CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA

DISCIPLINA BIOQUÍMICA
Profas. Roziana Jordão e Alexandra Salgueiro

PRÁTICA: ANÁLISE CLÍNICA - TRIGLICERÍDEOS
I Objetivos
• Determinar triglicerídeos (TG) em amostras;
• Interpretar resultados.
II Introdução
O perfil lipídico na análise clínica é definido pelas determinações do colesterol total (CT),
colesterol HDL (HDL-C), triglicerídeos (TG) e, quando possível, do colesterol LDL (LDL-C)
após jejum de 12 a 14 horas.
O método enzimático para determinação bioquímica de triglicerídeos em amostras é
baseado nas seguintes reações enzimáticas:
Triglicerídeos + 3 H2O

LIPASE LIPOPROTÉICA

glicerol + ácidos graxos

GLICEROL QUINASE

glicerol + ATP
glicerol-3-fosfato + O2

glicerol-3-fosfato + ADP

GLICEROL-3-P OXIDASE

2 H2O2 + 4-aminoantipirina + 4 clorofenol

dihidroxiacetona + H2O2 + Pi

PEROXIDASE

4-antipirilquinonimina + 4 H2O

O produto formado pela oxidação da aminoantipirina (antipirilquinonimina) apresenta
coloração avermelhada, cuja intensidade é diretamente proporcional à concentração de
triglicerídeos na amostra. A cor vermelha formada pela reação é medida em espectrofotômetro ou
fotocolorímetro com absorção máxima em 540 nm ou filtro verde.
III Procedimento
1. Marcar os tubos e adicionar os volumes conforme o quadro abaixo:
Sistema
Tubos
Amostra
Padrão (200 mg/dL)
Reagente enzimático

B (branco)
1,0 mL

P (padrão)
10 µL
1,0 mL

A (amostra)
10 µL
1,0 mL

Observação: (i) Trabalhar em duplicatas para minimizar erros nas determinações analíticas.
(ii) Realizar a técnica com a amostra sem diluição e diluída.
2. Homogeneizar e colocar em banho-maria a 37 °C durante 10 min. O nível de água do
banho deve ser superior ao nível de reagentes nos tubos de ensaio.

3. Determinar as absorbâncias da amostra (teste) e do padrão em 505 ou 540 nm
(dependendo do Kit utilizado na prática) ou em filtro verde (525 a 550 nm), utilizando
o controle (branco).
Cálculo
absorbância da amostra x 200
absorbância do padrão
TG (mg/dL) =
absorbância da amostra

x (TG em mg/dL)

absorbância do padrão

200 mg/dL

Observação: A reação é linear até 800 - 1100 mg/dL (depende do kit); se a amostra tiver
valor superior, diluir com NaCl 150 mmol/L de tal modo que a concentração
atinja entre 100 e 250 mg/dL (multiplicar o resultado pelo valor de diluição).
IV Interpretação de resultados
Os valores de referência de TG para indivíduos acima de 20 anos de idade estão
especificados na Tabela 1.
Tabela 1 Valores de referência de TG para indivíduos maiores de 20 anos de idade
Lipídeo
TG

Valores
(mg/dL)
< 200
200 - 400
400 - 1000
> 1000

Categoria
desejável
limítrofe
elevado
muito elevado

A determinação de triglicerídeos é importante no laboratório clínico para classificação de
dislipidemias. É importante a correlação entre a hipertrigliceridemia e o risco aumentado de
cardiopatia coronariana. Aumentam os níveis de triglicerídeos: obesidade, estresse emocional,
algumas dietas e as doenças: diabetes, síndrome nefrótica, uremia, alcoolismo, hipotireoidismo e
mieloma múltiplo.
V Referência
LABTEST Diagnóstica – Triglicérides (GPO – ANA). Cat. 59-4/50. Instruções de uso. Minas
Gerais: Labtest Diagnóstica; rev. jul, 1999.

CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA
DISCIPLINA BIOQUÍMICA
Profas. Roziana Jordão e Alexandra Salgueiro

Aluno: ________________________________________________________ Turma:______
Data: _____________
FIXAÇÃO DO APRENDIZADO DA PRÁTICA
ANÁLISE CLÍNICA - TRIGLICERÍDEOS

1 Especifique o fundamento da dosagem clínica enzimática de triglicerídeos.
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
2 Correlacione a reação colorimétrica que ocorre nas dosagens enzimáticas de glicose e de
triglicerídeos.
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
3 Determine o fator para calcular triglicerídeos por kit enzimático, visando expressar o resultado em
mg/dL.
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
4 Calcule as concentrações de triglicerídeos na amostra investigada.
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
5 Interprete o resultado de triglicerídeos detectado.
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful