Você está na página 1de 52

Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 44

Pró-reitoria de Graduação

17 ANEXOS
Anexo 1 - Ementas e bibliografias

1º semestre
Código EDU250
Disciplina Antropologia e Cosmovisão Franciscana
Ementa Antropologia filosófica e seu objeto de estudo. Pessoa humana, ciência e
responsabilidade. Virtude, reverência e alteridade. Humanismo e cosmovisão
franciscana
Bibliografia BOFF, L. Saber cuidar: ética do humano-compaixão pela terra. Petrópolis: Vozes,
básica 2000.
______. O cuidado necessário: na vida, na saúde, na educação, na ecologia, na ética e
na espiritualidade. Petrópolis: Vozes, 2012.
BUZZI, A. R. Introdução ao pensar. 32. ed. Petrópolis: Vozes, 2006.
MERINO, J. A. Filosofia da vida: visão franciscana. Braga: Franciscana, 2000.
Bibliografia BOFF, L. Virtudes para um outro mundo possível: comer & beber juntos & viver em
complementar paz. Petrópolis: Vozes, 2006.
______. Virtudes para um outro mundo possível: hospitalidade: direito e deveres de
todos. Petrópolis: Vozes, 2006.
______. Virtudes para um outro mundo possível: convivência, respeito, tolerância
Petrópolis: Vozes, 2006.
MERINO, J. A; FRESNEDA, F. M. Manual de filosofia franciscana. Petrópolis:
Vozes, 2006.
______. Humanismo franciscano: franciscanismo e mundo atual. Petrópolis: FFB,
1999.
MURARO, R. M. Os avanços tecnológicos e o futuro da humanidade. Petrópolis:
Vozes, 2009.
VAZ, H. C. L. Antropologia filosófica I. 8. ed. São Paulo: Loyola, 2006.

Código PSC250
Disciplina Psicologia, Ciência e Profissão
Ementa Psicologia. Psicologia como ciência. Psicologia como profissão.
Bibliografia ANTUNES, M. A. M. A psicologia no Brasil: leitura histórica sobre sua constituição.
básica São Marcos: Educ, 1999.
BOCK, A. M.; FURTADO, O.; TEIXEIRA, M. L. Psicologias: uma introdução ao
estudo de
psicologia. São Paulo: Saraiva, 1999.
CARPIGIANI, B. Psicologia: das raízes aos movimentos contemporâneos. São Paulo:
Pioneira, 2002.
Bibliografia CAMPOS, R. H. Dicionário biográfico da psicologia no Brasil. Rio de Janeiro: Imago,
complementar 2001.
CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL DOS PSICÓLOGOS. Brasília: Conselho
Federal de
Psicologia, 2000.
CRUZ, R. M. Trabalho do psicólogo no campo jurídico. São Paulo: Casa do
Psicólogo, 2005.
DORIN, L. Enciclopédia de psicologia contemporânea. São Paulo: Iracema, 1987.
DALL’ AGNOL, R. Psicologia: estudos e reflexões. Porto Alegre: Feevale, 2002.
FIGUEIREDO, L. C. Matrizes do pensamento psicológico. 7. ed. Petrópolis: Vozes,
2000.
______; SANTI, Pedro Luiz Ribeiro. Psicologia: uma (nova) introdução, uma visão
histórica da psicologia como ciência. São Paulo: Edusc, 1999.
HOFFMAN, M. H.; CRUZ, R.; ALCHIERI, J. Comportamento Humano no trânsito.
São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
RUBIO, K. Psicologia do esporte: teoria e prática. São Paulo: Casa do Psicólogo,
2003.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 45
Pró-reitoria de Graduação

YAMAMOTO, O. H.; GOUVEIA, V. V. (org.) Construindo a psicologia brasileira:


desafios da ciência e da prática psicológica. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.

Código PSC251
Disciplina Fundamentos Históricos e Epistemológicos I
Ementa História das ideias psicológicas. Perspectivas psicológicas atuais: origens e
fundamentos
epistemológicos.
Bibliografia FIGUEIREDO, Luís Cláudio Mendonça; FIGUEIREDO, Luís Cláudio. A invenção do
básica psicológico: quatro séculos de subjetivação (1500-1900). 4. ed. São Paulo: Escuta,
1999. ______; SANTI, Pedro Luiz Ribeiro de. Psicologia: uma (nova) introdução, uma
visão histórica da psicologia como ciência. 2. ed. São Paulo: EDUC, 1999.
SCHULTZ, Duane P.; SCHULTZ, Sydney Ellen. História da psicologia moderna. São
Paulo: Cengage Learning, 1992.
Bibliografia ANTUNES, Mitsuko Aparecida Makino. A psicologia no Brasil: leitura histórica sobre
complementar sua constituição. São Paulo: Unimarco, 1999.
SCHULTZ, Duane P.; SCHULTZ, Sydney Ellen. História da psicologia moderna. São
Paulo: Cengage Learning, 2009.
FIGUEIREDO, Luís Cláudio M. Matrizes do pensamento psicológico. 6. ed.
Petrópolis: Vozes, 1998.
FARR, Robert M. As raízes da psicologia social moderna (1872-1954). 3. ed.
Petrópolis: Vozes, 2000.
JACÓ-MARIA, A. M.; FERREIRA, A. A. L.; PORTUGAL, F. T. História da
psicologia: rumos e percursos. Rio de Janeiro: NAU, 2005.

Código PSC252
Disciplina Filosofia
Ementa Elementos introdutórios à filosofia. Antecedentes filosóficos da psicologia. Tendências
filosóficas contemporâneas e seu impacto na psicologia.
Bibliografia FOUCAULT, Michel. História da sexualidade: a vontade de saber. Rio de Janeiro:
básica Graal, 1988.
HEMPEL, Carl. Filosofia da ciência natural. Rio de Janeiro: Zahar, 1976.
MARX, Karl. Manuscritos econômicos e filosóficos. in: FROMM, Erich. Conceito
marxista de homem. Rio de Janeiro: Zahar, 1970.
Bibliografia ARONDEL-ROHAUT, Madeleine. Exercícios filosóficos. São Paulo: Martins Fontes,
complementar 2000.
AYER, A. J. El positivismo lógico. México: FCE, 1965.
BOCHENSKI, I. Diretrizes do pensamento Filosófico, várias edições.
BONOMI, Andréa. Fenomenologia e estruturalismo. São Paulo: Perspectiva, 1974.
DESCARTES, René. Meditações metafísicas. São Paulo: Nova Cultural, 1996.
DOSSE, François. História do estruturalismo. São Paulo: Ensaio; Campinas: Unicamp,
1994.
FIGUEIREDO, Luís Cláudio. Matrizes do pensamento psicológico. Petrópolis: Vozes,
1998.
FOUCAULT, Michel. A arqueologia do saber. Rio de Janeiro: Forense, 1995.
______. As palavras e as coisas. São Paulo: Martins Fontes, 2001.
FROMM, Erich. O medo à liberdade. Rio de Janeiro: Zahar, 1962.
HUME, David. Tratado de la naturaleza humana. Buenos Aires: Paidós, 1974.
JAMES, WILLIAM. Pragmatismo e outros ensaios. Rio de Janeiro: Lidador, 1967.
LACAN, J. O seminário. Rio de Janeiro: Zahar, 1999.
LAW, Stephen. Os arquivos filosóficos. São Paulo: Martins Fontes, 2003.
LIMA, Luiz. C. O estruturalismo de Lévi- Strauss. Petrópolis: Vozes, 1968.
MARX, Karl; ENGELS, Friederich. Cartas e manifesto comunista de 1848. São Paulo:
Moraes, 1987.
MENDONÇA, EDUARDO PRADO DE. O mundo precisa de filosofia, Editora Agir,
Rio de Janeiro,1970.
MORTIMER, ADLER. Aristóteles para todos - uma introdução simples a um
pensamento complexo. São Paulo: É Realizações, 2010.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 46
Pró-reitoria de Graduação

______; CHARLES VAN DOREN. Como ler livros – O guia clássico para a leitura
inteligente. São Paulo: É realizações, 2011.
MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. São Paulo: Martins
Fontes, 1971.
NAGEL, Thomas. Uma breve introdução à filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 2001.
NUNES, Benedito. A filosofia contemporânea: trajetos iniciais. São Paulo: Ática,
1991.
REALE, Miguel. Introdução à filosofia. São Paulo, Editora Saraiva, 2002.
RUBIN, Achylle. Minha pequena filósofa, Minha pequena filosofia. Santa Maria:
Pallotti, 2002.
RIBEIRO JR, João. O que é positivismo. São Paulo: Brasiliense, 1996.
SCHULTZ, Duane; SCHULTZ, Sydney Ellen. História da psicologia moderna. São
Paulo:
Cultrix, 1977.
STEGMüLLER, Wolfang. A filosofia contemporânea. São Paulo: EPU, 1977.

Código PSC253
Disciplina Neuroanatomia
Ementa Sistema nervoso humano. Anatomia do sistema nervoso central: cérebro e medula
espinhal. Anatomia do sistema nervoso periférico: nervos cranianos e raquidianos.
Anatomia do sistema nervoso autônomo. Anatomia dos sentidos. Neuroanatomia
aplicada. Patologias neurológicas.
Bibliografia CASTRO, S. V. Anatomia fundamental. São Paulo: Makron Books, 2002.
básica CHEEVER, K. H.; BARE, B. G.; HINKLE, J. L.; SMELTZER, S. C. Brunner &
Suddarth: tratado de enfermagem médico-cirúrgica. 11. ed. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2008.
MACHADO, A. Neuroanatomia funcional. São Paulo: Atheneu, 2000.
NETTER, F. H. Atlas de anatomia humana. 5. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.
SEELEY, Rod R.; STEPHENS, Trent, D.; TATE, Philip. Anatomia e fisiologia. 3. ed.
Lisboa: Lusodidactica, 1997.
SOBOTTA, Atlas de Anatomia Humana: Anatomia geral e Sistema Muscular. 23. ed.
Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2012.
Bibliografia BUTERA, G. Neuromorfo fisiologia: embriologia e anatomia do sistema nervoso e dos
complementar órgãos dos sentidos. Campo Grande, MS: Ed. da UCDB, 2003.
DEGROOT, J.; CHUSID, J. G. Neuroanatomia. 21. ed. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 1994
GABRIELLI, C.; VARGAS, J. C. Anatomia sistêmica: uma abordagem direta para o
estudante. 4. ed. Florianópolis, SC: UFSC, 2013.
HABIB, M. Bases neurológicas dos comportamentos. Lisboa: Climepsi, 2000.
GUYTON, A. C. Tratado de fisiologia médica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan,
1997.
KANDEL, E. R.; SCHWARTZ, J. H.; JESSELL, T. M. Fundamentos da
neurociência e do comportamento. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000
O CÉREBRO & O SISTEMA NERVOSO CENTRAL. Rio de Janeiro: Reader's Digest,
2007.
RATEY, J. J.; HAGERMAN, E. Corpo ativo, mente desperta: a nova ciência do
exercício físico e do cérebro. Rio de Janeiro: Objetiva, 2012.

Código SAU114
Disciplina Genética
Ementa Bases genéticas e moleculares da hereditariedade. Bases citológicas e cromossômicas
da hereditariedade. Padrões de herança. Genética e bioquímica. Genética e câncer.
Genética do comportamento.
Bibliografia BORGES-OSÓRIO, M. R; ROBINSON, W. M. Genética humana. Porto Alegre: Artes
básica Médicas, 2001.
GRIFFITHS, A. et al. Genética moderna. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001.
JORDE, L. B.; CAREY, J. C.; WHITE, R. Genética médica. Rio de Janeiro: Elsevier,
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 47
Pró-reitoria de Graduação

2004.
THOMPSON, M. W.; Mc INNES, R; WILLARD, H. F. Genética médica. Rio de
Janeiro: Guanabara Koogan, 1993.
Bibliografia SALZANO, F. M. Genética e farmácia. São Paulo: Manole, 1990.
complementar ZAHA, A. Biologia molecular básica. Porto Alegre: Mercado Aberto, 2000.

Código SAU128
Disciplina Metodologia Científica
Ementa Ciência, tecnologia e conhecimentos. Método científico. Pesquisa científica. Projeto de
pesquisa. Publicações científicas. Plataforma Lattes, bases de dados eletrônicas e
agências de fomento.
Bibliografia ANDRADE, M. M. Introdução à metodologia do trabalho científico: elaboração de
básica trabalhos de graduação. 10. ed. 4. reimpr. São Paulo: Atlas, 2010.
FURASTÉ, P. A. Normas técnicas para o trabalho científico: com explicitação das
normas da ABNT. 15. ed. atual. reform. Porto Alegre: [s.n.], 2011.
GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas,
2010. p. 175.
OLIVEIRA, J. L. Texto acadêmico: técnicas de redação e de pesquisa científica. 4. ed.
Petrópolis: Vozes, 2007.
Bibliografia ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 14724: informação e
complementar documentação: trabalhos acadêmicos: apresentação. 2. ed. Rio de Janeiro: ABNT,
2005.
______. Informação e documentação: citações em documentos - NBR 10520. Rio de
Janeiro: ABNT, 2002.
AQUINO, I. S. Como escrever artigos científicos: sem arrodeio e sem medo da ABNT.
7. ed. São Paulo: Saraiva, 2010.
______. Como ler artigos científicos: da graduação ao doutorado. 2. ed. São Paulo:
Saraiva, 2010.
BASTOS, C. Aprendendo a aprender: introdução à metodologia científica. 16. ed.
Petrópolis: Vozes, 2002.
FRAGOSO, S.; RECUERO, R. C.; AMARAL, A. Métodos de pesquisa para Internet.
Porto Alegre: Sulina, 2011.
MARCONI, M. A. LAKATOS, E. M. Metodologia do trabalho científico. 8. ed. São
Paulo: Atlas, 2011.
MINAYO, M. C. S (org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 7. ed.
Petrópolis: Vozes, 2008.
SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 23. ed. rev. atual. São Paulo:
Cortez, 2007.

2º semestre
Código EDU251
Disciplina Ética e Cidadania
Ementa Ética, cidadania e dimensões do agir humano. Ética, sociedade e sustentabilidade.
Cidadania e direitos humanos. Bioética e biopoder. Trabalho e dignidade humana.
Bibliografia CAMARGO, M. Fundamentos de ética geral e profissional. 2. ed. Petrópolis: Vozes,
básica 2001.
SANDEL, Michael J. Justiça: o que é fazer a coisa certa. 8. ed. Rio de Janeiro:
Civilização Brasileira, 2012.
______. O que o dinheiro não compra: os limites morais do mercado. 1. ed. Rio de
Janeiro: Civilização Brasileira, 2012.
VÁZQUEZ, A. S. Ética. 24 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.
Bibliografia CARVALHO, J. M. Cidadania no Brasil – um longo caminho. Rio de Janeiro:
complementar Civilização Brasileira, 2008.
CANTO-SPERBER, Monique; OGIEN, Ruwen. Que devo fazer? A filosofia moral.
Tradução de Benno Dischinger. São Leopoldo: Unisinos, 2004.
FACCHI, A. Breve história dos direitos humanos. Tradução de Silva Debetto C. Reis.
São Paulo: Loyola, 2011.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 48
Pró-reitoria de Graduação

PESSINI, L.; BERTACHINI, L.; BARCHIFONTAINE, C. P. (Org.). Bioética, cuidado


e humanização. São Paulo, SP: Centro Universitário São Camilo, 2014.
GRÜN, M. Ética e educação ambiental: a conexão necessária. 6. ed. Campinas:
Papirus, 2002.
BITTAR, E. C. B. Ética, educação, cidadania e direitos humanos: estudos filosóficos
entre cosmopolitismo e responsabilidade social. São Paulo, SP: Manole, 2004.
HEERDT, M. L. Construindo ética e cidadania todos os dias. 6. ed. Florianópolis, SC:
Sophos, 2004.
HUNT; L. A invenção dos direitos humanos: uma história. Tradução de Rosaura
Eichenberg. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.
JUNGES, J. R. Bioética: perspectivas e desafios. São Leopoldo: Unisinos, 1999.
MANZINI-COVRE, M. L. O que é cidadania. São Paulo: Brasiliense, 1995.
NALINI, J. R. Ética geral e profissional. 3. ed. rev. ampl. Paulo: Revista dos
Tribunais, 2001.
TIRADENTES, J. A. Sociedade e construção: história e cultura indígena brasileira.
São Paulo: Direção, 2008.
______. Sociedade e construção: história e cultura afro-brasileira. São Paulo: Direção,
2008.
VALLS, Á. O que é ética. São Paulo: Brasiliense, 1986.

Código EDU238
Disciplina Língua Brasileira de Sinais
Ementa Introdução: aspectos clínicos, educacionais e sócio-antropológicos da surdez. Alfabeto
manual. Vocabulário básico da Libras I. Vocabulário básico da Libras II. Descrição:
narrativa básica.
Bibliografia CAPOVILLA, F. Dicionário trilíngue de libras. São Paulo: USP, 2001.
básica QUADROS, Ronice Müller de; KARNOPP, Lodenir. Língua de sinais brasileira:
estudos linguísticos. reimpr. Porto Alegre: Artmed, 2007.
SKLIAR, Carlos (org.). A surdez: um olhar sobre as diferenças. 6. ed. Porto Alegre:
Mediação, 2012.
Bibliografia QUADROS, Ronice Müller de. Educação de surdos: a aquisição da linguagem. Porto
complementar Alegre: Artes Médicas, 1997. p. 126.
OLIVEIRA, Luiza de Fátima Medeiros de. Formação docente na escola inclusiva:
diálogo como fio tecedor. Porto Alegre: Mediação, 2009.
SKLIAR, Carlos. Pedagogia (improvável) da diferença. E se o outro não estivesse aí?
Rio de Janeiro: Dp&A, 2003.
______. (org.). Educação & exclusão: abordagens sócio-antropológicas em educação
especial. 5. ed. Porto Alegre: Mediação, 2006. p. 110.
THOMA, Adriana da Silva; KLEIN, Madalena (org.). Currículo e avaliação: a
diferença surda na escola. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 2009.

Código PSC254
Disciplina Psicologia Experimental e do Comportamento
Ementa Bases conceituais, históricas e filosóficas da Psicologia Experimental e do
Comportamento. Conceitos Fundamentais da Psicologia Experimental e do
Comportamento. Aplicação da Psicologia Experimental e do Comportamento.
Bibliografia CATANIA, A. C. Aprendizagem: Comportamento, Linguagem e Cognição. 4. ed.
básica Porto Alegre, 2006.
MOREIRA, M. B.; MEDEIROS, C. A. Princípios Básicos de Análise do
Comportamento. Porto Alegre: Artmed, 2007.
SKINNER, Burrhus Frederic. Ciência e Comportamento Humano. São Paulo: Martins
Fontes, 2003.
Bibliografia ABREU-RODRIGUES, J.; RIBEIRO, M. R. (orgs). Análise do Comportamento:
complementar Pesquisa, Teoria e Aplicação. Porto Alegre: Artmed, 2005.
ALLOWAY, T.; WILSON, G.; GRAHAM, J. Sniffy, o rato virtual: versão 2.0. São
Paulo: Thomson Learning, 2006.
FIGUEIREDO, L. C. M.; SANTI, P. R. L. Psicologia: uma (nova) introdução: uma
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 49
Pró-reitoria de Graduação

visão histórica da Psicologia como ciência. 2. ed. São Paulo: EDUC, 1999.
GOMIDE, P. I. C.; WEBER, L. N. D. Análise experimental do comportamento:
manual de laboratório. 6. ed. Revisão Ampliada. Curitiba: UFPR, 2001.
GUIMARAES, R. P. Deixando o preconceito de lado e entendendo o Behaviorismo
Radical. In: Psicologia Ciência e Profissão, Brasília, v. 23, n. 3, 2003. Disponível
em: <http://www.scielo.br/pdf/pcp/v23n3/v23n3a09.pdf>.
MUOTRI, R. W.; NUNES, R. P.; BERNIK, M. A. Exercício aeróbio como terapia de
exposição a estímulos interoceptivos no tratamento do transtorno de pânico. In: Revista
Brasileira de Medicina do Esporte, Niterói, v. 13, n.5, Oct. 2007, p. 327-330.
Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbme/v13n5/09.pdf>.
SKINNER, B. F. Sobre o Behaviorismo. 9. ed. São Paulo: Cultrix, 2004.
TORRES, I. M.; MEYER, S. B. O brinquedo como instrumento auxiliar para a análise
funcional em terapia comportamental infantil. In: Interação em Psicologia, v. 7, n.1, p.
55-63.2003. Disponível em:
<http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs/index.php/psicologia/article/viewFile/3207/2569>.

Código PSC255
Disciplina Processos Básicos
Ementa Fundamentos da psicologia cognitiva. Processos cognitivos.
Bibliografia EYSENCK, M. W.; KEANE, M. T. Psicologia cognitiva - Um manual introdutório. 5.
básica ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 2007.
GAZZANIG,. M. S.; HEATHERTON, T. F. Ciência Psicológica: mente, cérebro e
Comportamento. Porto Alegre: Artmed. 2005
STERNBERG, R. J. Psicologia Cognitiva. 5. ed. São Paulo: Cengage Learning. 2010.
Bibliografia ATKINSON, R. L.; ATKINSON, R. C.; SMITH, E. E.; BEM, D. J.; NOLEN-
complementar HOEKSEMA, S. Introdução à psicologia de Hilgard. Porto Alegre: Artes Médicas.
2002.
CATANIA, A. C. Aprendizagem: comportamento, linguagem e cognição. Porto
Alegre: Artes Médicas, 1999.
DAVIDOFF, L. L. Introdução à Psicologia. 3. ed. São Paulo: Pearson Education.
2001.
FRAWLEY, W. Vygotsky e a Ciência Cognitiva: linguagem e integração das mentes
social e computacional. Porto Alegre: Artes Médicas. 2000.
GOMES, Antonio Penna. Introdução à psicologia cognitiva. São Paulo: EPU. 1999
IZQUIERDO, I. A Arte de Esquecer. 2. ed Rio de Janeiro: Vieira e Lent, 2010.
______. Memória. Porto Alegre: Artes Médicas. 2002.

Código PSC256
Disciplina Fundamentos Históricos Epistemológicos II
Ementa Reflexões sobre o conhecimento científico. Epistemologias da psicologia.
Bibliografia FIGUEIREDO, L. C. M.; SANTI, P. L. R. Psicologia uma (nova) introdução. São
básica Paulo: Educ, 1999.
MORIN, E. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000.
SANTOS, B. S. Um discurso sobre as ciências. Porto Alegre: Afrontamento, 2001.
Bibliografia COMTE, A. Curso de filosofia positiva. São Paulo: Nova Cultural, 1991.
complementar FIGUEIREDO, L. C. M. A invenção do psicológico, quatro séculos de subjetivação.
São Paulo: Escuta, 1999.
______. Matrizes do pensamento psicológico. 7. ed. Petrópolis: Vozes, 2000.
PENNA, A. G. História das ideias psicológicas. Rio de Janeiro: Imago, 1991.
REYNOLDS, J. Existencialismo. Petrópolis: Vozes, 2013.
ROUDINESCO, E. Por que a psicanálise? Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2000.
WILLIAMS, J. Pós-estruturalismo. Petrópolis: Vozes, 2012.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 50
Pró-reitoria de Graduação

Código PSC257
Disciplina Psicofisiologia
Ementa Membrana celular e neurônios. Tecido muscular. Sistema linfático. Sistema nervoso.
Sistema circulatório. Sistema respiratório. Sistema digestivo. Sistema renal. Sistema
endócrino. Sistema reprodutor.
Bibliografia GRABOWSKI, T. Princípios de anatomia e fisiologia. São Paulo: Guanabara, 2002.
básica HALL, John E.; GUYTON, Arthur C. Tratado de fisiologia médica. 12. ed. Rio de
Janeiro: Elsevier, 2011.
TORTORA, Gerard J.; GRABOWSKI, Sandra Reynolds. Princípios de anatomia e
fisiologia. 9. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.
Bibliografia AIZENBERG, Sergio. Os afetos ocultos em psoríase, asma, transtornos respiratórios,
complementar varizes, diabete, transtornos ósseos, cefaléias e acidentes cerebrovasculares. São
Paulo: Casa do Psicológo, 2003.
ANGERAMI-CAMON, Valdemar Augusto. Psicologia da saúde: um novo significado
para a prática clínica. São Paulo: Pioneira, 2000.
PSICOSSOMA III. Interfaces da psicossomática. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
SCHILLER, Paulo. A vertigem da imortalidade: segredos, doenças. São Paulo:
Companhia das Letras, 2000.
SEELEY, Rod R.; STEPHENS, Trent D.; TATE, Philip. Anatomia e fisiologia. 3. ed.
Lisboa: Lusodidactica, 1997.

