula no Rio de Janeiro
Ah, bom. CIRCULAÇÃO
CIRCULAQAO . CerrMpondmtMi —
dres ou Buenos Aires, com mais cbances Corre»ponacnte»: ;•Acre. Alagoas
„• Amazonas
Ama2onas. Esp Ésp Santo. Goids.
Goiás. Mato Grosso do Sul. Para. Piaui. Sta
Pará. Piauí. Sta vp) JORNAL DO BRASIL BRAS1L S.S AA. 1993
O deputado Paulo Melo (PSDB) apre- para a primeira da lista. ASSINATURAS NOVAS GRANDE RIO 585-4321 585-4321 Calarina No exterior: Bonn. Buenos Aires.
Catarina Aires Genebra Lisboa Londres. México. Mexico. Moscou. Nova York York © **
sentará hoje, na Assembléia Legislativa O ex-reitor da Universidade de Brasi- .pcmATIA_
ASSINATURAS ArNt.„ Paris. Paris. Roma. Washington
Washington Os Os textos, textos. fotografias e demais criações intelectuais publica-
demaiscnagoes publica
DEMAIS CIDADES (021) 800-4613 dos neste exemplar nào podem ser utilizados, reproduzidos,
do Rio, projeto pedindo a abertura de CPI lia c candidato do PT ao governo do Reprassntantes Comerciais: Minas Qerais
R.pi.«nUnt.i^m.riiii.:M,nas Tei''ee F^^(b3Ír222-65Ó4
G,erais tei Fa;' (031) 22^ 0380 *. HspiVito
We 224-b3éb ÈspÍrÍto Santo apropriados ou estocados em sistema de banco de dados ou
ATENDIMENTO AO ASSINANTE 589-5000
589-5000 Tel (027) 225-5918 e Fax (027) 227-5023
(027)225.5918 227-5023;.t Bahia/Sergipe Tel e Fax (071) 351-1784 §. Paraná Parana TelTel pfoS em qualquer forma ou meio —- mecânico,
me'etico
para investigar a participação da PM cm Distrito Federal, Cristóvam Buarque, fa- (041) 253-4048 e Fax (041)
(04)) 252-2844 • Santa Catarina Tel (0482) 23-3968 e Fax Fa* (0482) 22-6701
22-670) • Rio processo similar,
Rio eletronico. sfmTa^^ meio
fotocópia,
fotocopia. —. sem
crimes, como a chacina dc Vigário Geral. EXEMPLARES ATRASADOS
ATRASADOS 585-4377 585-4377 eletrônico, microfilmagem. gravação
gravacao etc
la hoje na Escola dc Guerra Naval, no Grande do Sul Tel (051) 233-3332 e Fax (051)233-3528 autorizapao autorização escrita dos titulares dos direitos autorais
PC.deve estar arrepiado dc inveja no Rio, sobre o sistema educacional brasi-
seu refúgio em algum canto do planeta EM CRS : PREQOS DE VENDA DDCrnC UK Cart&ea cr6dito: BRADESCO. NACIONAL. CREDICARD. DINERS
do crédito: DINERS.
ao saber das estratosfcricas comissões
leiro.
[ AVULSA EM BANCAS rN6yU# np A99INA ACCmATIIDAC 1 UHAd OUROCARD. C«rtd«» OUROCARD. PERSONALITE e AMERICAN EXPRESS (sem parcelamento) parcelam«ntoj
O senador Mauro Benevides aprovei- LOCAL
LOCAL DIAS DIAS ' MENSAL
MENSAL iBIMESTRALl i ANUAL SABADO E DOMINGO
cobradas pelo Esquema Campos, no tou-sc da crise entre o governo c o PMDB DOM i AVISTA BIMESTRAL; : ••••; TRIMESTRAL
TRIMESTRAL SEMESTRAL
SEMESTRAL ANUAL SABADO '
ÚTEIS
UTEIS PERÍODO
PERIODO A VISTA : AAVISTA VISTA j AVISTA A VISTA ; 2 VEZES i AAvista VISTA !; 33vezesVEZES : AVISTA ! 4 VEZES i ASSINATURA ASSINATURA!
Mato Grosso. para tentar emplacar seu filho, Mauro RJ DF ! MG/SP/ES
Oscar Bloch vai representar o tio Adol- Benevides Filho, como ministro do Plane- Rj 5000 BnOOj ^ SEG ciDOM 1 56000 312000 468000 4 680.00 2697,00 2697.00 936000 936000 411300 411300 18720.00 18 720.00 7002.00
7002.00 -:
SEGdSEX 1 10000 | 2220000 20000 330000 330000 11 902.00 90200 6600.00 6600.00 290000 290000 1320000 13 20000 4937,004 937.00 : TRIMESTRAL
TRIMESTRAL 1 380 3800000 i 1168000
680.00 ! 1 38000
pho Bloch hoje, na audiência pública con- jamento ou presidente do BNDES. 56000 312000 468000 4 68000 2697.00 2697.00 936000 9 360.00 4113,004113.00 18720.00 7 00200 •
18 720.00 7002.00
vocada pela Comissão dc Ciência e Tec- O ministro do Trabalho, Waltcr Ba- M0ESSp 5000 fi,m fiSEGaDOM; 1
SEG dSEX 1 10000 2200.00 2 200.00 3300 3300 00 00 11 902.00
90200 6600.00 6600.00 290000 2 90000 1320000 13200.00 4937,004 937,00
nologia da Câmara para tratar das dividas relli, foi convidado para ser o patrono da d DOM : 1 88000 ! 33760 760.00 564000 j 33250.00
00 ! 564000 250.00 j 11 280.00 280.00 j 4 9560095600 j 2222560.00560.00 ! 843800 I ^76000
OF bOM~ I Rnnn ;! SEG 843800 | SEMESTRAL
ct..„TOA1 ^760.00 76000 ; 33360.00 .,CAAA
da Rede Manchete com o governo fede- turma de Ciências Econômicas da Uni- SEGdSEX ' 1 32000 ! 264000 264000 ! 3960 00 00 ! 2228200
282 00 j 77920 348000 j 15840
00 : 348000
920.00 592500 SEMESTRAL
158400000 : 5925.00 360.00 ; 760.00
ral. versidade Federai Rurai do Rio de Ja- PRtSC,RS,QO,MS,MT.
PR.SC,RS,QO,MS,MT. ! SEG dDOM 261000 ! 5522000
22000 i 7783000 83000 I 4451200 51200 \ 15660.00
15660.00 I 6881.006881.00 ! 31 32000 32000 i 111171500
71500
A próxima pesquisa do lbope sobre a .....AL, SE,BA,PE
5E,BA,PE ! SEGdSEX ; 261000 740.00 | 561000 22000 ! 4493000 440 00
1
neiro. 87000 ; 3374000
' 1 87000 5610 00 i 3323300 233 00 i 11 220.00 930.00 i 2222440 00 ; 8394.00
8394.00 j
ANUAL 72000
552000 ¦ 6 72000 I 552000
popularidade dos candidatos à Presidên- O Rio não merece isso. Demais
Demaisetudos
estados 10000 : \ViM ! SEG
i 10000 dDOM : 312000 i 6624000 240 00 7 9 360.00 360.00 i 5539400394.00 : 18720.00
1872000 I; 822500 822500 !: 37 440.00440.00 T 14004 00 00 &520.00
SEGdSEX ; 2 200 00 : 4 40000 40000 ; 660000 6600 00 ; 3803 38030000 ^ 13 20000 200 00 580000 580000 26 400 4000000 j 987500
987500 |
JORNAL
J(mNAU)0'mAS"
DO HKASII P0L1TICA
POLÍTICA E GOVERNO^
GOVERNO terça-feira,
^3.^.7 31/8/93 • 7
sao Paulo — Ed Vlgnlanl
Delegado tenta achar
Denúncia < ai no vazio
91 de PC PC em Miami AcusaQOeS a
¦' Acusações tl 0 o caso seria Carlos Tavares,
pista
saíram da Argentina com destino Erundina não que, no entanto, não se en-
ANA MARIA MANDIM contrava em em.seu
seu gabinete.
Correspondente
r^TANPIM aos
aosBtadofUnidose
Estados Unidos e suspeitamos
suspehamos S^inete.
de que sejam eles", disse Oliveira 'O são comprovadas ^n.trav^
^^COmprovadaS Mais tarde, a incumbência de
WASHINGTON —
Washington - 0 superin-
superin- ao JORNAL DO BRASIL, sem
DO^Tsul™ falar sobre as denuncias
denúncias foi
J 5 O ÃO AO PAULO — - Assesso-
Assesso ^lnr
tendente da Polícia Federal no adiantar
adian,^r mais
mf nada. transferida para o ra^dorvereador
Rio e representante
reprLnt int'e dadf Interpol
Interpol ffc S res do prefeito de Sao
>3 São ^«|>da
Ainda não há nenhumh | Miguel Colasuonno
^ra
no Brasil, delegado Edson Olivei- pedido Paulo, Paulo Maluf, denun- | (PPR),
de prisão contra PC Farias e Ban- "mordomias que também não estavaCStdVJ em
ra,
ra. esteve ontem com autoridades
autoridades ciaram desper- seu
e desper- ^uglbTnS
deira nos
nos^EsladoT
Estados Unidos,
Unite' mas,
ma"" gabinete.
pohaais em Miami a quem forne-
policiais forne- dícios"
dicios nas viagens interna-interna- 0
segundo Oliveira, se for detectada
detectada O economista
çeu dados sobre Paulo César Fa- cionais de secretários e economists e professorf
a presença dos dois, a Polícia Fe- ^
rias e Jorge Bandeira. Oliveira funcionários da prefeitura du- da PUC de São Paulo, Ladis-
deral avisará ao juiz brasileiro e
chegou sexta-feira aos Estados Estados rante a8 administração
administragao de Lui- Ias Dowbor, assessor de Rela-
Lui- '®s
ele
el^toS^
tomará as providências para
Unidos
Unidosaa fimfimdeobteracolabora-
de obter a colabora- fazer o pedido ao governo ameri-
pedidoaogoverno ameri- ,»-'•>» za Erundina (PT). Segundo o ?°es ções Internacionais
Internacionaisda da prefei-
ção da polícia americana para cano. O
0 superintendente si levantamento desses assesso- tura
assesso- tura na gestão gestao de Luiza
poiicia para veio
veio
|ao
averiguar
avcriguar se os dois se encontram
encontram acompanhado de outro policial, ee 'Mm'\ res, auxiliares e secretários Erundina, disse que todas as
"Tivemos §9^|HgHfigPl|^ secretarios dada Erundina,
no país.
pais. indícios
indicios de queque disse que, possivelmente, retorna-
retorna- EMUii.Tiit Ni iiiiaii^ww^a88Bww6«wllaWww8».?.:-,r«SmwtMHHMNHte
IIIIIJUK^w^wwiiiimiiii administração
administragao petista desper- viagens
desper- viagens foram relatadas àa Câ-
Ca-
duas pessoas, com nomes falsos, falsos, ria ainda hoje ao Brasil. "Levei mara Municipal, "onde
Brasil. Eid, na polícia:
poiicia: mais de 1I hora copiando a carta de Getúlio"
Getulio" diçaram
digram verbas oficiais entre entre mara o PT
1989 e 1992. No total teriamteriam era era minoria e ninguém
ninguem apon-
FJJ »- sido realizadas 152 viagens a tou tou irregularidades na »a épo-
epo-
Nntas frias
Notas Iriils ennfirmailac
confirmadas ,1*
£iia
Eid aiz
diz na rr
na 29
» p*>™ diferentes.
países m**. u Até on-
»t ca".
<*».
true nao
não
BRASÍLIA — A secretária do na compra de um apartamento que
J. tem, no entanto, não nao haviam
haviam Dowbor Dowbor lembra que a ad-
piloto Ricardo Campos, Cláudia em São Paulo. Vasconcelos disse 1 1_ sido apresentadas provas de ministração Erundina vivia
de ministragao
Alves Cantilino da Silva, disse on- "fiscalizada
que as notas fiscais emitidas pela foi caixa de ae campanha
campanna que essas viagens foram irre- irre- "fiscalizada de perto pela im-
tem na 10a Vara da Justiça Fede- Brasil Jet não tinham inscrição do *
ral, em Brasília, que era ela quem SÃO PAULO — O empresário ções de correligionários e simpati-
gulares.
gulares. prensa prensa e pela maioria oposi-
número do ISS. Mesmo assim, es- Nas denúncias, esses asses- cionista na Câmara".
ises- cionista Camara". Ele afir-
datilografava as notas fiscais frias tas notas foram devolvidas à grá- Calim Eid, principal coordenador zantes do sores dizem que Erundina i es- ma que pelo menos 95% das
da Brasil Jet com base em infor- fica, que enviou novo lote com a das campanhas do prefeito Paulo "Quem partido. es- ma
mações fornecidas pelo próprio Maluf, prestou depoimento à Poli- ganhou a eleição de 1990 teve no Uruguai, Itália, Fran- viagens foram pagas pelos
ran- viagens
correção. foi o Fleury (governador Luiz An-
Campos e pelo piloto Jorge Ban- Com base nestas informações, cia Federal por mais de sete horas e ya, Estados
ça, taiauus Unidos
umuus ce outros países e entidades que fizeram
outros paises
tônio Fleury Filho), e nós é que paises, mas não
países, nao questionam os convites.
questionam osconvites.
deira de Melo. Além disso, a se- a advogada de Rosinete Melanias negou as acusações de sonegação
estamos sendo fiscalizados. Presta- os motivos das viagens nem nem 0O secretário
cretária comentou que, em alguns disse acreditar que a emissão de fiscal e arrecadação ilegal de di- secretario de governo na
momentos, estas informações che- notas em duplicata decorreu de nheiro para as eleições pela Pau- mos contas e não houve impugna- apontam irregularidades.
irregulandades. gestao de Erundina, Pedro
gestão
gavam através de fax vindo de uma mera falha técnica. Vascon- brasil Engenharia e Montagens, ção", disse Calim Eid, que fez ques- Na prefeitura, a informa-
informa- Dallari,
Dallari, disse que nãonao será
sera to-
São Paulo. Cláudia, entretanto, celos afirmou, durante seu depoi- empresa do pianista João Carlos tão de lembrar uma frase dita, ?ao dada ontem pelo assessor
ção assessor mada
mada qualquer medida jurídi-juridi-
não soube informar os remetentes mento, que só ficou sabendo da Martins. "Fui coordenador, e não segundo ele, pelo ex-governador de imprensa José Jose Fernando
Fernando ca. ca. "Não
"Nao
houve denúncia
denuncia ne-
destes fax. sonegação de impostos pela Brasil caixa de campanha", sustentou Eid Orestes Quércia.
"Política" — "O era de que quem falaria sobre sobre nhuma",
nhuma", justificou.
O ex-contador da empresa Jet pelos jornais. De acordo com ao delegado Eldo Saraiva Garcia, 'Quebrei Quércia dis-
Vasconcelos, todas as operações admitindo ser sócio de duas empre- se: o estado, mas ganhei a
Brasil Jet, José Fernando Vascon-
celos, também ouvido ontem pelo da empresa foram devidamente sas que atuavam com a Paubrasil eleição'. Isso está registrado", repe-
documentadas. — Entersa e Nova Lorena Minera- tiu Eid, que acha o caso Paubrasil
juiz Pedro Paulo Castello Branco, "Em Maluf critica
afirmou que a secretária de Paulo ção — e tiveram o sigilo bancário e uma denúncia política. toda
gesto
de
César Farias, Rosinete Melanias, D O diretor do serviço de imigra- fiscal quebrados por determinação véspera de eleição surge uma de-
recebeu o dinheiro das comissões ção da República Dominicana, Vi- da Procuradoria da República. núncia contra Maluf."
lorio Caminero, disse ontem que Calim Eid disse que desconhece A chegada do empresário ao vingança do Planalto
por horas de vôo vendidas pela
empresa. Vasconcelos acrescentou não há indícios da presença de Pau- os documentos apreendidos pela prédio da Polícia Federal, no cen- SÃO PAULO — O prefeito Pau- "Se
a Presidência da República
que chegou a entregar a Rosinete lo César Farias no país. Segundo Receita Federal na sede da Paubra- tro, foi tumultuada. Assediado por lo Maluf criticou ontem uma pos- teve a intenção de retaliar São
um documento comprovando o notícia divulgada no Brasil pela sil — os livros-caixa e um caderno jornalistas, ele acabou batendo o sível retaliação do governo federal Paulo, acho que errou. Estamos
recebimento do dinheiro, para Rede Bandeirantes, PC desembar- de campanha, que registram entra- rosto na quina do balcão de recep- ao estado de São Paulo por causa em um regime democrático,, que
efeitos de declaração do Imposto cou em São Domingos, procedente das e saídas de dinheiro —, mas ção. Depois do depoimento, apa- da disposição do governador Luiz
admitiu que a empresa de João rentemente tranqüilo, Eid reclamou pressupõe a independêncià-dos
de Renda. A advogada de Rosine- de Miami (EUA), usando o nome Antônio Fleury Filho em brigar três poderes públicos", comentou.
Carlos Martins alugou e depois su- do tempo que demorou para copiar
te, Maria do Carmo, comentou falso de José Diaz e estava acom- na Justiça pelo não pagamento do o prefeito. "Neste caso, devo ficar;
blocou ao PDS a sede que o partido a carta-testamento de Getúlio Var-
que isso põe por terra a acusação panhado de seu sócio, Jorge Ban- mantinha na Rua Joaquim Ferreira gas, cujo texto está sendo usado IPMF. Maluf comentou o assun- do lado de Fleury."
de que sua cliente não haveria deira de Melo. "Continuamos in- Lobo, na Vila Olímpia, Zona Sul para coleta de material grafotécni- to durante entrega de prêmio a Sobre os altos índices de. infla-
recebido o dinheiro. "Está tudo vestigando, mas até agora não ção, o prefeito Paulo Maluf foi o ;
da capital. O empresário afirmou co exigido pela polícia para compa- líderes empresariais, concedido
documentado", disse. tenho conhecimento de que Paulo mais irônico possível: "Seria
Maria do Carmo lembra que que os fundos para a campanha de rar os manuscritos apreendidos na pela revista Balanço Anual, da
César Farias esteja aqui", disse Maluf são arrecadados legalmente, Paubrasil. "Foi a parte mais difícil. preocupante se fosse 34% ao ano,
sua cliente utilizou estes recursos Gazeta Mercantil, no Masp, na mas 34% ao mês já é pornográfi-
Caminero. com promoção de eventos e doa- Levei mais de uma hora." Avenida Paulista. co."

A medalha. 0 outro lado da medalha.


m

¦^1
EMBRATEL Melhor Empresa de Serviços Públicos. Melhores e Maiores Rcvisia Exame..

A EMBRATEL acaba de ser eleita


pela Revista Exame como a melhor de Fibras Ópticas - unindo o País com o
empresa de serviços que há de mais moderno
públicos do País em 92. Um prêmio, aliás, que ela em comunicações - e reduziu as tarifas do DDI. Novidades como
recebe pela sétima vez. E
que é decorrente dos resultados alcançados no estas geram o aumento da capacidade
crescimento da receita, rentabilidade, liquidez, produtiva das empresas e a
produtividade e melhoria do padrão de vida do brasileiro. Agora você
capitalização da empresa. Tudo isso é fruto de uma filosofia: já sabe o que
trabalho, existe do outro lado da medalha com
muito trabalho. Somente este ano, a EMBRATEL lançou a Multi que a Revista Exame premiou
Rede a EMBRATEL. É o esforço da EMBRATEL, cumprindo diretrizes do
Digital, o Datafax Internacional, a fase da Rede Nacional
primeira Ministério das -Comunicações,
por um Brasil cada vez melhor.

/UWlAO PKTOPOl \
A
Empresado SISTEMATELEBRÁS
8 • tcrça-lcira, 31/8/93 BRASIL JORNAL DO BRASIL

Laudo atesta chacina foi na Venezuela


que
'invasão'
¥ ¦ Visita de Corrêa e Junqueira no dia 20 de junho à aldeia da Haximu foi, portanto, do território venezuelano
Gilberto Alves —
—20/8/93
20/8/93
ORLANDO FARIAS llfílfMlfll Gllberto
BOA VISTA — O ministro da Fim das investigações Matança feita
Justiça, Maurício Corrêa, e o pro- W§Ms
'
curador-geral da República, Aristi- em 2 etapas
des Junqueira, invadiram involun- tmm\\
BRASÍLIA — Segundo o relato-
tariamente território venezuelano rio enviado pelos agentes do Co-
no dia 20 de agosto, quando visita- jtes&V mando de Operações Táticas
ram o local da chacina dos ianomâ- Reserva lanomâml \ Boí Vtetíf
Venezuela • >' AiÉ>a tm Mm» ¦ i É Éu (COT) da Polícia Federal ao dire-
mis. Sob pressão internacional há tor-geral interino, delegado Nasci-
duas semanas, finalmente o Brasil Eièr I iiH
mento Paulino, o massacre aconte-
confirma oficialmente que o massa- ceu em duas etapas. Na primeira;
cre foi na Venezuela, a 11 quilôme-
tros da fronteira. garimpeiros invadiram Haximu,
16 Km até a mataram cinco ianomâmis homens
A descoberta, feita pelo Coman- l Fronteira I e feriram um. Os índios, em repre-
do de Operações Táticas da Polícia sália, mataram um garimpeiro e fe-
Federal, foi possível graças a sofis- l Roraima
riram outro. Os garimpeiros fize-
ticado equipamento de precisão lanomàmi ram outra incursão a Haximu e
fflr.Reserva
geográfica — o Geographic Posi- mataram 13 mulheres e crianças.
tion System. Com margem de erro Os corpos dos 18 índios, segun-
próxima de zero, o laudo do COT Amazonas do investigações do delegado Rai-
mostra que a própria aldeia de Ha- mundo Cutrim, que preside o in-
ximu está na Venezuela. Na área, £1 foram enterrados no
Segundo o Comando de Opera- quérito,
há cerca de dois meses, 13 ianomâ- acampamento dos garimpeiros, que
ções Táticas da PF, o massacre
mis foram abatidos a tiros de espin- aconteceu na maloca de Haxi- também fica na Venezuela, a 11
garda, disparados por garimpeiros. mu, que lica em território vene-
zuelano, a 15 Km da fronteira do quilômetros da fronteira com o,
Dois dias antes, cinco índios ti- Brasil. Os primeiros índios que Brasil. Cutrim enviou ao chefe do
nham sido mortos. fugiram da chacina entraram em Departamento das Américas do
Segundo o laudo da Polícia Fe- território brasileiro e chegaram Itamarati, Luiz Felipe de Macedq
deral, este foi o único massacre de ao posto da Funai em Xidéa.
Corrêa:
Correa: pés
pes bem plantados em área area venezuelana, com Davi Kopenaua Kopenaua Soares, um ofício pedindo confir-
ianomâmis nos últimos tempos. A |
mação das medições feitas pelo
conclusão sobre o número de mor- Orenoco pertence à Venezuela. A em território venezuelano após o COT.
tos foi baseada em depoimentos de aldeia onde ocorreu o assassinato é relato do índio Antônio. Ele garan- Ontem à noite, o Itamarati, com
A versão original e o laudo
sobreviventes e do antropólogo banhada pelo rio Haximu, afluente tiu que o Rio Haximu era afluente base em informações dos ministros
Bruce Albert, da Comissão de De- do Orenoco. Portanto, Venezuela- do Orenoco, que corre em território do Exército, Zenildo de Lucena, e
A versão da Funai O laudo da Policia Federal
fesa da Reserva Ianomâmi, que se- no. A informação foi anunciada no da Venezuela. O laudo do COT da Justiça, Maurício Corrêa, negou
mana passada localizou índios feri- início da tarde pelo delegado fede- esclarece: as aldeias de Homoxi e a existência de um laudo oficial
dos a bala fugitivos de Haximu na ral Lacerda Carlos Júnior, que aca- Xidéia estão no Brasil. Mas Haxi- ¦ O massacre aconteceu na ¦ O massacre aconteceu na
comprovando que a chacina ocor-,
aldeia de Makos, na região de Too- bara de receber telex do delegado mu é na Venezuela, a 15 quilôme- maloca de Haximu, na área aldeia de Haximu, em territó-
reu na Venezuela. A Polícia Federal
totobi, no estado do Amazonas. . do COT Carlos Bernardes, proce- tros do Brasil. O massacre dos ín- de Homoxi, em território bra- rio da Venezuela, a 15 km da
prosseguirá nas investigações, pois-
A primeira conseqüência da di- dente de Surucucu (RR), base per- dios ocorreu á 11 quilômetros do sileiro. fronteira do Brasil. tem pistas dos autores da chacina.
vulgação do laudo da Polícia Fede- manente da Polícia Federal na re- Brasil. Cutrim chegou às conclusões so-
ral foi a retirada imediata das equi- serva ianomâmi. O governo de Roraima lamen- bre o local do massacre e o número
pes de agentes federais da região de Os técnicos recorreram a dados tou que o massacre tenha sido di- ¦ O massacre aconteceu por ¦ O massacre aconteceu há de mortos através de depoimentos,
Haximu, pois estavam operando de satélite, combinados com mapas vulgado antes que as autoridades volta do dia 13 de agosto. dois meses. de sobreviventes — foram localiza-
em território venezuelano. As in- dos 67 ianomâmis da maloca Haxi-
aeronáuticos da região da fronteira tivessem certeza do local exato em
vestigaçòes vão continuar em terri- mu, que tinha uma população de 85.
entre os dois países. O levantamen- que ocorreu. Com as notícias, di- índios — e de novas ossadas encon-.
tório brasileiro, em busca de provas to do COT durou seis dias, e a vulgadas internacionalmente, Ro- ¦ Setenta índios, incluindo ¦ Dezoito índios foram mor-
tradas no acampamento dos garim-
para esclarecer a chacina, atribuída interpretação final dos dados só foi raima teria perdido US$ 2,3 mi- três mulheres grávidas, fo- tos pelos garimpeiros.
peiros.
a garimpeiros brasileiros. processada na manhã de ontem. lhões do Banco Mundial, que ram mortos pelos garimpei- O Itamarati acionou ontem seus
Pelo acordo de fronteira entre os A Polícia Federal começou a prometera o financiamento e de- ros. peritos em fronteiras, que serão
dois países, toda a região do Rio desconfiar que o massacre ocorrera pois o cancelou. deslocados de Belém para confir-
mar se Haximu está mesmo do ladp
venezuelano. Mesmo que o massa-
Funai segue Venezuela vai apurar cre tenha ocorrido na Venezuela,
Munição \ i dar
pista acredita-se que não será consuma-,
mapa oficial BRASÍLIA — O embaixador da da conclusão das investigações da O legista Eduardo Reis, do Insti- tenham fabricado seus próprios do um incidente diplomático por-
Venezuela no Brasil, Sebastián Ale- Polícia Federal quando participa- tuto Médico Legal de Brasília, deve cartuchos. Mas se a taxa de anti-
O administrador da Funai em que ambos os países reconhecem
grett, informou ontem que o gover- vam de uma palestra na sede da entregar hoje à Polícia Federal o mônio for superior a 3%, fica ca- que a linha de fronteira não está
Roraima, Suamir dos Santos, 50 no de seu país abrirá um inquérito Procuradoria da República Repubhca no Dis-
Dis- ]audo
laudo da ossada de uma índia India en- racterizado munigao não
racterizado que a munição nao foi precisamente demarcada na região
foi precisamente regiao
anos, duvida que Haximu seja na para apurar a chacina dos ianomâ- trito Federal. Escovar fez um apelo
apelo contrada
contrada em habitada pelos ianomâmis.
"O Haximu. As últimas
ultimas fabricada
fabricada no Brasil", explicou
explicou habitada ianomamis. Fontes,
Venezuela. mapa que a Funai mi na maloca de Haximu assim que ás as autoridades brasileiras para que analises, análises, que ontem àa noite ainda ainda Eduardo
Eduardo Reis.
Reis. dada embaixada venezuelana em Bra-
segue é o do Exército, portanto, o Ministério das Relações Exterio- atuem em conjunto com o governo estavam sendo feitas, eram para A perícia na ossada detectou que sília informaram, porém,
governo estavam para A pericia que silia porem, que este
oficial." Segundo ele, os índios de- res do Brasil enviar um comunica- venezuelano na apuração apuragao dos fatos.
fatos. descobrir I'ragmentos de oo primeiro tiro foi disparado de
descobrir se os fragmentos de pais
país manifestará
manifesto# publicamente seu
nunciaram a chacina em postos da do oficial de que as investigações da Junqueira evitou fazer comentá- comenta- chumbo
chumbo encontrados nos ossos são uma distância
distancia de sete metros, no desagrado, caso se confirme que
sao uma no desagrado,
Funai no Brasil: Homoxi e Xidéia. Polícia Federal concluíram que o rios.
r'os- de de munição máximo, e perfurou o tórax. torax. Vesti-
munigao fabricada no Brasil, e maximo, garimpeiros brasileiros mataram os
Vesti- garimpeiros
Esses indios são assistidos pela Fu- massacre ocorreu em território ve- Com diplomacia, Ramon Esco- Esco- sese as cinzas recolhidas no local on- gios de chumbo ficaram alojados índios em seu território.
gios alojados indios territorio.
nai há dois anos. Eles moravam na nezuelano. O fiscal-geral da Vene- var minimizou o fato de as autori- autori- de na coluna. O segundo tiro foi dis-
de teria havido o massacre têm tem ves-
ves- na Segundo o porta-voz do Itama-
dis- Segundo
Venezuela, mas resolveram mudar- zuela — cargo equivalente ao de dades brasileiras terem assumido a tigios tígios de corpos humanos crema- crema- parado
parado pelas costas quando a índia rati, Luís
India rati, Luis Fernando Benedini, o go-
se para que aviões de assistência, procurador-geral da República —, responsabilidade das investigações
investigates dos. dos. Pela análise
analise das perfurações de
de jajá estava no chão. verno da Venezuela está
perfura?6es chao. vemo esta sendo in-
inclusive da FAB, pousassem perto Ramón Escovar Salón, que está vi- do massacre sem antes verificar em em bala
bala no esqueleto, o perito desço- desco- Um Um dos elementos que ajudaram formado sobre as investigações
ajudaram formado investigates e
de suas aldeias. sitando o Brasil, disse que as auto- territorio ele ocorreu de fato.
território fato. briu
briu que a índia
India tinha entre 17 e 21 21 oo perito a comprovar que se tratava
que ajudando a esclarecer o massacre.
tratava ajudando
O assessor da Funai Dinarte ridades venezuelanas atuarão "com "A
defesa dos direitos humanos humanos anos anos e foi brutalmente assassinada.
assassinada. de de uma índia
India foi o estado da arcada Ontem, reuniram-se no Itamarati
arcada Ontem,
Madeiro, que acompanhou na al- todo o peso da lei" para punir os não
nao tem fronteiras", disse o fiscal- fiscal- A análise
analise vai determinar a quan- dentaria.dentária. Sem cáries,
caries, a dentição
dentigao apre- integrantes da Comissão
apre- integrantes Comissao Brasil-Ve-
Brasil-Vc-
deia tototoobi depoimento de 69 responsáveis pelo massacre, caso fi- geral da Venezuela, na presença presenga de tidade de antimônio
de tidade antimdnio nos fr agmen-
agmen- sentasenta um desgaste que, segundo Reis, nezuela Demarcadora de Limites,
Reis, nezuela Limites,*
sobreviventes, disse que uma índia que confirmado que ocorreu em Junqueira, que, ao lado do ministro ministro tostos de chumbo. A munição
munigao tem teorteor eé típico
tipico de povos primitivos que tinha encontro
"Se usam que queque previsto para
confirmou que a trouxa de folhas território venezuelano. da Justiça,
Justi?a, Maurício
Mauricio Corrêa,
Correa, foifoi de antimonio entre 1,5% e 3%.
de antimônio usam os dentes para partir comida, novembro. Segundo o Itamarati, o
comida, novembro.
encontrada num tapiri (acampa- Alegrett, Escovar e o procura- uma das autoridades a visitar a ma- ma- encontrarmos
encontrarmos até ate um pouco menosmenos sem sem a ajuda de objetos como garfo e fato fato de o encontro ter ocorrido si-
mento) continha cinzas de um iano- dor-geral da República, Aristides loca Haximu sem saber que ela fica fica dodo que isso nos fragmentos, pode- faca. 0O sexo foi definido pelos exa- multaneamente ao vazamento do
exa- multaneamente
pode- faca.
mâmi morto por garimpeiros. Junqueira, tomaram conhecimento em território territorio venezuelano.
venezuelano. sese até ate admitir que os garimpeiros mes do crânio
cranio e da bacia.
bacia. relatorio relatório da PF foi coincidência.
coincidencia.
garimpeiros mes

"Você
escapou agora, masesta
está na nossa lista"
list a"
ja

¦ Raposa Serra do Sol — Fotos de Gllberto Alves
¦ Disputa pelas
ir| *.• T ii ¦11 Mir*
terras opõe índios
e fazendeiros
APOSA SERRA DO SOL
p
Xv (RR) — A demarcação da

área contínua Raposa Serra do t <
MMH
Sol, com 1,7 milhão de hectares,
ao norte de Roraima, onde vivem '•
10 mil macuxis, uapichanas e in-
\ WF: H|HH m
garicos juntos com 2 mil morado-
res brancos, incluindo 370 fazen- ¦I
deiros, pode representar um
verdadeiro barril de pólvora, con- "m:
-4®pf r fr r>
forme admitem os dois lados em j. |l||| j i%;
disputa.
Assustados com a morte de ia-
nomàmis por garimpeiros e con-
vivendo com um contingente de 7
mil homens minerando ouro e
diamante nas encostas das serras,
os índios decidiram pressionar o "fazendeiros
governo para apressar a demarca- A boiada de Jair
Aboiadade Jan¦ Alves dos Reis
Rets èe um símbolo da ocupação
umsimbolo ocupatfo das terras indígenas pelos jazendeiros e que preapiwuobloqueio das
teiraslndigenas aa estrada pelo acampamento das índiasindias macuxis
"A
çào da reserva. morte de nos- homologada a demarcação de mesmo "cheiro
sos parentes ianomâmis compro- população de Vila Uiramutá, on- de pólvora no ar". Com 15 mil cabeças de gado, Jair que a violência não parte dos ín-
de moram mil brancos, revoltados suas terras. Um dos cinco índios Se a reserva for demarcada como Alves diz que só não é mais rico dios. Lembra que nos últimos cin-
va que estamos cercados pelo
com o bloqueio da estrada. Só a aprisionados pelos moradores de reivindicam os índios, o fazendei- porque um terço de seu rebanho co anos foram assassinados seis
perigo de massacres", afirmou ao muito custo e com tiros dispara- Uiramutá, Mariano Pereira da ro "Eles
JORNAL DO BRASIL o tu- garante que vai haver conflito. foi roubado pelos índios. macuxis
dos para o ar, a Polícia Federal Silva, 51 anos, diz ter ouvido "E dos por garimpeiros ou a
chaua macuxi Waldir Tobias, 35 grandes", avisa, lembran- roubam o gado pra comer e ven- mando de fazendeiros. Devido à
conseguiu resgatar os índios das ameaças deste tipo: "Você
anos. esca- do que emprega atualmente 105 der", sustenta.
mãos de cerca de 300 pessoas de pou agora, mas já está na nossa O macuxi Euclides Pereira, lí- poluição, os rios Cotingo e Quino
O primeiro ato para pressionar Uiramutá, conforme revelaram lista", reproduziu, em bom portu- peões. já deixaram de ser fonte de ali-
o governo, o fechamento da estra- der da Coordenação Indígena de
moradores da Vila. Na Estrada do Mutum (ramal mentos por causa da alta mortan-
da que conduz aos garimpos da gllès. Roraima, rechaça a acusação:
Os macuxis denunciam que fa- Do outro lado, o maior fazen- da BR-174), que leva aos garim- "Temos 20 mil cabeças de dade de peixes. Pereira denuncia
região, quase termina em tragédia gado
zendeiros e garimpeiros têm uma deiro de Raposa Serra do Sol, Jair pos de ouro e diamante, os peões fruto do nosso trabalho e precisa- que os garimpeiros estariam ago-
no domingo passado. Cinco ma- lista negra com nomes de índios Alves dos Reis. cujo pai chegou à de Jair conduzem grandes mana- ra prostituindo as primeiras ín-
mos de nossas terras de volta para
cuxis quase foram linchados pela marcados para morrer caso seja região em 1923, confirma que há das impecavelmente armados. aumentar o rebanho". Ele garante dias da reserva. (Orlando Farias)
JORNAI.DO ISRASII
BRASIL terça-feira, 31/8/93 • 9
Fotos
FolosdoArquivo
do Arquivo
Marinha '' '' ^
*
apresa navio
©SflTM^^
Vciieziiclaiio
venezuelano
BELÉM — A corveta Pimtini, ^:' ^
do 4o Distrito Naval] sediado em
Belém, apresou o navio Mar:ar-
llwi. de bandeira venezuelana, ¦tc^-i se
que estava pescando ilegalmente
a 12 milhas da costa do Amapá.
A embarcação foi escoltada até o
porto desta capital e seus 11 tri-
pulantes foram indiciados pela
Polícia Federal e mantidos em
regime carcerário dentro do pró-
prio navio. Eles têm três dias
para deixar o Brasil, ou serão
expulsos, sob a acusação de in-
gressar clandestinamente em ter-
ritório brasileiro.
A bordo do Mmzartlon foram
encontradas 3,8 toneladas de
pescado capturado em águas
brasileiras, que foram entregues
pela Marinha a diversas institui-
çôes de atendimento a menores
rua.
de rua. Cristine Cristinè e David, presos e condenados como seqüestradores
seqiiestradores de Diniz
Dirüz, vão ser extraditados panu^anaaa niissSo de 50% para saldar a di'vi- P1'" mtois,ro d<> Supremo Tribunal
da de 200 mil dolares do estado Federal, Carlos Mario Velloso.

Secretário
Selmllirio
Extradição
Extradi^ao de casal canadense
canadense ESS
mB':-
repete suas
suas _ . . ,
, , 'envergonhado' t , £ig£&d0*'$to
deixa delegado envergonhado' pl^fcr ls
ameacas
ameaças ¦PPMH
"Ela me
- "Bandido
-Bandido n f • i p i 1 , , . , inicio de 92. disse que lllll
PORTO alegre —
porto ALEGRE ¦ Policial paulista acha que aecreto-legislativo cnou obras da hi-
aqui em Minas nao não ée tratado aa precedente Ss«bemPreitado ' '\
fqui sAo paulo- 0 delegado Nel- Lei das Executes Penais, que ca; e uma terceira, complicada. draPar e Pediu minha '"terferen- ¦¦P^*
^ \M
pao-cie-io, ée tratado a bala
pào-de-ló, mia mes-mes- son Siiveira Guimaraes, diretor da obriga o estrangeiro preso no envolvendo um piano para preiu- cia para receber os creditos, como
mo."
mo. Essa eé uma das afirmações afirma?oes j fpygMB
Divisao de Homicidios da policia Brasil a cumprir intcgralmente a dicar a Candidatura do petista de fato fiz. Em junho de 92, ela HmJP ,* ^Pj|
polêmicas
poiemicas feitas
leitas ontem pelo se-
se- |J|i
paulista e negociador da rendi?ao pena e so depois ser expulso do Luis Inacio Lula da Silva me procurou de novo dizendo que ¦»
cretário de Segurança de Minas
Gerais,
uuais
Gerais° deputado
utpmauo
depiuadoTo^e José
josl Rezende,
Kezenae,
Rczende*
sequestrou o em- pais. 0 delegado fez um apelo pa- Sobre esta versao ainda nao se i™ colaborar com a minha cam- «¦
jM| Jg
presario Abiho Dmiz, cm dezembro ra que o procurador-geral da Re- consesni.i mmnrnvnr « «,«np}to panha e mandei ela acertar com MM
em entrevista telefônica
telefonica àa Rádio Radio de 1989, reagiu ontem, indignado, a
Guucha. de Porto Alegre. "Aqui,
Gaúcha, Aqui, publica, Aristides Junqueira, ana- vantada Deh e^secretari'i dn aW minha assessoria- E ai que apare- 4
va?3o lo c do acor. [ise as contradigoes legais para 0 cheque depositado na conta JF®?
marginais e direitos humanos ce
do que permitira a extradiijao do impedir que o casal deixe o Brasil do publicitario Mauro Cid Nunes l'
não têm vez porque o pessoal "Se fl
casal canadense Christine Gwen sem cumprir a pena: essa de- da Cunha, no valor de Cr$ 62,1 M fc
dos
SI direitos
dJteumlS humanos IS1 é unilate- ;
Lamont e David Robert Spencer, cisao for irreversivel e como mar- agendado disse o senador.
nl
ral, só se preocupa com bandidos dois encontros entre milhfies",
ée'seus
seus familiares,
familiares! nunca nunca'com com oo ^ emPresdrio Alcides Diniz, irmao de Segundo ele, os cheques que a JM
gociaiam a honra e a digmdade do
Srairilh^^diSXeK abrir um precedente
aE DJSte'^"16' Abilio, 20 dias antes do sequestra, empresaria diz ter depositado em
otitro lado."
lado." JM1 ;f§,
Na entrevista, pais. O sequestra e um crime he- A embaixada do Canada ja esta com um homem chamado David sua conta no Banco Rural nao MmBf
entrevista Rezende desta- desta- Bn,S1' men? para "Eu
cou que "a impunidade
impunS?auSa aumenta Prov'denc'ando passaportes e ou- Spencer, de fisionomia muito pare- te nao tinha conta nes- JMgg t*
a 7
k&)n eles v'r aqm tros documentos necessanos pa- existem.
aa^ violência;
\o\L\! o povo reS reclama de de ^ cfda ^ a do canadense. banco, assim como tambem a MM 1
seourana , referindo-se
Segurança",
seguran^a rcierinao
referindo-se^ao *T ° ° ^ ^ .q"e° Caf'seja levado Para seu numero 271635, do Banco ¦¦V I
se ao mas-
mas
mas- .' canard
Sandra visitou Uavid David na leni- Peni NiSfonnl
conta
sacre ocorrido ontem gate e ficar tranquilos porque, se pais. David Spencer devera levar Hp Rm«1w n3n^ mi. IHV
ontem^na na favela
favela forem presos. serao extraditados." a duvida sobre tenc'ana do Estado junto com nha"
de Vigário junto o motivo do • afirmou o senador * HIf
Vigano Geral, no Rio de Ja- Ja- Siiveira Quimaraes, que chefiou senador Eduardo Suplicy no dia 22 1 ,
sequestro de Abilio Diniz, que lejas por Irene ^HF I
neiro. a Delegacia A nti-Seq uestro e. embora o tenha achado de seme- "cwi3 ¦¦T |
j . ... tem pelo menos tres versoes: a de
Aa.vantagem
„ dos bandidos em em crime comum — aceita pelajusti- lhanga "extraordinaria"
(DE AS) da policia paulista, lem- ao homem ¦ nnlitirns Hp Mitn HSr ' 1
relação aos policiais em termos era,0S brou que o decrelo-legislalivo
H?S°.r„illC" Sa puulista; a de «m sequoslro que alendeu na ASD. licou na dii- W
de armamento, como reclamou aprovado pel° Congresso viola a . executado com finalidade politi-
Rezende, se confirmou confirrtlurom0" com a vida quanto a altura. com a candidatura do senador ao Ja"m' Campos: (lemmaaclo
apreensão
apreensao com seqüestradoresseqiiestradores 1« "Myl"Tfc • '
r
em
™ Minas Gerais Qerais do fuzil mais
mais fjOYernO CXPllCa ", MF l»rU|>0 Cl'iai'a n
moderno do exércitoono norte-ame-
ricano. o RI5.
So?M?r| Domingo sangrento
f 0/ara .Mais2mortos
Ao lembrar que fez carreira
sob*© mensalidades
policial e que foi eleito por poli-
ciais e ruralistas, Rezende disse disse BRASILIA — O
BRASÍLIA 0 governo divul- divul- Ias
las aos professores, também tambem repas-repas- O iMOrClCStC dTl briffa d£ daS
csljl
"cuja
"cuia h^'h ° ^vh^'"n dejulho, quail-
que houve centenas de reações
reagoes gou nota oficial, através
atraves do minis- minis- sado às as mensalidades, n„AC;riA nm t-^i ^ ,?¦ -
positivas em todo o país quanto tério da Educação, explicando que ocorrência
0OT™»se«™<'^difere„.
se dá em datas diferen- balho integrado por tecnicos dos
ás suas declarações da semana
nawidn
a Medida
Medlda Provisória
Provisona 344 define define ciadas, confomie
ctadas, conforme acordo, conven- eonven- minlstenos do Planejamento, da D ECIFE — Mais duas Ihodo palriarca Luiz Novnes.
passada, cftmn':denes«ni(frtRin
como de pessoas do Rio apenas o0 reajuste
"pe°"S ¦**<¦» das mensalidades
<"-***. " » e * Mmte Regional S^S^SSmSX
de Janeiro, revolladas
revoltadas por. ção
^ ou dissídio".
dissidio". 0 ***»»> <*«*•
por serem escolares de acordo com a variação
prisioneimsem
prisioneiras em suas pr?priasca- ca- Isto significa
^ que, dependendo da
* —««f ™'«|
próprias l" ue
tlS tit ppfr,,7 . |."»
sas. "Seqüestrador
"Sequestrador aqui não
nao tem tem ^bdTee
do
d0 índice ^onlTde pZTZ
lndice Nacional
^acional Preços
Frecos ao ao data f
% do reajuste Hde professores, as as , f"' .m Nr.vqp(, nri roteios como os de domingo,
Consumidor (INPC) para o mês mes dede dias\ Pr0P ,0StaA de cna<j)ao boa dos soldados
vez não.nao Quando a gente vai vai mensalidades de algumas escolas escolas T ,do EffleS Pois Parte
prender, nós nos jája vamos dispostos
dispostos agosto. Assim, não nao entra no nocalculo
cálculo prehcisa viSiar.a cadeia publica,
podem ser menores ou maiores do do tort°^ &L SXSTdo Novaes, de 25 anos, irmao do
a qualquer reação,reagao, a matar mes- mes- o percentual referente aos aumen- aumen- sob amea?a de invasa0 desde
que apontam os cálculos calculos feitos com com Nordeste 0 grupo sera coordenado deputado estadual Vital No-
mo." tos salariais
salanais concedidos
concedldos pelas Pelas esco-
esco" base na MP. MP. pelo Minister! do Planejamento. vaes (PL), foi mono a tiros na dos
^ dois ^aiKluSsTvf
clas, acusadas de va-
praga principal, as 23h de do-
=!= mingo, por homens que esta- nos crimes.
Ex-gerente
preso
preso Professor mantem mantém Matricídio
Matricidio I™ Si
passeata
passeata
0 ex-gerente do Banco Bance- Bance- A engenheira centra de Floresta, durante xandre ja decretou pnsoes pre-
A tentativa da Secretaria
Secrctam de Se- Se corredor de hospitais
hosDitais importante
imoortante ee quimica Wu Soin
química Soin »»
sa João Joao Alceu Borges Tigrinho, Tignnho, Wan,
Wan' de 23 anos,
anos' matou,
matou' a clual foi morta a estudante "entlvas.de,SC1S, Novaes e 12
gurança Pública de São Paulo de a paralisação
paralisacaoUu causaa incontáveis
SSeis golpes
g°'pes 0
de 34 anos, anotu acusado de desviar desviar de marreta e facadas, sua mãe, mae, a Evanir Cleonice da Silva, de 16 Ferraz inclumdo a ex-verea-
?Ll
IJSS
USS 1,8 1.8 milhão
milhao em depósitos
depos.tos que evitar
fS Sova nova manifestação
manifttacao dos pro- oro problemas" disse.
problemas", disse FeS Felício arau-
argu- dora Grac.nha Ferraz. ma-
que mentou que chinesa naturalizada brasileira, Wu
Wu a"os. A jovem nao tinha pa-
deveriam
devenam ser feitos para o INSS, INSS, fessores
feSsores estaduais
elmduds em em^Se greve Z na pró-
S 6~
pro que'oo local
local da maniresta
aa manifesta-
manifest"- rentesco triarca do cla, que esta loram-
Roa Chin
^nm Jun,j un, deae 61o i anos. Ou crime
crime | com
UI as familias. .
fni preso
foi nrpsn nonn sábado
s-'iInHn àm noite
nniip npin xima quinta-feira na Avenida Avemda Pau- ?ao foi escolhido em assembléia
ção assembleia ee onmM
pela lista fracassou. Em reunião reuniao ele não
nao teria como mudar. Te- Te- aconteceu, em Belo Horizonte, no no 0 secretario de Seguranga
Policia
Polícia Federal
Federal, auan'do chegava
cliea iv'i com o que
que das duas hmiliis' a Pnnl'irh
quando mer nãonao descartou a hipótese hipotese de início
micl° da manhã
manha de ontem, no bair- bail- de Pernambuco, Eduardo Cos-
án suaciin r'icn
casa. no h iirm de
nn bairro cLtn
Hp Santa presidente da Associação
Associagao dos Pro- de
aPreendeu 3 mil balas, 16 qui-
fessores do Ensino Oficial do Esta- editar um ato proibindo passeatas
Esta- editar passeatas ro
r0 de classe média media São Sao Pedro, na na ta, enviou para a cidade novo
brelieidaae,
r a a em Curitiba.
Felicidade, r vL Tigri-
Luritiba. tIign- los de Polvora- um silenciador
do,
d0i Roberto Felício,
Felicio, o secretário
secretario na na Paulista. Ontem, a avenida ama- ama- Zona Sul. Após
Apos o assassinato, Wu Wu re forgo de 10 agentes civis,
nho
n to teve prisão
prisao preventiva decre- decre- Michel Temer fez um apelo para nheceu coberta de faixas lembran-
lembran- Soin tomou veneno e tentou cortar delegado regio- Para metralhadora Uzi (israe-
para nheceu cortar chefiados pelo
tada pela Justiça
(ada Justiga Federai
Federal no sá- sa- a fosse transferida do dá
da acesso 19 importan-
importan- os mas foi detida por um de Arcoverde, Arthur Pra- 'ense)e 19 fuzis e revolveres de
qUe | passeata "A
que pa- do que
pa- para pulsos, um na'
bado e foi pego de surpresa. surpresa. ra outro lugar. avenida ée um um tes tes hospitais.
hospitais. Eles se aos 100 diferentes calibres.
ex-namorado e está esta fora de perigo.
perigo. xedes- juntam

Prefeitura Municipal de Rio Verde de Mato Grosso


Grosso Prefeitura Municipal de Brasilandia
>JH[ AVISO DE LICITAÇÃO LICITAQAO AVISO DE LICITACAO
"V ¦Jm\ EDITAL
ED,TAL DE CONCORRÊNCIA
CONCORRgNCIA INTERNACIONAL N° ClCI 01/93 01 /93 — PMRV PMRV EDITAL DE CONCORRlNCIA INTERNACIONAL N= CI 01 /93 - PMBR
. República
Republics Federativa do Brasil Brasii Bepublicn Federativa do Brasil
w vv- n Ministério
Ministerio do Bem-Estar Social Social Ministdrio do Bam-Estar Social
« y Secretaria de Saneamento
Saneamento Secretaria de Saneamento
' Programa de Ação Aq3o Social em Saneamento — PROSEGE PROSEGE Programa de A?3o Social em Saneamento— PROSEGE
^ Estado do Mato Grosso do Sul Sul Estado do Mato Grosso do Sul
S Município
Municiplo de Rio Verde de Mato Grosso Grosso Municipio de BrasilSndia
""de • G Agente promotor: Prefeitura Municipal de Rio Verde de Mato Grosso Grosso Agente promotor Prefeitura Municipal de Brasil&ndia
A Profeiturn Municipal de Rio "l0 Verde
Verd0 de Mato
Mn,° Grosso
0«wo-PMlW.— PMRV. tornalomn público
publico que às
Ss 09:00 horas
horns do dia 28
28 A Prefeitura Municipal do Brosilflndio • PMBR lorna publico H as 09 00 hor.^ do dn ?G ri,. .„h,„
do outubro de 1993, na Rua Barão dod°„RiC; Rio Branco, 150 —"h8? Sala £de Reuniões do
Presidente da Comissão de Licitação rocoberá osB,n;C°-
P^S^°dfcZ^lRM°,,BOr-3° documentos de T14"4
habilitação e
d° Paço
proposta
P"C0 Municipal,
para
MuniCipal' o
execução de
1"3- na Rua ElvimMancini. 530 ¦ Sale do Rcunls do Pa'o Municipal o fte'demo da ConrlsSo do
obras de Sistema do Esgoto Sanitário, de implontação de 10.857 metros de tubulação de rede coletora e
emissários. 556 unidades ligações domiciliares e estação de tratamento, conforme discriminação a seguir.
NO 7 DE WLIU SETEMBRO IUI*V> DE (IMA PARADA 1.1 Extensão de rede: 10 857 metros (inclui todos os°S diâmetros, ES££S£HHSS£S£fra
exceto ligações donll';iHa"'5) ^1-E«ons8oderodo:11.205mo..os(in^gsosdiameti?8.oxcpiolloap6oSc,l,o,os)
Ml mrvnun 1-2 —I Ligações
|z domiciliares: 556 unidades. ^°S di8me"°S' eX<!e'° 'iflat69S domiciliares)
UgI^lm1»8|MTnldodl'Ui
1.3 — Tipo de Tratamento
Tratamonio Adotado: a executar lagoas de estabilização: domicllwres. 549 unldades
iNO
lVy 1MAR Mil V I111HF ANPlPA IV I l\f| vo'ume de 3.312 m cadaAdotado:a
com volume estabilizagao: 02 unidades
e 01 unidade lagoa facultativa com volume de 5.772mJ. unidados lagoas
5.772mJ.
logoas anaeróbias
anaerobias '-|Ba?°es
3 * ''P°de "e3.312
'ratamento adoiado: a executar lagoas de estabilizacao: 02 unidados lagoas anaerobiascom
zs i Pnriwin participar
Poderão n irtinnar deste
Hacto mrtnm iv.
certame licitatório u 11
emprosas brasileiras e estrangeiras que volume sejam originárias dos m1 cada o 01 unidade iagoa facuitativa^com volume de 5 772 m3 "
Grande promoção de 3 a 7 de setembro.
setembro. países membros do Banco Interamericano de Desenvolvimento — BID f
promocao As obras objeto deste Edital correrão à conta dos recursos do Programa de Ação Social em Saneamento - |Bi
• ümam passeio de saueiro saveiro pela Ilha PROSEGE. do Ministério do Bem-Estar Social — MBES. o qual 6 parcialmente financiado com recursos do
llha Grande. contrato de empréstimo 622/OC-BR. celebrado entre o Banco Interamericano de Desenvolvimento —
'• Diária
Diciria m em apanage
apartamento de luxo luxocom
com café
cafe da
da manhã e o Governo do Brasil, recursos
Prefeitura Municipal de Rio JT=?P do Orçamento Geral da União e contrapartida financeira correspondenteBID da
T ccaa seguinte programação
programaqao incluída:
mcluida: dezembro R,° Verde
Ve'de de Mato
Mm° Grosso,
G,0SS0 conforme
COn'°'me lei
101 orçamentária
°"?amentar,a n"n» 503/92
503 92. de 08 de de Prefeitura Municipal de Brasilandia. conforme lei orcamemSria n 779,92, de 17 drdezembro
^ • Soxtci'
Sexta: ivclcornc SSj do 1992. dei992.
uxlcome drink
drink \ compl?® do Edí' ' 1 ' sor «nm.nndn e adquirida,
Sábado: feijoada nnjü.000.00 (Cinqüenta Mil Cruzeiros P°der.i na Prefeitura Municipal de mediante
nifnSn",y o
Rio Verde depagamento
de CRS
Domingo: co/ido \~
. Divisão de Licitação, a partir da primeiraReais), publicacão deste aviso, no horário comercial,
Mato Grosso —
até 10 (dez) dias
• Segunda: anteriores ao da apresentação dos documentos e proposta dos documentos eproposta
r Scgunda: almoço
almo^o italiano \\ apresentacao
Terça: frutos do mar
• Tcrqa: '— Júlio César Alves Pires
. .
• As primeiras Presidente
ProsJmtda^omfssSo^^UM
da Comissão de Licitação Presented'c'b<,',0-dedST, -
pnmeiras resemas
mscwas terão terao direito a um passeio de trem pela Mata Atlântica.
Atlantica. Prefeitura
Prefer,a Municipal de Rio r,q Verde
ve.de de Mato GrossoGrosso Sw MuntaTpfdo B^sSSo
>] HOTEL

fflillllilll Porque, quando,


quando JORNAL DO BRASIL
jornal
Viaopm
T n
Reservas: (021) 512-3133. Ou
On consulte seu Agente de Viagens
Viagens. -
8 como
COmO e6 onde
ODCi® !f«
ir. ¦ I I I
10 • terça-feira, 31/8/93

PIGUEIREDO — Diretor de Redação


WILSON FIGUEIREDO Rtdafio IQUE
JORNAL DO BRASIL
Fundado em 1801
DACIO MALTA — Editor
M. F. DO NASCIMENTO BRITO — rreddeue do Cotueilu
MERVAL PEREIRA — Editor Executito
Executivo ~—
MANOEL riuu^viaw phi
iTinnvciu FRANCISCO ¦ v» — i/irripr
BRITO rrcwumir
Diretor PretidetUe j pi1s^''
ALVES—— Diretor
ROSENTAL CALMON ALVES Diretor ORIVALPO PERIN -— Secretário
ORIVALPO SecretAriodtde Hedfio
Redafio M1
* ' ' ;i— I'

