Você está na página 1de 32

luís palma de jesus

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

GUIA DE INSTRUÇÕES PARA O TRABALHO DE PESQUISA

2010-2011

TRABALHO DE PESQUISA:

PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

IDENTIFICAÇÃO DO DOCENTE:

Luís Palma de Jesus Geografia 9º Ano

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

GEOGRAFIA 9ºANO

GUIA DE INSTRUÇÕES PARA O TRABALHO DE PESQUISA

TEMA:

“Países, Desenvolvimento e ambiente

1.

Cada aluno irá escolher o seu país de estudo de um conjunto de 3 Coreia do sul, Finlândia ou Portugal. Cada aluno pesquisará e redigirá o seu próprio trabalho. É possível trabalhar em grupo ou individualmente. Podem e devem envolver colegas, amigos ou familiares na pesquisa de dados, debater e discutir o estado actual do mundo, enfim, aprender.

2.

Nas aulas de geografia e em data a combinar, os alunos trabalharão em grupo para discutir, melhorar e seleccionar um único trabalho; o qual será entregue ao professor para avaliação (a data foi marcada na aula nº 1-2 de geografia)

3.

Objectivos do trabalho: o trabalho caracterizará brevemente aspectos de Geografia Humana e tratará, com mais destaque, do grau de desenvolvimento alcançado no indicador estatístico IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), publicado em 2010, pelo país escolhido e os seus valores da Pegada Ecológica publicados em 2010

4.

As fontes de informação são sugeridas pelo professor nesta versão on-line (ou impressas e disponibilizadas pelo professor na Reprografia para fotocópia).

5.

Os trabalhos são escritos à mão ou em Word. Os mapas são desenhados à mão e em papel vegetal. O gráfico de dispersão construído em folhas justapostas de papel milimétrico.

6.

Alunos mais empenhados podem usar o GOOGLE EARTH para capturar imagens do país (apenas com linhas de fronteira) e da Capital do país pesquisado. Estas imagens não podem exceder as duas páginas e devem ser impressas e colocadas em Anexo, no final do trabalho.

7.

Alunos mais empenhados podem usar fotografias alusivas aos temas de identidade cultural do país. Estas imagens não podem exceder as duas páginas e devem ser impressas e colocadas em Anexo, no final do trabalho.

8.

Alunos mais empenhados devem usar a Norma APA STYLE para fazer a bibliografia e indicarem as suas fontes de informação. A bibliografia deve ser colocada no final do trabalho, mas antes de Anexos.

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO:

Elementos obrigatórios e respectiva sequência

1.

CAPA

RESUMO

 

2.

GEOGRAFIA HUMANA

2.1. Apresentação do país Geografia do país Demografia do país

2.2. Mapa de localização do país na sua região geográfica envolvente (um mapa regional em tamanho A4, desenhado à mão).

3.

PEGADA ECOLÓGICA E ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO

3.1. Definição do IDH e de PEGADA ECOLÓGICA (texto breve com os componentes e fórmula de cálculo dos dois indicadores).

3.2. Valores do IDH e do PEGADA ECOLÓGICA obtidos em 2010 pelo país escolhido (texto breve).

3.3. Mapa dos países com valores elevados de IDH em 2010 Desenvolvimento Humano Muito Elevado e localização do país escolhido (um planisfério tamanho A4).

3.4. Gráfico linear do IDH e PEGADA ECOLÓGICA:

 

Em papel milimétrico, com 4 folhas A4 de papel milimétrico sobrepostas; Com marcação de todos os países que possuam valores da sua PEGADA ECOLÓGICA (deve ser incluída uma legenda).

Usando na escala de X:

 

1mm = 0,001 valores do IDH

Usando na escala de Y:

 

1mm = 0,10 hectares globais per capita O comprimento máximo do gráfico é 1.000mm ( ≈4 folhas A4 na horizontal)

O IDH varia entre 0,000 e 1,000 valores

A PEGADA ECOLÓGICA varia entre 0 e 12 hectares globais per capita.

4.

PEGADA ECOLÓGICA

 

4.1.

Texto breve de recensão a dois documentos entregues pelo professor relativos ao The Ecological Footprint Atlas 2010.

 

GLOBAL FOOTPRINT NETWORK. (2009). The Ecological Footprint Atlas 2010. Em www.footprintnetwork.org/atlas

5.

BIBLIOGRAFIA

 

6.

ANEXOS

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

GEOGRAFIA 9ºANO

IDH e Pegada Ecológica - Qual o impacto do desenvolvimento humano?

 

FONTE:

 

PNUD. (2010). Relatório de Desenvolvimento Humano 2010 A Verdadeira Riqueza das Nações: Vias para o Desenvolvimento Humano. Consultado em: 03-01-2011. No site HDR 2010, United Nations Development Programme (UNDP). Website: http://hdr.undp.org/en/reports/global/hdr2010/chapters/pt/

 

GLOBAL FOOTPRINT NETWORK. (2010). The Ecological Footprint Atlas 2010. Em www.footprintnetwork.org/atlas

WWF - WORLD WIDE FUND FOR NATURE. (2010). Relatório Planeta Vivo 2010. Em

 

O QUE É O

ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO

(IDH)?

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) consiste numa medida que sintetiza os diversos índices

de desenvolvimento humano. Ou seja mede os progressos registados, em média, num determinado país, em três dimensões básicas do desenvolvimento humano:

Uma vida longa e saudável, medida através da esperança de vida à nascença.

O nível de conhecimentos, medido através da média de anos de escolaridade e dos anos de escolaridade esperados.

Um padrão de vida digno, medido através do RNB per capita. (Rendimento Nacional Bruto por pessoa; i.e., a riqueza produzida em média por cada cidadão nacional).

a riqueza produzida em média por cada cidadão nacional). O IDH é a média geométrica dos

O IDH é a média geométrica dos valores obtidos em cada uma das três dimensões. O IDH é um índice

pelo o que o seu valor varia entre 0 e 1 (0,000 e 0,999). Por exemplo, Portugal obteve 0,795 valores no

IDH de 2010.

Fórmula:

Portugal obteve 0,795 valores no IDH de 2010. Fórmula: O IDH no Relatório de 2010 abrange

O IDH no Relatório de 2010 abrange 167 países membros das Nações Unidas, juntamente com Hong

Kong (Região Administrativa Especial da China) e a Autoridade Palestiniana (total 169 classificados). Mas, para 25 países membros não existem dados relativamente a um ou mais indicadores do IDH. Por

esta razão não puderam ser incluídos nas classificações do IDH de 2010.

Nota: A ONU conta com 192 países membros desde 2006 (Taiwan e Vaticano não o são).

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

CLASSIFICAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO HUMANO:

O Relatório de 2010 divide os países em Países Desenvolvidos e os Países Em Vias de

desenvolvimento, consoante os resultados obtidos no IDH.

O IDH é dividido em 4 grupos de países com base no método de quartis (cada quartil tem 25% do

total de países analisados). Como há 169 países, um grupo tem de ter mais um país do que os outros; o país extra foi atribuído ao grupo de IDH alto:

Desenvolvimento Muito Elevado

(42 países)

Desenvolvimento Elevado

(42 países + 1 país)

Desenvolvimento Médio

(42 países)

Desenvolvimento Baixo

(42 países)

Os "Países Desenvolvidos" os que evidenciam um “

Ou seja, são os primeiros 42 países, os que se classificam no quartil superior dos 169 países. (25% dos 169 países classificados em 2010 com os valores mais elevados e que correspondem os 42 países). Nota: Este grupo de países desenvolvidos é ainda classificado como “membros da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico (OCDE)” e “membros não-OCDE”.

Desenvolvimento Muito Elevado

”.

Os "Países Em Vias de Desenvolvimento" são os que se classificam nos restantes 75% dos 169 países classificados em 2010 e que correspondem a:

(25%) 43 países com IDH classificado como “ (25%) 42 países com IDH classificado como “ (25%) 42 países com IDH classificado como “

O QUE É O

RENDIMENTO NACIONAL BRUTO

Desenvolvimento Elevado

Desenvolvimento Médio

Desenvolvimento Baixo

(RNB)?

Para as aulas de geografia de 3º Ciclo servirá uma definição simplificada dos dois conceitos, adaptados do glossário da Comissão de Estatística das Nações Unidas - United Nations Statistics Division http://unstats.un.org/unsd/nationalaccount

A

O Rendimento Nacional Bruto (RNB) corresponde à riqueza produzida (valor produzido) por um país (ou seja, o seu Produto Interno Bruto - PIB), somado aos rendimentos recebidos de países estrangeiros (e.g. juros e dividendos), mas subtraindo os pagamentos semelhantes feitos a países estrangeiros (e.g. pagamento da dívida externa). (adaptado)

O

despesas de consumo do governo, a receita líquida de activos no exterior (recibos de renda líquida), e as exportações brutas de bens e serviços, após a dedução de dois componentes: o

RNB é composto por: gastos com consumos pessoais, o investimento privado bruto, as

importações brutas de bens e serviços, e os impostos indirectos de negócios .

RNB= Consumo + Gastos governamentais + Investimentos privados + Receitas de Activos no estrangeiro + (Exportações Importações)

Por exemplo, os lucros da Microsoft em Portugal contarão para o RNB dos EUA mas não para o RNB de Portugal. Países com dívidas por pagar sofrem uma descida no seu RNB.

luís palma de jesus

O QUE É A

PEGADA ECOLÓGICA

?

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

A expressão Pegada ecológica é uma tradução do Inglês ecological footprint.

Concebida em 1990 por Mathis Wackernagel e William Rees, da Universidade de British Columbia, a Pegada ecológica é hoje largamente utilizado por cientistas, empresas, governos, agências, indivíduos e instituições que trabalham para monitorar o uso dos recursos ecológicos. A Pegada ecológica é o principal indicador estatístico de sustentabilidade ambiental.

Pegada Ecológica refere-se à quantidade de terra e água que seria necessária para sustentar uma população, tendo em conta todos os recursos materiais e energéticos gastos para manter os seus actuais níveis de consumos e para absorver seus actuais desperdícios.

A unidade de medida é o hectare global (gha): tanto a Pegada Ecológica (que representa a demanda

por recursos) como a Biocapacidade (que representa a disponibilidade de recursos) são expressas em unidades chamadas de hectares globais (gha), que representa a capacidade produtiva de um hectare de terra na produtividade média mundial.

A Pegada ecológica em 2010 (calculada com valores de 2007): a humanidade usou o equivalente a

1,5 planetas para criar os recursos naturais que usamos e para absorver os resíduos que produzimos. Isto significa que agora a Terra leva um ano e seis meses para regenerar o que usamos em um ano. Consequência: Transformando recursos naturais renováveis em resíduos mais rapidamente do que os resíduos podem ser transformados novamente em recursos, vivemos uma situação de sobrecarga ecológica, esgotando os recursos dos quais a vida humana e a biodiversidade dependem.

COMPONENTES DA PEGADA ECOLÓGICA:

Para calcular a Pegada ecológica é necessário somar todas os componentes da Pegada Ecológica que podem causar impactos ambientais:

1. Pegada da Retenção de Carbono Calculada como a quantidade de floresta necessária para absorver as emissões de CO2 derivadas da queima de combustíveis fósseis, mudanças no uso da terra e processos químicos, com excepção da parcela absorvida pelos oceanos.