Código PSC258
Disciplina Sociologia
Ementa Sociologia como ciência. Sociedade contemporânea e suas mudanças sociais, políticas
e culturais.
Bibliografia COSTA, Cristina. Sociologia: introdução à ciência da sociedade. 2. ed. São Paulo:
básica Moderna, 2011.
GIDDENS, A. Sociologia. Porto Alegre: Artmed, 2005.
QUINTANEIRO, T.; BARBOSA, M. L.; OLIVEIRA, Márcia G. Um toque de
clássicos: Durkheim, Marx e Weber. Belo Horizonte: UFMG, 2002.
Bibliografia BAUMAN, Zygmunt. A cultura no mundo líquido moderno. Rio de Janeiro: Zahar,
complementar 2013.
BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.
CHAUÍ, Marilena. Simulacro e Poder. Uma análise da mídia. São Paulo: Perseu
Abramo, 2006.
DUBET, F. Desigualdades multiplicadas. Ijuí: UNIJUÍ, 2003.
FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: história da violência nas prisões. 23. ed.
Petrópolis: Vozes, 2001.
GOHN, M. G. Teoria dos movimentos sociais: paradigmas clássicos e
contemporâneos. São Paulo: Loyola, 2000.
______. Os sem-terra, Ongs e cidadania: a sociedade civil brasileira na era da
globalização. São Paulo: Cortez, 2000.
______. (org.). Movimentos sociais no início do século XXI: antigos e novos atores
sociais. Petrópolis: Vozes, 2003.
LAZZARATO, M. As revoluções do capitalismo: a política do império. Rio de Janeiro:
Civilização Brasileira, 2006.

Código PSC259
Disciplina Teorias da Aprendizagem
Ementa Processos de construção do conhecimento. Teorias e conceitos fundamentais da
psicologia da aprendizagem.
Bibliografia FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 49 reimpr. 2005. Rio de Janeiro: Paz e Terra,
básica 2005.
REGO, Teresa C. R. Vygotsky - uma perspectiva histórico-cultural da educação.
Petrópolis: Vozes, 2002.
PULASKI, M. A. S. Compreendendo Piaget - uma introdução ao desenvolvimento
cognitivo da criança. São Paulo: LTC, 1986.
GARDNER, H. Estruturas da Mente. Porto Alegre: Artes Médicas: 2002.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 51
Pró-reitoria de Graduação

Bibliografia COUTINHO, M. T. C.; MOREIRA, M. Psicologia da educação. Belo Horizonte:


complementar Editora Lê, 1992.
DOLLE, Jean M. Para compreender Jean Piaget - uma introdução à Epistemologia
Genética Piagetiana. Rio de Janeiro: Ed. Guanabara, 2000.
FREIRE, Paulo. Educação como prática de liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra,
2000.
FREITAS, Lia. A produção de ignorância na escola: uma análise crítica do ensino da
língua escrita na sala de aula. São Paulo: Cortez, 1991.
GARDNER, H. Inteligências Múltiplas. Porto Alegre: Artes Médicas: 1995.
GOULART, Iris B. Piaget - experiências básicas para utilização pelo professor.
Petrópolis: Vozes, 1997.
KUPFER, Maria C. M. Freud e a Educação - o mestre do impossível. São Paulo:
Scipione,1997.
LA TAILLE, Yves de; OLIVEIRA, Marta K. de; DANTAS, Heloysa. Piaget,
Vygotsky, Wallon - teorias psicogenéticas em discussão. São Paulo: Summus,1992.
MILHOLLAN, Frank, FORISHA, Bill E. Skinner x Rogers: maneiras contrastantes de
encarar a educação. São Paulo: Summus,1978.
PIAGET, Jean. O juízo moral na criança. São Paulo: Summus, 1994.
______ . Epistemologia Genética. São Paulo: Martins Fontes, 1990.
______. A construção do real na criança. Rio de Janeiro: Zahar, 1975.
______. A formação do símbolo na criança: imitação, jogo e sonho, imagem e
representação. Rio de Janeiro: Zahar, 1975.
______. A gênese do número na criança. Rio de Janeiro: Zahar,1975.
______. O nascimento da inteligência na criança. Brasília: MEC; Rio de Janeiro:
Zahar,1975.
______. Para onde vai a educação? Rio de Janeiro: José Olympio, 1973.
______. A linguagem e o pensamento da criança. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura,
1959.
______. Seis estudos de psicologia. Rio de Janeiro: Forense, 2001.
PIAGET, Jean; INHELDER, Bärberl. O desenvolvimento das quantidades físicas na
criança: conservação e atomismo. Rio de Janeiro: Zahar, 1975.
ROGERS, C. R. Liberdade para aprender. Belo Horizonte, MG: Interlivros, 1973.
ROSA, J. L. Psicologia e Educação: o significado do aprender. Porto Alegre.
EDIPUCS. 1998.
VYGOTSKY, Lev. S. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo: Ícone,
1994.
______. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos
superiores. São Paulo: Martins Fontes, 1998.
______. O desenvolvimento psicológico na infância. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

3º semestre
Código PSC260
Disciplina Psicologia Social I
Ementa Psicologia social. Paradigmas em psicologia social. Diferentes abordagens em
psicologia social.
Bibliografia CAMPOS, Regina; GUARESCHI, Pedrinho (orgs.). Paradigmas em Psicologia Social:
básica a perspectiva Latino-Americana. Petrópolis: Vozes, 2000.
JACQUES, Maria da Graça C.; STREY, Marlene Neves et al. Psicologia Social
Contemporânea. 10. ed. Petrópolis: Vozes, 2007.
LANE, Silvia. O que é psicologia social. São Paulo: Brasiliense, 1981.
FARR, Robert. As Raízes da Psicologia Social Moderna. 6. ed. Petrópolis: Vozes,
2004.
Bibliografia FURTADO, Odair; BOCK, Ana Mercês Bahia; Gonçalves, M. Graça. Psicologia
complementar Sócio-Histórica. São Paulo: Cortez, 2001.
FREUD, S. Obras Completas. Rio de Janeiro: Imago, 1980.
GUARESCHI, Neuza; BRUSCHI, Michel (orgs.). Psicologia Social nos Estudos
Culturais: perspectivas e desafios para uma nova psicologia social. Rio de Janeiro:
Vozes, 2003.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 52
Pró-reitoria de Graduação

GUATTARI, Félix; ROLNIK, Suely. Micropolítica: cartografias do desejo. 7. ed.


Petrópolis: Vozes, 2005.
NEVES, Rosane. A Invenção da Psicologia Social. Petrópolis: Vozes, 2005.
SPINK, M. J. (org.). Práticas Discursivas e Produção de Sentidos no Cotidiano:
aproximações teóricas e metodológicas. São Paulo: Cortez, 1999.

Código PSC261
Disciplina Pesquisa em Psicologia
Ementa Ciência e psicologia. Diferentes formas de pesquisar em psicologia. Desenvolvimento
de pesquisa em psicologia. Divulgação da pesquisa em psicologia.
Bibliografia GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5.ed. São Paulo: Atlas, 2006.
básica LAVILLE, C.; DIONNE, J. A construção do saber: manual de metodologia da
pesquisa em ciências humanas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.
MINAYO, M. C. (org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis:
Vozes, 2008.
Bibliografia ALVES-MAZZOTTI, A. J.; GEWANDSZNAJDER, F. O método nas ciências
complementar naturais sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. São Paulo: Pioneira, 1999.
BAUER, M.; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um
manual prático. 4. ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2005.
COZBY, P. C. Métodos de pesquisa em ciências do comportamento. São Paulo: Atlas,
2003.
GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.
MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução
de pesquisas; amostragens e técnicas de pesquisa; elaboração, análise e interpretação
dos dados. 4. ed.São Paulo: Atlas, 1999.
MAY, T. Pesquisa social: questões, métodos e processos. Porto Alegre: Artmed, 2004.
MINAYO, Maria Cecília de Souza. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa
em saúde. 4. ed. São Paulo, Rio de Janeiro: Hucitec, Abrasco, 1996.
TURATO, E. R. Tratado da metodologia da pesquisa clínico qualitativa: construção
teórico-epistemológica, discussão comparada e aplicação nas áreas da saúde e
humanas. Rio de Janeiro: Vozes, 2003.
______. Métodos qualitativos e quantitativos na área da saúde: definições, diferenças e
seus objetos de pesquisa. In: Rev.Saúde Pública, 39(3),507-514, 2005. Disponível em:
<http://www.scielo.br/pdf/rsp/v39n3/24808.pdf>
VÍCTORA, C. G.; KNAUTH, D. R.; HASSEN, M. N. A. Pesquisa qualitativa em
saúde: uma introdução ao tema. Porto Alegre: Tomo, 2000.

Código PSC262
Disciplina Sistemas Teóricos: Psicanálise I
Ementa Contextualização da teoria freudiana. Aparelho psíquico: primeira tópica. Fases
psicossexuais do desenvolvimento. Aparelho psíquico: segunda tópica. Fundamentos
teóricos da clínica psicanalítica.
Bibliografia FREUD, S. Obras completas. Rio de Janeiro: Imago, 1996.
básica HORNSTEIN, L. Introdução à psicanálise. São Paulo: Escuta, 1996.
LAPLANCHE, J. E.; PONTALIS, J. Vocabulário de psicanálise. 2. ed. São Paulo:
Martins Fontes, 2001.
ROUDINESCO, E. Por que a psicanálise? Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2000.
Bibliografia BIRMAN, Joel. Mal-estar na atualidade. 3. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira,
complementar 2001.
BLOS, Peter. Adolescência: uma interpretação psicanalítica. São Paulo. Martins
Fontes, 1998.
GARCIA-ROZA, L. A. Introdução à metapsicologia freudiana. Rio de Janeiro: Jorge
Zahar, 1998. v. 3.
______. Acaso e repetição em psicanálise: uma introdução à teoria das pulsões. Rio de
Janeiro: Jorge Zahar, 2003.
KUSNETZOFF, J. Introdução à psicopatologia psicanalítica. Rio de Janeiro: Nova
Fronteira, 1996.
MACEDO, Mônica M. K. et al. Neuroses. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2002.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 53
Pró-reitoria de Graduação

NASIO, J. D. Como trabalha um psicanalista? Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999.


ROUDINESCO, Elisabeth; PLON, Michel. Dicionário de psicanálise. Rio de Janeiro:
Jorge Zahar, 1998.

Código PSC263
Disciplina Sistemas Teóricos: Abordagem Humanista
Ementa Fenomenologia. Fundamentos teóricos da psicologia humanista para a compreensão da
personalidade.
Bibliografia FADIMAN, James, FRAGER, Robert. Teorias da Personalidade. São Paulo: Habra,
básica 1996.
FORGHIERI, Yolanda Cintrão. Psicologia fenomenológica: fundamentos, método e
pesquisas. São Paulo: Pioneira Thonpson Learning, 2004.
ROGERS, Carl Ransom. A Pessoa como Centro. São Paulo: EPU, 1977.
Bibliografia BRUNS, Maria Alves. Psicologia e Pesquisa fenomenológica: Reflexões e
complementar Perspectivas. São Paulo: Ômega, 2001.
BUBER, Martin. Eu e tu. São Paulo: Moraes 1974.
FRANKL, V. Em busca de sentido: um psicólogo no campo de concentração.
Petrópolis: Sinodal 1999.
FRANKL, V. Psicoterapia e Sentido da Vida: fundamentos da logoterapia e análise
existencial. 2. ed. São Paulo: Quadrante 1986.
LAVELLE, Louis. Regras da vida cotidiana. São Paulo: É Realizações, 2011.
MAY, Rollo. O homem à procura de si mesmo. 14. ed. Petrópolis : Vozes 1988.
MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da Percepção. São Paulo: Martins
Fontes 1971.
PENNA, Antonio Gomes. Introdução à psicologia fenomenológica. Rio de Janeiro:
Imago 2001.
ROGERS, Carl; KINGET, Marian. Psicoterapia e relações humanas. Belo Horizonte,
MG: Interlivros, 1975. v.1.

Código PSC264
Disciplina Psicologia da Infância
Ementa Bases históricas do conceito de infância e família. Aspectos gerais de psicologia do
desenvolvimento. O processo de socialização. A criança em situações específicas.
Bibliografia ARIÈS, P. História social da criança e da família. 2. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1981.
básica BADINTER, E. Um amor conquistado: o mito do amor materno. 9. ed. Rio de Janeiro:
Nova Fronteira, 1985.
EIZIRIK, C. L.; KAPCZINSKI, F.; BASSOLS, A. M. S. (orgs.). O ciclo da vida
humana:
uma perspectiva psicodinâmica. Porto Alegre: Artmed, 2001.
Bibliografia BEE, H. O ciclo vital. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.
complementar BERGER, K. S. O desenvolvimento da pessoa: da infância à adolescência. 5. ed. Rio
de Janeiro: LTC, 2003.
BOWLBY, J. Apego e perda. São Paulo: Martins Fontes, 1998.
BRASIL. Estatuto da criança e do adolescente. Santa Maria: Pallotti, 1996.
CALLIGARIS, C.; JERUSALINSKY, A. Educa-se uma criança? 2. ed. Porto Alegre:
Artes e Ofícios, 1999.
COLL, C.; PALACIOS, J.; MARCHESI, A. Desenvolvimento psicológico e educação:
psicologia da educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.
CORAZZA, Sandra M. História da infância sem fim. Ijuí: Unijuí, 2000.
DELDIME, R.; VERMEULEN, S. O desenvolvimento psicológico da criança. 2. ed.
Bauru: EDUSC, 1999.
ELKIND, D. Sem tempo para ser criança: a infância estressada. 3. ed. Porto Alegre:
Artes Médicas, 2004.
ERIKSON, E. O ciclo de vida completo. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.
FONSECA, C. Caminhos da adoção. 2 ed. São Paulo: Cortez, 2002.
GENTILEZA, Luciana. Cataventos do sentir: o trabalho psicanalítico com crianças.
São Paulo: Casa do Psicólogo, 2002.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 54
Pró-reitoria de Graduação

HEYWOOD, Colin. Uma história da infância: da Idade Média à época contemporânea


no Ocidente. Porto Alegre: Artmed, 2004.
HUTZ, C. Situações de risco e vulnerabilidade na infância e adolescência: aspectos
teóricos e estratégias de intervenção. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2002.
KAIL, R. V. A criança. São Paulo: Pearson, 2004.
KLAUS, M; KENNEL, J. H.; KLAUS, P. H. Vínculo: construindo as bases para um
apego seguro e para a independência. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.
LEBOVICI, S.; DIATKINE, R. Significado e função do brinquedo na criança. Porto
Alegre: Artes Médicas, 2002.
MOYLES, J. R. Só brincar? o papel do brincar na educação infantil. Porto Alegre:
Artes
Médicas, 2002.
NEWCOMBE, N. Desenvolvimento infantil. 8. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.
PALMA, R. Famílias monoparentais. Rio de Janeiro: Forense, 2001.
PAPALIA, D. E.; OLDS, S. W. Desenvolvimento humano. 7. ed. Porto Alegre: Artes
Médicas, 2000.
RAPPAPORT, C. R.; FIORI, W. R; DAVIS, C. Psicologia do desenvolvimento. São
Paulo: EPU, 1981.
ROUDINESCO, E. A família em desordem. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.
SHAFFER, D. Desenvolvimento Humano. São Paulo: Thomsom, 2005.
WAGNER, A. Como se perpetua a família? A transmissão dos modelos familiares.
Porto Alegre: EDIPUCRS, 2005.
WINNICOTT, D. W. O brincar e a realidade. Rio de Janeiro: Imago, 1975.
______. Tudo começa em casa. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

Código PSC265
Disciplina Bioestatística
Ementa Estatística. Apresentação tabular. Apresentação gráfica. Medidas descritivas. Principais
distribuições teóricas. Amostragem. Estimação estatística. Testes de hipóteses.
Correlação. Regressão.
Bibliografia CALLEGARI-JACQUES, S. M. Bioestatística: princípios e aplicações. Porto Alegre:
básica Artmed, 2003.
LEVIN, Jack; FOX, James Alan. Estatística para Ciências Humanas. São Paulo:
Pearson, 2006.
BARBETTA, Pedro Alberto. Estatística Aplicada às Ciências Sociais. Florianópolis:
DAUFSC, 1999.
Bibliografia FONSECA, J. S.; MARTINS, G. A. Curso de estatística. São Paulo: Atlas, 1996.
complementar ______; ______; TOLEDO, G. L. Estatística aplicada. São Paulo: Atlas, 1995.
RODRIGUES, P. C. Bioestatística. Niterói: Eduff, 2002.
TOLEDO, G. L.; OVALLE, I. I. Estatística básica. São Paulo: Atlas, 1995.
TRIOLA, M. F. Introdução à Estatística. São Paulo: Atlas, 1992.

Código PSC266
Disciplina Avaliação em Psicologia I
Ementa Fundamentos do processo de avaliação em psicologia. Indicações, aplicação e
levantamento de instrumentos psicométricos.
Bibliografia ALCHIERI, J. C.; CRUZ, R. M. Avaliação psicológica: conceitos, métodos e
básica instrumentos. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
PASQUALI, L. Técnicas de exame psicológico. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2001.
ANASTASI, Anne; URBINA, S. Testagem psicológica. Porto Alegre: Artmed, 2007.
Bibliografia ALCHIERI, J. C; CRUZ. R. M.; JAMIR, J. J. Avaliação e medidas psicológicas:
complementar produção do conhecimento e da intervenção profissional. São Paulo: Casa do
Psicólogo, 2002.
______; NORONHA, Ana Paula. Guia de referência: testes comercializados no Brasil.
São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
ANASTASI, Anne; URBINA, Susana. Testagem psicológica. Porto Alegre: Artes
Médicas, 2000.
BUNCHAFT, Guenia; CAVAS, Cláudio S. T. Sob medida: um guia sobre a elaboração
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 55
Pró-reitoria de Graduação

de medidas do comportamento e suas aplicações. Rio de Janeiro: Vetor, 2002.


CUNHA, J. A. Psicodiagnóstico-R. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.
______. Psicodiagnóstico V. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.
ERTHAL, T. C. Manual de psicometria. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.
OCAMPO, Maria Luisa S. et al. O processo psicodiagnóstico e as técnicas projetivas.
São Paulo: Martins Fontes, 2001.
PASQUALI, L. Psicometria: teoria e aplicações. Brasília: UNB, 1997.
SISTO, Fermino F. et al. Contextos e questões da avaliação psicológica. São Paulo:
Casa do Psicólogo, 2001.

4º semestre
Código PSC267
Disciplina Psicologia Social II
Ementa Conceitos operadores em psicologia social. Temas contemporâneos em psicologia
social. Psicologia e o campo das políticas públicas.
Bibliografia CAMPOS, Regina Helena (org.). Psicologia social comunitária: da solidariedade à
básica autonomia. Petrópolis: Vozes, 2000.
GUARESCHI, Pedrinho. Psicologia social crítica como prática de libertação. Porto
Alegre:
Edipucrs, 2005.
JACQUES, Maria da Graça C; STREY, Marlene Neves. Psicologia social
contemporânea. Petrópolis: Vozes, 1998.
Bibliografia ARENDT, H. A condição humana. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2007.
complementar FIGUEIREDO, Luís Cláudio M. Revisitando as psicologias: da epistemologia à ética
das práticas e discursos psicológicos. 2 ed. rev. ampl. São Paulo: Educ, 1996.
GOHN, Maria da Glória. Movimentos sociais no início do século XXI: antigos e novos
atores sociais. Petrópolis: Vozes, 2010.
JACÓ-VILELA, A.; MANCEBO, D. (orgs.). Psicologia social: abordagens sócio-
históricas e desafios contemporâneos. Rio de Janeiro: UERJ, 1999.
SAWAIA, Bader (org.). As artimanhas da exclusão: análise psicossocial e ética da
desigualdade social. Petrópolis: Vozes, 2001.
BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação das Relações Étnico-
raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena (Lei nº
11.645. de 10/03/08). Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-
2010/2008/lei/l11645.htm>
______. Diretrizes Curriculares Nacionais para Políticas de Educação Ambiental.
(Lei nº 9.795, de 27/04/99) Disponível em:
<http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9795.htm>
______. Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação em Direitos Humanos
(Resolução CNE 01, de 30/05/12). Disponível em:
<http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=17810&It
emid=866>
______. Cadernos Temáticos da CONSEG. Coordenação Geral da 1ª Conferência
Nacional de Segurança Pública. Ministério da Justiça - Ano I, 2009, n. 07. Brasília,
DF. Disponível em: <http://site.cfp.org.br/wp-
content/uploads/2009/09/Caderno_CONSEG_25_08.pdf>
______. ABC do SUS: Doutrinas e Princípios – Ministério da Saúde – Secretaria
Nacional de Assistência à Saúde – Brasília/DF, 1990. Disponível em:
<http://biblioteca.planejamento.gov.br/biblioteca-tematica-1/textos/saude-epidemias-
xcampanhas-dados-descobertas/texto-17-abc-do-sus-doutrinas-e-principios.pdf>
BONAMIGO, Irme Salete. Violências e contemporaneidade. In: Rev. katálysis,
Florianópolis, v.11, n.2, Dec.2008. Disponível em:
<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-
49802008000200006&lng=en&nrm=iso>.
CARRARA, Kester. Psicologia e a construção da cidadania. In: Psicologia ciência e
profissão. Brasília, v.16, n.1, 1996. Disponível em:
<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-
98931996000100003&lng=en&nrm=iso>
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 56
Pró-reitoria de Graduação

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA (CFP), CONSELHO FEDERAL DE


SERVIÇO SOCIAL (CFESS). Parâmetro para atuação de assistentes sociais e
psicólogos (as) na Política de Assistência Social / Conselho Federal de Psicologia
(CFP), Conselho Federal de Serviço Social (CFESS). Brasília, CFP/CEFESS, 2007.
Disponível em:
<http://www.pol.org.br/publicacoes/pdf/relatorio_atuacao_psi_pas.pdf>
FARIAS, Liamar Cristina de; SCHEFFEL, Rossmeyri Thaís; JUNIOR, Júlio Schruber.
Atuação do psicólogo nas emergências e desastres. Disponível em:
<http://www.abrapede.org.br/wp-content/uploads/2013/01/Atua%C3%A7%C3%A3o-
do-Psic%C3%B3logo-nas-Emerg%C3%AAncias-e-Desastres.pdf>
MORE, Carmen L.; OCAMPO, Ojeda. As redes pessoais significativas como
instrumento de intervenção psicológica no contexto comunitário. In: Paidéia (Ribeirão
Preto). Ribeirão Preto, v.15, n.31, Aug.2005. Disponível em:
<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-
863X2005000200016&lng=en&nrm=iso>
NASCIMENTO, Maria Lívia do; MANZINI, Juliane Macedo; BOCCO, Fernanda.
Reinventando as práticas psi. Psicologia e Sociedade. 2006, v.18, n.1, pp. 15-20.
Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-
71822006000100003&lng=en&nrm=iso>.

Código PSC268
Disciplina Sistemas Teóricos: Cognitivismo
Ementa Fundamentos das terapias cognitivo-comportamentais. Técnicas cognitivas e
comportamentais. Aplicações das terapias cognitivo-comportamentais.
Bibliografia BECK, J. S. Terapia cognitiva: teoria e prática. 2. ed. Porto Alegre: Artes Médicas,
básica 2013.
HOFMANN. S. G. Introdução à Terapia Cognitivo-comportamental Contemporânea.
Porto Alegre, Artmed. 2014.
WRIGHT J. H.; BASCO, M. R.; THASE M. E. Aprendendo a Terapia Cognitivo-
Comportamental: um guia ilustrado. Porto Alegre. Artmed. 2008
Bibliografia ABREU, C. N.; ROSO. M. Psicoterapias Cognitiva e Construtivista: Novas fronteiras
complementar na prática clínica. Porto Alegre: Artmed. 2003
BECK, A. Terapia cognitiva da depressão. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.
______.; ALFORD, B. A. O poder integrador da terapia cognitiva. Porto Alegre:
Artmed, 2000.
BECK, J. S. Terapia cognitiva: teoria e prática. Porto Alegre: Artmed, 1997.
CORDIOLLI, A. V. Psicoterapias: abordagens atuais. Porto Alegre: Artmed, 2008.
______. TOC. Manual de terapia cognitivo-comportamental para o transtorno
obsessivo-compulsivo. 2. ed. Porto Alegre. Artmed. 2014.
KNAPP, P. (org.). Terapia cognitivo-comportamental na prática psiquiátrica. Porto
Alegre: Artmed, 2004.
RANGÈ, B. Psicoterapias cognitivo-comportamentais: um diálogo com a psiquiatria.
Porto Alegre: Artmed, 2001.

Código PSC269
Disciplina Sistemas Teóricos: Psicanálise II
Ementa Principais correntes na psicanálise de crianças. Jacques Lacan e o retorno a Freud.
Temas clínicos em psicanálise de crianças.
Bibliografia KLEIN, M. A psicanálise de crianças. Rio de Janeiro: Imago, 1997.
básica LACAN, J. O estádio do espelho e sua relação com o eu tal como nos é revelado na
experiência psicanalítica. Escritos. Rio de Janeiro: Zahar, 1998.
WINNICOTT, D. W. O brincar e a realidade. Rio de janeiro: Imago, 1975.
Bibliografia DÖR, J. Introdução à leitura de Lacan. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989.
complementar FENDRIK, Silva I. Ficção das origens: contribuição à história da psicanálise de

criança. Porto Alegre: Artes Médicas, 1991.


Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 57
Pró-reitoria de Graduação

LAPLANCHE, J.; PONTALIS, J. B. Vocabulário de psicanálise. São Paulo: Martins


Fontes, 1983.
WINNICOTT, D. W. Da pediatria à psicanálise: obras escolhidas. Rio de Janeiro:
Imago, 2000.
VANIER, A. Lacan. São Paulo: Estação Liberdade, 2005.

Código PSC270
Disciplina Psicologia da Adolescência
Ementa Adolescência. Identidade do adolescente. Adolescência e temas emergentes.
Bibliografia ABERASTURY, Arminda; KNOBEL, Maurício. Adolescência normal: um enfoque
básica psicanalítico. Porto Alegre: Artes Médicas, 1981.
OUTEIRAL, José Ottoni. Adolescer: estudos sobre adolescência. Porto Alegre: Artes
Médicas, 1994.
OZELLA, Sérgio. Adolescências construídas: a visão da psicologia sócio-histórica.
São Paulo: Cortez, 2003.
OSORIO, Luiz Carlos. Adolescente hoje. Porto Alegre: Artes Médicas, 1992.
Bibliografia BLOS, Peter. Transição adolescente: questões desenvolvimentais. Porto Alegre: Artes
complementar Médicas, 1996.
EIZIRIK, Cláudio Laks; KAPCZINSKI, Flávio; BASSOLS, Ana Margareth Siqueira
(org.). O ciclo da vida humana: uma perspectiva psicodinâmica. Porto Alegre: Artmed,
2001. LEVISKY, David Léo (org.). Adolescência e violência: consequências da
realidade brasileira. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.
______. Adolescência: reflexões psicanalíticas. 2. ed. rev. São Paulo: Casa do
Psicólogo, 1998
RASSIAL, Jean-Jacques. A passagem adolescente: da família ao laço social. Porto
Alegre: Artes e Ofícios, 1997.
SAITO, Maria Ignez; SILVA, Luiz Eduardo Vargas da; LEAL, Marta Miranda.
Adolescência: prevenção e risco. 2. ed. São Paulo: Atheneu, 2008.

Código PSC271
Disciplina Psicologia e Processos de Aprendizagem
Ementa Processos de aprendizagem. Diversidade na aprendizagem: a inclusão da diferença.
Avaliação e possibilidades de intervenção dos processos de aprendizagem.
Bibliografia COLL, C.; PALACIOS, J.; MARCHESI, A. Desenvolvimento psicológico e
básica educação: necessidades educativas especiais e aprendizagem escolar. Porto Alegre:
Artes Médicas, 1996.
FERNÀNDEZ, A. Inteligência aprisionada: abordagem psicopedagógica clínica da
criança e sua família. 2. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1991.
PAIN, S. Diagnóstico e tratamento de problemas de aprendizagem. 4. ed. Porto
Alegre: Arte Médicas, 1992.
WEISS, M. L. L. Psicopedagogia clínica: uma visão diagnóstica dos problemas de
aprendizagem escolar. 6. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 1992.
Bibliografia BOCK, A. et al. Psicologias: uma introdução ao estudo da psicologia. 14. ed. São
complementar Paulo: Saraiva, 2008.
CARVALHO, R. E. Educação inclusiva com os pingos nos “is”. 4. ed. Porto Alegre:
Mediação, 2006.
CORDIÉ, A. Os atrasados não existem: psicanálise de crianças com fracasso escolar.
Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.
DALLÁGNOL, R. S. Psicologia: estudos e reflexões. Novo Hamburgo: Feevale, 2002.
DSM - IV - TR. Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais. 4. ed. Porto
Alegre: Artes Médicas, 2002.
GARCIA, J. Manual de dificuldades de aprendizagem: linguagem, leitura, escrita e
matemática. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.
JERUSALINSKY, A. Psicanálise e desenvolvimento infantil: um enfoque
transdisciplinar. 11. ed. Porto Alegre: Artes e Ofícios, 2007
OMS. Classificação de transtornos mentais e de comportamento da CID-10:
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 58
Pró-reitoria de Graduação

descrições clínicas e diretrizes diagnósticas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.


MARCELLI, D. Manual de psicopatologia da infância de Ajuriaguerra. 5. ed. Porto
Alegre: Artes Médicas, 1998.
ROHDE, L.; BENCZIK, E. Transtorno de déficit de atenção hiperatividade. Porto
Alegre: Artmed, 1999.
SMITH, C.; STRICK, L. Dificuldades de aprendizagem de A a Z: um guia completo
para pais e educadores. Porto Alegre: Artes Médicas, 2001.
WEISS, M. L. L. Psicopedagogia clínica: uma visão diagnóstica dos problemas de
aprendizagem escolar. 10. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.
WINNICOTT, D. W. A criança e seu mundo. 2. ed. Rio de Janeiro: LTC, 1971.
______. Privação e Delinquência. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

Código PSC272
Disciplina Processos Grupais
Ementa Definição de grupos e principais teorias. A construção do grupo como conceito na
psicologia. A grupalidade e a individualidade no contemporâneo.
Bibliografia OSÓRIO, Luís Carlos. Grupoterapia hoje. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989.
básica PICHON-RIVIÈRE, Enrique. O processo grupal. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes,
1998.
ZIMERMAN, David E. Fundamentos básicos das grupoterapias. 2. ed. Porto Alegre:
Artmed, 2000.
Bibliografia BAUMAN, Zigmund. Vida líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed.,2007.
complementar BRANCO, M. T. C. Que profissionais queremos formar. Psicologia Ciência e
Profissão, 18(3), 28-35, 1998. Disponível em:
<http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-
98931998000300005&script=sci_arttext>
FURLAN, P. G; CAMPOS, G. W. S. Os grupos na Atenção Básica à Saúde. In:
Cadernos Humaniza SUS. Brasília: Ministério da Saúde, 2010. v.2
MAILHIOT, Gérald Bernard. Dinâmica e gênese dos grupos: atualidade das
descobertas de Kurt Lewin Petrópolis: Vozes, 2013.
MARTINS, S. T. F. Processo grupal e a questão do poder em Martin Baró. In:
Psicologia e Sociedade, pags 201-217, 2003. Disponível em:
<http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-
71822003000100011&script=sci_abstract&tlng=pt>
MOURA, E. P. G. A Psicologia (e os psicólogos) que temos e a Psicologia que
queremos: reflexões a partir das propostas de diretrizes curriculares (MEC/SESU) para
os cursos de graduação em psicologia. In: Psicologia ciências e profissão, 19(2), 10-
19, 1999. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-
98931999000200003&script=sci_arttext>

Código PSC273
Disciplina Estágio Básico I
Ementa Psicologia na realidade social contemporânea. Prática de observação das possibilidades
de intervenção em diferentes campos de estudo e atuação.
Bibliografia BOCK, A. M. B. Psicologias: uma introdução ao estudo da psicologia. São Paulo:
básica Saraiva,
1999.
CARPIGIANI, B. Psicologia: das raízes aos movimentos contemporâneos. São Paulo:
Pioneira, 2002.
GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 4. ed.São Paulo: Atlas, 1995.
Bibliografia D’OLIVEIRA, M. M. Ciência e pesquisa em psicologia: uma introdução. São Paulo:
complementar EPU, 1984.
FREIRE, I. R. Raízes da psicologia. Petrópolis: Vozes, 2001.
MARTINS, J.; BICUDO, M. A. A pesquisa qualitativa em psicologia: fundamentos e
recursos básicos. São Paulo: Moraes, 1994.
MAY, T. Pesquisa Social: questões, métodos e processos. 3. ed. Porto Alegre: Artmed,
2004.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 59
Pró-reitoria de Graduação

MINAYO, M. C. S. (org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis:


Vozes, 2002.
REY, G. Pesquisa qualitativa em psicologia: caminhos e desafios. São Paulo:
Thomson
Pioneira, 2002.
STRATTON, P.; HAYES, N. Dicionário de psicologia. São Paulo: Pioneira, 1994.
WEITEN, W. Introdução à psicologia: temas e variações. São Paulo: Pioneira, 2002.

5º semestre
Código PSC274
Disciplina Teorias e Técnicas de Intervenção em Grupos
Ementa Dinâmica do trabalho de grupo. Abordagens e técnicas grupais. Práticas com grupos.
Bibliografia CASTILHO, Á. A dinâmica do trabalho de grupo. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2002.
básica CORDIOLI, A. V. (org.) Psicoterapias: abordagens atuais. Porto Alegre: Artmed,
1998.
PICHÓN-RIVIÈRE, Enrique. O processo grupal. São Paulo: Martins Fontes, 1994.
Bibliografia ANDRADE, S. G. Teoria e prática de dinâmica de grupo. São Paulo: Casa do
complementar Psicólogo, 1999.
BION, W. R. Experiências com grupos. São Paulo: Edusp, 1975.
CASTILHO, Á. A dinâmica do trabalho de grupo. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2002.
FERNANDEZ, A. M. O campo grupal: notas para uma genealogia. São Paulo:
Martins fontes, 2006.
FERNANDES, W. J.; SVARTMAN, B.; Fernandes, B. S. (orgs.) Grupos e
Configurações Vinculares. Porto Alegre: Artmed, 2003.
GAYOTTO, M. L. C.; DOMINGUES, I. Liderança: aprenda a mudar em grupo.
Petrópolis: Vozes, 2000.
MELLO FILHO, J. Grupo e corpo: psicoterapia de grupo com pacientes somáticos.
Porto Alegre: Artmed, 2000.
MILITÃO, A. S.O.S: dinâmica de grupo. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1999.
OSÓRIO, L. C. Grupoterapia hoje. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989.
______. Grupos: teorias e práticas acessando a era da grupalidade. Porto Alegre: Artes
Médicas, 2000.
______. Psicologia grupal: uma nova disciplina para o advento de uma era. Porto
Alegre: Artes Médicas, 2003.
PICHÓN-RIVIÈRE, E. Teoria do vínculo. São Paulo: Martins Fontes, 1995.
ROGERS, Carl R. Grupos de encontro. Tradução de Joaquim L. Proença. São Paulo:
Martins Fontes, 2002.
WHITE, J.; FREEMAN, A. S. Terapia cognitivo-comportamental em grupo para
populações e problemas específicos. São Paulo: Roca, 2003.
SCARPARO, H. (org.). Psicologia e pesquisa: perspectivas metodológicas. Porto
Alegre: Sulina, 2000.
YALON, I. D.; LESZCZ, M. Psicoterapia de grupo: teoria e prática. Porto Alegre:
Artmed, 2006.
ZIMERMAN, D. E. Fundamentos básicos das grupoterapias. Porto Alegre: Artes
Médicas, 2000.
______; OSÓRIO, L. C. Como trabalhamos com grupos. Porto Alegre: Artes
Médicas, 1997.
RODRIGUES, Heliana de Barros Conde; LEITÃO, Maria Beatriz Sá; DE BARROS,
Regina Duarte Benevides (orgs.). Grupos e instituições em análise. Rio de Janeiro:
Rosa dos Tempos, 2002.

Código PSC275
Disciplina Psicopatologia Descritiva
Ementa Modelo da psicopatologia descritiva. Patologias mais prevalentes de acordo com os
manuais psiquiátricos.
Bibliografia AMERICAN PSICHIATRIC ASSOCIATION. DSM-IV-tr - Manual diagnóstico e
básica estatístico de transtornos mentais. Porto Alegre: Artmed, 2002.
CAIXETA, Marcelo. Neuropsicologia dos transtornos mentais. São Paulo: Artes
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 60
Pró-reitoria de Graduação

Médicas, 2007
KAPLAN, H. I.; SADOCK, B. J.; GREBB, J. Á. Compêndio de psiquiatria: ciências
do comportamento e psiquiatria clínica. 9. ed. Porto Alegre: Artmed, 2007.
Bibliografia ABREU, Cristiano Nabuco de. Síndromes psiquiátricas: diagnóstico e entrevista para
complementar profissionais da saúde mental. Porto Alegre: Artmed, 2006
DALGALARRONDO, Paulo. Psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais.
Porto Alegre: Ed. Artmed, 2000.
NUNES, Maria Angélica Antunes. Transtornos alimentares e obesidade. 2. ed. São
Paulo: Artmed, 2006
OLIVEIRA, José Menna; LIMA, Roberto Pierobom. O exame do estado mental.
Pelotas: Ed. da UFPEL, 2000.
ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE. CID-10: Classificação Estatística
Internacional de Doenças e Problemas Relacionados á Saúde. São Paulo: EDUSP,
2003.

Código PSC276
Disciplina Avaliação Psicológica II
Ementa Avaliação projetiva. Testes projetivos.
Bibliografia ALVES, I. C. B; ESTEVES, C. O teste palográfico na avaliação da personalidade.
básica São Paulo: Vetor, 2004.
BUCK, John. Casa, árvore, pessoa: HTP técnica projetiva de desenho. São Paulo:
Vetor, 2003.
MURRAY, Henry. Teste de apercepção temática - TAT. São Paulo: Casa do
Psicólogo, 2003.
NORONHA, Ana Paula P. et al. Facetas do fazer em avaliação psicológica. São
Paulo: Vetor, 2006.
Bibliografia ALCHIERI, J. C.; CRUZ, R. M.; JAMIR, J. J. Avaliação e medidas psicológicas:
complementar produção do conhecimento e da intervenção profissional. São Paulo: Casa do
Psicólogo, 2002.
______; NORONHA, A. P. Guia de referência: testes comercializados no Brasil. São
Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
ANASTASI, Anne; URBINA, Susana. Testagem psicológica. Porto Alegre: Artes
Médicas, 2000.
ARZENO, Maria Esther Garcia. Psicodiagnóstico clínico. Porto Alegre: Artes
Médicas, 1995.
BUNCHAFT, Guenia; CAVAS, Cláudio S. T. Sob medida: um guia sobre a
elaboração de medidas do comportamento e suas aplicações. Rio de Janeiro: Vetor,
2002.
CUNHA, J. A. Psicodiagnóstico. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.
OCAMPO, Maria Luisa S et al. O processo psicodiagnóstico e as técnicas projetivas.
São Paulo: Martins Fontes, 2001.
SISTO, Fermino F. et al. Contextos e questões da avaliação psicológica. São Paulo:
Casa do Psicólogo, 2000.

Código PSC277
Disciplina Teorias e Técnicas: Abordagem Humanista
Ementa Psicoterapia centrada na pessoa. Ludoterapia. Gestalt-terapia.
Bibliografia OAKLANDER, Violet. Descobrindo crianças: a abordagem gestáltica com crianças e
básica adolescentes. 13. ed. São Paulo: Summus, 1980.
POLSTER, Erwing; POLSTER, Marian. Gestalt Terapia Integrada. São Paulo:
Summus, 2001.
ROGERS, Carl Ransom. Tornar-se pessoa. 2. ed. Lisboa, PO: Martins Fontes, 1974.
Bibliografia AXLINE, Virgínia M. Dibs: em busca de si mesmo. 11. ed. Rio de Janeiro: Agir,
complementar 1985.
LAVELLE, Louis. O erro de Narciso. São Paulo: É Realizações, 2012.
PERLS, Frederick; HEFFERLINE, Ralph F.; GOODMAN, Paul. Gestalt-terapia. São
Paulo: Summus, 1997.
PERLS, Frederick. A abordagem gestáltica e testemunha ocular da terapia. 2. ed. Rio
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 61
Pró-reitoria de Graduação

de Janeiro: LTC, 1988.


ROGERS, Carl R. Psicoterapia e consulta psicológica. 2. ed. São Paulo: Martins
Fontes, 1997.
______; KINGET, Marian. Psicoterapia e relações humanas. Belo Horizonte, MG:
Interlivros, 1975. v.2.
SANTOS, Antonio Monteiro dos; ROGERS, Carl Ransom; BOWEN, Maria
Constança Villas-Boas. Quando fala o coração: a essência da psicoterapia centrada na
pessoa. 2. ed. São Paulo: Vetor, 2004.

Código PSC278
Disciplina Psicologia da Vida Adulta e Velhice
Ementa Psicologia do desenvolvimento: fase adulta e do envelhecimento. Vida adulta. Velhice.
Bibliografia EIZIRIK, C.; KAPCZINSKI, F.; BASSOLS, A. M. S. (orgs.). O ciclo da vida humana:
básica uma perspectiva psicodinâmica. Porto Alegre: Artmed. 2001.
MESSY, J. Pessoa idosa não existe: uma abordagem psicanalítica da velhice. 2. ed.
São Paulo: ALEPH,1999.
PAPALÉO NETTO, M. Gerontologia: a velhice e o envelhecimento em visão
globalizada. São Paulo: Atheneu. 2000.
Bibliografia CALLIGARIS, C. et al. O laço conjugal. Porto Alegre: Artes e Ofícios, 1999.
complementar CAMARANO, A. M.; PAZINATO, M. T.; KANSO, S.; VIANNA, C. A transição para
a vida adulta: novos ou velhos desafios? In: Boletim do Mercado: Conjuntura e
análise, v.21, 2003, p. 53-66. Disponível em:
<http://www.ipea.gov.br/agencia/images/stories/PDFs/mercadodetrabalho/mt_021j.pdf
.>
COLL, C.; MARCHESI, A.; PALACIOS, J. Desenvolvimento Psicológico e educação.
Porto Alegre: Artmed, 1996.
ERIKSON, Erik H. O ciclo de vida completo. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.
FÉRES-CARNEIRO, T. (org.) Casal e família: entre a tradição e a transformação. Rio
de Janeiro: NAU,1999.
______. (org.). Casamento e família: do social à clínica. Rio de Janeiro: NAU, 2001.
______. (org). Família e casal: arranjos e demandas contemporâneas. Rio de janeiro:
Ed.PUC - Rio, 2003.
FREITAS, E. V. de. et al. (orgs). Tratado de Geriatria e Gerontologia. 2. ed. Rio de
Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.
GOMES, I. C.; PAIVA, M. L. S. C. Casamento e família no século XXI: possibilidade
de holding? Psicologia em Estudo, Maringá, v.8, p.3-9, 2003. Disponível em:
<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-
73722003000300002.>
KOVÁCS, M. J. Morte e desenvolvimento humano. São Paulo: Casa do Psicólogo,
1992.
NERI, A. L. Desenvolvimento e envelhecimento: perspectivas biológicas, psicológicas
e sociológicas. Campinas: Papirus, 2001.
______. (org).Velhice bem-sucedida: aspectos afetivos e cognitivos. São Paulo:
Papirus, 2005.
______. (org.). Idosos no Brasil: vivências, desafios e expectativas na terceira idade.
São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2007.
______; DEBERT, G. G. (orgs.). Velhice e sociedade. São Paulo: Papirus, 2004.
PAPALIA, D. E.; OLDS, S. W. Desenvolvimento humano. 7. ed. Porto Alegre:
Artmed, 2000.
PINCUS, L.; DARE, C. Psicodinâmica da família. POA: Artmed, 1987.
ROUDINESCO, E. A família em desordem. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.
SANTOS, M. F. S. Identidade e aposentadoria. São Paulo: EPU,1990.
SILVEIRA, P. G.; WAGNER, A. Ninho cheio: a permanência do adulto jovem em sua
família de origem. Campinas. Estudos de Psicologia, v.23, nº.4, p.441-453. 2006.
Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-
166X2006000400012&script=sci_arttext.>
VIORST, J. Perdas necessárias. São Paulo: Melhoramentos, 1988.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 62
Pró-reitoria de Graduação

Código PSC279
Disciplina Ética e Legislação em Psicologia
Ementa Epistemologia e ética nos discursos psicológicos. Ética e legislação em psicologia.
Bibliografia CFP. Código de ética profissional dos psicólogos. Brasília: Conselho Federal de
básica Psicologia, 2000. Disponível em: <www.pol.org.br>
FIGUEIREDO, L. C. Revisitando as psicologias: da epistemologia à ética das práticas
e discursos psicológicos. Petrópolis: Vozes, 2004.
______. A invenção do psicológico: quatro séculos de subjetivação 1500-1900. São
Paulo: EDUC/Escuta, 1999.
Bibliografia COSTA, J. F. A ética e o espelho da cultura. Rio de Janeiro: Rocco, 1994.
complementar FIGUEIREDO, Luis Cláudio; COELHO JUNIOR, Nelson. Ética e técnica em
Psicanálise. São Paulo: Escuta, 2008.
ROLNIK, S. Subjetividade, ética e cultura nas práticas clínicas. In: Cadernos de
Subjetividade. São Paulo: PUC, 1993.

Código PSC280
Disciplina Estágio Básico II
Ementa Planejamento da intervenção em psicologia junto a um grupo. Desenvolvimento da
intervenção. Avaliação e problematização da intervenção. Documentação da
experiência de estágio.
Bibliografia BLEGER, J. Temas em Psicologia: entrevistas e grupos. São Paulo: Martins Fontes:
básica 2001.
PICHON-RIVIÉRE, E. O processo grupal. São Paulo: Martins Fontes, 1994.
ZIMERMAN, D. Fundamentos básicos das grupoterapias. Porto Alegre: Artes
Médicas, 2000.
Bibliografia ANDRADE, S. G. Teoria e prática de dinâmica de grupo. São Paulo: Casa do
complementar Psicólogo, 1999.
BION, W. R. Estudos psicanalíticos revisados. Rio de Janeiro: Imago, 1994.
____. A atenção e interpretação: o acesso científico à intuição em psicanálise e
grupos. Rio de Janeiro: Imago, 1991.
______. Experiências com grupos. São Paulo: Edusp, 1975.
______. O aprender com a experiência. Rio de Janeiro: Imago, 1991.
GAYOTTO, M. L. C.; DOMINGUES, I. Liderança: aprenda a mudar em grupo.
Petrópolis: Vozes, 2000.
MILITÃO, A. SOS: dinâmica de grupo. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1999.
MOSCOVICI, F. Desenvolvimento interpessoal. Rio de Janeiro: José Olimpo, 2003.
OSÓRIO, L. C. Psicologia grupal: uma nova disciplina para o advento de uma era.
Porto Alegre: Artes Médicas, 2003.
______. Grupos: teorias e práticas acessando a era da grupalidade. Porto Alegre: Artes
Médicas, 2000.
______. Grupoterapia hoje. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989.
RIVIÈRE, P. Teoria do vínculo. São Paulo: Martins Fontes, 1995.
______. Psicologia da vida cotidiana. São Paulo: Martins Fontes, 1998.
WHITE, J.; FREEMAN, A. S. Terapia cognitivo-comportamental em grupo para
populações e problemas específicos. São Paulo: Roca, 2003.
YOZO, R. Y. K. 100 jogos para grupos: uma abordagem psicodramática para
empresas, escolas e clínicas. São Paulo: Ágora, 1995.

Código PSC286
Disciplina Psicofarmacologia
Ementa Neurotransmissão. Psicofármacos. Psicofarmacologia.
Bibliografia CORDIOLI, Aristides Volpato. Psicofármacos: consulta rápida. 3. ed. Porto Alegre:
básica Ed. Artmed, 2005. p.695
HALES, Robert E.; YUDOFSKY, Stuart C. Neuropsiquiatria e neurociências na
prática clínica. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2006. p.1120
SOUZA, José Carlos; CAMARGO, Duílio Antero (org.). Psicofarmacologia e equipe
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 63
Pró-reitoria de Graduação

multidisciplinar. Campo Grande, MS: UCDB, 2002. 192 p.


STAHL, Stephen M. Psicofarmacologia: base neurocientífica e aplicações práticas.
2. ed. Rio de Janeiro: Ed. MEDSI, 2002. p.617
Bibliografia BAXTER, Karen. Interações medicamentosas de Stockley: referência rápida. Porto
complementar Alegre: Artmed, 2010. 643 p.
CARLINI, E. A. Levantamento domiciliar sobre o uso de drogas psicotrópicas no
Brasil: estudo envolvendo as 107 maiores cidades do país - 2001. São Paulo: SENAD,
2002. 380 p.
GOODMAN, Louis S.; GILMAN, Alfred Goodman. As bases farmacológicas da
terapêutica. 10. ed. Rio de Janeiro: McGraw Hill, 2006. p.1821
HAINES, Duane E. Neurociência fundamental para aplicações básicas e clínicas. 3.
ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006. p.653
KOROLKOVAS, Andrejus; FRANÇA, Francisco Faustino de Albuquerque Carneiro
de. Dicionário terapêutico Guanabara. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2008-
2009. p.675
LACY, Charles F. Drug information handbook 2011-2012: with international trade
names index. 20. ed. Ohio: Lexi-Comp, 2011. p. 2263
MAGALHÃES, Maria Cristina Rios (org.). Psicofarmacologia e psicanálise. São
Paulo: Ed. Escuta, 2001. p.159

6º semestre
Código PSC281
Disciplina Teorias e Técnicas: Cognitivismo
Ementa Fundamentos das terapias cognitivo-comportamentais. Técnicas cognitivas e
comportamentais. Aplicações das terapias cognitivo-comportamentais.
Bibliografia BECK, A. Terapia Cognitiva da Depressão. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.
básica BECK, J. S. Terapia Cognitiva: teoria e prática. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.
ITO, L. M. Terapia Cognitivo–comportamental para transtornos psiquiátricos. Porto
Alegre: Artmed, 1998.
KNAPP, P. et al. Terapia Cognitiva-Comportamental na Prática Psiquiátrica. Porto
Alegre: Artmed, 2004.
RANGÈ, B. Psicoterapias cognitivo-comportamentais: um diálogo com a psiquiatria.
Porto Alegre: Artmed, 2001.
Bibliografia ABREU, C. N.; ROSO, M. Psicoterapias Cognitiva e Construtivista: Novas fronteiras
complementar na prática clínica. Porto Alegre: Artmed. 2003
BECK, A.; ALFORD, B. A. O Poder Integrador da terapia cognitiva. Porto Alegre:
Artmed, 2000.
CORDIOLLI, A. V. Psicoterapias: abordagens atuais. Porto Alegre: Artmed, 1998.
FRIEDBERG, R. D.; McCLURE, J. M. A Prática clínica de Terapia Cognitiva com
crianças e adolescentes. Porto Alegre: Artmed 2004.
GREEMBERGER, D.; PADESKY, C. A. A mente vencendo o humor. Porto Alegre:
Artmed, 1999.
LEAHY, R. L. Técnicas de terapia cognitiva: manual do terapeuta. Porto Alegre:
Artmed, 2006.
______. Terapia Cognitiva Contemporânea. Teoria pesquisa e prática. Porto Alegre:
Artmed, 2010.
______. Livre de Ansiedade. Porto Alegre: Artmed 2011.
MAHONEY, M. J. Processos Humanos de Mudança. As Bases Científicas da
Psicoterapia. Porto Alegre. 1988.
REINECK, M. A.; DATTILIO, F. M.; FREEMAN, A. Terapia Cognitiva com
crianças e Adolescentes: manual para a prática clínica. Porto Alegre: Artmed. 1999.
STALLARD, Paul. Ansiedade: Terapia Cognitivo-comportamental para crianças e
jovens. Porto Alegre: Artmed, 2010.
SUDAK, D. M Terapia Cognitivo-comportamental na prática. Porto Alegre: Artmed,
2008.
WRIGHT, J. H.; BASCO, M. R.; THASE, M. E. Aprendendo a Terapia Cognitivo-
Comportamental: um guia ilustrado. Porto Alegre: Artmed, 2008.
______.; SUDAK, D. M.; TURKINGTON, D.; THASE M. E. Terapia Cognitivo-
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 64
Pró-reitoria de Graduação

Comportamental de Alto Rendimento para Sessões Breves. Porto Alegre: Artmed,


2012.

Código PSC282
Disciplina Teorias e Técnicas: Psicanálise
Ementa Fundamentos da ética e da técnica analítica. Clínica psicanalítica. Seminários clínicos.

Bibliografia FREUD, S. A dinâmica da transferência [1912]. Obras Completas. Rio de Janeiro:


básica Imago, 1976.
______. Recomendações aos médicos que exercem a psicanálise [1912]. Obras
Completas. Rio de Janeiro: Imago, 1976.
______. Sobre o início do tratamento (novas recomendações sobre a técnica da
psicanálise I) [1913]. Obras Completas. Rio de Janeiro: Imago, 1976.
FIGUEIREDO, L. C.; COELHO Jr., N. Ética e técnica em psicanálise. São Paulo:
Escuta, 2000.
NASIO, J. D. Como trabalha um psicanalista? Rio de Janeiro: Zahar, 1999.
CORREIO APPOA. Associação Psicanalítica de Porto Alegre. Disponível em:
<www.appoa.com.br>
Bibliografia GUTEINFREIND, Celso. Narrar, ser mãe, ser pai & outros ensaios sobre a
complementar parentalidade. Porto Alegre: Difel, 2004.
QUINET, A. As 4 + 1 condições da análise. Rio de Janeiro: Zahar, 2002.
AULAGNIER, Piera. Os destinos do prazer: alienação, amor, paixão. Rio de Janeiro:
Imago, 1985.
ROUDINESCO, Elisabeth. Por que a psicanálise?. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2000.

Código PSC283
Disciplina Atenção em Saúde Mental
Ementa Institucionalização da loucura. Movimento de desinstitucionalização da loucura.
Política de atenção em saúde mental e organização dos serviços no sistema único de
saúde.
Bibliografia JATENE, Adib D. et al. SaúdeLoucura. São Paulo: Hucitec, 2000.
básica PEREIRA, João F. O que é loucura. São Paulo: Abril Cultural, 1994.
ROTELLI, Franco et al. Desinstitucionalização. São Paulo: Hucitec, 2001.
TUNDIS, Silvério A.; COSTA, Nilson do R. Cidadania e loucura: políticas de saúde
mental no Brasil. Petrópolis: Vozes, 2000.
Bibliografia AMARANTE, Paulo. Saúde Mental e Atenção Psicossocial. Rio de Janeiro: Fiocruz,
complementar 2007.
______. Novos sujeitos, novos direitos: o debate em torno da reforma psiquiátrica. In:
Cadernos de Saúde pública, Rio de Janeiro, vol.11, n. 3, 1995, (p.491-494).
BRASIL. Lei 9.716 de 07 de agosto de 1992. Dispõe sobre o processo de reforma
psiquiátrica no Rio Grande do Sul. Disponível em: <www.portaldasaude.gov.br>
______. Lei 10.206 de 06 de abril de 2001. Dispõe sobre o processo de reforma
psiquiátrica no Brasil. Disponível em: <www.portaldasaude.gov.br>
______. Lei 10.708 de 31 de julho de 2003. Dispõe sobre o auxílio reabilitação
psicossocial para pacientes acometidos de transtornos mentais egressos de internações.
Disponível em: <www.portaldasaude.gov.br>
______. Portaria/GM n°336 de 19/02/2002. Dispõe sobre a criação e funcionamento
dos Centros de Atenção Psicossocial. Disponível em: <www.portaldasaude.gov.br>
______. Legislação em saúde mental: 1990-2004. Brasília: Ministério da Saúde. 2004.
______. A política do ministério da saúde para atenção integral aos usuários de
álcool e outras drogas. Brasília: Ministério da Saúde, 2004.
______. Caminhos para uma política de saúde mental infanto-juvenil. Brasília:
Ministério da Saúde, 2005.
______. Reforma psiquiátrica e política de saúde mental no Brasil. Documento
apresentado à Conferência Regional de Reforma dos Serviços de Saúde Mental: 15
anos depois de Caracas. OPAS. Brasília: Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à
Saúde. Coordenação Geral de Saúde Mental, DAPE, nov. de 2005.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 65
Pró-reitoria de Graduação

COSTA, Elisa M. A.; CARBONE, Maria H. Saúde na família: uma abordagem


interdisciplinar. Rio de Janeiro: Rubio, 2004.
TENÓRIO, Fernando. A Psicanálise e a Clínica da Reforma Psiquiátrica. Rio de
Janeiro: Ambiciosos, 2001.
FOUCAULT, Michel. O nascimento da clínica. Rio de Janeiro: Forense, 1998.
______. Doença mental e psicologia. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1994.
______. Enfermedad y personalidad. Barcelona: Paidós,1991.
GOFFMAN, Erving. Manicômios, prisões e conventos. São Paulo: Perspectiva, 1999.
MOFFATT, Alfredo. Psicoterapia do oprimido. São Paulo: Cortez, 1991.
PELBART, Peter. Manicômio Mental – A outra face da clausura. In: LANCETTI, A.
SaúdeLoucura 2. São Paulo: Hucitec, 1990.
SZASZ, Thomas S. A fabricação da loucura: um estudo comparativo entre a
inquisição e o movimento de saúde mental. Rio de Janeiro: Guanabara, 1971.
TAVOLARO, Douglas. A casa do delírio: reportagem no manicômio judiciário de
Franco da Rocha. São Paulo: Senac, 2002.

Código PSC284
Disciplina Avaliação Psicológica III
Ementa Passos do processo da avaliação psicológica. Processo de avaliação em psicologia.
Avaliação psicológica em diferentes campos de atuação. Elaboração de laudos,
pareceres e relatórios.
Bibliografia ALCHIERI, J. C.; CRUZ, R. M.; JAMIR, J. J. Avaliação psicológica: conceitos,
básica métodos e
instrumentos. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
ANCONA-LOPEZ, Marilia. Psicodiagnóstico: processo de intervenção. São Paulo:
Cortez, 2002.
CUNHA, Jurema Alcides. Psicodiagnóstico V. 5 ed. Porto Alegre: Artes Médicas,
2000.
MACEDO, Mônica K.; CARRASCO, Leanira et al. (Con)textos de entrevista: olhares
diversos sobre a interação humana. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005.
OCAMPO, Maria Luisa S. O processo psicodiagnóstico e as técnicas projetivas. 10.
ed. Porto Alegre: Martins Fontes, 2001.
Bibliografia ALCHIERI, J. C.; CRUZ, R. M.; JAMIR, J. J. Avaliação e medidas psicológicas:
complementar produção do conhecimento e da intervenção profissional. São Paulo: Casa do
Psicólogo, 2002.
______. Avaliação psicológica: conceitos, métodos e instrumentos. São Paulo: Casa
do Psicólogo, 2003.
ALCHIERI, J. C.; NORONHA, A. P. Guia de referência: testes comercializados no
Brasil. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
ANASTASI, Anne; URBINA, Susana. Testagem psicológica. 7. ed. Porto Alegre:
Artes Médicas, 2000.
ANCONA-LOPEZ, Marilia. Psicodiagnóstico: processo de intervenção. 3. ed. São
Paulo: Cortez, 2002.
ARZENO, Maria Esther Garcia. Psicodiagnóstico clínico: novas contribuições. Porto
Alegre: Artes Médicas, 1995.
AUGRAS, M. O ser da compreensão: fenomenologia a situação de psicodiagnóstico.
3 ed. Petrópolis: Vozes, 1993.
BECK, J. S. Terapia cognitiva: teoria e prática. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.
CALLIGARIS, Contardo. Cartas a um jovem terapeuta: o que é importante para ter
sucesso profissional. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.
CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Ano da avaliação psicológica – Textos
geradores. Brasília: Conselho Federal da Psicologia, 2011. Disponível em:
<www.crprs.org.br>
______. Cartilha sobre Avaliação Psicológica. Junho de 2007. Disponível em:
<www.crprs.org.br>.
NORONHA, Ana Paula P. et al. Facetas do fazer em Avaliação Psicológica. São
Paulo: Vetor, 2006.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 66
Pró-reitoria de Graduação

PASQUALI, Luis. Técnicas de exame psicológico. São Paulo: Casa do Psicólogo,


2001.
SISTO, Fermino F.; SBARDELINI, Elizabeth T. B. Contextos e questões da avaliação
psicológica. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2000.

Código PSC285
Disciplina Psicopatologia Dinâmica
Ementa Definição de termos. Estrutura de base neurótica. Estrutura de base psicótica.
Organizações. Personalidade.
Bibliografia BERGERET, J. Personalidade Normal e Patológica. 3. ed. Porto Alegra: Artes
básica Médicas, 1998.
FENICHELL, Otto. Teoria psicanalítica das neuroses. São Paulo: Atheneu, 2000.
FREUD, S. Três ensaios sobre a teoria da sexualidade (1905). Obras Completas. Rio
de Janeiro: Imago, 1996. v.19
KUSNETZOFF, J. C. Introdução à Psicopatologia Psicanalítica. Rio de Janeiro:
Nova Fronteira, 1982.
Bibliografia CALLIGARIS, C. Introdução a uma clínica diferencial das psicoses. Porto Alegre:
complementar Artes Médicas, 1989.
DÖR, J. Estrutura e perversões. Porto Alegre: Artes Médicas, 1991.
FIGUEIREDO, Luis Cláudio. Psicanálise: elementos para a clínica contemporânea.
São Paulo: Escuta, 2008.
FREUD, S. Notas psicanalíticas sobre um relato autobiográfico de um caso de
paranoia (1911). Obras Completas. Rio de Janeiro: Imago, 1996. v.19.
______. Neurose e psicose (1924[1923]). Obras Completas. Rio de Janeiro: Imago,
1996. v.19
______. A perda da realidade na neurose e na psicose (1924). Obras Completas. Rio
de Janeiro: Imago, 1996. v.19
______. Fetichismo (1927). Obras Completas. Rio de Janeiro: Imago, 1996. v.19
McDOUGALL, J. As múltiplas faces de Eros: uma exploração psicanalítica da
sexualidade humana. São Paulo: Martins Fontes, 1997.
LAPLANCHE; PONTALIS. Vocabulário de psicanálise. São Paulo: Martins Fontes,
2001.

Código PSC287
Disciplina Psicologia e Saúde do Trabalhador
Ementa Trabalho humano. Processos e organização social do trabalho. Saúde, trabalho e
subjetividade. Seminários: trabalho e contemporaneidade.
Bibliografia ALBORNOZ, S. O que é trabalho? São Paulo: Brasiliense, 1987.
básica DEJOURS, C. A loucura do trabalho: estudo de psicopatologia do trabalho. São
Paulo: Cortez, 1992.
GOULART, I. B.; SAMPAIO, J. (orgs.). Psicologia do trabalho e gestão de recursos
humanos. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1998.
Bibliografia ACHCAR, R. (org.). Psicólogo brasileiro: práticas emergentes e desafios para a
complementar formação. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1994.
ALBORNOZ, S. O que é trabalho? 2. ed. São Paulo: Brasiliense, 2008
ANTUNES, R. Adeus ao trabalho? 7. ed. São Paulo: Cortez, 2000.
______. Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho.
São
Paulo: Bomtempo, 1999.
APPOA. O valor simbólico do trabalho e o sujeito contemporâneo. Porto Alegre:
Artes e Ofícios, 2000.
BAUMAN, Z. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.
______. Globalização: as consequências humanas. Rio de janeiro: Zahar, 1999.
BRASIL. Ministério da Saúde. LER/DORT: dilemas, polêmicas e dúvidas. Brasília:
Ministério da Saúde, 2005.
BUSCHINELLI, J. R.; RIGOTTO, R. (orgs.). Isto é trabalho de gente? Rio de
Janeiro: Vozes, 1994.
CATTANI, A. C. (org.). Dicionário crítico sobre trabalho e tecnologia. Petrópolis:
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 67
Pró-reitoria de Graduação

Vozes,Porto Alegre: UFRGS, 2002.


CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Saúde do trabalhador no âmbito das
políticas públicas de saúde: referências para atuação do psicólogo. Brasília, 2008.
DEJOURS, C.; ABDOUCHELI. Psicodinâmica do trabalho. São Paulo: Atlas, 1994.
DE MASI, D. O futuro do trabalho. 2. ed. Brasília: Editora da UNB, 2001.
FONSECA, T. G. Gênero, subjetividade e trabalho. Petrópolis: Vozes, 2000.
JAQUES, Maria da Graça; CODO, W. (orgs.). Saúde mental e trabalho: leituras. Rio
de Janeiro: Vozes, 2002.
LANCMAN, Selma; SZNELWAR, Laerte Idal (orgs.). Christophe Dejours: da
psicopatologia à psicodinâmica do trabalho. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz,
Brasília: Paralelo 15, 2008.
MERLO, A. R. C. (org.). Saúde e trabalho no Rio Grande do Sul: realidade, pesquisa
e intervenção. Porto Alegre: UFRGS, 2004.
NARDI, Henrique Caetano. Ética, Trabalho e Subjetividade. Porto Alegre: Editora da
UFRGS, 2004.
ROSSI, A. M.; PERREWÉ, P.; SAUTER, S. (orgs.). Stress e qualidade de vida no
trabalho: perspectivas atuais da saúde ocupacional. São Paulo: Atlas, 2005.
SENNETT, R. A corrosão do caráter: consequências pessoais do trabalho no novo
capitalismo. Rio de Janeiro: Record, 2003.

Código PSC288
Disciplina Estágio Básico III
Ementa Processo de avaliação em psicologia. Supervisão e discussão dos casos.
Bibliografia CUNHA, J. A. Psicodiagnóstico. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.
básica OCAMPO, M. L. S. O processo psicodiagnóstico e as técnicas projetivas. Porto
Alegre: Martins Fontes, 2001.
Bibliografia ALCHIERI, J. C. Avaliação psicológica: perspectivas e contextos. São Paulo: Vetor,
complementar 2007.
______. Avaliação psicológica: conceitos, métodos e instrumentos. São Paulo: Casa
do Psicólogo, 2003.
______. Avaliação e medidas psicológicas: produção do conhecimento e da
intervenção profissional. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2002.
______; NORONHA, A. P. Guia de referência: testes comercializados no Brasil. São
Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
ANASTASI, A.; URBINA, S. Testagem psicológica. Porto Alegre: Artes Médicas,
2000.
ANCONA-LOPEZ, M. Psicodiagnóstico: processo de intervenção. São Paulo: Cortez,
2002.
ARZENO, M. E. G. Psicodiagnóstico clínico: novas contribuições. Porto Alegre:
Artes Médicas, 1995.
CALLIGARIS, C. Cartas a um jovem terapeuta: o que é importante para ter sucesso
profissional. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.
PASQUALI, L. Técnicas de exame psicológico. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2001.
SISTO, F. F. et al. Contextos e questões da avaliação psicológica. São Paulo: Casa do
Psicólogo, 2001.

Código PSC320
Disciplina Neuropsicologia
Ementa Introdução ao estudo da neuropsicologia. Fundamentos da avaliação neuropsicológica.
Funções mentais superiores: bases neurobiológicas, distúrbios e avaliação.
Bibliografia CALDAS, A. C. A Herança de Franz Joseph Gall: o cérebro ao Serviço do
básica Comportamento Humano. Portugal: McGraw-Hill, 2000.
GIL, R. Neuropsicologia. São Paulo: Santos, 2002.
HABIB, M. Bases Neurológicas dos comportamentos. Portugal: Climepsi, 2000.
Bibliografia AAMODT, S.; WANG, S. Bem vindo ao seu Cérebro. São Paulo: Cultrix, 2009.
complementar BARLOW, D. H.; DURAND, V. M Psicopatologia: uma abordagem integrada. São
Paulo: Cengage Learning, 2008.
BRANDÃO, M. L. Psicofisiologia. São Paulo: Atheneu. 1995.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 68
Pró-reitoria de Graduação

CAPOVILLA, F. C. Neuropsicologia e aprendizagem: uma abordagem


multidisciplinar. Sociedade Brasileira de Neuropsicologia: Tecci, 2002.
CHRISTENSEN, A. El diagnóstico neuropsicológico de Luria. Espanha: Visor. 1987.
COSENZA R. M.; GUERRA. L. B. Neurociência e Educação: como o cérebro
aprende. Porto Alegre: Artmed, 2011.
CROSSMAN, A. R.; NEARY. D. Neuroanatomia Ilustrada. 4. ed. Rio de Janeiro:
Elsevier, 2011.
DAMÁSIO, A. R. O Mistério da Consciência: do corpo e das emoções ao
conhecimento de si. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.
______. O Erro de Descartes: emoção, razão e o cérebro humano. São Paulo:
Companhia das letras. 1996.
ELLIS, A. W. Leitura, Escrita e Dislexia: uma análise cognitiva. Porto Alegre: Artes
Médicas, 1995.
EYSENCK, M. W.; KEANE, M. T. Psicologia Cognitiva: Um Manual Introdutório.
Porto Alegre: Artes Médicas. 1994.
GAZZANIGA, M. S.; IVRY. B. R.; MORGAN, G. R. Neurociência Cognitiva: a
biologia da mente. Porto Alegre: Artmed. 2006
______; HEATHERTON, T. F. Ciência Psicológica: mente, cérebro e
Comportamento. Porto Alegre: Artmed. 2005
IZQUIERDO, I. Memória. Porto Alegre: Artes Médicas. 2002.
KAGAN, A; SALING, M. M. Uma introdução à afasiologia de Luria:teoria e
aplicação. Porto Alegre: Artes Médicas. 1997.
KANDEL, E.; SCHUARTZ, J. A.; JESSELS, T. M. Fundamentos da neurociência e
docomportamento. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. 2000.
LENT, Robert. Neurociência da Mente e do Comportamento. Rio de Janeiro.
Guanabar Koogan, 2008.
LUNDY – EKMAN, L. Neurociência: fundamentos para a Reabilitação. Rio de
Janeiro: Guanabara Koogan. 2000.
MORRIS, C. G.; MAISTO, A. A. Introdução à Psicologia. São Paulo: Person, 2004.
ROHDE, L. A.; BENCZIK, E. B. P. Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade:
O que é? Como ajudar? Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.
ROSE, S. O Cérebro do Século XXI. São Paulo: Globo, 2006.
SACKS, O. Um antropólogo em Marte: sete histórias paradoxais. São Paulo:
Companhia das Letras, 1995.
______. O homem que confundiu sua mulher com um chapéu e outras histórias
clínicas. São Paulo: Companhia das Letras. 2001.

7º semestre
Código PSC289
Disciplina Psicologia Institucional
Ementa Construção histórica das instituições. Instituição como campo de estudo e intervenção
para psicologia. Abordagens teórico-metodológicas. Psicologia institucional e
profissão.
Bibliografia GUIRADO, Marlene. Psicologia Institucional. São Paulo: EPU, 1987.
básica GOFFMAN, Erving. Manicômios, Prisões e Conventos. São Paulo: Perspectiva, 1999.
FOUCAULT, M. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1998.
Bibliografia ALBUQUERQUE, J. A. Guilhon. Instituição e poder. Rio de Janeiro: Graal, 1986.
complementar GUATTARI, Félix; ROLNIK, Suely. Micropolítica: Cartografias do Desejo.
Petrópolis: Vozes, 2005.
JAPIASSU, Hilton. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago,
1976.
LAPASSADE, G. Microssociologias. Brasília: Líber Libro, 2005.
SAIDON, Osvaldo; KANKHAGI, Vida Rachel (orgs.). Análise Institucional no
Brasil. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 2002.

Código PSC290
Disciplina Psicologia em Contextos Comunitários
Ementa Psicologia comunitária: origem e desenvolvimento. Conceitos básicos da psicologia
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 69
Pró-reitoria de Graduação

comunitária. Metodologias e experiências de intervenção.