BotlllAO /la Cnnmm 8 0 ^^ ^


Banhos de Sangue

1987, o Le Monde, com o subtítulo de guerra civil, porque a população, órfã de segu-
Em"Justiça muito lenta, rança, procura proteger-se por conta própria.
polícia corrupta",
publicou reportagem afirmando que o lincha- Não está longe o momento em que metade da
"esporte
mento é o da moda no Brasil". Passa- população estará armada contra a outra metade,
ram-se seis anos, sem que, no front da violência sob as vistas de uma polícia impotente, voltada
"esportes
pública, autoridades brasileiras tenham toma- para seus da moda".
do qualquer providência para garantir a ordem O modelo policial brasileiro abriu falência.
pública. Hoje, o Le Monde, ou qualquer outro A PM é treinada para matar suspeitos, não
jornal de influência internacional, pode dizer
"esporte para prender ou ferir em legítima defesa. A
que o da moda" foi superado por violência praticada pelos policiais é, mais do
outro esporte, o massacre.
que exemplo de impunidade, prova do poder
Notícias não faltam, e cada vez mais gra- paralelo que a PM exerce à margem do Estado.
ves, para excitar a opinião pública internacio- Ela continua a ser considerada, pela Constitui-
nal: Carandiru, Candelária, ianomâmis, Vigá- ção, força auxiliar do Exército, embora não se
rio Geral. Sucedem-se as matanças, sempre submeta mais ao seu comando. Cevada na
com muita^ violência e desfaçatez. Os nomes- impunidade, não se submete a mais nada.
símbolos têm algo em comum: os assassinos
Maus exemplos de indisciplina, corrupção,
atacam com a mesma certeza de impunidade,
abuso de poder e convivência promíscua com o
como se soubessem que por trás deles existe
crime, segundo uma ótica policial, alastram-se
uma espécie de "justiça paralela" suficiente-
mente forte para garanti-los, não importa o quanto mais são encolhidos os soldos e salá- AniUIAA ¦ vaWAHM
rios. Mas o problema não é só dinheiro. O
tamanho da reação suscitada nos meios oficiais
câncer se origina na má formação de policiais ¦A
—^ OPINIÃO DOS LEITORES
ou a indignação pública. randiru, Candelária e Hoximu fo:
civis e militares, enraíza-se na falta de recursos, Em defesa de Petrópolis
Petropolis
O tráfico de droga é hoje o motor da e vira metástese porque a própria sociedade ram uma lição de abismo, um.
criminalidade no eixo Rio—São Paulo. O cri- contribui para que a corrupção e os desmandos Temos assistido, nos últimos
ultimos meses, intenso debate entre a mergulho na dualidade perversa de
me organizado tem estrutura, caixa, relações sociedade e os poderes constituídos
constituidos do município
municipio a respeito (...) um país que consegue ser, ao mesmo
se alastrem.
internacionais e conexões com o narcotráfico. da nova lei de uso, parcelamento e ocupação ocupagao do solo, cujo tempo, uma das dez maiores econo-
A PM fluminense expulsa 200 soldados por projeto foi remetido pelo prefeito àa Câmara Camara Municipal, depois mias industrializadas e um dos dez;
O crime sobrevive e cresce até mesmo dentro ano. A PM paulista reconhece que 10% de seus de elaborado pelos órgãos
orgaos técnicos
tecnicos da prefeitura. piores perfis de distribuição de renda
dos presídios. "marginais
efetivos viram mesmo". A PM de Representada por diversas entidades, a comunidade de Pe- Pe¬ do mundo. Lúcia Passos Corrêa Li-'
A chacina de Vigário Geral, sucedendo-se à Alagoas está sob intervenção. Tanta indiscipli- trópolis
tropolis reclama por não nao ter sido ouvida na elaboração elaboragao do ma — Rio de Janeiro.
eliminação de quatro PMs, como vingança, na é que cria focos de intranqüilidade, agrava- projeto, acrescentando que a lei, do modo que foi feita, libera de
contém elementos de barbarismo que, por falta dos pela insubordinação, grevismo, confrontos, tal forma a possibilidade de novas construções
construpoes que destruirá Ianomâmis
destruira o
de relação legítima entre uma a outra, relembra corrupção e falta de autoridade. Num momen- patrimonio histórico,
patrimônio historico, artístico
artistico e cultural (...) da cidade imperial. Quero externar minha indigna- '
expedições punitivas dos tempos do nazismo. to como o de agora, só a reafirmação da Embora entendendo que o município municipio deve procurar seus ção com a tragédia dos Ianomâmis.;
Por quatro policiais assassinados, foram mor- autoridade recolocará a polícia nos eixos, cor- caminhos para o desenvolvimento urbano, a busca desses objeti- No dia 17 de agosto, na véspera da
tos aleatoriamente 22 moradores da favela. Em tando pela raiz a onda de desmandos que ela vos deve passar necessariamente pela oitiva da sociedade. (...) divulgação pela imprensa deste ge-
Lídice não se fazia melhor. O primeiro dos nocídio, o Partido Verde realizou
própria desencadeou. Deve ter sido esse o motivo que levou o legislador municipal a
um grande debate em torno da ques-
episódios não foi bem apurado, já que havia estabelecer mecanismos de participação
participagao popular quando elabo-
Ou se age com autoridade de uma vez por tão, através do impressionante tra-
suspeita de mineira (coleta de dinheiro pela rou a Lei Orgânica
Organica do Município.
Municipio.
todas, ou a violência arbitrária continuará a ser balho apresentado pela pesquisado-
polícia para permitir ação de traficantes), e já o incorporada pelo Estado como elemento consti- Mas o progresso deve passar também tambera pelo conhecimento
conheciraento ra alemã, Christina Haverkamp, que
segundo, pela dimensão do crime, abafa-o, lan- das atuais características
caracteristicas do território
territorio do município,
municipio, discutindo-
tutivo de sua proteção. O fenômeno, consolidado através de slides denunciou a dura
çando cortina de fumaça a respeito das causas se a realidade dos equipamentos básicos basicos existentes a nível
nivel de realidade enfrentada pelos Ianomâ-
nos períodos ditatoriais (ninguém ignora a vio-
do mais novo "esporte da moda" policial. serviços.
servigos. (...) Não
Nao contamos com um levantamento aerofotogra- mis. As crianças apresentam um
lência legitimada pelo Estado Novo e os gover- métrico
metrico recente do solo do município,
municipio, não nao temos sistema de
E um episódio tão grave, somado aos epi- nos militares), confunde-se com a história recente coleta e tratamento de esgotos e não quadro trágico de doenças e subnu-
sódios anteriores, da Candelária e de Carandi- nao temos um estudo do trição, bem parecido com o das
do Brasil, de forma a caracterizar a polícia como impacto resultante do adensamento proposto pelo projeto de lei
ru, que a sociedade teme que a Polícia Militar instrumento de violência em defesa do Estado. crianças da Somália.
que se encontra na Câmara
Camara Municipal. Nós, do Partido Verde, estamos
escapou ao controle dos governos estaduais. Os Este desvio gera e amplia distorções.
Uma lei que não nao leva em conta essas circunstâncias
circunstancias deixará
deixara denunciando esta questão há bas-
policiais que invadiram a favela de Vigário E tão grande a suspeita de corrupção envol- seqüelas
seqiielas irreversíveis,
irreversiveis, constituindo-se em verdadeira malversa-
Geral e mataram indiscriminadamente traba- tante tempo e continuaremos nesta
vendo as polícias que chega a surpreender que gao do interesse público,
ção publico, que ficou esquecido pelos poderes luta permanente, e não somente nes-
lhadores, mulheres e crianças, com o intuito de municipais (...), em beneficio de uns poucos.
"dar alguns policiais não se corrompam e continuem a te momento trágico que abala a na-
um recado" aos traficantes que liquida-
cumprir o dever. A corrupção policial, e sua Repousa hoje na consciência
consciencia de 21 cidadãos,
cidadaos, eventualmente ção brasileira.
ram seus colegas, não são ingênuos. Eles sa-
biam exatamente o que faziam.
conseqüência mais evidente, a violência, tornam representantes do povo, a histórica
historica responsabilidade de evitar (...) Fernanda Figueiredo — Rio
as cidades ingovernáveis. As pessoas não têm a tamanha agressão.
agressao. de Janeiro.
Encapuzados, sanguinolentos, desafiaram Hpde trvrlne
quem reclamar. A última coisa que um cidadão Que reste r\r\ic
Oup rpctp pois à meditação todos rincintrtc
quantos oose intoroccotn
interessam
Professores
a autoridade de forma inequívoca. O governo deseja é chamar a polícia, pois sabe que, quando município a de nos
pelo proposta que preocupemos, exercitando
estadual declarou que os dois fatos se relacio- chega a polícia, chega também a insegurança. um direito e realizando um dever, cada qual com suas forças e Um governo que paga a seus
nam. Logo, existe confronto direto entre poli- com os instrumentos de que dispõem, em defesa de Petrópolis. professores quantias irrisórias, lan-
A explosão de violência em Vigário Geral é
ciais e a corporação a que pertencem, contra o Gelio Infante Vieira, presidente do Clube de Diretores Lojistas de çando sobre eles água, gás e pança-
a mãe de todas as contradições, porque a poli- das por reivindicarem melhores con-
governo, isto é, contra a sociedade. Em nome Petrópolis.
cia, que permite, pela ausência, o domínio dos dições de vida e de trabalho,
da sociedade, portanto, o governo deve reagir
morros, coloca-se na primeira linha ao .se de- absolutamente não os respeita; pas*
com rapidez, eliminando da polícia o cancro
sentender com as quadrilhas de narcotráfico, ajudam essa organização filantrópi- sa à juventude um péssim o exemplo
que cresce incontrolavelmente, antes que seja ao ser atacada por elas e reagir atacando a
Francês
e, sobretudo, não entendeu ainda
tarde demais. Ou o governo estadual intervém, ca. Em maio de 1991 fui designado
população no meio do caminho. A propósito da carta do dia 19/ que só através da educação é que
demite os comandos da PM e procede a uma pela diretoria da CVB, juntamente
8, de D. Lylia Eleonora Leite Gui- com outro funcionário, sairemos da situação em que se eiif
investigação profunda para localizar os grupos O governo estadual, a opinião pública, os para partici-
marães Pinheiro, reclamando da contra o país.
de extermínio, ou os grupos de extermínio setores responsáveis da sociedade estão com a "o par da reunião sobre Direito Inter-
TVE que retirou do ar excelente, nacional Humanitário das Socieda- Ainda nesta semana ouvi (humi-'
tomarão conta do governo. palavra. Poucas vezes desceu-se tão baixo em curso de francês — Francês em des Nacionais de Cruz Vermelha de lhada) de um aluno que seu pai, uni
matéria de baixos instintos. Permitir que mar- Ação — cumpre-nos esclarecer:
O desafio lançado pelos matadores deve ser Língua Portuguesa, que se realizaria lustrador de móveis, com apenas
respondido com rapidez em nome da segurança ginais, policiais corruptos, grupos de extermí- Os filmes adquiridos pela admi- em Lisboa. Na reunião coube-me
nio e traficantes assumam o poder é renunciar quatro anos de escolaridade, ganhai
pública, antes que se constate que não existe nistração anterior, sem prévio exa- apresentar matéria sobre o assunto, Cr$ 25 mil — cinco vezes o meti
mais poder algum. Investigações sobre massa- à civilização. É típico de marginais desafiar o me, continham não "cenas de ruas e onde colaboraram especialistas da vencimento.
cres mais longínquos, como Carandiru e Can- governo e a Justiça. De desafio em desafio, de monumentos de qualquer cidade CVB.
Como provar a esses alunos que
delária, deram em nada. O massacre dos iano- ganham novas posições. Mas é uma verdadeira como pano de fundo", mas grotes- (...) Desloquei-me para Lisboa
renúncia ao princípio da autoridade vale a pena queimar as pestanas po(
mâmis continua envolto em fumaça. Terá o permitir cas merchandising de produtos mui- em avião da Varig, classe econômi-
um futuro melhor?
mesmo destino o massacre de Vigário Geral? que os banhos de sangue continuem a manchar tinacionais consumidos em larga es- ca. Fiquei hospedado no Hotel
a reputação da sociedade brasileira. cala no Brasil. Amazônia, com os demais delega- Que saudades de meus velhos
Longe de garantir a ordem nas ruas, as PMs, O filme n° 35, que motivou a dos. Para as despesas recebi da CVB mestres! Invejo-lhes a respeitabilida-
com sua omissão, corrupção e envolvimento Massacre é crime contra a civilização, e não nossa decisão, ensinava francês com USS 1.000, autorizados pelo Banco de que recebiam de nós, seus alunos,
"esporte
com o crime organizado, destacam-se como ne- da moda". O próximo lance é do gover- base em anúncios comerciais veicu- Central, e no regresso prestei con tas e de toda a sociedade. Rosemaria
gação da polícia. O país, entregue aos marginais no estadual, cuja reação, enérgica, é a única lados pela TV francesa vendendo as com o tesoureiro da CVB. Os docu- Ribeiro — Rio de Janeiro.
e aos grupos de extermínio, está à beira de uma esperança de evitar novos banhos de sangue. excelências de quase uma dezena de mentos comprobatórios de tudo que
produtos, de pasta de dente a auto- declarei aqui estão arquivados na Natalidade
móveis, passando por sabonete, re- Cruz Vermelha Brasileira, com có- Toda vez que se abre discussão
frigerantes e cigarros. Só alguém pia em meu poder. Carlos Philippe sobre o controle da natalidade, mui-
muito desatento pode acreditar em Aché Assumpção — Rio de Janeiro tas opiniões acontecem. Já é hora de
Reencontro Mau gosto Ligações Perigosas acidentalidade neste momento em o governo pensar e agir decidida-,
A Seleção Brasileira se reen- O ministro Maurício Corrêa que o merchandising é uma das mais Pena capital mente no apoio de um grande Pro-i
Os fatos que estão vindo a pú- usuais modalidades de venda. A
controu com a tradição do nosso fala demais e age de menos. blico a respeito dos contratos ce- O secretário de Segurança de grama de Saúde da Mulher, que in-
futebol, na vitória de 6 a zero sobre TVE tomou a decisão de tirar os Minas demonstra ser um ferrenho clua o controle da natalidade, em.
Quanto mais dá entrevistas, me- lebrados por ex-diretores finan- filmes do ar para temporariamente defensor da
a Seleção da Bolívia. Os pernam- ceiros da Telebrás põem a holding pena capital e manda nova visão, coordenado por equipe
nos sabe explicar o que houve, fazer uma pós-produção que permi- matar os seqüestradores, mesmo
bucanos perceberam a mudança e estatal das telecomunicações em multiprofissional de saúde, permi-,
deram o apoio entusiasmado, que afinal, na aldeia ianomâmi de Ho- ta excluir os exageros. que
situação delicada. Quem acompa- não haja reação à prisão. tindo que cada mulher, após orien-,
faltou em outras ocasiões. O Brasil moxi. Custa crer que um ministro Se esse curso fosse mantido no
nha de perto a questão atribui Por mais que tal ordem pareça tação completa, decida livremente
voltou a disputar as eliminatórias da Justiça tenha tamanho descon- ar, tal como foi produzido, uma ou- sintonizar-se com
trole sobre seus comandados e o muitos dos problemas à complexa a inquietação e o pelo método anticoncepcional mais
com chances de classificação para e ao mesmo tempo falha legisla- tra D. Lylia escrevia, aí sim, com desejo da opinião adequado, devidamente fornecido
a Copa dos Estados Unidos, no andamento das investigações. pública, essa poli-
ção setorial e. em especial, aos razão, para denunciar a direção da tica homicida de violência institucio- pelos serviços de saúde pública dos
ano que vem. Sem dar satisfações exatas à opi- emissora de ter patrocinado ou sim- nalizada é também suicida. Não há
pré-requisitos para indicação de municípios.
Antes que se valorize demais a vi- niào pública, a Polícia Federal
muda a sua versão a cada dia. diretores — o que se aplica tam- plesmente fechado os olhos para como tornar seguro para seus habi- Sou a favor deste trabalho e es-
tória, é preciso que os jogadores bém às demais estatais. malandragens comerciais. D. Lylia tantes um
meditem sobre a transformação. Agora é a transferência da ques- país em que os tormentos pero que o novo ministro da Saúde
tão para terras venezuelanas. Pa-
Como não há regras claras pa- pode entender de educação mas não sociais de uma situação econômica fique sensibilizado com vários dados
Dizia Nelson Rodrigues que as vi- ra separar o interesse da função entende nada de ética nos meios de desastrosa são agravados em vez de
tórias nascem da humildade diante rece piada mal contada: erro de estatísticos e epidemiológicos, abraj
pública daquelas atividades, antes comunicação. Paulo Branco, presi- atenuados.
dos adversários. Ao entrarem em aritmética e geografia (número de çando esta proposta.
exercidas na área privada, o prin- dente da Fundação Roquete Pinto — Como explicar ao secretário, que
campo com a presunção de tricam- mortos e localização na Venezue- cípio da ética e da transparência, Além de lutarmos por uma vida
Rio de Janeiro. mais de cem presos tenham sido tru-
peões mundiais, muitas vezes os la). O país vizinho surge nas
|n- que deve nortear os negócios pú- melhor para todas as crianças, deve-
jogadores trocaram as chuteiras vestigações como a Polônia para cidados em Carandiru? E o massacre mos produzir uma saúde melhor pa-
blicos. termina a critério de pes- Cruz Vermelha
pelo salto alto. Ferida no seu orgu- os nazistas: a culpa era dos polo- soas sem credenciais. Por isso, a dos meninos da Candelária? E o ge- ra todos. (...) Mareio Vieira Muniz
lho pelas loas tecidas, em The New neses, porque lá estavam os cam- melhor forma de criar uma cultu- Por vários anos tenho empresta- nocídio dos Ianomâmis em Hoximu? — Sumidouro (RJ).
York Tintes, à sensação boliviana, pos de concentração. Até quando ra de ética e transparência, na do, como voluntário, minha colabo- O secretário de Minas deve direcio-
a Seleção calçou as sandálias da lut- a morte dos índios vai se refletir ração à Cruz Vermelha Brasileira, a nar suas ordems para a melhoria do As cartas serão selecionadas para publicação
função pública, é a punição siste- no todo ou em parte entre as que tiverem
mildade e reecontrou o gol e a ale- na imagem internacional do Bra- mática e exemplar para todos os exemplo de dezenas de milhares de sistema penitenciário e o cumpri- assinatura, nome completo e legível e endere-
gria. sil? culpados por deslizes. brasileiros que desinteressadamente mento das leis, e lembrar-se que Ca- ço que permita confirmação prévia.
1

JORNAL DO BRASIL OPINIÃO terça-feira, 31/8/93 • 11

Polícia
para quem precisa

que tinham absorvido. Algumas reivindicam, mes- vida diária dos cidadãos, este problema é hoje mais
O fazer mo, salários equivalentes aos do Exército. relevante do que a discussão aa defesa nacional. Permissão
que Tarefas como o policiamento ostensivo, a guar-
O episódio de Brasília revela, melhor do que
da do patrimônio público, o controle do trânsito
qualquer argumento, o tipo de soldado que está não exigem polícias militarizadas. Podem e devem
com a PM? sendo colocado nas ruas para proteger o cidadão. matar?
ser feitas por guardas civis, estaduais ou munici- para
O recruta é humilhado, brutalizado, animalizado
•JOSÉ MURILO DE CARVALHO ? um instrutor o obrigava a repetir: pais. A maior parte das tarefas de manutenção da ROBERTO K.ANT DE LIMA *
(literalmente,
"eu sou um animal!"). Alguém assim treinado, ordem pública também poderia ser executada por
muito que as páginas dos jornais se enchem guardas civis. Apenas casos mais graves, como uma vez um pais, em que todos eram
tratado pelo superior com essa falta de respeito, vai combate a quadrilhas armadas e controle de distúr-. Eramuito humanitários. Suas tradições políti-
Há de evidências de que algo está profundamen- tratar de que maneira o cidadão? Não haja dúvida:
, te errado com as PMs, sem que haja propostas e "elemento" desumaniza- bios violentos, poderiam exigir tropa com treino co-jurídicas, embora de há muito secularizadas,
, iniciativas satisfatórias para resolvê-lo da parte do o cidadão, para ele, será o especializado. Mas para isto bastaria uma tropa estavam profundamente embebidas em suas ori-
do, será o bandido em potencial, culpado até prova pequena, sob o controle das secretarias de seguran-
governo, dos partidos políticos, do Congresso. O contrária. Lembro-me, a propósito, de ter lido, há gens católicas, apostólicas, romanas. Assim, acre-
massacre executado pela PM de São Paulo em ça. De qualquer modo, perturbações maiores, ou ditavam todos que a sociedade era um reflexo
algum tempo, que no Japão os policiais aprendem a mesmo a simples possibilidade de sua ocorrência,
Carandiru, a intervenção federal na PM de Ala- imperfeito de uma ordem hierárquica e preexis-
fazer arranjos florais para desenvolver a delicadeza têm sido enfrentadas com o apelo ao Exército,
goas, o fuzilamento de menores de rua na Candelá- tente, ora natural, ora divina, que os conflitos
ria pela PM do Rio de Janeiro, a brutalidade sádica e a cortesia. Imagine-se a gargalhada que a menção como se deu na ECO-92. Pela Constituição, e pela
apenas serviam para ameaçar ou destruir. Por
dos instrutores da PM de Brasília poderiam servir, de tal prática provocaria entre nossos valentes prática, o Exército cumpre o papel de Guarda
militares. Nacional, e há indicações
«»««' de que, pelo isso, deviam ser: eficazes
.—r e , rapidamente extintos,
pelo menos, para convencer a todos toaos deae que nãonao sese policiais
Fu"w<"a ;TttV' *££.»» ,. r ,, .j
node mais adiar a discussão
pode publica do problema
discussao pública problema
duvidas de que, no pé
Tenho dúvidas pe em queque , i im ,¦ i menos no Rio de Janeiro, ele se prepara prepara ou pclo julgamento implacável
ou pelo implacavel dos envolvidos, ou
PMs independentemente
das PMs, inderiendeniemente de haver ou não nao re-
re- tstao as coisas, seja possível
estão possivel resolver o o ie PMs nan
AsPMsnão
ASri cada vez mais para isto. Desde que o pela pela conciliação
conciliagao das partes. Negociar para cons-
forma da Constituição este ano.
formadaConsfituigaoesteano problema com ajustes no treinamento e
e !*IWW fizesse dentro dos limites estabelecidos estabelecidos truir truir uma ordem que explicitasse os interesses intcresses
Nao há
Não ha como negar aue as PMs não
neaar que nao estão
estao pohciais. Os fortes la-
recrutamento dos policiais. la- tem t Constitui?ao — o que nem sempre
pela Constituição sempre divergentes
divergentes e os pontos de vista contrários, contrarios, ja-
ços corporativos inerentes à organização
9°i#rpcf5!^SSS tem acontecido —, não havena incon-
nao haveria incon" mais! mais! Tal procedimento, normal em outras tradi-
cumprindo o papel que lhes cabe cabc de garantir aa fSHlPSà mmnridn 0o H®.acontecido BT»
nil ar são
militar s^° um obstáculo formidável CUttlJHluO veniente nessa prática. pratica.
segurança cidadaos. Cresce o número
seguranga dos cidadãos. numero de cri- cri-
reforma da mentalidade e do Hnmlnnl
comporta- O Exército, assim como a Marinha goes, e ções, era aqui visto como sinal de fraqueza, a ser
mes, cresce a criminalidade praticada por policiais lafos Ml celeremente imputado
imputadoao Eslado, prentmciando
ao Estado, prenunciando o
mento dos «* membros. Esses laços
seus o-ho. a Aeronáutica,
Aeronautic!, poderia tambem também envoi- envol- cetamenle
SrSSSk
militares, cresce a insegurança
" °QSaSS«l^ dos dd ,d?osCi de
cidadãos de caos. Todos, afinal, deviam
dewam estar arrumados e
todas as classes sociais. Os comandantes de algu-
SdSc|a3s,e
organiza«ao de pressões
protegem a organização ptessdes ex-ex-
• I
ver-semuitomaisnoconbateaotrafico
ver-se muito mais no combate ao tráfico Todos,
ternas e criam mecanismos de autodefesa autodefesa I S«™r» de drogas, sobretudo controlando me- irremediavelmente
me- irremediavelmente subordinados
subordinates a algo que lhes
mas PMs têm-se esforçado
esforgado por ^ combater o. mal, iai
mal, dificultam o controle
eontrole externo e inter-
inter- lhor
Ihor as fronteiras. A Polícia
Policia Federal, a eraera externo, desde os tempos em que eram
i j maus
expulsando policiais, selecionando melhor os
que
no.
no- O0 problema não
nao é
® a do ' flMmranna cabe a tem longínqua colônia
colonia de metrópole
r^rnUafm.p Prob,ema pessoa
Pessoa poli-
Poli~ quem tarefa, não
nao gente e longinqua metropole distante, onde
recrutas. "resolvamque ^
São medidas podem atenuar o mal, ciai.
ciaL Ele EleA é6 um brasileiro
bras.ileir0 como
cofmo qualquer
<lual^er do Cidadjfo. equipamento suficientes para executá- executa- sese faziam as leis pela vontade de iluminados
nTo creio que o resolvam, ^ncSlfe
não inclusive porque policial
polS outro. A máquina é que o faz como é e
-expulso eé bandido em lo adequadamente. Maior controle da desconhecidos, que sabiam sempre o que era
potencial. Pergunto-me
Pereunto-n,e se oo lhe dá a imagem negaS negativa que tem. desconhetidos
mal não estaria na própria estrutura "tarrfaHIS
das PMs, que produção e do tráfico reduziria os pro- melhor — especialmente para eles.
que fazer? No Amazonas, adotou-se a solução
O0«»faz"?NoAmalas,adotou-seasolu?io blemas no lado da distribuição e do consumo urba-
blemasnoladodadistribuitloedeeonsumourta- para todos
melhorParalodos~"Wg!"* W5fr.
aT
as oTmria"[LnZaT,rSU
'' tornaria inadequadas
1 1 P'
para a tarefa <1
que lhes
r radical de dissolver a PM; em Alagoas, houve houve nos, maiores fontes de violência violencia e de corrupçãocorrupgao Neste pais, o tratamento previsto explicita-
Neste país,
'
cabe.
intervenção do Exército. Essas medidas seriam de P°n'" nos
policial "! grandes centros. mente »ara 05 desordeiros era
os deSOrdeirOS « não *> matar, não *>
década de 30, as PMs passaram a ser
A partir da decada ser difícil adoção nos grandes estados. A intervenção •
Do ponto de vista institucional,, a proteção , - dos «¦* para
eonsideradas forta
consideradas força auxiliar e reserva
resem do Exército.
Exereito. Exercito despertaria
do Exército desperlaria reaçãoreasao forte e teria efeito
efeito t0^Ul^a^• torturar, na0
não seviciar
sevKlar e, sim,
e's,m' proteger,
!Soteger' )ulgar
julgar e,
e.
Durante os governos militares, elas foram postas direitos civis depende de uma polícia e de uma Acontece o
0 sistema
postas duvidoso, pois poderia reforçar reforpar a militarização.
militariza?ao. A A se necessário,
necessario, prender. que
i sob o0 comando do Exército,
Exercito, atuaram ao lado das das extingao pura e simples, sem cuidadoso planeja- justiça democráticas eA eficientes. Polícia e justiça ; se
— COmo, aliás,
Forças
Forpas Armadas na repressão
extinção planeja- democráticas e eficientes são obrigações do gover- " judicial _ como, alias, ocorria ali com todas as
politica, absorveram
repressao política, absorveram mento das alternativas para a proteção protepao civil, seria
sena „®mo0C.rfrWs
no
no,ee direito
dlreitI do ^ cidadão. Pobreza
do,cldadao' Po.brP e® miséria misena não r„„ra5
nao PYr.iirit!K — só
regras explicitas
rJe8ras «xpJlclff so podia
nndia aplicar
nnlicar as leis, leis
jaa mentalidade militar e adotaram métodos metodos milita-
milita- desastrosa. Pergunto-me se não nao ée tempo de repen-
repen- f° ,P(0dia f P!lcar f
res de treinamento. Após Apos a redemocratização,
redemocratizagao, aa podem ser desculpas para
podemserdesculpas omissão. Mesmo porque
paraomissao.Mesmoporque depois de devidamente interpretadas
depois mterpretadas e decodi-
sar radicalmente o0 problema da segurança seguranca pública
publica
: única
unica coisa que mudou foi o0 fim do controle eontrole direto
direto a garantia
8arantia dos direitos
dureitos civis ée também
tambem alavanca de de ficadas.
ficadas. Isto como todos concordavam,
no país, Exercito,
discussao o0 papel do Exército,
pais, incluindo na discussão fluta contra porque,
do Exército.
Exercito. As PMs não nao gostavam deste controle,
eontrole, con a injustiçainj ?a social.
S0C1 as
Policia Federal, da Polícia
da Polícia Rodoviaria, das Poli-
Policia Rodoviária, Poli- as leis eram feitas para todos os cidadãos, cidadaos,
¦que
que lhes tirava a autonomia, mas mantiveram tudo tudo cias Militar e Civil e das guardas municipais.municipals. Para aa •* Professor luporj
professor do luperj jjj^g
mas havia uns mais e outros menos cidadãos.
cidadaos.
Assim, as leis, embora
feitas gerais, não po-
diam ser aplicadas aos
desiguais de maneira
igual.
Ora, enquanto esta ¦V • . ?
divisão de cidadãos de
primeira e segunda cias-
ses era clara, como ocor-
im ria antes que uma idéia
republicana de igualita-
rismo atingisse as mas-
sas, reinava paz aparen-
te. Especialmente,
quando os mais cida-
dãos resolviam os conflitos com os menos cida-
dàos, de forma a não atrapalhar a vida dos
outros. É também verdade que, quando isto não
ocorria, ai de quem caísse nas mãos do sistema
judicial: demoras, despesas, aborrecimentos eram
mais ou menos igualitariamente distribuídos a
estes que insistiam em perturbar a harmonia ne-
cessária ao convívio em sociedade.
Ocorre que, com o tempo, esta ordem, em
1 -- que que todos sabiam o0 seu lugar, foi-se tornando
mais complexa. Tanto que, no final, todos que-
nascentes, outras vindas do Império, como a do oligarca das oligarquias estaduais — as Polícias
Policias Militares. Tal Tal Pam. c|dadaos de primeira classe, o0 que
riam ser cidadãos
Accioly, do Ceará, eram ignorantes dos limites do fede- equivoco ficou logo enraizado nos costumes, em face da
equívoco da implicava dizer, em qualquer
implicava situapao, que os
situação,
Desmilitarizar "outros";
ralismo. Tiveram, 110 entanto, que se haver com certos tolerancia federal.
tolerância federal. dede segunda classe eram os os outros
chefes latifundiários, das bases municipais, que dispu- Note-se que, na República
Republica Velha, em muitos estados, estados, meninos meninos e meninas, os outros homens e mulhe-
nham de recursos armados. Uns apoiaram as oligar- as unidades do Exército Exercito não nao eram expressivas. Pouco Pouco res, OS outros negros e, até
res, os ate mesmo, os OS outros
a Polícia quias estaduais, outros puseram-se na oposição. No Sul, valiam ante o contingente da policia estadual — —como
como o indios. índios. Enfim, os cidadaos ée que não
OS outros cidadãos nao
eram os caudilhos dos pampas, contestadores de Júlio caso, em 1912, no Ceará, Ceara, das 50 praças
pragas de infantaria do do mereciammereciam um tratamento igualitário. igualitario.
CLOVISRAMALHETE* Castilhos, e depois de Borges de Medeiros, na cúpula Exército,
Exercito, em Fortaleza, comparadas com os 800 cavala- cavala- Qra
\T o Brasil, o Império não conheceu Exército que estadual. Estes governos precisaram então se armar nanos da Polícia
rianos Pohc.a Militar.
Mihtar. do
Ora, havia
havja neste país, pais, uma polícia policia que fazia
Fforma
também. Daí, as Polícias Militares. No restante do parte . do sistema
sigtema judicial,
juFdicia, de forma bastante
lN pertencesse a cada Província. Surgiram, com a A tolerância
toleranciaee o0equivoco
equívoco levaram a distorçõesdistorcoes graú-
grau- , r •J além ,-ijfide manter a .ordem
República, tais Forças Armadas regionais, a serviço de Brasil, os "coronéis" rurais desafiaram a oligarquia das. Tal foi o0 caso das polícias policias militares de Minas Minas ^coliw: peculiar: à
a polícia,
policia alem ordem
cada estado. Elas resultaram de equivoco da classe estadual, que teve logo que se armar para sustentar-se fierais. São
Gerais, San Paulo
Panln e Rio Rin Grande
OninHp Hn S11I confrontadoras
do Sul, rnnfrnnfaHnmc publics, C3.bicl auxiliar
pública, cabia Judiciário em
miXllldf o0 JudlCldriO SUdS
Cltl suas
política da época. Na implantação da República, mal se no poder. do poder nacional. funções de descobrir a verdade para fundar seu
sabia o que era federação. A solução desse forte conflito interno, em cada esta- A Revolução de 1930 recebeu apoio bélico decisivo implacável julgamento.
Dai o exagero de se criarem exércitos estaduais. (Rui do, nos começos da República, pareceu ser a de cada das poderosas polícias gaúcha e mineira. A Polícia Nestas tarefas, a polícia, hierarquicamente
Barbosa irritava-se com tais arrivistas do federalismo.) governo estadual dispor de seu exército regional. Mas Militar mineira de então derrotou as pequenas unida- subordinada à lógica do Judiciário, estava tam-
O certo é que nem uma só federação no mundo tal só se deu por equivocado entendimento dos limites des do Exército, sediadas em Minas, e invadiu o Espí- bém terminantemente proibida de efetuar não
• aceita que se mantenham exércitos à disposição de da autonomia estadual na federação. Confundiu-se au- rito Santo, Rio de Janeiro e Sul da Bahia. Na era de só qualquer tipo de negociação, mas, também,
jcada unidade federada. Não há polícia militarizada tonomia com soberania. Deu-se até o caso de certo Vargas, estadista que sempre mostrou que mais esti- de julgamento. Mas, como nesta sociedade o
.estadual em federações como a Alemanha, a Suíça, o estado que pretendeu mover guerra externa. Um desati- mava governo unitário que federal, ocorreu uma série
no de ignorantes. de medidas no sentido de submeter estes pequenos ideal é o abafamento do conflito, antes que
|Canadá, os EUA. Mesmo as federações que se reuni- aflore, ou seu extermínio, depois que se revela
Iram com dificuldade e tinham reservas contra um O quadro de fundo do Brasil, na República Velha, é exércitos estaduais, vincúlando-os ao Exército nacio-
feito de lutas e sangue. Houve lutas sangrentas pelo nal. Este esforço se perdeu. Nunca foi cogitada a em público, à polícia cabia esta tarefa e literal-
|governo central] como o caso do Canadá e da Alemã-
ilha, ou que mostram até hoje enorme diversidade poder estadual, mesmo entre oligarcas. Chegou a ocor- solução radical de sua extinção. Pelo contrário, há o mente tudo o que a polícia fazia era ilegal:
.regional interna, como a Suíça, ou que tanto preser- rer assalto ao poder oligárquico estadual, por bandos registro da Missão Militar Francesa junto à PM de São investigar, torturar para obter confissões ver-
Ivam a identidade política de suas partes federadas, armados de "coronéis". Levantaram-se em armas contra Paulo, nos anos 30—a suprema distorção do equívoco dadeiras para servir ao Judiciário, conciliar,
o governo de Antônio Moniz, que dispunha de forte da República, no Brasil.
jcómo os EUA, nenhuma destas federações admite, no negociar, julgar. Coisa, aliás, bastante cômoda
seu interior, exércitos variados, pertencentes a cada Polícia Militar. Um sanguinolento entrechoque que Em 1988, as Policias Militares alcançaram estabili- para o resto do sistema e, até mesmo, para toda
membro federado. Ali, só o exército nacional existe. A provocou a mediação do presidente Epi- dade, com seu reconhecimento pela a sociedade, que podia atribuir à polícia todas
policia, esta até que pode ter um contingente fardado, tácio Pessoa. Tudo terminou com a fir- Constituição Federal. Elas haviam surgi- as mazelas do seu funcionamento, permanecen-
como em Londres; mas militarizado, constituindo matura, pelos dois beligerantes, de um A PMeum do de contingências da classe política do pura e humanitária, enquanto a polícia era
exército c pertencente a cada estado, isso não. verdadeiro tratado de paz. Nele ficou as- estadual, quando da implantação da Re-
segurado aos coronéis sublevados o do- corrupta, suja e desalmada.
Como é sabido, a Constituinte republicana, por equivoco pública. Foram úteis, naquele tempo.
mínio dos seus doze municípios, a retirada Derani amparo militar aos governos es- Dizem que o uso do cachimbo faz a boca
complexos motivos, foi povoada por deputados que se
da Polícia Militar e a irresponsabilidade taduais que então surgiam, mas que hoje torta. Parece que este é o caso, no citado país,
diziam rcpublicanistas. Nem um só ali se declarou e quesurgiu
votou pela monarquia. Todos surgiram federalistas, criminal e civil dos revoltosos. Tais podem dispensá-lo. que bem poderia ser o Brasil. De tanto deixar a
malgrado a maioria pouco saber de federação. Só uns episódios desautorizam o mito de a histó- As contingências sociais e políticas que polícia encarregada de reprimir ilegalmente os
ria do Brasil ser incruenta e acomodada. as fizeram surgir, desapareceram. Não conflitos, fazendo ilegal, mas oficiosamente e
poucos conheciam isso. É que a república, que tinha
sido uma surpresa, fruto de golpe de uns poucos Tais fatos demonstram a gravidade da sustentaras mais existem "coronéis" com contingente com certa aprovação — desde que sempre com
militares de cúpula, já tinha implantado a federação força armada dos coronéis. Ela sugeriu armado. Nem Lampião ou Antônio Silvi- "outros" —,
oligarquias 1 os tais o que pensamos ser indis-
aos oligarcas estaduais a criação de Poli- no, com seus bandoleiros, dominam o
pelo Decreto n° l do Governo Provisório. A Consti- cia Militar, a seu serviço, como guardiã do pensável para a conservação da ordem, habi-
tuinte deparou com o fato consumado. campo de fundo da república.
Governo estadual. Diga-se, porém, que Cabe agora assinalar esse equívoco dos tuamo-nos todos a não procurar soluções ex-
A futura Constituição foi mesmo precedida por um plícitas para conflitos explícitos, que se apliquem
isso tudo pertence ao passado. Esse qua- fundadores da república — que irrompeu
anteprojeto de República Federal, revisto mormente por dro foi ultrapassado pelo Brasil atual. Não mais existe. "coro- a todos os membros da sociedade de maneira
do fundo da nacionalidade pelo conflito entre
Rui Barbosa. Convocada, a Constituinte se deparou Vê-se que, do tremendo conflito entre oligarcas esta- igual, universal. As conseqüências eram previsí-
com certa Constituição republicana e federalista, já néis" latifundiários armados, de um lado, e governos
duais e certos latifundiários municipais, surgiu, naqueles estaduais das oligarquias nascentes, de outro. Este equí- veis: quando surge o conflito, ao chamarmos a
baixada por decreto do Governo Provisório. tempos, a solução de instituirem-se exércitos estaduais. voco está disseminado. Criou raízes, após quase um polícia e não o ladrão — ou o traficante —,
O surto, então, das Polícias Militares — que se Esse equivoco da república nascente afastou o Exército século de prática costumeira.
disseminaram pelos estados recém-criados — explica-se podemos ser surpreendidos desagradavelmente.
brasileiro da sua destinação constitucional de assegurar Entretanto, das Forças Armadas, só o Exército brasi- O tradicional modus operancli da polícia, às vezes,
pelo seguinte: a república federativa não encontrou em a ordem interna. leiro deve existir, em terra, para sua destinação constitu- significa não só a extinção do conflito, mas a de
cada uma das províncias elite política ali instalada, uma O Exército nacional, por vários fatores, inclusive por
vez que o regime unitário do império não ajudara a cional. Ela inclui garantir a ordem interna. Para o todos aqueles nele envolvidos.
então ser pequeno, não foi convocado a solver tal ostensivo, a polícia pode até ser fardada,
constitui-la. Entretanto, a República, sendo federativa, conflito. Por sua vez, os estadistas dos começos da policiamento
logo alçou ao poder, nos estados, os oligarcas locais como em Londres. Mas militarizada, felizmente, deixou • PhD (Harvard, 1986), coordenador do Programa de Pós-QraduaçSo
República não souberam ou não puderam impor a
(isso, um tanto menos em São Paulo, que dispunha de de ser preciso. É tempo de desmilitarizá-la. em Antropologia e Ciência Política da Universidade Federal
integral legalidade republicana federativa. Conforma- Fluminense e autor de livro sobre a polícia no Rio de Janeiro, no
quadros republicanos). As oligarquias, algumas então ram-se com a prática dos pequenos exércitos a serviço * Ministro do Supremo Tribunal Federal, aposentado prelo
12 . terça-feira,31/8/93
CIÊNCIA/ECOLOGIA JORNAL DO BRASIL