2. Pegada de Pastagens Calculada a partir da área utilizada para a criação de gado de corte, leiteiro e para a produção de couro e produtos de lã.

3. Pegada Florestal Calculada com base no consumo anual de madeira serrada, celulose, produtos de madeira e lenha de um país.

4. Pegada de Pesqueiros Calculada a partir da estimativa de produção primária necessária para sustentar os peixes e mariscos capturados, com base em dados de captura relativos a 1.439 espécies marinhas diferentes e mais de 268 espécies de água doce.

5. Pegada de Áreas de Cultivo Calculada com base na área utilizada para produzir alimentos e fibras para o consumo humano, ração para o gado, oleaginosas e borracha

6. Pegada de Áreas Construídas Calculada com base na área de terras cobertas por infra-estruturas humanas, incluindo transportes, habitação, estruturas industriais e reservatórios para a geração de energia hidroeléctrica.

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

DE PESQUISA – PAÍSES , DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE Fonte: WWF - WORLD WIDE FUND FOR NATURE.

Fonte: WWF - WORLD WIDE FUND FOR NATURE. (2010). Relatório Planeta Vivo 2010

O

RELATÓRIO PLANETA VIVO 2010

:

WWF - WORLD WIDE FUND FOR NATURE. (2010). Relatório Planeta Vivo 2010. Em

Em 2007, a Pegada Ecológica era de 18 mil milhões de hectares globais (gha), ou 2,7 gha por pessoa. No entanto, a Biocapacidade da Terra foi de apenas 11,9 mil milhões de gha, ou 1,8 gha por pessoa.

Isto representa uma sobrecarga ecológica de 50%, o que significa que levaria 1,5 ano para a Terra regenerar os recursos renováveis que as pessoas usaram em 2007 e absorver os resíduos de CO2.

as pessoas usaram em 2007 e absorver os resíduos de CO2. Fonte: WWF - WORLD WIDE

Fonte: WWF - WORLD WIDE FUND FOR NATURE. (2010). Relatório Planeta Vivo 2010

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

GEOGRAFIA 9ºANO

Breves dados de geografia humana O World Factbook de 2010

FONTE:

 

CENTRAL INTELLIGENCE AGENCY. (2010). Haiti. Consultado em: 03-01-2011. No site “CIA - The World Factbook”: https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/geos/ha.html.

CENTRAL INTELLIGENCE AGENCY. (2010). Finland. Consultado em: 03-01-2011. No site “CIA - The World Factbook”: https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/geos/fi.html.

CENTRAL INTELLIGENCE AGENCY. (2010). Portugal. Consultado em: 03-01-2011. No site “CIA - The

COREIA DO SUL EM 2010:

Central Intelligence Agency. (2010). South Korea. Consultado em: 03-01-2011. No site “CIA - The World Factbook”: https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/geos/ks.html.

SÍNTESE ELEMENTAR SOBRE A COREIA DO SUL

Um estado coreano independente ou um conjunto de estados tem existido quase continuamente ao longo dos últimos milénios. Desde a unificação inicial de três estados coreanos antecessores, no século VII, até o século XX, a Coreia existiu como um único país independente.

Em 1905, após a guerra russo-japonesa, a Coreia tornou-se um protectorado do Japão Imperial, e em 1910 foi anexada como colónia pelo Japão. A Coreia voltou a recuperar a sua independência após a rendição do Japão aos Estados Unidos em 1945.

Após a II Guerra Mundial, a República da Coreia (ROK) foi criada mas apenas na metade sul da península coreana, enquanto um governo de estilo comunista instalou-se no norte (RPDC).

Durante a Guerra Civil da Coreia (1950-1953), as tropas da ONU e Estados Unidos da América lutaram ao lado de soldados da República da Coreia do Sul (ROK) para defender a Coreia do Sul dos ataques da Coreia do Norte (RPDC) apoiada pela China e União Soviética.

Um armistício foi assinado em 1953, dividindo a península através de uma zona desmilitarizada ao longo do paralelo 38º Norte. Rapidamente a Coreia do Sul obteve um elevado crescimento económico com um PIB per capita 14 vezes superior ao da Coreia do Norte.

Em 1993, Kim Young-sam foi eleito o primeiro presidente civil da Coreia do Sul após 32 anos de regime militar. A Coreia do Sul é hoje uma democracia moderna plenamente operacional. Em Junho de 2000, ocorreu uma histórica primeira cimeira Norte-Sul entre o Presidente sul coreano Kim Dae-jung e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Il.

Em Outubro de 2007, uma segunda reunião de líderes ocorreu entre o presidente sul coreano Roh Moo- hyun e o líder norte-coreano. Uma retórica política dura e a relutância da Coreia do Norte em se envolver com o presidente sul coreano Lee Myung-bak na cimeira de Fevereiro de 2008 mantêm tensas as relações inter-coreanas.

luís palma de jesus

GEOGRAFIA ELEMENTAR DA COREIA DO SUL

Localização:

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

Ásia Oriental, metade sul da península coreana banhada pelo Mar do Japão e o Mar Amarelo

Coordenadas geográficas:

37º00 Norte, 127º30 Este

Área total:

Total: 99.720 km² terra: 96.920 km² água: 2.800 km² área comparativa: ligeiramente maior do que Portugal

Fronteiras:

Limites da fronteira terrestre: 238 km Países fronteiriços: Coreia do Norte em 238 km Limites do litoral: 2.413 km

Reivindicações marítimas:

Mar territorial: 12 milhas náuticas; entre 3 e 12 milhas náuticos no Estreito da Coreia Zona económica exclusiva: 200 milhas náuticos Escudo continental: não informa

Clima:

Temperado, com chuvas mais intensa no Verão do que Inverno

Relevo:

Predominam as colinas e montanhas. Planícies costeiras a Oeste e Sul Extremos da elevação no ponto mais baixo: Mar do Japão 0 metros Extremos da elevação no ponto mais alto: Halla-san 1.950 metros

Recursos naturais:

Carvão, tungstênio, grafite, molibdênio, chumbo, potencial de energia hídrica

Uso da terra:

Terra arável: 16,58% Culturas permanentes: 2,01% Outros: 81,41% (2005) Terra irrigada: 8.780 km² (2003)

Captação de água potável (para uso doméstico/industrial/agrícola):

Total: 18,59 km3 / ano (36%/16%/48%) per capita: 389 m3 / ano (2000)

Perigos naturais:

Tufões ocasionais trazem ventos fortes e inundações; actividade sísmica de baixa intensidade é comum no sudoeste do país

Ambiente - problemas actuais:

Poluição do ar nas grandes cidades; chuva ácida; poluição da água por descarga de águas residuais e efluentes industriais; pesca de arrasto

Ambiente - acordos internacionais:

Assinou e ratificou: Antarctic-Environmental Protocol, Antarctic-Marine Living Resources, Antarctic Treaty, Biodiversity, Climate Change, Climate Change-Kyoto Protocol, Desertification, Endangered Species, Environmental Modification,

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

Hazardous Wastes, Law of the Sea, Marine Dumping, Ozone Layer Protection, Ship Pollution, Tropical Timber 83, Tropical Timber 94, Wetlands, Whaling

Geopolítica:

Tem localização estratégica no Estreito da Coreia

GEOGRAFIA HUMANA ELEMENTAR

População (estimativa de Julho de 2010):

48.636.068 habitantes Comparação entre os países: é o 26º país mais populoso do mundo

Estrutura etária (estimativa de Julho de 2010):

0-14 Anos (jovens): 16,8% (4.278.581 masculinos / femininos 3.887.516) 15-64 Anos (adultos): 72,3% (17.897.053 masculinos / femininos 17.196.840) 65 Anos ou mais (idosos): 10,8% (2.104.589 masculinos / femininos 3.144.393)

Média de idades:

Total: 37,9 anos Masculino: 36,5 anos Mulheres: 39,1 anos (estimativa de 2010)

Taxa de crescimento populacional:

0,258% (estimativa de 2010) Comparação entre os países do mundo: tem o 177º lugar

Taxa de Natalidade:

8,72 Nascimentos / 1.000 habitantes (estimativa de 2010) Comparação entre os países do mundo: tem o 216º lugar

Taxa de mortalidade:

6,15 Mortes / 1.000 habitantes (estimativa de 2010) Comparação entre os países do mundo: tem o 161º lugar

Taxa de migração:

0,00 Migrantes / 1.000 população (a emigração é igual à imigração) Comparação entre os países do mundo: tem o 94º lugar

Urbanização:

População urbana: 81% da população total (estimativa de 2008) Taxa de urbanização: 0,6% de taxa anual (estimativa de 2005-2010)

Taxa de mortalidade infantil:

Total: 4,24 mortes por 1.000 nascidos vivos Comparação entre os países do mundo: tem o 200º lugar

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

Esperança média de vida:

População total: 78,81 anos Comparação entre os países do mundo: tem o 42º lugar Homens: 75,56 anos Mulheres: 82,28 anos (estimativa de 2010)

Taxa de fertilidade total:

1,22 Crianças nascidas / mulher em idade fértil (estimativa de 2010) Comparação entre os países do mundo: tem o 220º lugar HIV / SIDA - taxa de prevalência em adultos:

Menos de 0,1% (2007) Comparação entre os países do mundo: tem o 148º lugar

HIV / AIDS - mortes:

Menos de 500 (2007) Comparação entre os países do mundo: tem o 87º lugar

Grupos étnicos:

Homogéneo (com excepção de cerca de 20.000 chineses)

Religiões:

Cristãos 26,3% (protestantes 19,7%, católicos 6,6%), budismo 23,2%, outros 1,3% ou desconhecidos, nenhum 49,3% (censos de 1995)

Idiomas:

Coreano; o Inglês é ensinado amplamente na escola e universidade

Literacia:

(definição: população que aos 15 anos sabe ler e escrever) População total: 97,9% Masculino: 99,2% Feminino: 96,6% (estimativa de 2002)

Gastos com educação:

4,2% do PIB (estimativa de 2007)

Comparação entre os países do mundo: tem o 100º lugar

luís palma de jesus

FINLÂNDIA EM 2010:

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

Central Intelligence Agency. (2010). Finland. Consultado em: 03-01-2011. No site “CIA - The World Factbook”: https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/geos/fi.html.

SÍNTESE ELEMENTAR

A Finlândia foi, entre o século XII e século XIX, uma província e, em seguida, um grão-ducado da Suécia e um grão-ducado autónomo da Rússia após 1809.

Conquistou a sua independência completa em 1917.

Durante a Segunda Guerra Mundial, foi capaz de defender com sucesso a sua liberdade e resistir a invasões por parte da União Soviética - embora com alguma perda de território.

Na segunda metade do século XX (após a Segunda Guerra Mundial), os finlandeses fizeram uma evolução notável, passando de uma economia agro-florestal para uma economia industrial, moderna e

diversificada.

(Rendimento). O seu Rendimento Nacional Bruto Per Capita está agora entre os mais elevados da

Europa.