Bibliografia CAMPOS, R. H. de F. (Ed.). Psicologia Social Comunitária da solidariedade à
básica autonomia. Petrópolis: Vozes, 2000.
GÓIS, C. W. L. Saúde Comunitária: pensar e fazer. São Paulo: Hucitec, 2008.
GUARESCHI, Pedrinho. Psicologia social crítica como prática de libertação. Porto
Alegre: Edipucrs, 2005.
Bibliografia BRITO, R. C.; FIGUEIRO, A. L. Desenvolvimento comunitário: uma experiência de
complementar parceria. 1997. In: Psicologia Reflexão Crítica, 10 (1), 181-191. Disponível em:
<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-
79721997000100013>
FREITAS, M. F. Q. Inserção na comunidade e análise de necessidades: reflexões
sobre a prática do psicólogo. 1998. In: Psicologia Reflexão e Crítica 11(1), 175-189.
Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-
79721998000100011>
JACQUES, Maria da Graça C.; STREY, Marlene Neves. Psicologia social
contemporânea. Petrópolis: Vozes, 1998.
XIMENES, V. M.; PAULA, L. R. C.; BARROS, J. P. P Psicologia comunitária e
política de assistência social: diálogos sobre atuações em comunidades. 2009. In:
Psicologia ciência e profissão, 29(4), 686-699. Disponível em:
<http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-
98932009000400004&script=sci_arttext>

Código PSC294
Disciplina Psicologia e Saúde Coletiva
Ementa História e evolução das políticas públicas de saúde no Brasil. Sistema Único de Saúde.
Sistema Único de Saúde e psicologia.
Bibliografia ANDRADE, Selma Maffei; SOARES, Darli Antonio; JUNIOR, Luiz Cordoni. Bases
básica da saúde coletiva. Londrina: UEL, 2001.
BERTTOLI FILHO, Cláudio. História da saúde pública no Brasil. São Paulo: Ática,
2000.
CAMPOS, Gastão Wagner de Souza et al. Tratado de saúde coletiva. 2. ed. São Paulo:
Hucitec; Rio de Janeiro: Fiocruz, 2013.
Bibliografia BRASIL. 8ª Conferência nacional de saúde de 1986. In: Anais... Brasília: Ministério da
complementar Saúde, 1987. Disponível em: <www.abrasme.org.br/arquivo/download?ID_
ARQUIVO =3701>
______. Conselho Nacional de Secretários de Saúde. As Conferências Nacionais de
Saúde: Evolução e perspectivas/Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Brasília:
CONASS, 2009. Disponível em:
<http://www.conass.org.br/conassdocumenta/cd_18.pdf>
______. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal,
1988.
______. As Cartas da Promoção da Saúde / Ministério da Saúde, Secretaria de
Políticas de Saúde, Projeto Promoção da Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2002.
Disponível em:<
http://dtr2001.saude.gov.br/editora/produtos/livros/pdf/02_1221_M.pdf>
______. Princípios e diretrizes para NOB/RH-SUS. Brasília: Ministério da Saúde,
2002. Disponível em:<
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/principios_diretrizes.pdf>
______. O SUS no seu município: garantindo saúde para todos. Brasília: Ministério da
Saúde, 2009. 40 p.: il. color. (Série B. Textos Básicos de Saúde). Disponível em:<
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/sus_municipio_garantindo _saude.pdf>
CAMPOS, Gastão Wagner de Souza. Reforma da reforma: repensando a saúde. São
Paulo: Hucitec, 1992.
COSTA, E. M. A.; CARBONE, M. H. Saúde da família: uma abordagem
interdisciplinar. Rio de Janeiro: Rubio, 2004.
CZERESNIA, Dina; FREITAS, Carlos Machado de (orgs.). Promoção da saúde:
conceitos, reflexões, tendências. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2003.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 70
Pró-reitoria de Graduação

LIMA, Nísia Trindade (org.). Saúde e democracia: história e perspectivas do SUS. Rio
de
Janeiro: Fiocruz, 2005.
MERHY, E. E.; CAMPOS, G. W. de S.; CECÍLIO, Luiz Carlos de Oliveira (org.).
Inventando a mudança na saúde. São Paulo: Hucitec, 2005.
NASCIMENTO, C. (org.). Psicologia e Políticas Públicas – experiências em Saúde
Pública. Porto Alegre: Conselho Regional de Psicologia, 7ª região, 2004. Disponível
em: < http://www. crprs.org.br/upload/edicao/arquivo15.pdf>
PAIM, Jairnilson Filho. O que é o SUS. Rio de Janeiro: Editora: Fiocruz, 2009.
PINHEIRO, Roseni; BURG, Ricardo Ceccim; MATTOS, Ruben Araújo de (org.).
Ensinar saúde: a integralidade e o SUS nos cursos de graduação na área da saúde. Rio
de Janeiro: IMS/UERJ, 2006.
SPINK, M. J. Psicologia social e saúde: práticas, saberes e sentidos. Petrópolis: Vozes,
2003.
VASCONCELOS, E. M. A saúde nas palavras e nos gestos: reflexões da rede
educação popular e saúde. São Paulo: Hucitec, 2001.
______. et al. Educação popular e a atenção à saúde da família. São Paulo: Hucitec,
2001.
ZURBA, M. do C. (org.). Psicologia e Saúde Coletiva. Florianópolis: Tribo da Ilha,
2012. Disponível em:< http://psicologia.ufsc.br/files/2012/06/Miolo_Psicologia-e-
Saude.pdf>

Código PSC295
Disciplina Psicologia Organizacional e do Trabalho
Ementa Psicologia organizacional e do trabalho. Comportamento organizacional. Gestão de
pessoas.
Bibliografia GOULART, Íris B. (org.). Psicologia organizacional e do trabalho: teoria, pesquisa e
básica temas correlatos. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1998.
SPECTOR, Paul E. Psicologia nas organizações. São Paulo: Saraiva, 2002.
ZANELLI, José Carlos. O psicólogo nas organizações de trabalho. Porto Alegre:
Artmed, 2002.
Bibliografia ACHCAR, R (org.). Psicólogo brasileiro: práticas emergentes e desafios para a
complementar formação. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1994.
ALBORNOZ, S. O que é trabalho? São Paulo: Brasiliense, 1987.
ANTUNES, R. Adeus ao trabalho? São Paulo: Cortez, 1995.
BERGAMINI, C. W. Psicologia aplicada à administração de empresas: psicologia e
comportamento organizacional. São Paulo: Atlas, 1996.
BOCK, Ana Maria. Psicologias: uma introdução ao estudo da psicologia. São Paulo:
Saraiva, 1999.
BOOG, G. G. Manual de treinamento e desenvolvimento. São Paulo: Makron Books,
1999.
BUSCHINELLI, J.; R.; RIGOTTO, R. (orgs.). Isto é trabalho de gente? Rio de
Janeiro: Vozes, 1994.
CHIAVENATO, I. Recursos humanos. São Paulo: Atlas, 2000.
CODO, W. Educação, carinho e trabalho. Rio de Janeiro: Vozes, 1999.
______. O que é alienação? São Paulo: Nova Cultural, 1991.
COSTA LEITE, L.; CARVALHO, I.; OLIVEIRA, J. et al. Consultoria em Gestão de
Pessoas. Rio de Janeiro: FVG, 2005.
DEJOURS, C. A banalização da injustiça social. Rio de Janeiro: FGV, 2001.
______. Loucura do trabalho: estudo de psicopatologia do trabalho. São Paulo:
Cortez, 1992.
DE MASI, D. O futuro do trabalho. Brasília: UNB, 1999.
GRISCI, C.; GUARESCHI, P. A fala do trabalhador. Rio de Janeiro: Vozes, 1993.
JERUSALINSK, Alfredo et al. O valor simbólico do trabalho e o sujeito
contemporâneo. Porto Alegre: Artes e Ofícios, 2000.
KRAUSZ, R. Diagnóstico organizacional: forma I e forma II. São Paulo: Casa do
Psicólogo, 1994.
LIMONGE, P. Práticas de recursos humanos. São Paulo: Atlas, 2009.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 71
Pró-reitoria de Graduação

PONTES, B. R. Administração de cargos e salários. São Paulo, LTR, 2002.


______. Planejamento, recrutamento e seleção de pessoal. São Paulo: LTR, 1996.
______. Avaliação de desempenho: nova abordagem. São Paulo: LTR, 1999.
ROTHMAN, I.; COOPER, C. Fundamentos de psicologia organizacional e do
trabalho. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.
SILVA; SELIGMANN. Desgaste mental no trabalho dominado. São Paulo: Cortez,
1994. ZANELLI, José C.; ANDRADE, Jairo E. B.; BASTOS, Antônio V. B. (orgs.).
Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. São Paulo: Artmed, 2004.
ZIEMER, R. Mitos organizacionais: o poder invisível nas organizações. São Paulo:
Atlas, 1996.

Código PSC321
Disciplina Seminário de Práticas Psicológicas I
Ementa Análise de práticas profissionais. Atualização de procedimentos e técnicas. Discussão
das demandas e planejamento de ações. Discussão de temas emergentes.
Bibliografia CAMPOS, Regina Helena (org.). Psicologia social comunitária: da solidariedade à
básica autonomia. Petrópolis: Vozes, 2000.
CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Código de ética profissional dos
psicólogos. Brasília: Conselho Federal de Psicologia, 2005. Disponível em:
<www.cfp.org.br.>
______. Referências técnicas para Atuação de Psicólogas(os) na Educação Básica.
Conselho Federal de Psicologia. Brasília: CFP, 2013. Disponível em:
<www.cfp.org.br.>
YAMAMOTO, O. H. Construindo a psicologia brasileira: desafios da ciência e da
prática psicológica. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
Bibliografia CURONICI, C.; McCULLOCH, P. Psicólogos & Professores: um ponto de vista
complementar sistêmico sobre as dificuldades escolares. Bauru: EDUSC, 1999.
DEJOURS, C. A banalização da injustiça social. 4. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2001.
FIGUEIREDO, Luís Cláudio M. Matrizes do pensamento psicológico. 7. ed.
Petrópolis: Vozes, 2000.
______; COELHO JUNIOR, Nelson. Ética e técnica em psicanálise. 2. ed. São Paulo:
Escuta, 2008.
FONSECA, T. M. G. Gênero, subjetividade e trabalho. Petrópolis: Vozes, 2000.
FUNAYAMA, Carolina A. R. Problemas de aprendizagem: enfoque multidisciplinar /
Organizadora Campinas: Alínea, 2000.
GUARESCHI, Pedrinho. Psicologia social crítica como prática de libertação. Porto
Alegre: Edipucrs, 2005.
GURSKI, R.; DALPIAZ, S.; VERDI, M. S. Cenas da infância atual: a família, a
escola e a clínica. Ijuí: Ed. Ijuí, 2006.
GUZZO, R. (org). Psicologia Escolar: LDB e educação hoje. 4 ed. São Paulo: Alínea,
2012.
JACQUES, Maria da Graça Corrêa; STREY, Marlene Neves et al. Psicologia social
contemporânea. Petrópolis: vozes, 1998.
MACHADO, Adriana M. et al. Psicologia e direitos humanos: educação inclusiva,
direitos humanos na escola. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005.
MARINHO-ARAUJO, Claisy Maria; ALMEIDA, Sandra F. C. De. Psicologia
escolar: construção e consolidação da identidade profissional . 2. ed. Campinas:
Alínea, 2008.
MIDDELTON-MOZ, J.; ZAWADSKI, M. L. Bullying: Estratégias de sobrevivência
para crianças e adultos. São Paulo: Artmed, 2007.
OUTEIRAL, J.; CEREZER, C. O mal-estar na escola. 2. ed. Rio de Janeiro: Revinter,
2003.
PATTO, M. (org.). Introdução à psicologia escolar. 4. ed. São Paulo: Casa do
Psicólogo, 1997.
RANGÉ, B. (org.). Psicoterapia comportamental e cognitiva: pesquisa, prática,
aplicações e problemas. São Paulo: Livro Pleno, 2001.
SAWAIA, B. (org.). As artimanhas da exclusão. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2002.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 72
Pró-reitoria de Graduação

SOUZA, M. P. R. Ouvindo crianças na escola: abordagens qualitativas e desafios


metodológicos para a psicologia. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2010.

Código PSC325
Disciplina Psicologia nos Processos Educacionais
Ementa Psicologia e educação. Atuação do psicólogo no âmbito da educação.
Bibliografia GUZZO, R. S. L. (org.). Psicologia escolar: LDB e educação hoje. São Paulo: Alínea,
básica 2002.
MARTINS, J. B. (org.). Psicologia e educação: tecendo caminhos. São Carlos: Rima,
2002.
PATTO, M. H. S. Introdução à psicologia escolar. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1997.
Bibliografia ALVES, R. A escola com que sempre sonhei sem imaginar que pudesse existir.
complementar Campinas: Papirus, 2001. Disponível em:
<http://www.educacao.rs.gov.br/dados/edcampo_texto_rubem_alves_a_escola_com_que
_---_existir.pdf.>
BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional nº. 9.394, de 20 de dezembro
de 1996. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm.>
CIASCA, S. M. (org.). Distúrbios de aprendizagem: proposta de avaliação
interdisciplinar. São Paulo: Casa do Psicólogo. 2003.
CURONICI, C.; MCCULLOCH, P. Psicólogos e professores: um ponto de vista
sistêmico sobre as dificuldades de aprendizagem. São Paulo: Edusc, 1999.
GUZZO, R. S. L. (org.). Psicologia escolar: LDB e educação hoje. São Paulo: Alínea,
2012.
KUPFER, M. C. Freud e a educação: o mestre do impossível. São Paulo: Scipione,
1997.
______. Educação para o futuro: psicanálise e educação. São Paulo: Escuta, 2001.
LEITE, R. de C. N.; MARTINS, J. (org.). Psicologia e educação: tecendo caminhos
(pp. 77-83). São Carlos: Rima, 2002.
MACHADO, A. M. et al. Psicologia e direitos humanos: educação inclusiva, direitos
humanos na escola. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005.
MARINHO-ARAÚJO, C. M.; ALMEIDA, S. F. C. Psicologia escolar: construção e
consolidação da identidade profissional. São Paulo: Alínea, 2010.
MARASCHIN, C.; FREITAS, L. B. L.; CARVALHO, D. C. Psicologia e educação:
multiversos sentidos, olhares e experiências. Porto Alegre: UFRGS, 2003.
MARTINS, J. B. A atuação do psicólogo escolar: Multirreferencialidade, implicação e
escuta clínica. In: Psicologia em Estudo. Maringá. v. 8, n. 2, p. 39-45. 2003. Disponível
em: http://www.scielo.br/pdf/pe/v8n2/v8n2a04.pdf.
MRECH, L. M. Psicanálise e educação: novos operadores de leitura. São Paulo:
Pioneira, 1999.
PRETTE, Z. A. P; MARTÍNES, A. M. (orgs.). Psicologia escolar e educacional: saúde
e qualidade de vida. Campinas: Alínea, 2011.

Código PSC326
Disciplina Estágio Específico I
Ementa Avaliação, análise da demanda, planejamento e intervenção em psicologia. Redação de
relatório parcial de prática de estágio.
Bibliografia CORDIOLI, A.V. Psicoterapias: abordagens atuais. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 1998.
básica CAMPOS, R. H. F. Psicologia social comunitária da solidariedade à autonomia.
Petrópolis: Vozes, 2000.
MARTINS, J. (org.). Psicologia e educação: tecendo caminhos. São Carlos: Rima, 2002.
GOULART, I. B.; SAMPAIO, J. (orgs.). Psicologia do trabalho e gestão de recursos
humanos. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1998.
Bibliografia ANGERAMI-CAMON, V. A (org.). Psicoterapia fenomenológico-existencial. São
complementar Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.
DEJOURS, C. A banalização da injustiça social. Rio de Janeiro: FGV, 2001.
FIGUEIREDO, L. C.; COELHO Jr., N. Ética e técnica em psicanálise. São Paulo:
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 73
Pró-reitoria de Graduação

Escuta, 2000.
FIGUEIREDO, L. C. A invenção do psicológico: quatro séculos de subjetivação. São
Paulo: Escuta, 1992.
FIORELLI, J. O.; MANGINI, R. C. R. Psicologia jurídica. São Paulo: Atlas, 2009.
FONSECA, T. M. G. Gênero, subjetividade e trabalho. Petrópolis: Vozes, 2000.
JACQUES, M. G. et al. (org.). Psicologia social contemporânea. Petrópolis: Vozes,
1998.
MACHADO, Adriana M. et.al. Psicologia e direitos humanos: educação inclusiva,
direitos
humanos na escola. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005.
RANGÉ, B. (org.). Psicoterapia comportamental e cognitiva: pesquisa, prática,
aplicações
e problemas. São Paulo: Livro Pleno, 2001.
SARRIERA, J. C. Psicologia comunitária: estudos atuais. Porto Alegre: Sulina, 2000.
SPINK, M. J. P. Psicologia social e saúde: práticas, saberes e sentidos. Petrópolis:
Vozes, 2003.

8º semestre
Código PSC296
Disciplina Abordagem Sistêmica e Terapia Familiar
Ementa Teoria sistêmica. Família como sistema. Ciclo vital da família. Novas configurações
familiares. Terapia familiar e a terapia de casal na perspectiva sistêmica. Procedimentos
de intervenção em terapia familiar.
Bibliografia OSÓRIO, L. C. et al. Terapia de famílias: novas tendências. Porto Alegre: Artmed,
básica 2002.
______; VALLE, M. (orgs.). Manual de Terapia Familiar. Porto Alegre: Artmed, 2009.
v. 1.
WAGNER, A. (org.). Desafios psicossociais da família contemporânea: pesquisas e
reflexões. Porto Alegre: Artmed, 2011.
Bibliografia AGOSTINHO, M. L.; SANCHEZ, T. M. Família: conflitos, reflexões e intervenções.
complementar São Paulo: Casa do Psicólogo, 2002.
ANDOLFI, M. et al. Por trás da máscara familiar:um novo enfoque em terapia familiar.
Porto Alegre: Artes Médicas, 1989.
BERGMAN, J. S. Pescando barrancudas: a pragmática de terapia sistêmica breve. Porto
.Alegre: Artes Médicas, 1996.
CARNEIRO, T. F. Casamento e família: do social á clínica. Rio de Janeiro: NAU, 2001.
______. Casal e família: entre a tradição e a transformação. Rio de Janeiro: NAU, 1999.
CARTER, Betty; MCGOLDRICK, Mônica et al. As Mudanças do Ciclo de Vida
Familiar: uma estrutura para a terapia familiar. Porto Alegre: Artes Médicas,1995.
CERVENY, C. M. O.; BERTHOUD, C. M. E. B. Visitando a família ao longo do ciclo
vital. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2002.
EVAN, I. B. Os segredos na família e na terapia familiar. Porto Alegre: Artes Médicas,
1994.
FÉRES-CARNEIRO, T. Separação: o doloroso processo de dissolução da conjugalidade.
Estudos de Psicologia, v.8, n.3,367- 374, 2003. Disponível em:
<http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-294X2003000300003&script=sci_arttext>
GRZYBOWSKI, C. T. (2010). Por uma teoria integradora para a compreensão da
realidade. In: Psicologia em Estudo, 15(2),373-379.
<http://www.scielo.br/pdf/pe/v15n2/a16v15n2.pdf>
MIERMONT, J. Dicionário de terapias familiares: teoria e prática. Porto Alegre: Artes
Medicas, 2000.
MINUCHIN, S.; FISHIMAN, C. Técnicas de terapia familiar. Porto Alegre: Artes
Médicas, 2003.
MINUCHIN; NICHOLS, M. P. A cura da família: histórias de esperança renovação
contadas pela terapia familiar. Porto Alegre: Artes Médicas, 2002.
MARIN, A.; PICCININI, C. Famílias uniparentais: a mãe solteira na literatura. In: Psico.
Porto Alegre, v.40, n.4, p.422-429, out/dez.2009.
NICHOLS, M.; SCHAWATZ, R. Terapia familiar: conceitos e métodos. Porto Alegre:
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 74
Pró-reitoria de Graduação

Artes Médicas, 1998.


OSÓRIO, L. C. Casais e famílias: uma visão contemporânea. Porto Alegre: Artmed,
2002.
PRADO, L. C. et al. Famílias e terapeutas: Construindo caminhos. Porto Alegre: Artes
Médicas, 1996.
TEIXEIRA, L,; PARENTE, F.; BORIS, G. Novas configurações familiares e suas
implicações subjetivas:reprodução assistida e família monoparental feminina. In: Psico,
Porto Alegre, v.40, n.1, jan/mar.2009.
VASCONCELOS, Maria José. O novo paradigma da ciência. 7.ed. Campinas: Papirus,
2008.
ZAMBRANO, E. Parentalidades “impensáveis”: pais/mães homossexuais, travestis e
transexuais. In: Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, v.12, n. 26, p. 123-147,
jul./dez, 2006. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ha/v12n26/a06v1226.pdf>
WAGNER, A. (org.). Família em cena: tramas, dramas e transformações. Petrópolis:
Vozes, 2002.

Código PSC323
Disciplina Seminário de Práticas Psicológicas II
Ementa Caracterização das especificidades dos processos clínicos, dos contextos organizacionais,
do trabalho e de saúde coletiva, e dos processos educacionais. Planejamento e
intervenção, de acordo com especificidades de cada contexto. Discussão das
intervenções e propostas de ações em diferentes ênfases. Discussão de temas emergentes.
Bibliografia CAMPOS, Regina Helena (org.). Psicologia social comunitária: da solidariedade à
básica autonomia. Petrópolis: Vozes, 2000.
CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Código de ética profissional dos
psicólogos. Brasília: Conselho Federal de Psicologia, 2005. Disponível em:
<www.cfp.org.br>.
CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Referências técnicas para Atuação de
Psicólogas(os) na Educação Básica. Conselho Federal de Psicologia. Brasília: CFP,
2013. Disponível em: <www.cfp.org.br>.
YAMAMOTO, O. H. Construindo a psicologia brasileira: desafios da ciência e da
prática psicológica. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
Bibliografia ACHCAR, Rosemary. Psicólogo brasileiro: práticas emergentes e desafios para a
complementar formação. 2. ed. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1994.
CURONICI, C.; McCULLOCH, P. Psicólogos & Professores: um ponto de vista
sistêmico sobre as dificuldades escolares. Bauru, SP: EDUSC, 1999.
FUNAYAMA, Carolina A. R. Problemas de aprendizagem: enfoque multidisciplinar /
Organizadora Campinas: Alínea, 2000.
GUARESCHI, Pedrinho. Psicologia social crítica como prática de libertação. Porto
Alegre: Edipucrs, 2005.
GURSKI, R.; DALPIAZ, S.; VERDI, M. S. Cenas da infância atual: a família, a escola
e a clínica. Ijuí: Ed. Ijuí, 2006.
GUZZO, R. (org). Psicologia Escolar: LDB e educação hoje. 4. ed. São Paulo: Alínea,
2012.
JACQUES, Maria da Graça Corrêa; STREY, Marlene Neves et al. Psicologia social
contemporânea. Petrópolis: vozes, 1998.
MACHADO, Adriana M. et al. Psicologia e direitos humanos: educação inclusiva,
direitos humanos na escola. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005.
MARINHO-ARAUJO, Claisy Maria; ALMEIDA, Sandra F. C. De. Psicologia escolar:
construção e consolidação da identidade profissional . 2 ed. Campinas: Alínea, 2008.
MIDDELTON-MOZ, J.; ZAWADSKI, M. L. Bullying: Estratégias de sobrevivência
para crianças e adultos. São Paulo: Artmed, 2007.
NASIO,J-D. Como trabalha um psicanalista? Rio Janeiro: Jorge Zahar, 1999.
OUTEIRAL, J.; CEREZER, C. O mal-estar na escola. 2. ed. Rio de Janeiro: Revinter,
2003.
PATTO, M. (org). Introdução à psicologia escolar. 4. ed. São Paulo: Casa do Psicólogo,
1997.
SOUZA, M.P.R. Ouvindo crianças na escola: abordagens qualitativas e desafios
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 75
Pró-reitoria de Graduação

metodológicos para a psicologia. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2010.

Código PSC327
Disciplina Estágio Específico II
Ementa Análise acerca da ação do psicólogo em um contexto de atuação profissional.
Intervenção, de acordo com as especificidades do contexto e da ênfase de estágio.
Redação de relatório final de prática de estágio.
Bibliografia ACHCAR, Rosemary. Psicólogo brasileiro: práticas emergentes e desafios para a
básica formação. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1994.
CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL DOS PSICÓLOGOS. Brasília: Conselho Federal
de
Psicologia, 2000. Disponível em: <http://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2012/07/
codigo_etica1.pdf>
FIGUEIREDO, L. C. A invenção do psicológico: quatro séculos de subjetivação. São
Paulo: Escuta, 1992.
Bibliografia ANGERAMI-CAMON, V. A. (org.). Psicoterapia fenomenológico-existencial. São
complementar Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.
DEJOURS, C. A banalização da injustiça social. Rio de Janeiro: FGV, 2001.
DSM IV. Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais. Porto Alegre: Artes
Médicas, 2002.
MACHADO, A. M. et al. Psicologia e direitos humanos: educação inclusiva, direitos
humanos na escola. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005.
RANGÉ, B. (org.). Psicoterapia comportamental e cognitiva: pesquisa, prática,
aplicações
e problemas. São Paulo: Livro Pleno, 2001.
ZANELLI, J. C.; ANDRADE, J. E.; BASTOS, A. (orgs.). Psicologia, organizações e
trabalho no Brasil. São Paulo: Artmed, 2004.
ZANELLI, J. C. O psicólogo nas organizações de trabalho. Porto Alegre: Artmed, 2002.

9º semestre
Código PSC297
Disciplina Trabalho Final de Graduação I
Ementa Projeto de pesquisa. Projeto do trabalho final de graduação. Orientação dirigida.
Bibliografia ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 14724: informação e
básica documentação: trabalhos acadêmicos: apresentação. 2. ed. Rio de Janeiro: ABNT, 2005.
______. NBR 10520: informação e documentação: citações em documentos. Rio de
Janeiro: ABNT, 2002.
______. NBR 6023: informação e documentação – referências – elaboração. Rio de
Janeiro: ABNT, 2002.
GIL, Antonio C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.
LAKATOS, Eva M.; MARCONI, Maria de A. Fundamentos de metodologia do trabalho
científico. São Paulo: Atlas, 2010.
Bibliografia A bibliografia a ser consultada será correspondente aos conteúdos envolvidos, podendo
complementar ser estendida conforme necessidade e sugestão do professor orientador.

Código PSC324
Disciplina Seminário de Práticas Psicológicas III
Ementa Problematização da realidade, discussão dos objetivos, metodologias, instrumentos de
intervenção e resultados. Discussão sobre o relatório final de práticas de estágio.
Discussão de temas emergentes.
Bibliografia CAMPOS, Regina Helena (org.). Psicologia social comunitária: da solidariedade à
básica autonomia. Petrópolis: Vozes, 2000.
CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Código de ética profissional dos
psicólogos. Brasília: Conselho Federal de Psicologia, 2005. Disponível em:
<www.cfp.org.br.>
______. Referências técnicas para Atuação de Psicólogas(os) na Educação Básica.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 76
Pró-reitoria de Graduação

Conselho Federal de Psicologia. Brasília: CFP, 2013. Disponível em: <www.cfp.org.br.>


YAMAMOTO, O. H. Construindo a psicologia brasileira: desafios da ciência e da
prática psicológica. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
Bibliografia CAR, Rosemary. Psicólogo brasileiro: práticas emergentes e desafios para a formação.
complementar 2. ed. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1994.
CURONICI, C.; McCULLOCH, P. Psicólogos & Professores: um ponto de vista
sistêmico sobre as dificuldades escolares. Bauru, SP: EDUSC, 1999.
FUNAYAMA, Carolina A. R. Problemas de aprendizagem: enfoque multidisciplinar.
Campinas: Alínea, 2000.
GUARESCHI, Pedrinho. Psicologia social crítica como prática de libertação. Porto
Alegre: Edipucrs, 2005.
GURSKI, R.; DALPIAZ, S.; VERDI, M. S. Cenas da infância atual: a família, a escola
e a clínica. Ijuí: Ed. Ijuí, 2006.
GUZZO, R. (org.). Psicologia Escolar: LDB e educação hoje. 4 ed. São Paulo: Alínea,
2012.
JACQUES, Maria da Graça Corrêa; STREY, Marlene Neves et al. Psicologia social
contemporânea. Petrópolis: vozes, 1998.
MACHADO, Adriana M. et al. Psicologia e direitos humanos: educação inclusiva,
direitos humanos na escola. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005.
MARINHO-ARAUJO, Claisy Maria; ALMEIDA, Sandra F. C. De. Psicologia escolar:
construção e consolidação da identidade profissional . 2. ed. Campinas: Alínea, 2008.
MIDDELTON-MOZ, J.; ZAWADSKI, M. L. Bullying: Estratégias de sobrevivência
para crianças e adultos. São Paulo: Artmed, 2007.
NASIO,J-D.Como trabalha um psicanalista? Rio Janeiro: Jorge Zahar, 1999.
OUTEIRAL, J.; CEREZER, C. O mal-estar na escola. 2. ed. Rio de Janeiro: Revinter,
2003.
PATTO, M. (org). Introdução à psicologia escolar. 4 ed. São Paulo: Casa do Psicólogo,
1997.
SOUZA, M. P. R. Ouvindo crianças na escola: abordagens qualitativas e desafios
metodológicos para a psicologia. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2010.