Preservação
Nasa ainda tenta captar sinais Estudo associa tensão a
une empresas
da espaçonave risco de câncer de cólon
Mars Observer
e ecologistas
WASHINGTON — O estresse ca as possibilidades de contrair a
BONN — Juntos pela primeira Cientista diz que curto-circuito ter desativado a sonda provocado pelo trabalho aumenta doença. Já mudar de residencia,
vez, ecologistas e empresários ale- pode o risco do câncer
; PASADENA — Depois de mais de cólon. É a indo para mais de 150 quilome-
i mães elaboraram programa de re- to com a sonda. Embora admita de comando automático, regulado
de cinco dias sem qualquer sinal da conclusão de um novo estudo pu- tros de distância do lugar onde se
; forma econômica para proteger o que a situação é muito grave a para cinco dias, pode voltar a fun- blicado revista Epidemiology. vive multiplica por três o risco.
sonda espacial Mars Observer as equipe ainda não perdeu as espe- cionar na pela
meio ambiente e, ao mesmo tem- "Não próxima semana ou da- A pesquisa foi feita por médicos da Um divórcio ou a morte de um
equipes da nave ainda fazem tenta- ranças. temos uma data li- qui a um mês" conclui. Também é
po, criar empregos. O plano da tivas para localizar a nave perdida. mite, vamos continuar tentando" possível que a nave tenha explodi-
Universidade da Califórnia e do cônj ugue são situa?oes que po¬
Federação de Jovens Empresários Instituto Carolinska da Suécia. dem aumentar em mais de 50% a
Mesmo os diretores do projeto ad- disse o porta-voz da Nasa, Jim do e nesse caso estaria perdida
(BJU) e da Associação para o mitem Os pesquisadores compararam propensão a doença.
Meio Ambiente e Proteção da que as propabilidade de su- Doyle. John Pike, da Federação para sempre.
| os históricos médicos de mais de A conclusão dos cientistas é de
i Natureza (BUND) inclui medidas cesso se reduzem a cada dia que dos Cientistas Americanos admite Em Cabo Canaveral foi lançado mil pacientes suecos. o estresse associado ao traba-
como o aumento dos impostos passa. O timer da nave não se ligou que ainda é cedo demais para de- ontem mais um foguete da série que
. A conclusão foi de que as pes- lho pode ser, a longo prazo, muito
sobre energia e a redução das ta- automáticamente como se esperava sistir da Mars Observer. Delta. Foi o 44° lançamento de um
"É soas com problemas sérios no tra- mais traumático do que uma mor-
xas cobradas às empresas sobre e todo o projeto de um U$ l bilhão possível que alguma coisa Delta que não apresenta fracassos balho ficam cinco vezes mais pro- te na família.
rendas e benefícios trabalhistas. parece destinado ao fracasso total. tenha entrado em curto, ou que desde maio de 1986. O foguete le-
As empresas deverão passar a pensas ao câncer do reto c do Esse tipo de trauma é superado
Dirigentes e técnicos examina- um fio tenha se soltado." diz Pike, vou ao espaço um satélite de nave- cólon. muito mais rápidamente e deixa
pagar pelos recursos naturais que ram ontem uma série
s®rie de de
! utilizam, incluindo a água agua e o ar.
ar. ram planos clue
que freqüentemente
Muentemente critica os pro-
pro- gação
gagao da série
serie Navstar, avaliado Estar mais de seis meses de- menos seqüelas do que o desem-
contingência para retomar conta- conta- gramas "O
"0 mecanismo
Serão
Serao também
ta'mbem obrigadas a reco- reco- contingencia gramas da Nasa. mecanismo em em US 65 milhões.
milhoes. sempregado, por exemplo, dupli- prego e a tensão no trabalho.
; lher produtos de sua fabricaçãofabricagao
que estejam
estcjam fora de uso, além alem de
de ||||||P^Z?X -< -<» ap AP — —nasa
NASA
dar-lhes destinação adequada, re-
ciclando-os ou eliminando-os. Veneno de cobra ajuda
"Queremos
tornar o compor- '
lamento antiecológico
antiecologico muito caro caro |P .
e baixar o custo trabalhista das na de infarto
empresus", explicou o empresário
empresas", empresario < prevenção
Max Schoen, presidente da comis- LONDRES — O veneno das ser- partir de algumas horas depois do
são
sao de meio ambiente da BJU. BJU. Ps ;q8 pentes pode se tornar um remédio infarto pode reduzir em 27% o
Para Schoen, os custos ecológicos
ecologicos , para salvar a vida de pacientes número de vítimas fatais.
produgao devem ser repassa-
da produção cardíacos, segundo médico ingle- O ramipril é uma substância
dos ao preço
prepo final do produto.
produto. H ses.
ses. A conclusão surgiu de um vasodilatadora que facilita a cir-
Diretor bem-sucedido de em- em- , Jfjj estudo de quatro anos de duração culação do sangue sem provocar
presa média,
media, ele irritou, há
ha algu-
algu- ImF 4wBi envolvendo mais de 2 mil pacien- efeitos colaterais importantes. A
mas semanas, os grandes da da >' '" > tes, feito pelo médico e professor droga atua de modo similar em
União
Uniao da Indústria
Industria Alemã.
Alema. Se-Se- 'iiWt* ''if Stephen
Stepnen^^^^H Bali, chefe de estudos homens e mulheres. Segundo o
iifflT^ jfnSSilili
gundo o líder,
lider, atualmente quem quern ¦? <. » P ^AnoKi cardiovasculares
cardiovascuj^^H da Universidade médico, que participa de um con-
cria cargos de trabalho e consegue
consegue ,, deLcedsjjj^^^B de Leeds. Ele assegura que cinco gresso anual de cardiologistas em
benefícios
beneficios ée castigado com impôs- impos- ^JT 1L' miligramas de ramipril, substân- Nice, na França, o remédio pro-
MKf
tos elevados, enquanto os causa- causa- jjM|i sj^KBKr^fm cia derivada de veneno de cobra, duz efeitos imediatos mas deve ser
dores da poluição
poluigao saem ilesos.
ilesos. ^
administrado duas vezes ao dia a tomado durante o resto da vida.

Computador
Computador ^
Maioria das mulheres

i liga
potente
rejeita bebê defeituoso
í Sul ao mundo
PARIS — Noventa por cento "a sociedade
PORTO ALEGRE — O ministro que tolera mal es-
das mulheres em idade de tes e " estas
da Educação,
Educagao, MurílioMurilio Hingel, "justificável procriar problemas" que,
j— acham suprimir um opiniões violam um dos princí-
inaugurou ontem o Núcleo de
Processamento de Dados Dados (NPD) embrião que apresenta graves pios fundamentais da sociedade,
da Universidade Federal de Santa malformações" durante os pri- que é o respeito pela vida dos
Maria (UFSM), onde a grande meiros três meses de gestação e recém-nascidos".
estrela é o supercomputador IBM 42% têm a mesma opinião sobre O estudo foi realizado no pri-
3090. A máquina
maquina armazena 15 bi- bi- m^HL, recém-nascidos com problemas meiro trimestre da 1992 entre
lhões
lhoes de informagoes
informações em discos ee ¦flMf semelhantes, indicou um estudo mais de 700 jovens mães na re-
tem
tern memória
memoria central para concen-
concen- 9Br do instituto francês Inserm.
Segundo a pesquisa, 91% das gião de Bouches du Rhone, na
/ trar 64 milhões caracteres. 9BT JBL-
milhoes de caracteres. França. Os resultados serão pu-
mulheres desejariam interromper
O 3090 da UFSM tem quatro 9? *Wli^'' blicados na revista britânica
quatro a gravidez se o feto apresentasse
estações
estagoes de multimídia,
multimidia, scanners
scanners r , ¦ ¦„* uma doença capaz de matar a Prenatal Diagnosis.
coloridos e três
tres impressoras a la- criança na hora do nascimento ou
ser, com capacidade para pro- no primeiro ano de vida. Trinta e G O teste do liquido amniótico
cessar 92 cópias
copias por minuto. oito por cento das entrevistadas para detectar defeitos genéticos
Com isso, serásera possível
possivel a comu-
comu- ^^^H9H| acha justificável a interrupção da em embriões de poucas semanas é
nicação da instituição com 32 do ? Depois de fotografar o aste- natal de 1995. Um escudo cônico gravidez no caso de o feto não ter importante também para mulheres
fera de Júpiter. Calcula-se que a
estado e 21 da Argentina. O su- su- ròide Ida, a sonda Galileu prosse- protegerá a cápsula do intenso H uma das mãos e 1 % abortaria se o jovens e não só para mulheres aci-
sonda conseguirá sobreviver du- sexo da criança não fosse o dese- ma de 35 anos, disseram médicos
percomputador acessará tam- gue sua viagem para o planeta calor do atrito com a atmosfera.
bém as maiores redes do país e rante 30 minutos antes de ser es- jado pelos pais. israelenses. Eles testaram 2.525
Júpiter. A concepção artística da Depois um pára-quedas se abri-
milhões
10 milhoes de terminals
terminais no mun- magada atmosférica. A responsável pela pesquisa, mulheres, entre 24 e 42 anos, e
Nasa mostra como a sonda de rá, enquanto a esfera blindada, pela pressão
do. Sete mil metros de fibra óti- oti- Segolene Ayme, que se declarou concluíram que a média de idade
pouso da Galileu penetrará no contendo os instrumentos, irra- O defeito na antena da nave não "surpreendida
com
wm esta
voiu frieza",
invtu das lvoihiuvj de
uv viiiuiiuva
embriões defei-
usiw
P'l lioar'in A"XC\
ca, ligarão 430 ao ma IRN/f 1HQA
1 IBM 3090. memo t. . /• ouipiwuuiuu uua gestantes
imenso inundo
mundo gasoso, durante oo dia informações
dici luforincigoes sobre a citwos-
atmos- iwpedirci
impedirá a transriiisscio
transmissão dos dados.
dodos. disse que os resultados mostram mostram tuosos era de 32,7 anos.

Grid deJargada.

Atenção
Atenqao aficionados da Fórmula
Formula 1. O Jornal do Brasil nos bastidores e os resultados das corridas.
esta sempre de olho no sinal verde
está para trazer até
ate Nas semanas de GP, de segunda a segunda, você tem a
você
voce as últimas
ultimas novidades do Circo. Direto dasdas ^B^Si s mais completa cobertura. E todo domingo o
: Mostrando com detalhes tudo o
pistas. que
que IBHSfe . correspondente Mário Andrada e Silva analisa pilotos e
acontece dentro ee fora do circuito. Os
ac°ntece
^n|ro equipes. E dá as dicas do Mundial 93 na coluna Cockpit.
treinos oficiais, o que corre
JB na Fórmula 1. Corra logo atrás do seu.
|

JORNAL DO BRASIL
INTERNACIONAL
JORNAL DO BRASIS
Washington - Reuter

Inglês
Ingles Sfmlwlo de resistenci^
quer
quer ¦

ação contra

a violência
— Com uma tes coLs de energia, falta de
L0NDRES — A tradicional
LONDRES tradicional QARAJEVO
esta desaparecen-
britanica está desaparecen- >3 festa para 100 pessoas, agUa e de materia-prima, como
(leugraa britânica
fleugraa
do ante o aumento da violência violencia nono 1 I jEmHbmmm equipe do jornal Oslobodjenje, papel. "Acho que o que nos
simbolo de resistencia de Sa- manteve funcionando nessas
pais, e a falta de medidas adequa-
país,
adequa- um
das das autoridades para combate-
combate- rajevo, comemorou ontem os 50 condiQ6es e o nosso senso de
la. Pesquisa divulgada pelo jornal
jornal anos de sua fundagao. 0 Oslo- resp0nsabilidadc", afirma o edi-
Daily Telegraph mostra que a boiljenje, (libertagao, em Kemal Kurspaffic.
^servo- tor-geral
maioria dos ingleses apóia a idéia
justi?a pelas proprias
de fazer justiça próprias | I brar — apesar da gu^ra civil .
cento dos ^Me^lrialcq^ipes^rcve- I
mãos. Setenta e seis por
as pes-
pesquisados disseram que
soas àsas vezes estavam justificadas
justificadas "" A I tendo informados os 380 mil mana, na qual cada equipe
em agir sem ajuda da polícia. policia. O moradores da cidade sitiada ha trabalha, dorme e come no lo- |
oposigao, Tony Blair, Blair, 17 meses pelas forgas cal. Todos orgulham-se da mis-
porta-voz da oposição,
a
disse que pesquisa revela o grau
grau \| 0 jornal tinha tudo para su- tura de funcionarios: servios,
de frustração
frustragao e impotência
impotencia da po-po- \l cumbir a violencia da guerra. miIclllmanos e croatas "A ra-
m
ante o crescimento da vio-
vio- Sua sede na ™
pulação
lência em suas comunidades. Van- Van- "avenida dos '
I
dalismo, assaltos, roubos de de I resv, a apenas 60 metros da atiradores e artdhana sobre
bicicletas vêm aumentando conti-
nuamente, sem que as autoridades
competentes consigam pôr um freio
a esse clima de insegurança com Kg^ic.^
estao acostuma-
nao estão acostuma- volta do presidente Jean-Bertrand Aristide
aeu ci voltei Anstide (D)
(D) dos predios gemeos, duramente viver juntos
,; que os ingleses não O primeiro-ministro Robert Malval (E) vcú prcpcif
dos. |diz