Membro da União Europeia desde 1995, a Finlândia foi o único estado nórdico a aderir à moeda Euro no seu lançamento, em Janeiro de 1999.

No século XXI, as principais características do Estado Social da Finlândia tornaram-se um padrão de referência para outros países: um modelo a copiar devido aos elevados níveis de educação, promoção da igualdade e ao excelente sistema nacional de segurança social (mas contestada, actualmente, por um envelhecimento da população e às oscilações de uma economia baseada nas exportações).

.

GEOGRAFIA ELEMENTAR

Localização:

Norte da Europa, entre o litoral do Mar Báltico, o Golfo de Bótnia, e o Golfo da Finlândia. A Finlândia situa-se entre a Suécia e a Rússia.

Coordenadas geográficas:

64º00 Norte, 26º00 Este

Área total:

Total: 338.145 km² Terra: 303.815 km² Água: 34.330 km² Área comparativa: aproximadamente igual a 3 vezes o tamanho de Portugal

Fronteiras:

Limites da fronteira terrestre: 2.654 km Países fronteiriços: Noruega 727 km, Suécia 614 km, Rússia 1.313 km Limites do litoral: 1.250 km

luís palma de jesus

Reivindicações marítimas:

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

Mar territorial: 12 milhas náuticos; até 3 milhas náuticas no Golfo da Finlândia Zona de pesca exclusiva: 24 milhas náuticas Escudo continental: até aos 200 metros de profundidade ou até à profundidade de exploração

Clima:

Predomina o clima temperado frio (clima continental); potencialmente subárctico mas comparativamente suave por causa da influência moderadora da Corrente do Atlântico Norte, do Mar Báltico e dos mais de 60.000 lagos finlandeses. O clima da Finlândia meridional é temperado, mas na Finlândia do Norte, e em especial na província da Lapónia, domina um clima subártico, caracterizado por invernos frios e ocasionalmente severos e verões relativamente tépidos.

Relevo:

Quase sempre pouco elevado e intercalado com lagos e colinas baixas Extremos da elevação no ponto mais baixo: Mar báltico 0 metros Extremos da elevação no ponto mais alto: Haltiatunturi 1.328 metros

Recursos naturais:

Madeira. Minério de ferro, cobre, chumbo, zinco, cromo, níquel, prata, ouro, calcário

Uso da terra:

Terra arável: 6,54% Culturas permanentes: 0,02% Outros: 93,44% (2005) Terra irrigada: 640 km² (2003)

Captação de água potável (para uso doméstico/industrial/agrícola):

Total: 2,33 km3 / ano (14%/84%/3%) per capita: 444 m3 / ano (1999)

Perigos naturais:

Não tem

Ambiente - problemas actuais:

A poluição do ar com origem industrial é a causa maior das chuvas ácidas. A poluição da água por resíduos industriais, os produtos químicos agrícolas e a perda de habitats naturais, ameaçam as populações de animais selvagens

Ambiente - acordos internacionais:

Assinou e ratificou: Air Pollution, Air Pollution-Nitrogen Oxides, Air Pollution- Persistent Organic Pollutants, Air Pollution-Sulfur 85, Air Pollution-Sulfur 94, Air Pollution-Volatile Organic Compounds, Antarctic-Environmental Protocol, Antarctic-Marine Living Resources, Antarctic Treaty, Biodiversity, Climate Change, Climate Change-Kyoto Protocol, Desertification, Endangered Species, Environmental Modification, Hazardous Wastes, Law of the Sea, Marine Dumping, Marine Life Conservation, Ozone Layer Protection, Ship Pollution, Tropical Timber 83, Tropical Timber 94, Wetlands, Whaling Assinou e não ratificou: nenhum dos acordos seleccionados

Geopolítica:

Extensa linha de fronteira com a Rússia. Helsínquia a capital do continente europeu localizada mais a Norte. População concentrada nas planícies costeiras do sudoeste

luís palma de jesus

GEOGRAFIA HUMANA ELEMENTAR

População (estimativa de Julho de 2010):

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

5.255.068 habitantes Comparação entre os países: é o 112º país mais populoso do mundo

Estrutura etária (estimativa de Julho de 2010):

0-14 Anos (jovens): 16,4 (438.425 masculinos / femininos 422.777) 15-64 Anos (adultos): 66,8% (1.773.495 masculinos / femininos 1.732.792) 65 Anos ou mais (idosos): 16,8% (357.811 masculinos / femininos 524.975)

Média de idades:

Total: 42,3 anos Masculino: 40,7 anos Mulheres: 44 anos (2010)

Taxa de crescimento populacional:

0,084% (estimativa de Julho de 2010) Comparação entre os países do mundo: tem o 188º lugar

Taxa de Natalidade:

10,37 Nascimentos / 1.000 habitantes (estimativa de Julho de 2010) Comparação entre os países do mundo: tem o 189º lugar

Taxa de mortalidade:

10,15 Mortes / 1.000 habitantes (estimativa de Julho de 2010) Comparação entre os países do mundo: tem o 55º lugar

Taxa de migração:

0,62 Migrantes / 1.000 população (a imigração é superior à emigração) Comparação entre os países do mundo: tem o 60º lugar

Urbanização:

População urbana: 63% da população total (estimativa de 2008) Taxa de urbanização: 0,8% de taxa anual (estimativa de 2005-10)

Taxa de mortalidade infantil:

Total: 4,45 mortes por 1.000 nascidos vivos Comparação entre os países do mundo: tem o 214º lugar

Esperança média de vida:

População total: 79,13 anos Comparação entre os países do mundo: tem o 39º lugar Homens: 75,64 anos Mulheres: 82,76 anos (estimativa de Julho de 2010)

Taxa de fertilidade total:

1,73 Crianças nascidas / mulher em idade fértil (estimativa de 2010)) Comparação entre os países do mundo: tem o 166º lugar

HIV / AIDS - mortes:

2.400 (estimativa de 2007) comparação entre os países do mundo: 136

HIV / SIDA - taxa de prevalência em adultos:

Menos de 0,1% (2007) Comparação entre os países do mundo: tem o 136º lugar

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

HIV / AIDS - mortes:

100 (2003) Comparação entre os países do mundo: tem o 146º lugar

Grupos étnicos:

93,4% de finlandeses; 5,6% de suecos, 0,5% de russos, 0,3% de estonianos e 0,1% de Roma (ciganos) e 0,1% de samis

Religiões:

82,5% pertencem à Igreja Luterana da Finlândia, 1,1% Igreja Ortodoxa, 1,1% outros cultos cristãos, 15,1% não são religiosos(estimativa de 2006)

Idiomas:

91,2% Finlandês (oficial), 5,5% Sueco (oficial), 3,3% outros (russo e sami)

Literacia:

(definição: população que aos 15 anos sabe ler e escrever) População total: 100% Masculino: 100% Feminino: 100% (estimativa de 2000)

Gastos com educação:

5,4% do PIB (estimativa de 2007)

Comparação entre os países do mundo: tem o 51º lugar

luís palma de jesus

PORTUGAL EM 2010:

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

Central Intelligence Agency. (2010). Portugal. Consultado em: 03-01-2011. No site “CIA - The World

SÍNTESE ELEMENTAR

Após seu apogeu como potência marítima mundial durante os séculos XV-XVI, Portugal perdeu muito de sua riqueza e status, com a destruição de Lisboa num terramoto em 1755, a ocupação francesa durante as Guerras Napoleónicas em 1808 e a independência do Brasil, sua colónia mais rica, em 1822.

Uma revolução em 1910 depôs a monarquia e, nas seis décadas seguintes, governos repressivos administraram o país.

Em 1974, um golpe de estado militar implementou a democracia.

No ano seguinte, 1975, Portugal concedeu independência a todas as suas colónias africanas.

Portugal é membro fundador da NATO (em 1949) e entrou na União Europeia em 1986. Em Janeiro de 2011, Portugal assumiu um assento não-permanente no Conselho de Segurança da ONU para o período

2011-12.

GEOGRAFIA ELEMENTAR

Localização:

No sudoeste da Europa, nas margens do Oceano Atlântico Norte, a oeste da Espanha

Coordenadas geográficas:

39º30 Norte, 8º00 Oeste

Área total:

Total: 92.090 km² Terra: 91.470 km² Água: 620 km² Área comparativa: tem um tamanho equivalente ao da Islândia

Fronteiras:

Limites da fronteira terrestre: 1.214 km Países fronteiriços: Espanha Limites do litoral: 1.793 km

Reivindicações marítimas:

Mar territorial: 12 milhas náuticos; até 24 milhas náuticas na zona contígua Zona económica exclusiva: 200 milhas náuticos Escudo continental: 200 metros de profundidade ou até à actual profundidade de exploração

Clima:

Temperado marítimo no norte e Temperado mediterrâneo no sul

Relevo:

Montanhoso a norte do rio Tejo e planícies a sul Extremos da elevação no ponto mais baixo: Oceano Atlântico 0 metros Extremos da elevação no ponto mais alto: Ponta do Pico nos Açores 2.351 metros

luís palma de jesus

Recursos naturais:

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

Peixes, florestas (cortiça), minério de ferro, cobre, zinco, estanho, tungstênio, prata, ouro, urânio, mármore, argila, hidroeléctricas, sal, gesso, terras aráveis

Uso da terra:

Terra arável: 17,29% Culturas permanentes: 7,84% Outros: 74,87% (2005) Terra irrigada: 6,500 km² (2003)

Captação de água potável (para uso doméstico/industrial/agrícola):

Total: 11,09 km3 / ano (10% / 12% / 78%) per capita: 1.056 m3 / ano (2003)

Perigos naturais:

Açores está sujeito a terramotos severos Vulcanismo: Portugal tem actividade vulcânica nas ilhas dos Açores, Faial (altitude 1.043 metros), a última erupção ocorreu em 1958. A maior parte dos vulcões não entrou em actividade nos últimos séculos; historicamente os vulcões activos incluem Agua de Pau, Furnas, Pico, Sistema Vulcânico do Pico, São Jorge, Sete Cidades e Terceira

Ambiente - problemas actuais:

Erosão do solo. Poluição do ar causada pelas emissões industriais e rodoviárias. Poluição da água, especialmente nas zonas costeiras

Ambiente - acordos internacionais:

Assinou e ratificou: Air Pollution, Biodiversity, Climate Change, Climate Change-Kyoto Protocol, Desertification, Endangered Species, Hazardous Wastes, Law of the Sea, Marine Life Conservation, Ozone Layer Protection, Ship Pollution, Tropical Timber 94, Wetlands, Whaling Assinou e não ratificou: Air Pollution-Persistent Organic Pollutants, Air Pollution-Volatile Organic Compounds, Environmental Modification

Geopolítica:

Açores e Madeira ocupam locais estratégicos no Atlântico Ocidental e nas aproximações ao Estreito de Gibraltar

GEOGRAFIA HUMANA ELEMENTAR

População (estimativa de Julho de 2010):

10.735.765 habitantes Comparação entre os países: é o 76º país mais populoso do mundo

Estrutura etária (estimativa de Julho de 2009):