Código PSC328
Disciplina Estágio Específico III
Ementa Diagnóstico, análise da demanda, planejamento e intervenção. Intervenção baseada na
problematização da realidade, discussão dos objetivos, metodologias, instrumentos de
intervenção e resultados. Elaboração e apresentação de relatório parcial de práticas de
estágio.
Bibliografia ACHCAR, Rosemary. Psicólogo brasileiro: práticas emergentes e desafios para a
básica formação. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1994.
CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL DOS PSICÓLOGOS. Brasília: Conselho Federal
de
Psicologia, 2000.
YAMAMOTO, O. H. Construindo a psicologia brasileira: desafios da ciência e da
prática psicológica. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
Bibliografia ANGERAMI-CAMON, V. A. (org.). Psicoterapia fenomenológico-existencial. São
complementar Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.
BANOV, Márcia R. Ferramentas da psicologia organizacional. São Paulo: Cenaun,
2002.
BASCO, M. R.; WRIGHT, J. H.; THASE, M. E. Aprendendo a terapia cognitivo-
comportamental: um guia ilustrado. Porto Alegre: Artmed, 2008.
BRAIER, Eduardo Alberto. Psicoterapia breve de orientação psicanalítica. São Paulo:
Martins Fontes, 2008.
BLEGER, José. Psico-higiene e psicologia institucional. 3. ed. Porto Alegre: Artes
Médicas, 1992.
FIGUEIREDO, L. C. M. Matrizes do pensamento psicológico. Rio de Janeiro: Vozes,
1995.
LESZCZ, Molyn; YALOM, Irvin D. Psicoterapia de grupo: teoria e prática. Porto
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 77
Pró-reitoria de Graduação

Alegre: Artmed, 2006.


SARRIEIRA, J.; SARFOCADA, H. Enfoques conceptuales y técnicos en psicología
comunitária. Buenos Aires: Paidós, 2008.
SPINK, M. J. P. Psicologia social e saúde. Petrópolis: Vozes, 2003.

10º semestre
Código PSC305
Disciplina Trabalho Final de Graduação II
Ementa Desenvolvimento do trabalho de conclusão do curso. Defesa oral.
Bibliografia A bibliografia a ser consultada será correspondente aos conteúdos envolvidos, podendo
básica ser estendida conforme necessidade e sugestão do professor orientador e da banca
examinadora.
Bibliografia A bibliografia a ser consultada será correspondente aos conteúdos envolvidos, podendo
complementar ser estendida conforme necessidade e sugestão do professor orientador e da banca
examinadora.

Código PSC329
Disciplina Estágio Específico IV
Ementa Análise da demanda, planejamento e intervenção. Intervenção baseada na
problematização da realidade, discussão dos objetivos, metodologias, instrumentos de
intervenção e resultados. Elaboração e apresentação de relatório final de práticas de
estágio na segunda ênfase de estágio.
Bibliografia ACHCAR, Rosemary. Psicólogo brasileiro: práticas emergentes e desafios para a
básica formação. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1994.
Código de ética profissional dos psicólogos. Brasília: conselho federal de Psicologia,
2000. Disponível em: <http://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2012/07/
codigo_etica1.pdf>
YAMAMOTO, O. H. Construindo a psicologia brasileira: desafios da ciência e da
prática psicológica. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
Bibliografia ANGERAMI-CAMON, V. A (org.). Psicoterapia fenomenológico-existencial. São
complementar Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.
FIGUEIREDO, Luís Cláudio M. Matrizes do pensamento psicológico. Rio de Janeiro:
Vozes, 1995.
GOULART, I. B.; SAMPAIO, J. (orgs.). Psicologia do trabalho e gestão de recursos
humanos. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1998.
MARTINS, J. (org.). Psicologia e educação: tecendo caminhos. São Carlos: Rima, 2002.
MINUCHIN, Sr.; FISHMAN, H. C. Técnicas de terapia familiar. Porto Alegre: Artes
Médicas, 2003.
RANGÉ, B. (org.). Psicoterapia comportamental e cognitiva: pesquisa, prática,
aplicações e problemas. São Paulo: Livro Pleno, 2001.
SARRIERA, J. C. Psicologia comunitária: estudos atuais. Porto Alegre: Sulina, 2000.
SPINK, M. J. P. Psicologia social e saúde. Petrópolis: Vozes, 2003.
ZIMERMAN, D. E.; COLTRO, A. C. M. (org.). Aspectos psicológicos na prática
jurídica. 3. ed. Campinas: Millennium, 2010.

Código PSC330
Disciplina Seminário de Práticas Psicológicas IV
Ementa Problematização da realidade, discussão dos objetivos, metodologias, instrumentos de
intervenção e resultados. Discussão sobre o relatório final de práticas de estágio.
Discussão de temas emergentes.
Bibliografia CAMPOS, Regina Helena (org.). Psicologia social comunitária: da solidariedade à
básica autonomia. Petrópolis: Vozes, 2000.
CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Código de ética profissional dos
psicólogos. Brasília: Conselho Federal de Psicologia, 2005. Disponível em:
<www.cfp.org.br.>
______. Referências técnicas para Atuação de Psicólogas(os) na Educação Básica.
Conselho Federal de Psicologia. Brasília: CFP, 2013. Disponível em: <www.cfp.org.br.>
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 78
Pró-reitoria de Graduação

YAMAMOTO, O. H. Construindo a psicologia brasileira: desafios da ciência e da


prática psicológica. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
Bibliografia ACHCAR, Rosemary. Psicólogo brasileiro: práticas emergentes e desafios para a
complementar formação. 2 ed. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1994.
CURONICI, C.; McCULLOCH, P. Psicólogos & Professores: um ponto de vista
sistêmico sobre as dificuldades escolares. Bauru: EDUSC, 1999.
FUNAYAMA, Carolina A. R. Problemas de aprendizagem: enfoque multidisciplinar.
Campinas: Alínea, 2000.
GUARESCHI, Pedrinho. Psicologia social crítica como prática de libertação. Porto
Alegre: Edipucrs, 2005.
GURSKI, R.; DALPIAZ, S.; VERDI, M. S. Cenas da infância atual: a família, a escola
e a clínica. Ijuí: Ed. Ijuí, 2006.
GUZZO, R. (org). Psicologia Escolar: LDB e educação hoje. 4 ed. São Paulo: Alínea,
2012.
JACQUES, Maria da Graça Corrêa; STREY, Marlene Neves et al. Psicologia social
contemporânea. Petrópolis: Vozes, 1998.
MACHADO, Adriana M. et al. Psicologia e direitos humanos: educação inclusiva,
direitos humanos na escola. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005.
MARINHO-ARAUJO, Claisy Maria; ALMEIDA, Sandra F. C. De. Psicologia escolar:
construção e consolidação da identidade profissional. 2 ed. Campinas: Alínea, 2008.
MIDDELTON-MOZ, J.; ZAWADSKI, M. L. Bullying: Estratégias de sobrevivência
para crianças e adultos. São Paulo: Artmed, 2007.
NASIO, J-D. Como trabalha um psicanalista? Rio Janeiro: Jorge Zahar, 1999.
OUTEIRAL, J.; CEREZER, C. O mal-estar na escola. 2. ed. Rio de Janeiro: Revinter,
2003.
PATTO, M. (org.). Introdução à psicologia escolar. 4 ed. São Paulo: Casa do Psicólogo,
1997.
SOUZA, M. P. R. Ouvindo crianças na escola: abordagens qualitativas e desafios
metodológicos para a psicologia. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2010.

Disciplinas do tipo optativa

Código PMO061
Disciplina Abordagens Psicopedagógicas da Aprendizagem
Ementa Abordagens psicopedagógicas dos distúrbios e das dificuldades de aprendizagem.
Distúrbios e dificuldades de aprendizagem da leitura, escrita e da matemática.
Bibliografia FUNAYAMA, C. A. R. (org.). Problemas de aprendizagem: enfoque
básica multidisciplinar. Campinas: Alínea, 2000.
GARCÍA SÁNCHEZ, Jesús-Nicasio. Dificuldades da aprendizagem e intervenção
psicopedagógica. Reimpressão 2007. Porto Alegre: Artmed, 2004.
JOSÉ, E. A.; COELHO, M. T. Problemas de aprendizagem. São Paulo: Ática, 1999.
Bibliografia KUPFER, M. C. M (org.). Tratamento e escolarização de crianças com distúrbios
complementar globais de desenvolvimento. Salvador: Álgama, 2000.
ROSS, A. O. Aspectos psicológicos dos distúrbios da aprendizagem e dificuldades na
leitura. São Paulo: McGraw-Hill, 1979.
RUBINSTEIN, E. Psicopedagogia: uma prática, diferentes estilos. São Paulo: Casa
do Psicólogo, 1999.
TOPCZEWSKI, Abram. Aprendizado e suas desabilidades: como lidar?. 3. ed. São
Paulo: Casa do Psicólogo, 2011.
WEISS, M. L. L. Psicopedagogia clínica: uma visão diagnóstica dos problemas de
aprendizagem escolar. 10. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

Código HSO134
Disciplina Cartografia Básica
Ementa História e evolução da ciência cartográfica. Importância da ciência cartográfica para os
estudos da História. A linguagem cartográfica e seus significados. Contextualização da
cartografia ao processo histórico, leitura e análise de mapas históricos.
Bibliografia CASTROGIOVANNI, A. C; COSTELLA, R. Z. Brincar e cartografar com os diferentes
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 79
Pró-reitoria de Graduação

básica mundos geográficos: a alfabetização espacial. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2006.


DUARTE, Paulo Araújo. Fundamentos de cartografia. Florianópolis: UFSC, 1994.
OLIVEIRA, Cêurio de. Curso de cartografia moderno. Rio de Janeiro: IBGE, 1988.
RAISZ, Erwin. Cartografia geral. Rio de Janeiro: Científica, 1969.
SCHÄFFER, Neiva Otero et al. Um globo em suas mãos: práticas para a sala de aula.
Porto Alegre: UFRGS, 2003.
Bibliografia ALMEIDA, R; PASSINI, E. Y. O espaço geográfico: ensino e representação. São Paulo:
complementar Contexto, 1992.
CONCEIÇÃO, C. L; SOUZA, J. L. S. Noções básicas de coordenadas geográficas e
cartografia. Porto Alegre: Metrópole Indústria Gráfica, 2000.
DUARTE, P. A. Escala: fundamentos. Florianópolis: UFSC, 1989.
FITZ, Paulo Roberto. Cartografia básica. Canoas: Centro Universitário La Salle, 2005.
JOLY, Fernand. A cartografia. São Paulo: Papirus, 1990.
OLIVEIRA, C. Dicionário cartográfico. Rio de Janeiro: IBGE, 1987.
SIMIELLI, Maria Elena Ramos. Geoatlas. São Paulo: Ática, 2002.

Código PSO044
Disciplina Clínica, Saúde Mental e Políticas Públicas
Ementa Reforma psiquiátrica brasileira na atualidade. Dispositivos clínicos em saúde mental.
Intervenções em saúde mental.
Bibliografia BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. DAPE. Coordenação
básica Geral de Saúde Mental. Reforma psiquiátrica e política de saúde mental no Brasil.
Documento apresentado à Conferência Regional de Reforma dos Serviços de Saúde
Mental: 15 anos depois de Caracas. OPAS. Brasília, novembro de 2005.
FOUCAULT, M. O nascimento da clínica. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2006.
______. Microfísica do Poder. 24.ed. Rio de Janeiro: Graal, 2007.
PITTA, Ana. Reabilitação psicossocial no Brasil. 2.ed. São Paulo: Hucitec, 2001.
Bibliografia AMARANTE, Paulo. Saúde Mental e Atenção Psicossocial. Rio de Janeiro: Fiocruz,
complementar 2007.
CAMARGO JR, Keneth R. de. Biomedicina, saber & Ciência: uma abordagem crítica.
São Paulo: Hucitec, 2003.
LANCETTI, Antonio. Clinica Peripatética. São Paulo Hucitec, 2008.
MERHY, Emerson Elias. Saúde: cartografia do trabalho vivo. São Paulo: Hucitec, 2005.
PINHEIRO, R.; MATTOS, R. Cuidado: as fronteiras da integralidade. Rio de Janeiro:
CEPESC/UERJ/ABRASCO, 2006.
PALOMBINI, A. Acompanhamento terapêutico na rede pública: a clínica em
movimento. Porto Alegre: UFRGS, 2004.
SCLIAR, Moacir et. al. Archivos de Saúde Mental e Atenção Psicossocial. Rio de
Janeiro: Nau Editora, 2003,
TENÓRIO, Fernando. A Psicanálise e a Clínica da Reforma Psiquiátrica. Rio de
Janeiro: Ambiciosos, 2001.

Código TER235
Disciplina Criatividade e Processos de Criação
Ementa Criatividade. Processos criativos. Expansão da criatividade. Vivências de expressão e
criatividade.
Bibliografia BARRETO, Roberto Menna. Criatividade no trabalho e na vida. São Paulo: Summus,
básica 1997.
BONO, Edward de. Criatividade levada a sério: como gerar ideias produtivas através
do pensamento lateral. São Paulo: Pioneira, 1997.
LIBERMAN, Flávia. Delicadas coreografias: instantâneos de uma terapia ocupacional.
São Paulo: Summus, 2008.
Bibliografia ALMEIDA, Marcus Vinicius Machado. Corpo e arte em terapia ocupacional. Rio de
complementar Janeiro: Enelivros, 2004.
ALVES, A. M. O.; SILVA, F. C. C.; MORAES, E. (orgs.). Recursos terapêuticos com
sucatas. Campo Grande: UCDB, 2002.
BODEN, M. A. (org.). Dimensões da criatividade. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 80
Pró-reitoria de Graduação

CASTRO, E. D. Arte, corpo e terapia ocupacional: aproximação, intersecções e


desdobramentos. In: Revista de terapia ocupacional. São Paulo, v.11, n. 1, p. 7-12,
jan./abr, 2000.
GALVÃO, Marcelo, Marques. Criativamente. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1999.
PREDEBON, José. Criatividade hoje: como se pratica, aprende e ensina. São Paulo:
Atlas. 2003.
MINAYO, Maria Cecília de Souza (org.). Pesquisa social: teoria, método e
criatividade. Petrópolis: Vozes, 2008.
OECH, Roger Von. Um "toc" na cuca. São Paulo: Cultura, 1988. OSTROWER, Fayga.
Criatividade e processos de criação. Petrópolis: Vozes, 1999.

Código FIS350
Disciplina Desenvolvimento Humano
Ementa Estudo do desenvolvimento humano. Desenvolvimento humano na infância.
Adolescência. Vida adulta inicial. Vida adulta intermediária. Envelhecimento.
Bibliografia BEE, Helen. O ciclo vital. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.
básica BERGER, Kathleen S. O desenvolvimento da pessoa: da infância à adolescência. Rio de
Janeiro: LTC, 2000.
MARCONDES, E. Pediatria básica. São Paulo: Sarvier, 2002.
WINNICOTT, D. W. Da pediatria à psicanálise: obras escolhidas. Rio de Janeiro:
Imago, 2000.
Bibliografia ABERASTURY, Arminda; KNOBEL, Maurício. Adolescência normal: um enfoque
complementar psicanalítico. Porto Alegre: Artes Médicas, 1981.
BIAGGIO, Ângela M. Brasil. Psicologia do desenvolvimento. Petrópolis: Vozes, 1994.
BOCK, A. M. Bahia. Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. São Paulo:
Saraiva, 1999.
BRAZELTON, T. Berry; CRAMER, Bertrand G. As primeiras relações. São Paulo:
Martins Fontes, 2002.
KNOBLOCK, Hilda; PASSAMANICK, Benjamin. Gesell e Amatruda. Psicologia do
desenvolvimento do lactente e da criança pequena. Bases neurológicas e
comportamentais. São Paulo: Atheneu, 2002.
MALDONADO, Maria T. Psicologia da gravidez: parto e puerpério. São Paulo: Saraiva,
2002.
MESSY, Jack. A pessoa idosa não existe: uma abordagem psicanalítica da velhice. São
Paulo: Aleph, 1999.
NERI, Anita Liberalesso (org.). Desenvolvimento e envelhecimento: perspectivas
biológicas, psicológicas e sociológicas. São Paulo: Papirus, 2001.
RAPAPORT, Clara R. Psicologia do desenvolvimento: a idade escolar e a adolescência.
São Paulo: EPU, 1981.
SOIFER, Raquel. Psicologia da gravidez, parto e puerpério. Porto Alegre: Artes
Médicas, 1992.
STEDEFORD, Averil. Encarando a morte. Porto Alegre: Artes Médicas, 1986.

Código PSO031
Disciplina Entrevista Psicológica
Ementa Entrevista psicológica: aspectos gerais. Entrevista psicológica: especificidades.
Bibliografia BLEGER, J. Temas de psicologia: entrevistas e grupos. São Paulo: Martins Fontes,
básica 2001. CUNHA, J. A. Psicodiagnóstico V. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.
OCAMPO, M. L. S. O processo psicodiagnóstico e as técnicas projetivas. Porto Alegre:
Martins Fontes, 2001.
Bibliografia ABERASTURY, A. Psicanálise da criança: teoria e técnica. Porto Alegre: Artes
complementar Médicas, 1992.
ARZENO, M. E. G. Psicodiagnóstico clínico: novas contribuições. Porto Alegre: Artes
Médicas, 1995.
BENJAMIN, A. A entrevista de ajuda. São Paulo: Martins Fontes, 2001.
______. Prática das entrevistas familiares. São Paulo: Papirus, 1987.
CALLIGARIS, C. Cartas a um jovem terapeuta: o que é importante para ter sucesso
profissional. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 81
Pró-reitoria de Graduação

CAMON, V. (org.). E a psicologia entrou no hospital São Paulo: Pioneira, 2001.


CHIAVENATO, I. Recursos humanos. São Paulo: Atlas, 2000.
______. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos. São Paulo: Campus,
1999.
FILHO, H.; PREBIANCHI, H. Exame clínico psicológico: roteiro de entrevista. São
Paulo: Psy, 1994.
GREENSPAN, S.; GREENSPAN, N. Entrevista clínica com crianças. Porto Alegre:
Artes Médicas, 1993.
MACHINNON; MICHELS. A entrevista psiquiátrica na prática diária. Porto Alegre:
Artes Médicas, 1981.
MANNONI, M. A primeira entrevista em psicanálise. Rio de Janeiro: Campus, 1981.
NAHOUM, C. La entrevista psicológica. Buenos Aires: Kapelusz, 1961.
WEISS, D. Entrevista de seleção: como conduzi-la com êxito. São Paulo: Nobel, 2002.
WINNICOTT, D. Consultas terapêuticas em psiquiatria infantil. Rio de Janeiro: Imago,
1984.

Código CSA102
Disciplina Gestão de Pessoas I
Ementa Gestão de pessoas nas organizações. Planejamento estratégico de gestão de pessoas.
Modelagem de cargos. Remuneração: incentivos e benefícios. Higiene, segurança e
qualidade de vida no trabalho. Relações com os colaboradores.
Bibliografia ARAUJO, Luis César G. de. Gestão de pessoas: estratégias e integração organizacional.
básica São Paulo: Atlas, 2009.
CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas
organizações. 3. ed. rev. atual. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.
MILKOVICH, George T.; BOUDREAU, John W. Administração de recursos humanos.
São Paulo: Atlas, 1998.
Bibliografia BITENCOURT, Claudia Cristina. Gestão contemporânea de pessoas: novas práticas,
complementar conceitos tradicionais. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2012
BOHLANDER, George, SNELL, Scott; SHERMAN, Arthur. Administração de recursos
humanos. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005.
CARVALHO, Antonio Vieira de; NASCIMENTO, Luiz Paulo do; SERAFIM, Oziléia
Clen Gomes. Administração de recursos humanos. 2. ed. rev. São Paulo: Cengage
Learning, 2012.
FRANÇA, Ana Cristina Limongi. Práticas de recursos humanos PRH: conceitos,
ferramentas e procedimentos. São Paulo: Atlas, 2010.
HANASHIRO, Darcy Mitiko Mori; TEIXEIRA, Maria Luisa Mendes; ZACCARELLI,
Laura Menegon (orgs.). Gestão do fator humano: uma visão baseada em Stakeholders.
São Paulo: Saraiva, 2008.

Código HSO110
Disciplina História das Mulheres no Ocidente
Ementa História das mulheres. Mulheres na história. Histórias a serem contadas.
Bibliografia CARDOSO, C. F; VAÍNFAS, R. Domínios da história. São Paulo: Cia das Letras,
básica 1998.
DUBY, G; PERROT, M. História das mulheres. Porto: Afrontamentos, 1990.
PERROT, M. As mulheres ou os silêncios da história. São Paulo: EDUSC, 2005.
Bibliografia ALVIM, Maria Helena Villas-Boas. Em busca da história das mulheres. Horizonte:
complementar Livros, 2006.
BERNARDES, M. T. C. Mulheres de ontem? São Paulo: Queiroz, 1989.
BORGES, W. R. A profissionalização feminina: uma experiência no ensino público.
São Paulo: Loyola, 1980.
COVA, Ane. História Comparada das Mulheres. Horizonte: Livros, 2008.
DEVEREUX, G. Mulher e mito. Campinas: Papirus, 1990.
D’INCÃO, M. A. Amor e família no Brasil. São Paulo: Contexto, 1989.
DA MATTA, R. A casa e a rua: espaço, cidadania, mulher e morte no Brasil. Rio de
Janeiro: Guanabara, 1987.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 82
Pró-reitoria de Graduação

Código PSO032
Disciplina Infância e Necessidades Especiais
Ementa Construção social da deficiência. Família e pessoa com necessidades especiais.
Desenvolvimento da criança com necessidades especiais. Inclusão. Necessidades
especiais e suas especificidades. Possibilidades de ação do psicólogo no atendimento à
pessoa com necessidades especiais.
Bibliografia BECKER, Elizabeth et al. Deficiência: alternativas de intervenção. São Paulo: Casa do
básica Psicólogo, 1997.
BUSCAGLIA, L. Os deficientes e seus pais: um desafio ao aconselhamento. Rio de
Janeiro: Record, 1997.
JERUSALINSK, Alfredo. Psicanálise e desenvolvimento infantil: um enfoque
transdisciplinar. Porto Alegre: Artes e Ofícios, 1999.
KLAUS, M; KENNELL, J. Pais/bebê: a formação do apego. Porto Alegre: Artes
médicas, 1992.
Bibliografia BAPTISTA, C; BOSA, C. Autismo e educação: reflexões e propostas de intervenção.
complementar Porto Alegre: Artmed, 2002.
BELISÁRIO FILHO, J. F. Inclusão: uma revolução na saúde. Rio de Janeiro: WVA,
1999.
BIANCHETTI, L; FREIRE, I (orgs.). Um olhar sobre a diferença: interação, trabalho e
cidadania. São Paulo: Papirus, 2001.
COLL, C; PALACIUS, J. Desenvolvimento psicológico e educação. Porto Alegre:
Artmed, 1996.
GERALIS, E. Crianças com paralisia cerebral: guia para pais e educadores. Porto
Alegre: Artmed, 2007.
SOUZA, R. M.; GALLO, S. (orgs.). Educação do preconceito: ensaios sobre poder e
resistência. São Paulo: Alínea, 2004.
COLLI; KUPF (orgs.). Travessias inclusão escolar: a experiência do grupo ponte pré-
escola terapêutica lugar de vida. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005.
CUNNINGHAM, C. Síndrome de Down: uma introdução para pais e cuidadores. Porto
Alegre: Artmed, 2008.
FRELLER, C.; FERRARI, M. Educação inclusiva: percursos na educação infantil. São
Paulo: Casa do Psicólogo, 2008.
MAIA, A. C. Sexualidade e deficiências. São Paulo: Unesp, 2006.
MANNONI, M. A criança retardada e a mãe. São Paulo: Martins Fontes, 1985.
MILLER, N. Ninguém é perfeito. São Paulo: Papirus, 1995.
SOLE, M. C. O sujeito surdo e a psicanálise: uma outra via de escuta. Porto Alegre:
Ufrgs, 2005
KUPFER, M. C. M (org.). Tratamento e escolarização de crianças com distúrbios
globais de desenvolvimento. Salvador: Álgama, 2000.
PUESCHEL, S. (org.). Síndrome de Down: guia para pais e educadores. São Paulo:
Papirus, 1993.
WERNECK, C. Muito prazer: eu existo. Rio de Janeiro: WVA, 1993.
______. Ninguém mais vai ser bonzinho na sociedade inclusiva. Rio de Janeiro: WVA,
1997.
______. Sociedade inclusiva: quem cabe no seu todo? Rio de Janeiro: WVA, 1999.
SASSKI, R. Inclusão: construindo uma sociedade para todos. Rio de Janeiro: WVA,
1997.