do
Incendios
Incêndios Novo
Novo
primeiro-ministro
prinieiro-iniiiistro

devastam o EUA
o cargo nos
Haiti assume

sul da Itália legítimo desde 1991


Robert Malval é o primeiro governante 'An
- Malval, do nrpi;l'lpntp Aristlde- dentro de
presidente Aristide,
NÁPOLES — A ilha de Capri, WASHINGTON — A tarefa de de 50 anos, é um pri
um dos locais turísticos mais fa-' dois meses. As sanções econômi-
reconstruir a economia do Haiti, meiro-ministro bem visto tanto
mosos da Itália, enfrenta há cinco como cas determinadas pela ONU leva-
con- submetido a sanções comerciais pelos seguidores de Aristide o Cedras a assinar
dias violentos incêndios, que o ram general
o sul do impostas pelas Nações Unidas, pelos empresários que apoiaram acordo no dia 3 de julho, em
tinuam assolando todo do rico do general Raul Cedras. um
será o primeiro desafio golpe o
país, dos Abruzos a Sardenha
e "Hoje se inaugura uma nova era Nova Iorque, devolvendo poder
empresário Robert , Malval, novo ao presidente deposto.
Calábria. A estiagem que atinge do país. Em para nosso país para e nosso po-
há quatro meses várias regiões no primeiro-ministro Aristide aproveitou para agra-
uma cerimônia privada na embai- vo. Temos um objetivo, restaurar
sul da Itália, e o vento, particular- a democracia no Haiti desde hoje. deceryao presidente americano
xada haitiana de Washington,
mente em Capri, dificultam o Malval jurou fidelidade diante do Temos um dever, acabar com as Bill Clinton, a ONU e a Organi-
combate às chamas. As autorida- exilado Jean-Bertrand violações dos direitos humanos. zação dos Estados Americanos
des dizem que em Capri, assim presidente
o primeiro Temos uma ambição, criar a base
co- Aristide, se tornando (OEA), além dos governos da
que um incêndio é apagado, chefe de governo reconhecido co- de uma economia e de uma justiça
França, Canadá e Venezuela, pelo
meça outro. Várias casas no sopé mo legítimo comunidade in- social. Temos um sonho, a recon- Funcionários íio
Fimctonarios (lo Oslobodjenje aniversário do
comemoram o aiuverxirio
OslobMjiw cottmtoiaiti {b jornal
monte Solaro foram abando- pela apoio dado ao reestabelecimento
do ternacional desde 1991, quando ciliação nacional", declarou.
nadas às pressas ontem de manhã Malval deverá preparar a volta da democracia no Haiti.
Aristide foi deposto.
devido ao avanço das chamas.
Vinte fuzileiros da base ameri- Facções bosnias
bósnias tentam
a bordo de heli- funcionaram no Haiti Faccoes
cana em Nápoles, Sanções
cópteros da Marinha, estão parti- 1991. O uso de sanções econômi- Guerra do Golfo, ou persuadiu o
cipando das operações da luta NOVA IORQUE — A nomea- o
mas a parar de ii
çâo, semana passada, do novo cas e comerciais não é novo, governo da Sérvia definir mapa para país
contra o fogo, e um deles ficou do Haiti, e a elas nunca foram tão eficazes co- apoiar a limpeza étnica preconiza-
ferido domingo ao cair num bar- primeiro-ministro
decisão do comandante do exerci- mò no caso do Haiti. Segundo os da por seus exércitos. GENEBRA — Sérvios, muçulma- membros da presidência colegiada
ranço. O acidente mafe grave Cedras, especialistas, o país, sen- da Bósnia, representantes dos mu-
ocorreu sábado à tarde, quando to do país, general Raul porque
Por tudo isso - e mais alguns nos e croatas da Bósnia-Herzegovi-
é mais vulne-
vários turistas pularam de um um fu- de devolver o poder aos civis, são do pobre e isolado,
- o caso do Haiti é úni- na voltam a se encontrar hoje em çulmanos, tiveram dificuldade em
da história diplomáti- rável que qualquer outro. exemplos levar a resposta for- conseguir um avião para sair de
nicuiar que liga Anacapri ao um marco 'co. Genebra, para
eco- O reestabelecimento do pro-
ca: pela primeira vez, sanções Depois da Rodésia, primeiro mal sobre o plano de paz apresen- Sarajevo, provocando o adiamento
monte Solaro para escapar das surtiram o - defini- democrático é conseqüência
nômicas internacionais a sofrer um embargo cesso tado há dez dias pelos mediadores do encontro em úm dia.
chamas, que rondavam os pilares e em muito
país
da e ou- Eu-
efeito desejado, pouco do no capítulo 7 da Carta direta da falta de petróleo David Owen, da Comunidade Funcionários da ONU conti-
da estrutura. Quinze ficaram feri- da
fo- tempo. ONU - em 1966, a prática tornou- tros Talvez porque o ropêia, e Thorvald Stoltenberg, nuavam ontem a negociar a liberta-
dos e dois, em estado grave, produtos.
em Palermo. Menos de três meses depois de se comum. Mas não conseguiu encaixa na definição do ONU. A negociação promete ser de 52 soldados espanhóis da
ram hospitalizados
de Segurança da Fi- país se apenas os sérvios acei-
çâo
Na ilha de Caprera, no norte da o Conselho derrubar o presidente cubano Hormats: difícil, já que Força de Paz mantidos como reféns
ter votado o embargo de especialista Robert sem ressalvas o mapa que
ONU menos con- taram de
Sardenha, um violento incêndio
e outros ao
dei Castro, ou muito As sanções tendem a funcionar em três Estados étni- pela população muçulmana
destruiu no sábado o bosque de petróleo produtos vencer a Líbia a entregar os dois divide o país Mostar, no sul da Bósnia-Herzego-
sua Haiti, o regime do general Cedras suspeitos do atentado à bomba de quando o alvo é um pequeno país, cos. Croatas e muçulmanos preten- vina. As autoridades locais alegam
pinheiros plantado no final de não agüentou e aceitou formal- há consenso internacional, e dem reivindicar mais territórios,
vida pelo herói nacional italiano um avião da Pan Am. O embargo que desde que os soldados chega-
Giuseppe Garibaldi. As chamas mente, durante negociações em ira- quando o comércio é muito inten- mas é dado como certo que os croa- ram à cidade, o número de mortes
Nova Iorque, devolver o poder a também não fez o presidente está mais ansio- tas assinarão a proposta de Owen e
estão agora ameaçando a casa on- obedecer so com o país que caiu consideravelmente, justifican-
Jean-Bertrand Aristide, derruba- quiano Saddam Hussein Stoltenberg.
de ele morava, transformada em as resoluções da ONU depois da so para manter as sanções".
"Eles do assim a ação dos seqüestradores.
do por um golpe em setembro de [os muçulmanos] deveriam "Houve uma
museu. grande mudança",
aceitar o plano. Do contrário, ar- disse um funcionário da prefeitura.
riscam perder tudo", disse o líder "As agora andam devagar
dos sérvios da Bósnia, Radovan pessoas
Kuwait sofre El
EUA busca Aidid nas ruas porque se sentem muito
Força dos Karadzic, ao desembarcar em Ge-
mais seguras. Desde a chegada da
nebra. Pelo mapa, os sérvios ficam
investida de ONU, apenas um civil foi mortó.
com 52% do território bósnio, os
Se eles não estivessem aqui, dez
mas sn niwirle nessoal da ONU
ONU I muçulmanos com 30% e os croatas
Mogadiscio AP— com 18%. Os funcionários da pessoas teriam sido mortas na mes-
filho de Bush prendepessoalda ma área da cidade."
— Dois filhos MOGADISCIO — ONU temem que qualquer tentati-
NOVA IORQUE va de redesenhar as fronteiras possa Os soldados espanhóis entraram
Geor- Forças de elite do Exér-
do ex-presidente dos EUA,
arruinar o processo de paz, prolon- no setor muçulmano de Mostar na
funcio- cito americano realiza-
ge Bush, e vários ex-altos
ram uma cinematográ- gar a guerra e fazer com que
os quinta-feira, escoltando um com-
nários do seu governo tentaram muçulmanos percam os territórios boio de ajuda humanitária da
explorar para fins comerciais a fica ação de comandos — ONU. Mas foram impedidos de
ontem no centro de que serão cedidos pelos sérvios
gratidão do Kuwait com os Esta- cerca de 17%, parte das conquistas deixar a cidade por um paredão
dos Unidos pela libertação da in- Mogadiscio para pren-
obtidas em 17 meses de guerra. formado por mulheres e crianças,
vasão iraquiana há dois anos. A der o chefe rebelde, ge-
neral Mohamed Farah As negociações de paz deveriam que só permitiram a saída do pes-
denúncia foi feita pelo jornalista soai civil.
Seymour Hersh na edição deste Aidid, mas só consegui- ter sido retomadas ontem, mas os
ram capturar oito pes-
mês da revista New Yorker.
A investida aconteceu pouco soas que trabalham pa-
depois da visita de Bush ao emira- ra a ONU na Somália.
do em abril último, quando foi Depois de identifica-
dos, os três voluntários ASSOCIAÇÃO DAS PIONEIRAS SOCIAIS
recebido como herói por ter lide- SELEÇÃO DE CONTRATANTES
rado a coalizão que devolveu o franceses, ingleses e os COLETA DE PREÇOS N° 038/93. OBJETO: Aquisição de Artigos de Expediente e Desenho. ABERTU-
país ao emir Jaber al-Sabah. seis guardas somalia- COLETA1 DE°PREÇOS N^OWa^OBJETO: Aquisição do Material de Copa e Cozinha ABERTURA'.
depois da nos que estavam com
Hersh informou que LOC^L^Edrticio0 pfonefras^SociahsM0 andar, saia 4,3 (SMHS Q. 10, BI. B , 45) Brasiha-^
aprtida de Bush, ficaram para trás eles foram libertados. EDITAL DE INFORMAÇÕES: A disposição dos interessados no Serviço do Compras da APS, no
A agência francesa Ac- endereço acima citado FERRE,RA DE ARAÚJ0 FILHO
seus filhos Neil e Marvin, o ex-se- j'uulo
Trabalhadores recuperam o portão da AICF destruído pelo /v/f > ataque americano Chefe do Serviço de Compras
cretário de Estado James Baker, o tion Internationale |
ex-chefe da Casa Civil, John Su- Contre La Faim e a mandante Joe Gradisher, disse
nunu e o general Thomas Kelly, britânica SaveThe Children Fund madrugada de ontem: 12 helicóp-
teros bombardearam alguns pré- que as tropas invadiram o prédio Governo do Estado do Rio Grande do Sul
que foi chefe de operações na protestaram, acusando os ameri- 50 boi- onde estava o pessoal da ONU Secretaria da Agricultura e Abastecimento
do Iraque. canos de se tornarem obcecados dios e, logo em seguida, governo
guerra"Todos eles se reuniram com ser usado por fran- DO ESTADO
com a caça a Aidid em detrimento nas-pretas dos Rangers desceram porque podia
no edifício co-atiradores. O porta-voz major A FORÇA QUE VEM DO POVO
altos funcionários kuwaitianos do objetivo de ajudar os famintos com auxílio de cordas
EÍTIATER-RS
em busca de vultosos contratos na onde deveriam estar os rebeldes. David Stockwell, alegou que os
da Somália.
reconstrução do emirado para O comando americano afir- ingleses, franceses e somalianos
Depois de abrir caminho com
empresas americanas," escreveu mou que recebera informações se- os Rangers constata-
estavam alojados numa área não EDITAL DE CONCORRÊNCIA N° 005/93
explosivos, A A^SOCIACÂO RIOGRANDENSE DE EMPREENDIMENTOS DE
Hersh, um dos mais importantes cretas de que Aidid ou alguns de o prédio estava vazio,
autorizada. rural - emater/rs. através
dos ram que assistênciaTécnica e extensão
repórteres ínvestigativos seus principais auxiliares se en- então derrubaram as paredes que Funcionários das agências hu- de seu Diretor administrativo, torna público, para conhecimento dos
EUA. O jornalista assinala que determinado foram severos em suas interessados que serão recebidos às 14:00 horas do dia 30 de setembro
contravam num pré- levavam às construções vizinhas, manitárias
não há provas do envolvimento "Foi mais um
dio na zona sul da capital, domi- onde destruíram equipamentos de críticas: prego no
do ex-presidente em nenhum des- nada por suas forças. Aidid é caixão para as forças militares da
rádio e prenderam nove pessoas. ornfe Edteil que
tes incidentes e ele descobriu que acusado ONU de matar 24 ONU aqui e acredito novosPàra«^taddoU^rpjeto^BIRD^f"—apAT793,Ucorrt
no Serviço de Material e Patrimônio, no endereço
pela Vários porta-vozes americanos que passa- poderá ser retirado
Bush proibiu os filhos de lutar boinas azuis numa emboscada no supramencionado, em horário comercial.
procuraram explicar que a opera- ram da conta. Foi mais um fiasco:
pelos despojos de guerra. começo de junho. O Conselho de sucesso.- apesar das eles vieram para cá sem a menor Porto Alegre, 26 de agosto de 1993.
Hersh afirmou que apesar do çào foi um
Segurança ordenou sua captura (a.) Eleutério Antonio Lopes,
lobby em alto nível, nenhum con- críticas. idéia do que seja a Somália j afir- Diretor Administrativo da EMATER/RS.
trato foi assinado ainda com o para ser julgado. mou Jamie McKindrick.
A última tentativa ocorreu na O porta-voz do Pentágono, co-
Kuwait.
14 . Icríi-fcirn,31/8/93 INTERNACIONAL
.lORNAL DO BRASIL

Governo
Governo de
de Israel
Israel aprova
aprova acordo com
com OLP
OLP
'premier'
; ¦ Num desafio aos conservadores, trabalhista decide fazer teste de convivencia pacifica com
- JERUSALEM — 0 gubinete do palestinos de Gaza e Jerico
dio, que corneal hoje cm Washing- os povos da regiao". A reacao nas - —wmtm r— "vrrriM. i^0rummffl~:Rsuler
primciro-ministro Yitzhak Rabin ton. runs mostrou a dificuldade dessa \ M—BlMm
aprovou um acordo historico com a Alem de dar autonomia a Gaza tarcfa. Enquanto o gabinete estava ft /^BBB||||||MjB[B||M
Organizagao para a Libertagao da e Jerico, o acordo preiiminar—que reunido, um protesto de tnilhares ISHHhHP fll mBB&
Palestina (OLP) que abre caminho funcionara como um projeto-piloto de israelenses fechava a rua onde - JbhBmEP
para a autonomia palestina na Fai- de convivencia pacifica entre dois fica o escritorio do premier. Para WK^W lb !
xa de Gaza e em Jerico, duas pe- inimigos tradicionais — tambem dispersa-los a policia usou jatos ' '
• V®-
quenas areas dos territ6rios arabes preve a transferencia ao controle d'agua, e eles responderam com '' "JBtt .
ocupados militarmente por Israel '<111
palestino dos seguintes setores no uma chuva de ovos e outros objetos W. 1
desde a guerra de 1967. Dezesseis restodos territorios ocupados: sau- sobre os policiais. "Israel '
esta em *' Br, W
¦ ministros da coalizao de centro es- de, educagao, previdencia social, perigo", dizia um cartaz. A peque- v9H^^^HpS jfj^K'. $
querda que governa o pais votaram cobranga de impostos, turismo e na distancia, um grupo de pacifistas ^I *5
] a favor do arrunjo negociado nas cultura. aplaudia a decisao do governo. II'- ...
. ultimas scmanas pelo chanceler 0 governo Rabin tem pela frente Uma faixa trazia o apelo: "A paz
> Shimon Peres em encontros secre- nao apenas a ardua tarefa de discu- merece uma oportunidade". JBW
tos com representantes da OLP. tir os pormenores mas tambem Uma pesquisa publicada pelo
] 1
, Nenhum votou contra, mas dots se Uma batalha politica com a direita,
. a stiveram. jornal Yedioth Ahronoth revela que \} JBI:
"Os que se opoe a qualquer entendi- 53% dos israelenses aprovam V\' *T ^
entendimentos de Oslo sao mento com uma organizagao exe- imediata concessao de autonomia <
Mini grande passo em diregao a paz crada por todos os governos ante- Gaza e Jerico. "Nao
queremos en- %
entre Israel e todos os paises vizi- riores e que ve na concessao de
ganar judeus nem palestinos", de- Ji^K
C-ar°,U PCres responde"('° ^ acusa" "t'
. lestinos", resumiu Rabin a seus mi- amea?a ao futuro de Israel. 2&
i nistros, referindo-se as reunifies de Peres festejou a aprovagao. "E ?ao de que o governo Rabin estaria
Peres com a OLP. Ao anunciar o um bom comego", disseeleaosjor- entregando pedagos de Israel aos W-.
resultado da votagao, ele disse que nalistas. "Estamos empenhados se- inimigos. "Queremos conviver em
o documento final podera ser assi- riamente na tentativa de trazer a Paz com eles; nao queremos domi- I ^ V
nado na rodada de negociagdes paz a todo o Oriente Medio — aos nem diminui-los, nem trata- I^HHHIjl^ljlllljlljmjjijjlB'x^wJHHjHH^^
do processo de paz no Oriente Me- palestinos, aos israelenses e a todos los com desdemPetes defendeu acordo que negociou com OLP como o primeiro passo para por flni a decadas de conflitos

Radical amea$a matar Arafat EUA e o Egito Likud


in eleigoes
quer
: BEIRUTE - 0 chefe da Frente Salvagao Nacional considerou a Arafat de manipular os fundos elogiam
elogiam acordo acordo JERUSALEM - 0 lider da opo- nem regra", advertiu o porta-voz
Uma C°nS'"ra" exa8erar a crise fmanceira da OLP WASHINGTON — israelense, Benjamin Netan- Noam Federman. "Ha gente dis-
-rom^S9aA£^
-Comdndo Gera1' Ahmed S ?£Z^ rC°que renuncia a so- WASHINGTON - Os Estados
Estados sigao
< .Jlbn1' ?ao antipopular para pressionar os 2,5 milhoes pa- Unjd
ameagou ontem matar o presidente berama palestina, ao direito dos lestinos dos territorios a aceitar Unidos e o0^ W0. Paito países
Egito, naises que
Paises yahu-do partido Likud, direitista,
mie nronos
que posta a pegar em armas."
Un.ldos ontem a convocacao de ,, , , - r. •
mais se empenharam
da Organizai;ao para a Liberlagao pabtinos de vollara sua patria e a piano. Ele teria retirado USS 800 ma,s
nas nego-
nego- SEJS,? . Uma granada de mao foi ,oga-
: da Palestina, Yasser Arafat, e «. independencianacional". milhoes de bancos em Beirate, "asoes ciações secretas entre Israel lsntel e a da contra a casa do mintstro do
. Movimento da Resistencia lslamica Ama, Nicosia e Londres, transfc Organização para a Libertação
L!he.r"";a0 £a l"erlori.Anc1Jf"'.do I"1^0 re'
Do ubin0i ,ibri| lembrou a Para imprf r a dScto aoToa-
da P.lest.na,
Palestina, mantfestaram
manifestaram E3ffiK!ggK?*.g. Stas. Nao houve .ittmas,
Hamas, fundamentalism, advertm Arafat "a sorte sofrida pelo presi- rindo-os pam oCairo. da W
Anuar Sadat", assas- Em Gaza e Jerico, palestinos grande esperança de que o acor- de Jeric6, na Cisjoriania.
. territ6rilta™SdlilEm
araoes ocupaaos. tim do de
ae princípios leve a cidadeum acerto
acerto Na sua opiniao,
^rriiorios ^
sinado ^"
em 1981, apos ter assinado, ainda incredulos, como ojornalista ao prmcipios seria a "pedra D ,,
n_ Belem,
Em
I. . ...
Turns, a OLP chamou Jtbril de em 1979, 0 primeiro acordo de paz Mohamed Wahiedi, perguntam: defmitivo definitivo nas conversações
conversagoes so-
so- fundamental na Cisjordania, um
"Se de um Estado pales-
criador de casos que se distan- "Veremos colonos "lanifestou sua
entre Israei e um pajs arabe. nossa bandeira nas nos- bre Paz no Oriente
bre a paz 0riente Médio,
Medio, que que tjno" que "ievara a destruigao de srup.°-
ciou da realidade palestina: Nosso Arafat aceitar 0 complo para auto- sas casas? Teremos um exercito recomegam recomeçam hoje na capital ame- resistencia ao acordo improvisan-
ame- Israel".
povo hasteara sua bandeira na ter- noraja de Gaza e Jerico, tanto ele ricana. "Nos-
"Nos- para 0 ex-ministro da Defesa n^V°r assentament0- ®
nosso? Precisaremos de passaporte ricana. c°'U^ ° Ct
ra palestina l.berada que.ram os como seus colaboradores paga- so governo desm(onlou1 0
| conspiradores ou nao. para ir a Jerusalem e ao resto da so governo Ariel SharoJ TambS do Likud
rao", disse a FPLP-CG. "Nao esta- Cisjordania? Quem controlora as trabalhou
trabalhou jíH| 0 aLdo^umMnaUeextrema
acomPan(lent^ mu.tos colo-
i Em Pans, 0 chefe1 da delegagao. 'pC^nBS^ debilidade"
mos dizendo que faremos isso. Ca- fronteiras?" Na pacata Jerico, de mm muito,to, agora pôfJfWBSto "iriamos ^
nas oficiais " porque nil™ iS°^° dispostos
^ a
I pa,estma be ao povo decidir." Jibril esta apenas 14 mil habitantes, a popula- cabe cabe às
as partes
partes Jp mostrar que 0 terrorismo da re- ,P0^ etende
; sobre a paz no yciagoes
Oriente Medio, que certo de que "a vanguarda popular ?rl0 mostra-se otimista, sobretudo en envolvidas
volvidas I , * ~é-'' , ^,1 sultado". Mas numa pesquisa ,• P
levar
e;5sa consP'ra?ao que aca- concluir", de- vfU' ad,a"1®SUa pr°pos a df;
HSS^iS°r« H^fnn'Tn- ^ os especuladores. 0 prego dos ter- concluir", ^ j 53o/o dos israeienses deciararam- fWnmr
"abS clarou o presi- jggjL lJ
"«• «- •' fcS
gafkSi, S 3S as portas pa- dente america- Hi ímWM 1 ZXSSXS Ch"
comprar Gaza". Ele nao aceLa „ — de um acordo, multipli- no, Bill
¦¦¦ ^^dS'S
Sol^l^^Sr
, nenhum acordo que ad,e a discus- nos« afirmou Mohamed Nazzal, ^u-se. Talyez seja o comego da clinton> a
Clinton. autonomia palesiina. Cerca de
8 d°S6t0r arU" repre«entante d0 Hamas na Jorda- paz , especu ava o dono de arma- Ap6s
{ Após falar
falar entre Israel e a Organizagao pZ 100 mil colonos judeus vivem na
;be dej™len,
f°IU?a0 ma. Ja a Frente Democratica de zem Maher Abu Amar. "Ninguem em em "progresso
"procresso MM a Libertagao da Palestina. "Com- Cisjordania e 10 mil na Faixa de
Na Siria' a Frente Palestma de Libertagao da Palestina acusou sabe que piano e este. substancial",
i substancial", o Yasscr Vas^Zfat Arafat bateremos ate o final, sem limite Gaza.
porta-voz do Departamento de
' ——
, Estado Michel McCurry disse es- es- r #
perar que uma declaração
declaragao de prin- prin- KC2fT3S CIO convívio COHVIVIO
cípios seja assinada por israelenses
e palestinos nesta rodada de nego- O acordo entre I-
! OUTONOEM ^ 1 V/1™V/ EI JLliYJL ROM1\v/1t1Ai A IJMPRFMTO
UItI ciagoes, ciações. O jornal Osservalore J,
Osservatore Ro- Ro- Israel
Israel e a OLP ée uma uma O primeiro passo
EE&22E&3
mano,mano, do Vaticano, considerou considerou primeira primeira tentativa
que primeiia vez se deu um
que pela primeira um dede devolver a terra ee IB
PA I? A \/nrr concreto |
! 1 AlVA V U vLi passo
passo rumo à
a paz entre
entre entregar
entregar o governo fe'Sl l Mediterrâneo
MediterrHneTi \
Israel e aos palestinos da da »
^ Israel os palestinos.
palestinos. aos
"Qualquer Cisjordânia, Faixa
10 "Qualquer passo que nos nos Cisjordania,
Dia
Ilia l9 1- de
de aproximede aproxime de uma solução para o dede Gaza e Jerusalem
umasolugao Jerusalém , ^^ , J _ Aj.. /'a |?f
é
e bem rece-
rece- oriental, 2mtonde desde , Wà
setembro
»etembrO o0 Caderno
Caderno i problema problema palestino
Palestine ^
de ' 1967 Jv\'!
bido... Qualquer retirada de ? mais
^dis
de 21 mi-m!" ' _ /?%!
. /- mmf ^¦KSS^iV*'
Viagem começa
come^a a apresentar È qualquer Ihões de
despessoas
pessoas vi-
VI- TelAvtvJ!
TelA#lv*r mm:]': :>
qualquer parte dos territórios territorios Ihoes
árabes ocupados
ocupados,por Israel des-
des- vem sob ocupação
vem ocupagao 'f M
MM - Cl«jofd*nl«
m^ravillinsas reportagens
suas maravilhosas rpnni+appn«! ¦
maraviinosajreportagens WM arabes
de por -
de 1967 1é um passo militar israelense. ,' jÉS Jff .. fcal
paFss0 à frente",
frente,, mihtar '^7; ->
sobre oO outono n^rincipais
nas principals I comentou comentou o ministro do Exte- Exte- Sao São os seguintes os JÈjjlÈ
"Não
"Nao pontos 3,^-
ranihic onmnaiic ^nmi a 1 nnmaln rior rior egípcio,
egipcio, Amir Mussa. pontos principais
principals /imm
capitais
Capitals européia||ábma
eurOpeia^KOma ée a primeira 1 desse projeto-piloto
ProJeto-piloto „ y/j ',
pnmeita atende atende a todas as exigências
exigencias mas mas desse f' (
de autonomia
ay.tonomia nos nos . I Jordânia
¥ cidade ddade da série. serie. lÉmbém
Etambem sua suafonte
fonte de 1 e é um movimento rumo àa auto- auto- de
territórios ocupa- 'V '
;
' - determinação palestina nos ter- ter- territorios ocupa- MffgaZIPig. .f*£
~
inspiração M u determinagao dos:
m mspira^ao pa^mbarcarpar^embarcar na promoção'
piomogao ritorios ritórios ocupados."
ocupados." dos: MB¦Sasil
J
OUTONO JB NAEUROPA. EUROPA. Para participar, O O rei Hussein, da Jordânia, Jordania,
O governo dos pa-
Ldnos^pTlos^ales-
í xjl
** '¦ '
participar, lestinos pelos pales- MÉ'
apoiou o acordo, criticado por por tinostinos começa
comega com com O° projeto-piloto
projeto-piioto de
éce muito simple|pscreva
SimDleAsaeva uma Ullld frase
ITdSC de ate 15
ye até
die 15
13 apoiou
vanos vários jornais da Síria, Siria, LíbanoLlbanoe total acordo que está esta sep-
B e total autonomia na na $ -¦
Jordânia, também
tambem negociam
negociam Faixa do negociado eritre: o, °-
palavras sobre©
palavras sobre o outono em Roma no cupom cupom I Jordania. que
q«e Faixa de Gaza e em ||Sw^|Í : governo
^,^3 Israelense! e
a paz com israel. Israel. Para o jornal gjggi'
H que Que será DlltiSadn no Caderno
sera pulsado Cadernn Viagem.
Laaerno Viagpm
Viagem. ^no a sírio Tishrin, "solugoes jornal Jerico,
mrm, "soluções
Jerico, cidade da iBBi \ S' - Mb* a OLP olp prevê prevs autono-
auton'o-
puwicaaono parciais Cisjordania
parciais Cisjordânia ocupa- ocupa- * , Xmia mia palestina na Fái- Fii-
não resolverão o0 problema se " \
\ i xa de, de. Gaza e na cida-
E concorra a uma viagem de 7 dias em Roma,
Roma, n?°,resolverao se da da. Israel
Israd retém
ret6m cid'a-
E j|ma po]i.
poli- dedeJerlcd dedSJerlcó i
H j. .j| , naonão levarem àa paz regional". regional". tica exterinr eP dele-
tica exterior Hefp
com com direitó
direitoaa acompanhante, passagem em i Diante Diante da reação reagao negativa de de sasa' .... f ii
S classe executiva da Alitalia e hotel. i Sf alguns setores, o°rpresidente
DI1SvSet0re A
presidente da da •No No resto
rest0 da Cisjordânia,
Cisjordania, os pa- pa- •• Postos de fronteira entre Gaza e
jpnteira
.1, , OLP, OLP, Yasser Arafat, iniciou lniciou on- on- lestinos
lestinos assumem vários varios setores
setores Egito Egito e entre CisjordâniaCisjordania e Jordâ- Jorda-
\nrmrMm c... ni,
Aprovene.
\ Aprovpá alia chance
Sua cnance de ae passar o f tem tem uma viagem pelo mundo mundo da da administração
administragao diária: diaria: saúde,
saude, nia nia permanecem sob controle de
árabe para explicar o acordo, acordo, educagao,
educação, previdência
k outono
OUtOftO lá la na Europa está esta arube previdencia social, social, Israel. Israel,
vk • , ,, começando pelo Egito e o lê- Ie- combranga
combrança de impostos, turismo
turismo •• O status da parte árabe arabe de Jeru-
comegando
aqui
aquinas roinas
nas folhas men.men. O ministro do Exterior is- is- ee cultura.
cultura. salém, salem, o mais difícil
dificil de ser resolvi-
^ raelense, Shimon Peres, que ne- ne- • TropasTropas israelenses retiram-se retiram-se do,
do, fica para ser resolvido daqui a
m
m do JB.JB. raelense,
gociou secretamente com a dos dos centros urbanos palestinos, palestinos, dois dois anos, quando palestinos e is-
OLP, faráfara o0 mesmo quinta-feira
quinta-feira mas mas continuam protegendo colo- colo- raelenses raelenses estiverem discutindo um
em visita àa sede da Comunidade
Comunidade nos nos nos arredores de Gaza
Gaza arranjo
arranjo
em judeus permanente para todos os
¦ Européia, em Bruxelas.
Bruxelas. e e Jerico. Jerico. territórios territorios ocupados.
r- ucrl^s Europeia,