0-14 Anos (jovens): 16,3% (912.147 masculinos / femininos 834.941) 15-64 Anos (adultos): 66,1% (3.525.717 masculinos / femininos 3.554.513) 65 Anos ou mais (idosos): 17,6% (772.413 masculinos / femininos 1.108.193)

Média de idade:

Total: 39,7 anos Masculino: 37,6 anos Mulheres: 41,9 anos (estimativa de 2010)

Taxa de crescimento populacional:

0,244% (estimativa de 2010) Comparação entre os países do mundo: tem o 180º lugar

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

Taxa de Natalidade:

0,12 Nascimentos / 1.000 habitantes Comparação entre os países do mundo: tem o 194º lugar

Taxa de mortalidade:

10,74 Mortes / 1.000 habitantes (estimativa de Julho de 2010) Comparação entre os países do mundo: tem o 45º lugar

Taxa de migração:

3,06 Migrantes / 1.000 população (a imigração é superior à emigração) Comparação entre os países do mundo: tem o 27º lugar

Urbanização:

População urbana: 59% da população total (2008) Taxa de urbanização: 1,4% de taxa anual (estimativa de 2005-10)

Taxa de mortalidade infantil:

Total: 4,72 mortes por 1.000 nascidos vivos Comparação entre os países do mundo: tem o 191º lugar

Esperança média de vida:

População total: 78,38 anos Comparação entre os países do mundo: tem o 40º lugar Homens: 75,12 anos Mulheres: 81,86 anos (estimativa de 2010)

Taxa de fertilidade total:

1,5 Filhos nascidos / mulher em idade fértil (estimativa de 2010) Comparação entre os países do mundo: tem o 189º lugar

HIV / SIDA - taxa de prevalência em adultos:

0,5% (2007) Comparação entre os países do mundo: tem o 76º lugar

HIV / AIDS - mortes:

Menos de 500 (2007) Comparação entre os países do mundo: tem o 94º lugar

Grupos étnicos:

O grupo mediterrâneo é homogéneo. Os cidadãos negros de ascendência africana negros que imigraram para o continente durante a descolonização constituem um número inferior a 100.000. Desde 1990 europeus de leste têm entrado em Portugal

Religiões:

Católicos 84,5%, cristãos 2,2%, desconhecido 9%, sem religião 3,9% (censos 2001)

Idiomas:

Português; Mirandês (oficial mas pouco falado)

Literacia:

(definição: população que aos 15 anos sabe ler e escrever) População total: 93,3% Masculino: 95,5% Feminino: 91,3% (2003)

Gastos com educação:

4,4% do PIB (2008)

Comparação entre os países do mundo: tem o 96º lugar

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

Faria – Évora GEOGRAFIA 9 º ANO FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA – PAÍSES , DESENVOLVIMENTO

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

Faria – Évora GEOGRAFIA 9 º ANO FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA – PAÍSES , DESENVOLVIMENTO

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

Faria – Évora GEOGRAFIA 9 º ANO FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA – PAÍSES , DESENVOLVIMENTO

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

Faria – Évora GEOGRAFIA 9 º ANO FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA – PAÍSES , DESENVOLVIMENTO

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

GLOBAL FOOTPRINT NETWORK. (2010). The Ecological Footprint Atlas 2010. Em

(2010). The Ecological Footprint Atlas 2010 . Em http://www.scribd.com/doc/47405935/The-Ecological-Footprint-Atlas-2010

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

Faria – Évora GEOGRAFIA 9 º ANO FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA – PAÍSES , DESENVOLVIMENTO

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

Faria – Évora GEOGRAFIA 9 º ANO FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA – PAÍSES , DESENVOLVIMENTO

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

Faria – Évora GEOGRAFIA 9 º ANO FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA – PAÍSES , DESENVOLVIMENTO

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

Faria – Évora GEOGRAFIA 9 º ANO FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA – PAÍSES , DESENVOLVIMENTO

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

Faria – Évora GEOGRAFIA 9 º ANO FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA – PAÍSES , DESENVOLVIMENTO

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

GEOGRAFIA 9ºANO

GEOGRAFIA 9ºANO Como citar textos e fazer referências bibliográficas - A norma APA Citation Style
GEOGRAFIA 9ºANO Como citar textos e fazer referências bibliográficas - A norma APA Citation Style

Como citar textos e fazer referências bibliográficas - A norma APA Citation Style

Como citar textos e fazer referências bibliográficas - A norma APA Citation Style
 

RESUMO:

 
 

1. Como identificar os livros usados num trabalho escolar? - A bibliografia.

2. Como identificar os textos copiados dos livros consultados? - As citações.

A norma APA citation style é o padrão mais comum usado pela comunidade internacional das ciências e ciências sociais. Este breve guia usa os dados da 5ª edição do Manual of the American Psychological Association publicado em 2001.

 

As regras aqui usadas não seguem a Norma Portuguesa NP 405-1 (1994), a qual define as regras bibliográficas para Portugal.

1. COMO ESCREVER A BIBLIOGRAFIA:

 

AUTOR DATA - TÍTULO DO LIVRO - TÍTULO DO ARTIGO - TÍTULO DO JORNAL VOLUME PÁGINAS LOCALIDADE EDITORA - DIVERSOS.

nota:

devemos seguir esta ordem, contudo, consoante as pesquisas feitas, altera-se e simplifica-se consoante os casos seguintes:

LIVROS CONSULTADOS:

Autor. (Ano). Título do livro. Localidade: Editora.

COELHO, J. P. (1969-1971). Dicionário de literatura: literatura portuguesa. Vol. 2. Porto: Figueirinhas.

ARTIGOS DE ENCICLOPÉDIAS:

Autor. (Ano). Título do Artigo. In Título da enciclopédia. (Volume, Páginas). Localidade: Editora.