Código PSO033
Disciplina Infância, Clínica e Cultura
Ementa Invenção da infância. Discursos da infância. Estatuto do sintoma na infância. Infância,
clínica e cultura.
Bibliografia ARIÈS, P. História social da criança e da família. Rio de Janeiro: LTC, 1981.
básica CALLIGARIS, C. et al. Educa-se uma criança? Porto Alegre: Artes e Ofícios, 1999.
ROUDINESCO, E. A família em desordem. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2003.
Bibliografia COSTA, J. F. Ordem médica e norma familiar. Rio de Janeiro: Graal, 1999.
complementar FARIA, M. R. Introdução à psicanálise de crianças: o lugar dos pais. São Paulo:
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 83
Pró-reitoria de Graduação

Fapesp, 1998.
FENDRIK, S. I. Ficção das origens: contribuição à história da psicanálise de crianças.
Porto Alegre: Artes Médicas, 1991.
JERUSALINSKY, A. Falar uma criança. In: JERUSALINSKY, A (org.). Psicanálise e
desenvolvimento infantil: um enfoque interdisciplinar. Porto Alegre: Artes e Ofícios,
1999.
MILLOT, C. Freud antipedagogo. Rio de Janeiro: JZE, 2000.
MASCARENHAS-FERNANDES, C.; RASSIAL, J-J. (Org.). Crianças e
adolescentes: encantos e desencantos. São Paulo: Instituto Language, 2012.

Código LTO157
Disciplina Inglês Instrumental I
Ementa Leitura e compreensão de textos. Desenvolvimento de estratégias de leitura em Língua
Inglesa. Prática de aspectos linguísticos.
Bibliografia ANDERSON, N. J. Active skills for reading: book 1. 2nd ed. Australia: Thomson, 2007.
básica FERRO, J. Inglês instrumental. Curitiba: IBPEX, 2004.
HARMER, J. How to teach reading. In: ______. How to teach English: an introduction
to the practice of English language teaching. Harlow: Longman, 1998.
NUTTALL, C. Teaching reading skills in a foreign language. Oxford: Macmillan, 2005.
SOUZA, A. et al. Leitura em Língua Inglesa: uma abordagem instrumental. 2. reimp.
São Paulo: Disal, 2005.
Bibliografia DIONÍSIO, A. P. et al. Gêneros textuais & ensino. 3. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2005.
complementar HUDSON, T. Teaching second language reading. New York: Oxford University Press,
2007.
KRESS, G.; VAN LEEUWEN, T. Reading images: the grammar of visual design. 2. ed.
London: Routledge, 2006.
MURPHY, R. Basic grammar in use: reference and practice for students of English.
Cambridge: Cambridge University Press, 1995.
NEWSWEEK Magazine. New York: McGraw-Hill.
SPEAK UP Magazine. Rio de Janeiro: Globo.
UNIVERSIDADE DE OXFORD. Dicionário Oxford Escolar: para estudantes
brasileiros de inglês. Português-Inglês, Inglês-Português. Edição atual. Oxford: Oxford
University Press, 2010.
WALLACE, C. Reading. Oxford: Oxford, 1992.

Código LTO158
Disciplina Inglês Instrumental II
Ementa Leitura em Língua Inglesa. Prática de aspectos linguísticos.
Bibliografia ANDERSON, N. J. Active skills for reading: book 2. 2nd ed. Australia: Thomson, 2007.
básica FERRO, J. Inglês instrumental. Curitiba: IBPEX, 2004.
HARMER, J. How to teach reading. In: ______. How to teach English. London: Pearson
Education, 2007.
NUTTALL, C. Teaching reading skills in a foreign language. Oxford: Macmillan, 2005.
SOUZA, A. et al. Leitura em Língua Inglesa: uma abordagem instrumental. 2. reimp.
São Paulo: Disal, 2005.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 84
Pró-reitoria de Graduação

Bibliografia DIONÍSIO, A. P. et al. Gêneros textuais & ensino. 3. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2005.
complementar HUDSON, T. Teaching second language reading. New York: Oxford University Press,
2007.
KOCH, I. V. A coesão textual. 17 ed. São Paulo: Contexto, 2001.
_______; TRAVAGLIA, L. C. A coerência textual. 12. ed. São Paulo: Contexto, 2001.
KRESS, G; VAN LEEUWEN, T. Reading images: the grammar of visual design. 2. ed.
London: Routledge, 2006.
MURPHY, R. Basic grammar in use: reference and practice for students of English.
Cambridge: Cambridge University Press, 1995.
NEWSWEEK Magazine. New York: McGraw-Hill.
SPEAK UP Magazine. Rio de Janeiro: Globo.
UNIVERSIDADE DE OXFORD. Dicionário Oxford Escolar: para estudantes
brasileiros de inglês. Português-Inglês, Inglês-Português. Edição atual. Oxford: Oxford
University Press, 2010.
WALLACE, C. Reading. Oxford: Oxford, 1992.

Código COM104
Disciplina Introdução à Fotografia
Ementa História da fotografia. Câmera e linguagem fotográfica. Funções e pressupostos para
prática fotográfica. Mundo digital e imagem.
Bibliografia ADAMS, Ansel. A câmara. São Paulo: Senac, 2000.
básica BUSSELLE, Michael. Tudo sobre fotografia. Rio de Janeiro: Pioneira, 1979.
JOLY, Martine. Introdução à análise da imagem. São Paulo: Papirus, 2001.
KEENE, Martin. Fotojornalismo: guia profissional. Lisboa: Dinalivros, 1995.
SOUZA, Jorge P. Uma história crítica do fotojornalismo ocidental. Chapecó: Grifos,
2004.
Bibliografia CAPA, Robert. Fotografias. São Paulo: Cosac & Naiky, 2000.
complementar CAPRA, Fritjoff. A teia da vida. São Paulo: Cultrix, 1989.
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FOTOGRAFIA. O discurso fotográfico.
Londrina: UEL, 1999.
GUATTARRI, Felix; ROLNIK, Sueli. Micropolítica: cartografias do desejo. Rio de
Janeiro: Vozes, 1996.
JANSON, H. W; JANSON, A. F. Iniciação à história da arte. São Paulo: Martins fontes,
1996.
LËVY, Pierre. Cibercultura. Rio de Janeiro: 34, 2000.
______. O que é virtual. Rio de Janeiro: 34, 1998.
SANTAELA, L; NÖTH, Winfried. Imagem: cognição, semiótica e mídia. São Paulo:
Iluminuras, 2001.

Código PSO034
Disciplina Introdução à Linguística
Ementa Linguagem, língua, linguística. Manifestações do conhecimento linguístico.
Psicolinguística.
Bibliografia CATANIA, A. Charles. Aprendizagem: comportamento, linguagem e cognição. 4. ed.
básica Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.
FIORIN, L. J. (org.). Introdução à linguística: objetos teóricos. São Paulo: Contexto,
2002.
TODOROV, T. Teorias do símbolo. Campinas: Papirus, 1996.
Bibliografia FLETCHER, P.; MaCWHINNEY. Compêndio da linguagem da criança. Porto Alegre:
complementar Artes Médicas, 1997.
KRISTEVA, J. História da linguagem. Lisboa: 70, 1983.
GIL, F. Enciclopédia einaudi: linguagem/enunciação. Lisboa: Imprensa Nacional, 1985.
MANNONI, Maud. Amor, ódio, separação: o reencontro com a linguagem esquecida da
infância. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1995.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 85
Pró-reitoria de Graduação

YAGUELLO, Marina. Alice no país da linguagem: para compreender a linguística.


Lisboa: Estampa 1997.

Código PMO077
Disciplina Ludicidade Digital
Ementa História e evolução tecnológica do brinquedo e do jogo. Ludicidade na cibercultura.
Ludicidade e interatividade. Design instrucional.
Bibliografia BROUGÈRE, Gilles. Brinquedo e cultura. São Paulo: Cortez, 1995.
básica GONÇALVES, Rita; OLIVEIRA, Julieta; RIBAS, Maria Alice (Orgs.). A educação na
sociedade dos meios virtuais. Santa Maria: Centro Universitário Franciscano, 2009.
HAETINGER, Max G. O universo criativo da criança: na educação. Brasil: Instituto
Criar,
2005.
LÉVY, Pierre. Cibercultura. Rio de Janeiro: 34, 1999.
Bibliografia FILATRO, Andrea. Design instrucional contextualizado: educação e tecnologia. São
complementar Paulo: SENAC, 2004.
______. Design instrucional na prática. São Paulo: Pearson, 2009.
PASSARELLI, Brasilina. Interfaces digitais na educação: alucinações consentidas. São
Paulo: Escola do Futuro - USP, 2007.
SINGER, Doroth; SINGER, Jerome. Imaginação e jogos na era eletrônica. Porto Alegre:
Artmed, 2007.
VEEN, W.; VRAKKING, B. Homo Zappiens: educando na era digital. Trad. de Vinícius
Figueira. Porto Alegre: Artmed, 2009.

Código PSO035
Disciplina Mediação de Conflitos Familiares
Ementa Psicologia Jurídica, Generalidades, Evolução, Conceito. Classificação da Psicologia
Jurídica. Procedimentos Alternativos na Resolução de Disputas. Mediação. Requisitos do
Mediador. Teoria do Conflito. Técnicas de Comunicação. Técnicas de Negociação.
Fundamentos da Mediação. O processo de Mediação familiar.
Bibliografia BREITMAN, Stella; PORTO, Alice Costa. Mediação Familiar: uma intervenção em
básica busca da paz. Porto Alegre: Criação Humana, 2001.
DIAS, Maria Berenice. Manual de Direito das famílias. Porto Alegre: Livraria Editora
Do Advogado, 2005.
HAYNES, John M.; MARODIN, Marilene. Fundamentos da Mediação Familiar. Porto
Alegre: Artes Médicas, 1996.
ZIMERMAN, David; COLTRO, Antônio Carlos Mathias. Aspectos psicológicos na
prática jurídica. Campinas: Millennium, 2002.
Bibliografia BRITO, Leila Maria Torraca de. Separando: um estudo sobre a atuação do psicólogo nas
complementar varas de família. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1993.
DIAS, Maria Berenice; PEREIRA, Rodrigo da Cunha. Direito de Família e o Novo
Código Civil. Belo Horizonte: Del Rey, 2003.
GROENINGA, Giselle Câmara; PEREIRA, Rodrigo da Cunha. Direito de família
e psicanálise – rumo a uma nova epistemologia. Rio de Janeiro: Imago, 2003.
MOORE, Christopher W. O processo de mediação - estratégias práticas para a
resolução de conflitos. Porto Alegre: Artmed, 1998.
MORAIS, Jose Luis Bolzan de. Mediação e Arbitragem: alternativas à jurisdição! Porto
Alegre: Livraria do Advogado, 1999.
Instituto Brasileiro de Direito de Família. Disponível em: <www.ibdfam.com.br>

Código PSO019
Disciplina Parentalidade
Ementa A família contemporânea. Conjugalidade. Filiação e parentalidade.
Bibliografia BEE, Helen. O ciclo vital. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.
básica CERVENY, Ceneide Maria de Oliveira; BERTHOUD, Cristiana Mercadante. Visitando
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 86
Pró-reitoria de Graduação

a família ao longo do ciclo vital. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2002.


JAEGER, Fernanda Pires; KRUEL, Cristina Saling; SIQUEIRA, Aline Cardoso (orgs.)
Parentalidade e contemporaneidade: os desafios para a psicologia. Santa Maria: Centro
Universitário Franciscano, 2011.
Bibliografia ARIÈS, P. História Social da Criança e da Família. 2. ed. Traduzido por Dora
complementar Flaksman. Rio de Janeiro: LTC, 1981.
CARVALHO, M. C. B. (Org.) A família contemporânea em debate. São Paulo:
EDUC/Cortez, 2000.
CERVENY, Ceneide Maria de Oliveira; BERTHOUD, Cristina Mercadante. Família e
ciclo vital: nossa realidade em pesquisa. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1997.
FÉRES-CARNEIRO, Terezinha. (Org.). Casal e Família: entre a tradição e a
transformação. Rio de Janeiro: NAU, 1999.
OSÓRIO, Luiz Carlos Casais e famílias: uma visão contemporânea. Porto Alegre:
Artmed, 2002.
PALMA, Rúbia Famílias Monoparentais. Rio de Janeiro: Forense, 2001.
ROUDINESCO, Elisabeth. A Família em Desordem. Traduzido por André Telles. Rio de
Janeiro: Jorge Zahar, 2003.
SOLIS-PONTON, Letícia (Orgs.). Ser Pai, Ser Mãe: parentalidade - um desafio para o
terceiro milênio. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2004.
WAGNER, Adriana (Coord.). Como se perpetua a família?: A transmissão dos modelos
familiares. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2005.

Código PSO045
Disciplina Psicanálise e Relações com a Justiça
Ementa Psicologia jurídica. Psicanálise e direito civil. Psicanálise e direito penal.
Bibliografia BREITMAN, Stella; PORTO, Alice Costa. Mediação Familiar: uma intervenção em
básica buscada paz. Porto Alegre: Criação Humana, 2001.
FREUD, S. A Psicanálise e a Determinação dos Fatos no Processos Jurídicos. Obras
Completas. Rio de Janeiro: Imago, 1976.
______. O Mal Estar na Civilização. Obras Completas. Rio de Janeiro: Imago, 1976.
______. O Horror ao Incesto. Obras Completas. Rio de Janeiro: Imago, 1976.
______. Tabu e a Ambivalência Emocional. Obras Completas. Rio de Janeiro: Imago,
1976.
GROENINGA, Giselle Câmara; PEREIRA, Rodrigo da Cunha. Direito de família
e psicanálise - rumo a uma nova epistemologia. Rio de Janeiro: Imago, 2003.
MORAIS, Jose Luis Bolzan de. Mediação e Arbitragem: alternativas à jurisdição! Porto
Alegre: Livraria do Advogado, 1999.
Associação Psicanalítica de Porto Alegre (Cadernos Temáticos). Disponível em:
<www.appoa.com.br>
Instituto Brasileiro de Direito de Família (Revista de Direito de Família e Sucessões).
Disponível em: <www.ibdfam.com.br>
Bibliografia BRITO, Leila Maria Torraca de. Separando: um estudo sobre a atuação do psicólogo nas
complementar varas de família. Rio de Janeiro: Relume-dumará, 1993.
DIAS, Maria Berenice; PEREIRA, Rodrigo da Cunha. Direito de Família e o Novo
Código Civil. Belo Horizonte: Del Rey, 2003.
MOORE, Christopher W. O processo de mediação – estratégias práticas para a
resolução de conflitos. Porto Alegre: Artmed, 1998.
DIAS, Maria Berenice. Manual de Direito das famílias. Porto Alegre: Livraria Editora
Do Advogado, 2005.
HAYNES, John M.; MARODIN, Marilene. Fundamentos da Mediação Familiar. Porto
Alegre: Artes Médicas, 1996.

Código PSO036
Disciplina Psicanálise e Sintoma Social
Ementa Freud, pensador da cultura. O eu e a massa ou Alienação e narcisismo. Lacan: o discurso
e o laço social. O sintoma e os sintomas sociais.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 87
Pró-reitoria de Graduação

Bibliografia ARAGÃO, Luiz Tarlei de. Clínica do social: ensaios. São Paulo: Ed. Escuta, 1991.
básica FLEIG, M. (org.). Psicanálise e sintoma social II. São Leopoldo : Ed. da
UNISINOS, 1998.
KEHL, Maria Rita. Função fraterna. Rio de Janeiro: Ed. Relume Dumará, 2000.
Bibliografia ASSOCIAÇÃO PSICANALÍTICA DE PORTO ALEGRE. Narrativas do Brasil: cultura
complementar e psicanálise. Porto Alegre: APPOA, 2005.
BIRMAN, J. Mal-estar na atualidade: a psicanálise e as novas formas de subjetivação.
3. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.
______. O sujeito na contemporaneidade: espaço, dor e desalento na atualidade. 1. ed.
Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012.
FREUD, S. O mal-estar na civilização. Obras Completas. Rio de Janeiro: Imago, 1976.
v.XXI
FREITAS, Deisy; SEITENFUS, Ricardo Antônio Silva. Um Diálogo entre Einstein e
Freud: por que a guerra? Santa Maria: Ed. da FADISMA, 2005.

Código PSO046
Disciplina Psicanálise, Arte e Política
Ementa Uma estética freudiana. Entre arte e psicanálise. Psicanálise, arte e política.
Bibliografia FREUD, S. Escritores criativos e devaneio (1908[1907]). Edição standard das Obras
básica Completas. Rio de Janeiro: Imago, 1996. v. 9.
______. O estranho (1919). Edição standard das Obras Completas. Rio de
Janeiro: Imago, 1996. v.17.
______. O mal-estar na civilização (1930 [1929]). Edição standard das Obras
Completas. Rio de Janeiro: Imago, 1996. v.21.
Bibliografia CHNAIDERMAN, M. Ensaios de psicanálise e semiótica. São Paulo: Escuta, 1989.
complementar CORSO, D. L.; CORSO, M. Fadas no divã: psicanálise nas histórias infantis. Porto
Alegre: Artmed, 2006.
Correio da Appoa. Psicanálise e ficção. nº 202 - jun/2011. Disponível em:
<http://www.appoa.com.br/uploads/arquivos/correio/correio202.pdf>
Correio da APPOA. Utopia e a função social da arte. n° 108 – Nov/ 2002. Disponível
em: <http://www.appoa.com.br/download/correio108.pdf>
LACAN, J. Homenagem a Lewis Carroll. In. Ornicar?: De Jacques Lacan a Lewis
Carrol. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2004.

Código TRO222
Disciplina Psicologia Aplicada à Saúde
Ementa Reações psicoemocionais envolvidas no processo de adoecimento. Terapeuta ocupacional
frente ao processo saúde-doença. Psicologia da hospitalização.
Bibliografia ANGERAMI-CAMON, Valdemar Augusto. Novos rumos na psicologia da saúde. São
básica Paulo: Pioneira, 2002.
D´ANDREA, F. Desenvolvimento da personalidade: enfoque psicodinâmico. 15. ed. Rio
de Janeiro: Bertrand, 2001.
FRANCO, Maria Helena Pereira. Estudos avançados sobre o luto. Campinas: Livro
Pleno, 2002.
Bibliografia COSTA, Ronaldo Cataldo (trad.); STRAUB, Richard O. Psicologia da saúde. Porto
complementar Alegre: Artmed, 2005.
DENARDIN, Luciana (orient.); SONCINI, Janaina. O sofrimento psíquico dos
profissionais da saúde em sua relação de vínculo com pacientes no Hospital de Paraíso
do Sul – RS. Santa Maria, RS, 2004.
DIAS, Ana Cristina Garcia (orient.); COGO, Adriana Silveira. Profissionais da saúde
diante da morte e do luto. Santa Maria: A Autora, 2004.

Código DIR291
Disciplina Psicologia Aplicada ao Direito
Ementa Estruturação psíquica dos indivíduos (inconsciente, pré-consciente, consciente, id, ego e
superego). Fases psicsosexuais. Família e suas relações. Características dos transtornos da
personalidade. Psicologia e crime.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 88
Pró-reitoria de Graduação

Bibliografia ABERASTURY, A. Adolescência normal. Porto Alegre: Artes Médicas, 1981.


básica FIORELLI, José O.; MANGINI, Rosana C. R. Psicologia Jurídica. São Paulo: Atlas,
2009.
FREUD, Sigmund. Obras completas. Rio de Janeiro: Imago,1996.
ROSA, M. Introdução à psicologia. Petrópolis: Vozes, 1995
TRINDADE, José. Manual de Psicologia Jurídica para Operadores do Direito. 2. ed.
Porto Alegre: Livraria do advogado, 2009.
Bibliografia ARPINI, D. M.; SIQUEIRA, A. C. Psicologia, famílias e leis: desafios à realidade
complementar brasileira. Santa Maria: Ed. da UFSM, 2012.
BEE, H. O ciclo vital. São Paulo: Nova Fronteira, 2000.
BERGERET, Jean. Personalidade normal e patológica. 3. ed. Porto Alegre: Artes
Médicas, 1998.
JAEGER, F. P.; KRUEL, C. S., SIQUEIRA, A. C. Parentalidade e contemporaneidade:
os desafios para a psicologia. Santa Maria: Centro Universitário Franciscano, 2011.
RIGONATTI, S. P. Temas em psiquiatria forense e psicologia jurídica. São Paulo: Vetor,
2003.
STEIN, Lílian et al. Falsas memórias: fundamentos científicos e suas aplicações clínicas
e jurídicas. Porto Alegre: Artmed, 2010.
WAGNER, Adriana. Como se perpetua a família? A transmissão dos modelos familiares.
Porto Alegre: EDIPUCRS, 2005.
ZIMERMAN, David; COLTRO, Antônio Carlos Mathias. Aspectos psicológicos na
prática jurídica. Campinas: Millennium, 2002.

Código PSC310
Disciplina Psicologia da Comunicação e da Percepção
Ementa Percepção e cognição. Psicanálise e aplicações ao design. Comunicação: subjetividade,
coletividade e identidade.
Bibliografia BAXTER, M. Projeto de produto. São Paulo: Edgard Bücher, 1998.
básica BOCK, A.; FURTADO, O.; TEIXEIRA, M. Psicologias: uma introdução ao Estudo de
Psicologia. São Paulo: Saraiva, 1992.
EYSENCK, M. W.; KEANE, M. T. Psicologia cognitiva - Um manual introdutório. Porto
Alegre: Artes Médicas, 1994.
FILHO, J. G. Gestalt do objeto: sistema de leitura visual da forma. São Paulo: Escrituras,
2000.
Bibliografia GARRET, H. E. Os experimentos de Köhler sobre a percepção e a aprendizagem. Sua
complementar importância para a psicologia gestáltica. In: Grandes experimentos da psicologia. São
Paulo: Nacional, 1969.
GUARESCHI, P. A. (org.). Comunicação e Controle Social. Petrópolis: Vozes, 2004.
JUNG, C. G. O homem e seus símbolos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1964.
KOLSSLYN, S. M. A capacidade para trabalhar mentalmente com imagens. In.:
STERNBERG, Robert. As capacidades intelectuais humanas. Porto Alegre: Artes
Médicas, 1992.
LAPLANCHE; PONTALIS, J. Vocabulário de Psicanálise. São Paulo: Martins Fontes,
2004.
NORMAN, D. A. The psychology of everiday things. Rio de Janeiro: Zahar, 1988.
SCHULTZ, D. P.; SCHULTZ, S. E. História da psicologia moderna. São Paulo: Cultrix,
1992.
STERNBERG, R. J. Psicologia cognitiva. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

Código PME291
Disciplina Psicologia da Educação
Ementa Introdução à psicologia. Enfoques teóricos de aprendizagem e construção do
conhecimento. Variáveis que interferem no processo de aprendizagem.
Bibliografia BECKER, F. Educação e construção do conhecimento. Porto Alegre: Artmed, 2001.
básica PIAGET, J. Seis estudos de psicologia. Rio de Janeiro: Forense, 2003.
VIGOTSKY, L. S. Formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1998.
Bibliografia BRAGHIROLLI, E. M. Psicologia geral. 16. ed. Porto Alegre: Vozes, 1998.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 89
Pró-reitoria de Graduação

complementar BOCK, A. M.; MARCHINA, M.; FURTADO, A. Psicologia sócio-histórica: uma


perspectiva crítica em psicologia. São Paulo: Cortez, 2001.
CARVALHO, A.; SALLES, F.; GUIMARÃES; M. Desenvolvimento e aprendizagem.
Belo Horizonte: UFMG, 2002.
COLL, C.; MONEREO, C. (orgs.). Psicologia da educação virtual. Tradução Naila
Freitas. Porto Alegre: Artmed, 2010.
COLL, C. et al. Psicologia da aprendizagem no ensino médio. Tradução Criatina Maria
de Oliveira. Porto Alegre: Artmed, 2003.
COUTINHO, M. M.; CUNHA, M. da. Psicologia da educação: um estudo dos processos
psicológicos de desenvolvimento e aprendizagem humanos, voltados para a educação:
ênfase nas abordagens interacionistas do psiquismo humano. Belo Horizonte: Lê, 2001.
DALL’AGNOL, R. de S. Psicologia: estudos e reflexões. Novo Hamburgo: Feevale,
2002.
DAVIS, C.; OLIVEIRA, Z. Psicologia na educação. São Paulo: Cortez, 1993.
FERREIRA, B. W.; RIES, B. E. (orgs.). Psicologia e educação: desenvolvimento
humano-infância. Porto Alegre: Edipucrs, 2001.
KUPFER, M. C. Freud e a educação: o mestre do impossível. São Paulo: Ática, 1990.
MILHOLLAN, F.; FORISHA, B. Skinner x rogers. São Paulo: Summus, 1990.
MOREIRA, M. A. Ensino e aprendizagem: enfoques teóricos. São Paulo: Moraes, 1983.
PIAGET, J. Para onde vai a educação. Rio de Janeiro: José Olímpio, 1974.
______. Juízo moral da criança. Tradução Elzon Lenardon. 4. ed. São Paulo: Summus,
1994.
ROSA, M. Introdução à psicologia. Petrópolis: Vozes, 1995.

Código PSO022
Disciplina Psicologia do Esporte
Ementa Fundamentos da psicologia do esporte. Teorias psicológicas e aplicação nas atividades
esportivas.
Bibliografia BECKER, J. B. Manual de psicologia do esporte e exercício. Porto Alegre: Nova Prata,
básica 2000.
RUBIO, K. Psicologia do esporte aplicada. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
______. Psicologia do esporte: teoria e prática. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
Bibliografia RATEY J.; HAGERMAN, E. Corpo ativo; mente desperta. Rio de Janeiro; Objetiva,
complementar 2012.
PAPALIA, D. E.; OLDS, S. W. Desenvolvimento humano. Porto Alegre: Artes Médicas,
2000.
RUBIO, K. Encontros e desencontros: descobrindo a psicologia do esporte. São Paulo:
Casa do Psicólogo, 2000.
SHAFFER, D. Desenvolvimento humano. São Paulo: Thomsom, 2005.

Código PSO041
Disciplina Psicologia e Política de Assistência Social
Ementa Contexto histórico e social latino-americano. Política pública de assistência social.
Psicologia aplicada à assistência social.
Bibliografia CAMPOS, Regina Helena (org.). Psicologia social comunitária: da solidariedade à
básica autonomia. Petrópolis: Vozes, 2000.
GUARESCHI, Pedrinho. Psicologia social crítica como prática de libertação. Porto
Alegre: Edipucrs, 2005.
JACQUES, Maria da Graça C.; STREY, Marlene Neves. Psicologia social
contemporânea. Petrópolis: Vozes, 1998.
Bibliografia BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Secretaria Nacional
complementar de Assistência Social. Política Nacional de Assistência Social. Brasília, DF. (2005).
Disponível em:
http://www.mds.gov.br/assistenciasocial/arquivo/Politica%20Nacional%20de%20Assist
encia%20Social%202013%20PNAS%202004%20e%202013%20NOBSUAS-
sem%20marca.pdf
______. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Secretaria Nacional
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 90
Pró-reitoria de Graduação

de Assistência Social. Norma Operacional Básica de Recursos Humanos-


NOB/RH/SUAS. Brasília, 2007. Disponível em:
file:///C:/Users/User/Downloads/Norma%20Operacional%20de%20RH_SUAS.pdf
______. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Secretaria Nacional
de Assistência Social. Tipificação nacional de serviços sociossistenciais. Brasília: MDS,
2009. 56p.
BRAVO, Maria Inês Souza; PEREIRA, Potyara A. P. (orgs.). Política social e
democracia. São Paulo: Cortez: Rio de Janeiro: UERJ, 2002.
BEHRING, Elaine Rossetti; BOSCHETTI, Ivanete. Política social: fundamentos e
história. São Paulo: Cortez, 2007.
CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA (CFP), CONSELHO FEDERAL DE
SERVIÇO SOCIAL (CFESS). Parâmetro para atuação de assistentes sociais e
psicólogos (as) na Política de Assistência Social / Conselho Federal de Psicologia
(CFP), Conselho Federal de Serviço Social (CFESS). Brasília, CFP/CEFESS, 2007. 52
p. Disponível em: http://site.cfp.org.br/wp-
content/uploads/2007/09/relatorio_atuacao_psi_pas.pdf
CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Referência técnica para atuação do
psicólogo no Cras/Suas. Brasília: CFP, 2007. Disponível em: http://site.cfp.org.br/wp-
content/uploads/2007/08/cartilha_crepop_cras_suas.pdf
CRUZ, L. R. Da; GUARESCHI, N. M. De F. Políticas públicas e assistência social:
diálogo com as práticas psicológicas. Petrópolis: Vozes, 2009.
PEREIRA, P. A. P. Política social: temas e questões. São Paulo: Cortez, 2008.

Código PSO039
Disciplina Psicologia e Educação: Desafios na Atualidade
Ementa Escola e mundo contemporâneo. Temas emergentes no contexto escolar. Desgaste da
profissão docente.
Bibliografia EIZIRIK, Marisa F. Educação e escola: a aventura institucional. Porto Alegre: AGE,
básica 2001.
SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. Campinas: Autores Associados, 2000.
SILVA. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo
Horizonte: Autêntica, 2005.
Bibliografia BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília: MEC, 1997.
complementar ______. Parâmetros Curriculares Nacionais (5a. a 8a. série). Brasília: MEC, 1998.
Disponível em:
<http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=12657%3A
parametros-curriculares-nacionais-5o-a-8o-series&catid=195%3Aseb-educacao-
basica&Itemid=859>
______. Parâmetros Curriculares Nacionais (ensino médio). Brasília: MEC, 2000.
Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/blegais.pdf>
DUBET, F. Quando o sociólogo quer saber o que é ser professor. In: Revista Brasileira
de Educação, São Paulo, n. 5/6, p. 222-231, mai/dez. 1997. Disponível em:
<http://prolicenmus.ufrgs.br/repositorio/moodle/material_didatico/educacao_brasileira/tu
rma_a/un02/links/sociologo_professor.pdf>
EIZIRIK, M. F.; COMERLATO, D. A escola invisível: jogos de poder, saber e verdade.
Porto Alegre: Ufrgs, 2004.
FERREIRO, Emília. Reflexões sobre alfabetização. São Paulo: Cortez Autores
Associados, 1995.
GHIRALDELLI JUNIOR, Paulo. História da educação. São Paulo: Cortez, 1998.
LÉVY, Pierre. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da
informática. São Paulo: Ed.34, 1993.
______. Cibercultura. São Paulo: Ed.37,1999.
LIMA, Frederico O. A sociedade digital - o impacto da tecnologia na sociedade, na
cultura, na educação e nas organizações. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2000.
MATURANA, H.; VARELA, F. A Árvore do Conhecimento: as bases biológicas da
compreensão humana. São Paulo: Palas Athena, 2001.
PATTO, Maria H. S. A produção do fracasso escolar. São Paulo: T. A. Queiroz, 1996.
SANTOMÉ, J. T. As origens da modalidade de currículo integrado. In: ______.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 91
Pró-reitoria de Graduação

Globalização e interdisciplinaridade: o currículo integrado. Porto Alegre: Artes


Médicas, 1998.
MACHADO, A. M.; SOUZA, M. P. R. Psicologia escolar: em busca de novos rumos.
São Paulo: Casa do Psicólogo, 1997.
MARASCHIN, C. et al (org.). Psicologia e educação: multiversos sentidos, olhares e
experiências. Porto Alegre: Ufrgs, 2003.

Código PSO040
Disciplina Psicologia e Neurociências
Ementa Estudo das neurociências. Técnicas de investigação e visualização cerebral. Processos
básicos e neurociências. Intervenção terapêutica em neuropsicologia.
Bibliografia COSENZA, Ramon M.; GUERRA, Leonor B. Neurociência e educação: como o cérebro
básica aprende. Porto Alegre: Artmed, 2011.
HAINES, Duane. Neurociência fundamental para aplicações básicas e clínicas. 3. ed.
Rio de Janeiro: Elsevier, 2006.
HALES, Robert; YUDOFSKY, Stuart. Neuropsiquiatria e neurociências na prática
clínica 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2006.
Bibliografia SOHLBERG, McKay Moore; MATEER, Catherine A. Reabilitação cognitiva: uma
complementar abordagem neuropsicológica integrativa. São Paulo: sd.,2009.
EYSENCK, M. W.; KEANE, M. T. Psicologia cognitiva: um manual introdutório. Porto
Alegre: Artes Médicas, 1994.
FLAVELL, J. H.; MILLER, P. H.; MILLER, S. A. Desenvolvimento cognitivo. Porto
Alegre: Artes Médicas, 1999.
IZQUIERDO, I. Memória. Porto Alegre: Artes Médicas, 2002.
KOLB, B.; WHISHAW, I. Neurociência do comportamento. São Paulo: Manole, 2002.

Código PSO047
Disciplina Psicologia e prevenção à violência
Ementa Genealogia da violência. Ações de enfrentamento à violência.
Bibliografia OLIVEIRA, N. V (org.). Insegurança pública: reflexões sobre a criminalidade e a
básica violência
urbana. São Paulo: Nova Alexandria, 2002.
SENTO-SÉ, J. T. Prevenção da violência: o papel das cidades. Rio de Janeiro:
Civilização Brasileira, 2005.
MIDDELTON-MOZ, Jane; ZAWADSKI, Mary Lee. Bullying: estratégias de
sobrevivência para crianças e adultos. São Paulo, SP: Artmed, 2007. 152 p.
SIQUEIRA, Aline Cardoso; JAEGER, Fernanda Pires; KRUEL, Cristina Saling (Org.).
Família e violência: conceitos, práticas e reflexões críticas. Curitiba, PR: Juruá, 2013.
168 p.
Bibliografia DEJOURS, C. A banalização da injustiça social. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio
complementar Vargas, 2005.
BRASIL. Ministério da Saúde . Secretaria de Atenção à Saúde . Departamento de Ações
Programáticas e Estratégicas . Aspectos jurídicos do atendimento às vítimas de violência
sexual: perguntas e respostas para profissionais de saúde. 2. ed. Brasília, DF: Ministério
da Saúde, 2011. 48 p. (Série F. Comunicação e Educação em Saúde
BRASIL. Ministério da Saúde . Secretaria de Atenção à Saúde . Departamento de Ações
Programáticas e Estratégicas. Atenção integral para mulheres e adolescentes em
situação de violência doméstica e sexual: matriz pedagógica para formação de redes. 1.
ed. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2011. 64 p. (Série B. Textos básicos de Saúde).
SAMPAIO, L. C; BRAGA NETO, A. O que é mediação de conflitos? São Paulo:
Brasiliense, 2007.

Código SSO081
Disciplina Psicologia e Serviço Social I
Ementa Psicologia e Serviço Social. Desenvolvimento humano e contextos sociais. Relações
familiares e contexto sociocultural.
Bibliografia BOCK, A. M. et al. Psicologias: uma introdução ao estudo da psicologia. 13. ed. São
básica Paulo: Saraiva, 1999.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 92
Pró-reitoria de Graduação

CARTER, Betty. As mudanças no ciclo de vida familiar. 2 ed. Porto Alegre: Artes
Médicas, 1995.
CERVENY, Ceneide Maria de Oliveira (org.). Família e comunicação, divórcio,
mudança, resiliência, deficiência, lei, bioética, doença, religião e drogadição. São
Paulo: Casa do Psicólogo, 2004.
Bibliografia BRAGHIROLLI, E.M. et al. Psicologia geral. 13. ed. Porto Alegre: Vozes, 1998.
complementar EIZIRICK, Claudio Laks; KAPCZINSKI, Flávio; BASSOLS, Ana Margareth Siqueira.
O ciclo da vida humana: uma perspectiva psicodinâmica. Porto Alegre: Artmed, 2001.
KOVÁCS, M. J. Morte e existência humana: caminhos de cuidados e possibilidades de
intervenção. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2008.
MOSQUERA, Juan José M. Vida adulta: personalidade e desenvolvimento. Porto
Alegre: Sulina, 1978.
OSÓRIO, Luiz Carlos. Adolescente hoje. Porto Alegre: Artmed, 1992.
______. Casais e famílias: uma visão contemporânea. Porto Alegre: Artmed, 2002.
OUTEIRAL, José Ottoni. Adolescer: estudos sobre a adolescência. Porto Alegre:
Artmed, 1994.
STUART-HAMILTON, Ian. A psicologia do envelhecimento: uma introdução. Porto
Alegre: Artmed, 2002.
WINNICOTT, D. A família e o desenvolvimento individual. São Paulo: Martins Fontes,
1997.
ZIMERMAN, G. I. Velhice: aspectos biopsicossociais. Porto Alegre: Artmed, 2000.

Código PSO021
Disciplina Psicologia Hospitalar e da Saúde
Ementa Psicologia hospitalar no Brasil. Especificidades do contexto hospitalar. Psicologia e
saúde. Psico-oncologia. Morte. Processo de luto. Assistência no luto.
Bibliografia ANGERAMI-CAMON, V. Psicologia hospitalar: teoria e prática. São Paulo: Pioneira
básica Thomson, 1994.
______. Psicologia da saúde. São Paulo: Pioneira, 2000.
KÜBLER-ROSS, E. Sobre a morte e o morrer. São Paulo: Martins Fontes, 1992.
ROMANO, B. Princípios para a prática da psicologia clínica em hospitais. São Paulo:
Casa do Psicólogo, 1999.
STEDEFORD, A. Encarando a morte: uma abordagem ao relacionamento com o
paciente terminal. Porto Alegre: Artes Médicas, 1986.
Bibliografia ANGERAMI-CAMON, V. O doente, a psicologia e o hospital. São Paulo: Pioneira,
complementar 1996.
______. Urgências psicológicas no hospital. São Paulo: Pioneira, 1998.
______. E a psicologia entrou no hospital. São Paulo: Pioneira Thomson Learning,
2001.
______. Psicologia da saúde: um novo significado para a prática clínica. São Paulo:
Pioneira, 2000.
______ (org.). Psicossomática e a psicologia da dor. São Paulo: Pioneira, 2001.
______ (org.). Novos rumos na psicologia da saúde. São Paulo: Pioneira, 2002.
BAPTISTA, M. N; RIGHETTO, D. Psicologia hospitalar: teoria, aplicações e casos
clínicos. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003.
BRANDÃO, L. Psicologia hospitalar: uma abordagem holísitica e fenomenológica-
existencial. Campinas: Livro Pleno, 2000.
KÜBLER-ROSS, E. Sobre a morte e o morrer. São Paulo: Martins Fontes, 2005.
ROMANO, B. A prática da psicologia nos hospitais. São Paulo: Pioneira, 1994.
PITTA, A. Hospital: dor e morte como ofício. São Paulo: Hucitec, 1991.
VIORST, J. Perdas necessárias. São Paulo: Melhoramentos, 2005.

Código PSO037
Disciplina Psicologia: Prevenção da Violência e Políticas Públicas de Segurança
Ementa Genealogia da violência. Políticas públicas de segurança. Psicologia aplicada à
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 93
Pró-reitoria de Graduação

segurança pública.
Bibliografia DIAS NETO, T. Segurança urbana: o modelo da nova prevenção. São Paulo: Revista
básica dos Tribunais, 2005.
OLIVEIRA, A. S. S. Das políticas de segurança pública às políticas públicas de
segurança. São Paulo: Ilanud, 2002.
OLIVEIRA, N. V (org.). Insegurança pública: reflexões sobre a criminalidade e a
violência urbana. São Paulo: Nova Alexandria, 2002.
SENTO-SÉ, J. T. Prevenção da violência: o papel das cidades. Rio de Janeiro:
Civilização Brasileira, 2005.
Bibliografia DEJOURS, C. A banalização da injustiça social. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio
complementar Vargas, 2005.
SAMPAIO, L. C.; BRAGA NETO, A. O que é mediação de conflitos? São Paulo:
Brasiliense, 2007.
MARIANO, B. D.; FREITAS, I. (orgs.). Polícia: desafio da democracia brasileira.
Porto Alegre: Corag, 2002.
AMADOR, F. S. Violência policial: verso e reverso do sofrimento. Santa Cruz do Sul:
Unisc, 2002.

Código SOP132
Disciplina Saúde Mental e Serviço Social
Ementa Saúde mental. Reforma psiquiátrica: reestruturação da política de saúde mental.
Organização do serviço de atendimento em saúde mental pós-reforma e processos de
trabalho do assistente social. Atenção em saúde mental na esfera municipal.
Bibliografia GOFFMAN, Erving. Manicômios, prisões e conventos. 6. ed. São Paulo: Perspectiva,
básica 1999.
ROSA, Lucia. Transtorno mental e o cuidado na família. São Paulo: Cortez, 2003.
ROTELLI, F. et al. Desinstitucionalização. São Paulo: Hucitec, 2001.
Bibliografia BRASIL. Legislação em saúde mental: 1990-2004. Brasília: Ministério da Saúde, 2004.
complementar PITTA, A (org.). Reabilitação psicossocial no Brasil. São Paulo: Hucitec, 2001.
SILVÉRIO, Almeida Tundis; Nilson do Rosário Costa (orgs.). Cidadania e loucura:
políticas de saúde mental no Brasil. 6. ed. Petrópolis: Vozes, 2000
VASCONCELOS, E. M. Saúde mental e serviço social: o desafio da subjetividade e da
interdisciplinaridade. São Paulo: Cortez, 2000.

Código SAU126
Disciplina Sociologia e Saúde
Ementa Caracterização e fundamentação da sociologia. Desenvolvimento das políticas de saúde
no Brasil. Análise de problemas sociais brasileiros ligados à saúde.
Bibliografia COSTA, Cristina. Sociologia: introdução à ciência da sociedade. São Paulo: Moderna, 4.
básica ed. 2010.
DAMATTA, Roberto Augusto. Ciências naturais e ciências sociais: uma diferença
crucial. (p. 19-30). In.: Relativizando: uma introdução à Antropologia Social. Rio de
Janeiro: Rocco, 2010.
GIDDENS, Anthony. Sociologia. 6. ed. Porto Alegre: Penso, 2012.
NUNES, Everardo Duarte. Sobre a Sociologia da Saúde. Ed. Hucitec, 2007.
Bibliografia ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. Filosofando: introdução à filosofia. São Paulo:
complementar Moderna, 1992.
CAMPOS, Gastão W. de Souza. Reforma da reforma: repensando a saúde. São Paulo:
Hucitec, 1992.
DOWBOR, Ladislau; IANNI, Octávio; RESENDE, Paulo-edgar (orgs.). Desafios da
globalização. Petrópolis: Vozes, 1998.
GUARESCHI, Pedrinho A. Sociologia crítica: alternativas de mudança. Porto Alegre:
EDIPUCRS, 2011.
______. Sociologia da prática social: classe, estado e ideologia em diálogo com Erik
Wright. Porto Alegre: Mundo Jovem, 1995.
NOVA, Sebastião. Introdução à sociologia. São Paulo: Atlas, 1995.
OLIVEIRA, Pércio Santos. Introdução à sociologia. São Paulo: Ática, 2001.
ROSSATO, Ana Lúcia Magale. Século XX: urbanização e cidadania. Santa Maria:
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 94
Pró-reitoria de Graduação

Palloti, 1996.
SADER, Emir; GENTILI, Pablo. Pós-neoliberalismo: as políticas e o Estado
democrático. Petrópolis: Vozes, 1995.

Código EDU
Disciplina Educação Ambiental
Ementa Relações entre sociedade e natureza. Contextualização histórica da educação ambiental
no âmbito internacional e nacional. Desenvolvimento sustentável.
Competências Pesquisar e analisar a temática abordada, conforme a demanda social para a Educação
Ambiental.
Habilidades Capacidade de pesquisar, analisar e relacionar contextos, a partir do entendimento da
Educação Ambiental.
Bibliografia CARVALHO, Isabel Cristina de Moura. Educação ambiental: a formação do sujeito
básica ecológico. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2008.
PHILIPPI, JR. Arlindo; PELICIONI, Maria Cecília Focesi. Educação ambiental e
sustentabilidade. Barueri, SP: Manole, 2006. (Coleção Ambiental).
SATO, Michèle; CARVALHO, Isabel Cristina de Moura (Orgs.). Educação ambiental:
pesquisa e desafios. Porto Alegre: Artmed, 2005.
Bibliografia DIAS, Genebaldo Freire. Educação ambiental: princípios e práticas. 5. ed. São Paulo:
complementar Gaia, 2006.
EDWARDS, Brian. O guia básico para a sustentabilidade. 2. ed. Barcelona: GGilli,
2008.
GAUDIANO, Edgar, Gonzalez. Educação ambiental. Lisboa: Horizontes Pedagógicos,
2005.
LEFF, Enrique. A complexidade ambiental. São Paulo: Cortez, 2003.
SACHS, Ignacy. Caminhos para o desenvolvimento sustentável. Rio de Janeiro:
Garamond, 2009.
CARTA ENCÍCLICA do Santo Padre sobre o cuidado da casa comum, 2015. Disponível
em: <http://w2.vatican.va/content/francesco/pt/encyclicals/documents/papa-
francesco_20150524_enciclica-laudato-si.html> Acesso em: 5 out. 2015.

Código EDU
Disciplina Educação para os Direitos Humanos
Ementa A historicidade dos Direitos Humanos. Direitos Humanos como fundamento para a
promoção da dignidade da pessoa humana. Direitos Humanos, educação e democracia.
Direitos Humanos, diferença e diversidade social. Democracia, laicidade estatal,
liberdades individuais e igualdade social. O estado da arte dos Direitos Humanos.
Competências Pesquisar e analisar a temática abordada, conforme a demanda social para os Direitos
Humanos.
Habilidades Capacidade de pesquisar, analisar e relacionar contextos, a partir do entendimento dos
Direitos Humanos.
Bibliografia BOBBIO, Norberto. A era dos Direitos. Rio de Janeiro: Campus, 2004.
básica BRASIL. Resolução CNE/CP 01/2012. Ministério da Educação. Disponível em: <
http://portal.mec.gov.br/conselho-nacional-de-educacao/atos-normativos--sumulas-
pareceres-e-resolucoes?id=17810>
SARLET, Ingo W. Dignidade da pessoa humana e direitos fundamentais na
Constituição Federal de 1988. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2001.
CANDAU, Vera Maria e SCAVINO, Suzana. Educar em direitos humanos: construir
democracia. Rio de Janeiro: DP & A, 2000.
Bibliografia BITTAR, Eduardo C. B. Ética, educação, cidadania e direitos humanos: estudos
complementar filosóficos entre cosmopolitismo e responsabilidade social. São Paulo, SP: Manole, 2004
COMPARATO, Fábio Konder. A afirmação histórica dos direitos humanos. São Paulo:
Saraiva, 2003.
FACCHI, Alessandra. Breve História dos Direitos Humanos. São Paulo, SP: Loyola,
2011
GORCZEVISCK, Clovis (Org). Direitos humanos, educação e meio ambiente. Porto
Alegre : Evangraf, 2007.
Projeto Pedagógico do Curso de Psicologia 95
Pró-reitoria de Graduação

NORONHA, A. Vasconcelos. Os bóias frias e o marxismo. [s.l.]: Associação Brasileira


de Cultura, [19 - - ]. 90 p.
OLIVEIRA, Almir de. Curso de direitos humanos. Rio de Janeiro: Forense, 2000.
PÓVOA NETO, HELION (org.). CRUZANDO fronteiras disciplinares: um panorama
dos estudos migratórios. Rio de Janeiro, RJ: Revan, 2005. 421 p.
SELL, Sandro Cesar. Ação afirmativa e democracia racial: uma introdução ao debate no
Brasil. Florianópolis, SC: Fundação Boiteux, 2002.
SILVEIRA, Rosa Maria Godoy. Educação em direitos humanos: fundamentos teórico-
metodológicos. João Pessoa: Universitária, 2007.

Código EDU
Disciplina Relações Étnico-Raciais e Cultura Afro-Brasileira e Indígena
Ementa História da África. Os africanos e afrodescendentes no Brasil. História das populações
indígenas brasileiras.
Competências Pesquisar e analisar a temática abordada, conforme a demanda social para as Relações
Étnico-Raciais e Cultura Afro-Brasileira e Indígena.
Habilidades Capacidade de pesquisar, analisar e relacionar contextos, a partir do entendimento das
Relações Étnico-Raciais e Cultura Afro-Brasileira e Indígena.
Bibliografia PEREIRA, Amílcar Araújo; MONTEIRO, Ana Maria (Orgs.). Ensino de História e
básica culturas afro-brasileiras e indígenas. Rio de Janeiro: Pallas, 2013.
HERNANDEZ, Leila Leite. A África na sala de aula: visita à História Contemporânea. 3
ed. São Paulo: Selo Negro, 2008.
RIBEIRO, Darcy. O povo brasileiro: a formação e o sentido do Brasil. São Paulo:
Companhia das Letras, 1995.
Bibliografia ADU BOAHEN, Albert. História Geral da África. 8 Vols. Brasília: UNESCO, 2010.
complementar CUNHA, Manuela Carneiro da. Índios no Brasil: História, direitos e cidadania. São
Paulo: Companhia das Letras, 2013.
GOMES, Mércio Pereira. Os índios no Brasil: passado, presente e futuro. São Paulo:
Contexto, 2012.
MATTOS, Regiane Augusto de. História e cultura afro-brasileira. São Paulo: Contexto,
2007.
MELATTI, Julio Cezar. Índios do Brasil. 9 ed. São Paulo: EDUSP, 2007.