Pérez em Déficit dos (los EUA


juízo Navios em enii fuga i'uga Delkit
J Siavios O Congresso da Venezuela con-
con- : O déficit
deficit comercial dos Esta-
^iiflBfllllllBCiniflO Congresso A Marinha dos EUA des-
Jjlr.IJIlJllI10 9 wJWHfJJI vocou
vocou para hoje sessões
sessoes extraordi-
extraordi- i , des- ; dos Unidos
U.nidos de abril a junho au-
nárias Camaras legislativas, a j locou
narias das Câmaras 10 navios e 11 submari-
l°co"'Onaviose submari- mentouem
mentou em 17,3% em relação relagao ao
nos • da• base de Norfolk, na na i
JiltlffllMl mfl [mfn RllSj,
^^S|=^UI1III fimfim de decidir se declara absoluta absoluta ,n,?s
Virgínia, primeir0 trimestre, chegando a
primeiro
ou temporal
temP°ral a ausência
ausencia do
Virginia, para salvá-los
salva-los da fú-
fu- US$
uss 34.400
34 400 milhões.
mi]h5es. ɣ %o maior
HO W P ou presi-
presi- j ria
"a do furacão Emily, ;
J|[(|[ lljlfl dente Carlos Andrés
dente Andres Pérez,
Perez, afasta-
afasta- j
11 que on-
on"
j déficit
deficit comercial desde 1987.0
^ue
tem estava a 500 quilômetros
—- do do enquanto a Suprema
SupremaCortejulga
Corte julga j desempenho
d«empenho da economia ameri-
/-wj TTr\\Tr\ Tn un?um pedido da Costa Leste americana
£ americana !
OUTONO JB pedldo de impeaclunent
""Peaclunent por pe-
pe- ; com ventos de 187 ,87 quilôme- j cana está
esta ligado a seu comércio
comercio
JB qui|6me.
culato e malversação
malversagao de fundos. O j tros horários. com a Europa: um superávit superavit de
horlrlos. Mais de 150 150 i
governo afastou ontem a possibili-
possibili- j mil tiveram sair
sair USS 1.100 milhões milhoes no primeiro
PTJRC^P/V
NA EUROPA governo pessoas que j
i^Ttni.'i.wmiii,mi^^ dade dade de um golpe de Estado antes antes j de suas casas na Carolina do 'r.'J!ies'r,e se transformou
trimestre ^ransf°rmou em um
do :
déficit de USS 3.500 milhões
SS,q^° "V.'l10" no
\/l O nam 1 H I do do final linal do ano,
ano' dizendo que as as ! Norte, enquanto pelo menos mehol' i
segundo. c 1993, o déficit de-
Em ,no
Viagem
1H2GITI forças Armadas
Annadas garantirão cinco
elei- I cinc0 outros estados entra-
entra" \
O /llitalia
wmm
^11¦ ¦§ W E3 HW
113 a Forgas
nresidenciais garantirao as elei- VLrd
verá ser
st°de de il4
USS r>7
127.400
127;400 milhões, }
nreviISs para
nan 5 vam vam em estado de alerta . con-
con- j
çòes presidenciais
prcsiaenciai!, previstas um aumento considerável
consideravel em re-
V Ira Emily.
dedezembro. de dezembro. iação
lagaoal992.
a 1992.
torsn-feirn, 31/8/93 «15
terça-feira. • 15
BRASÍLIA
JORNAL DO BRASIL
pgSSggggg=gg====^s=!i=g!!! .p]

Assassinato de taxistas 1 IEIDF


informe
INFORME df j
gera protesto 11
com a impunidade
Sindicato contabiliza . 25 mortes e exige providências para acabar
volta ao 30 Jt'. I
costu- noso. Quanto ao assassinato do ta- táxis íe> Hins
n.mntr» qa nccaccinntn Hn tn- tnvÍQ dias denois depois tudo voltn
Os quase cinco mil motoristas de criminosos e morrem porque "Eles tra- xista Nilton José da Silva, ocorrido normal. Se um traficante quiser
mam reagir aos assaltos. Limpeza das comerciais comerciais i
táxi de Brasília estão em pânico. O 9 do mês carregar vários quilos de droga da
balham à noite e não podem adivi- no dia passado próximo
Sindicato dos Taxistas revela que area. Oito carros foram levadosj;
acena ao Jardim Zoológico, Eurípedes diz Asa Sul e Asa Norte, por exemplo, Detran resolveu limpar a área.
25 deles foram assassinados, en- nhar quando a pessoa que foi identificado e è só ele tomar um táxi para não ser o depósito
dep6sito do Detran e quase 600 foram multados por-r: por-
trabalhavam, entre feverei- para eles é um ladrão", explicou. O que o criminoso V^/ para
nas comerciais do Plano Piano Piloto,.;
quanto em 1991 a deve ser nas próximas horas. importunado", analisa. estarem obstruindo o trânsito
transito '•»
ro de 1985 e o mês passado. Todas delegado lembra que preso
de Polícia Civil testou Segundo o delegado, o assassino è Manoel Andrade reclama tam- sexta-feira àa noite. noite. | « .
foram mortos a tiros após reagirem Academia da operaçao
operagao Limpa
Ltmm,
um ex-presidiário. Nilton levou um bém da ineficácia da polícia "Es- no
no Segundo Segundo o Cel. Jair Tadeschi, coordenador
a assaltos. Quase 200 deles foram com sucesso e ofereceu aos taxistas cabeça e foi encontrado a esse tipo de crime. a área,
area, atua?ao da PM com o Detran foi elogiada pelos morado-
a atuação

cujos tiro na combate Sul. .
..
vítimas de assaltos com violência e uma cabine à prova de bala res de várias varias quadras, em especial os da 114 Norte e 404/405 .
num matagal ao lado. tamos concluindo outra estatística "Para disciplinar trafego nas noites de sexta-feira, quando
escaparam por muita sorte. únicos orifícios eram destinados à o tráfego quando,
Para o presidente do Sindicato para mostrar que 40% dos assassi- operapao, tivemos até ate de interditar a 404/405 Sul, onde,,
Na noite de quarta-feira da se- passagem do dinheiro das corridas. deputado distrital ta-
iniciamos a operação,
"Mas dos Taxistas, natos em que as vítimas eram de em frente aos bares Gato Goto AmareloAiuarelo
mana passada, por exemplo, José os taxistas acharam a cabine Andrade
"essa suces- aglomeragao
a aglomeração pedestres
carros ^
encontrado Manoel (PP), xistas ainda não foram soluciona- Mac Donald's impossibilitava a passagem dos pela quadra £
Ferreira Gonçalves foi cara demais", conta o delegado. de crimes só vai terminar quan-
são dos. Com o recrudescimento da explicou o comandante.
morto com três tiros, ao lado do Eurípedes informa que o assassi- do os taxistas forem abordados nas
táxi, na cidade-satélite do Gama, a violência no país, os motoristas de Todos os automóveisautomoveis estacionados em locais proibidos ou mal,
ocor- Mi- a
35 quilômetros de Brasília. O crimi-
nato do taxista José Ferreira, blitzes realizadas pelas polícias
táxi continuam sendo as vítimas vitimas estacionados estacionados foram multados. Os que estavam bloqueando
rido na quarta-feira, no Gama. já litar e Civil, Detran e Polícia Rodo- entrada da 206 Sul foram guinchados.
noso ainda não foi identificado pela mais vulneráveis. São crimes he- mais. Bom seria! seria estender a opera-1' opera-"
está sendo investigado pela Delega- viária. Já encaminhei esse pedido Na próxima
proxima sexta-feira tem mais
polícia. Segu- diondos seguidos de mor- manhas de sábado, o trânsito
transito em alguns,
cia de Homicídios (DH). Segundo várias vezes ao secretário de (assaltos pao para as manhãs
ção sabado, quando
O diretor-geral da Polícia Civil, te), mas a legislação é insuficiente comerciais fica impraticável. impraticavel. Hjj
o delegado Pedro Ribeiro, titu- rança, João Brochado, mas de nada
Eurípedes Barbosa, disse ontem ele, Eles começam a os para detê-los", disse.
dos lar da DH, tenta identificar o crimi- adiantou. parar
que os taxistas são alvos fáceis Ministro errado errado Qiiiproquo
Qüiproquó J
O O senador Pedro Teixeira Teixeira Quase termina em quebra--1 quebra-'
quebra o festival de Reggae Beatt> Beat'- I
(PP-DF), que ée proprietário proprietario de de quebra
Oca-';
Oca-"
U.V^ galerias
de galerias de arte em Brasília, Brasilia, fez
fez promovido
promovido pela pek produtora
Escola para começa reeducação rina e pelo Gate's Gate s Pub no último ultimo,
Exército I discurso no Senado afirmando afirmando rina
fim de semana no Gran Circo.',
urco.,
que o embaixador Jerônimo Jeronimo fim
de do-„
do-,,
4YI1 Moscarao, Moscardo, novo ministro da
da Lar. Lar. Já
Ja na madrugada
técnicos fica il£\ J mingo, a estrela do festi-
ma nos Cultura, saltou de paraquedas grande
60 meninos de "Não è vai e uma das mais destacadas
quartéis
quarteis no governo Itamar:
em 94 . .
ià-M , /T\r? wm m \~r U-'í -1V ^ ti ' crivel e nem aceitável,
crível aceitavel. que se se figufas figuras do reggae internacional, international,
pronta convenio firmado entre GDF
O convênio UDh . .7-rr; . < exterior uma o cantor e compositor inglês
ingles
HhH&Uíé | ' busque no pessoa
pessoa o
A secretária de Educação, Eu- Ministerio do Exército
e Ministério Exercito para auxi- > > 1j dede há ha muito desligada dos dosfnol nos- Maxi Maxi Priest, negou-se a subir no
rides Brito, determinou que sejam carentes começou a ser ser i reahdade, sequer saiu'
palco (na realidade, saiu!,
liar crianças
criangascarentescomegou \\ ' sos problemas cotidianos, sem-
sosproblemascotidianos, sem- palco
nao tinha
não tinnarece-a. rece-x
aceleradas as obras de construção colocado em prática pratica ontem. Cerca
Cerca - it* prepre em fase de evolução,
evolugao, quan-
quan- ao do hotel) porque
da primeira escola técnica de Bra- criangas de rua foram apre-
de 60 crianças apre- . H* * • do aqui mesmo èe facilmente facilmente bido bido USS 4 mil, a metade do;, do
recrutar alunos de Guarda
Guarda • > localizável
localizavcl alguém
alguern conheça
conheQa cachê
cache combinado.
combmado. Os produto-1
produto^
sília, destinada a sentados ao Batalhão Batalhao , (1 • que
solenidnde ||£&gg4|g nossas dificuldades internas", res chegaram a oferecer USS 2/
de 2o grau para cursos profissio- Presidencial (BGP) em solenidade
Presidential mil, mas Priest manteve-se irre-'
nalizantes. O objetivo é que a es- \\ ESf"""™' disse o senador.
que contou com a presença presenga do se- se- -1 \\ diss!?0 d desejava
desejava dutivel. dutível. O público publico que o esperou;,
cola, situada na Vila Areai, em cretário do Trabalho, Renato Riel-
jgHH. Ao que parece, ele
WnoJoumUomtoino
ver nomeado i um ianomami no até altas
ateato;;ma|ugad| madrugadas, qu.seJ quase
Taguatinga, entre em funciona- la. Durante quatro meses, os meno- tudo. ^
Mine. quebra
mento já no primeiro semestre do res, que têm entre 8 e 16 anos,
passarao o dia em quartéis, quarteis, onde onde Doacao '
próximo ano letivo. O novo cro- passarão Doação
nograma das obras dá prioridade receberão tratamento médico-o- O
O embaixador
embaixador CR$
CBM* 2.592.000,00. O embaixador1i
ao término de três laboratórios, dontológico
Ltl£ofdeSvSo'S e desenvolverão ativi- [? 11™^** ,doou também um
britânico Peter Parte da verba já
12 salas de aula e um setor admi- dades esportivas, aulas de música, utilizada nam num computador britâni-"
—dor britani^
1" hTp^oS Heap fez ontem fofutilizada
foi
nistrativo. Ficarão para uma se- religião e socialização. Estudo Populacio- 386 e uma im- '
"Rua não é lugar de menino", uma doação para o co
gunda etapa a construção do re- nal cujo objetivo é
esperanvas villi, „ Programa de As- pressora Laser para'
feitório, do grêmio estudantil e afirmou Riella, que tem esperanças sistência Integral medir
Integral medir o grau de sá- sa- 0o nroiirama Reviver
sistencia programa
das oficinas. do projeto se tornar exemplo para para jAt/Pi9 :>$% $ Saude da Fun-
da Saúde fun- tisfagao tisfação da popula- popula- _- J.Centro J[
Estados. Hoje, os meninos
meninos H j « »*««;* >>v 1 de Remi-'
Remi.
Segundo Eurides Brito, a esco- outros |L , I dação dacao Hospitalar
Hospitalar Qao ção idosa com os
os .¦ . . . . „
de rua um
urn kit com
kit(com rou-
rou- M * , de Saúde
Saude niscência
niscenoa e Vivenaa
Vivência" ^
la atenderá ao aumento da de- ganharão
ganharao | DF de um che-
che- Serviços
Servigos
pas, sapatos e material
materialde de higiene.
higiene. que do no valor de de da da capital.
capital. lntegrada Integrada do Idoso. Idoso. ,
manda para o 2° grau verificado que
"Queremos Metade das crianças já recebiam > '
neste ano. garantir <»
assistencia do projeto Casa Aberta,
assistência Aberta, WgL v/%, Pobre Pobre Rico Rico Sushi Suehi
um ensino de qualidade", diz. A na 903 Sul, onde mui- mui- H|4i99M^^ „
que funciona |r S8HJRL.JJI novo restau-'
escola técnica funcionará em três Finalmente sur- sur- Tres Três executivos
executivos Um
Umnovorestau
criancas procuram abrigo e ali-
tas crianças ali- Mlj—, Finalmente
rante abre.,
abre..
turnos, e atenderá principalmente ge um candidato
candidato jantaram sexta-feira
sexta-feira japonês
japones
Ceilân- menta aT
mentação. . ge suas
suasportasem em Bra-,;;
Bra-,;,
os alunos de Taguatinga, Outras 30 foram selecionadas selecionadas jL\ <»v *jtx s pobre pobre em Brasília. Brasilia. passada no Lake's Lakes portas •r
dia e Samanbaia. Os recursos es- SeuSeu nome èe Levino Levino Baby Beef, na QI-9.
QI-9. sília