MURCHO, Desidério. (2001). Regras da dedução natural. In Enciclopédia de Termos Lógico-Filosóficos. (Vol. 1, pp. 630-634). Lisboa: Gradiva.

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

ARTIGOS DE JORNAIS OU REVISTAS DE IMPRENSA:

Autor. (Ano). Título do Artigo. Título do jornal. Data. Páginas.

CRATO, Nuno. (2004, 20 Março). Primavera em Constância. Expresso: Actual, 38-40.

INTERNET PESQUISADA:

Autor. (Ano). Título do artigo. [Consultado em] Data, [No website] Site. [Website:] URL do site

CRATO, Nuno. (2003). O eduquês e a pedagogia romântica nunca existiram (Jornal de Letras, 27/11/2003). Consultado em: 14-01-2005. No site Personal Links and Documents (Homepage). Website: http://pascal.iseg.utl.pt/~ncrato/Recortes/EduquesNuncaExistiu.htm

FILMES:

Realizador. (Realizador). (Ano). Título do filme. Localidade: Produtora.

Kubrick, S. (Realizador). (1980). The Shining [Filme]. E.U.A: Warner Brothers.

ANTOLOGIA OU COMPILAÇÃO DE ENSAIOS DE DIVERSOS AUTORES:

Autor. (Ano). Título do Ensaio. In Editores (Eds.), Título do livro. (Páginas). Localidade: Editora.

Bjork, R. A. (1989). Retrieval inhibition as an adaptive mechanism in human memory. In H. L. Roediger & F. I. M. Craik (Eds.), Varieties of memory & consciousness (pp. 309-330). London: Routledge.

LIVROS DE INSTITUIÇÕES:

Instituição. (Ano). Título do livro. Localidade: Editora.

Nota:

Associações, empresas, instituições, organismos do estado e organizações são considerados autores quando não existe um autor individual.

American Psychological Association. (1972). Ethical standards of psychologists. Washington, DC:

American Psychological Association.

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

2. COMO FAZER CITAÇÕES:

 

nota:

Sempre que copiamos ou referimos ideias de outros autores devemos identificar tudo como CITAÇÔES e que, na lista de BIBLIOGRAFIA, deve ser referido de forma completa.

CITAÇÕES COM MENOS DE QUARENTA PALAVRAS:

É

feita dentro do próprio texto que estamos a escrever; usando ASPAS, devemos indicar o

AUTOR, ANO, NÚMERO DA PÁGINA. Vejam os seguintes exemplos

EXEMPLO 1:

 

Mendes (2003) informa-nos que em "1536, a Bula Apostólica do Papa Paulo III estabelece definitivamente em Portugal o Tribunal do Santo Ofício" (pp.3), mas sem nos informar das custos políticos de tal decisão

EXEMPLO 2:

 

A autora descreve-nos como em "1536, a Bula Apostólica do Papa Paulo III estabelece definitivamente em Portugal" (Mendes, 2003, pp.3) o Tribunal da Inquisição, mas sem nos informar das custos políticos de tal decisão.

CITAÇÕES SUPERIORES A QUARENTA PALAVRAS:

É

feita fora do texto que estamos a escrever, criando-se um "BLOCO DE CITAÇÃO" numa

LINHA ABAIXO, com uma tabulação avançada de CINCO ESPAÇOS e SEM ASPAS.

EXEMPLO 1:

 

Mendes (2003) declara o seguinte:

 

Porém, o edifício tinha dimensões reduzidas para a função que lhe estava atribuída, como se pode deduzir pela correspondência trocada entre D. João III, O Cardeal D. Henrique, Inquisidor Geral do Reino (1539-1580), e a Câmara de Évora, sugerindo ao Rei a mudança dos açougues para otro local, e a integração do templo romano no Tribunal do santo Ofício. (pp.3)

Optando por não relacionar questões de política local com as iniciais condições precárias do Santo tribunal. Contudo, será apenas em 1555, o Município pediu o levantamento de uma planta da zona para estudar a possibilidade de mudar os açougues para outro local.

luís palma de jesus

Escola Secundária Severim de Faria Évora GEOGRAFIA 9º ANO

FICHA INFORMATIVA TRABALHO DE PESQUISA PAÍSES, DESENVOLVIMENTO E AMBIENTE

GEOGRAFIA 9ºANO

Informação mínima a consultar para o trabalho de pesquisa

FONTES CONSULTADAS:

 

PNUD. (2010). Relatório de Desenvolvimento Humano 2010 A Verdadeira Riqueza das Nações:

Vias para o Desenvolvimento Humano. Consultado em: 03-01-2011. No site HDR 2010, United Nations Development Programme (UNDP). Website:

GLOBAL FOOTPRINT NETWORK. (2010). The Ecological Footprint Atlas 2010. Em

WWF - WORLD WIDE FUND FOR NATURE. (2010). Relatório Planeta Vivo 2010. Em

UNSD. (2008). System of National Accounts, 2008. Consultado em: 03-01-2011. No site UNSD SYSTEM OF NATIONAL ACCOUNTS. Website: http://unstats.un.org/unsd/nationalaccount/sna2008.asp

Central Intelligence Agency. (2010). Korea, South. Consultado em: 03-01-2011. No site “CIA - The World Factbook”: https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/geos/ks.html.

Central Intelligence Agency. (2010). Finland. Consultado em: 03-01-2011. No site “CIA - The World Factbook”: https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/geos/fi.html.

Central Intelligence Agency. (2010). Portugal. Consultado em: 03-01-2011. No site “CIA - The World Factbook”: https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/geos/po.html.

American Psychological Association. (1972). Ethical standards of psychologists. Washington, DC:

American Psychological Association.